• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
ApresentaçãO Jbs S.A   Janeiro 2010
 

ApresentaçãO Jbs S.A Janeiro 2010

on

  • 3,587 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,587
Views on SlideShare
3,241
Embed Views
346

Actions

Likes
4
Downloads
79
Comments
0

3 Embeds 346

http://jbs.riweb.com.br 320
http://www.slideshare.net 24
http://translate.googleusercontent.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    ApresentaçãO Jbs S.A   Janeiro 2010 ApresentaçãO Jbs S.A Janeiro 2010 Presentation Transcript

    • JBS S.A. “Confiamos em Deus, respeitamos a natureza” Janeiro de 2010 JBS S.A. JBS S.A.
    • NOSSOS VALORES SÃO OS PILARES DA NOSSA CULTURA Planejamento Obstinação Disciplina Disponibilidade Franqueza Simplicidade 1
    • Quem somos 8 8
    • Estrutura acionária após transações Estrutura acionária após transações Família Família Batista Bertin Holding Mercado Controladora incluindo BNDES ~60% * ~40% * JBS S.A. Investidores 100% 80% - 75% Outras JBS USA Bertin incluindo AUS subsidiárias 20% - 25% 64% Antigos acionistas 36% Pilgrim’s Pride * Estimativa dos acionistas controladores 3
    • Base Acionária Free Float Institucionais 25% BNDESPAR 47% Estrangeiros 26% Pessoa Física 2% 4
    • Governança Corporativa A JBS segue um modelo de Governança Corporativa com o objetivo de implantar as melhores práticas na Companhia, que devem refletir em transparência e confiança junto aos mais diferentes públicos, e garantir os melhores produtos e serviços para os seus clientes, solidez aos fornecedores, rentabilidade satisfatória aos acionistas e a certeza de um futuro melhor a todos os colaboradores. Novo Mercado  A JBS faz parte do Novo Mercado na BM&FBOVESPA (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) e está de acordo com todos os requisitos deste mercado e com as obrigações impostas pela legislação brasileira em vigor. Diretoria e Conselho de Administração  Conselho de Administração - O Conselho de Administração da JBS é formado por 7 membros – um presidente, um vice-presidente, 2 conselheiros efetivos sem qualquer denominação específica e 3 conselheiros efetivos designados conselheiros independentes.  Conselho Fiscal - O Conselho Fiscal é composto de, no mínimo 3 (três) e, no máximo 5 (cinco) membros efetivos e suplentes em igual número, acionistas ou não, eleitos e destituíveis a qualquer tempo pela Assembléia Geral.  Diretoria Executiva - Os membros da Diretoria da Companhia são eleitos pelo Conselho de Administração por mandatos de 3 anos e estão sujeitos à reeleição. Comitês do Conselho de Administração  O Conselho de Administração aprovou a criação dos Comitês de Auditoria, Finanças, Gestão de Pessoas e Estratégia Empresarial que incorpora as funções de comitê de Sustentabilidade. Divulgação e Uso de Informações  A JBS cumpre integralmente a Instrução CVM 358 que dispõe sobre a divulgação e uso de informações sobre ato ou fato relevante relativo às companhias abertas. Manual de Conduta e Ética  A Diretoria da JBS desenvolveu o Manual de Conduta e Ética dentro do conceito das melhores práticas de governança corporativa. O código de conduta abrange o relacionamento entre Conselheiros, Sócios, Funcionários, Fornecedores e demais partes relacionadas (stakeholders). 5
    • História da JBS Fusão Bertin • A história da JBS tem sido marcada pela Pilgrim’s Pride Inalca JBS Couros aquisição de mais de 30 unidades nos 5 novas unidades Swift Foods Co. últimos 15 anos com estrutura de capital e Maringá (Amambay) management adequado Berazategui Tasman (Rio Platense) Smithfield Receita Líquida (US$ bilhões) Colonia Caroya Beef Empresas e Unidades Adquiridas SB Holdings Five Rivers JV Beef Jerky Rio Branco Venado Barretos (Anglo) Cacoal 1 Tuerto Pres. Epitácio (Bordon) Cacoal 2 Pontevedra 30,3 Campo Grande (Bordon) Porto Velho (CEPA) Vilhena (Frigovira) Barra do Cáceres Pedra Preta Garças Araputanga (Frigo Marca) 19,8 (Frigosol) (Sadia) (Frigoara) Rosário Iturama (Swift ARG) (Frigosol) San Jose Andradina 12,7 (Sadia) (Swift ARG) 1,2 1,5 1,9 0,3 0,4 0,4 0,5 0,5 0,4 0,7 (1) (2) (3) 1996 1997 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 R$/US$ cotação do final do ano Fonte: JBS (1) Pro Forma JBS S.A. LTM Dez07 (2) Pro Forma JBS S.A. LTM Dez08 (3) Pro Forma JBS S.A. LTM Jun09 (incluindo 5 novas unidades e operação de couro); Pilgrim’s Pride Set09 (Estimado); Bertin LTM Jun09 6
    • Expansão da liderança global e diversificação geográfica Presença em mais de 23 países distribuídos pelos cinco continentes Abatedouros e Indústria Carnes Centros de Distribuição / Escritórios Comerciais Centros de Distribuição X Industrializados Couro Suínos Laticínio Ovinos Gordura Vegetal Couro Produtos Pet Aves Fonte: Companhias 7
    • Resumo das Operações Plataforma de Produção Global Unidades de Produção Funcionários Capacidade de Abate Diária JBS Brasil 25 16.993 26.950 B JBS Argentina 6 5.059 6.700 B 28.600 B JBS USA 16 24.295 48.500 P 4.500 O 8.690 B JBS Austrália 10 6.995 15.000 O Inalca JBS 8 2.019 3.000 B 73.940 B Total JBS 65 55.361 48.500 P 19.500 O Bertin 38 28.000 16.450 B Pilgrims Pride 37 41.000 7.200.000 F Total JBS Combinado 140 124.361 90.390 B 48.500 P 19.500 O 7.200.000 F Plataforma de Distribuição Adicional Reino Unido Rússia Angola Congo Argélia Dem. Rep. of the Congo Polônia (B) Carne Bovina; (P) Carne Suína; (O) Ovino; (F) Carne de frango 8
    • Criação da Maior Empresa de Proteínas do Mundo Empresa combinada terá posição de liderança no mercado mundial Ranking mundial de empresas de proteínas (US$ milhões)1 maior empresa 1a mundial de proteínas 28.725 28.130 12.717 12.488 12.088 10.494 9.457 6.755 4.847 3.390 Fonte: Companhias, Exame, Valor Econômico e CNN (Global 500) 1 Baseado em receita líquida para o ano de 2008 e incluindo Pilgrim’s Pride para Bertin + JBS 9
    • Empresa líder no setor de proteínas Ranking Presença Capacidade instalada Unidades industriais  Brasil / Argetina /  Brasil: 43.400 cabeças/dia  Brasil: 39 Itália / Austrália /  América Latina: 6.700 cab./dia  América Latina: 8 E.U.A / Uruguai / Bovinos 1  E.U.A.: 28.600 cabeças/dia  E.U.A.: 13 Paraguai  Itália: 3.000 cabeças/dia  Itália: 8  Australia: 8.690 cabeças/dia  Austrália: 10  Total: 89.790 cabeças/dia Total: 82  E.U.A. / México  E.U.A. / México:  E.U.A.: 34 Aves 2 7,2mm aves/dia  Mexico: 3  Total: 7,2mm aves/dia Total: 37  E.U.A.  E.U.A.: 48.500 cabeças/dia  E.U.A.: 3 Suínos 3  Brasil / E.U.A. /  Brasil: 148.500 m2/dia  Brasil: 12 Couros 1 China  Brasil  Brasil: 1.266 ton/dia  Brasil: 7 Lácteos 3 10
    • Distribuição da Receita líquida Consolidada JBS (Incluindo Bertin S.A. e Pilgrim’s Pride) Distribuição da Receita líquida 9M09 Couro Lácteos Outros 1% 2% 2% Industrializados 6% Carne suína 8% Carne b ovina 55% Carne de frango 26% Fonte: JBS . 11
    • Marcas reconhecidas mundialmente Carne bovina Carne bovina Carne bovina Carne bovina Carne bovina Lácteos Couros Frango 12
    • Nossa Estratégia 8 8
    • Nossa Estratégia Em processo Longo prazo 2005/2006 2007/2008 Plataforma global de Plataforma global de Estrutura financeira Plataforma global de distribuição de vendas e distribuição adequada produção vendas América do Sul Produtos in natura América do Sul Dívida para capital América do Norte Produtos cosidos de giro Austrália Produtos moídos América do Norte União Européia Produtos curados Produtos prontos para Ásia Capital próprio Austrália consumir para Rússia Produtos embalados Financiar África Marcas globais União Européia crescimento Oriente Médio Investimentos em marketing  Nível alto de liquidez  Acesso ao fornecimento global  Integrar a plataforma de  Investimentos de alta  Dívida equalizada com geração de matéria prima distribuição e vendas para tecnologia para produzir de caixa  Líder nos países com atender eficientemente produtos de alto valor agregado  Forte posição de caixa excedente de produção mercados locais e externos,  Aumento da variedade de  Escala varejistas e atacadistas, produtos de alto valor agregado  Acesso ao mercado de capitais processadores de alimentos,  Produtos customizados para internacional para financiar  Líder global em exportações restaurantes e outros clientes cada mercado crescimento  Acesso a todos os mercados globais  Desenvolvimento de um plano de carne  Conveniência aos  Força de vendas distribuídas de financiamento de longo  Troca das melhores práticas consumidores no dia a dia ao redor do mundo prazo  Reconhecimento e liderança de  Ganhos em eficiência de  Eficiência na venda dos  Utilização da plataforma de custos marca e qualidade melhores produtos para os exportação para crescer  Investimentos em marketing  Oportunidades de redução de melhores mercados com os  Gestão adequada no controle custos para estar presentes na mente melhores preços de capital de giro dos consumidores  Melhoria nas margens  Redução de custos em vendas  Aumento das margens e logística  Melhoria nas margens 14
    • Nossa Estratégia 50% Branding 10+% Produtos de valor agregado Plataforma de vendas e distribuição 8+% Plataforma de produção 4+% Redução de custos, Management produtividade e Margem Estrutura financeira Controle de riscos experiente otimização dos EBITDA média processos consolidada Bases da JBS 15
    • A Indústria Mundial de Carne Bovina 8 8
    • Mercado Global Maiores produtores de carne bovina Maiores consumidores de carne bovina Maiores exportadores de carne bovina Maiores importadores de carne bovina Fonte: USDA 2009 17
    • Crescimento Populacional Mundial e Consumo de Carne Bovina (1960 – 2050) 140,0 10.000,0 Crescimento da 120,0 população, um indicador 8.000,0 do consumo da carne. Consumo (milhões tons) 100,0 População (milhões) 6.000,0 80,0 60,0 4.000,0 40,0 2.000,0 20,0 0,0 - 1960 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 2010* 2015* 2020* 2025* 2030* 2035* 2040* 2045* 2050* População países desenvolvidos População países em desenvolvimento Consumo de carne bovina** Fonte: ONU (Organização das Nações Unidas) e USDA *Estimativas da ONU **Tendência para o consumo de carne bovina considerando CAGR de 2,0% a.a (de 1960 a 2008) 18
    • Consumo de alimentos per capita (kg / Ano) Fonte: FAO 19
    • Exportações de Carne Bovina e Vitela dos EUA (Milhões de Libras) 3.000 2.467 2.520 2.412 2.449 2.500 2.269 2.000 1.888 1.525 1.433 1.500 1616 1525 1.146 1.000 697 461 500 0 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 México Canadá Coréia do Sul Japão Vietnã China Hong Kong Holanda Outros Até Outubro Fonte: USDA ERS 20
    • Exportações de Carne Suína dos EUA (Milhões de Libras) 5.000 4.667 4.500 4.000 4.011 3.381 3.500 3.142 2.995 3.381 3.000 2.667 2.500 2.181 2.000 1.717 1.560 1.612 1.500 1.278 1.287 1.000 500 0 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Japão China Hong Kong México Rússia Canadá Coréia do Sul Austrália Outros Até Outubro Fonte: USDA ERS 21
    • Exportações de Frango dos EUA (Milhões de Libras) 8.000 7.109 7.000 6.070 5.738 5.840 6.000 5.333 5.367 5.993 5.138 5.013 5.840 4.980 4.942 4.997 5.000 4.000 3.000 2.000 1.000 0 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Rússia China Iraque México Canadá Cuba Outros Frangos Outros Até Outubro Fonte: USDA ERS 22
    • Exportações de carne bovina do Brasil 6.000 5.098 5.000 4.795 4.316 4.000 3.879 Bilhões de USD 3.500 3.047 3.000 2.467 2.000 1.518 1.014 1.096 1.000 804 779 0 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Exportação Brasil USD Até Novembro Fonte: Secex 23
    • Resultados do 3º Trimestre de 2009 8 8
    • Resultado Consolidado Trimestral Receita Líquida (R$ milhões) EBITDA e margem EBITDA (R$ milhões) 24,0% -3,8% -0,1% -9,5% -44,0% -20,4% 81,6% -24,0% Fonte: JBS Margem EBITDA (%) 25
    • Efeito cambial na receita líquida Receita Líquida (Milhões) • Excluindo o efeito da variação R$ US$ cambial no período, a receita *Câmbio médio do período: líquida cresceu 0,6% sobre 2T09. 2T09 – 2,0748 3T09 – 1,8677 -9,5% 0,6% Fonte: JBS *Fonte: Banco Central 26
    • Desempenho por Unidade de Negócio JBS USA Bovinos (Incluindo Austrália) JBS USA Suínos INALCA JBS JBS MERCOSUL Receita Líquida Receita Líquida Receita Líquida Receita Líquida (US$ bilhões) (US$ milhões) (€ milhões) (R$ bilhões) EBITDA (US$ mi) EBITDA (US$ mi) EBITDA (€ mi) EBITDA (R$ mi) margem EBITDA margem EBITDA margem EBITDA margem EBITDA 5,2% 3,6% 3,8% 2,2% 2,2% 140,1 104,6 108,4 60,4 59,7 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 Fonte: JBS 27 Margem EBITDA (%)
    • Perfil da Dívida • A relação dívida líquida / EBITDA passou de 2,6x no 2T09 para 3,3x no 3T09, refletindo a queda do EBITDA na comparação com o 3T08. • A Companhia projeta uma redução da alavancagem até o final do ano. • A dívida bruta e liquída reduziram 5,6% e 2,2%, respectivamente, em relação ao 2T09. Dívida Líquida / EBITDA Pro Forma por TRIMESTRE Perfil da Dívida bruta (R$ milhões) 5.971,8 6.226,4 5.877,1 * 53% 61% 59% 47% 41% 39% 1T09 2T09 3T09 Fonte: JBS Dívida líquida/ EBITDA EBITDA pro-forma Curto prazo Longo prazo * Últimos doze meses incluindo Smithfield Beef pro-forma. 28
    • Capital de Giro • A JBS segue reduzindo sua necessidade de capital de giro, que caiu de 37 dias no 2T09 para 33 dias no 3T09. 2º Trimestre 2009 Pedido do Entrega do Cliente paga cliente p/ JBS Produto A JBS Produção & Estoque CLIENTE = 37 dias 21 dias FORNECEDOR = 21 dias 37 dias Pagamento ao CAPITAL DE GIRO & JUROS Fornecedor 3º Trimestre 2009 Pedido do Entrega do Cliente paga cliente p/ JBS Produto A JBS Produção & Estoque CLIENTE = 33 dias 21 dias FORNECEDOR = 21 dias 33 dias Pagamento ao CAPITAL DE GIRO & JUROS Fornecedor 29
    • Distribuição da das Exportações Consolidada Distribuição da Receita por Mercado 3T09 Distribuição da Receita por Mercado 2T09 0% Exportações Exportações 24% 26% Mercado Doméstico 76% Mercado Doméstico 74% Distribuição das Exportações 3T09 Distribuição das Exportações 2T09 Exportações JBS 3T09 Exportações JBS2T09 US$ 1.127,4 Milhões US$ 1.169,1 Milhões Outros Japão Taiwan O utros Japão Indonésia 18% 18% 2% 14% China 18% 3% 4% China U.E. Hong Kong U.E. 4% 12% 5% 15% Rússia Coréia do Sul EUA Coréia do Sul 9% África e EUA 4% 8% Canadá 6% Rússia México O riente Médio 9% 5% 7% 7% 8% Hong Kong 5% África e Oriente Médio Canadá 6% 6% México 7% 30 Fonte: JBS
    • Sustentabilidade Ações Políticas de Sustentabilidade Redução emissão dos Gases  A JBS está ciente de sua responsabilidade como a maior Companhia de carne no mundo e de todos os impactos Emissão, Efluentes e de Efeito Estufa gerados por suas operações em cada região. A Companhia possui um programa de sustentabilidade apropriado para cada uma de suas unidades, incluindo: Resíduos  Política Ambiental 50% Reciclagem de Efluentes  Utilização de Recursos Naturais  Procedimentos Adotados 50% Reciclagem Resíduos  Ações Socioambientais Sólidos  Política de Informação  Tratamento de Resíduos Desenv. Matriz Energética Energia  Relacionamentos e Investimentos Uso de madeira certificada 25% Redução Consumo  JBS é a primeira e única empresa do ramo a registrar projeto MDL na 35% Redução Consumo Água UNFCCC (Convenção das Nações Unidas em Mudanças Climáticas). O (2m3 por cabeça) projeto está em fase de avaliação por autoridade designada. Biodiversidade Conservação Flora Controle da origem do Animal Premissas de Sustentabilidade Prioridades • Ecologicamente viável Foco em materiais menos • Utilização sustentável de materiais Materiais agressivos ao meio ambiente • Ecologicamente correto • Parcerias com organizações justas • Socialmente justo Leis Compliance • Saúde e Qualidade de Vida • Culturalmente aceito Conscientização Ambiental • Clima Atividades Físicas Sociedade Assistência à saúde • Tratamento de Resíduos  A responsabilidade social e ambiental sempre fizeram parte do desenvolvimento e crescimento dos negócios Educação Formal da JBS. A extensa experiência da companhia comprova a importância da redução dos impactos ambientais e a conseqüente melhora em sua relação com a comunidade realizada através de investimentos em questões socioambientais. 31
    • Relações com Investidores Obrigado! www.jbs.com.br/ri ri@jbs.com.br +55 11 3144 4055
    • Disclaimer Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração e informações a que a Companhia atualmente tem acesso. Declarações sobre eventos futuros incluem informações sobre nossas intenções, crenças ou expectativas atuais, assim como aquelas dos membros do Conselho de Administração e Diretores da Companhia. As ressalvas com relação a declarações e informações acerca do futuro também incluem informações sobre resultados operacionais possíveis ou presumidos, bem como declarações que são precedidas, seguidas ou que incluem as palavras "acredita", "poderá", "irá", "continua", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima" ou expressões semelhantes. As declarações e informações sobre o futuro não são garantias de desempenho. Elas envolvem riscos, incertezas e suposições porque se referem a eventos futuros, dependendo, portanto, de circunstâncias que poderão ocorrer ou não. Os resultados futuros e a criação de valor para os acionistas poderão diferir de maneira significativa daqueles expressos ou sugeridos pelas declarações com relação ao futuro. Muitos dos fatores que irão determinar estes resultados e valores estão além da nossa capacidade de controle ou previsão. 33