JBS S.A.Apresentação de Resultados          2T12
JBS S A    S.A.
Ranking JBS              1º   Maior Produtor Mundial de                   carne bovina e ovina              1º   Maior Pro...
Nossa Estratégia                                                                         RACIONAL                         ...
Marcas “símbolo de qualidade” nos mercados em que atua         Brasil         B il         Argentina           g         E...
Perspectivas do mercado    p   de proteína animal
Excedentes e Déficits de Alimentos* no MundoComércio líquido intra-regional, milhões de toneladas                         ...
Consumo Global de Proteína Animal Continua Crescendo      Fortes Fundamentos Globais do Setor  (MT in mm)250200150100 50  ...
Brasil, Austrália e EUA continuam a liderar as exportações globais de carne bovina                                        ...
Exportação de Frango Brasil e EUAExportações de Carne de Frango do Brasil (tons)                                Exportaçõe...
Exportação de Carne Suína Brasil e EUAExportações de Carne Suína do Brasil (tons)                                    Expor...
Destaques do 2T12
Destaques do 2T12A receita líquida atingiu R$18,5 bilhões no período, 26,3% superior ao 2T11.O EBITDA consolidado foi de R...
Resultado Consolidado – 2T12                                                                                              ...
Análise Trimestral      Desempenho por Unidade de Negócio       JBS Mercosul                                             J...
Distribuição das Exportações Consolidadas da JBS no 1S12Cerca de US$4,4 bilhões                                           ...
Perfil da DívidaA dívida líquida / EBITDA foi de 4,27x no 2T12, ligeiramente inferior ao 1T12.A Companhia encerrou o trime...
Perfil da DívidaAnálise do Endividamento Líquido Consolidado em USDConvertendo a totalidade da dívida líquida da Companhia...
Atuação em programas de rastreabilidade do gado e no Bioma Amazônico   Sustentabilidade   A JBS S.A participa do CDP – Car...
Missão“   Sermos os melhores naquilo que nos propusermosa fazer, com foco absoluto em nossas atividades, garantindo    os ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apresentação 2 t12 teleconferência v1(1)

861
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
861
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação 2 t12 teleconferência v1(1)

  1. 1. JBS S.A.Apresentação de Resultados 2T12
  2. 2. JBS S A S.A.
  3. 3. Ranking JBS 1º Maior Produtor Mundial de carne bovina e ovina 1º Maior Processador Mundial de couros 1º Maior Produtor Mundial de frango 3º Maior Produtor dos EUA de carne suínaFonte: JBS PÁG. 3
  4. 4. Nossa Estratégia RACIONAL Associando a qualidade e a Posicionamento marca ao produto para aumentar de Marca a fidelização do cliente ç Produtos processados e Produtos de Valor Agregado customizados para os consumidores finais Expandindo a plataforma de Plataforma de Vendas e Distribuição distribuição global para atingir os clientes finais Desenvolvimento uma plataforma p Plataforma de Produção global de produção eficiente e diversificada Estrutura Equipe de Redução de Gerenciamento Financeira Administradores Custos e de risco Experientes Otimização dos Processos Margem Valor e Estratégia da JBS EBITDA PÁG. 4
  5. 5. Marcas “símbolo de qualidade” nos mercados em que atua Brasil B il Argentina g EUA Austrália PÁG. 5
  6. 6. Perspectivas do mercado p de proteína animal
  7. 7. Excedentes e Déficits de Alimentos* no MundoComércio líquido intra-regional, milhões de toneladas América Europa Oriente Médio Central Ocidental Ásia Á i eÁÁfrica América América Austrália do Norte do Sul Leste Europeu e ex União Soviética 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 2010* Cereais, arroz, farelos, óleos e alimentos equivalentes de carne. PÁG. 7 Fonte: The Economist
  8. 8. Consumo Global de Proteína Animal Continua Crescendo Fortes Fundamentos Globais do Setor (MT in mm)250200150100 50 0 1981 1983 1985 1987 1989 1991 1993 1995 1997 1999 2001 2003 2005 2007 2009 2011 Fonte: USDA FAS PÁG. 8
  9. 9. Brasil, Austrália e EUA continuam a liderar as exportações globais de carne bovina Exportações de Carne Bovina do Brasil (tons) 1.400.000 5.500 -2,7% 5.000 1.200.000 4.500 4 500 1.000.000 4.000 3.500 800.000 3.000 600.000 2.500 1,6% 2.000 2 000 400.000 1.500 1.000 200.000 500 0 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 Exportações de Carne Bovina da Austrália (tons) Exportações de Carne Bovina dos EUA (tons) 1.400.000 5.500 1.400.000 6.500 6.000 1,2% 5.000 17,0% 1.200.000 1.200.000 5.500 4.500 5.000 1.000.000 4.000 1.000.000 4.500 3.500 4.000 800.000 800.000 3.000 3.500 2.500 3.000 600.000 600.000 -0,2% 2.000 2 000 --11,4% 2.500 400.000 400.000 2.000 1.500 1.500 1.000 200.000 200.000 1.000 500 500 0 0 0 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 Exportação de Carne Bovina Preço Médio (US$/Ton)Fonte: USDA, MLA & Secex PÁG. 9
  10. 10. Exportação de Frango Brasil e EUAExportações de Carne de Frango do Brasil (tons) Exportações de Carne de Frango dos EUA (tons)4.500.000 2.200 4.500.000 1.8004.000.000 2.000 4.000.000 1.600 -6,5% 1.8003.500.000 3.500.000 1.400 1.600 1 600 13,1%3.000.000 3.000.000 1.200 1.4002.500.000 1.200 2.500.000 1.0002.000.000 3,4% 1.000 2.000.000 800 13,3% 8001.500.0001 500 000 1.500.000 1 500 000 600 6001.000.000 1.000.000 400 400 500.000 200 500.000 200 0 0 0 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 Exportação de Carne de Frango Preço Médio (US$/Ton)Fonte: USDA & Secex PÁG. 10
  11. 11. Exportação de Carne Suína Brasil e EUAExportações de Carne Suína do Brasil (tons) Exportações de Carne Suína dos EUA (tons)1.800.000 3.500 1.800.000 3.500 -7,2% 3.000 1,8% 3.0001.500.000 1.500.000 2.500 2 500 2.500 2 5001.200.000 1.200.000 2.000 2.000 900.000 900.000 21,2% 1.500 1.500 600.000 600 000 600.000 600 000 1.000 1.000 0,5% 300.000 300.000 500 500 0 0 0 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 2006 2007 2008 2009 2010 2011 1S11 1S12 Exportação de Carne Suína Preço Médio (US$/Ton)Fonte: USDA & Secex PÁG. 11
  12. 12. Destaques do 2T12
  13. 13. Destaques do 2T12A receita líquida atingiu R$18,5 bilhões no período, 26,3% superior ao 2T11.O EBITDA consolidado foi de R$1.012,8 milhões que representa um crescimento de 72,3% em relação ao 2T11. Amargem EBITDA foi de 5,5%.JBS Mercosul foi destaque no trimestre e obteve R$4.317,7 milhões em receita líquida, 19,4% superior ao 2T11. O $EBITDA apresentou crescimento de 47,3% sobre o mesmo período e foi de R$630,3 milhões com margem EBITDAde 14,6%.A unidade de Frangos nos EUA (Pilgrim’s Pride Corporation) apresentou receita líquida de US$2,0 bilhões eEBITDA de US$125,7 milhões no período, revertendo o resultado negativo apresentado no 2T11.O lucro líquido ajustado foi de R$212,9 milhões, desconsiderando o imposto de renda diferido passivo, gerado pelarealização do ágio (este imposto de renda só provoca desembolso de caixa caso a Companhia venda oinvestimento que originou o ágio). O lucro líquido consolidado reportado no período foi de R$169,5 milhões.A Companhia encerrou o trimestre com R$5,475 bilhões em caixa, superior à 110% da dívida de curto prazo. PÁG. 13
  14. 14. Resultado Consolidado – 2T12 EBITDAReceita Líquida (R$ milhões) EBITDA e margem EBITDA (R$ milhões) 18.468,3 1800,0 8,0 16.934,5 15.567,8 16.011,1 1600,0 5,6 5,5 5,1 14.116,3 4,0 4,3 15,3% 1400,0 8,8% -5,5% 10,3% 10 3% 1200,0 1200 0 1.012,8 1000,0 940,6 786,8 800,0 696,5 587,7 600,0 33,9% , 19,5% -26,0% 6,0% 45,4% 400,0 200,0 0,0 -12,0 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 Margem EBITDA (%) MFonte: JBS PÁG. 14
  15. 15. Análise Trimestral Desempenho por Unidade de Negócio JBS Mercosul JBS USA JBS USA JBS USA (PPC) (Incluindo Austrália) (I l i d A t áli ) Receita Líquida (R$ bilhões) Receita Líquida (US$ bilhões) Receita Líquida (US$ milhões) Receita Líquida (US$ bilhões) 4,3 1300,0 1220,0 4,5 1140,0 4,3 43 1060,0 923,1 855 4 844 0 855,4 844,0 3,9 3,8 4,2 980,0 846,0 867,1 2,0 3,8 4,1 900,0 2,0 1,9 1,8 1,9 4,0 820,0 3,6 740,0 660,0 580,0 500,0 420,0 340,0 260,0 180,0 100,0 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 EBITDA (R$ milhões) EBITDA (US$ milhões) EBITDA (US$ milhões) EBITDA (US$ milhões) 500 16,0% 14,0% 14,6% 12,0% 199,977 9,9% 11,8% 11,6% 13,3%900 16,0% 8,8% 500 5,0% 10,0% 13,0% 14,0% 400 4,4% 8,0% 8,3% 6,4% 9,0%800 10,7% 6,5% 5,8% 9,0% 5,5% 7,0% 1,1% 6,0% 12,0% 630,3 -1,1% -0,2% 4,0% 400 5,0%700 10,0% 5,0% 8,0% 300 2,0% 1,2% 3,0%600 508,6 223,6 0,0% 1,0% -1,7% 427,9 453,8 407,7 -2,4% 1,0% 6,0% -2,0% 300500 4,0% 200 184,1 -4,0% -6,0% 99,977 83,6 75,9 77,0 -3,0% -1,0% -3,0% 2,0%400 -8,0% -7,0% 0,0% 55,8 55 8 49,2 49 2 200 -5,0% -5 0% 104,0 12 125,7 -10,0%300 -11,0% -2,0% -12,0% -7,0% -14,0% 44,7 -4,0% 100 -9,0%200 -15,0% -16,0% 100 -6,0% -47,6 -31,4 22,6 -11,0% -9,1 -18,0%100 -8,0% -45,4 -20,0% -19,0% -13,0% -22,0% 0 -10,0% 0 -0,023 -23,0% 0 -15,0% -24,0% 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 -17,0% -26,0% -19,0% -28,0% -100 -100 -30,0% -21,0% -23,0% -200 -25,0% Margem EBITDA (%) Fonte: JBS PÁG. 15
  16. 16. Distribuição das Exportações Consolidadas da JBS no 1S12Cerca de US$4,4 bilhões México 15,5% Outros 15 1% 15,1% Venezuela 1,9% Taiwan 2,1% China, H. K. e Vietnã 14,6% Chile 3,6% US$4.387 Canadá 4,8% milhões Japão 11,7% U.E. 6,1% Rússia 9,3% , Coréia d Sul 6,2% C éi do S l 6 2% África e Oriente Médio 9,1%Fonte: JBS PÁG. 16
  17. 17. Perfil da DívidaA dívida líquida / EBITDA foi de 4,27x no 2T12, ligeiramente inferior ao 1T12.A Companhia encerrou o trimestre com R$5,475 bilhões em caixa, superior a 110% da dívida de curto prazo.A porcentagem da dívida de Curto Prazo reduziu de 27% no 1T12 para 23% no 2T12.Alavancagem Perfil da Dívida CP / LP 1500 4,30 4,27 1300 4,04 4,00 4 3T11 28% 72% 3,60 3 60 1100 900 3 4T11 28% 72% 700 2 500 1T12 27% 73% 300 1 100 2T12 23% 77% -100 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 0 . Alavancagem EBITDA Curto prazo Longo prazo .Fonte: JBS PÁG. 17
  18. 18. Perfil da DívidaAnálise do Endividamento Líquido Consolidado em USDConvertendo a totalidade da dívida líquida da Companhia de reais para dólares americanos, para efeito de análise da evolução da dívidasem o efeito da variação cambial, visto que boa parte da dívida e da receita da JBS é advinda de operações no exterior, pode-se observarque houve uma redução de 3,0% no endividamento ao longo dos últimos doze meses. R$ milhões 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 Caixa 4,960 5,581 5,288 5,151 5,475 Dívida Líquida Consolidada em R$ 12,164.1 13,654.4 13,584.0 13,924.7 15,276.9 Câmbio médio do período 1.5611 1.8544 1.8758 1.8221 2.0213 Dívida Líquida Consolidada em US$ 7,792.0 7 792 0 7,363.2 7 363 2 7,241.7 7 241 7 7,642.1 7 642 1 7,558.0 7 558 0Fonte: JBS PÁG. 18
  19. 19. Atuação em programas de rastreabilidade do gado e no Bioma Amazônico Sustentabilidade A JBS S.A participa do CDP – Carbon Disclosure Project. Ambiental Também, compõe a carteira do Índice de Carbono Eficiente da BM&FBOVESPA, - ICO2. & O S CO Sistema de monitoramento por Imagem de Satélite no Bioma Amazônico. Objetivo: reduzir o desmatamento no Bioma Amazônico; evitar a aquisição de gado proveniente de APA´s - Área de Proteção Ambiental e Embargadas, Áreas Indígenas e Unidades de Conservação; e erradicar o trabalho escravo no Brasil. ç ; Amazônia Social 100% das propriedades dos fornecedores de g p p gado da JBS no Brasil são georreferenciadas. A JBS possui um banco de dados com aproximadamente 12.000 p p propriedades cadastradas no Bioma. A partir das coordenadas coletadas, os dados são inseridos no cadastro de fornecedores de matéria-prima da JBS e enviados à Empresa contratada para serem analisados sobrepostos à base cartográfica montada com iimagens d satélite e relatórios DETER e t áfi t d de télit l tó i Imagem de Satélite PRODES do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE.Fonte: Política de Sustentabilidade JBS PÁG. 19
  20. 20. Missão“ Sermos os melhores naquilo que nos propusermosa fazer, com foco absoluto em nossas atividades, garantindo os melhores produtos e serviços aos clientes, p ç solidez aos fornecedores, rentabilidade satisfatória aos acionistas e a certeza de um futuro melhor ” a todos os colaboradores.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×