• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Ec em ead rui
 

Ec em ead rui

on

  • 1,530 views

Uso da EC em EaD

Uso da EC em EaD

Statistics

Views

Total Views
1,530
Views on SlideShare
1,530
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Ec em ead rui Ec em ead rui Document Transcript

    • Fundação Edson Queiroz Universidade de Fortaleza Núcleo de Educação a Distância – EAD Curso de Especialização em Docência em EAD Disciplina: História da Ead Professora: Liadna Camargo Lima Tutora: Janete Barroso Objetivo: Desenvolvimento de conteúdo, utilizando no mínimo duas mídias, caracterizadas no modelo “NOVAS MIDIAS”. Tema escolhido: A educação corporativa em EaD como fator de competitividade nas empresas 1- Justificativa para seleção do tema O tema escolhido, no caso a educação corporativa em EaD, vem de encontro às minhas necessidades acadêmicas e profissionais. Trabalho com prestação de serviço na área de projeto e fabricação mecânica. Também ministro aulas em empresas e observo a grande dificuldade de fornecer treinamento específico aos funcionários das empresas, principalmente pelo fator tempo. Fica difícil para as empresas liberarem seus funcionários no horário de trabalho para realizarem cursos e muitas vezes existe a impossibilidade de treinamento à noite ou aos sábados, contando ainda com o inconveniente do período de realização do curso. Logo, tenho pretenções de desenvolver cursos na modalidade EaD e contribuir para o aperfeiçoamento dos profissionais da área da mecânica e favorecer a competitividade das empresas. 2- Introdução É fato que as organizações necessitam vencer grandes desafios para sobreviverem. Como exemplo desses desafios tem-se: aumento da exigência dos consumidores, atualização tecnológica de produtos e processos e a concorrência. Para garantirem suas sobrevivências e vencerem os desafios citados, as organizações procuram ajustar suas estratégias competitivas focando suas políticas no treinamento de seus recursos humanos. As organizações vislumbram explorar o potencial de aprendizagem e a capacidade produtiva das pessoas, visando mudanças de comportamentos e atitudes bem como a aquisição de novas habilidades e conhecimentos. Tudo isso para maximizar o desempenho profissional de seus recursos humanos, favorecendo o aumento da produtividade e melhoria das relações interpessoais. Cavalcante(2004) citando Vergara (2000) comenta que as empresas precisam de pessoas motivadas para que o tão propalado binômio produtividade-qualidade aconteça.
    • 3- Treinamento nas organizações Segundo Boog (2001), citado por Pio (2005), a necessidade de treinamento em uma organização começa como uma resposta a uma necessidade ou a uma oportunidade em um ambiente organizacional. Realizar investimento para desenvolvimento de recursos humanos é fundamental para uma organização, favorece o desenvolvimento pessoal, prepara as pessoas para execução imediata de tarefas e aumenta a oportunidade para as pessoas. A consequências para as organizações é possuir profissionais motivados, comprometidos com a qualidade e com os processos, favorecendo a gestão e alcance de resultados. Para Pio(2007), a idéia de treinamento nos remete a algumas perguntas como o por que, em que, quem, como e quando treinar. Nesse sentido, é necessário realizar um diagnóstico das necessidades de treinamento e na sequência, uma programação de treinamento para atender às necessidades diagnosticadas. É importante saber que a execução de um treinamento deve focar inicialmente na integração das pessoas, dos aspectos operacionais e dos aspectos gerenciais. Para Boog (2001) citado por Pio(2007), a execução de um determinado treinamento deve levar em consideração os seguintes fatores: adequação do programa às necessidades da organização; qualidade do material didático; cooperação do pessoal de chefia; qualidade e preparo dos instrutores e a qualidade do pessoal a ser treinado. 3- Educação corporativa em EaD Uma das tarefas a serem realizadas para que um treinamento seja efetivado se refere ao planejamento, que consiste em definir seu objetivo e a abordagem necessária para a sua realização. Para Cavalcante(2004), citando Gil (2004), o planejamento é a escolha das técnicas a serem utilizadas no sentido de otimizar a aprendizagem, ou seja, alcançar o maior volume de aprendizagem com menor dispêndio de esforço, tempo e dinheiro. A figura 1 abaixo, apresenta o fluxo para o desenvolvimento de um treinamento. Nele observamos várias fases, cujo destaque para os objetivos desse trabalho se refere a fase 3, onde foca a escolha de métodos adequados à instrução. Nesse sentido pode-se destacar os métodos focados na aprendizagem presencial e os métodos focados na educação a distância. Nesse trabalho será apresentado somente as características da educação a distância como elemento que favorece a competitividade das empresas. Na educação a distância, representada pela sigla EaD, o processo de ensino ocorre na situação onde professores e estudantes estão separados espacial ou
    • temporalmente. A EaD tem muitas vantagens e vem crescendo bastante na educação corporativa, representada pela sigla EC, e ao que tudo indica, é a educação do futuro para a EC. Figura 1 – Fluxo de Treinamento. Fonte: CHIAVENATO, citado por Cavalcante (2004) O uso da EaD na EC vem crescendo devido à diminuição dos custos com a TI e também devido a uma série de vantagens, com destaque para: - economia de escala; - eliminação de barreiras geográficas; - flexibilidade de horário; - universalidade; - padronização do ensino; - personalização e individualização do conteúdo; - ritmo de treinamento definido pelo próprio aluno; - maior planejamento do ensino; - ensino é centrado no aluno, e não no professor; - possibilidade do alunos rever conteúdos inúmeras vezes. Além dessa vantagens, o que torna o EC com uso da EaD estratégico para as organizações estão apresentados no quadro 1 abaixo:
    • Quadro 1 – Expectativas para implantação do e-learning no Brasil Fonte: e-Learning Brasil (2005) citado por Brauer (2008) É fácil afirmar que o grande destaque do EC em EaD tem um dos fundamentos na rápida obsolescência das informações. A EC tem a necessidade da elaboração de um desenvolvimento contínuo de seus colaboradores, conforme afirma Brauer(2008) e que a tendência atual etá relacionada a customização, inovação e agilidade, cenário que favorece a implementação da EAD na EC. Referência: BRAUER, Marcus. Resistência à educação a distância na educação corporativa. Tese (doutorado) - Escola de Administração de Empresas de São Paulo, 2008. Orientador: Alberto Luiz Albertin. CAVALCANTE, André Murilo de Souza. Treinamento como ferramenta estratégica para o crescimento organizacional. Pós-graduação em Administração de Empresas – Univila, São Paulo, 2004. PIO, Cleuza. Treinamento e desenvolvimento de pessoas: dois lados da mesma moeda. Universidade Metodista de Piracicaba – Unimep, São Paulo, 2006 Disponível em: http://www.psicologia.com.pt/artigos/ver_opiniao.php. Acesso em 10 de Abril de 2010