A Formação Profissional De Professores

2,385 views
2,216 views

Published on

A formação de professores balizada pelo Quadro de Referência CRIE. Enquadramento, razões de ser, caminhos e objectivos. Comunicação feita no dia 7 de Novembro 2007. LNEC, Lx no âmbito do 2.º Encontro de Software Livre na Administração Pública.

Published in: Technology
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Gostei muito desta apresentação.



    Dulce F.
    <br /><br/>
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,385
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
34
Actions
Shares
0
Downloads
107
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • A Formação Profissional De Professores

    1. 1. A Formação Profissional de Professores
    2. 2. Atenção a Internet, a tecnologia, não revoluciona tudo! <ul><li>O caso Marin Mersenne (Séc. XVII) </li></ul><ul><li>O caso da TV </li></ul>O factor humano é o mais importante.
    3. 3. A Era dos Serviços de Informação
    4. 4. A Sociedade de Informação e os Novos Saberes <ul><li>Novas formas de criar </li></ul><ul><li>Novos processos de produzir </li></ul><ul><li>Novos modos de ferir </li></ul><ul><li>Novas organizações de trabalho </li></ul><ul><li>Novos mecanismos de entretenimento </li></ul><ul><li>Novos estilos de vida </li></ul><ul><li>Diferentes percepções de valores </li></ul><ul><li>Novas fontes de conhecimento </li></ul><ul><li>Novos modos de aprender </li></ul>
    5. 5. Os diferentes locais de aprendizagem Mobilidade Local de trabalho Escola Casa
    6. 6. Educação e formação na Europa <ul><li>(Sistemas diferentes, objectivos comuns para 2010) </li></ul><ul><li>Garantir que todos os cidadãos tenham aceso à aprendizagem ao longo da vida. </li></ul><ul><li>Garantir a compatibilidade entre os sistemas de formação e da educação de forma a permitir aos cidadãos transitarem de uns para outros. </li></ul><ul><li>Assegurar o reconhecimento de competências entre os vários países. </li></ul><ul><ul><ul><li>(Cimeira de Lisboa – Março de 2000) </li></ul></ul></ul>
    7. 7. Cinco Temas Fundamentais <ul><li>Comunidades de Aprendizagem “totalmente ligadas” e em rede </li></ul><ul><li>Aprendizagem ao Longo da Vida </li></ul><ul><li>E-Europe e as Nova Tecnologias/e-Learning </li></ul><ul><li>Processo de Bolonha </li></ul><ul><li>Processo de Bruges: Transparência de Qualificações e de Competências </li></ul>
    8. 8. Potencialidades das TICs para a mudança na educação <ul><li>1. Promoção de um sistema aberto de saberes. </li></ul><ul><li>2. Capacidade de fazer de cada estudante um “investigador”. </li></ul><ul><li>3. Disseminação de avaliação e testes interactivos em formato digital, com possibilidades de personalização e de classificação em tempo real. </li></ul><ul><li>4. Formação de novas redes abrangendo o potencial de comunidades virtuais de aprendizagem. </li></ul>
    9. 9. Os Professores e os Saberes e-Literacia Corresponde à capacidade individual de utilizar tecnologias digitais nas tarefas laborais, e de utilizar essas tecnologias para aprender no local de trabalho matérias e competências necessárias para o desempenho. e-Proficiência Envolve a capacidade individual de utilizar a Internet para desenvolver trabalho em organizações conhecimento-intensivas, e de aceder a ferramentas e informação para inovar e acrescentar valor aos bens e serviços para cuja produção se contribui. Organizações e- Aprendentes Designa a capacidade de as organizações utilizarem as capacidades individuais de e-literacia e e-proficiência para aprender a nível organizacional de modo a melhorar processos e sistemas que aumentam o desempenho, produtividade e inovação da organização. e-Gestão Estratégica Designa a capacidade das organizações de integrar nos seus processos de gestão e planeamento estratégico as competências acrescidas de inovação e produtividade de trabalhadores e-literatos e e-proficientes, e de potenciar de modo sistemático as características e atributos de organizações aprendentes de que dispõem.
    10. 10. Novos Papéis dos Professores <ul><li>Orientador da aprendizagem </li></ul><ul><li>“ Empreendedor” de ambientes de aprendizagem </li></ul><ul><li>“ Como tutor (discussões on-line, modelizador, treinador e árbitro) </li></ul><ul><li>Colaborador dos alunos </li></ul><ul><li>Investigador </li></ul><ul><li>Formador ao longo da vida </li></ul><ul><li>Membro de uma equipa de professores </li></ul>
    11. 11. Formação TIC – 2005-2007 <ul><li>Quadro de referência CRIE </li></ul>Moodle (e-learning) Formação de Professores (b-Learning) (20000) 25+25H Sala de Aula b-Learning, WEB 2.0 Pág.ª Web Formação de Formadores (b-Learning) (600) 15+15H
    12. 12. Formação TIC – 2005-2007 <ul><li>Quadro de referência </li></ul><ul><li>Ter como primeiro objectivo a utilização das TIC pelos alunos nas escolas; </li></ul><ul><li>• Integrar modalidades mistas (&quot;blended&quot;), com uma componente presencial e outra a distância e com o apoio de plataformas de aprendizagem “online” (LMS); </li></ul><ul><li>• Estar contextualizada com o trabalho quotidiano do professor, prevendo uma componente prática de trabalho na escola; </li></ul><ul><li>• Prever a criação de produtos e publicação &quot;online&quot; resultantes do trabalho concreto dos alunos com TIC (e.g. portefólios); </li></ul><ul><li>• Incluir momentos de auto-formação e proporcionar formação inter-pares (&quot;peer-coaching&quot;); </li></ul><ul><li>• Realizar-se em modalidades activas de formação acreditadas pelo Conselho Científico - Pedagógico da Formação Contínua (CCPFC); </li></ul><ul><li>• Enquadrar-se no projecto educativo das escolas a que os professores/formandos pertencerem, nomeadamente no Plano TIC de cada escola/agrupamento; </li></ul><ul><li>• Apoiar iniciativas nacionais na área das TIC, nomeadamente a “Iniciativa Escolas, Professores e Computadores Portáteis”; </li></ul><ul><li>• Prever a avaliação do processo e do impacto da formação; </li></ul>
    13. 13. Plano tecnológico para a educação <ul><li>Grandes metas (2010): </li></ul>
    14. 14. Plano tecnológico para a educação <ul><li>E-portefólios </li></ul><ul><li>Repositório de conteúdos </li></ul>
    15. 15. A escola do futuro <ul><li>É um espaço onde a tecnologia é invisível! </li></ul>

    ×