Esta apresentação foi utilizada como suporte à comunicação realizada a 7 de Maio de 2010 no Encontro As Artes na Educação ...
<ul><li>Currículo de 1991  (DGEBS-ME) ; </li></ul><ul><li>Competências de 2001  (DEB-ME) . </li></ul><ul><li>Que Práticas ...
<ul><li>- Em 1991, que TIC existiam? </li></ul><ul><li>E em 2001? </li></ul><ul><li>E hoje? Em 2010?... </li></ul><ul><li>...
<ul><li>- O que nos trouxe para as Escolas em 2010? </li></ul><ul><li>Computadores, videoprojectores, quadros interactivos...
<ul><li>- Banda larga para acesso a todo o tipo de conteúdos e para publicação de recursos/conteúdos; </li></ul><ul><li>Co...
<ul><li>em 1991…  web 1.0 – acesso a alguma informação em sites e  nenhuma referência no currículo de EVT </li></ul><ul><l...
<ul><li>condições técnicas excelentes e potencial humano capaz de fazer uma mudança de práticas; </li></ul><ul><li>estraté...
mas... nunca esquecer que: integrar ≠ substituir
<ul><li>integrar várias ferramentas digitais em EVT para colaborar no processo criativo; </li></ul><ul><li>não existe subs...
… e que ferramentas? EVTdigital
…  um repositório com listas de ferramentas digitais e manuais!
Articular o “tradicional” e o digital, pesquisando, seleccionando e utilizando com coerência (e não fascinação)  as tecnol...
Obrigado pela vossa atenção!
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apresentação As Artes na Educação - Óbidos 7 de Maio de 2010

740

Published on

Apresentação realizada a 7 de Maio de 2010 no Encontro As Artes em Educação, em Óbidos sobre Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre na disciplina de EVT

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
740
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Apresentação As Artes na Educação - Óbidos 7 de Maio de 2010"

  1. 2. Esta apresentação foi utilizada como suporte à comunicação realizada a 7 de Maio de 2010 no Encontro As Artes na Educação – Contextos de Aprendizagem Promotores da Criatividade, em Óbidos. Focaliza a problemática da integração curricular das ferramentas digitais, suportadas pela Web, Web 2.0 e Software Livre ou gratuito, em contexto disciplinar de EVT.
  2. 3. <ul><li>Currículo de 1991 (DGEBS-ME) ; </li></ul><ul><li>Competências de 2001 (DEB-ME) . </li></ul><ul><li>Que Práticas Educativas em EVT </li></ul>A Problemática da EVT ?
  3. 4. <ul><li>- Em 1991, que TIC existiam? </li></ul><ul><li>E em 2001? </li></ul><ul><li>E hoje? Em 2010?... </li></ul><ul><li>Computadores, Videoprojectores, Quadros interactivos, Telemóveis, Banda Larga, Web 2.0… </li></ul>A Problemática das TIC
  4. 5. <ul><li>- O que nos trouxe para as Escolas em 2010? </li></ul><ul><li>Computadores, videoprojectores, quadros interactivos, banda larga… </li></ul><ul><li>A questão é: como rentabilizar em EVT estes recursos, estas tecnologias </li></ul>O PTE Plano Tecnológico da Educação ?
  5. 6. <ul><li>- Banda larga para acesso a todo o tipo de conteúdos e para publicação de recursos/conteúdos; </li></ul><ul><li>Computadores, videoprojectores e quadros interactivos para explorações múltiplas e diversificadas; </li></ul><ul><li>Web 2.0 que nos permite aceder, participar, publicar, criar, colaborar,… </li></ul><ul><li>Software livre e/ou gratuito para quase todas as necessidades em EVT… </li></ul>As Ferramentas que temos…
  6. 7. <ul><li>em 1991… web 1.0 – acesso a alguma informação em sites e nenhuma referência no currículo de EVT </li></ul><ul><li>em 2001… web 1.0 – acesso a bastante informação e algumas ferramentas baseadas em software gratuito com referência ao uso das TIC como competência transversal </li></ul><ul><li>em 2010… web 2.0 – o princípio do utilizador criador de conteúdos e partilha dos mesmos – interacção – conectivismo e.. que referências para o currículo da EVT? Ferramentas digitais em EVT com uma vertente de competência essencial e específica nesta área? </li></ul>Ferramentas Digitais em EVT
  7. 8. <ul><li>condições técnicas excelentes e potencial humano capaz de fazer uma mudança de práticas; </li></ul><ul><li>estratégias suportadas pelas TIC são bem aceites pelos alunos – maior nível de motivação; </li></ul><ul><li>grande número de ferramentas disponíveis na Web, Web 2.0 e software livre/gratuito para esta área curricular (e… não só esta). </li></ul>O Porquê do digital em EVT ? mas...
  8. 9. mas... nunca esquecer que: integrar ≠ substituir
  9. 10. <ul><li>integrar várias ferramentas digitais em EVT para colaborar no processo criativo; </li></ul><ul><li>não existe substituição de suportes “tradicionais”, apenas o conjugar harmoniosamente e coordenar vários suportes e meios de apoio à criatividade; </li></ul><ul><li>explorações diversas e para múltiplos conteúdos são possíveis, bastará que estejamos atentos… </li></ul>Integração das TIC em EVT … e que ferramentas?
  10. 11. … e que ferramentas? EVTdigital
  11. 12. … um repositório com listas de ferramentas digitais e manuais!
  12. 13. Articular o “tradicional” e o digital, pesquisando, seleccionando e utilizando com coerência (e não fascinação) as tecnologias e as ferramentas “tradicionais” para uso em contexto de EVT. Tanto para a abordagem de determinados conteúdos como para apoio à realização de diversos trabalhos. … a estratégia é: articular para integrar
  13. 14. Obrigado pela vossa atenção!

×