Estudos de mídia-2ºsem

86
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
86
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estudos de mídia-2ºsem

  1. 1. Projeto Integrador Estudos de Mídia Orientador: Anderson Isabella
  2. 2. Este estudo traz fundamentação teórica sobre os diversos tipos de mídias, procurando detalhar os principais conceitos relacionados ao tema, e os fatores de influência no comportamento da sociedade. Podemos citar os meios de comunicação de massa mais comuns, que são: Televisão, Rádio, Revistas, Internet, Livros,Cinema,Teatros. Todos eles têm como principal função informar, educar e entreter de diferentes formas, com conteúdos selecionados e desenvolvidos para seus determinados públicos.
  3. 3. INFORMAÇÕES ADICIONAIS MÍDIA IMPRESSA No Brasil, as revistas tem um importante papel, ao lado dos jornais. Destacam-se as revistas Veja, a Época, a IstoÉ Grupos de Mídia: Grupo Abril - fundado por Victor Civita inclui as revistas "Veja", "Exame", "Claudia", "Superinteresante" e "Playboy", além das Editoras Ática e Scipione e a programadora MTV. Grupo Estado de São Paulo - inclui o jornal O Estado de São Paulo e a Rádio Eldorado Grupo Folha da Manhã - inclui o jornal Folha de S.Paulo e o portal de internet Universo Online (UOL) Organizações Globo - os jornais O Globo, Extra e Diário de São Paulo.
  4. 4. PROPAGANDA IMPRESSA Slogan: Impossible is nothing (Impossível não é nada. ) Nada mais é que uma publicação periódica de cunho informativo, jornalístico ou de entretenimento, geralmente voltada para o público em geral além de ser uma garantia de venda de publicidade. A propaganda acima é vinculada em revistas masculinas sobre esporte e entretenimento. É direcionada para homens, e o principal elemento de persuasão é o uso de uma celebridade, e um slogan apelativo que desafia o público.
  5. 5. Televisão: (do grego tele – distante e do latim visione - visão) é um sistema eletrônico de reprodução de imagens e som de forma instantânea. Funciona a partir da análise e conversão da luz e do som em ondas eletromagnéticas e de sua reconversão em um aparelho — o televisor — que às vezes recebe erroneamente também o mesmo nome do sistema ou pode ainda ser chamado de aparelho de televisão. Informações Adicionais
  6. 6. GÊNEROS TELEVISIVOS Programas de conversa (talk-shows) Telejornal Programas seriados Telenovelas Esportes Debates Documentários Desenhos animados Filmes Adulto Reality-shows Televendas Policiais Religiosos Humorísticos (inclui Pegadinhas/Vídeo Cacetadas - variações do Humorístico) Infantis Musicais Variedades
  7. 7. HISTÓRIA DAS TELENOVELAS A teledramaturgia surgiu no Brasil na década de 1950 e acabou por tornar-se o produto televisivo mais popular do país. A telenovela caracteriza-se por explorar enredos de fácil aceitação pelo público, como histórias de amor e conflitos familiares e sociais. É comum a associação da novela como um produto descartável, como uma oposição a literatura, ao cinema ou ao teatro, o que pode denotar um certo preconceito, visto que é um produto voltado a pessoas de todos os níveis sociais. Funciona como uma espécie de obra aberta, cujo desenvolvimento e desfecho podem ser alterados a qualquer momento, de acordo, principalmente, com os índices de audiência (Ibope), ou seja, segundo o interesse imediato do público na história
  8. 8. PROPAGANDA NA TELENOVELA As telenovelas adquirem forte caráter mercadológico pela empatia que se estabelece entre o público e as personagens. O merchandising vem paulatinamente sendo cada vez mais usado nas telenovelas: são introduzidos anúncios cada vez menos discretos durante as cenas e até mesmo nas vinhetas de abertura, como em Bambolê e Top Model. Também são usadas inserções não comercializadas, mas que pretendem informar o telespectador sobre problemas imediatos, de utilidade pública. Na telenovela O Rei do Gado, de 1997, por exemplo, da Rede Globo, em vários momentos foi Ressaltada a necessidade de os produtores vacinar o gado contra a febre aftosa. A veiculação de mensagens de caráter educativo, de prevenção de doenças e combate ao consumo de drogas são exemplos de um considerável avanço da teledramaturgia brasileira, já que as telenovelas, em princípio, não têm como escopo educar, mas somente de entreter. O autor de telenovelas não tem que, obrigatoriamente, aceitar a inserção, no enredo, de um Anúncio publicitário. Porém o fato de fazê-lo, segundo alguns deles, estabelece uma maior identificação dos telespectadores com os personagens, já que, na vida real, todas as pessoas vão ao caixa eletrônico, compram livros, escovam os dentes, etc. Espera-se no entanto que o autor use essas inserções com critérios bem definidos, de modo a não se chocar com o roteiro, o que pode comprometer o andamento da trama.
  9. 9. FRASES FAMOSAS É justo, é muito justo, é justíssimo. Coronel Belarmino (José Wilker), em Renascer Epa, epa, epa / Justamente / Muita calma nessa hora! Juvenal Antena (Antonio Fagundes), em Duas Caras Eu quero nhanhar! Scarlett (Luiza Tomé), em A Indomada Presta atenção! Esmeralda (Ângela Vieira), em Coração de Estudante Eu tenho catiguria!! Bebel (Camila Pitanga), paraíso tropical Abalou bangu! Edilberto (Luís Carlos Tourinho), em Suave Veneno Copiou? Seu Gomes (Walter Breda), em América Chique de doer Elvira (Nívea Stellmann), na novela Sete Pecados Me poupe, Salgadinho! Lucineide (Regina Dourado), em Explode Coração Felomenal! Giovanni Improtta (José Wilker), em Senhora do Destino Não é brinquedo não! Dona Jura (Solange Couto), em O Clone Eu vai colocar esse prédio na chom! Dona Armênia (Aracy Balabanian), em Rainha da Sucata Sou chique, benhê! Márcia (Drica Moraes), em Chocolate com PimentaCatiguria (nesse caso, a palavra era usada em diversas situações)
  10. 10. É um meio de comunicação de massa, que tem como função informar, educar e entreter de diferentes formas, com conteúdos selecionados e desenvolvidos para seus determinados públicos. As telenovelas oferecem informações que podem induzir certos comportamentos e aquisição de certos produtos, através da identificação do público com seus personagens. A cena congelada é da novela Insensato Coração, vinculada na rede Globo em horário nobre. Mídia: Televisão
  11. 11. INFORMAÇÕES ADICIONAIS FILME Os filmes são feitos de uma série de imagens individuais chamadas fotogramas. Quando essas imagens são projetadas de forma rápida e sucessiva, o espectador tem a ilusão de que está ocorrendo movimento. A cintilação entre os fotogramas não é percebida devido a um efeito conhecido como persistência da visão, pelo qual o olho humano retém uma imagem durante uma fração de segundo após a fonte ter sido removida. Os espectadores têm a ilusão de movimento devido a um efeito psicológico chamado movimento beta.
  12. 12. É um meio de comunicação de massa da Indústria Cultural e que se caracteriza por ser capaz de atingir através de uma mensagem um grande número de indivíduos. O cinema também atraí o público pela diversidade de gêneros e variedade de filmes. A cena acima é do filme Vips, em cartaz nos cinemas. E é baseado em uma história real, este fato acaba chamando a atenção e despertando a curiosidade do grande público. Mídia Cinema
  13. 13. TIRINHA  A tira é uma seqüência de imagens. O termo é atualmente mais usado para definir as tiras curtas publicadas diariamente em jornais, mas historicamente o termo foi designado para definir qualquer espécie de tira, não havendo limite máximo de quadros, sendo o mínimo de dois. As tiras dominicais dos Estados Unidos eram coloridas e de início ocupavam uma página inteira de jornal.
  14. 14. REVISTA EM QUADRINHOS A revista em quadrinhos, como é chamada no Brasil, ou "comic book“ como é redominantemente conhecida nos Estados Unidos, é o formato comumente usado para a publicação de histórias do gênero,desde séries românticas aos populares super heróis. Em Portugal a expressão usada é 'Revista de Banda Desenhada‘.
  15. 15. Mídia: História em Quadrinho - Batman É uma forma de arte que conjuga texto e imagens com o objetivo de narrar histórias dos mais variados gêneros e estilos. Tem como característica principal atingir uma vasta audiência num breve período de tempo, já que suas histórias contêm ótimos enredos e são contadas brevemente. Como neste exemplo em que a história do Batman apesar de ter uma mensagem dirigida para uma parcela determinada de público não tem sua vinculação determinada somente para uma mesma geração.
  16. 16. CONCLUSÃO É impossível falarmos em mídia, sem pensar no quanto somos influenciados por ela, seja de qual tipo for. O que podemos observar diante deste estudo é que na maioria das vezes não percebemos tal influência. É nítido para nós que abordar este assunto é polêmico. Sem dúvida que a questão ética tem sido exercida de acordo com a ideologia de cada veículo de informação, tornando-se sempre um assunto em pauta na mídia. No entanto, os profissionais que atuam nessa área sabem que a chamada "liberdade" ainda é algo distante da realidade.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×