Your SlideShare is downloading. ×
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Sessão camila 22 1.07.13
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Sessão camila 22 1.07.13

132

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
132
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Abordagem do paciente com Hipertensão e Hipocalemia
  • 2.  Guideline Sociedade Endócrino 2008  A maioria de anti-hipertensivos pode ser continuados  Estimulo oral não é necessario  Espironolatona – suspender por 6 semanas; impede ativação receptor resulta queda Na, queda volume e aumenta ativ renina plasmatica; se hipoK mesmo com a droga- pode manter  Concentração K serico resulta aumento excrecao urinaria de k
  • 3.  Teste Supressao da Aldosterona=  Administracao NaCl oral ou venoso – medir a excrecao de aldosterona na urina de 24h ou concentracao aldosterona plasmatica que estara alta.
  • 4. Hiperaldosteronismo
  • 5. Hiperaldosteronismo  Primário- produção autônoma de aldosterona, com redução renina (hiporreninemico).  Secundário: aumento da aldosterona por hiperativação do SRAA. Síntese aumentada de renina; redução do volume circulante efetivo e hipoperfusão renal.
  • 6. Hiperaldosteronismo primário  Tipos:  Mais comuns:  Adenoma∕Carcinoma produtor de aldosterona  Hiperplasia adrenal bilateral  Tumor produtor de aldosterona ectópico  Carcinoma adrenocortical produtor de aldosterona  Hiperaldosteronismo familiar
  • 7. Hiperaldosteronismo primário  Tríade: Hipertensão Hipocalemia inexplicada ou normocalemia Alcalose metabólica
  • 8. Hiperaldosteronismo Primário  Screening: Hipertensão com hipocalemia espontanea ou com baixa dose de diurético Hipertensão severa ou resistente Hipertensão e incidentaloma adrenal Hipertensão e história familiar AVC e HAS em jovem Hipertensão e história familiar 1 grau de hiperaldosteronismo
  • 9. Hiperaldosteronismo Primário  Diagnóstico:  Atividade de renina plasmática ou concentração de renina plasmática – BAIXA  Concentração da aldosterona plasmática- ALTA  PAC/PRA maior ou igual a 20  PAC maior que 15 Exame (13/05/13) Resultado Valor de referência Atividade da Renina Plasmática 0,1 ate 3,4ng/ml/h- deitado; ate 5,2 ng/ml/h – sentado/em pé Concentração de Aldosterona plasmatica 206 3,4 a 27,3 sentado/em pé; 1- 10,5 deitado
  • 10. Hiperaldosteronismo Primário  Adenoma:  Feminino  Meia idade  Unilateral  HipoK + acentuada  Hiperplasia:  Homem  Idosos  Bilateral  Níveis de aldosterona menores
  • 11. Hiperaldosteronismo Primário  Tratamento:  Adenoma: Cirúrgico  Obs: a hipocalemia geralmente melhora, mas a hipertensão pode persistir.  Hiperplasia: espironolactona
  • 12. Referências Bibliográficas  UptoDate 2013  Guideline da Sociedade Americana de Endócrino 2008

×