• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Redes Sociais no Oriente Médio - Uma Revolução Digital?
 

Redes Sociais no Oriente Médio - Uma Revolução Digital?

on

  • 5,296 views

Apresentação da Plano B Consultoria no 2o. Circuito 4x1 do Rio de Janeiro no dia 29 de abril de 2011. ...

Apresentação da Plano B Consultoria no 2o. Circuito 4x1 do Rio de Janeiro no dia 29 de abril de 2011.

"Como o Oriente Médio utilizou as redes sociais para suplicar por democracia, melhores condições de vida e trabalho, liberdade de expressão".

Dentro da apresentação está inserido um vídeo, preparado e produzido pela própria Plano B.

Statistics

Views

Total Views
5,296
Views on SlideShare
5,294
Embed Views
2

Actions

Likes
4
Downloads
0
Comments
2

1 Embed 2

http://www.linkedin.com 2

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

12 of 2 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Redes Sociais no Oriente Médio - Uma Revolução Digital? Redes Sociais no Oriente Médio - Uma Revolução Digital? Presentation Transcript

    • Redes Sociais
      no OrienteMédio
      UmaRevolução Digital?
      PorJanaína Machado - Rio de Janeiro – 29 de abrilde 2011
    • #ChoquedeCivilizações
    • #ChoquedeCivilizações
      • Começa a acontecer com a evolução histórica.
      • Muçulmanos são confrontados pela superioridade ocidental.
      Reação
      • “Absorver a receita da modernidade do Ocidente e rejeitar o papel da religião’’
      • Se refugiar num tradicionalismo religioso
      OU
    • #ChoquedeCivilizações
      • Criou-se um vácuo ideológico
      • Persiste até hoje
      • Preenchido pelo fundamentalismo muçulmano
      • Choque agravado pelo 11 de setembro de 2001
      • George Bush, então presidente dos EUA, cunha o termo
      E lança...
      Eixo do Mal
      Guerra ao Terror
    • #Do 11 de Setembro a 2011
      • EUA invadiu o Iraque e Afeganistão
      • Nunca conseguiram achar o terrorista Osama Bin Laden
      • Milhares de iraquianos, afegãos, jovens americanos, diplomatas, jornalista e empresários morreram em uma guerra inútil
      • O ditador iraquiano Saddam Hussein foi achado e enforcado
    • #Do 11 de Setembro a 2011
      • Uma fobia insana contra os muçulmanos em todo o mundo
      • O Ocidente até hoje não entende o Oriente
      • Os telejornais, jornais, revistas, internet, mídias sociais e redes sociais – divulgam as vezes notícias distorcidas.
      De repente...
    • #InícioConflitos
      Milhares de pessoastrocammensagens de texto via celularparacoordenarprotestosqueculminam no impecheament do presidente Joseph Estrada
      2001
      Filipinas
      Mensagens de textoacusando o prêmier José MaríaAzner, de mentirsobre o atentadoaometrô de Madri, influenciam e impõemderrotaaoprimeiro-ministronasruas.
      2004
      Espanha
    • #ConflitosRedes
      A tentativadarevoluçãocomeçapore-mail, masnãovailonge: protestosnão tem forçaparaderrubar o ditadorAleksandrLukashenko, queemseguidatentacontrolar a rede.
      2006
      Bielorrúsia
      2009
      Irã
      Ativistasutilizaramcelularesparacoordenarprotestos contra fraudesnaseleiçõesparapresidente.
    • #ConflitosRedes
      Açõesnawebreunemmais de 10 mil manifestantes anti-governocomunista – queresponde com perfisfalsos no Facebookparaatrapalharosmanifestantes.
      2009
      Moldávia
      Chamado de Red Shirt, o movimentoque se opõe à junta militarquegoverna o paísusa as redessociaisparacoordenarações, mas é esmagado.
      Dezenas de pessoasmorrem.
      2010
      Tailândia
    • #ConflitosRedes
      O ditadorZine El Abidine Ben Ali caiapósconvulsão popular. As redessociaissãousadascomomeio de comunicação entre manifestantes.
      2011
      Tunísia
      2011
      Egito
      MotivadospelosacontecimentosnaTunísia, osegípciossaemàsruas contra o ditador Hosni Mubarak.
    • #Conflitos
      As manifestaçõesocorridas no OrienteMédiochegam a Líbia, com o objetivo de derrubar o ditadorKadhaf.
      A Internet, redessociais e celularessãobloqueados.
      Luta armada e milhares de líbiosmortos.
      Ataque dos americanos
      Intensificação de um cercomundial
      2011
      Líbia
    • #EleiçõesnoIrã
    • #EleiçõesnoIrã
      O mundo é sacudido por um Levante avassalador
      a maior rebelião popular iraniana desde a Revolução Islâmica de 1979.
    • #causaefeito
      • No dia 12 de junho de 2009 é anunciado a vitória do presidente MahmoudAhmadinejad, nas eleições
      • Apuração rápida e uma larga vantagem apontaram suspeitas de fraudes
    • #EleiçõesIrã
      “Façam um esforço para mostrar ao mundo, serenamente, o que está se passando nas entranhas agitadas do Irã”.
      ZahraRahnavard, mulher de MirhosseinMousavi, líder da oposição no Irã
    • #causaefeito
      • Os jovens se revoltam e convocam grandes marchasnas ruas de Teerã.
      • Com a intensidade de um tsunami, a Internet é usada pelos jovens.
    • #causaefeito
      • Facebook, Twitter, YouTubee celulares são usados intensamente
      para fazer história e a
      “A Nova Revolução”
    • #causaefeito
      • Os protestos alcançam uma grande dimensão
      • Abrem-se fissuras políticas profundas na sociedade iraniana
    • #causaefeito
      • O Levante participação de jovens iranianos com menos de 25 anos.
      • As Twittadas e protestos causam as possíveis mudanças na república clerical iraniana
    • Redes sociais
      • Ajudam os iranianos a levar a fraude, as marchas e a revolta além das fronteiras do antigo Império Persa.
      • Proporções globais
      • Multidões comparecem as ruas
      • Slogan: “morte ao ditador” e “morte ao aiatolá”
    • #Censura
      Saldo de uma semana de rebelião:
      Orientações via Facebook pelo opositor MirHosseinMoussavi
      Políticos oposicionistas e manifestantes presos
      Sites bloqueados
      Jornais censurados e TVs sob controle estatal
      Comícios proibidos
      Universidades fechadas
      Corrente digital anti-Ahmadinejad
    • #nºsIrã
      • 70 milhões de habitantes
      • 23 milhões têm acesso à rede
      • 45 milhões possuem celulares
    • #140caracteres
      • Em 140 toques o mundo soube o que aconteceu no Irã
      • Governo não domina o Twitter
      • Opositores recorreram a Internet em
      busca de informação
      • Filtros Proxy possibilitaram os acessos
    • #AjudaIrã
      • Abre uma exceção e permite a veiculação de imagens de violência.
      • Muitas imagens foram postadas
      no YouTube
    • #YouTube
    • #AjudaIrã
      • Candidato opositor faz apelo via Twitter
      “Uma Mar de Verde”
      • Twitter se cobre de verde em todo o mundo.
    • #AjudaIrã
      • Jornalista estrangeiros são expulsos do Irã
      • Twitter torna-se a única ferramenta de informação.
    • Números #EleiçõesIrã
      • 220 mil mensagens por hora com a palavra Iran
      • Hashtag#IranElectionas mais postadas
      • Superou a morte do astro Michael Jackson
      • Blogs discutindo o assunto 2,25 milhões em um só dia
      • YouTube 3 mil vídeos com os protestos e violência
    • Importância do #Twitter
      “Será que vocês poderiam adiar a manutenção do sistema que tirará o Twitter do ar por algumas horas? Parece que o Twitter está tendo um papel muito importante em um momento crucial no Irã.”
      Jared Cohen – funcionário do Departamento de Estado americano, em e-mail para a direção do Twitter em 2009
    • #Ferramentas
      Enquanto símbolo usadas como AK-47 das insurreições populares no Oriente Médio
      Os conhecidos
      Aparelhos presentes em todos os lugares
      Propagaram palavras de ordem
      Organizou as manifestações
      Ensinam como enfrentar a violência das ruas nos conflitos
      Amplificação do alcance e as consequências das revoluções
      @Rebeldes
    • Importância do #Twitter
      • Rapidez
      • 140 caracteres saem em segundos
      • Em toda parte
      • Com qualquer pessoa
      • Basta um celular com SMS ou computador conectado à Internet
      • Cada usuário do Twitter se tornou um repórter em potencial
      • Conseguiu realizar uma resistência organizada
    • #Ameaça aos Regimes
      Comunicação feito pelas massas
      Governoacuado
    • #Ecos da Revolução
    • #Censura
      • Décadas de vigília ao prédio da União de Rádio e Televisão Egípcia do Cairo
      • O poder dos sites, blogs, e a tecnologia móvel provaram desta vez, ser uma ameaça muito maior do que o ex-presidente do Egito imaginava.
      • Revolução Twitter ou Revolução Facebook ?
    • #Egito
      A nova geração do Oriente Médio clama por melhores condições de vida, trabalho e principalmente por democracia.
    • #Egito
      • O Ocidente está passando a ver estes jovens com outros olhos deste o 11 de setembro.
      • Buscam a democracia em seus próprios termos
    • #Egito
      Atenção!
      • As mídias e redes sociais são apenas ferramentas.
      • Elas não irão consertar as profundas mazelas do Oriente Médio.
      • Frustrações econômicas e sociais
    • #Egito
      As mídias e redes sociais ajudaram a tornar as queixas mais urgentes e difíceis de serem ignoradas.
    • #Egito
      Tão impactante quanto a do Irã
    • #Egito
      Manifestações se espelham para Iêmen, Baherein, Argélia e Líbia
    • #Egito
      • Realizam manifestações para pedir democracia
      • Meta acabar com 30 anos de ditadura do Regime de HosniMubarak
      • Manifestações marcadas via rede sociais e filmadas por celular
    • #Egito
    • #25Jan
      Uma Revolução Twittada
    • #Poder
      • Facebooke Twittertornam-se as redes mais usadas no O.M
      • Mídias poderosas entre os jovens do Oriente.
      Percepção dos egípcios
      As vozes são ouvidas em grande escala
      Se espalha mais rápido
      Pode-se falar com muitas pessoas ao “mesmo tempo”
      Proporciona relativa liberdade de expressão
    • #Poder
      Em apenas um mês
      • O número de usuários do Facebook no Egito: 4.567.660.
      • Vistantes aoTwitter
      360 mil
    • #Bloqueio
    • #Bloqueio
      • Celulares e Internet são os olhos e ouvidos do mundo
      • O primeiro corte redes sociais
      • A telefonia celular para de funcionar no Cairo e em outros pontos do Egito.
    • #Bloqueio
      • Após celulares, o bloqueio chega à Internet.
      • As operadoras Mobinil e Vodafone não explicam as razões.
    • #hashtag mais populares
    • #redessociais #nºfinalEgito
      Total de usuários
      6.650.000
      Novosusuários
      + 2.1 million
      Total de usuários
      450 mil
      Novosusuários
      + 100 mil
    • #redesocial #nºfinalEgito
      • O Facebook crescimento de 100% no mundo árabe
      • De 14 milhões para 28 milhões em 1 ano
      “O Facebook foi fundamental para arregimentar manifestantes para os protestos e teve função estratégica na revolução”
      Segundo o egípcio WaelGhonim, executivo do Google e um dos principais organizadores do movimento de 25 de janeiro
    • #redesocial #nºfinal Egito
      • Alto crescimento resultado da revolução de 25 de janeiro
      • Facebook virou uma da revolução
      • Manifestantes trocaram informações, opiniões e conselhos.
      • O Facebook serviu como veículo de mídia com notícias minuto a minuto, assim como vídeos e fotos.
      Sala de Operações
    • #YouTube
    • #Censura
      RevistaÉpoca – 18/4/11 – pág 18
    • #Teorias
    • #ciber-utópico
      • Fazemdébutnaseleiçõesfraudulentas de Armadinejad
      • Cunham a expressão
      • Apostam que essa ferramenta seria responsável por revoluções.
      • Acham que com blogs e celulares podem tudo
      “Revolução Twitter”
    • #ciber-utópico
      Conclusão
      • O governo de Teerã não caiu: reprimiu os protestos e bloqueou serviços de Internet.
      • Sobrecarregam de expectativas as asas do Twitter
      • O microblogpareceu a panaceiaantiditaduras
    • #ciber-céticos
      “Houve uma sobrevalorização do Twitter. O país contou com menos de 1.000 usuários ativos. O maior volume de informações propagadas no microblog veio do Ocidente, de pessoas que não estavam no local. Quando alguém comentou que havia 700.000 pessoas protestando em frente a uma mesquita, descobriu-se que apenas cerca de 7.000 pessoas compareceram”.
      Pesquisadoriraniano, HamidTehrani.
    • #ciber-céticos
      Conclusão
      • De levante a levante a realidadefoienfraquecida
      • Algumasditadurasjá conheceram o impacto que a tecnologia pode emprestar à oposição.
    • #certo ou #errado
      Não há
      São pontos de vista diferentes
      Lembrando sempre: são apenas meios, ferramentas
      Céticos
      ou
      Utópicos ?
    • #RevoluçãoDigital no #Egito #dúvida?
    • #RevoluçãoEgito
      • O Twitter e Facebook apesar de ferramentas foram cruciais para as manifestações.
      • Os egípcios twittaram insanamente antes e durante as manifestações na praça Tahir e o centro do Cairo.
    • #RevoluçãoEgito
      Nada escapou aos dedos dos jovens e dos correspondentes internacionais.
    • #RevoluçãoEgito
      • Ao contrário do Irã, não há razão para duvidar da informação de que a população teve acesso à agitação virtual.
    • #RevoluçãoEgito
      Mídias atuam na coordenação de informações e, assim, assumem relevância nessas situações.
      e Redes Sociais
    • #ApoioUSA
      “Liberdade de informação e o acesso à Internet são elementos definidores do destino de cidadãos de todo o mundo – especialmente daqueles que vivem sob o jugo de ditaduras.”
      secretária de Estado americana, Hillary Clinton
    • #opinião
      “A revolução não é digital (...) são apenas ferramentas. Permitem que as pessoas organizem e comuniquem seus pensamentos de maneira mais eficiente (...)
      Pode ser usada pelos dois lados do conflito.”
      Eric Schmidt – Ex-presidente do Google, entrevista Veja, 2 de março de 2011.
    • #Colaboração
      “Nãovivemosna era dainformação. Estamosna era dacolaboração. A era dainteligênciaconectada.”
      “A internet nãomuda o queaprendemos, mas o modocomoaprendemos.”
      Don Tapscott, canadense e consultor de tecnologiadainformação
    • #ChoqueGerações
      “Estamoscaminhandopara
      um choque de gerações.”
      “As mídiassociaisnãoservemsóparalocalizar amigos e namoradas. Elassalvamvidas.”
    • #ChoqueGerações
      “Issonãoquerdizerque a tecnologiaandainstigandolevantespopularespelomundo.
      Apenasmudou o modocomoelassãofeitas.”
      “Antigamentesaiamcolando
      cartazesempostes.”
      Don Tapscott, canadense e consultor de tecnologiadainformação
    • #liberdadenarede
      • Revoltados com tantacorrupçãoosjovensusaramcelularesconcectados à Internet.
      • Porcausa disso as censuraaumentou, principalmente no Irã.
      • Nosúltimos tempos o governoiranianoinvestiuemtecnologiaparaimpedirenvio de mensagens e imagens via rede.
    • #Constatação
      Internet não é garantia
      de
      democracia
    • #Prova
      Ferramentas que podem provocar não apenas vendavais contra ditaduras, mas também brisas para democracias.
    • #curtir
      Conseguiu mudar a história?
    • #Importância
      Qual a real importância
      destas mídias
      nestes levantes?
    • #Importância
      O mundo presenciou o momento
      emqueosnovosmeios de
      comunicaçãocomeçaram a tirar
      o poder dos governosopressores
      e entregá-lo aopovo?
    • #lição
      O que as empresas ocidentais
      podem aprender com o
      uso das redes sociais nas manifestações do Oriente Médio?
    • #lição
      Podemos dizer que houve também uma
      Revolução Digital?
    • #Obrigada
      Janaína Machado
      Plano B Consultoria
      @planob_consult
      janaina.machado@planobconsultoria.com
      www.facebook.com/PlanoB.Consultoria