• Save
Lideranca Janaira Franca - Parte II
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Lideranca Janaira Franca - Parte II

on

  • 559 views

Material usado na disciplina Liderança e Motivação de Equipe no MBA da Universidade Paulista. Parte II.

Material usado na disciplina Liderança e Motivação de Equipe no MBA da Universidade Paulista. Parte II.

Statistics

Views

Total Views
559
Views on SlideShare
559
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Lideranca Janaira Franca - Parte II Lideranca Janaira Franca - Parte II Presentation Transcript

  • LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO DE EQUIPES PARTE II Professora Janaíra França
  • ESTILOS DE LIDERANÇA 2
  • FILOSOFIA @janairafranca 3 A. Creio que as pessoas são razoavelmente capazes e dispostas a contribuir com os resultados da organização. Que é possível conciliar os interesses da empresa e os das pessoas. B. Creio que as pessoas são frágeis e precisam ser protegidas e apoiadas, que os interesses da empresa e das pessoas são incompatíveis. C. Creio que as pessoas não são competentes para qualquer trabalho e não gostam de trabalhar, o fazem pelo salário. Acredito que os interesses da empresa e das pessoas são incompatíveis pela própria natureza de uma coisa e outra. D. Creio que as pessoas são capazes de trabalhar com prazer e querem fazer trabalhos significativos. Que é possível integrar os interesses da empresa e das pessoas e que este é meu papel. E. Creio que as pessoas não gostam de trabalhar e precisam ser controladas e pressionadas pelos métodos, padrões e normas. Que os interesses da empresa e das pessoas são diferentes.
  • PLANEJAMENTO @janairafranca 4 A. Envolvo a equipe no planejamento e nas decisões, estabeleço objetivos desafiadores e os planos de ações claros e estruturados. B. Centralizo a criação do planejamento, pois acredito que seja meu papel pensar no futuro da área, a equipe normalmente já está super envolvida com as tarefas do dia a dia e seria demais cobrar mais coisas deles. C. Centralizo o planejamento, pois acredito que a equipe precisa ser direcionada para os resultados aconteçam. D. Sigo os precedentes, as normas/procedimentos e as orientações da diretoria para realizar o planejamento. E. Elaboro o planejamento, mas faço com que as pessoas acreditem ter contribuído em sua elaboração para que se sintam fazendo parte dos rumos da área. Quero persuadir os membros da equipe a assumirem os desafios propostos.
  • EXECUÇÃO @janairafranca 5 A. Instruo que se cumpram os procedimentos. Apareço se ocorrerem problemas. B. Faço controle estreito e pressiono para garantir que o trabalho saia corretamente. C. Cuido do conforto, do moral e do clima da equipe nos diversos projetos. D. Fico por perto e espero ser reconhecido como disponível e flexível. E. Acompanho, forneço os recursos, confiro, corrijo e, se preciso, atuo como membro da equipe.
  • AVALIAÇÃO @janairafranca 6 A. Envolvo as pessoas, mas faço prevalecer meus pontos de vista. Tendo a equilibrar os interesses. B. Centralizo e enfatizo somente o que não foi alcançado. Decido sobre os padrões de resultado. C. Sigo as normas. Faço o que é exigido pela empresa e acho que a avaliação deve ser sóbria. D. Envolvo as pessoas e uso os indicadores definidos no planejamento para mensurar os resultados. E. Tendo a olhar o que foi bom e privilegiar a opinião das pessoas.
  • CORREÇÃO @janairafranca 7 A. Analiso os desvios e determino as ações corretivas. Busca identificar quem falhou e adoto ações pertinentes. B. Uso normas, o histórico e a opinião do meu gestor para definir ações corretivas. C. Espero que as pessoas definam por elas mesmas as ações corretivas. Confio que farão o correto. D. Envolvo as pessoas para achar as causas dos desvios e propor ações corretivas. Evidencio os aprendizados. E. Analiso previamente e depois envolvo a equipe. Tento persuadir e, se preciso, posso impor minha opinião.
  • FEEDBACK @janairafranca 8 A. Esporádico ou eventual; dou mais feedback do que solicito aos outros. B. Alinhamento e reconhecimento com a mesma frequência, de maneira natural, de “mão dupla” e com foco em desenvolvimento. C. Não dou, a menos que não tenha como evitar. Não gosto muito de ficar falando sobre trivialidades. D. Priorizo o reconhecimento; evito criticar as pessoas para que não se desmotivem ou se magoem. Gosto de saber o que pensam de mim. E. Priorizo o alinhamento, fazer as coisas certas já é uma premissa de todo profissional; não sou de pedir feedback.
  • COMUNICAÇÃO @janairafranca 9 A. Busco ser objetivo, mas tenho alguma dificuldade de manter-me assim, pois algumas pessoas são resistentes e outras são confusas. Posso reter alguma informação se isto for estratégico. B. Gosto de ser consultado; libero as informações que as pessoas pedem. C. Disponibilizo as informações relevantes às pessoas e ao exercício de suas funções. Trato as informações com objetividade. D. Defino o que as pessoas precisam saber e o que pode e o que não pode ser comunicado. E. Procuro ser impessoal nas relações profissionais, posso ser mais enérgico se for confrontado; libero informações autorizadas pela diretoria ou áreas competentes.
  • GESTÃO DE CONFLITOS @janairafranca 10 A. Ignoro; se for preciso, uso as normas e a opinião da diretoria para decidir. B. Ajo rapidamente e com firmeza; elimino os conflitos definindo a melhor solução. C. Ponho panos quentes e peço as pessoas procurem se relacionem adequadamente, precisamos manter a harmonia e o bom clima. D. Trato e faço mediação quando é preciso; busco a solução que atende aos objetivos e também preserve as relações entre as pessoas. E. Incentivo que cada parte ceda um pouco para que haja equilíbrio e bom relacionamento.
  • MOTIVAÇÃO @janairafranca 11 A. Mesmo sabendo que preciso desafiar e reconhecer para que haja motivação, muitas vezes acho que o ótimo é inimigo do bom. B. Desafio e reconheço o desempenho diferenciado. Acredito que as necessidades de autorrealização devem ser supridas para que haja motivação. C. Acredito que as boas condições oferecidas pela empresa devem incluir um bom ambiente de trabalho e bom relacionamento para que haja motivação. D. Acredito que a motivação é uma consequência do respeito às leis, normas e padrões. Sigo os processos para atender as exigências legais e da empresa, com isso tudo corre bem. E. Acho que as pessoas precisam reconhecer as boas condições de trabalho e salários oferecidos pela empresa e desempenhar o seu papel da melhor maneira, isto criará o ambiente adequado.
  • PODER @janairafranca 12 A. Gosto e minha motivação para ter poder é fazer com que as coisas aconteçam a meu jeito. B. Uso o poder de forma burocrática e delego como previsto no papel de cada um. A autoridade está na gestão da empresa, normas e procedimentos. C. Fico constrangido com o uso do poder; gosto de fazer relacionamentos construtivos e de ser reconhecido como uma pessoa acessível. D. Gosto e minha motivação para ter poder é a realização de resultados importantes e significativos. E. Gosto e minha motivação para ter poder é a realização de resultados e o reconhecimento de minha posição.
  • GRID GERENCIAL 13
  • Possível compatibilizar, mas só razoavelmente Interesse pelo Resultado Interessepelaspessoas Liderança de Produção 9.1 Liderança Política 5.5 Gerência Burocrática 1.1 Liderança Relações 1.9 Liderança Educadora 9.9
  • PERFIL LÍDER EDUCADOR FILOSOFIA PLANEJAMENTO EXECUÇÃO Crê que as pessoas são capazes e querem fazer trabalhos significativos. Que é possível integrar os interesses da empresa e das pessoas. Que esse é o seu papel. Ao planejar, envolve a equipe nas decisões, estabelece objetivos desafiadores e define planos de ações claros e estruturados. Durante a execução, acompanha, provê os recursos, confere, corrige e, se preciso, atua como membro da equipe.
  • PERFIL LÍDER EDUCADOR AVALIAÇÃO CORREÇÃO FEEDBACK Envolve as pessoas e usa os indicadores definidos no planejamento para comparar os resultados. . Envolve as pessoas para achar as causas dos desvios e propor ações corretivas. Encara como oportunidade de aprendizado. Reconhecimento e alinhamento frequente, natural, de “mão dupla” e com foco em desenvolvimento.
  • PERFIL LÍDER EDUCADOR COMUNICAÇÃO CONFLITOS MOTIVAÇÃO Disponibiliza as informações relevantes que as pessoas precisam saber para exercerem suas funções. Trata as informações com objetividade. . Trata e faz mediação quando é preciso; busca a solução que atenda aos objetivos e também às relações. Desafia e reconhece o desempenho diferenciado. Cuida para que as necessidades de autorrealização sejam supridas para que haja motivação. .
  • PERFIL LÍDER EDUCADOR PODER CONFLITOS MOTIVAÇÃO Sua motivação para ter poder é a realização de resultados importantes e significativos.
  • COACHING LÍDER
  • TIPOS DE EQUIPE
  • TIPOS DE EQUIPES @janairafranca 21 Tarefa / Atividade Relacionamento BANDO GRUPO TURMA EQUIPE
  • TIPOS DE EQUIPES @janairafranca 22 Equipe Funcional • Reporte hierárquico único; • Execução do trabalho precisa ser em conjunto; • Normalmente há um mesmo grupo de habilidades exigidas a todos; • Buscam o mesmo objetivo; • O vinculo se dá na tarefa. Exemplo: linha de montagem / ou produção
  • TIPOS DE EQUIPES @janairafranca 23 Equipe Multifuncional • Formada por membros de diversas unidades/áreas da empresa; • Habilidades diferentes para cada papel exercido; • Tempo de trabalho é dividido entre esta equipe e outras; • Reporte hierárquico é matricial; • Objetivo compartilhado. Exemplo: times de projeto – part time
  • TIPOS DE EQUIPES @janairafranca 24 Equipe Ad hoc (grupo de trabalho) • Membros reunidos temporariamente; • Foco na tarefa – normalmente resolução de problemas ou captura de oportunidades; • Desfaz-se após atingido o objetivo. Exemplo: força tarefa
  • TIPOS DE EQUIPES @janairafranca 25 Equipe de Alto Desempenho • Habilidades exigidas são complementares; • Vinculo criado pela busca de um propósito comum; • Objetivos compartilhados; • Responsabilidade compartilhada e alternada; • Alto nível de relacionamento entre os membros; • Normalmente resolvem os conflitos que emergem no grupo; • Alto grau de cumplicidade; • Apoio mutuo; • Encaram a diversidade como vantagem competitiva; • Vibram com as vitórias individuais, porque o sucesso individual é visto como sucesso do time.
  • VANTAGENS DO TRABALHO EM EQUIPE Melhor desempenho a partir de uma base ampla de conhecimento e experiências; Maior criatividade, por uma perspectiva mais aberta de se relacionar; Disposição para mudanças e assumir riscos; Responsabilidade compartilhada; Compromisso comum com os objetivos; Ambiente estimulante e motivador; Maior disposição para assumir desafios. @janairafranca
  • DESVANTAGENS DO TRABALHO EM EQUIPE Reações emocionais podendo levar a conflitos randômicos; Tempo e energia dedicado na construção da equipe; Possível demora no processo de tomada de decisão; Disputas de poder, podendo levar a subdivisões e formação de grupos; Falta de habilidade do líder para desenvolver a equipe. @janairafranca
  • EQUIPES DE ALTO DESEMPENHO
  • EQUIPES DE ALTO DESEMPENHO Reações emocionais podendo levar a conflitos randômicos; Tempo e energia dedicado na construção da equipe; Possível demora no processo de tomada de decisão; Disputas de poder, podendo levar a subdivisões e formação de grupos; Falta de habilidade do líder para desenvolver a equipe. @janairafranca
  • OBJETIVOS COMUNS @janairafranca Uma equipe de trabalho somente ganhará condições de alcançar a alta performance se seus integrantes tiverem assumido compromisso efetivo com objetivos claros e comuns. Esses objetivos têm que: • Ter os clientes como seu foco principal; • Buscar referenciais comparativos de desempenho externos; • Estar alinhados aos objetivos estratégicos da empresa; • Possibilitar medição com o uso adequado de indicadores de desempenho; • Apoiar o desenvolvimento dos membros da equipe; • Fazer com que percebam a importância de seu trabalho no botton line.
  • ESTRUTURA @janairafranca Refere-se aos aspectos de organização e funcionamento da própria equipe, tais como: • Estilo da liderança; • Processo de planejamento e desdobramento das atividades; • Organização e carga do trabalho; • Processos - suas interfaces, dinâmica, responsabilidades, inputs e outputs; • Recursos disponíveis; • Ambiente físico; • Ferramentas; • Acompanhamento e avaliação dos resultados; • Solução de problemas.
  • COMPETÊNCIAS @janairafranca • A equipe precisa dominar tecnicamente (com conhecimento, habilidades e experiência) o processo de trabalho e as atividades a serem realizadas. • A equipe precisa ter as competências, não todos da equipe. Isto quer dizer que as competências de cada membro possam ser complementares. • Quando não detiver o domínio, os membros da equipe precisam contar ainda mais com a presença do líder e de maior estruturação. • Deve se manter sempre em desenvolvimento pessoal e profissional.
  • RELACIONAMENTO Ambiente interpessoal no grupo: • Posturas de cooperação x competição; • Compartilhamento de informações; • Comunicação e tratamento de conflitos; • Respeito e confiança mútuos. @janairafranca
  • RELACIONAMENTO @janairafranca CONTRIBUEM PREJUDICAM Empatia e apoio Tolerância Orientação para solução do problema Espontaneidade Assertividade Cooperação Desconfiança Dogmatismo Superioridade Defensividade Manipulação Competição
  • DISFUNÇÕES DE UMA EQUIPE @janairafranca Relações de Confiança Administração de Conflito Comprometimento com os projetos Responsabilidade pelo resultados Resultados coletivos Fonte: adaptado de Patrick Lencioni – The Five Disfunctions of a Team, Editora Wiley, 2002
  • • Janaíra França E-mail: janaira.franca@terra.com.br 36