Brasões do Consumo ou Brasões             do Espetáculo  Uma reflexão sobre publicidade e branding na            sociedade...
A proposta do artigo                  Resultado de um artigo apresentado                  em uma disciplina do Mestrado em...
A estruturaSíntese                                  Branding                                                              ...
Os autores convidados Naomy Klein e sua análise jornalística sobre as marcas globais e o poder corporativo.               ...
Os autores convidados Guy Debord que contextualiza a Sociedade do Espetáculo.                             Wolfgang Haug qu...
Os autores convidados Kevin Lane Keller, considerado uma autoridade       mundial no estudo do gerenciamento de           ...
Mercadorias?A escravidão comofonte de renda paraos jornais da época.O antropólogoGilberto Freyre usouvários anúncios comop...
Marcas e a CulturaCapa do livro - Jeca Tatuzinhopara a Indústria Fontoura emsua 12ª. Edição.Ensinava as crianças noçõesde ...
Marcas como Brasões de ConsumoA marca como referência identitária de um produto ou serviço,remete similar significado medi...
Marcas como Brasões de Consumo Comparação visual entre o Brasão do Ducado de Brabante (1183)           e uma marca de veíc...
Marcas como Brasões de Consumo  Comparação visual entre o Brasão da Federação Russa e uma              marca de bebida des...
Marcas como Brasões do Espetáculo  Brasão da Harley Davidson, versão produto (motocicleta) e              versão linha de ...
Marcas como Brasões do Espetáculo                                @JanairaFranca
O que pensar?A marca é o fim da publicidade, formada por um processo deinvestimento em algo simbólico, porém, é tão antigo...
O que pensar?As estratégias de criação e gestão da marca realizadas pelobranding, não se trata apenas de agregação de valo...
O que pensar?Estamos consumindo a publicidade como produto, a tal ponto dese tornar manifestação de nossa cultura, seu dis...
O que pensar?Não vamos condenar definitivamente o consumo, não vivemossem fazê-lo e nem vamos decretar boicote às marcas, ...
Obrigada!              Janaíra Françajanaira.franca@terra.com.br             @JanairaFranca
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Comunicon Brasoes do Consumo Janaira Franca

592 views
429 views

Published on

Artigo apresentado no Comunicon Congresso Internacional de Comunicação e Consumo. Realizado em outubro de 2012, na ESPM em São Paulo (SP).

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
592
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Comunicon Brasoes do Consumo Janaira Franca

  1. 1. Brasões do Consumo ou Brasões do Espetáculo Uma reflexão sobre publicidade e branding na sociedade do espetáculoGT10: Comunicação, Consumo, Poder e Discursos OrganizacionaisCoordenação: Prof. Dr. Luiz Peres-NetoAutora: Janaíra Dantas Silva FrançaFaculdade Cásper LiberoSão Paulo (SP) 2012
  2. 2. A proposta do artigo Resultado de um artigo apresentado em uma disciplina do Mestrado em Comunicação. Incitar uma reflexão inicial sobre a relação entre branding, publicidade e consumo dentro da sociedade do espetáculo e possíveis consequências na atual sociedade. Não tem objetivo de esgotar o tema. @JanairaFranca
  3. 3. A estruturaSíntese Branding Considerações História do consumo Surgimento, Reflexões iniciais no Brasil, as conceituação e sobre o tema e a primeiras objetivos. proposta de análise. transações, os ciclos A relação com os Os impactos da de consumo, brasões heráldicos e realidade fabricada. consolidação do os brasões do comércio, a cultura O exercício de consumo e reflexão. popular e as consequente marcas, o espetacularização surgimento do das marcas como mercado cultura. publicitário. @JanairaFranca
  4. 4. Os autores convidados Naomy Klein e sua análise jornalística sobre as marcas globais e o poder corporativo. Jean Baudrillard e sua análise sobre Publicidade e o Sistema dos Objetos. @JanairaFranca
  5. 5. Os autores convidados Guy Debord que contextualiza a Sociedade do Espetáculo. Wolfgang Haug que contribui com a Crítica da Estética da Mercadoria no capitalismo contemporâneo @JanairaFranca
  6. 6. Os autores convidados Kevin Lane Keller, considerado uma autoridade mundial no estudo do gerenciamento de marcas e comunicação integrada de marketing. Alexandre Volpi e seu o relato sobre o consumo no Brasil, desde a era colonial até os dias atuais. @JanairaFranca
  7. 7. Mercadorias?A escravidão comofonte de renda paraos jornais da época.O antropólogoGilberto Freyre usouvários anúncios comoprincipal fonte deseus estudos paracompor o livro OEscravo nos Anúnciosde Jornais Brasileirosdo Século 19 de 1963e posteriormenterelançado em 2010. @JanairaFranca
  8. 8. Marcas e a CulturaCapa do livro - Jeca Tatuzinhopara a Indústria Fontoura emsua 12ª. Edição.Ensinava as crianças noçõesde higiene pessoal e cuidadoscom a saúde. @JanairaFranca
  9. 9. Marcas como Brasões de ConsumoA marca como referência identitária de um produto ou serviço,remete similar significado medieval do “Brasão” familiar, segundoa lei heráldica.Os brasões eram confeccionados conforme alguns requisitos: nãoeram ofertados a qualquer pessoa, apenas nobres e cavaleiroscom grandes feitos de coragem os recebiam e os transmitiam aosseus descendentes diretos.Numa apropriação simplista, é uma afirmação possível que asmarcas sirvam como “Brasões” para produtos e suas famílias – oulinhas de produtos sob a mesma marca – identificando-os econferindo-os maior destaque em meio a tantos concorrentes. @JanairaFranca
  10. 10. Marcas como Brasões de Consumo Comparação visual entre o Brasão do Ducado de Brabante (1183) e uma marca de veículos francesa (2011) @JanairaFranca
  11. 11. Marcas como Brasões de Consumo Comparação visual entre o Brasão da Federação Russa e uma marca de bebida destilada (2010) @JanairaFranca
  12. 12. Marcas como Brasões do Espetáculo Brasão da Harley Davidson, versão produto (motocicleta) e versão linha de produto (roupas) @JanairaFranca
  13. 13. Marcas como Brasões do Espetáculo @JanairaFranca
  14. 14. O que pensar?A marca é o fim da publicidade, formada por um processo deinvestimento em algo simbólico, porém, é tão antigo quantonossa existência em tribos, que nos marcávamos para fazer partedo grupo (KLEIN, 2002).A marca é a “figura reconfortante”, formando uma tribo de fiéisque seguirão a empresa, os denominados de “devotos da marca”por Fontenelle (2002).As marcas assumem a função que confrarias e organizaçõesreligiosas costumavam assumir, que era ajudar as pessoas adefinir quem elas são e ajudá-las a comunicar essa definição aoutros (Keller, 2006). @JanairaFranca
  15. 15. O que pensar?As estratégias de criação e gestão da marca realizadas pelobranding, não se trata apenas de agregação de valor ao produto,e sim, infiltrar ideias e iconografias culturais, as marcaspassaram a representar a própria cultura, como estrelas de umarealidade fabricada.Segundo Klein (2002), é um processo tão predatório etransformador, porque a marca exige uma absorção de tudo queé novo em nossa cultura pós-moderna. Portanto, as marcas, paraserem bem sucedidas, devem se estender para outras áreas. @JanairaFranca
  16. 16. O que pensar?Estamos consumindo a publicidade como produto, a tal ponto dese tornar manifestação de nossa cultura, seu discurso frisa osistema de objetos da sociedade capitalista, enquanto contribuipara a despolitização das pessoas, sua infantilização e suaregressão – já que há alguém, neste caso, as marcas e seusrespectivos produtos, que cuidam de nós (BAUDRILLARD, 2007). @JanairaFranca
  17. 17. O que pensar?Não vamos condenar definitivamente o consumo, não vivemossem fazê-lo e nem vamos decretar boicote às marcas, pois, emalguns momentos elas se inserem de forma positiva em nossacultura, quando patrocinam uma mostra de cinemaindependente, quando organizam projetos de bibliotecascomunitárias, quando apoiam pesquisas acadêmicas.O limiar estar entre o “olhar distraído” e o “olhar científico”. Onosso exercício diário é o resgate de nossa capacidade de avaliarcriticamente a sociedade em que vivemos. @JanairaFranca
  18. 18. Obrigada! Janaíra Françajanaira.franca@terra.com.br @JanairaFranca

×