• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Os recursos de apoio ao professor de língua inglesa
 

Os recursos de apoio ao professor de língua inglesa

on

  • 1,587 views

Apresentação de relatório de pesquisa

Apresentação de relatório de pesquisa

Statistics

Views

Total Views
1,587
Views on SlideShare
1,545
Embed Views
42

Actions

Likes
0
Downloads
13
Comments
0

3 Embeds 42

http://secretalitterarum.blogspot.com.br 25
http://secretalitterarum.blogspot.com 16
http://secretalitterarum.blogspot.ca 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Os recursos de apoio ao professor de língua inglesa Os recursos de apoio ao professor de língua inglesa Presentation Transcript

    • UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA - UFU INSTITUTO DE LETRAS E LINGÜÍSTICA - ILEEL CURSO DE LETRAS Os recursos de apoio ao professor de Língua Inglesa: Ensino fundamental x Escolas de idiomas Jamille Rabelo de Freitas Olívia Maria Santos de Lima
    • OBJETIVO
      • Verificar as diferenças entre uma escola pública de ensino fundamental e um curso de idiomas oferecido por uma escola privada, no que se refere aos recursos de apoio ao trabalho do professor de Língua Inglesa.
    • QUESTÕES PESQUISADAS
      • A escola possui laboratório de línguas? Biblioteca? Acesso a internet?
      • Há um coordenador de curso nesta escola?
      • Qual é o livro didático adotado pela escola? Como foi feita a escolha?
      • Em sua opinião, qual é a melhor maneira de se ensinar a língua e a cultura estrangeiras na escola?
    • FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
      • LOPES, Luiz Paulo da Moita. Fotografias da lingüística aplicada no campo de línguas estrangeiras no Brasil . D.E.L.T.A. , São Paulo, v. 15, número especial, p. 419-435, 1999.
      • .
    • FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
      • "A consolidação do inglês como LE hegemônica no Brasil é, no meu entender, uma questão preocupante. Conquanto, tenha clareza sobre a relação entre LEs e fatores sociopolíticos, e que, portanto, seja inegável a importância de se aprender inglês em um mundo em que as fronteiras nacionais são perpassadas pelo uso do inglês devido ao poder da economia norte-americana no chamado mundo globalizado que se apresenta, parecem ser essenciais investimentos de pesquisa e de natureza política no ensino de outras LEs. Cabe às associações de professores de LEs, à ALAB e às de outros profissionais da área de linguagem, a luta por uma política de educação multilíngüe e pela garantia de qualidade na aprendizagem de LEs na escola pública.“
      • (LOPES, 1999, p. 14)
    • CONTEXTO DA PESQUISA
      • Método:
      • Pesquisa qualitativa
      • Ferramentas:
      • Questionário
      • Participantes:
      • 1 Professor de Inglês da rede pública de ensino;
      • 1 Professor de Inglês de uma escola de idiomas.
    • DADOS
    • A escola possui laboratório de línguas? Biblioteca? Acesso a internet?
      • P. R. P.
      • “ Possui uma biblioteca muita boa, mas voltada para a língua portuguesa. Não há laboratório de línguas e o laboratório de informática não é de livre acesso, somente para as aulas e atividades de laboratório.”
      • P. E. I
      • “ Sim, a escola tem biblioteca, uso de internet e laboratório. Os alunos costumam fazer uso, mas não frequentemente.”
    • Há um coordenador de curso nesta escola?
      • P.R.P.
      • “ Não para a área de Línguas, mas a escola tem dois supervisores e um coordenador pedagógico.”
      • P.E.I.
      • “ Sim, vários.”
    • Qual é o livro didático adotado pela escola? Como foi feita a escolha?
      • P. R. P.
      • “ Power English, MARIZA RIVA DE ALMEIDA, COLIN GRANGER, 2005, Ed.macmilliam. O curso todo tem 05 volumes que são trabalhados do 5 ao 9 ano, a escola conta com 35 exemplares para cada volume, não há material audiovisual disponível.”
      • P. E. I.
      • “ Face2face. A escolha é feita pela supervisão da escola, os professores podem dar opinião mas nem sempre esta é levada em consideração. Na escola há uma biblioteca mas cada aluno compra o livro separadamente.”
    • Em sua opinião, qual é a melhor maneira de se ensinar a língua e a cultura estrangeiras na escola?
      • Ambas as entrevistadas concordaram que não há um método único ou específico. Segundo elas, o método utilizado varia de acordo com o perfil doas alunos.
    • CONCLUSÃO
      • Diante dos dados apresentados, e levando em consideração a nossa dúvida inicial, pudemos chegar à conclusão de que os recursos disponíveis aos professores para o ensino da Língua Inglesa como LE variam sim na iniciativa pública e privada, mas que a ausência destes recursos não se coloca como fator de impedimento da aprendizagem, os recursos são mais um fator de abordagem. Poder-se-ia, no contexto de nosso trabalho, entender que existiriam vantagens estruturais na iniciativa particular, mas além do impacto destas diferenças mostrar-se sutil, ambas as professoras relatam alguma dose de apatia dos alunos em relação ao ensino que lhe é apresentado.