• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Poesia dia animal
 

Poesia dia animal

on

  • 7,958 views

Seleção de poemas visando assinalar o Dia do Animal.

Seleção de poemas visando assinalar o Dia do Animal.

Statistics

Views

Total Views
7,958
Views on SlideShare
7,562
Embed Views
396

Actions

Likes
0
Downloads
16
Comments
0

6 Embeds 396

http://www.centroderecursos-vp.blogspot.com 219
http://centroderecursos-vp.blogspot.com 117
http://centroderecursos-vp.blogspot.pt 37
http://centroderecursos-vp.blogspot.com.br 17
http://centroderecursos-vp.blogspot.fr 4
http://centroderecursos-vp.blogspot.se 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Poesia dia animal Poesia dia animal Presentation Transcript

    • Dia do Animal O Burrinho Matemático O burro Efigénio Vai ser matemático; Tem cérebro de génio, Tem espírito prático. Faz cálculo mental (coisa de admirar!); é fenomenal a multiplicar! Gosta de aprender A fazer esquemas; sabe resolver inúmeros problemas! O burro Efigénio Quer investigar; Tem cérebro de génio, Gosta de pensar! Maria Teresa Maia Gonzalez Fonte: http://diz.la
    • Dia do Animal Águia As águias não deviam ser aves mas corações aduncos e com asas: se olhares à flor dos campos e das casas sentes o peito maior que a amplidão: se alguma coisa nasceu para voar foi o teu coração. Carlos de Oliveira Fonte: http://sucesso.powerminas.com/
    • Dia do Animal
      • O gato
      • Onde está o gato?
      • Dentro do sapato?
      • Anda atrás do pato
      • Ou caiu do pote?
      • Anda no jardim
      • À roda do pudim.
      • Dó si dó ré mi.
      • Eugénio de Andrade
      Fonte: http://lwd-curiosidades.blogspot.com/
    • Dia do Animal Cantilena Cortaram as asas Ao rouxinol. Rouxinol sem asas Não pode voar. Quebraram-te o bico, Rouxinol! Rouxinol sem bico Não pode cantar. Que ao menos a Noite Ninguém, rouxinol!, Ta queira roubar. Rouxinol sem noite Não pode viver. Sebastião da Gama http://www.culturamix.com/animais/aves/rouxinol
    • Dia do Animal
      • Cavalo
      • Um dia chegará
      • que alguém se mostre
      • agradecido e diga:
      • Entre
      • e coma à nossa mesa.
      • António Osório
      Fonte: http://fotosdoalvaro.blogspot.com/2010/11/cavalos-1.html
    • Dia do Animal O cama-leão Ao fazer a cama, o leão encontrou um camaleão. Saltou da cama em pijama e mudou de cor antes de chegar ao chão. Ficou tricolor, cheio de suor e de confusão: um leão às cores como um camaleão. José Jorge Letria Fonte: http://www.sempretops.com/fotos/fotos-de-camaleao/
    • Dia do Animal O faganhoto O gafanhoto era um bicho saltitante e canhoto a quem tudo caía no goto: a erva, o ar, o vento, até o cheiro do esgoto. E como o frio, num arrepio, o deixava fanhoso, passou a chamar-se faganhoto. José Jorge Letria Fonte: http://www.baixaki.com.br/papel-de-parede/39138-gafanhoto.htm
    • Dia do Animal
      • Poupa
      • Papou a poupa pipoca
      • do milho da maçaroca.
      • Tanta pipoca papou
      • que o milho quase acabou
      • e agora a pipoca é pouca.
      • Ó poupa, poupa pipoca!
      • Está bem, amanhã eu poupo.
      • Mas muito não, poupo pouco.
      • Violeta Figueiredo
      Fonte: http://www.diablerie.com.br/2009/10/ii-reunem-se-os-passaros.html
    • Dia do Animal Caracol A casa às costas Corninhos ao sol Sobe sobe caracol Alto mora o girassol Trepa trepa caracol A casa às costas Corninhos ao sol A casa às costas Sobe sobe caracol Alto mora o girassol Raúl Malaquias Marques Fonte: http://ocatarrodaformiga.blogspot.com/2011/06/o-caracol-esse-molusco-simpatico-alem. html
    • Dia do Animal CÃO Cão passageiro, cão estrito, cão rasteiro cor de luva amarela, apara-lápis, fraldiqueiro, cão liquefeito, cão estafado, cão de gravata pendente, cão de orelhas engomadas, de remexido rabo ausente, cão ululante, cão coruscante, cão magro, tétrico, maldito, a desfazer-se num ganido, a refazer-se num latido, cão disparado: cão aqui, cão além, e sempre cão. Cão marrado, preso a um fio de cheiro, cão a esburgar o osso essencial do dia a dia, cão estouvado de alegria, cão formal da poesia, cão-soneto de ão-ão bem martelado, cão moído de pancada e condoído do dono, cão: esfera do sono, cão de pura invenção, cão pré-fabricado, cão-espelho, cão-cinzeiro, cão-botija, cão de olhos que afligem, cão-problema... Sai depressa, ó cão, deste poema! Alexandre O'Neill Fonte: http://www.achetudoeregiao.com.br/animais/cao_policial.htm