Óptica da Visão e Lentes
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Óptica da Visão e Lentes

on

  • 2,235 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,235
Views on SlideShare
831
Embed Views
1,404

Actions

Likes
1
Downloads
12
Comments
0

2 Embeds 1,404

http://caldeiradigital.wordpress.com 1403
https://caldeiradigital.wordpress.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Óptica da Visão e Lentes Óptica da Visão e Lentes Presentation Transcript

  • A Óptica da Visão... ... quantos megapixels tem o olho
  • • Nosso olho não funciona exatamente como uma câmera, mas dá para dizer que a resolução máxima que ele alcança é próxima de 250 megapixels • A câmera digital cria arquivos de imagem compostos de milhões de pontos. Cada ponto é um pixel e, para a câmera registrá-lo no seu "negativo" – o CCD (dispositivo de carga acoplada) –, entra em ação o photosite, o componente fotossensível das câmeras digitais. Ou seja: uma câmera que usa 1 milhão de photosites registra 1 milhão de pixels, ou 1 megapixel. • No olho humano, o papel do photosite é desempenhado por cones e bastonetes, dois tipos de células fotossensíveis distribuídos ao longo da retina. Nos dois olhos temos cerca de 250 milhões dessas células e, portanto, podemos captar 250 milhões de pontos luminosos. Ou 250 megapixels.
  • • Mas, na prática, a coisa não é tão simples. "A visão em alta resolução forma-se apenas na fóvea, região que corresponde a um centésimo da área da retina“ • CONES  Células responsáveis pelas cores e pelos detalhes. • 3 tipos:Cada um deles é sensível a um determinado faixa de comprimentos de onda do espectro luminoso, mais precisamente ao picos situados a 419 nm (azul-violeta), 531 nm (verde) e 559 nm (verde-amarelo). • A classificação dos cones em "vermelho", "verde" e "azul" (RGB) é uma simplificação usada por comodidade. • BASTONETES  São mais sensíveis a luz que os cones, fornecem ao cérebro as informações em preto e branco, detectam melhor os contrastes.
  • CatodoA B C D Revestimento condutivo Ânodo Tela de fósforo E F Feixe de elétrons Máscara de sombra
  • Olho Emétrope
  • Defeitos da Visão Miopia Hipermetropia Astigmatismo Presbiopia 3 2 1 4
  • Miopia
  • Miopia
  • Hipermetropia
  • Hipermetropia
  • Astigmatismo
  • Astigmatismo
  • Presbiopia
  • Daltonismo • O daltônico não consegue distinguir algumas cores das outras, sendo mais comum não distinguir vermelho do verde • Por que ocorre? Devido ausência ou menor número de alguns tipos de CONES ou por uma perda de função parcial ou total destes.
  • Daltonismo - Teste
  • Cirurgia Corretiva... O que é Lasik? • A técnica Lasik é um procedimento cirúrgico que corrige erros refrativos (miopia, astigmatismo, hipermetropia) mudando a forma da córnea e conseqüentemente o modo que a luz é focada internamente. A cirurgia demora em média de 08 a 10 minutos, em cada olho.
  • Lentes Esféricas O que é uma lente esférica? • Dispositivo feito de material homogêneo e transparente no qual uma das superfícies é plana ( ) e a outra esférica ou as duas superfícies são esféricas. • Serão chamadas lentes quando sua espessura for desprezível em relação ao seu raio de curvatura que é o raio da(s) circunferências que as geraram
  • Bordos Finos Bordos Grossos Tipos de Lentes
  • Tipos de Lentes
  • • A origem do referencial está no centro óptico da lente • O eixo das abscissas coincide com o eixo principal e tem sentido contrário ao da luz incidente para os objetos e a favor da luz incidente para as imagens. Assim, observe na figura acima que imagens reais (à direita da lente) e objetos reais (à esquerda da lente) tem abscissas positivas e que imagens virtuais (à esquerda da lente) tem abscissas negativas. • O eixo das ordenadas é orientado para cima. Assim, i e o tem mesmo sinal se a imagem for direita em relação ao objeto e sinais opostos se a imagem for invertida em relação ao objeto.
  • Lente convergente f > 0 Lente divergente f < 0 Imagem real P’ > 0 Imagem virtual P’ < 0 Imagem direita (i e o tem mesmo sinal)  A > 0 Imagem invertida em relação ao objeto (i e o tem sinais contrários) A < 0 • Define-se Vergência ou Convergência (C) de uma lente como sendo o inverso de sua distância focal f • Quando a distância focal estiver em metros (m), a unidade de C é a dioptria (di), sendo, 1 di = 1/m ou 1 di = m-1. • Lentes convergentes tem C > 0 pois sua distância focal é positiva e lentes divergentes, pelo mesmo motivo tem C < 0.
  • Fato X Fake
  • Se usar demais os óculos o grau aumenta e vicia?
  • Se não usar os óculos você vai acabar com um fundo de garrafa no rosto?
  • Os óculos não modificam os olhos como estrutura, apenas alteram as imagens por eles percebidas. Portanto, usar não vicia ou faz aumentar ou diminuir o grau refrativo. Ocorre que, como as imagens estão mais nítidas e não há esforço visual, há mais conforto e assim estabelece- se a necessidade, não o vício, do uso da correção visual mais constantemente. Outro aspecto a ser comentado é que em crianças com erros refrativos importantes a ausência de correção visual, com óculos, poderá comprometer o desenvolvimento normal da visão, chamada AMBLIOPIA, irreversível se descoberta tardiamente.
  • Depois de pegar um vento, meu filho teve uma dor de cabeça forte e entortou os olhos?
  • MEIA VERDADE! A forte dor de cabeça pode ter alguma relação com o início do desvio ocular. Em crianças maiores de 5 ou 6 anos de idade, adolescentes e adultos qualquer ocorrência de estrabismo tem, como provável causa, processo expansivo intracraniano inflamatório, vascular, tumoral, infeccioso ou traumático e, portanto, deve ter estas etiologias exaustivamente pesquisadas e excluídas antes de ser tratada a conseqüência, que é o estrabismo. Além disso, outras patologias graves podem cursar com perda do paralelismo ocular como doenças da tireóide, patologias musculares - Miastenia gravis, doenças da retina ou que comprometam a qualidade da visão, etc.
  • Guardar os óculos dentro do carro pode estragá-los?
  • VERDADE! Como os tratamentos aplicados às lentes corretivas dos óculos – anti-reflexo, anti UV, fotossensível, colorações – são termossensíveis, submeter tais lentes às altas temperaturas do interior de um carro estacionado ao Sol pode deteriorar e inutilizar os óculos.
  • Olhar para o Sol cega?
  • VERDADE! Olhar diretamente para o Sol ofusca a visão e se a exposição for prolongada pode causar lesão irreversível da retina. Vale lembrar que os feixes de laser artístico utilizados em shows também podem causar lesão definitiva na retina se forem mirados diretamente nos olhos.
  • Ler no escuro faz mal?
  • MITO! Apenas reduz a velocidade de leitura e a capacidade de atenção, diminuindo naturalmente o interesse pela atividade e desencadeando sono.
  • Usar óculos de outra pessoa faz mal?
  • VERDADE! Os óculos são um utensílio individual e intransferível, assim como escova de dente e dentadura. Cada pessoa deve ter e usar apenas os seus. São confeccionados seguindo uma receita médica com um propósito e medidas personalizadas. Por isso usar óculos comprados prontos em feiras ou no comércio em geral, bem como óculos de outras pessoas pode causar dores de cabeça, tonturas, enjôo e fadiga.
  • Colírio sempre faz bem?
  • MITO! Colírio é apenas mais uma forma de apresentação de uma medicação, assim com comprimido ou xarope e, como toda medicação, tem indicações e contra- indicações específicas, devendo ser usado apenas se prescrito por um médico.
  • Ler muito pode desenvolver miopia?
  • MITO! Não há comprovação científica para tanto. Parece que o raciocínio é o inverso, ou seja, os míopes têm maior interesse pelas atividades de perto, incluindo a leitura, se comparados a indivíduos hipermétropes.
  • Os óculos vencem de ano em ano?
  • MEIO MITO, MEIO VERDADE! As lentes corretivas não são como alimentos ou medicamentos que podem fazer mal depois de expirado o prazo de validade. No entanto, as lentes de óculos sofrem alterações físicas, com o seu uso e desgaste, além dos olhos necessitarem de exames periódicos para assegurarem uma saúde preventiva. É prudente realizar exames oftalmológicos semestralmente, em crianças e adolescentes já usuários de correção visual, e anualmente, nos adultos, seja ou não usuário de óculos, e nas demais crianças e adolescentes.