Seminário: C#

855 views
800 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
855
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
386
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Seminário: C#

  1. 1. C# ( C Sharp )Julioeverson, Adelmo e João
  2. 2. Introdução à C# • A Microsoft lançou a linguagem C# em meados do ano 2000. • A sua sintaxe orientada a objetos foi baseada em C++. • “Sucessor” das liguangens C/C++, que são linguagens derivadas da linguagem B. • Compatível com outros sistemas operacionais *. • Baseado na plataforma Microsoft .NET • Performance e segurança. 2
  3. 3. C#• História:• Inicialmente chamada de Cool• A Microsoft lançou a linguagem C# em meados do ano 2000. Desde então, um dos argumentos mais usados pelos concorrentes para desmerecer a nova linguagem é que: “o C# não passa de um clone do Java”.• C e C++ foram as linguagens mais amplamente usadas para o desenvolvimento de software comercial e de negócios.• Também inclui influências de Java e Delphi. 3
  4. 4. C#• Desenvolvimento: Buscando atender demandas de softwares comerciais e de negócios, e que, além de proporcionar ao programador um maior controle sobre o desenvolvimento, e menor custo, a Microsoft desenvolveu a linguagem C#. Ela é uma linguagem moderna, orientada a objeto que habilita os programadores a construir rapidamente uma ampla gama de aplicações para a nova plataforma Microsoft .NET. C# é projetado para trazer desenvolvimento rápido para o programador C++ sem sacrificar o poder e o controle que têm sido a característica fundamental do C e C++. 4
  5. 5. C#• Desenvolvimento: C# possui um alto grau de fidelidade com C e C++. Porém o C# modifica bastante o C++ e não tem a pretensão de manter a compatibilidade. Todo programa criado pelo compilador C# é dito “verificável”. Isto quer dizer que o compilador pode, em tempo de execução / compilação, verificar e garantir que o programa não faça nenhuma operação que possa comprometer a segurança e integridade do sistema. Existem instruções capazes de abrir brechas na segurança do sistema. Porém, o compilador C# pode criar programas não-verificáveis, incluindo manipulação direta de ponteiros, com a opção “/unsafe”. Já o compilador C++ sempre gera código não-verificável. 5
  6. 6. C#• Desenvolvimento:• A Microsoft submeteu no fim do ano 2000 o C# a um órgão internacional de padronização, o ECMA. A Sun fez algumas tentativas de padronizar o Java, mas nenhum órgão internacional aceitou seus termos.• O resultado é que o Java é uma linguagem proprietária enquanto o C# não é.• Apesar de ter desenvolvido a linguagem C# especialmente para a plataforma .NET, a Microsoft permite aos programadores escolher entre várias linguagens de programação para o desenvolvimento sob .NET, inclusive o próprio Java! Isto não é uma contradição, simplesmente quer dizer que a escolha de linguagem é sua, não da Microsoft ou da Sun. 6
  7. 7. C#• Exemplo: //Olá Mundo em Java//Olá mundo em C# public class OlaMundo {using System; public static void main (String[] args) {class ExemploCS { System.out.print("Olá mundo!");static void main (String[] args) { } }Console.WriteLine("Olá mundo!");}} 7
  8. 8. C#• Conclusão: Embora compartilhe características com o Java, o C# é uma linguagem que traz vários recursos muito interessantes que não ou existem no Java ou dão muito trabalho para implementar ou têm performance ruim. Porem o Java possui uma grande preferência por seu uma linguagem multiplataforma facilitando muito o serviço de muitos programadores. O C# é um grande candidato a se tornar uma linguagem utilizados pela maioria dos programadores, mas ainda é necessário analisar e efetuar muitos teste. 8
  9. 9. C#• Bibliografia• http://www.coladaweb.com/informatica/comparativo-entre-c-e-java• http://www.mas.com.br/Artigos/CSharp_Java.htm• http://www.coladaweb.com/informatica/comparativo-entre-c-e-java 9
  10. 10. 10

×