DesmotivaçãO E Indisciplina Escolar Atualizado (1)

3,708 views
3,396 views

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,708
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
491
Actions
Shares
0
Downloads
47
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

DesmotivaçãO E Indisciplina Escolar Atualizado (1)

  1. 1. DESMOTIVAÇÃO E INDISCIPLINA ESCOLAR: UM OLHAR A PARTIR DA DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM FÍSICA Autor: Fernando Claudino 03 de dezembro de 2009
  2. 2. Sumário <ul><li>Apresentação </li></ul><ul><li>Problema </li></ul><ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Aporte Teórico </li></ul><ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Coleta de dados e Resultados </li></ul><ul><li>Considerações Finais </li></ul><ul><li>Referencias </li></ul>
  3. 3. Apresentação <ul><li>A partir da disciplina de estágio Supervisionado em Física 1, pelo que foi apresentado em sala, e através da observação feita In loco ; percebemos a desmotivação e a indisciplina nas aulas de Física em algumas escolas alagoanas e nos colocamos a pesquisar esta problemática . </li></ul>
  4. 4. <ul><li>O que tem levado os aluno da Educação Básica a procedem de maneira tão desmotivada e desinteressada no tocante ao processo ensino – aprendizagem da ciência física com foi constatado nas atividades de observação da disciplina de Estágio Supervisionado 1 e 2? </li></ul>Problema
  5. 5. Objetivos <ul><li>Geral: </li></ul><ul><li>Investigar o que tem levado os alunos(as) da Educação Básica a procedem de maneira tão desmotivada e indisciplinada no tocante ao processo ensino – aprendizagem da ciência física com foi constatado nas atividades de observação da disciplina de Estágio Supervisionado1 e 2. </li></ul>Objetivos
  6. 6. <ul><li>Específicos: </li></ul><ul><li>Verificar os motivos que tem causado desmotivação e a indisciplina durante as aulas de Física. </li></ul><ul><li>Evidenciar como as práticas pedagógicas influenciam na desmotivação e na indisciplina dos alunos(as). </li></ul><ul><li>Mostrar que o ensino da ciência Física pode e deve se constituir de uma aprendizagem significativa. </li></ul>Objetivos
  7. 7. <ul><li>BRASIL(2008) </li></ul><ul><li>MIRANDA, Á. L.(2009) </li></ul><ul><li>MARTINS, I. (2009) </li></ul><ul><li>VASCONCELOS (2009) </li></ul>Aporte Teórico
  8. 8. <ul><li>Nas turmas de Estágio Supervisionado em Física 1 e 2 (2009.2) da UFAL, os alunos foram orientados pelo professor da disciplina a realizarem a fase de observação em escolas alagoanas </li></ul><ul><li>Analisamos os relatórios de observação dos alunos da disciplina Estágio Supervisionado em Física 1 e 2 </li></ul>Metodologia
  9. 9. <ul><li>Os dados fornecidos pelos relatórios de observação foram categorizados em: </li></ul><ul><li>tipo da instituição onde se fez o estágio </li></ul><ul><li>região da instituição </li></ul>Coleta de Dados
  10. 12. <ul><li>No atual estágio da nossa Sociedade Tecnocientífica, o ensino de Física de ser feito em conexão a realidade, presente nas esferas de relação inter e intrapessoal é o tipo de conhecimento que motiva e interessa os alunos(as), que tem potencial para tirá–los da passividade intelectual e fazê-los passar a membros ativos e questionadores, para fazer a história e não simplesmente ver a História sendo contada. </li></ul>Considerações Finais
  11. 13. <ul><li>BRASIL. Orientações Curriculares Para o Ensino Médio: Ciência da Natureza, Matemática e suas tecnologias . Brasília: MEC/SEB, 2008 </li></ul><ul><li>MIRANDA, Á. L. La (an)alfabetización tecnológica. 1 Congresso Iberoamericano de Ciencia, Tecnología, Sociedad e Inovación CTS+I. disponível em: http://www.oei.es/memoriasctsi/mesa4/m04p03.pdf; Acesso 25 nov 2009 </li></ul><ul><li>MARTINS, I. Problemas e perspectivas sobre a integração CTS no sistema educativo português. Revista electrónica de Enseñanza de las Ciencias , Vol. 1, (1), Artigo 2. Disponível em:http://www.saum.uvigo.es/reec Acesso 22 nov 2009  </li></ul><ul><li>VASCONCELOS, Celso S. Indisciplina e disciplina escolar : fundamentos para o trabalho docente. São Paulo: Cortez, 2009 </li></ul>Referências

×