Creating a Culture for technogical Innovation Encouraging researchers to  “reach for the stars”  and do risky things, cult...
Creating a Culture for overcoming failure Why do so many tech ventures fail? Can you help taking me across the Valley of d...
ISCTE-IUL MIT Portugal Venture Competition What? For? People with a dream, <ul><li>Innovators </li></ul><ul><li>Technologi...
<ul><li>Held once a year </li></ul><ul><li>Target: nascent or Start-up's / Spin-off's  under 5y </li></ul><ul><li>4 Techno...
<ul><ul><li>Allocates human & financial resources to projects </li></ul></ul><ul><ul><li>Leverage on the MIT “go-to-market...
Why do we need technology Technology is nothing more than a means to an end... And to us that means  packaging market need...
•  33.600 companies founded by living MIT alumni  (76%  alive, employing 3.3M) ‏ •  Annual revenues of $2 trillion  (12.5x...
In a nutshell <ul><li>4 tracks, any country </li></ul><ul><li>Track finalist: </li></ul><ul><li>- up to 200k€ </li></ul><u...
Expertise, please Our Partners: <ul><ul><li>MIT School of Engineering </li></ul></ul><ul><ul><li>Deshpande center for tech...
Audax:- a unique pedigree in entrepreneurship •  Support 150+ projects in 5y (33 start-ups; ~8M€ invested)  ‏ •  Over 25 s...
<ul><li>Need to send us before  18 June 2010 : </li></ul><ul><li>2-page Executive summary, and </li></ul><ul><li>12-page P...
Strong & clear Value Propositions: some hints 1.  Team:  members and fit? 2. What is your  product  and / or  service ? 3....
<ul><li>You will be invited to: </li></ul><ul><li>Come to ISCTE-IUL for 3-day crash on  E-teams  (7-9 July) ‏ </li></ul><u...
<ul><li>You will need to: </li></ul><ul><li>Come to ISCTE-IUL for 2-day crash on  going to market   (end September) ‏ </li...
<ul><li>You will need to: </li></ul><ul><li>Agree  milestones  with Award Partner </li></ul><ul><li>Get financial support ...
The overal picture 1.  Caixa Empreender + Award 2. E ntrepreneurship-Teams  initiative in Portugal: - Multi-disciplinary t...
<ul><li>Member of cross-disciplinary team? </li></ul><ul><ul><ul><li>Management and /or industrial background? </li></ul><...
mitportugal-iei.org [email_address] 2010 © ISCTE-IUL - All references and any content included in presentation as well as ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

IUL MIT Competition

483

Published on

Published in: Education, Business, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
483
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • Os riscos incluem, o seu estado (condição organoléptica), o seu custo face ao proveito retirado (prazer desfrutado), a perda de credibilidade face aos amigos/familiares, entre outros. Os consumidores estabelecem assim estratégias para minimizar o risco: procura de informação, fidelidade a uma marca ou loja, compra de marcas conhecidas, estratégia baseada no preço (compra do vinho mais barato possível ou compra de uma garrafa mais cara acreditando que será sinónimo de qualidade superior) e reforço da confiança na decisão de compra pela prova grátis no local de compra. Infelizmente, este último mecanismo é raramente uma opção
  • IUL MIT Competition

    1. 1.
    2. 2. Creating a Culture for technogical Innovation Encouraging researchers to “reach for the stars” and do risky things, cultivating an understanding that “it’s OK to fail .” Nobel Laureate Ivar Giaever (1973) & Chief Technology Officer of Applied BioPhysics So, what does it take to cross the Valley of death? ....Select, Direct, Connect Deshpande Centre for technological Innovation
    3. 3. Creating a Culture for overcoming failure Why do so many tech ventures fail? Can you help taking me across the Valley of death? ....Select, Direct, Connect Deshpande Centre for technological Innovation
    4. 4. ISCTE-IUL MIT Portugal Venture Competition What? For? People with a dream, <ul><li>Innovators </li></ul><ul><li>Technologists - at Universities, Labs & Industry – with a clear value proposition and global reach </li></ul><ul><li>Investors </li></ul>Is an Entrepreneurial, technology-based Venture competition
    5. 5. <ul><li>Held once a year </li></ul><ul><li>Target: nascent or Start-up's / Spin-off's under 5y </li></ul><ul><li>4 Technology tracks: </li></ul><ul><li>1. Lifesciences </li></ul><ul><li>2. Sustainable Energy & Transportation systems </li></ul><ul><li>3. Information Technology and the Web </li></ul><ul><li>4. Products and Services </li></ul>Target & Areas 1) Areas include network analysis, logistics, sustainability, flexibility in system design and development of lean enterprises. Curriculum development projects include quantitative as well as qualitative methodologies for engineering systems. Areas aim to create lasting connections between academia and industry.
    6. 6. <ul><ul><li>Allocates human & financial resources to projects </li></ul></ul><ul><ul><li>Leverage on the MIT “go-to-market” experience and Audax entrepreneurship learning curves </li></ul></ul><ul><ul><li>Mentor candidates during selection phase and coach them during venture phase </li></ul></ul>ISCTE-IUL MIT Portugal Venture Competition How?
    7. 7. Why do we need technology Technology is nothing more than a means to an end... And to us that means packaging market needs... ... that are global.
    8. 8. • 33.600 companies founded by living MIT alumni (76% alive, employing 3.3M) ‏ • Annual revenues of $2 trillion (12.5x the GDP of Portugal) ‏ • Annual R&D CAPEX: $650M (54% privately sponsored) ‏ • 500+ patents/y (280+ filed/y) ‏ • $90M license revenue ('08) ‏ • 72 MIT Nobel Prize winners (7 current faculty members) ‏ Why partner with MIT in technology ventures?
    9. 9. In a nutshell <ul><li>4 tracks, any country </li></ul><ul><li>Track finalist: </li></ul><ul><li>- up to 200k€ </li></ul><ul><li>Grand finalist: </li></ul><ul><li>- up to 400k€ </li></ul><ul><li>Free Coaching </li></ul><ul><li>Access MIT ecosystem </li></ul><ul><li>Press & TV coverage. </li></ul>
    10. 10. Expertise, please Our Partners: <ul><ul><li>MIT School of Engineering </li></ul></ul><ul><ul><li>Deshpande center for technological innovation </li></ul></ul><ul><ul><li>Sloan Business School </li></ul></ul><ul><ul><li>ISCTE-IUL & Audax </li></ul></ul>
    11. 11. Audax:- a unique pedigree in entrepreneurship • Support 150+ projects in 5y (33 start-ups; ~8M€ invested) ‏ • Over 25 strategic partnerships ( KPMG, CGD, BCP, APCRI, InovCapital, APBA...) ‏ • Unique Educational programs (PEC, PEF) ‏ • CoHitec Lisboa manager • Annual events: - Audax TV 2008 (6% share, TV2) ‏ - Entrepreneurship conference (+200 participants /y) ‏ Pool of investors (BA, VC & business partners Consultancy: bus. Strategy, technology investments, Advanced control Business plans ( start-up & follow-on investments) ‏ Finance of sources of Capital, inc. VC Fund co - managment
    12. 12. <ul><li>Need to send us before 18 June 2010 : </li></ul><ul><li>2-page Executive summary, and </li></ul><ul><li>12-page PowerPoint Value Proposition </li></ul>Want to send us your submission 1) Areas include network analysis, logistics, sustainability, flexibility in system design and development of lean enterprises. Curriculum development projects include quantitative as well as qualitative methodologies for engineering systems. Areas aim to create lasting connections between academia and industry.
    13. 13. Strong & clear Value Propositions: some hints 1. Team: members and fit? 2. What is your product and / or service ? 3. What is the underlying technology and unique ? 4. What makes your product / or service innovative (€) ? 5. Who are or will be your customers ? 6. Market: Is there an opportunity for global impact ? What is the juri looking for?
    14. 14. <ul><li>You will be invited to: </li></ul><ul><li>Come to ISCTE-IUL for 3-day crash on E-teams (7-9 July) ‏ </li></ul><ul><li>Enrol in our catalyst program </li></ul><ul><li>Make a televised pitch of your project </li></ul><ul><li>By 30 August: </li></ul><ul><ul><li>20-page Go-to-Market strategy with milestones . </li></ul></ul>If you are one of the 20 lucky guys 1) Areas include network analysis, logistics, sustainability, flexibility in system design and development of lean enterprises. Curriculum development projects include quantitative as well as qualitative methodologies for engineering systems. Areas aim to create lasting connections between academia and industry.
    15. 15. <ul><li>You will need to: </li></ul><ul><li>Come to ISCTE-IUL for 2-day crash on going to market (end September) ‏ </li></ul><ul><li>Send us your revised Go-to-market strategy (20 page) by 15 October with a clear set of milestones . </li></ul><ul><li>Get financial support consisting of: </li></ul><ul><ul><li>A monetary cash prize of 5k€ and a loan of 95k€; </li></ul></ul><ul><ul><li>2x that amount within 5years, if milestones met . </li></ul></ul>If you are one of the 4-track Finalists 1) Areas include network analysis, logistics, sustainability, flexibility in system design and development of lean enterprises. Curriculum development projects include quantitative as well as qualitative methodologies for engineering systems. Areas aim to create lasting connections between academia and industry.
    16. 16. <ul><li>You will need to: </li></ul><ul><li>Agree milestones with Award Partner </li></ul><ul><li>Get financial support consisting of: </li></ul><ul><ul><li>A monetary cash prize of 10k€ and a loan of 190k€; </li></ul></ul><ul><ul><li>2x that amount within 5years, if milestones are met. </li></ul></ul><ul><li>IdeaStream Investors' presentation (MIT, April 2011) ‏ </li></ul><ul><li>And... “Reach for the stars” </li></ul>And if you are the Grand Finalist... 1) Areas include network analysis, logistics, sustainability, flexibility in system design and development of lean enterprises. Curriculum development projects include quantitative as well as qualitative methodologies for engineering systems. Areas aim to create lasting connections between academia and industry.
    17. 17. The overal picture 1. Caixa Empreender + Award 2. E ntrepreneurship-Teams initiative in Portugal: - Multi-disciplinary team formation (inc. MIT Portugal) ‏ 3. Disseminate technological innovation in Portugal (Tech events & TV) ‏
    18. 18. <ul><li>Member of cross-disciplinary team? </li></ul><ul><ul><ul><li>Management and /or industrial background? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Want to help others to lauch a new venture? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Have some spare time? </li></ul></ul></ul><ul><li>Program Catalyst: </li></ul><ul><ul><ul><li>Experienced entrepreneurs </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Practicing lawyers </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Investors </li></ul></ul></ul>Are you a potential?
    19. 19. mitportugal-iei.org [email_address] 2010 © ISCTE-IUL - All references and any content included in presentation as well as its design, layout and graphic materials are protected by copyright and/or intellectual property rights, pertaining to the owner of those rights ISCTE - IUL.
    1. A particular slide catching your eye?

      Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

    ×