Geografia aula 01

1,623 views
1,499 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,623
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Geografia aula 01

  1. 1. Ítalo Alan – Graduado em comunicação Social/Pós graduando em ensino e comunicação/Publicitário msn/email: italoalan@gmail.com Email:italoalandm@gmail.com Twitter:@italoalan
  2. 2. Pensamento Geográfico Egito – Geodesia, Pratica da medição de terra. Grécia – Erastóstenes: calcula a circunferência da terra e chega a conclusão de que a terra é redonda. ○ Raios Solares incidiam verticalmente em um poço ○ E a imagem da sombra de uma torre tinha comprimento diferente no mesmo dia Ptolomeu- propõe o sistema geocêntrico: A terra como o centro do universo Copérnico: Heliocêntrico
  3. 3.  Com a queda do Império Romano os Árabes herdam a geografia grega. Durante a Idade Média, as respostas para os questionamentos a respeito do mundo passaram a ser respondidas pela religião. ○ A geografia quase desaparece Com objetivos militares de expansão e organização do império mulçumano a geografia se desenvolve no oriente
  4. 4.  Sec. XV e XVI com o aperfeiçoamento das embarcações e de instrumentos de navegação como a bussola e o astrolábio e a confecção de mapas mais precisos permitiram que os navegante se aventurassem pelo conhecido.
  5. 5.  Geografia Moderna A geografia moderna se estrutura na Alemanha com Humboldt e Ritter. ○ Fenômenos X ação humana A geografia abandona o papel descritivo e passou a explicar fenômenos e suas inter- relações.
  6. 6.  Augusto Conte desenvolve o positivismo (Geografia Tradicional) Ciência deveria deixa de especular sobre a origem dos fenômenos e se apoiar apenas na observação na experimentação e na comparação de resultados, procurando a causa dos fenômenos e formulando leis Positivismo:  Descrição  Enumeração  Classificação dos fatos  As relações sociais são pouco valorizadas.
  7. 7.  Determinismo geográfico – Ratzel: as condições ambientais, em especial o clima, são capazes de influenciar o desenvolvimento intelectual e cultural das pessoas. Pessoas de áreas temperadas teria um desenvolvimento mais elevado do que nas áreas tropicais , quentes e úmidas. (Superioridade racial, justificativa de apropriação de territórios) Possibilismo - La Blache: Pessoas poderiam atuar no meio, modificando –o e determinando o seu desenvolvimento. Geografia como ciência dos lugares e não dos homens.
  8. 8. População Demografia População absoluta – é o numero total de um lugar (país, cidade, região) Quando um determinado lugar possui grande numero de habitantes, dizemos que é populoso ou de grande população absoluta. Quando possui um pequeno número de habitantes, dizemos que é pouco populoso ou de pequena população absoluta. 5 países mais populosos: China, Índia, Estados Unidos, Indonésia, Brasil.
  9. 9.  Países pouco populosos: na África: Ilhas Mauricio, Gabão, Gâmbia; Ásia: Kuwait, Butão, Mongólia; America: Belize, Trinidad e Tobago; Europa: Estônia, Eslovênia; Oceania: Polinésia, Ilhas Fiji. Cidades populosas: Seul, na coréia do Sul; Bumbai, na Índia; São Paulo; Jacarta, na Indonésia; Tóquio no Japão.
  10. 10.  Densidade Demográfica – É a média de habitantes por quilômetros quadrados (hab/Km²). Quando um determinado território possui elevada densidade demográfica, dizemos que ele é densamente povoado, quando possui baixa densidade demográfica, dizemos que é fracamente povoado. Países Densamente povoados (hab/Km²), Vaticano (2.273) País fracamente povoado: Canadá (3)
  11. 11.  Países populosos não são necessariamente densamente povoados. Apesar de terem uma população absoluta elevada, muitos países possuem grande área territorial. Ex. Rússia Por que existem no planeta grandes vazios populacionais e áreas tão densamente povoadas?
  12. 12. Crescimento demográfico Fases do crescimento populacional  1. natalidade e a mortalidade é muito alta e a população cresce pouco (baixa expectativa de vida, índice de mortalidade alta: condições higiênico-sanitárias, epidemias, guerras, fome etc )  2. Elevada taxa de natalidade e baixa de mortalidade, havendo uma explosão demográfica. Países em desenvolvimento e subdensenvolvidos  3. Natalidade também diminui se aproximando da taxa de mortalidade, reduzindo muito o crescimento populacional ○ conseqüência disso a diminuição do índice de jovens e aumento da de idosos
  13. 13.  Problemas:  Falta de jovens para o mercado de trabalho, os idosos começam a se aposentar e a morrer faltariam jovens, elevando a mão de obra  Com o aumento da população idosa, há uma elevação no custo dos aposentados
  14. 14. Teorias demográficas edesenvolvimento Socioeconômico Malthus: PGXPA Neomalthusianismo: Período dos pós guerra ressurge a teoria com a explosão demográfica dos baby boom:  Atribuíam a culpa pela situação de miséria dos países subdesenvolvidos ao acelerado crescimento populacional  Concordavam que a agricultura era capaz de produzir alimentos suficientes para todos  Defendiam programas rígidos e oficiais de controle de natalidade.
  15. 15.  Reformistas ou marxistas  A própria miséria é a responsável pelo acelerado crescimento da população.  Defendem a necessidade de reformas socioeconômicas que permitam a elevação do padrão de vida, melhorando, entre outras coisas, a distribuição de renda e de alimentos e propiciando um aumento da escolaridade, que resultariam num planejamento familiar na sua diminuição da natalidade e do crescimento vegetativo.
  16. 16. Migrações Migrações definitivas/Migrações temporárias Exôdo rural Migração diária ou pendular: Mora em um lugar e trabalho em outro.
  17. 17.  Diáspora  Seus antepassados, dispersam-se pelo mundo partindo de um “centro”  Mantêm lembranças coletiva ou mitos da terra natal.  Acreditam que não são completamente aceitos  Consideram sua terra de origem como o local para onde seus descendentes poderiam voltar um dia.
  18. 18.  Conseqüências das migrações:  Contribuição no processo de ocupação geográfica  Contribuição no processo de miscigenação  Mudanças de costumes, concorrência à mão-de- obra, problemas ideológicos, etc.

×