Your SlideShare is downloading. ×
Aula 5 - Pudovkin
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Aula 5 - Pudovkin

449
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
449
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Edição AudiovisuAL
  • 2. Período do Cinema Mudo Aula 3 -
  • 3. Vsevolod Pudovkin: a montagem construtiva e o realismoRússia – 1893 - 1953Diretor, roteirista, ator e um dos mais influentes teóricos da montagem.
  • 4. As obras de D. W. Griffith, em especial sua montagemintuitiva, tiveram uma grande influencia sobre geraçõesde cineastas em todo o mundo.Na Rússia, os diretores mais importantes tambémtinham em Griffith uma referência, mas buscavamconstruir um novo cinema, a serviço da RevoluçãoSocialista.Pudovkin era um jovem diretor que acreditava sernecessário desenvolver uma teoria da montagem quepermitisse ao cineastas ultrapassarem a montagemintuitiva de Griffith, e encontrar um processo formalque pudesse transmitir idéias por meio de narrativas.
  • 5. A teoria que Pudovkin buscava tinha como princípio aidéia que a fragmentação da cena em planos criariauma força que ultrapassa a característica da cenafilmada. Segundo Pudovkin,“Os elementos da realidade estão fixados nestes pedaços;combinando-os na seqüência selecionada, encurtando-os ouaumentando-os, de acordo com o seu desejo, o diretor cria seupróprio tempo e espaço “fílmico”. Ele não adapta arealidade, mas a utiliza para criar uma nova realidade; e o maisimportante e característico aspecto do processo é que nele as leisdo espaço e do tempo invariável e inescapável da realidade setransformam em algo manipulável e obediente. O filme cria umanova realidade própria a ele mesmo”. Pudovkin, Film andtechnique.
  • 6. Pudovkin defende a idéia que o plano é como um“tijolo” da construção fílmica e que o material, ao serordenado, pode gerar qualquer resultado desejado, damesma forma que um poeta usa as palavras para criaruma percepção da realidade, o diretor de cinema usa osplanos como seu material bruto.Pudovkin, Film and technique
  • 7. A partir desta idéia do plano como “tijolo” daconstrução fílmica, Pudovkin fez várias experiências. Emseu trabalho com Lev Kuleshov, Pudokin sugere que omesmo plano justaposto com diferentes planossucessivos pode levar a diversos resultados nacompreensão do público, como naexperiência com o ator Ivan Mosjukhin:
  • 8. As experiências de Pudovkin - Original
  • 9. As experiências de Pudovkin - 2
  • 10. Como o público entendeu a experiência Um homem com fome Um marido triste Um adulto alegre
  • 11. A partir destas experiências, Pudovkin supera amontagem intuitiva em seu filme A Mãe, de 1926.Nesta obra, Pudovkin quis sugerir a alegria de umprisioneiro que seria libertado:“tentei afetar os espectadores não pela interpretaçãopsicológica do ator, mas pela síntese plásticatransmitida na montagem(...)Com a reunião dessas partes, nossa expressão da“alegria do prisioneiro tomou forma”.
  • 12. Fim