Unidade 5 cap_1_litosfera_2
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Unidade 5 cap_1_litosfera_2

on

  • 1,634 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,634
Views on SlideShare
1,631
Embed Views
3

Actions

Likes
1
Downloads
33
Comments
0

1 Embed 3

http://www.isj.org.br 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Unidade 5 cap_1_litosfera_2 Unidade 5 cap_1_litosfera_2 Presentation Transcript

  • TERRA, PLANETA DA VIDA
  • A palavra BIOSFERA quer dizer “ESFERA DE VIDA”.
  • A Biosfera terrestre possui uma infinidade de paisagens que guardam características das relações entre os seres vivos e o ambiente natural. Atualmente, os cientistas consideram o conjuntos de relações estabelecidas entre os seres vivos e os elementos da natureza (solo, água, ar e energia solar) como um ECOSSISTEMA.
  • A Litosfera (esfera das rochas) é a camada sólida que reveste a Terra. Essa camada é composta principalmente por rochas e pelos solos.
  • A Hidrosfera (esfera das águas) constitui a camada de água, composta pelos oceanos, mares, rios, lagos e geleiras, e está acomodada sobre a litosfera.
  • Atmosfera (esfera de gases) é a camada de gases que está sobre a litosfera e a hidrosfera, envolvendo toda a superfície terrestre.
  • A ESTRUTURA DA TERRA
  • Crosta terrestre: é a camada rochosa sólida da superficial da Terra, com espessura média de 40 km, formada basicamente por oxigênio, silício, alumínio, magnésia e ferro.
  • O Manto está localizado abaixo da crosta terrestre, é uma camada que possui espessura aproximada de 2900 quilômetros e temperatura média de 3400 ºC. O manto é constituído principalmente por silício e magnésio na forma de magma, uma material que se encontra fundido, em estado pastoso, devido as altas temperaturas.
  • Núcleo é a parte central da Terra, formada predominantemente por ferro e níquel, que se divide em duas partes: o núcleo externo, com cerca de 2250 km de espessura e 3000 ºC, e o núcleo interno, com aproximadamente 1220 km de espessura (até o centro da Terra) e temperaturas elevadíssimas, chegando a 6000 ºC.
  • A TERRA CONTA SUA HISTÓRIA
  • Houve épocas em que a Terra era muito quente, com muitas erupções vulcânicas.
  • Outras épocas em que os oceanos cobriam quase toda a superfície terrestre.
  • Houve épocas de glaciações.
  • Grande parte do passado do nosso planeta pode ser reconstituído pelo estudo e datação de minerais e fósseis encontrados em camadas rochosas da litosfera.
  • Os fósseis são marcas ou restos de animais e plantas que permaneceram conservados naturalmente milhões ou até bilhões de anos.
  • Um dos métodos mais utilizados e seguros para datar um mineral ou um fóssil é o radioatividade. Utilizando sofisticados aparelhos , os cientistas medem a quantidade de determinados elementos químicos radioativos. Assim é possível saber há quanto tempo determinado mineral formou-se e a idade de um fóssil de um animal ou planta.
  • As rochas são aglomerados formados por vários minerais, ou apenas um, e são encontrados em seu estado natural na crosta terrestre.
  • As rochas magmáticas são formadas a partir da solidificação do magma no interior da crosta, ou então pela solidificação de lavas que extravasam para a superfície terrestre através de erupções vulcânicas.
  • O basalto é uma rocha magmática, de cor escura, muito empregada na pavimentação de calçadas, ruas e estradas rurais e também como brita na construção civil. GRANITO PEDRA-POME
  • As rochas metamórficas são formadas a partir da transformação de outros tipos de rochas, sejam magmáticas ou sedimentares. Quando essas rochas são expostas a níveis elevados de temperatura e pressão, elas perdem suas características originais , transformando-se em rochas metamórficas.
  • MÁRMORE ARDÓSIA GNAISSE
  • As rochas sedimentares originam-se nas partes mais baixas do relevo, a partir do acúmulo de sedimentos desagregados, ou seja, partículas fragmentadas de outras rochas ou de matéria orgânica que podem ser transportadas pelo vento ou pela água e depositadas em diferentes locais. Após milhares de anos os sedimentos mais profundos unem-se uns aos outros, devido a grande pressão exercida pelos sedimentos depositados nas camadas superiores, dando origem as rochas sedimentares.
  • ARGILA CALCÁRIO ARENITO
  • Um dos elementos da natureza mais importantes para a humanidade é o solo, camada que se encontra na superfície da litosfera.
  •  
  • No solo, as plantas fixam suas raízes e retiram a água e os nutrientes necessários para o seu crescimento. Portanto, é nele que os seres humanos cultivam os vegetais, como cereais, frutas, legumes e verduras, ou seja, grande parte de sua alimentação.
  • Os solos são formados, principalmente, pela decomposição das rochas. Esse processo deve-se sobretudo à ação do calor solar, à ação dos ventos e da água das chuvas e da ação dos seres vivos.
  • A superfície terrestre possui uma área total de aproximadamente 510 milhões de km ². Essa superfície é formada por duas grandes porções: as terras emersas compostas por continentes e ilhas, e as terras imersas recobertas por oceanos e mares.
  • As planícies são formas de relevo mais ou menos planas e de origem sedimentar, pois nesses locais existe um acúmulo maior de sedimentos do que em outras formas de relevo. As planícies geralmente localizam-se em baixas altitudes, ou seja, são pouco elevadas em relação ao nível do mar.
  • Os planaltos são formas de relevo que possuem altitudes variáveis, geralmente situadas acima de 300 metros e que apresentam superfícies onduladas e irregulares. Os planaltos também se caracterizam por fornecer grande quantidade de sedimentos para as áreas mais baixas ao seu redor, formadas, muitas vezes, por planícies e depressões.
  • As depressões são formas de relevo que apresentam altitudes mais baixas do que as regiões que estão ao seu redor. Geralmente situam-se em altitudes que variam entre 100 e 500 metros e apresentam superfícies planas, pois foram intensamente desgastadas pela ação da água e do vento.
  • Quando a depressão fica abaixo do nível do mar, dizemos que é absoluta. Quando a depressão fica acima do nível do mar, mais abaixo das áreas vizinhas, dizemos que é relativa
  • As cadeias de montanhas reúnem na mesma região uma série de montanhas. As montanhas apresentam as superfícies mais elevadas do relevo continental, possuem encostas íngremes e, por isso, sofrem intensamente o desgaste provocado pelas águas, ventos e geleiras.