Redução de perdas em sistemas de abastecimento de água
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Redução de perdas em sistemas de abastecimento de água

on

  • 716 views

Redução de perdas em sistemas de abastecimento - ENEG 2013 - Encontro Nacional de Entidades Gestoras de Águas

Redução de perdas em sistemas de abastecimento - ENEG 2013 - Encontro Nacional de Entidades Gestoras de Águas

Statistics

Views

Total Views
716
Views on SlideShare
716
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
14
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Redução de perdas em sistemas de abastecimento de água Redução de perdas em sistemas de abastecimento de água Presentation Transcript

  • Redução de perdas em sistemas de abastecimento Rui Malheiro Coimbra, 4 de Dezembro de 2013
  • O problema 2
  • O problema Situação nacional O RASARP apresenta um balanço nacional do nível de eficiência das EG a vários níveis, um deles, a água não faturada. Indicador AA08 - água não faturada (%) Qualidade atual Média nacional (95% das EG) 30,7% Média Norte – área predominantemente urbana 25,8% Média Norte – área predominantemente rural Qualidade boa 51,3% [0% a 20%] Média Centro e Lisboa e Vale do Tejo – Área predominantemente urbana 21,2% Média Centro e Lisboa e Vale do Tejo – Área predominantemente urbana 44,2% Média Alentejo e Algarve – área predominantemente urbana 30,7% Média Alentejo e Algarve – área predominantemente rural 42,6% 3
  • O problema Agua não faturada – balanço hídrico Perdas aparentes Perdas de água Água Faturada Consumo faturado não medido Consumo não faturado medido Consumo não faturado não medido Uso não autorizado Faturar Água entrada no sistema Consumo autorizado não faturado Consumo faturado medido Água não Faturada Erros de medição Fugas nas condutas de adução e/ou distribuição Perdas reais Fugas e extravasamentos nos reservatórios de adução e/ou distribuição Fugas nos ramais (a montante do ponto de medição) Eliminar Consumo autorizado Consumo autorizado faturado 4
  • O problema As perdas reais (eliminar) • Fugas nas condutas de adução e/ou distribuição Através de pequenos orifícios ou sob a forma de grandes roturas que rapidamente se detetam à superfície. • Fugas e extravasamentos nos reservatórios de adução e/ou distribuição Através de extravasamentos por transbordo dos reservatórios e das aberturas resultantes da fissuração. • Fugas nos ramais Sob a forma de fugas nas juntas de inserção e ligação ou através de fugas e roturas ao longo dos ramais. 5
  • A solução Serviço de controlo de perdas Projeto chave na mão Vantagens ISA: 1. Solução de telemetria marca ISA: dataloggers e plataforma iWater 2. Mais de 20 anos de experiência em telemetria com mais de 70 000 produtos instalados pelo mundo 3. Solução chave na mão: telemetria, deteção e localização de fugas 4. Know-how de especialistas com elevada experiência no setor da água e no controlo de perdas em particular 5. Solução financeira - garantia de retorno do investimento da EG ou investimento ISA 6
  • A solução A solução financeira  Em termo financeiros, poderá ter-se: • Solução tipo renting; • Solução de contrato baseado na performance; • Solução de prestação de serviços tipo ESCO. Tendo por base estes modelos, a ISA adaptará a sua proposta às condições que melhor responderem às necessidades do cliente, podendo este optar por um dos modelos acima ou mais do que um, por exemplo: modelo de renting para cobrir custos fixos e contrato baseado na performance para cobertura de custos variáveis. 7
  • A solução Projeto chave na mão: abordagem 1. Apresentação do serviço de gestão de perdas de água à EG. 2. Avaliação do funcionamento hidráulico do sistema de abastecimento e caraterização geral do nível de eficiência, através dos dados existentes. 3. Desenho da solução de monitorização, avaliação da rentabilidade do projeto, apresentação de proposta e solução de financiamento. 8
  • A solução Projeto chave na mão: implementação 4. Implementação da solução de monitorização e inicio do projeto. 5. Análise dos dados na plataforma online, determinação de zonas prioritárias de atuação e potencial benefício. 6. Trabalho de campo: localização (ISA) e reparação das roturas (preferencialmente EG). 7. Monitorização remota e definição de nova zona prioritária de atuação. 9
  • A solução Processo: 10
  • A solução Recursos envolvidos • Solução de monitorização Caudalímetros Dataloggers Plataforma de dados Sensores de pressão Sondas de nível • Know-how Análise de dados Deteção e localização das fugas • Equipamentos e sensores de localização Geofones Correladores acústicos Caudalímetros portáteis • Mão-de-obra e materiais para reparação (Preferencialmente EG) 11
  • A solução Benefícios EG: • Redução de custos financeiros associados ao volume de perdas através de projeto de baixo custo. • Maior sustentabilidade económico-financeira da EG – redução de perdas e manutenção desses bons níveis de desempenho. • Melhor quantificação das perdas de água reais. Fugas reportadas Fugas não reportadas • Deteção mais rápida das perdas de água. • Melhor aproveitamento das infraestruturas existentes, permitindo adiar ou evitar novos investimentos. 12
  • A solução Benefícios EG (2): • Melhor desempenho no sistema de avaliação da qualidade de serviço promovido pela entidade reguladora (ERSAR) • Melhor performance ambiental ao minimizar o desperdício do recurso Água • Melhor imagem pública 13
  • OBRIGADO! Rui Malheiro – Product Manager rmalheiro@isasensing.com