Your SlideShare is downloading. ×
0
Métodos de recolha de dados questionario
Métodos de recolha de dados questionario
Métodos de recolha de dados questionario
Métodos de recolha de dados questionario
Métodos de recolha de dados questionario
Métodos de recolha de dados questionario
Métodos de recolha de dados questionario
Métodos de recolha de dados questionario
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Métodos de recolha de dados questionario

9,045

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
9,045
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
147
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Mestrado: Comunicação Educacional Multimédia Unidade Curricular: Metodologias de Investigação Educacional Professor: Luís Tinoca Grupo: MetódicosEMA 2- Métodos de Recolha de Dados (em Investigação Educacional)
  • 2. Mestrado: Comunicação Educacional Multimédia Unidade Curricular: Metodologias de Investigação Educacional Professor: Luís Tinoca Grupo: Metódicos1ª Parte da Actividade - análise em equipa sobre a utilização do questionário como método de recolha de dados Métodos de Recolha de Dados, o questionário1 - Métodos quantitativosOs métodos quantitativos são utilizados nas ciências sociais no âmbito da investigação empírica. Permitem recolher e tratar os dados/ informaçãode forma mensurável. As tabelas, as estatísticas e os gráficos, são exemplos de instrumentos utilizados nestes métodos para a apresentação dosresultados.A medição é uma característica da pesquisa quantitativa que possibilita a interacção entre o que é empírico e a “expressão matemática dasrelações quantitativas”.Na educação utilizam-se os métodos quantitativos juntamente com os métodos qualitativos. Esta associação contribui para uma maiorcompreensão dos fenómenos estudados.O questionário é um dos instrumentos muito utilizados na investigação em educação que contribui para a “expressão precisa de ideiasqualitativas” (1).2 - O questionário: conceito e enquadramentoPara Fortin (1999) o questionário é “um método de recolha de dados, junto dos indivíduos sobre factos, ideias, comportamentos, preferências,sentimentos, expectativas e atitudes”.Este método exige uma resposta por escrito a questões que são colocadas aos sujeitos. Normalmente é preenchido sem assistência.” É uminstrumento de medida que traduz os objectivos de um estudo com variáveis mensuráveis” Fortin (1999).
  • 3. Mestrado: Comunicação Educacional Multimédia Unidade Curricular: Metodologias de Investigação Educacional Professor: Luís Tinoca Grupo: MetódicosPara Pardal & Correia (1995), o questionário é um conjunto de questões estruturadas com o fim de obter dados das pessoas a quem se dirige. Oquestionário pode ser de administração directa quando é o próprio inquirido a registar as opções de resposta e de administração indirecta, quandoé o próprio investigador (ou inquiridor) que preenche em função das respostas dadas pelo respondente.O conteúdo do questionário deve incidir no objectivo e nas questões de investigação delineadas e deve abordar apenas os dados necessários.3 - Elaboração do questionárioNa elaboração do questionário deve ter-se em consideração as seguintes etapas:· Delimitar a informação pertinente a escolher - objectivos a que se destina e a entidade que o promove, neste caso o investigador(es);determinação da finalidade do questionário; constituição de categorias; precisão dos temas e dimensão; a extensão deve ter em atenção o públicoalvo, geralmente o seu preenchimento não deve ultrapassar 45 minutos, sob pena de os inquiridos dispersarem a sua atenção e concentração;· Formular as questões - escolher o tipo de questões (escolha fixa, de resposta livre, de facto ou de opinião, directas ou indirectas (associativasou projectivas) podendo ser misto); têm de ser claras e compreendidas pelos inquiridos, o vocabulário usado deve ser do conhecimento doinquirido e dominado pelo mesmo, não podem ser enviesadas; devem ter apenas uma ideia e não devem sugerir respostas desejáveis; não se deveincluir apenas duas questões numa só (double-barrelled questions), pois pode levar a respostas induzidas ou nem sempre relevantes, além de nãoser possível determinar qual das “questões” foi respondida, aquando o tratamento da informação; devem ter frases curtas, não conter palavras deduplo sentido, nem expressões negativas nem serem tendenciosas; não devem ter repetições; nas mais sensíveis, de natureza ideológica, religiosa,política e outras, deve escrever-se um parágrafo introdutório para preparar o inquirido da mudança de plano, para mais íntimo;· Sequenciar as questões e formatar - devem ser sequenciais; considerar que a ordem pode ter influência para quem responde; agrupar asquestões relativas ao mesmo tema; colocar no início questões de âmbito geral e que suscitam maior interesse e depois as específicas; os dadosbiográficos dos inquiridos podem ser registados no início ou no fim do questionário; as primeiras questões devem ser simples e objectivasevoluindo à medida do questionário para questões mais íntimas e mais complexas; colocar no final as questões de resposta aberta; a disposiçãodas questões e a apresentação devem ser tomadas em consideração (o aspecto gráfico deve ser cuidado quanto à estrutura e forma);· Rever o esboço do questionário - aplicar o guia de revisão das questões; submeter a apreciação critica;
  • 4. Mestrado: Comunicação Educacional Multimédia Unidade Curricular: Metodologias de Investigação Educacional Professor: Luís Tinoca Grupo: Metódicos· Efectuar o pré-teste - testar através de um pré-teste a eficácia e pertinência do questionário junto de uma amostra que reflicta a populaçãovisada, antes de se aplicar o questionário. O objectivo do pré-teste consiste em determinar e corrigir, omissões e equívocos do questionário;· Redigir a introdução e instruções - indicar o objectivo, o tempo requerido, os autores da investigação e as instruções de preenchimento.Resumindo, o investigador na elaboração do questionário deverá respeitar os seguintes pontos:Princípio da Neutralidade (libertar o inquirido do referencial de juízos de valor ou do preconceito do próprio autor).Princípio da Coerência (respostas coerentes com intenção da própria pergunta);Princípio da Clareza (questões claras, concisas e unívocas);4 - Tipos de questõesO questionário pode apresentar diversos níveis de estruturação: com questões fechadas em que o indivíduo é submetido a escolhas derespostas possíveis; e com questões abertas que possibilitam aos indivíduos darem as suas respostas.4 .1 Questões fechadasO inquirido apenas pode assinalar a resposta(s) perante as várias opções que lhe são apresentadas. Deste modo, o inquirido terá de identificar aresposta que pretende dar, dentro as opções facultadas.Categorias :• Questões de resposta única;• Questões de resposta múltipla;• Questões de escala.As questões de resposta fechada têm a vantagem do tratamento dos resultados ser facilitado pela codificação e normalização dainformação. A limitação de um questionário que apenas seja formado por questões fechadas é a pouca profundidade da informação.4. 2 Questões abertasNeste tipo de questões não há qualquer limitação às respostas a dar pelos inquiridos: estes respondem livremente à questão. O tratamento deinformação é mais difícil, mas os dados obtidos são mais completos, uma vez que revelam os motivos da tomada de posição dos inquiridos.
  • 5. Mestrado: Comunicação Educacional Multimédia Unidade Curricular: Metodologias de Investigação Educacional Professor: Luís Tinoca Grupo: Metódicos4.3 Questões semiabertasNuma questão semiaberta, estão envolvidas o tipo de resposta fechada e aberta, decorrentes de questões fechadas e questões abertas,respectivamente.5 - EscalasAtravés da utilização de escalas é possível medir aspectos como atitudes ou opiniões do público-alvo. Existem quatro tipos de escalas: deLikert , Visual Analogue Scales (VAS) , Numérica e de Guttman .A escala de Likert é do tipo de resposta psicométrica e é a escala mais usada em pesquisas de opinião.O formato típico de um item Likert é: 1. Não concordo totalmente 2. Não concordo parcialmente 3. Indiferente 4. Concordo parcialmente 5. Concordo totalmenteVisual Analogue Scales (VAS )Este tipo de escala baseia-se numa linha horizontal com 10 cm:A sua apreciação geral sobre o produtoPéssimo ____________________________X_____Excelente.O inquirido deve responder à questão assinalando na linha a posição que corresponde à sua opinião.
  • 6. Mestrado: Comunicação Educacional Multimédia Unidade Curricular: Metodologias de Investigação Educacional Professor: Luís Tinoca Grupo: MetódicosA escala Numérica deriva da escala anterior na qual a linha se apresenta dividida em intervalos regulares:PéssimoI ____I_____I_____I_____I_____I_____I ExcelenteA escala de Guttman é formada por um conjunto de respostas que estão hierarquizadas. Deste modo se um inquirido concordar com uma dasopções está a concordar com todas as que se encontram numa posição inferior na escala.6 – Vantagens, desvantagens e limitaçõesVantagens· Proporciona o conhecimento de vários parâmetros de uma dada população;· Possibilita quantificar uma multiplicidade de dados e proceder a numerosas análises de correlação;· Garante o anonimato das respostas;· Admite que os inquiridos respondam no momento que consideram mais oportuno;· Possibilita uma maior sistematização dos resultados obtidos e facilidade de análise;· Não é muito dispendioso;· Não requer muita habilidade de quem o aplica;· Possibilita uma “relação” impessoal;· Tem uma apresentação uniformizada (ordem igual para todos os sujeitos, as mesmas instruções…);
  • 7. Mestrado: Comunicação Educacional Multimédia Unidade Curricular: Metodologias de Investigação Educacional Professor: Luís Tinoca Grupo: MetódicosDesvantagens· Representatividade da população com a definição da amostra;· Pode ter custos elevados;· Indivíduo tratado como unidade estatística (perda das relações sociais entre os inquiridos);· Pequena percentagem de questionários correctamente/completamente preenchidos; taxa elevada de dados em falta;· Índice de devolução baixo; fraca taxa de respostas;· Aplicação depende das habilitações literárias dos inquiridos;· Dificuldade na concepção.7 - Análise dos dadosNesta fase procede-se à codificação das respostas, ao tratamento dos dados através da Análise_Quantitativa e/ou Análise_Qualitativa para deseguida se proceder à elaboração das conclusões.Bibliografia(1) A pesquisa quantitativa [online] . Disponível em: http://en.wikipedia.org/wiki/Quantitative_research e emhttp://en.wikipedia.org/wiki/Quantitative_method . Consultado em Novembro de 2010.
  • 8. Mestrado: Comunicação Educacional Multimédia Unidade Curricular: Metodologias de Investigação Educacional Professor: Luís Tinoca Grupo: Metódicoshttp://pt.wikipedia.org/wiki/Question%C3%A1rio. Consultado em Novembro de 2010.Almeida, J. F.(1994). Introdução à Sociologia, Universidade Aberta, Lisboa.Carmo, H. & Ferreira, M. (1998). Metodologia da Investigação - Guia para Auto-aprendizagem. Lisboa: Universidade Aberta.Fortin, M. (1999), O processo de Investigação, LusociênciaQuivy, R.& Campenhoudt, L. (1992). Manual de Investigação em Ciências Sociais. Lisboa: Gradiva.Rojas, R. O. (2001), El Cuestionario; [online] Disponível em http://www.nodo50.org/sindpitagoras/Likert.htm (consultado em 2 de Abril)

×