Vias aéreas parte 1.

3,340 views
3,202 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,340
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
66
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Vias aéreas parte 1.

  1. 1. VIAS AÉREAS – parte 1Professor: Carlos Jesus Pereira HaygertMonitora: Isadora Cristina Olesiak CordenonsiUniversidade Federal de Santa MariaDiagnóstico por imagem
  2. 2. Referências bibliográficas –Importante! Wiliam E. Brant, ClydeA. Helms; Fundamentals of DiagnosticRadiology; vol2, chapter 12; LANGE; Radiologia básica; 2° edição, capítulo 4; Stern; Chest Radiology; chapter 1, 2 e 13; http://www.slideshare.net/TARIK022/radiologa-torcica-3286791 Moore
  3. 3. Métodos: identificação básica
  4. 4. Identificação RX Scout deTC TC janela de parênquima TC janela de mediastino com contraste TC janela de mediastino sem contraste RM
  5. 5. RX
  6. 6. Scout daTC
  7. 7. TC com janela para parênquima
  8. 8. TC com janela para mediastino com contraste
  9. 9. TC com janela para mediastino sem contraste
  10. 10. RM ponderada emT1
  11. 11. Treine...
  12. 12. Treine:
  13. 13. Vias aéreasFossas nasaisFaringeLaringeTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos
  14. 14. TRAQUÉIA
  15. 15. Vias aéreasTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos
  16. 16. Vias aéreasTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos
  17. 17. Vias aéreasTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos
  18. 18. Vias aéreas
  19. 19. Vias aéreas
  20. 20. Vias aéreasTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos Anéis cartilaginosos em forma de C; Membrana traqueal posterior: músculo e tecidoconjuntivo; Identações na parede lateral esquerda datraquéia distal  arco aórtico;
  21. 21. Vias aéreasTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos 12cm; Transparência cilíndrica da cartilagem cricóideaté os brônquios principais; Normal ligeiro desvio da traquéia para a direita;
  22. 22. Vias aéreasTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos Linha paratraqueal direita (interface do LSDcom parede lateral direita da traquéia): nãodeve ultrapassar 4mm ; Parede paratraqueal esquerda circundada portecido adiposo e vasos mediastinais normalmente não é vista na radiografia;
  23. 23. Repare como a traquéia apresenta-se em umexame em expiração...
  24. 24. BRÔNQUIOSPRINCIPAISLOBARESSEGMENTARES
  25. 25. Vias aéreasTraquéiaBrônquios –PRINCIPAISLOBARESBronquíolosAlvéolos Brônquios principais originam-se da traquéiana carina; Brônquio direito: ângulo mais obtuso com oeixo longo da traquéia; Direito(2,2cm) mais curto que oesquerdo(5cm);
  26. 26. Vias aéreasTraquéiaBrônquios –PRINCIPAISLOBARESBronquíolosAlvéolosBPD: BLSDBI - BLMBI – BLIDBPE: BLSEBLIE
  27. 27. BRÔNQUIOSFISSURAS
  28. 28. Pulmões – lobos - fissuras Direito: 3 lobos (fissura oblíqua = maior e a horizontal =menor) Esquerdo : 2 lobos (fissura oblíqua)
  29. 29. Vias aéreasTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos Fissuras interlobares: invaginações da pleura;
  30. 30. Cisura maior esquerda maisverticalizada
  31. 31. Pleuras – derrame pleural intrafissural
  32. 32. Pleura visceral
  33. 33. Fissuras Completas ou incompletas Em boa parte dos indivíduos elas são Incompletas.
  34. 34. Fissuras Por que devo saber que as fissuras podem ser incompletas? R: fluxo colateral pelos canais de Lambert e poros de Kohnspode permitir que o lobo permaneça aerado apesar dacompleta obstrução de seu brônquio;
  35. 35. FissurasCanais de Lambert: vias aéreas acessórias entre bronquíolosrespiratórios ou espaços aéreos ventilados por outras viasaéreas;Poros de Kohn: poros cilíndricos que comunicam alvéolosadjcentes;
  36. 36. Atelectasia Diminuição de volume do segmento, deslocamento de uma ou maisfissuras interlobares em direção à parte atelectasiada, desvio do mediastinopara o lado envolvido, deslocamento hilar, estreitamento dos espaçosintercostais e hiperinsuflação dos outros lobos / segmentos não atelectasiadosde forma compensatória.
  37. 37. Ex: Colapso doLSDObservardeslocamento defissura!
  38. 38. Atelectasia do lobosuperior direito
  39. 39. Atelectasia do Lobo Sup. D.
  40. 40. O que está anormal?
  41. 41. O que está anormal?
  42. 42. O que está anormal?
  43. 43. Atelectasia LSDSinal do S de GoldenCausado porcarcinomabroncogênicoNote deslocamentoda fissura menor,elevação da cúpuladiafragmáticadireita...
  44. 44. Atelectasia do Lobo Médio
  45. 45. Impacto mínimosobre volume totaldo hemisfériodireito (é o menordos lobos) LS e LIinferior compensama perda de volume;
  46. 46. Atelectasia loboinferior direito
  47. 47. Observar:Sinal de LuftsichelElevaçãohemidiafrgmaesquerdoSinal da silhueta(língula atelectasiadatambém)
  48. 48. Atelectasia do loboinferior esquerdoAtelectasias de lobosinferiores deslocamo hilo posterior emedialmente;
  49. 49. Ateloectasia do loboinferior esquerdo
  50. 50. Atelectasia do LIE
  51. 51.  Atelectasia LIE: Opacidade triangular na área retrocardíacaem incidência frontal; Fissura oblíqua deslocada maisposteriormente e rodada em orientaçãomais sagital do que a orientação coronalnormal;
  52. 52.  Atelectasia LIE: Ligamento pulmonar inferior: folha detecido conjuntivo/ pleura visceral e parietalfundidas  ligação do LI ao mediastino;Se estende do hilo até o diafragma;TC: pequeno bico de pleura mediastinaldirigido lateralmente;responsável pela configuração triangular ecolabamento medial do LIE;
  53. 53. Atelectasia totalunilateral, sinal dasilhueta;total unilateral
  54. 54. Atelectasia Obstrução de brônquio por carcinomabroncogênico sempre deve ser consideradaem adulto com atelectasia lobar; Nas crianças: mais comum aspiração porCE; ObstruçãoVA menores: tampões de muco(comum em pacientes entubados ou doençacrônica dasVA);
  55. 55. Tumor causando atelectasiaTumorendobrônquico Fora do brônquioCâncer de pequenascels não diferenciadoCâncer de celsescamosasLN aumentadoscausandocompressãoextrínseca
  56. 56. Atelectasias laminares
  57. 57. Atelectasias laminares
  58. 58. Atelectasias laminares
  59. 59. Atelectasias laminares
  60. 60. Sinal da silhuetaLobo médio: borra o contorno direito do coração.Língula: borra o contorno esquerdo do coração.Segmentos basais: borram o contorno do diafragma*** (olharimagens anteriores para ver quais).
  61. 61. 1. Qual lobo está afetado? Por quê?É atelectasia?
  62. 62. 1. Qual lobo está afetado? Por quê?Lobomédio(segmentomedial e lateral;Borra contornocardíaco direitoE não é atelectasia!A fissura horizontalnão está deslocada.
  63. 63. Qual lobo está afetado? Por quê?
  64. 64. Qual lobo está afetado? Por quê?Língula pois borracontorno cardíacoesquerdo
  65. 65. Em que lobo está essa lesão?
  66. 66. Resposta: LIDImportância doperfil;Importância daausência do sinal dasilhueta;
  67. 67. Lembre-se! Hemidiafragma direito geralmente 1 a1,5cm mais alto que o esquerdo; Processos espinhosos das vértebras torácicasdevem estar sobrepostos no centro dacoluna de ar da traquéia; Borda cardíaca direita geralmente repousalogo à direita da coluna torácica;
  68. 68. Brônquios segmentares
  69. 69. Esquerdo
  70. 70. Pulmão direito
  71. 71. Superior: direitoinferior: esquerdo
  72. 72. Vias aéreasTraquéiaBrônquiosBronquíolosAlvéolos Pulmão direito: LSD: anterior, apical e posterior; LM: medial e lateral; LID: superior, basal medial, basal lateral,basal anterior, basal posterior; Pulmão esquerdo: LSE: apicoposterior, anterior,superior(língula), inferior(língula); LIE: segmento superior, basal antero-medial, basal lateral e basal posterior;
  73. 73. E agora? Se borrar arco aórtico qual o segmentoafetado?
  74. 74. E agora? Se borrar arco aórtico qual o segmentoafetado? Apico posterior (LSE)
  75. 75. E agora? Se borrar aorta ascendente qual o segmentoafetado?
  76. 76. E agora? Se borrar aorta ascendente qual o segmentoafetado? Anterior (LSD) ou segmento medial (LM)
  77. 77. O que foi visto até agora? Anatomia dos brônquios lobares e segmentares; Fissuras maior e menor (completas e incompletas); Divisão em lobos e segmentos; Apresentação das atelectasias- correlação com anatomia; Sinal do S de Golden; Sinal de Luftsichel Sinal da Silhueta....
  78. 78. BronquíolosContinua na próxima...
  79. 79. Referências bibliográficas Wiliam E. Brant, Clyde A. Helms; Fundamentals ofDiagnostic Radiology; vol2, chapter 12; LANGE; Radiologia básica; 2° edição, capítulo 4; Stern; Chest Radiology

×