• Like
Pnl orientaesgerais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Pnl orientaesgerais

  • 891 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
891
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
10
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Plano Nacional de Leitura Orientações Gerais
  • 2. 1- Papel das Bibliotecas
    • O PNL, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros, salienta o papel central das bibliotecas na promoção da leitura.
    • No processo de selecção e gestão dos livros, cuja aquisição é financiada pelo PNL, os coordenadores das BE e das BP deverão apoiar os docentes dos diferentes agrupamentos (incluindo os das escolas que ainda não integraram a RBE).
  • 3. 2- Os Livros nas Escolas
    • Assegurar a execução do PNL implica que nas escolas:
    • Se alargue substancialmente o número de títulos adequados aos diferentes níveis de leitura dos alunos, tomando como referência as listas de obras recomendadas pelo PNL;
    • No quadro de cada agrupamento, se trabalhe em rede e se possa beneficiar do apoio das BP e das BE.
  • 4. 2.1- Livros para Leitura Orientada na Sala de Aula
    • É indispensável que os docentes tenham disponíveis, no
    • Jardim-de-infância : um exemplar de cada uma das obras que escolherem para a leitura diária (Programa Está na hora da leitura )
    • 1.º ciclo : conjuntos de exemplares de cada obra escolhida para leitura diária , de forma a permitir um livro para dois alunos, nos momentos de leitura colectiva (Programa Está na hora dos livros ).
    • 2.º Ciclo : conjuntos de exemplares de cada obra escolhida para leitura semanal … (1livro/2 alunos) (Programa Quantos mais livros melhor )
    • Para ampliar a diversidade de obras, deve
    • - promover-se o intercâmbio entre as turmas e escolas do agrupamento;
    • - recorrer-se ao empréstimo temporário da BP
  • 5. 2.2- Livros para leitura autónoma e para realização de projectos
    • A existência de uma razoável diversidade de obras, abrangendo todos os géneros, adequados à idade dos alunos, cobrindo um amplo leque de interesses propicia a leitura autónoma e estimula a elaboração de projectos;
    • As BE deverão possuir um exemplar das obras destinadas a leitura autónoma e apoio a projectos. Das mais requisitadas, devem ser adquiridos novos volumes. Além disso, deve recorrer-se à BP.
  • 6. 3- Orientações do PNL para o planeamento dos livros a adquirir
    • Trabalhar numa base de intercâmbio solidário exige que, em cada agrupamento, as escolas façam o planeamento da aquisição de livros em conjunto para os livros possam circular entre as escolas e assim se possa ampliar o leque de obras à disposição de alunos e professores.
  • 7. 3.1- Princípios para aquisição dos livros
    • Os fundos atribuídos pelo PNL destinam-se prioritariamente à aquisição de conjuntos de exemplares:
    • No mínimo , um conjunto de títulos para cada nível de leitura de cada ano de escolaridade (1.º ciclo – 12 conjuntos; 2.º ciclo – 6 conjuntos), salvaguardando a existência de 1 exemplar para 2 alunos
    • Se for possível adquirir outros conjuntos de obras, de outros géneros, de outros autores, tendo sempre por objectivo ampliar a leitura na sala de aula
  • 8. 3.2- Processo de Selecção/Aquisição
    • BE, BP e Professores devem trabalhar em conjunto.
    • Determinar o número de exemplares de cada título para leitura orientada na sala de aula, tendo em conta:
    • O número de turmas e o número de alunos,
    • O tempo previsto para a leitura dos livros seleccionados,
    • A possibilidade de se efectuar a rotação dos conjuntos de livros entre as turmas da escola e entre as escolas do Agrupamento.
  • 9. 3.3- Organização e gestão em rede de livros
    • Assegurar
    • O tratamento técnico das obras, realizado pela BP;
    • Que todas as obras sejam:
      • Integradas no catálogo comum das bibliotecas escolares;
      • Consideradas um fundo documental à disposição de todas as escolas de um mesmo agrupamento;
      • Postas à disposição dos professores, mediante a organização de calendários de rotação dos livros entre as várias turmas de uma mesma escola.
  • 10. 4. Troca de experiências
    • Os docentes deverão efectuar um intercâmbio solidário de informação e de experiências sobre a leitura orientada na sala de aula e sobre a leitura autónoma, com o apoio dos coordenadores e das equipas da BE, em articulação com as BP.
  • 11. 5. Organização e dinamização de iniciativas de promoção de leitura
    • 5.1- Sugestões do PNL, RBE, DRE’s:
      • Concurso Nacional de Leitura;
      • Semana da Leitura;
      • Feiras do Livro;
      • Encontros com autores;
      • Festas centradas no Livro e na leitura dirigidas à participação de pais e encarregados de educação;
      • Leituras encenadas
      • Concursos e prémios promovidos por patrocinadores do PNL
  • 12. 5. Organização e dinamização de iniciativas de promoção de leitura
    • 5.2- Iniciativas e Projectos da própria BE;
    • 5.3- Divulgação das iniciativas e projectos da BE:
      • Em site da escola ou da BE;
      • No boletim ou jornal da escola/biblioteca (impresso ou on-line);
      • Enviando informação ao PNL e à RBE;
      • Através da Comunicação Social, nacional ou local, e por outros meios adequados.
  • 13. 5. Organização e dinamização de iniciativas de promoção de leitura
    • 5.4- Organização de candidaturas a projectos que permitam o financiamento das BE’s e de projectos de promoção de leitura;
    • 5.5- Iniciativas das Associações de Pais ou promovidas em colaboração com os pais:
      • Para fomentar a leitura em família e a leitura autónoma;
      • Para promover o apoio das famílias às actividades da escola.
  • 14. 5. Organização e dinamização de iniciativas de promoção de leitura
    • 5.6- Organização de voluntariado:
      • Nas actividades da BE,
      • Promovendo leitura e debates na BE,
      • Promovendo a leitura com convidados, nas salas de aula,
      • Organizando tutorias de leitura para carenciados;
    • 5.7- Participação na angariação de patrocinadores e de diferentes modalidades de apoio à BE, nomeadamente para a aquisição de livros.
  • 15. 6. Formação de docentes na área da promoção da leitura
    • Iniciativas [contextualizadas] em articulação com:
      • RBE
      • DRE
      • Centros de Formação de Docentes
    • Acções de formação/encontros com carácter formativo/reuniões para:
      • Divulgar orientações do PNL sobre promoção de leitura na sala de aula,
      • Debater práticas que as concretizem,
      • Programar actividades sugeridas pelos programas e orientações do PNL;
      • Efectuar intercâmbio de materiais, “Kits”, fichas de apoio a actividades de leitura.
  • 16. 7- Divulgação e incentivo à participação das escolas em iniciativas
    • Das BP, para incentivar a participação de docentes, discentes e família,
    • Do Programa de Acções de Promoção da Leitura, desenvolvido pela Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, em parceria com as Bibliotecas Municipais – acções de formação e ateliers,
    • De promoção da leitura, em parceria, para o público escolar e também para outros públicos.