Trabalho 8

285 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
285
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Trabalho 8

  1. 1. SESSÃO 8<br />Apresentação do Portefólio<br />“Eu sou os livros que li!”<br />Jorge Luís Borges<br />Este relatório tem como objectivo fazer uma breve reflexão crítica sobre o Círculo de Estudo “ Biblioteca Escolar – Instrumentos de desenvolvimento curricular”.<br />Nesta apreciação crítica, referirei, em primeiro lugar, a relevância dos conteúdos relativamente aos objectivos da acção e à melhoria da minha prática enquanto professora bibliotecária. De seguida, analisarei a adequação da metodologia utilizada em relação aos objectivos e aos destinatários e a utilidade e adequação dos materiais utilizados. Finalizarei fazendo uma apreciação global da acção.<br />Apreciação crítica<br />Ao longo das diversas sessões, foram abordados os conteúdos que considero terem sido os adequados para os objectivos definidos:<br />- Melhorar a qualificação dos docentes na área da gestão das bibliotecas escolares.<br />- Conhecer os princípios, modelos e práticas implicadas no processo de gestão das bibliotecas.<br />- Executar tarefas de organização técnica e de gestão dos recursos de informação.<br />- Entender o seu enquadramento no contexto da escola/ agrupamento, sociedade da informação.<br />- Compreender o papel da biblioteca na educação e nas aprendizagens, assegurando uma gestão curricular. <br />- Conhecer e reflectir sobre o Modelo de Avaliação da Biblioteca Escolar. <br />Foram abordados os seguintes conteúdos: <br />1- Mapa conceptual de base: os conceitos, significado e abrangência / Missão e Objectivos da BE no contexto da sociedade de informação e do conhecimento / O perfil e competências do Professor -Bibliotecário na era da informação/ Importância da Gestão de Informação no contexto da escola actual/ A BE como plataforma da aprendizagem. <br />2. Literacia da Informação<br />3. A leitura no contexto da sociedade de informação e do conhecimento <br />4- Gestão dos Recursos de Informação<br />5- Modelo de Auto Avaliação<br />Neste Círculo de Estudos definiram-se inicialmente, e de forma clara, os objectivos e os critérios de avaliação a atingir pelos formandos. <br />Este Círculo de Estudos, para além de me proporcionar um conhecimento mais aprofundado sobre vários aspectos relacionados com as Bibliotecas Escolares, ajudou-me no desenvolvimento de competências que me permitem, de futuro, desempenhar o meu papel de professora bibliotecária com mais consistência.<br />Considerei pertinentes e adequadamente tratados, tanto os temas como as metodologias e os conteúdos abordados. A reflexão e o debate promovidos, materializados nos exercícios propostos, e o trabalho final autónomo constituíram para a minha prática como professora bibliotecária uma mais-valia.<br />As estratégias utilizadas, ao longo das diferentes sessões foram adequadas, tanto em termos de selecção como de implementação, com o necessário equilíbrio entre a componente prática e a teórica, tornando as sessões dinâmicas e vivas. <br />Os trabalhos práticos propostos foram de grande utilidade, porque proporcionaram momentos de debate e troca de pontos de vista muito interessantes.<br />Os trabalhos individuais foram úteis, podendo ser utilizados na prática diária.<br />Quanto aos meios utilizados e aos materiais fornecidos, estes foram de qualidade, adequados aos formandos e ao bom desempenho global do Círculo de Estudos e muito úteis para a minha prática diária. <br />Conclusão<br />Penso que os objectivos definidos para esta acção foram atingidos de modo muito satisfatório. <br />Para este sucesso contribuiu decisivamente o interesse dos conteúdos abordados, a escolha adequada das metodologias, o desempenho dos formadores e o empenho e motivação de todo o grupo de trabalho.<br />Desenvolveu-se numa perspectiva de formação em que a aplicação prática dos saberes, aliada a uma adequada dinâmica pedagógica, promovendo o debate e a troca de experiências e saberes, constituiu um verdadeiro enriquecimento para mim, com claras implicações na minha prática. <br />A relação formadores/formandos foi muito boa, conseguindo-se a criação de uma empatia favorável ao desenvolvimento da acção da acção.<br />A relação entre os formados foi igualmente muito boa e muito activa, com dinamismo nos encontros, através dos debates, dos trabalhos de grupo, da troca de impressões e vivências. Foi um espaço de enriquecimento mútuo.<br />Julho de 2010<br />A Formanda<br />Maria Isabel Marreiros Rosa<br />

×