Actividades experimentais

3,445 views
3,249 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,445
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Actividades experimentais

  1. 1. Agrupamento de EscolasPadre António Martins de OliveiraEscola Básica do 1º ciclo de Lagoa Actividades Experimentais 3º Ano Turma A Trabalho colectivo Professora Fernanda Joaquim Ano Lectivo 2010/2011
  2. 2. Escola Básica do 1º ciclo de Lagoa “Observação dos pulmões de uma vitela” Ano Lectivo 2010/2011 3º Ano A Trabalho colectivo Professora Fernanda
  3. 3. Objectivos• Realizar a actividade experimental tendo em conta as regras de segurança necessárias ao manuseamento de objectos cortantes• Observar os pulmões do animal.• Observar a traqueia, os brônquios e os bronquíolos• Observar os pulmões cheios de ar e vazios• Sentir com o tacto o esvaziamento dos alvéolos pulmonares.Introdução Na turma do 3º A os alunos estão a estudar o corpo humano, em especial a função respiratória. Na impossibilidade de observar uns pulmões humanos, observamos, manipulamos e abrimos uns pulmões de vaca.Procedimento Experimental Observamos os pulmões completamente vazios e tomamos atenção ao seu volume.
  4. 4. Vimos a traqueia e os brônquios. Como os brônquios estavam ambos cortados, introduzimos um tubo num brônquio e supramos.Verificamos que os pulmões se enchiam quando soprámos. Os pulmõesficaram mais claros quando tinham ar e quando saia o ar ficavam maisescuros.De seguida, com os pulmões cheios, sentimos os alvéolos pulmonares queestalavam nos nossos dedos quando apertámos.Material:
  5. 5. Xis acto Tubo Pulmões de vitelaCuidados de Segurança Cuidados com o xis acto porque podíamo-nos cortar. Tivemos ocuidado de não colocar a mão ao pé da lâmina. Não andar com o xis acto namão desnecessariamente.ConclusõesDentro da nossa caixa torácica estão os pulmões e o coração.A traqueia é formada por cartilagem e divide-se em dois tubos chamadosbrônquios.Cada brônquio entra num pulmão e divide-se em bronquíolos que terminamnos alvéolos pulmonares, onde se dá a hematose (o sangue troca ooxigénio pelo dióxido de carbono).Bibliografia • Vieira da Silva, Conceição; Monteiro, Maria de Lurdes, Júnior - Estudo do Meio; Texto Editores
  6. 6. Escola Básica do 1º ciclo de Lagoa “Observação do coração de uma vitela” Ano Lectivo 2010/2011 3º Ano A Trabalho colectivo Professora Fernanda
  7. 7. Objectivos• Realizar a actividade experimental tendo em conta as regras de segurança necessárias ao manuseamento de objectos cortantes• Observar o coração do animal.• Observar as cavidades do coração: aurícula direita, ventrículo direito, aurícula esquerda e ventrículo esquerdo.• Observar as artérias e as veiasIntrodução A função circulatória está dependente de um órgão principal que é responsávelpela circulação do sangue no nosso corpo. Esse órgão é o coração. Observando um coração semelhante ao nosso podemos compreender como tudose passa no nosso organismo. Por este motivo observamos e abrimos um coração devitela para vermos ao vivo a estrutura de um coração.Procedimento Experimental Observamos o coração de uma vitela. Vimos que o coração é um músculo especial. Observámos alguns tubos (artériase veias) por onde circula o sangue.
  8. 8. De seguida abrimos o coração e vimos que tem quatro cavidades. Comparando onosso coração com uma imagem que pesquisamos ficamos mais esclarecidos acerca doseu funcionamento: O coração recebe o sangue carregado de dióxido de carbono e empurra-o para ospulmões para o trocar por oxigénio (hematose). Recebe o sangue que vem dos pulmõescarregado de oxigénio, no lado esquerdo e empurra-o para todo o nosso corpo através daartéria aorta. Passando pelos rins para ser filtrado.
  9. 9. Material: Xis acto Coração de vitelaCuidados de Segurança Cuidados com o xis acto porque podíamo-nos cortar. Tivemos o cuidado de nãocolocar a mão ao pé da lâmina. Não andar com o xis acto na mão desnecessariamente.ConclusõesDentro da nossa caixa torácica estão os pulmões e o coração.O nosso coração é o órgão mais importante do sistema circulatório. Está dividido emquatro cavidades: duas aurículas e dois ventrículos. Na aurícula e no ventrículo direitoscircula o sangue venoso (sem oxigénio) e na aurícula e no ventrículo esquerdos circulao sangue arterial (com oxigénio)Bibliografia • Vieira da Silva, Conceição; Monteiro, Maria de Lurdes, Júnior – Estudo do Meio; Texto Editores • http://mmspf.msdonline.com.br/pacientes/manual_merck/
  10. 10. Escola Básica do 1º ciclo de Lagoa “Observação de um rim” Ano Lectivo 2010/2011 3º Ano Trabalho colectivo Professora FernandaObjectivos
  11. 11. • Realizar a actividade experimental tendo em conta as regras de segurança necessárias ao manuseamento de objectos cortantes.• Observar o rim de um animal.• Observar o uréter e os vasos sanguíneos.• Sentir com o olfacto o cheiro do interior do rim.Introdução Na turma do 3º A os alunos estão a estudar o corpo humano, em especial a função excretora. Como não é possível observarmos um rim humano, observámos um rim de vitela.Procedimento ExperimentalO rim estava coberto de gordura.Retirámos a gordura. E ficou o rim descoberto. Vimos que tinha a forma de um feijão.Observámos o uréter que conduz a urina até à bexiga.
  12. 12. De seguida abrimos o rim.Observamos uma zona mais branca que se chama bacinete. Levantamosuma parte dessa zona branca e vimos os cálices e as pirâmides de Malpighi. Material:
  13. 13. Xis acto Tesoura Faca Rim de vitelaCuidados de Segurança Cuidados com os objectos cortantes para não nos magoarmos. Èperigoso brincar com objectos cortantes sem a supervisão de um adultoConclusõesO nosso rim tem a forma de um feijão.É o órgão mais importante do sistema excretor. Porque é nele que o nossosangue é filtrado. Quando as pessoas não têm os rins a funcionar têm defazer diálise (o sangue passa todo por uma máquina que o filtra).A urina é formada no rim e é conduzida pelo uréter até à bexiga quequando está cheia nos dá vontade de urinarA urina sai pela uretra.Bibliografia • Vieira da Silva, Conceição; Monteiro, Maria de Lurdes, Júnior - Estudo do Meio; Texto Editores • http://www.google.pt/imgres? imgurl=http://www.calculorenal.org/img/rim_estrutura.

×