Escola Básica e Secundária Professor
Reynaldo dos Santos
Português - 6º D
A Fuga do Polo Norte
Certo dia uma família de ur...
A família dos ursos libertou o golfinho, este agradeceu e ofereceu-se para seguir
viagem com eles.
Um dia, a família dos u...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Texto Narrativo - A fuga dos ursinhos

1,021
-1

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,021
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Texto Narrativo - A fuga dos ursinhos

  1. 1. Escola Básica e Secundária Professor Reynaldo dos Santos Português - 6º D A Fuga do Polo Norte Certo dia uma família de ursos viu-se forçada a abandonar o Polo Norte, devido a circunstâncias extraordinárias: o gelo começou a derreter. O degelo do Polo Norte levou a que o Urso Branco decidisse abandonar o lugar onde tinha vivido para ir ter com o seu amigo Xavier, o pinguim. Xavier tinha abandonado o Polo Norte há muitos anos, e agora vivia numa floresta, a muitos quilómetros de distancia. O aventureiro e corajoso Urso Branco, com a sua família, já ia a caminho da floresta quando encontrou um golfinho a bater com a cabeça num iceberg e a resmungar: - Só me acontece a mim! De repente ouviu-se um estranho ruído que chamou a atenção da família dos ursos, nomeadamente do ursinho que movido pela sua curiosidade foi ver o que tinha acontecido. - Papá, mamã, o golfinho levou com um pedaço de iceberg em cima e não se consegue libertar. - Então vamos ajudá-lo! – retorquiu o Urso Branco.
  2. 2. A família dos ursos libertou o golfinho, este agradeceu e ofereceu-se para seguir viagem com eles. Um dia, a família dos ursos foi despertada de um sono profundo pelo ruído provocado por uma foca a flutuar num pedaço de gelo rodeada por tubarões sedentos de sangue. Seguindo o ruído aterrador emitido pela foca em pânico, aproximaram-se do local e viram que a foca tinha perdido uma parte da cauda. Ao ver a foca cercada pelos tubarões, o astuto golfinho resolveu “servir de isco”, aos tubarões, permitindo que o Urso Branco salvasse a foca. - Obrigado por me ter salvo a vida! Lamento a perda do vosso amigo. – disse a foca. - Não te preocupes! Estou certo de que ele conseguirá escapar aos tubarões. É uma questão de tempo! – retorquiu o Urso Branco. - O meu marido nunca se engana! – disse a Ursa Maior . Passados alguns dias, houve um terramoto e a Ursa Menor ficou presa debaixo de uma árvore, tendo-se aberto uma fenda no chão, permitindo ver um rio subterrâneo onde avistaram o golfinho que se deslocava para a superfície. O Urso Branco com a ajuda da sua família e da foca removeu a árvore , salvando a Ursa Menor. Entretanto, apareceu o Xavier, o pinguim que, de uma forma calma, os convidou para ficarem a viver na sua casa, onde nada lhes faltaria. Finalmente, a família dos ursinhos pode viver feliz para sempre. Autores: Paulo Santos Ricardo Oliveira Soraia Figueira

×