A região e os transportes
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

A região e os transportes

on

  • 975 views

Trabalho da aluna:

Trabalho da aluna:
Cláudia Rocha

Statistics

Views

Total Views
975
Views on SlideShare
975
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
9
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

A região e os transportes A região e os transportes Presentation Transcript

  • A REGIÃO E OESPAÇONACIONALCláudia Rocha Nº 7 11º FEscola Secundária Professor Reynaldo Dos Santos
  • REGIÕES ADMINISTRATIVAS DEPORTUGALEntre Douro – e - MinhoBeira LitoralEstremadura e RibatejoAlgarveTrás os Montes e Alto DouroBeira InteriorAlentejo
  • ENTRE DOURO E MINHOAbrange a área dos municípios incluídos nosdistritos de:• Viana do Castelo; Braga; Porto;• Aveiro (apenas Espinho e Castelo de Paiva);• Viseu (apenas Cinfães).É das regiões mais antigas de Portugal.O seu clima é, mais a norte frio com grande precipitaçãono Inverno e moderado no Verão.O seu relevo é caracterizado por uma planície no litoral epor colinas e serras no interior. As suas principaisculturas o trigo, o milho, legumes e a vinha.Possui indústrias de fiação de tecidos, cutelarias eferragens, construção naval, indústrias extrativas, detêxteis e de vinhos.A sua flora é caracterizada por imensos pinhais. Nointerior, o eucalipto tem vindo a substituir os carvalhos.A sua cultura é rica no folclore minhoto que se realçanas festas e romarias.Voltar
  • Abrange a área dos municípios incluídos nosdistritos de:• Vila Real; Bragança;• Viseu (apenas Lamego, Armamar, Tabuaço eS. João da Pesqueira);• Guarda (apenas Meda e Vila Nova de FozCôa).TRÁS OS MONTES E ALTO DOUROEsta província portuguesa foi criada em 1936.O clima desta região é um clima temperado sendo maisfrio nas zonas da Serra e mais ameno ao longo do RioDouro.O seu relevo é caracterizado por terreno plano, valesjunto ao Rio Douro e zonas montanhosas, tendo comorochas predominantes, o granito, o xisto e o quartzo.As suas principais produções agrícolas são aamendoeira e a vinha, sendo de realçar a cultura dovinho do Porto. É uma região rica em dialetos comopor exemplo o sendinês, o guadramilês e o riodonorês.Aqui fala-se também o mirandês, oficializado comolíngua em 1989.Voltar
  • Abrange a área dos seguintes municípiosincluídos nos distritos de:• Aveiro;• Viseu;• Leiria;• Coimbra.BEIRA LITORALVoltarO seu relevo é aplanado junto ao litoral e rochoso nointerior (serras). Tendo como rochaspredominantes, o xisto, o granito e o volfrâmio.É uma região rica em atividade industrial emdetrimento da atividade agrícola.Esta região é uma das mais ricas em belezaarquitetónica e é nesta região que se encontra omais antigo estabelecimento de ensino universitáriodo país e um dos mais antigos da Europa que é aUniversidade de Coimbra.
  • Abrange a área dos seguintes municípiosincluídos nos distritos de:• Guarda (Aguiar da Beira, Almeida, Celorico daBeira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos deAlgodres, Gouveia, Guarda, Manteigas,Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso);• Castelo Branco.BEIRA INTERIOREsta região é, na parte norte, a mais fria do paísdevido à sua altitude. No Verão, o seu clima ébastante quente.O seu relevo é muito montanhoso devido aogrande número de serras existentes.A nível industrial devemos salientar a indústria delanifícios e dos lacticínios, as indústrias extractivas,como por exemplo o ouro, a indústria do fabricode papel, pelo facto desta região ser uma das maisricas em florestas.Na zona mais a sul da região existem diversasinfluências étnicas que derivam das tradiçõesmoçárabes.Voltar
  • Abrange a área dos seguintes municípiosincluídos nos distritos de:• Leiria (apenas Alcobaça, Alvaiázere, Ansião,Batalha, Bombarral, Caldas da Rainha, Leiria,Marinha Grande, Nazaré, Óbidos, Peniche,Pombal e Porto de Mós);• Lisboa (Vila Franca de Xira);• Santarém.ESTREMADURA E RIBATEJOÉ uma região de terras férteis, devido à travessiado Rio Tejo, onde se produz fruta, legumes,cereais, tomates, azeite e vinho.Tem como principal característica as suas lezírias,com a criação de cavalos e touros.Esta região é rica em diversidade de paisagens,que contrastam entre as suas praias e as suasserras.A zona do Ribatejo tem como dança típica ofandango, possivelmente oriundo da Beira Baixa eainda preserva a figura do campino, com o seucolete encarnado e o barrete verde. Muitotradicional nesta região são as festas tradicionais,vindas da Tauromaquia.Voltar
  • Abrange a área dos municípios incluídos nosdistritos de:• Beja; Évora; Portalegre;• Setúbal (apenas Alcácer doSal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines).ALENTEJO VoltarO seu povoamento rural é caracterizado por núcleosdistanciados mas pouco populosos, apesar daexistência de um grande número de emigrações emigrações.O seu relevo é constituído por peneplanícies àexcepção do norte e do este que é constituído porzonas montanhosas de pouca altitude com excepçãoda Serra de S. Mamede e a Serra do Marvão.O seu clima é seco e quente devido à poucaprecipitação.As suas principais culturas são o trigo, a cevada, aaveia e o girassol, apesar do seu subsolo apresentarcobre, enxofre, mármore e pirite.Existe também uma forte criação de porcos, ovinos eespécies cavalares.
  • Abrange a área dos municípios incluídosno distrito de Faro.ALGARVEEsta região tem como principais subsistências: o turismo, aagricultura e a pesca. Na agricultura, os principais cultivossão o milho e o trigo. Na pecuária predomina o gado asinino.Sendo uma região pobre em rios, predomina o clima seco equente com influências mediterrâneas.O seu relevo é caracterizado por serras. Tem uma grandeextensão de praias caracterizadas por uma enormequantidade de falésias.A sua flora é tipicamente caracterizada pelas amendoeiras,as figueiras da Índia, a flor de cardo, as flores derosmaninho, as azinheiras, os sobreiros, as oliveiras e asalfarrobeiras.Voltar
  • • Os transportes são imprescindíveis nas sociedades actuais eencontram-se em constante evolução.TRANSPORTES DE PORTUGAL
  • O desenvolvimento dos transportes aéreostem permitido a rápida deslocação depessoas e bens por todo o planeta.A rápida evolução do transporte aéreo éresponsável pelo crescentecongestionamento do espaço aéreo e dosaeroportos.O avião é o meio de transporte que maiscontribui para a diminuição da relaçãodistância-tempo.TRANSPORTE AÉREOEm Portugal, o transporte aéreo é aindapouco utilizado nas deslocações internas,dada a reduzida dimensão do nosso país.No entanto, é o meio de eleição para asdeslocações entre o continente e as RegiõesAutónomas da madeira e dos Açores.
  • Permite vencer longas distâncias. - Geralmenteseguro, cómodo e rápido.Adequado para transportes urgentes, devalores ou mercadorias perecíveis.É o mais rápido para o transporte depassageiros a médias e grandes distâncias.É o mais adequado para o transporte demercadorias de alto valor (diamantes,instrumentos de óptica ,etc.) e de mercadoriasperecíveis (fruta, flores, etc.).VANTAGENS E DESVANTAGENSVoltarVANTAGENS DESVANTAGENSElevada poluição atmosférica, devido àemissão de dióxido de carbono.Exige elevados investimentos emmanutenção e infraestruturas.Forte consumidor de espaço.Custo elevado e baixa capacidade decarga.DispendiosoGrande consumo de combustível.Perdas de tempo no embarque edesembarque.
  • O transporte aquático engloba o transporte marítimo e fluvial.Os oceanos, os mares e os rios foram muito utilizados no passado como vias decomunicação, para o transporte de pessoas e de mercadorias.Na atualidade, os transportes aquáticos são fundamentalmente utilizados notransporte de mercadorias a longas distâncias, em especial no transporteintercontinental.O transporte de passageiros é pouco significativo, sendo mais utilizado para curtastravessias ( ferry-boat) e viagens turísticas (cruzeiros).TRANSPORTES AQUÁTICOS
  • O transporte fluvial é utilizado na realização decruzeiros turísticos, como os que navegam no rioDouro, para travessias de curta distâncias, comoé o caso dos serviços de ferry-boat que existemno rio Tejo ( os populares cacilheiros).Os ferry-boat fazem travessias fluviais, como nosrios Minho, Tejo e Sado, e marítimos, comoentre as ilhas da Madeira e do Porto Santo eentre as ilhas dos Açores.Cacilheiro é o nome típico dado ao barco que faza travessia do rio Tejo entre a cidade de Lisboa ea margem sul (do Tejo) derivado da localidadede Cacilhas.TRANSPORTE FLUVIALAlguns pontos fortes do transporte fluvial:Grande capacidade de carga e facilitador doturismo;Alguns pontos fracos do transporte fluvial:A maioria dos rios portugueses não énavegável devido ao regime irregular e ao seubaixo caudal:Os desníveis;Podem ser extremamente poluentes.
  • O transporte marítimo tem grande importâncianas trocas comerciais entre os países. A maiorparte do comércio internacional de mercadoriasé feita por via marítima. Em Portugal, cerca de80% do comércio internacional de mercadorias éfeito por via marítima.TRANSPORTES MARÍTIMOSA crescente especialização que este vemapresentando (petroleiros, carvoeiros, mineraleiros,cerealeiros, porta-contentores, etc.) torna-o cada vezmais atrativo, pois confere-lhe a possibilidade detransportar várias mercadorias, em boas condições deacondicionamento.O transporte marítimo apresenta baixaflexibilidade, menor velocidade média alcançada(relativamente ao avião e ao TGV) apesar deatualmente serem mais rápidos – 1hr de avião = 1 diade barco) e a exigência de transbordo.Poluição muito elevada quando há um desastre(Prestige).
  • Permite descongestionar as vias terrestres.Grande capacidade de carga e facilitador do turismo.Adequado para médias e longas distâncias.Menos dispendioso para o transporte a longa distânciade mercadorias pesadas e de baixo valor.Tem grande capacidade de carga de mercadorias eassegura o transporte de passageiros.VANTAGENS E DESVANTAGENSVANTAGENS DESVANTAGENSÉ lento quando comparado com os restantesmodos de transporte, não se adequa amercadorias perecíveis.Elevados investimentos na construção deinfraestruturas portuárias.Podem ser extremamente poluentes.Riscos de acidentes (derrames, encalhes).É pouco competitivo no transporte demercadorias a curtas e medias distâncias epraticamente não é utilizado passageiros.Exige o transbordo de mercadoria.Voltar
  • O transporte ferroviário conheceu nas últimasdécadas sucessivas inovações que lhe permitiuadquirir maior velocidade, comodidade,especialização dos serviços e um diminuição doscustos.O transporte sofreu uma forte concorrência deoutros modos de transporte, nomeadamente, doaéreo e do rodoviário.O despovoamento e a melhoria das viasrodoviárias contribuíram para a diminuição dautilização do comboio em algumas regiões.TRANSPORTE FERROVIÁRIOA comodidade, segurança, insonorização e rapidezpermitem ao comboio de alta velocidade competircom o avião e o transporte rodoviário a médiasdistâncias.O metropolitano é o meio de transporte ferroviáriomais indicado para a circulação urbana, sendomuito utilizado nas grandes áreas urbanas , comoLisboa e Porto.No entanto, tem-se investido na modernizaçãodas principais linhas ferroviárias de que éexemplo a construção da futura linha de altavelocidade que vai ligar Lisboa a outras capitaiseuropeias, via Madrid.
  • Económico para o transporte de mercadorias amédias e longas distâncias.Meio de transporte regular, confortável e seguro.Menos poluente e consome menos recursos.Rápido, não tem congestionamentos.Fraca sinistralidade.Económico no transporte de mercadorias pesadas evolumosas a medias e longas distâncias.Tem um fraco consumo de energia.VANTAGENS E DESVANTAGENSVANTAGENS DESVANTAGENSFraca flexibilidade – Limitações da rede -itinerários fixos, implicando o transbordo depassageiros e mercadorias.Os elevados investimentos na construção emanutenção das linhas férreas. Este factotambém explica que sejam os paísesdesenvolvidos os que têm maior densidadede vias férreas.Elevados investimentos na manutenção econstrução dos equipamentos e de infra-estruturas.Voltar
  • O transporte rodoviário integra-se nostransportes terrestres.Tem-se verificado um grande desenvolvimentodos transportes rodoviários, tanto nos veículospesados como nos ligeiros.O aumento da velocidade e a capacidade decarga contribuíram para aumentar asua importância no tráfego de passageiros e demercadorias diversificadas.Em Portugal circulam, em algumas cidades,autocarros ecológicos. Uns funcionam a gásnatural e outros são movidos a hidrogénio.TRANSPORTE RODOVIÁRIOCausas da elevada sinistralidade:• Atitude incorrecta do condutor;• Más condições do veiculo;• Condições atmosféricas desfavoráveis;• Má sinalização;• Mau traçado das estradas;
  • • Prático, rápido e económico para curtas emédias distâncias.• Grande mobilidade, comodidade eflexibilidade nos itinerários.• Rapidez nas operações de carga e descarga.• Grande grau de especialização.• Veículos de grande capacidade de carga.• Adapta-se a cargas pouco volumosas.VoltarVANTAGENS E DESVANTAGENSVANTAGENS DESVANTAGENS• Elevada sinistralidade.• Ocupação de grandes espaços pelas infra-estruturas.• Elevado consumo energético.• Tráfego intenso e congestionamento nas áreasurbanas.• Reduzida capacidade de carga (face aostransportes ferroviário e marítimo);• Elevado consumo de espaço e de combustível.
  • FIM !