Usabilidade de Usuários Necessidades Especiais da TV Digital
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Usabilidade de Usuários Necessidades Especiais da TV Digital

on

  • 2,173 views

pensamento ser voltado para a Internet, podemos visualizar mais futuramente esses conceitos quando a TV digital estiver...

pensamento ser voltado para a Internet, podemos visualizar mais futuramente esses conceitos quando a TV digital estiver
consolidada, afinal, essa nova mídia, dentro de todas suas possibilidades integra tanto as qualidades da televisão quanto da Internet.

transformações tecnológicas, a televisão tem se modificado muito nos últimos tempos, passamos da TV analógica para a TV
Interativa para chegarmos à TV Digital.

Quando pensarmos em interatividade, precisamos levar em conta a interface, a relação entre homem e máquina, afinal é através da interface que se dá a comunicação entre esses pólos. Quando os softwares ainda eram somente utilizados pelos programadores, que reconheciam suas limitações, o conceito de usabilidade nas interfaces não era tão difundido, mas ao passo que esses softwares passaram a ser utilizados por consumidores comuns e
públicos que não entendiam sobre programação, sem um conhecimento prévio
do assunto, a necessidade de transformar as interfaces mais claras e intuitivas, propagou-se o conceito de ergonomia e então começou-se a falar em problemas de usabilidade.

Statistics

Views

Total Views
2,173
Views on SlideShare
2,173
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
78
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Usabilidade de Usuários Necessidades Especiais da TV Digital Usabilidade de Usuários Necessidades Especiais da TV Digital Document Transcript

  • Programa de Pós-Graduação em Pó Graduaç Engenharia Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Seminário de TV Digital “Usabilidade de Usuários Necessidades Usuá Especiais da TV Digital” Digital” Aluno: Isaac Péricles M. de Medeiros Orientador: Prof. Drº Luiz Eduardo Cunha Leite Dezembro/2009 Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Sumário Introdução TV Interativa para Usabilidade Acessibilidade Informações “Celular e Controle Remoto TV Para a Pessoa Deficiente Visual” Sistema transporte de dados e Multiplexação de dados Estrutura e Linguagem Utilizado de EPG Referencia 1
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Introdução Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital TV Interativa TV se estabelece como um novo meio nos anos 50 e anos 90 ? 2
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Introdução da TV Interativa TV se estabelece como um novo meio nos anos 50 e anos 90 – A primeira experiência em TVi: Durante os anos 70 e 80 são feitas diversas experiências – Teletexto, Videotexto – Outras experiências não tiveram sucesso – TVi tenta se colocar como uma junção de e-mail, internet e catálogo de compras – Perde a competição para o computador – TVi cria um estigma de futuro que nunca chega A partir os anos 90 também tem início a implantação dos sistemas de TV digital no mundo – Devido ao suporte tecnológico oferecido pela TV digital, a TV interativa ganha um novo impulso – No Brasil, a partir do final de 2003 se intensificam as pesquisas em TV digital devido à instituição do SBTVD – Associação Brasileira de Normas Técnicas, na seção "Televisão Digital. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital O que é IHC Segunda Guerra Hardware (usuários desempenho) Sinônimos: fatores humanos, ergonomia, Interação Homem - Máquina Conceitos únicos; O desempenho do usuário no contexto de qualquer sistema: computacional, mecânico, ou manual. Semântica Homem + Computador + Interação 3
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Objetivo Explicações e previsões para fenômenos de interação Prever ser o sistema satisfaz as necessidades de usabilidade, aplicabilidade e comunicabilidade dos usuários necessidades especiais da TV Digital Práticos para o projeto da interface de usuário, como melhorar TV Digital IHC ? Fatores humano Ergonomia Desenvolvimento ....... Interação Homem-Computador Ciência Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Objetivo Usuário frente a um sistema interativo Final feliz: Final nem tão feliz: - Satisfação e Conforto - Aborrecimentos, frustrações - Saúde e bem-estar - Stress, psicopatologias - Produtividade - Desperdícios e abandono do sistema Interface de qualidade: Deficiências de interface: - Utilidade - Desconhecimento da atividade - Usabilidade - Desconhecimento do usuário e das - Eficiência de uso características (físicas, cognitivas, sociais) humanas - Desinteresse pela lógica de utilização 4
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Interação Processo que engloba: - Ações do usuário sobre a INTERFACE, - E suas interpretações sobre as respostas reveladas pela INTERFACE. Ação Sistema Interativo Interface Aplicação Interpretação Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Usabilidade Conceito referente a qualidade de interação entre o usuário e o sistema. É a capacidade de um produto ser usado por usuários específicos para atingir objetivos específicos com eficácia, eficiência e satisfação em um contexto específico de uso (ISO 9241-11,1998) para usabilidade - Aspectos considerados: - Facilidade de aprendizado; - Facilidade de uso; - Satisfação do usuário; - Flexibilidade; - Produtividade.. Segundo Norman, “uma interface deveria ampliar as capacidades do Usuário”: Tecnologia > Interfaces (espertas, inteligentes, eficientes) 5
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Comunicabilidade e Aplicabilidade Comunicabilidade É a capacidade de transmissão eficaz e eficiente das intenções e princípios de interação. Aplicabilidade Conceito relativo a aderência do sistema com o seu contexto de uso. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Análise contextual e Tarefa Tarefa = Objetivo + Mecanismos Ações orientadas a objetivos que um agente (usuário ou sistema) realiza por meio de mecanismos Integrantes do processo de trabalho Conhecer o Trabalho para Modificado Análise Ergonômica do Trabalho Lógica de Funcionamento e de Utilização Análise de Tarefa Modelo de Tarefa 6
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital TV Interativa para Usabilidade Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital A descrição de um problema de usabilidade da TV Digital Interativa Identificação do problema: Objeto (centralizar, superior e inferior) de ícones com opções em tamanho reduzido; Descrição: Um usuário com problemas de visão e/ou cego pode ter dificuldades para "ler" os ícones na barra devido a seu tamanho reduzido.. Um usuário com problema de auditivo pode ter dificuldades para “Som” as como comunicações Tipo de usuário considerado: pessoas com problemas de acuidade visual e de coordenação motora 7
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital A descrição de um problema de usabilidade da TV Digital Interativa Tipo de tarefa considerado freqüente; Efeito sobre o usuário: dificuldade de leitura/sobrecarga motora/acionamentos involuntários Efeito sobre a tarefa: perda de tempo Sugestão de melhoria: Aumentar a área de apresentação e a área sensível dos botões icônicos e a área legenda e dos botões para em Libras. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Usabilidade da TV Digital Com o crescimento de aplicativos de TVD são produzidas novas interfaces Diversos problemas de usabilidade são constatados: – No Reino Unido TV interativa foi classificada como mais difícil de usar que um computador ou um carro. Como Difícil Portador Necessidades de Especiais - Quais tipos alguns deficientes: Visão e/ou Cego ? Auditivo ? 8
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Acessibilidade Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Acessibilidade Descrição do Publico alvo e sua incapacidade Público Incapacidade Surdo e pessoas com deficiências Ouvir falar e sons, dificuldade em ler legendas auditivos(as) (caso) de surdez pré-linguística) Cegos e amblíopes Ver Legendas e imagens Pessoas com deficiência mental dificuldades Ler legendas de memória e dislexia Fonte: Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade 9
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Acessibilidade da TV Digital Quais as principais características destas é de extrema importância para o desenvolvimento de artefatos físicos, aplicativos ou sistemas que facilitem a utilização da televisão digital, principalmente quanto aos portadores de deficiências. Ler e Entendi Auditivo Ouvir e Entendi Visão e/ou Cego Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Acessibilidade da TV Digital Som Legenda 10
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital A usabilidade convencional e mais amplamente disseminada tem suas bases no paradigma do computador pessoal [1], e sua aplicação para estas novas tecnologias requer uma análise crítica de seus pressupostos. Algumas características que distinguem com as novas tecnologias. O usuário se torna um “consumidor digital”, as novas tecnologias têm uma base de usuários muito maior e mais diversificada do que tradicionalmente encontrado. Um dos exemplos é a TV interativa, que no Brasil será utilizada por praticamente 90% da população de todas as faixas etárias e classes sociais [2]. [1] - Petersen, M. G. The usability of everyday technology: emerging and fading opportunities. [2] - Thomas, P. - Introduction to the new usability. ACM Trans. Comput.-Hum. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Informações 11
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Braile Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Samsung Braille Phone: O Celular Para a Pessoa Deficiente Visual A Samsung, uma empresa sólida no mercado global tem desenvolvido produtos de alta qualidade e design inovador; O Braille Phone é um produto voltado para pessoas com deficiência visual, seu design é semelhante ao de um controle remoto de TV, desta forma o aparelho é muito prático e simples de utilizar. O produto é desenvolvido com tecnologia plástica eletroativa, que permite ao usuário a identificação dos números e letras, pois quando é acionado com os dedos ele reage com sinal elétrico fazendo uma pequena elevação, desta maneira fica fácil digitar os números para ligação e até para mensagens SMS. Fonte: Ikaro Brasil 12
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Sistema transporte de dados e Multiplexação de dados Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Sistema transporte de dados Descodificação Usabilidade Receptor Áudio Áudio Som, Legenda Vídeo MEG-2 e Libras Vídeo Demultiplexação Dados 13
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Multiplexação de dados Vídeo principal Áudio principal Dados Mux Demux MPEG 2 MPEG 2 System System Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Estrutura e Linguagem 14
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Arquitetura em camadas de Software Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Mídia com Interatividade Produção de filmagem Background Choro Drible Foto Usabilidade e Interface Tempo 15
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Wireframe - 01 Som Canal 01 Canal 02 Canal 03 Canal 04 Canal 05 Canal 06 Canal 07 Rede Canal Líbras Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Wireframe - 02 Logomarca Som de Canal Rede Canal Tela Líbras Legenda 16
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Linguagem (Construir um programa NCL (Básico)) <ncl id="exemplo01" xmlns="http://www.ncl.org.br/ncl3.0/edtvprofile"> <head> <regionBase> <!-- regiões da tela onde as mídeias são apresentadas --> </regionBase> <descrioptoresBase> <!– Descritores que definem como as mídias são apresentadas --> </descrioptoresBase> </head> <body> <port id="pNomeDaPorta" component="umNoDesteContexto"/> <!– contexto, nós de mídia e âncoras, e tem mais elementos............. --> </body> </ncl> Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital videoAbertura body rgTV: 0,0 “100%x100%” rgTelaInteiro: 0,0 “100%x100%” <region id="rgTV" left="0 top"0" width="100% height="100%"> <region id="rgtelaInteira" left="0" top"0" width="100%" height"100%"/> </region> 17
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital ABNT NBR 15606-2 - Ginga-NCL p/ Linguagem de aplicação XML para codificação de aplicações videoAbertura body rgTV: 0,0 “100%x100%” rgTelaInteiro: 0,0 “100%x100%” <region id="rgTV" left="0 top"0" width="100% height="100%"> <region id="rgtelaInteira" left="0" top"0" width="100%" height"100%"/> </region> Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Resultado de teste 18
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Objeto de Classe interface Xlet import javax.tv.xlet.*; import javax.tv.graphics.*; import javax.tv.service.*; import javax.tv.service.guide.*; import javax.tv.service.navigation.*; import java.awt.*; import java.awt.event.*; import java.util.Date; import java.text.DateFormat Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Objeto de Classe Interface Padrão: Xlet ... public void initXlet(XletContext){ ... } public void startXlet() { ... } public void pauseXlet() { ... } public void destroyXlet(boolean unconditional) { ... }. .. 19
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Utilizado de EPG Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital EPG - Electronic Programming Guide: Interface gráfica que possibilita a navegação pelas múltiplas possibilidades de programação que o usuário encontrará na TV Digital. 20
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Som Legenda Legenda Som Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Validação 21
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Validação - Testes de Usabilidade e de Requisitos Realizadas vários categorias de testes de usabilidade conforme baseados em roteiros, [1] onde usuários precisam realizar determinadas tarefas definidas em um roteiro definido pela equipe de testes; e uso livre com tempo limitado, onde o usuário fica à vontade para fazer uso do sistema por um tempo limitado, os seguintes: - Facilidade de aprendizado; - Clareza da interface: legibilidade (cores, formato e tamanho das fontes, ícones, som, função e etc..); - Facilidade de acesso pelo controle remoto; - Tempo de espera: o usuário deve fornecer uma nota subjetiva; - Nota subjetiva quanto à experiência do uso: satisfação no uso; Os testes de requisitos são efetuados nesta fase verificando se o que foi desenvolvido atende ao que foi determinado na etapas de requisitos. [1] A interação com um produto se torna muito mais fácil quando os usuários conseguem de um modelo de sistema “capitulo 16 e pagina: 389”. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital Referência 22
  • Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital REFERÊNCIAS: 1) Televisão Independente (TVI), “WIKIPEDIA”, Disponível em < http://pt.wikipedia.org/wiki/TVI >, Acesso em 14 de Novembro de 2009. 2) Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD), “WIKIPEDIA”, Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/SBTVD, Acesso em 14 de Novembro de 2009. 3) Usabilidade de Aplicações e Tecnologias Emergentes, “WIKIPEDIA” Disponível em <http://formato.com.br/projetos/IHC>, Acesso em 14 de novembro de 2009. 4) Transições de tela no LWUIT: Disponível em <http://www.javamovel.com/search/label/LWUIT>, Acesso em 14 de Novembro de 2009. 5) Interação homem-computador, Disponível em < http://pt.wikipedia.org/wiki/Interação_homem- computador>, Acesso em 16 de Novembro de 2009. 6) Ikaro Brasil: Disponível em <http://www.ikaro.net/br/2009/08/samsung-braille-phone.html>, Acesso em 16 de novembro de 2009. 7) SOARES, Luiz Fernando Gomes; BARBOSA, Simone Diniz Junqueira. Programando em NCL 3.0 Desenvolvimento de Aplicações para o Middleware Ginga. Rio de Janeiro: Ed. Elsevier, 2009. 8) EPG - Electronic Programming Guide, Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/EPG>, Acesso em 18 de Novembro de 2009. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Pó Graduaç Usabilidade de Usuários Usuá Necessidades Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Especiais da TV Digital REFERÊNCIAS: 9) Introdução televisão digital, Disponível em <http://www.img.lx.it.pt/~fp/cav/ano2008_2009>, Acesso em 18 de Novembro de 2009. 10) Usabilidade de Aplicações e Tecnologias Emergentes, Disponível em <http://formato.com.br/projetos/IHC_2006/index.html>, Acesso em 18 de Novembro de 2009. 11) Ginga Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Ginga_(middleware)>, Acesso em 19 de Novembro de 2009. 12) Acessibilidade para a TV Digital, Disponível em: <http://www.seminfo.com.br/anais/2008/pdfs/seminfo/11-50733.pdf>, Acesso em 21 de Novembro de 2009. 13) Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade, Disponível em: <http://www.acessibilidade.net/certic_utad.php>, Acesso em 21 de Novembro de 2009 14) Acessibilidade Para Cidadãos com Necessidades Especiais nos Regulamentos da Televisão em Portugal, Disponível em <http://www.acessibilidade.net/tdt/ConsultaPublica_TDT_CERTIC_1Out07.pdf>, 21 de Novembro de 2009. 15) Wilson de Pádua Paula Filho. Engenharia de Software: Fundamentos, Métodos e Padrões. LTC Editora. Rio de Janeiro - RJ, 2º Edição, 2006. 23
  • Programa de Pós-Graduação em Pó Graduaç Engenharia Elétrica e da Computação da UFRN Elé Computaç Obrigado ! Seminário de TV Digital Seminá “Usabilidade de Usuários Necessidades Usuá Aluno: Isaac Péricles M. de Medeiros Especiais da TV Digital” Digital” Orientador: Prof. Drº Luiz Eduardo Cunha Leite Dezembro/2009 24