Ip darwinism by IP SOLUTIONS™

584 views

Published on

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
584
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
51
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ip darwinism by IP SOLUTIONS™

  1. 1. IPDARWINISM
  2. 2. 01 IP DARWINISM Publicado por | Published by IP SOLUTIONS strategic ip thinking © IP SOLUTIONS 2010 Lisboa, Portugal | Lisbon, Portugal TM TM
  3. 3. 02 INTRODUÇÃO A ideia para este tema surgiu a respeito da preparação do 6º Ignite Portugal que ocorreu em Lisboa no dia 16 de Junho de 2010. Se usam Sun Tzu, Napoleão e outros para a gestão, re�rando daí lições, estratégicas, modelos, podemos fazer o mesmo para a Propriedade Intelectual. E se já usam as teorias de Darwin como base para outras ciências e mesmo a nível da gestão, então surge a pergunta: E que tal fazer o mesmo para a Propriedade intelectual? E é assim que surge este exercício. Vamos agarrar em 5 princípios base da evolução e ver como aplicar os mesmos à dinâmica da Propriedade Intelectual para efeitos de Gestão. O ponto de arranque é este: A Propriedade Intelectual caracteriza‐se por ser um conjunto de Ac�vos Económicos com uma natureza e dinâmica muito específica. Mais: A Propriedade Intelectual está num permanente estado de evolução e aperfeiçoamento. O resultado é que estes Ac�vos que têm uma natureza intangível cons�tuem hoje uma das maiores reservas de valor das sociedades. Saber reconhecer esta dinâmica e saber actuar perante a mesma é uma garan�a de vitória e sucesso. E assim nasce este exercício. INTRODUCTION The idea for this theme emerged while preparing the 6th Ignite Portugal which took place in Lisbon on the 16th of June, 2010. If Sun Tzu, Napoleon and others are used in management with their lessons and strategic models, we can do the same for Intellectual Property. And if Darwin's theories are used already as a basis for other sciences and even at management level, then the ques�on arises: And what about doing the same for Intellectual Property? And so it appears the idea for this exercise. Let's grab in five basic principles on evolu�on and see how to apply the same to the dynamics of Intellectual Property for the purposes of Management. The star�ng point is this: Intellectual Property is characterized for being a set of Economic Assets with a very specific nature and dynamics. More: Intellectual Property is in a constant state of evolu�on and improvement. The result is that these assets have an intangible nature which today cons�tutes one of the society’s largest reserves of value. Being able to recognize this dynamic and learn to act before it is a guarantee of victory and success. And so this exercise was born. IP DARWINISM
  4. 4. 03 EVOLUÇÃO ENQUANTO TAL O mundo não é constante, e, segundo dizem alguns, até muda em poucos dias. A realidade apresenta‐nos então uma dinâmica muito especifica: o mundo está em constante mudança, e como tal, as empresas, fazendo elas parte desse mundo, também mudam. Pois o mesmo acontece com a Propriedade Intelectual: ao longo das décadas, a mal ou bem, a Propriedade Intelectual tem vindo a mudar para conseguir adaptar‐se à realidade que a rodeia. A Propriedade Intelectual é parte do mundo e compõe a realidade. Quando uma empresa quer u�lizar e/ou ter uma base de Propriedade Intelectual no seu negócio, ou seja, u�lizar os seus Ac�vos de Propriedade Intelectual para gerar rendimentos, deve faze‐lo pensando estratégicamente, significando isto que deve ter presente que tanto o mundo que a rodeia é dinâmico, mas também o é a Propriedade Intelectual que compôe esses Ac�vos. Assim: Se o mundo é dinâmico, se a Propriedade Intelectual é dinâmica, então também a sua estratégia é, e deve ser, sempre. EVOLUTION AS SUCH The world is not constant, and, according to some, it can even change in a few days. Reality presents us with a very specific dymanic: the world is in a permanent change, and as such, companie making them part of that world, they also change. The same happens with the Intellectual Property: throughout the decades, for be�er or worse, the Intellectual Property has been changing to be able to adapt to the reality that surrounds it. Intellectual Property is part of the world and composes the reality. When a company wants to use and/or have a Intellectual Property support base in its business, that is, to use its Intellectual Property Assets to generate income, it should do so thinking strategically, meaning it should be noted that both the world around it is dynamic, but so is the Intellectual Property that compose these Assets. Thus: If the world is dynamic, if intellectual property is dynamic, so it must also be its strategy, always. IP DARWINISM
  5. 5. 04 DESCENDENTE COMUM Muitas empresas acreditam que: a) A roda já foi inventada; b) Inovar custa dinheiro. É tudo verdade. A roda foi inventada e inovar custa dinheiro. Mas, se �vermos em conta o principio do descendente comum, podemos perceber que a roda acabou por ser constantemente inovada ao longo dos anos e que o número de inovações que melhoram o quo�diano são em muito maior quan�dade que as inovações disrup�vas. A maior parte dos Ac�vos de Propriedade Intelectual tem um antepassado comum que exactamente por exis�r es�mula sucessivos melhoramentos. Na maior parte das vezes o que é disrup�vo são as descobertas cien�ficas que não são patenteáveis. E já que inovar custa dinheiro, uma boa estratégia para muitas empresas: Adquiram licenças sobre as inovações dos outros. Sai mais barato. Uma outra boa estratégia para muitas empresas: Dediquem‐se a inovar e licenciem o produto para outros, ou seja, façam o que sabem fazer melhor. COMMON DESCENDANT Many companies believe that: a) The wheel was already invented; b) Innovate is an expansive ac�vity. It's all true. The wheel was already invented and innovate is expansive. But if we have on mind the common descendant principle, we can realise that the wheel was constantly innovated through out the years and that the number of innova�ons that simple improve our daily life are in much bigger quan�ty that those that are truly revolu�onaries. The great majority of the Intellectual Property Assets have a common ancestor that for exist already s�mulates sequent increases. In the majority of �mes what is truly revolu�onary are the scien�fic discoveries that are not patentable. And, since innovate is expansive a good strategy for many companies: Acquire third companies licenses. Its cheaper. Another good strategy for so many companies: Dedicate yourself to innovate and leave the product to others, that is, do simple what you do best. IP DARWINISM
  6. 6. 05 MULTIPLICAÇÃO DAS ESPÉCIES Os diferentes �pos de Ac�vos de Propriedade Intelectual em geral permitem a sua u�lização de modo a criar novos Ac�vos, sejam eles de Propriedade Intelectual ou não. Vejamos. A divulgação de uma Patente permite es�mular os inventores a que se esforcem e se ultrapasse aquele estado da técnica que ficou definido. Também permite que se crie à sua volta novas invenções. É o caso dos telemóveis. Nascem igualmente produtos novos (Ac�vos), serviços (Ac�vos), entre outros. Outros exemplos. Uma Marca ao longo dos anos cresce e mul�plica‐se na sua imagem, mudando de logó�pos, p.e.. Uma peça de teatro origina uma representação teatral, uma obra cinematográfica, uma obra televisiva, uma banda sonora original, etc.. Que podemos re�rar deste principo do darwinismo aplicado à Propriedade Intelectual? Que pensar na Propriedade Intelectual é pensar exactamente isto: Que caminhos queremos dar aos nossos ac�vos? Que novos ac�vos queremos que eles gerem? MULTIPLICATION OF SPECIES The different kinds of Intellectual Property Assets in general allow their use in order so it's possible to create new Assets from it, whether those Assets are Intellectual Property or another kind. Let's see. The disclosure of a Patent s�mulates inventors to go further the state of the art as defined by that Patent. It also allows to create around it with new inven�ons. That's the case of mobile phones. Also new products (assets), services (assets), and others, arise. More examples. A Trademark it grows through out the years and it mul�plies in its image by changing logos. A play originates a theatrical performance, a movie, a TV show, an original soundtrack, etc. What can we retain from this Darwinist principle applied to Intellectual Property? That to think Intellectual Property is to this this: What paths we want to give to our Assets? What new Assets we want them to generate? And to think on this is to think strategically and that is a part of corporate life. IP DARWINISM
  7. 7. 06 GRADUALISMO A Propriedade Intelectual representa a existência de Ac�vos Intangíveis, e como já referido, as grandes evoluções surgem da constante inovação e melhoria que ocorre sobre objectos do dia‐a‐dia e não de inovações disrup�vas. O iPod só aparece porque: Antes surge a compressão áudio mp3 que consegue reduzir substancialmente o tamanho dos ficheiros de áudio; A Internet tornou‐se rápida e acessível e isto devido a todas as pequenas inovações existentes nos úl�mos 30 anos mas que passam despercebidas e que na realidade são elas que permitem que a população gradualmente mude e adopte as novas tecnologias e novos os comportamentos delas decorrentes, como ir na rua a ouvir música num objecto mínimo e com uma qualidade elevada. É exactamente isto que as empresas devem perceber: A inovação é um todo e a diferença está no saber ler e aproveitar os Ac�vos de Propriedade Intelectual desse todo e permi�r e deixar que haja essa adaptação. A Propriedade Intelectual não cria novos indivíduos: apenas modifica os já existentes. GRADUALISM Intellectual Property represents the existence of Intangible Assets and as already referred. The biggest evolu�ons came from the constant innova�on and improvement that happens over daily objects and not from revolu�onary innova�ons. The iPod appears because: Before appears the audio compression mp3 which allows to drama�cally reduce the size on audio files; The Internet became faster and accessible and this because all those li�le innova�ons over the last 30 years but we don't even know about it and that in the reality are what allows the people to gradually change and adopts the new technologies and the new behaviours sequent, like walk in the street listen to some music in a minimal object with a high quality. It is exactly this that the companies must understand: Innova�on is a all and the difference is in the knowing to read it and take advantage from Intellectual Property Assets in that all allowing and le�ng that adap�on to happen. Intellectual Property do not create new individuals: only change the existent ones. IP DARWINISM
  8. 8. 07 SELECÇÃO NATURAL A ideia de Selecção natural apresenta‐nos o pressuposto de que a cada geração existem sempre mudanças e diferenças face à anterior. O mesmo acontece com a Propriedade Intelectual e os seus Ac�vos. Não há semelhanças. A melhoria e a procura da inovação constante conduz a que novas gerações sejam diferentes das anteriores. Para além disso, este principio também nos diz que em cada geração sobrevivem alguns indivíduos que se reproduzem melhor que os outros, mul�plicando assim os seus genes. A recente evolução nos telemóveis touchscreen é disso exemplo. E a o vigor geracional do LED também. Porém, e pegando no exemplo dos LED, este principio também nos diz outra coisa: A reprodução natural não é perfeita. E a História está cheia de exemplos de invenções demasiado à frente para o seu tempo, mas algumas, com persistência, aguentaram e resis�ram e conseguiram ganhar espaço e terreno. Porquê? Porque gradualmente as pessoas foram‐se apercebendo das suas qualidades que eram naturalmente mais adaptadas às mudanças futuras. Por isso o LED é hoje um quase centenário vencedor. NATURAL SELECTION The idea of natural selec�on present us the principle that in which genera�on there are always changes and differences from the previous one. The same happens with Intellectual Property and its Assets. There are no resemblances. The improvement and constant search for innova�on leads to new genera�ons different from the precedings. Beside that, this principle also tell us that in each genera�on some individuals that are be�er reproducers than the others survive, thus mul�plying their genes. The recent evolu�on on touchscreen mobile phones its a good example. And the genera�onal strength of the LED also. But, and grabbing the LED example, this principle also tell us one more thing: Natural reproduc�on is not perfect. And History is filled with examples of inven�ons too much ahead of its �me, but some of them, with tenacity, stood and resisted and were able to gain space and ground. Why? Because gradually people became to realise that their quali�es that were naturally more adapted to future changes. That's why the LED is today an almost centennial winner. IP DARWINISM
  9. 9. IPDARWINISM

×