• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
DFC e DVA - 2ª ed. | IOB e-Store
 

DFC e DVA - 2ª ed. | IOB e-Store

on

  • 19,014 views

Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) e Demonstração do Valor Adicionado (DVA) - 2ª Edição ...

Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) e Demonstração do Valor Adicionado (DVA) - 2ª Edição

Entre outras novidades da Lei nº 11.638/2007, que entrou em vigor em 1º de janeiro de 2008, está a previsão da obrigatoriedade de duas novas peças contábeis nas demonstrações financeiras: a Demonstração dos Fluxos de Caixa – DFC e a Demonstração do Valor Adicionado – DVA.
O objetivo da DFC é prestar informações sobre as alterações efetuadas nas contas Caixa /Bancos/ Equivalentes de uma entidade, dentro de um determinado período, classificando-a no mínimo em três fluxos: operacional, investimentos e financiamento.
Já a DVA tem a finalidade de identificar e divulgar quanto a atividade da empresa gera em recursos adicionais (riqueza) para a economia local, como e para quem os distribui.

Neste livro, o profissional contabilista encontra de forma detalhada as orientações para elaborar tanto a DFC quanto a DVA, atualizadas pelas normas CFC (Resoluções nºs 1.125/2008 e 1.138/2008). Para uma melhor compreensão das duas novas peças contábeis, o autor dividiu o conteúdo da obra em três capítulos.
No capítulo I, o leitor encontra a parte conceitual, exercícios resolvidos e exercícios de fixação da DFC. No capítulo, capítulo II, é a vez da DVA, com a mesma estrutura de informação. Já no capítulo III, o leitor tem à disposição a íntegra da legislação que regula o assunto.

Autor: Osmar Reis Azevedo
ISBN: 978-85-379-0386-5
Edição: 2/ 2009 / 234 páginas

http://www.iobstore.com.br/ch/prod/218178/dfcdva---demonstracao-dos-fluxos-de-caixa-e-demonstracao-do-valor-adicionado---2-edicao-2009-%28livros%29.aspx

Statistics

Views

Total Views
19,014
Views on SlideShare
18,526
Embed Views
488

Actions

Likes
3
Downloads
302
Comments
0

2 Embeds 488

http://www.iobstore.com.br 486
https://www.iobstore.com.br 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    DFC e DVA - 2ª ed. | IOB e-Store DFC e DVA - 2ª ed. | IOB e-Store Document Transcript

    • Sumário Capítulo I — Demonstração dos Fluxos de Caixa ................................ 19 1. objetivo, Finalidade, benefício e base da DFC .............................. 19 1.1. objetivo do fluxo de caixa ..................................................... 19 1.2. Finalidade — o que demonstra o fluxo de caixa para a entidade 20 1.3. Para que a entidade necessita controlar o caixa ..................... 21 1.4. Benefícios aos usuários do fluxo de caixa .............................. 22 1.5. Esclarecimentos importantes .................................................. 22 1.6. Comitê de Pronunciamentos Contábeis e Norma internacio- nal de Contabilidade .............................................................. 23 1.7. doAR x dRE x dFC — diferença ......................................... 24 1.8. diferença entre dFV e EBitdA .............................................. 25 2. Início da Vigência e Legislação sobre DFC ..................................... 27 2.1. Vigência da dFC ..................................................................... 27 2.2. legislação da dFC .................................................................. 27 3. obrigatoriedade e Dispensa da elaboração DFC — alcance ........ 28 3.1. Sociedades enquadradas ......................................................... 28 3.2. dispensa da dFC .................................................................... 29 3.3. demais Sociedades ................................................................. 29 4. Publicidade da DFC ......................................................................... 29 5. Métodos existentes na DFC, qual diferença e qual método a ser adotado ............................................................................................ 31 5.1. Métodos existentes na dFC .................................................... 31 5.2. diferenças entre os dois métodos ........................................... 32 5.3. Método a ser adotado na dFC ................................................ 33 5.4. Vantagens e desvantagens entre método direto e o método in- direto ...................................................................................... 34 6. Conteúdo dos Métodos da DFC e Definições ................................ 35 6.1. Fluxo de Caixa ....................................................................... 36 6.2. Atividades operacionais ......................................................... 37
    • 12 Osmar reis azevedO 6.3. Atividades de investimentos ................................................... 38 6.4. Atividades de Financiamentos ................................................ 38 7. Classificação/Componentes/estrutura da DFC .............................. 38 7.1. Fluxo operacional e sua slassificação ..................................... 39 7.1.1. Composição do fluxo operacional — método direto ... 39 7.1.2. Composição do fluxo operacional — método indireto .. 45 7.2. Fluxo de investimento e sua classificação .............................. 48 7.3. Fluxo de financiamento e sua classificação ............................ 50 7.4. Fluxos de caixa em moeda estrangeira ................................... 52 7.5. Juros e dividendos .................................................................. 53 7.6. imposto de Renda e Contribuição Social sobre o lucro líquido 55 7.7. investimentos em controladas, coligadas e joint ventures ....... 55 7.8. Aquisições e vendas de controladas, coligadas e outras uni- dades de negócios ................................................................... 56 7.9. divulgação dos fluxos de caixa em base líquida .................... 57 7.10. Nota explicativa — divulgação .............................................. 58 7.11. Exercício de fixação sobre a classificação dos fluxos — dFC 59 7.12. Estrutura/modelo de apresentação da demonstração dos flu- xos de caixa ............................................................................ 61 7.12.1. Modelo da demonstração de fluxos de caixa pelo método direto .......................................................................... 62 7.12.2. Modelo da demonstração de fluxos de caixa pelo método indireto ....................................................................... 63 8. roteiro (passo a passo) para elaborar os Fluxos de Caixa pelo Mé- todo Direto — exercício resolvido ................................................ 66 8.1. “1º Passo”: Peças contábeis necessárias para elaborar a dFC/ Método direto ......................................................................... 66 8.2. “2º Passo”: identificar os componentes da conta caixa e as variações/Método direto ......................................................... 69 8.3. “3º Passo”: identificar e classificar os fluxos de todas as movi- mentações das contas caixa .................................................... 69 8.4. “4º Passo”: Elaborar a demonstração dos fluxos de caixa/Mé- todo direto .............................................................................. 72 8.5. “5º Passo”: Elaborar notas explicativas e método indireto ope- racional .................................................................................... 73 8.6. “6º Passo”: Refletir sobre gestão do negócio .......................... 74
    • dFC x dva 13 9. roteiro (passo a passo) para elaborar os Fluxos de Caixa pelo Mé- todo Indireto — exercício resolvido ............................................. 74 9.1. “1º Passo”: Peças contábeis necessárias para elaborar a dFC/ Método indireto ...................................................................... 75 9.2. “2º Passo”: identificar os componentes da conta caixa e sua variação/Método indireto ....................................................... 78 9.3. “3º Passo”: identificar numa planilha todas as variações das contas patrimoniais/Método indireto ..................................... 79 9.4. “4º Passo”: identificar os ajustes e regras para método indireto — identificação e regras ......................................................... 81 9.5. “5º Passo”: Elaborar a demonstração dos fluxos de caixa — Método indireto ...................................................................... 83 9.6. “6º Passo”: Elaborar notas explicativas .................................. 85 10. exercícios de Fixação e solução — DFC ......................................... 86 10.1. transações realizadas durante o ano de 20x3 ......................... 86 10.2. transações realizadas durante o ano de 20x4 ......................... 89 10.3. transações realizadas durante o ano de 20x5 ......................... 93 10.4. transações realizadas durante o ano de 20x6 ......................... 97 10.5. transações realizadas durante o ano de 20x7 ......................... 101 SoluÇÃo doS EXERCÍCioS — dFC ................................................... 108 Capítulo II — Demonstração do Valor adicionado — DVa ................. 131 1. objetivo/Finalidade/Características/Conceitos sobre a DVa ........ 131 1.1. objetivos da dVA ................................................................... 131 1.2. Finalidade ............................................................................... 132 1.3. Características da dVA ........................................................... 132 1.4. utilidade da dVA .................................................................... 133 1.5. Visão da dVA para os investidores e usuários ........................ 134 1.6. Conceito de dVA .................................................................... 134 1.7. dRE x dVA ............................................................................. 135 1.8. dVA x Normas contábeis internacionais ................................ 135 2. Início da Vigência e Legislação sobre DVa ..................................... 135 2.1. Vigência da dVA ..................................................................... 135 2.2. legislação da dVA .................................................................. 135
    • 14 Osmar reis azevedO 3. obrigatoriedade e Dispensa da elaboração da DVa — alcance .... 136 4. Publicidade da DVa ......................................................................... 137 5. entendendo o que é Valor adicionado ........................................... 138 5.1. o que é valor adicionado ou valor agregado? ........................ 138 5.2. PiB x dVA ............................................................................... 141 6. Modelo/estrutura da DVa/Composição .......................................... 143 6.1. definições de termos na dVA ................................................. 144 6.2. Componentes da dVA ............................................................ 145 6.2.1. Receitas ...................................................................... 145 6.2.2. insumos adquiridos de terceiros ................................ 146 6.2.3. Retenções ................................................................... 147 6.2.4. Valor adicionado recebido em transferência .............. 147 6.2.5. distribuição do valor adicionado — distribuição da riqueza (2ª Parte da dVA)........................................... 147 6.2.6. Ajustes de exercícios anteriores ................................. 150 6.2.7. Ativos construídos pela empresa para uso próprio .... 150 6.2.8. distribuição de lucros relativos a exercícios anteriores 151 6.2.9. Substituição tributária ................................................ 151 6.2.10. depreciação de itens reavaliados ou avaliados ao valor justo (fair value) ......................................................... 152 6.2.11. Responsabilidade/auditoria/disposições finais ........... 152 6.3. Modelo Básico da dVA ........................................................... 153 7. exercício resolvido ......................................................................... 155 8. exercícios de Fixação e solução — DVa ........................................ 160 8.1. Exemplo 1 — dVA .................................................................. 160 8.2. Exemplo 2 — dVA .................................................................. 163 8.3. Exemplo 3 — dVA .................................................................. 166 8.4. Exemplo 4 — dVA .................................................................. 170 SoluÇÃo doS EXERCÍCioS — dVA ................................................... 175 Capítulo III — Legislação ...................................................................... 185 1. Demonstração dos Fluxos de Caixa — DFC .................................. 185 1.1. Pronunciamento técnico CPC 03 ........................................... 185 1.2. Resolução CFC nº 1.125/2008 ................................................ 208 1.3. deliberação CVM nº 547/2008 ................................................ 231
    • dFC x dva 15 2. Demonstração do Valor adicionado — DVa .................................. 253 2.1. Pronunciamento técnico CPC 09 ........................................... 253 2.2. Resolução CFC nº 1.138/2008 ................................................ 271 2.3. deliberação CVM nº 557/2008 ................................................ 291 Bibliografia ............................................................................................... 313
    • Este conteúdo exclusivo é oferecido gratuitamente pela e-Store Clique aqui e saiba mais detalhes sobre esta edição.