Energia Sustentável paraTodos: grande oportunidadee caminhos a serem seguidosAntónio Farinha, Managing PartnerSão Paulo, 1...
Conferência Ethos - Energia.pptx   2
As medidas do Sustainable Energy for All endereçam as questõessócio-ambientais e podem trazer ganhos econômicos           ...
A           GRANDE OPORTUNIDADEAs discussões sobre energia no Rio+20 estão centradas naproposta da ONU Sustainable Energy ...
A           GRANDE OPORTUNIDADEOs objetivos não são um fim em si mesmos e devem ser encaradoscomo uma trajetória para se a...
A          GRANDE OPORTUNIDADE                      A meta de universalização de também auxilia na melhoria               ...
A            GRANDE OPORTUNIDADEEstudos da IEA estimam investimentos totais de USD 641 bipara executar a meta de universal...
A           GRANDE OPORTUNIDADEAs metas de eficiência energética e participação de fontesrenováveis exigem a aplicação de ...
A           GRANDE OPORTUNIDADEA inovação em tecnologias limpas viabiliza o endereçamento dosdesafios descritos e vem apre...
B           FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOEstudo mostrou a existência de 5 fatores críticos para oadequado desenvolvimento de...
B           FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 1: Existência de políticas governamentais claras,estáveis e de longo ...
B           FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 2: Incentivos para P&D, induzindo odesenvolvimento de tecnologias e p...
B           FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 3: Disponibilidade de capital para encorajar odesenvolvimento e o uso...
B           FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 4: Adoção de tecnologias limpas, incentivando acriação e ampliação do...
B           FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 5: Incentivos para o desenvolvimento de umacadeia de valor forte e pa...
C           CAMINHOS A SEREM SEGUIDOSPara a Rio+20, precisamos definir caminhos concretos a seremseguidos por todos       ...
C           CAMINHOS A SEREM SEGUIDOS  A implantação de todas as melhores práticas permitirá ao setor de  energias limpas ...
"Naturalmente temos tendência a superestimar oque conseguiremos realizar no curto prazo...... e subestimar aquilo que pode...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

António Farinha

356
-1

Published on

Conferência Ethos 2012

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
356
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

António Farinha

  1. 1. Energia Sustentável paraTodos: grande oportunidadee caminhos a serem seguidosAntónio Farinha, Managing PartnerSão Paulo, 11 de junho de 2012 Conferência Ethos - Energia.pptx 1
  2. 2. Conferência Ethos - Energia.pptx 2
  3. 3. As medidas do Sustainable Energy for All endereçam as questõessócio-ambientais e podem trazer ganhos econômicos Grande oportunidade para Sociedade, A Empresas e Governo Fatores críticos para o B sucesso da iniciativa C Caminhos a serem seguidosFonte: Roland Berger Strategy Consultatns Conferência Ethos - Energia.pptx 3
  4. 4. A GRANDE OPORTUNIDADEAs discussões sobre energia no Rio+20 estão centradas naproposta da ONU Sustainable Energy for AllDiretrizes do Sustainable Energy for All Pessoas sem acesso a energia [bi] Universalização do 1,3 acesso à energia 0 Taxa de melhoria da eficiência energética1) [%] Melhora na eficiência 2,4 energética 1,2 Participação de fontes renováveis na matriz energética mundial2) [%] Aumento da geração por fontes renováveis 30 15 2009 20301) Taxa anual de redução da intensidade energética (energia necessária para produzir 1 unidade de valor, medida em MJ/USD)2) A participação de fontes renováveis na matriz energética brasileira foi de 47% em 2009Fonte: ONU, EPE, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 4
  5. 5. A GRANDE OPORTUNIDADEOs objetivos não são um fim em si mesmos e devem ser encaradoscomo uma trajetória para se atingir uma matriz 100% limpaTrajetória para matriz energética 100% limpaMatriz energética até 2050 [EJ] A evolução para uma matriz 100% limpa passa Eletricidade renovável por 3 momentos distintos Aquecimento renovável Demanda Fóssil e Nuclear de base > Até 2020: – Reduzir a taxa de crescimento da demanda – Limitar a expansão dos combustíveis fósseis – Promover a expansão do sistema através de fontes renováveis > Até 2030 (alvo das metas da ONU): – Reduzir o consumo global – Substituir fontes fósseis por renováveis > Até 2050: – Atingir nível sustentável de demanda – Atingir 100% de energia de fontes renováveisFonte: WWF/Ecofys – The Energy Report 2011, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 5
  6. 6. A GRANDE OPORTUNIDADE A meta de universalização de também auxilia na melhoria econômica dos países onde este índice ainda é muito baixo Relação entre nível de eletrificação e PIB per capita – países em desenvolvimento 100 Vietnã 2009 90 Brasil QatarNível de eletrificação [2009; %] 80 70 60 50 40 30 20 +10 p.p. +50% PIB nível de 10 Congo per capita eletrificação Vietnã 1975 0 100 1.000 10.000 100.000 PIB per capita [2009; USD PPP] Fonte: Banco Mundial, Agência Internacional de Energia, ONU, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 6
  7. 7. A GRANDE OPORTUNIDADEEstudos da IEA estimam investimentos totais de USD 641 bipara executar a meta de universalização de acesso até 2030Investimento médio anual exigido por região e da tecnologia na Energia para todos os casosAcesso a equipamentos de cozinha Acesso à eletricidade China [USD 0.8 bi] Avançados fogões de biomassa Na rede 13% Sistemas de biogás Mini rede 5% Fogões GLP Isolado ou fora da rede 82% Ásia (outros) África Sub-Saharam Índia [USD 0.8 bi] [USD 0.7 bi] [USD 1.1 bi] 20 15 24% 24% 31% 30% 34% 34% América Latina 10 USD 0.2 bi] 2.0 5 41% 41% 39% 1.5 0 17% USD 8 6 10% 1.0 18.5 bi 6 0.5 0.3 4 73% 4 0.0 2 USD 0.3 bi 21) Na energia para todos os casos, o investimento da China no acesso à eletricidade é zero e, portanto, não mostrado no mapa 0 0Nota:Total mundial inclui países do Oriente Médio USD 6.4 bi USD 5.2 biFonte: Agência Internacional de Energia, ONU, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 7
  8. 8. A GRANDE OPORTUNIDADEAs metas de eficiência energética e participação de fontesrenováveis exigem a aplicação de tecnologias limpasBenefícios econômicos associados e tecnologias habilitadorasAumento da eficiência energética Aumento da participação em fontes renováveis USD 1 Benefícios econômicos esperados na Europa com Deixa-se de investir USD 2 investimentos1) para atingir metas do plano 20/20/20 em suprimento de energia Para cada USD 1 investido em eficiência energética +420.000 +0,24% novos - USD 2 líquido PIB empregos Necessidade de inovação – tecnologias limpas (exemplos) Lâmpadas de LED e Aquecimento solar Biomassa e resíduos Fontes renováveis de fluorescentes sólidos energia1) EUR 1.530 bi entre 2006 e 2030Fonte: Banco Mundial, Agência Internacional de Energia, ONU, Comissão Européia, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 8
  9. 9. A GRANDE OPORTUNIDADEA inovação em tecnologias limpas viabiliza o endereçamento dosdesafios descritos e vem apresentando um grande crescimentoMercado global de tecnologias limpas [R$ bi]Crescimento Tamanho dos mercados de setores 31%1) 10% 5-10%anual equivalente em 2015 [R$ bi] 600-725 Equipamento industrial 850 495 448 Equipamento para Óleo e Gás 725 260 Tecnologias Limpas 600-725 Equipamentos Eletrônicos 625 2008 2010 2011 2015 Máquinas agrícolas, para 500 previsão mineração e construção1) De 2008 a 2010, crescimento anualFonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 9
  10. 10. B FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOEstudo mostrou a existência de 5 fatores críticos para oadequado desenvolvimento de uma economia sustentávelFatores críticos do mercado de energia limpa ATRAVÉS DESTE ESTUDO, IDENTIFICAMOS 5 FATORES CRÍTICOS Políticas governamentais Incentivos à inovação e P&D > 3ª edição do estudo > Acompanhamento do setor desde 2008 > Comparação de países e regiões Disponibilidade de capital > Identificação de fatores sucesso Adoção de tecnologias limpas Incentivo ao estabelecimento de cadeias de valor robustasFonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 10
  11. 11. B FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 1: Existência de políticas governamentais claras,estáveis e de longo prazoPolíticas governamentais DESCRIÇÃO EXEMPLOS > Governo criou o Proálcool em 1975, criando condições para ocuparmos na vanguarda do setor > Estratégias de longo prazo desenvolvidas, incentivando: – Aumento da parcela de energia > Desde 19701) tem um plano para o desenvolvimento de bioetanol renovável na matriz energética > Meta de utilização de 100% de biocombustíveis2) a – Incentivo ao desenvolvimento da partir de 2022 indústria local > Desde 19701) há um plano estratégico e incentivos – Redução das dependências de para a redução da dependência de energia fóssil e combustíveis fósseis e importação para o desenvolvimento do mercado de energia limpa de energia > Colocou o desenvolvimento de energia renovável em sua lista de prioridades que, por exemplo, define que 30% das lâmpadas deverão ser de LED até 20151) Incentivados pela crise econômica de 1970; 2) Com até 85% de etanol em sua composiçãoFonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 11
  12. 12. B FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 2: Incentivos para P&D, induzindo odesenvolvimento de tecnologias e processosDesenvolvimento tecnológico DESCRIÇÃO EXEMPLOS > Desenvolvimento da tecnologia de motores flex (3% álcool em 2003 e 92% flex em 2009) > Investimentos e foco em P&D como parte do plano estratégico dos países: – Buscar posição de vanguarda nos > Criação do Laboratório Nacional de Energia Renovável, para auxiliar na criação de processos diversos temas eficientes de produção de etanol – Gerar riqueza e empregos para o país, auxiliando no pagamento dos pesados investimentos realizados > Esforços focados em pesquisas aplicadas para o desenvolvimento de tecnologia própria para geração de energia solar e eólica > Estabelecimento de parcerias para o aprimoramento das tecnologias de energia eólica, atraindo grandes investidores e empresas deste segmento1) Incentivados pela crise econômica de 1970; 2) Com até 85% de etanol em sua composiçãoFonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, ANEEL, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 12
  13. 13. B FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 3: Disponibilidade de capital para encorajar odesenvolvimento e o uso de tecnologias limpasDisponibilidade de capital DESCRIÇÃO EXEMPLOS > Indústria de Venture Capital com grande número de fundos com alvo no setor de tecnologia limpa e com > Empresas precisam de muito capital capacidade de apoiar o desenvolvimento das para aprimorarem seus processos e empresas desenvolverem novos produtos > Mercado criou "ferramentas" > Acesso a crédito através de bancos nacionais específicas para cada etapa do possibilitam investimento em inovação e aumento da desenvolvimento destas tecnologias capacidade produtiva das empresas de energia solar Estágio do desenvolv. > IPOs tem se tornando uma forma atraente de captação de investimentos para o setor Fonte do Venture Private Mercado investimento capital equity de ações > Estabelecimento de agência de crédito de exportação para dar garantia a empréstimos de longo prazo Apoio do Governo feitos por empresas de tecnologia limpa a seus clientes Riscos1) Incentivados pela crise econômica de 1970; 2) Com até 85% de etanol em sua composiçãoFonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 13
  14. 14. B FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 4: Adoção de tecnologias limpas, incentivando acriação e ampliação do mercado domésticoAdoção de tecnologias limpas DESCRIÇÃO EXEMPLOS > Expansão da demanda por etanol graças a introdução de automóveis flex > Criação de incentivos para adoção de tecnologia limpa e produtos verdes – Empresas como AT&T, PepsiCo vem substituindo a sua frota por veículos elétricos > Incentivos a criação de mercados para produtos verdes, por parte da indústria > Adoção de energia verde através da implantação de e consumidores equipamentos de energias renováveis – Investimento individual de cidadãos e comunidades locais em turbinas eólicasFonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 14
  15. 15. B FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFator crítico 5: Incentivos para o desenvolvimento de umacadeia de valor forte e para a criação de novos projetosIncentivos para desenvolvimento de uma cadeia de valor forte DESCRIÇÃO EXEMPLOS > Governo chinês definiu o crescimento de grandes empresas de tecnologia limpa como prioridade i.e.: > Ganho de escala e redução de custos através de uma cadeia de valor forte – Expectativa de que principais produtores de polisilício alcancem capacidade 50 mil toneladas ano Redução de custos > Redefinição da indústria de energia eólica offshore – Verticalização da cadeia de valor Ganho de Criação/expansão escala – Modelo de cooperação entre desenvolvedores de do mercado projeto, fornecedor de turbina e instalador > Estabelecimento de cadeias de valor que sejam competitivas globalmenteFonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 15
  16. 16. C CAMINHOS A SEREM SEGUIDOSPara a Rio+20, precisamos definir caminhos concretos a seremseguidos por todos > Viabilizar e executar os 5 fatores críticos de sucesso: – Políticas governamentais – Adoração de tecnologias limpas Governos – Incentivos à inovação e P&D – Incentivo ao estabelecimento de – Disponibilidade de capital cadeias de valores fortes > Adotar comportamentos sustentáveis, inclusive quando este representar a Sociedade internalização de externalidades ambientais > Demandar do governo e de empresas a adoção de políticas e processos que civil promovam o atingimento das metas propostas pela ONU > Desenvolver e adotar práticas empresariais sustentáveis > Investir em inovações tecnológicas sustentáveis Empresas > Demandar dos governos a adoção de políticas públicas que promovam a utilização das melhores práticas empresariaisFonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 16
  17. 17. C CAMINHOS A SEREM SEGUIDOS A implantação de todas as melhores práticas permitirá ao setor de energias limpas dobrar de tamanho em relação à trajetória normal Impactos esperados com implementação de melhores práticas [R$ bi] 407 173 +135% +69% 173 102143 932011 2015 2011 2015 172 39 +84% +80%118 21 96 192011 2015 2011 2015 Fonte: Clean Economy, Living Planet - The Race to the Top of Global Clean Energy Technology Manufacturing, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 17
  18. 18. "Naturalmente temos tendência a superestimar oque conseguiremos realizar no curto prazo...... e subestimar aquilo que podemos realizar nolongo prazo." Fonte: Falácia do Planejamento, Mintzberg, Roland Berger Strategy Consultants Conferência Ethos - Energia.pptx 18
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×