Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Penas e gozos futuros - Wilma Badan

on

  • 1,129 views

Palestra de Wilma Badan no Instituto Espírita de Educação

Palestra de Wilma Badan no Instituto Espírita de Educação

Statistics

Views

Total Views
1,129
Views on SlideShare
1,128
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
29
Comments
0

1 Embed 1

http://www.slashdocs.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Penas e gozos futuros - Wilma Badan Penas e gozos futuros - Wilma Badan Presentation Transcript

  • Livro básico daFilosofia Espírita.- princípios fundamentaisdo Espiritismotransmitidos pelosEspíritos Superiores aAllan Kardec, através doconcurso de diversosmédiuns.
  • Seu conteúdo éapresentado em 4partes:- Das causas primárias,- Do mundo espírita oudos Espíritos,- Das leis morais e- Das esperanças econsolações.
  • LIVRO 4 ESPERANÇAS E CONSOLAÇÕES CAPÍTULO 1° PENAS E GOZOS FUTUROS “O que será o amanhã? Responda quem puder O que irá me acontecer?O meu destino será como Deus quiser.”
  • TODOS QUEREMOS SER FELIZES...Conseguimos??
  • O homem, na Terra,não pode gozar de completa felicidade, pois a vida aqui lhe foi dada como prova ou expiação. A suavização de nossos males e o ser tão feliz quanto possível, depende de como estamos vivendo.
  • A felicidade do homem, com relação à vida material, é a posse do necessário. Com relação à vida moral,a consciência tranquila e a fé no futuro.
  • PERDA DOS PESSOAS AMADAS Dor atinge a todos Consolação:comunicar-se com os seus amigos pelos meios que estão ao seu alcance, enquanto não dispuser de outros mais diretos e mais acessíveis aos seus sentidos.
  • O Espírito é sensível à lembrança e àssaudades dos que lhe eram caros na Terra;mas, uma dor incessante e desarrazoadalhe toca o pensamento, mas não o ajuda...
  • DECEPÇÃO. INGRATIDÃO. AFEIÇÕES DESTRUÍDAS As decepções oriundas da ingratidão e da fragilidadedos laços da amizade são uma das fontes de amargura do homem.
  • INGRATIDÃO prova para a nossa perseverança na prática do bem.A Natureza deu ao homem a necessidade de amar e de ser amado. Um dos maiores gozos que lhe são concedidos na Terra é o de encontrar corações que com o seu simpatizem.
  • UNIÕES ANTIPÁTICASDuas espécies há de afeições: a do corpo e a da alma,acontecendo com frequência tomar-se uma pela outra.
  • Quando pura e simpática, a afeição da alma é duradoura; efêmera a do corpo.Daí vem que, muitas vezes, os que julgavam amar-se com eterno amor passam a odiar-se, desde que a ilusão se desfaça.
  • MEDO DA MORTE Tem fundamento? Medo do desconhecido Medo do futuroIdeias errôneas - que são aclaradas pela Doutrina Espírita.
  • DESGOSTO DA VIDA. SUICÍDIO ato intencional de matar a si mesmo. Causa mais comum: transtorno mental que pode incluir: depressão, transtornobipolar, esquizofrenia, alcoolismo e abuso de drogas. E ainda dificuldades financeiras e/ou emocionais
  • Mais de um milhão de pessoas cometem suicídio a cada ano, tornando-se esta a décima causa de morte no mundo. Trata-se de uma das principais causas de morte entre adolescentes e adultos com menos de 35 anos de idade. Entretanto, há uma estimativa de 10 a 20milhões de tentativas de suicídios não-fatais a cada ano em todo o mundo.[6
  • De acordo com nossos planos (traçados do "outro lado") teremos uma carga X de energia, que pode ser ampliada... Um atentado contra a vida: também é contra todos os seus amigos, mentores e engenheiros espirituais que planejaram sua encarnação nos mínimos detalhes, e contra a própria energia Divinaque foi "emprestada" para animar seu veículo físico de manifestação: seu corpo.
  • Quando alguém se candidata a reencarnar, estava assumindo todos osriscos, com todos os ônus e bônus decorrentes de um empreendimento deste tamanho. Com o suicídio, seu estado deperturbação, seguido da ilusão que, duranteum tempo mais ou menos longo, faz o Espírito acreditar que ainda se encontra no mundo dos vivos.
  • As penas são proporcionais à consciênciaque o culpado tem das faltas que comete. MAS, a ajuda é para TODOS.
  • COMO VIVER???Pequenas mudanças de atitude podem melhorar nossa saúde física, mental e material. - buscar o significado da vida - prática do altruísmo - aprender - acreditar