Your SlideShare is downloading. ×
0
Idéias Inatas<br />PalestraInstituto Espírita de Educação<br />por<br />André Steagall Gertsenchtein<br />www.institutoesp...
Idéias Inatas - conceitos e tipos<br />O que são?<br />Lembranças das experiências e habilidades adquiridas em encarnações...
Idéias Inatas – como surgem?<br />Quando se manifestam?<br />Desde a infância, com maior intensidade a partir dos 7 anos.<...
Idéias Inatas – memória na Lei Divina<br />Não esquecemos o passado?<br />O passado consciente, via de regra, sim.<br />O ...
Memória<br />Acesso Consciente<br />Acesso através de hipnose ou inconsciente, pelas manifestações da personalidade<br />
Idéias Inatas – Função na Lei Divina<br />É preciso identificar se são tendências boas ou ruins<br />São tendências boas?<...
Idéias Inatas – Quando são ruins<br />É possível lutar contra estas tendências?<br />“Sou assim, não há o que fazer” (ação...
Idéias Inatas – Quando são boas<br />Deve-se estimular a tendência? Como avaliar se é boa?<br />É boa para o próximo? É bo...
Tendências InatasxRecondicionamento<br />Experiência desta encarnação<br />Como termino a encarnação<br />Como sou ao enca...
O que foge do óbvio<br />Há casos em que não se trata de tendências boas ou ruins<br />É preciso, para crescer, desenvolve...
Casos Específicos<br />NapoleãoBonaparte<br />Características Inatas: General Nato, Estrategista brilhante, Líder carismát...
Napoleão: Realizações<br />- Terminou com os excessos da Revolução Francesa<br />- Estabilizou a França em relação às amea...
Napoleão: Os Excessos<br />Características Inatas: vaidade e gosto pelo exercício do poder<br />Ápice: Batalha de Austerli...
O Desfecho: Limites<br />Derrota na Rússia (1812). Perda de grande parte do exército.<br />Exílio em Elba, em 1814. Volta ...
Idéias Inatas - Bibliografia<br />Kardec, Allan – “Livro dos Espíritos”, questões 218 a 221<br />Miranda, Hermínio – “A Me...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

IdéIas Inatas - Instituto Espírita de Educação

4,193

Published on

Palestra proferida no Instituto Espírita de Educação, por André Steagall Gertsenchtein.

Published in: Spiritual
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
4,193
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
92
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "IdéIas Inatas - Instituto Espírita de Educação"

  1. 1. Idéias Inatas<br />PalestraInstituto Espírita de Educação<br />por<br />André Steagall Gertsenchtein<br />www.institutoespirita.org.br<br />www.institutoespirita.blogspot.com<br />http://twitter.com/instespirita<br />
  2. 2. Idéias Inatas - conceitos e tipos<br />O que são?<br />Lembranças das experiências e habilidades adquiridas em encarnações anteriores<br />Que tipos existem?<br />Habilidades específicas (música, matemática)<br />Vocações (curar, ensinar)<br />Traços de personalidade marcantes (agressividade, paciência)<br />
  3. 3. Idéias Inatas – como surgem?<br />Quando se manifestam?<br />Desde a infância, com maior intensidade a partir dos 7 anos.<br />Todos temos idéias inatas?<br />Sim, alguns de forma mais evidente. <br />Às vezes, até como lembranças<br />
  4. 4. Idéias Inatas – memória na Lei Divina<br />Não esquecemos o passado?<br />O passado consciente, via de regra, sim.<br />O passado inconsciente se torna inacessível mas não desaparece.<br />A soma de nossas experiências anteriores constitui nossa personalidade.<br />
  5. 5. Memória<br />Acesso Consciente<br />Acesso através de hipnose ou inconsciente, pelas manifestações da personalidade<br />
  6. 6. Idéias Inatas – Função na Lei Divina<br />É preciso identificar se são tendências boas ou ruins<br />São tendências boas?<br />Usá-las<br />Recondicioná-las<br />Sim<br />Não<br />
  7. 7. Idéias Inatas – Quando são ruins<br />É possível lutar contra estas tendências?<br />“Sou assim, não há o que fazer” (ação pessoal)<br />Há. É preciso recondicionar. Leva tempo e esforço.<br />“Ele é assim, será que há o que fazer?” (Pais)<br />É possível agir bastante durante a infância.<br />
  8. 8. Idéias Inatas – Quando são boas<br />Deve-se estimular a tendência? Como avaliar se é boa?<br />É boa para o próximo? É boa para a sociedade?<br />A idéia inata pode ser lembrança do compromisso assumido.<br />
  9. 9. Tendências InatasxRecondicionamento<br />Experiência desta encarnação<br />Como termino a encarnação<br />Como sou ao encarnar<br />
  10. 10. O que foge do óbvio<br />Há casos em que não se trata de tendências boas ou ruins<br />É preciso, para crescer, desenvolver habilidades diferentes, ao mesmo tempo em que se usa as boas e se recondiciona as ruins<br />Daí a importância do<br />PLANEJAMENTO REENCARNATÓRIO<br />
  11. 11. Casos Específicos<br />NapoleãoBonaparte<br />Características Inatas: General Nato, Estrategista brilhante, Líder carismático<br />Missão: Proteger a França da desintegração interna e externa, terminar com os excessos da Revolução preservando seus ideais renovadores<br />Napoleão teve o auxílio do plano espiritual em suas primeiras vitórias (Marengo, no Piemonte, contra os Habsburgo da Áustria (1800)<br />
  12. 12. Napoleão: Realizações<br />- Terminou com os excessos da Revolução Francesa<br />- Estabilizou a França em relação às ameaças externas (Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia)<br />- Estabilizou a França em relação às ameaças externas (Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia)<br />- Implementou importantes reformas (Código Civil, Liberdade Religiosa. Banco Central)<br />
  13. 13. Napoleão: Os Excessos<br />Características Inatas: vaidade e gosto pelo exercício do poder<br />Ápice: Batalha de Austerlitz (1805), precedida pela coroação, em 1804, de Napoleão como Imperador, Vitória esmagadora contra Áustria e Rússia. Formação de “La Grande Armée”<br />
  14. 14. O Desfecho: Limites<br />Derrota na Rússia (1812). Perda de grande parte do exército.<br />Exílio em Elba, em 1814. Volta e derrota final em Waterloo, em 1815. Exílio em Santa Helena e morte em 1821.<br />
  15. 15. Idéias Inatas - Bibliografia<br />Kardec, Allan – “Livro dos Espíritos”, questões 218 a 221<br />Miranda, Hermínio – “A Memória e o Tempo”.<br />Emmanuel – “A Caminho da Luz”<br />
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×