Programa Aprender em Parceria - saiba mais

1,342 views
1,255 views

Published on

O professor e as novas tecnologias

Valorizar o professor, capacitá-lo para exercer as suas atividades como educador e proporcionar-lhe instrumentos necessários à sua função primordial, que é ensinar e guiar os alunos, são, atualmente, os principais objetivos da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Mas hoje o que aflige muitos profissionais desta área é a evolução da tecnologia no aprendizado e a busca pela atualização neste meio.

“Os professores precisam aprender a manusear as novas tecnologias e ajudar os alunos a manipulá-las, ao invés de serem manipulados”, explica Márcio Balbino Cavalcante, professor e consultor na área de educação e de meio ambiente. “Mas para tanto, os educadores precisam usá-las, saber da sua existência, aproximar-se aos poucos e familiarizar-se com elas, apoderar-se de suas potencialidades e dominar sua eficiência e uso, para que possam estar no domínio e orientar os estudantes”, conclui.

Foi pensando neste contexto, que tem sido discutido constante, e em um jeito de inserir estes educadores de forma rápida e adequada ao novo mercado, que o Instituto Crescer deu início ao Programa Aprender em Parceria.

Published in: Business, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,342
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
15
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Programa Aprender em Parceria - saiba mais

  1. 1. A importância do professor no contexto social Fevereiro - 2010
  2. 2. O professor e as novas tecnologias <ul><li>Valorizar o professor, capacitá-lo para exercer as suas atividades como educador e proporcionar-lhe instrumentos necessários à sua função primordial, que é ensinar e guiar os alunos, são, atualmente, os principais objetivos da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Mas hoje o que aflige muitos profissionais desta área é a evolução da tecnologia no aprendizado e a busca pela atualização neste meio. </li></ul><ul><li>“ Os professores precisam aprender a manusear as novas tecnologias e ajudar os alunos a manipulá-las, ao invés de serem manipulados”, explica Márcio Balbino Cavalcante, professor e consultor na área de educação e de meio ambiente. “Mas para tanto, os educadores precisam usá-las, saber da sua existência, aproximar-se aos poucos e familiarizar-se com elas, apoderar-se de suas potencialidades e dominar sua eficiência e uso, para que possam estar no domínio e orientar os estudantes”, conclui. </li></ul><ul><li>Foi pensando neste contexto, que tem sido discutido constante, e em um jeito de inserir estes educadores de forma rápida e adequada ao novo mercado, que o Instituto Crescer deu início ao Programa Aprender em Parceria . </li></ul>
  3. 3. Programa Aprender em Parceria Formação de Professores para uso de novas tecnologias no contexto educacional Novembro - 2009
  4. 4. Entendimento <ul><li>OBJETIVO: fazer a formação de professores para uso das novas tecnologias, usando como estratégia a metodologia do Aprender em Parceria, desenvolvida pela ong americana Puget Sound Center, licenciada pela Microsoft Corporation e localizada pela equipe de educação da Microsoft Brasil. </li></ul><ul><li>O programa prevê a formação em parceria, pois acredita que as pessoas são capazes de aprender melhor com seus pares. A formação acontece na prática e por tempo determinado. </li></ul><ul><li>CARGA HORÁRIA: </li></ul><ul><li>40 horas presenciais </li></ul><ul><li>120 horas a distância </li></ul>
  5. 5. Implementação do programa para professores da Educação Básica da Fundação Bradesco FUNDAÇÃO BRADESCO - 109 professores diretamente - 109 professores em parceria - 25 professores formados como orientadores locais - 18 estados - 7.630 alunos impactados Mote: Uso criativo e inovador da tecnologia
  6. 6. “ Em nossa escola, o programa tem sido muito gratificante! A sistematização dos encontros tem garantido a criação de momentos de efetiva formação continuada, das docentes envolvidas. Ao buscarmos inovar na utilização dos dispositivos tecnológicos disponíveis, repensamos a nossa própria prática pedagógica, articulamos diferentes segmentos de ensino e setores da escola, exercitamos o nosso potencial criativo e buscamos garantir aos alunos, o acesso contínuo e amplo desses recursos em seu cotidiano escolar.” Rosa Dulce Professora da Fundação Bradesco/ Rio de Janeiro Fundação Bradesco
  7. 7. Implementação para professores dos cursos técnicos do SENAC/SP “ A proposta do Aprender em Parceria nos incentiva a refletir sobre algo que é fundamental na educação: o diálogo” (professora do Senac) SENAC SP Professores dos cursos técnicos - 30 professores diretamente - 30 em parceria - 19 cursos técnicos - 16 cidades de SP - 2.400 alunos impactados Mote: Organização de um repositório de objetos de aprendizagem
  8. 8. Implementação para professores da rede pública estadual da PB PARAÍBA 64 professores diretamente 64 professores em parceria 4 professores formados como orientadores locais 18 estados 5.120 alunos impactados Mote: Uso criativo e inovador da tecnologia
  9. 9. <ul><li>Premiação: Microsoft World Wide Innovative Teachers Forum </li></ul><ul><li>Em novembro de 2006, o grupo de educadoras da Fundação Bradesco de Osasco (SP) recebeu o prêmio de segundo melhor projeto em Inovação em Comunidade , uma das três categorias do prêmio Microsoft World Wide Innovative Teachers Forum , realizado na Filadélfia, Pensilvânia (EUA). O trabalho “Ler e Escrever? Com o Computador!” desenvolvido pela equipe nas escolas da Fundação Bradesco envolve a capacitação de professores para a integração das TIC (tecnologias da informação e comunicação) no currículo escolar, resultando em idéias inovadoras para o acompanhamento das necessidades e ritmo de cada aluno. </li></ul><ul><li>Cerca de 180 participantes de 35 países participaram do Microsoft World Wide Innovative Teachers Forum, ápice de uma série de eventos que a Microsoft promove em vários países para premiar e homenagear educadores que se destacaram ao aperfeiçoar o aprendizado dos alunos usando a tecnologia. </li></ul>
  10. 10. Nomenclatura usada no Programa Professor Orientador Professor Colaborador Professor Par Alunos Conduz o processo de formação <ul><li>Participa diretamente </li></ul><ul><li>do processo de formação </li></ul><ul><li>Revê sua prática </li></ul><ul><li>Conhece e planeja novas aulas </li></ul><ul><li>com uso das novas tecnologias </li></ul><ul><li>Participa indiretamente </li></ul><ul><li>do processo de formação </li></ul><ul><li>Revê sua prática </li></ul><ul><li>Conhece e planeja novas aulas </li></ul><ul><li>com uso das novas tecnologias </li></ul><ul><li>Público indiretamente </li></ul><ul><li>impactado, tendo aulas que privilegiam: </li></ul><ul><li>Desenvolvimento de potenciais </li></ul><ul><li>Habilidades tecnológicas </li></ul>
  11. 11. Organização Tempo Atividade Formação de colaboradores 24 horas (presenciais) Módulo I - Conceitos e princípios do Programa contextualizado à realidade da comunidade escolar 02 meses (a distância) Módulo II – Prática de colaboração e análise crítica-reflexiva do plano de aula apoiada por recursos digitais 08 horas (presenciais) Módulo III – Avaliação da prática com o par e apresentação crítica-reflexiva dos planos de aula reestruturados 02 meses (a distância) Módulo IV – Aplicação do plano de aula 08 horas (presenciais) Módulo V - Avaliação do processo de aprendizagem e aprimoramento do plano de aula para disponibilizar em um repositório online
  12. 12. Formação de Colaboradores 24 horas presenciais - Módulo I - Conceitos e princípios do Programa contextualizado para a comunidade escolar <ul><li>Conceitos e Princípios do Programa Crescer em Rede </li></ul><ul><li>Elaboração do Histórico de Colaboração </li></ul><ul><li>Desenvolvimento de Habilidades de Comunicação </li></ul><ul><li>Problematização, desenvolvimento e avaliação de planos de aulas para a formação do aluno crítico-reflexivo. </li></ul><ul><li>Exemplos e construção de Planos de Aula com apoio de objetos digitais de Aprendizagem (Tema Gerador, Estratégias, Pesquisa, Competências) </li></ul><ul><li>Pesquisa qualitativa na Internet como competência contemporânea de ensino e aprendizagem </li></ul>
  13. 13. Formação de Colaboradores 02 meses a distância - Módulo II – Prática de colaboração e análise crítica-reflexiva do plano de aula apoiado por recursos digitais <ul><li>Discussões no fórum e lista de discussão (e-mail) apoiadas por artigos, ensaios e vivências sobre o uso das novas tecnologias na educação </li></ul><ul><li>Valorização da prática de registro por meio do Histórico de Colaboração </li></ul><ul><li>Construção colaborativa de Planos de Aula a partir de Temas Geradores, Pesquisas e Estratégias que engajem os alunos na aprendizagem </li></ul><ul><li>Vivência em discussões, para aprimoramento dos planos de aula, via chat </li></ul>
  14. 14. Formação de Colaboradores 08 horas presenciais - Módulo III – Avaliação da prática com o par e apresentação crítica-reflexiva dos planos de aula reestruturados <ul><li>Verificação do entendimento do processo de formação em parceria apoiado por recursos digitais </li></ul><ul><li>Avaliação dos Históricos de Colaboração </li></ul><ul><li>Apresentação e discussão crítica-reflexiva dos recursos digitais e suas possíveis aplicações na sala de aula </li></ul>
  15. 15. Formação de Colaboradores 01 mês (a distância) - Módulo IV – Aplicação do plano de aula <ul><li>Reflexão crítica-reflexiva sobre uso criativo e inovador dos objetos digitais de aprendizagem na educação </li></ul><ul><li>Discussão da rubrica para avaliação do processo de aprendizagem dos alunos </li></ul><ul><li>Tradução dos Planos de Aula em competências mobilizadas nos alunos (pessoais, relacionais, produtivas e cognitivas) </li></ul>
  16. 16. Formação de Colaboradores 08 horas (presenciais) - Módulo V - Avaliação do processo de aprendizagem e aprimoramento do plano de aula para disponibilizar no repositório <ul><li>Avaliação final do Programa Aprender em Parceria </li></ul><ul><li>Organização dos planos de aula para serem disponibilizados em um repositório online, podendo ficar à disposição de outros professores </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Pessoas formadas como colaboradores </li></ul><ul><ul><li>Curso de especialização na metodologia Aprender em Parceria. Carga horária: 160 horas </li></ul></ul><ul><li>Pessoas formadas como pares </li></ul><ul><ul><li>Curso de aperfeiçoamento na metodologia Aprender em Parceria. Carga horária: 120 horas </li></ul></ul>Certificação
  18. 18. Papéis e responsabilidades <ul><li>Instituto Crescer </li></ul><ul><li>Prover especialistas em educação e novas tecnologias para fazer a formação de orientadores, colaboradores e pares nos momentos presenciais e a distância, durante a formação </li></ul><ul><li>Fazer o acompanhamento das ações dos colaboradores, comunicando-os, individualmente, semanalmente sobre sua situação </li></ul><ul><li>Encaminhar semanalmente a situação dos colaboradores à equipe técnica, responsável pela rede educacional que está sendo formada, para tomada de providências, caso necessário </li></ul><ul><li>CD´s com cópia de todo o material, crachás, certificados e material de papelaria necessário às atividades </li></ul><ul><li>Criar e gerenciar a comunidade virtual de aprendizagem no portal Crescer em Rede </li></ul>
  19. 19. Papéis e responsabilidades <ul><li>Rede escolar parceira </li></ul><ul><li>Providenciar laboratório com acesso à Internet para os momentos presenciais </li></ul><ul><li>Fazer a seleção dos professores que irão participar da formação de colaboradores e orientadores </li></ul><ul><li>Fazer todas as comunicações necessárias ao bom andamento do Programa para as gerências </li></ul><ul><li>Entrar em contato por telefone com os colaboradores que não estiverem respondendo adequadamente à proposta do Programa </li></ul>
  20. 20. Instituto Crescer para a Cidadania www.institutocrescer.org.br 11. 5908.8644

×