Ética Profissional do Psicopedagogo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Ética Profissional do Psicopedagogo

on

  • 7,615 views

 

Statistics

Views

Total Views
7,615
Views on SlideShare
7,540
Embed Views
75

Actions

Likes
1
Downloads
111
Comments
1

2 Embeds 75

http://www.institutoconscienciago.com.br 74
url_unknown 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Ética Profissional do Psicopedagogo Ética Profissional do Psicopedagogo Presentation Transcript

  • P S I C O P E D A G O G I A
  • MORAL E ÉTICA
    • MORAL : conjunto de princípios , crenças e regras que orientam o comportamento dos indivíduos nas diversas sociedades.
    • MORAL é o campo em que dominam os valores relacionados ao bem e ao mal.
    • ÉTICA: Reflexão crítica da MORAL.
    • ÉTICA: Verifica a coerência entre práticas e princípios, questiona, reformula ou fundamenta os valores componentes de uma moral.
    • ÉTICA: Constantemente construída na relação com o outro. É preocupar-se com o outro. É o que permeia as relações interpessoais.
    •  
  • ÉTICA PROFISSIONAL
    • CONTRIM – nos ensina que: 
    • Ética é a parte da filosofia que busca refletir sobre o comportamento humano sob o ponto de vista das noções de bem e de mal, de justo e de injusto. Tem duplo objetivo:
    • Elaborar princípios de vida capazes de orientar o homem para uma ação moralmente correta; 
    • Refletir sobre os sistemas morais elaborados pelo homem.
  • CÓDIGO DE ÉTICA
    • Que trata de procedimentos dos profissionais em relação ao tratamento que deverão prestar às pessoas.
    •  
    • É uma convenção referendada pelos membros de um segmento social para regulamentar as ações éticas da sua profissão.
  • PROFISSÃO E SOCIEDADE
    • Consolidada a profissão há a necessidade de regulamentá-la com o objetivo de adequar os parâmetros para a formação profissional.
    • Isto faz parte da Legislação.
    •  
    • LEGISLAÇÃO
    •  
    • Elaborada pelos responsáveis das diretrizes que nortearão todo o trabalho educacional.
    • Deve ser revista periodicamente e buscada pelo profissional para o bom desempenho do seu trabalho.
  • PROCEDIMENTOS E TÉCNICAS
    • Constituem na oferta profissional das ações inerentes a sua formação básica.
    • Procedimentos para ações na Psicopedagogia:
    • ENTREVISTAS
    • HORA DO JOGO
    • PROVAS PROJETIVAS PSICOPEDAGÓGICAS
    • PROVAS PEDAGÓGICAS
    • PROVAS OPERATÓRIAS
    • SITUACÕES LÚDICAS
    • DEVOLUTIVA
  • PSICOPEDAGOGIA:
    • Campo de conhecimento que tem por objeto de estudo o ser pluridimensional ( pensante, apaixonado, de relação e contextualizado) em processo de construção do conhecimento”.
    •  
    • Tem por objetivo facilitar a construção do EU COGNOSCENTE deste ser pluridimensional, identificando e classificando os obstáculos que impedem que esta construção se faça; reconstruindo, integrando e expandindo sua capacidade de síntese e sua autonomia.”
    • É uma disciplina que tenta promover um espaço externo dentro da subjetividade do indivíduo.
    • Um espaço chamado de autoria de pensamento.
    • A disciplina tem que dar conta de questões de ordem lógicas da inteligência, mas também do sujeito desejante e da gramática inconsciente deste sujeito.
    • (Fernandez)
    • A especificidade da Psicopedagogia é o processo da aprendizagem, não como uma transmissão de conhecimento, mas envolvendo o ensinante e o aprendente.
    • O objeto de estudo é o ser humano enquanto ser educável, seus processos de aprendizagem e suas alterações.
    • “ Falar sobre Psicopedagogia é falar da articulação entre Educação e Psicologia.” (Neves).
    • “ Historicamente a Psicopedagogia surgiu na fronteira entre a Psicologia e a Pedagogia, a partir da necessidade de atendimento a crianças com distúrbios de aprendizagem” (Kiguel)