• Like
Gas Summit
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
306
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Exclu8ª Edição Roda siva Paíse da de s: Inter A Visão nacio nal O Ponto de Encontro do Mercado de Gás Latino-americano O Impacto da Regulamentação da Lei do Gás, o Crescimento de Fontes Não Convencionais e as Perspectivas de Expansão e Liberação dos Mercados 09, 10 e 11 de maio de 2011 Windsor Barra Hotel • Rio de Janeiro www.gassummit.com.br PATROCÍNIO APOIO APOIO DE MÍDIA REALIZAÇÃO
  • 2. Palestrantes oportunidade de Patrocínio e ExposiçãoAlvaro Rios Jorge Moreno Conheça as principais novidades da edição de 2011:Sócio Diretor Gerente de Novos NegóciosGas EnErGy Latin amErica aGGrEko EnErGia O Gas Summit dispõe de uma estrutura diferenciada e contaE intErnacionaL com a presença de executivos de alto nível hierárquico, José Rosenblatt tomadores de decisão nas mais importantes empresasAntonio Eduardo Monteiro Diretor nacionais e multinacionais do setor.de Castro Psr consuLtoriaGerente Executivo Com a fnalidade de estar em contato com os decisores doMarketing e Comercialização Luis Eduardo Duque Dutra mercado de energia, entre em contato com a equipe dePEtroBras - Gás E EnErGia Chefe de Gabinete Patrocínio e Exposição e associe sua marca a este evento aGência nacionaL do consolidado no mercado brasileiro de energia:Arnaldo Calil Pereira Jardim PEtróLEo, Gás naturaL EDeputado Federal BiocomBustívEis – anP Fabiana Conceiçãocâmara dos dEPutados Gerente de patrocínio e exposição Marcelino Teixeira LisboaBernardo Bezerra Acadêmico do Programa em fabiana.conceicao@ibcbrasil.com.brGerente de Projetos Pós Graduação Stricto Sensu +55 11 3017-6873Psr consuLtoria em Ciência Política Kelly Naomi univErsidadE fEdEraLBoris Villa Gallo Gerente de patrocínio e exposição do ParanáGerente de Gas kelly.naomi@ibcbrasil.com.brEcoPEtroL Marco Tavares +55 11 3017-6843 Sócio DiretorCarlos do Amaral C. Bratfisch Gas EnErGyDiretorBratfisch EnGEnharia Ing. Mec. Mario Botto sobre os nossos PatrocinadoresEm Gás Assessor da DiretoriaDiretor de Energia do ancaP A Aggreko atua, principalmente, noDepartamento de Infraestrutura segmento de locação de grupos geradoresfiEsP Pedro Cordeiro de energia - desde 15kVA até soluções Sócio da Prática de completas com plantas geradoras de 1 MW até 100 MW -, e é aCristian Inchauste S. Petróleo e Gás detentora do maior número de equipamentos de geração de energiaPresidente e Gerente Geral Bain & comPany em contêineres no mundo, com uma frota de aluguel avaliada emyPfB transPortE mais de US$ 1 bilhão. A companhia reúne mais de 4.000 funcionários R. Fernandes em 133 localidades. Na América do Sul, está presente desde 2003,David Waltenberg Presidente e, atualmente,conta com operações locais no Brasil, Venezuela,Sócio aLGnv - associação Latino Chile, Argentina, Colômbia e Peru. Para mais informações, veja oadvocacia WaLtEnBErG amEricana dE Gnv site da companhia em www.aggreko.com.brDerek Weber Richard Jardin Advocacia Waltenberg iniciou suasBusiness Development Manager Gerente de GNV atividades em 1998, concentrando-– Marcellus Activity comGas se, desde então, no assessoramentodrEssEr infrastructurE em assuntos jurídicos relativos aossoLutions Santiago Romero Oneto serviços e atividades do setor energético. Altamente especializada Consulting & Strategy Manager em questões de energia elétrica e gás natural, sua equipe deEdmilson Moutinho EnErGy consuLtinG profissionais caracteriza-se por uma capacidade ímpar para conciliarProfessor sErvicEs a compreensão das questões técnicas, econômico-financeiras eiEE - usP contábeis afetas ao setor com seu adequado tratamento jurídico. Verónica Vázquez Hurtado Diretora Associada Como resultado do atendimento de alta qualidade e personalizadoEnrique Dávila Alveal CERA Latin America prestado aos seus clientes, a Advocacia Waltenberg tem sidoPresidente sucessivamente apontada dentre os escritórios mais admirados dofundación chiLE21 ihs cEra país nesse segmento, sendo premiada na categoria infra-estrutura eFernando Meiter Zevi Kann regulatório pelo anuário Análise Advocacia (2006, 2007, 2008,Diretor Diretor de Regulação e 2009, 2010), e ranqueada como Band 1 na categoria Energy &tns Latam Fiscalização dos Serviços de Natural Resources: Power: Brazil pela Chambers and Partners Latin Distribuição de Gás Canalizado America (2009, 2010 e 2011).Gerardo Rabinovich arsEsP- aGEnciaDiretor Departamento Técnico rEGuLadora dE A Gás TransBoliviano S.A. (GTB) é a proprietária einstituto arGEntino dE La sanEamEnto E EnErGia a operadora do trajeto boliviano do gasodutoEnErGía - GEnEraL mosconi Bolívia-Brasil. Através da GTB, flui até o Brasil, a do Estado dE são PauLo maior parte da produção nacional de gás natural.Gerusa Magalhães O gasoduto Bolívia-Brasil, com uma extensãoSócia total de 3.150 km de cumprimento, conecta as gigantescas reservasadvocacia WaLtEnBErG de gás natural boliviano com os mercados de São Paulo e Porto Alegre no sueste brasileiro, constituindo-se em um meio de importância para o abastecimento de gás natural no Brasil.conselho consultivo A YPFB é, agora, uma corporação que temAgradecemos o apoio dos seguintes profissionais no desenvolvimento recuperado a participação plena em toda a cadeia produtiva do setor, dado que possui odo Gas Summit Latin America 2011: controle e a direção da produção, transporte, refinação, armazenamento, distribuição eEdmilson Moutinho Alvaro Rios Fernando Meiter comercialização de hidrocarbonatos na Bolívia.Professor Sócio Diretor DiretoriEE - usP Gas Energy tns Latam Latin america e internacional
  • 3. Segunda-feira, 09 de maio de 2011 3 Workshops Pré-conferência Workshop manhã1 impactos e reflexos da Lei do Gás e o decreto de regulamentação na cadeia do Gás natural Quase dois anos após ter sido sancionada, a Lei do Gás foi regulamentada dia 03 de dezembro de 2010, com a publicação do Decreto 7.382. O decreto regulamenta os principais dispositivos da Lei 11.909, de 4 de março de 2009, que dispõe sobre as atividades relativas ao transporte de gás natural, bem como sobre as atividades de tratamento, processamento, estocagem, liquefação, regaseificação e comercialização de gás natural. Há impactos significativos sobre a disciplina jurídica para a concessão da exploração e construção de gasodutos. Este seminário visa apresentar as principais modificações na disciplina jurídico-regulatória do gás natural e propor uma discussão sobre os reais impactos da Lei do Gás e sua regulamentação no mercado. Este será o momento ideal para fomentar discussões e apresentar dúvidas em torno do assunto mais discutido no momento: a regulamentação da Lei do Gás. tópicos abordados: • O novo cenário jurídico-regulatório para as atividades do gás natural: o transporte, a estocagem, o processamento e a comercialização • A polêmica acerca dos limites da competência federal e estadual • Os novos agentes do setor: consumidor livre, autoprodutor e autoimportador e os reflexos com o segmento de distribuição de gás canalizado • As novas características da exploração dos gasodutos: os leilões, a regulamentação do período de exclusividade e a perspectiva de novos carregadores • O livre acesso de terceiros aos gasodutos de transporte e a troca operacional de gás (swap) • As principais diferenças entre o mercado de gás natural e o setor elétrico: comparativo entre modelos institucionais • A formulação de políticas públicas para o setor de gás: o Plano Decenal de Expansão da Malha de Gasodutos (PEMAT) e Plano de Contingenciamento David Waltenberg, Sócio Gerusa Magalhães, Sócia José Rosenblatt, Diretor Bernardo Bezerra, Gerente de Projetos ADvOCACIA WALTENBERG ADvOCACIA WALTENBERG PSR CONSuLTORIA PSR CONSuLTORIA Workshops simultâneos tarde o desenvolvimento do Gás não- as Políticas ambientais na2 convencional nos Estados unidos e américa Latina 3 américa do sul e seu impacto no mercado de Gás O recente desenvolvimento da exploração comercial do gás de Este workshop tem por objetivo estabelecer as tendências xisto, também designado como gás não convencional provocou e desafios predominantes no mercado de gás natural e seu uma revolução rápida no mundo da energia gerando um fortíssimo impacto nas políticas ambientais de cada país. impacto na geopolítica. Hoje, mais da metade da produção de gás • Perspectivas de longo prazo nos EUA vêm do gás xistoso e a partir de 2009 os EUA ultrapassaram • Mitigação da mudança climática a Rússia e são o maior produtor mundial de gás. • Integração dos mercados regionais Este workshop tem por objetivo debater os benefícios do gás natural • Reservas abundantes não convencional no mundo e analisar de forma macro os impactos • Perspectivas favoráveis dos recursos não convencionais gerados com a entrada deste insumo na matriz energética. • Inexistência de um único mercado mundial e a • Perspectivas do Gás Natural convencional e não convencional coexistência de mercados regionais delineados por altos • O gás natural será o principal combustível da matriz energética custos de transporte do século XXI? • Predomínio do transporte por gasodutos e a crescente • Qual a tecnologia utilizada nos EUA para explorar gás de xisto? expansão do Gas Natural Liquefeito • A baixa do preço do gás nos principais mercados internacionais • Forte bilateralismo devido ao excesso de produção do gás de xisto • Crescente competitividade e volatilidade de preços • Comparativo entre o Gás Natural vs. Carvão e Petróleo para • Confidencialidade e heterogeneidade dos contratos utilizar como combustível e Gás Natural vs. Carbono para a • Fatores políticos e geopolíticos determinantes geração de energia elétrica • A significativa contribuição do gás para a mitigação da • A infraestrutura em torno do gás não convencional: já podemos mundança climática trabalhar com ele? • Como incentivar o uso do gás não convencional? Fernando Meiter, Diretor • As relações com o Oriente Médio e a conseqüente independência TNS LATAM do autoprodutor de gás não convencional Alvaro Rios, Sócio Diretor GAS ENERGy LATIN AMERICA E INTERNACIONAL Agenda dos workshops 09h00 Início do Workshop 1 14h00 Início do Workshop 2 e 3 12h30 Encerramento do Workshop 1 e almoço 17h30 Encerramento do Workshop 2 e 3
  • 4. Terça-feira, 10 de maio de 201108h30 Recepção e Credenciamento 14h00 Preços do Gás natural e a regulação da comercialização aos usuários Livres08h50 Abertura da Conferência pelo Presidente de Mesa • Preços do gás e a expansão dos serviços de distribuição • Regulação da comercialização no Estado de São Paulo David Waltenberg, Sócio • Usuário livre no Estado de São Paulo- direitos e deveres ADvOCACIA WALTENBERG Zevi Kann, Diretor de Regulação e Fiscalização dos Serviços de Distribuição de Gás Canalizado A Lei do Gás e o Decreto de Regulamentação ARSESP- AGENCIA REGuLADORA DE SANEAMENTO E ENERGIA09h00 as inovações no mercado de Gás Que Podem ser DO ESTADO DE SÃO PAuLO viabilizadas pela Lei 11.909, de 4 de março de 2009, 14h30 contratos de comercialização e distribuição regulamentando a atividade do Gás no Brasil • Modalidades contratuais • A instituição do Plano Decenal de Expansão da Malha de • Opções de compra Gasodutos – PEMAT • Término dos contratos e garantias • A regulamentação do acesso de terceiros aos gasodutos de • Riscos na área de contratos de comercialização no mercado transporte e de troca operacional de gás (swap) novo • A entrada de novos agentes na oferta do gás natural ao mercado brasileiro e o aumento da competitividade do setor Carlos do Amaral C. Bratfisch, Diretor • A introdução dos contratos de concessão: a regulamentação BRATFISCh ENGENhARIA EM GáS do período de exclusividade atraindo novos carregadores nos Diretor de Energia do Departamento de Infraestrutura futuros leilões de gasodutos FIESP • A perspectiva de novos investimentos para o setor de transportes e infraestrutura 15h00 o dinamismo do mercado de Gás natural - a Expansão • As figuras do autoprodutor e autoimportador de gás: da utilização do Gás e as Estratégias de operação do potenciais impactos e oportunidades para a indústria mercado de curto-Prazo e secundário Arnaldo Calil Pereira Jardim, Deputado Federal Antonio Eduardo Monteiro de Castro, Gerente Executivo CâMARA DOS DEPuTADOS Marketing e Comercialização PETROBRAS - GáS E ENERGIA Luis Eduardo Duque Dutra, Chefe de Gabinete AGêNCIA NACIONAL DO PETRóLEO, GáS NATuRAL E 16h00 Intervalo para café e troca de cartões BIOCOMBuSTívEIS - ANP Pedro Cordeiro, Sócio da Prática de Petróleo e Gás Identificando o Mercado de GNL BAIN & COMPANy 16h30 Expansão do mercado GnL na américa Latina10h30 Intervalo para café e troca de cartões • O GNL na matriz energética nos países importadores e exportadores do gás natural • Projetos e perspectivas de curto e médio prazo na região Painel Especial: Brasil • Tipos de contrato de fornecimento: preço de referência para a América do Sul O Raio- X do Mercado de Gás Natural no Brasil : As • Projetos de pequena escala do GNL Diretrizes do Mercado Atual para Futuras Tomadas de Santiago Romero Oneto, Consulting & Strategy Manager Decisões e Desenvolvimento do Mercado Nacional ENERGy CONSuLTING SERvICES11h00 a Elaboração de um Planejamento para a utilização do 17h00 Gasodutos: infraestrutura de distribuição Excedente e as Estratégias de operação do mercado • A perspectiva de gás local em Paulínia: conheça o único spot projeto de GNL no Brasil • A discussão sobre a queima do excedente em alto mar • Os atuais projetos de GNC • Atualmente, como é comercializado e regulado? • A Integração e ampliação da malha de gasodutos • Conhecendo a mecânica dos leilões do gás excedente para o • Investimentos na construção, ampliação e aumento da segundo mercado capacidade dos gasodutos • Como será comercializado o excedente dentro de um cenário • As dificuldades e barreiras para a construção dos terminais de de mercado livre? importação de GNL • O acesso dos consumidores livres ao mercado SPOT da Estamos buscando a melhor opção para apresentar este tema. Petrobras Para a programação completa acesse: www.gassummit.com.br • Visão de um Plano para o Gás no Brasil Edmilson Moutinho, Professor GNV: Gás Natural Veicular IEE - uSP 17h30 a Perspectiva de desenvolvimento do mercado de Gnv Marco Tavares, Sócio Diretor para veículos Leves e Pesados GAS ENERGy • O programa de GNV para veículos leves – sucessos e reveses • Os benefícios da utilização do GNV em veículos pesados12h00 Almoço de Integração entre Palestrantes e Participantes • Propostas de políticas governamentais para o GNV nos próximos anos13h30 o impacto do Gn na matriz Energética • Experiência da Comgás em Transporte Público e ações para • Demanda vs Oferta de energia desenvolvimento do segmento • Comparação do gás natural frente a outras energias • Panorama dos veículos leves • O uso eficiente do gás natural na geração de energia R.Fernandes, Presidente • Gás natural como energia complementar às redes ALGNv - ASSOCIAÇÃO LATINO AMERICANA DE GNv concessionárias Richard Jardin, Gerente de GNV Jorge Moreno, Gerente de Novos Negócios COMGAS AGGREkO ENERGIA 18h30 Encerramento do primeiro dia de conferência Informações e Inscrições - www.gassummit.com.br
  • 5. Quarta-feira, 11 de maio de 2011 08h30 Recepção dos Participantes 13h40 o impacto do Gás não convencional no méxico • Benefícios do gás não convencional dos EUA no México 08h50 Abertura do Segundo Dia de Conferência pelo Presidente • A Composição do GNL: o papel dos gasodutos na de Mesa importação do Gas Natural Mexicana • Novas conexões: México se prepara para importar mais México gás natural dos EUA Rodada dos Países Latino Americanos Verónica Vázquez Hurtado, Diretora Associada, Conheça Quais São os Planos de Cada País Dentro de um CERA Latin America Contexto Técnico e Geopolítico do Mercado de Gás e Saiba IhS CERA Quais São as Oportunidades de Negócio e Tendências Futuras 14h20 conhecendo o mercado de Gás de trinidad e tobago 09h00 o Papel do shale Gas no mercado norte americano e • O gás de Trinidad e Tobago em números o impacto no mercado mundial • Mercado atual • Realidade da incorporação do gás não convencional na Trinidad • Perspectivas reserva dos países Sul Americanos: shale gás, tight gas e e Tobago Marcelino Teixeira Lisboa, Acadêmico do Programa em USA coal bed methane Pós Graduação Stricto Sensu em Ciência Política • Investimentos requeridos e custo de produção uNIvERSIDADE FEDERAL DO PARANá • A visão dos países atuantes em gás não convencional: USA, Colômbia, Argentina e Brasil • Qual o futuro do gás não convencional no Brasil? 15h00 a recente Evolução do mercado de Gás natural colombiano Derek Weber, Business Development Manager – Marcellus • As novas oportunidades da oferta do gás convencional Activity e não convencional DRESSER INFRASTRuCTuRE SOLuTIONS • Perspectivas de mudança no marco regulatório Colômbia 09h40 Quais são os desafios no Peru com a consolidação da Boris Villa Gallo, Gerente de Gas Exportação do Gás natural? ECOPETROL S.A. • Panorama atual da exploração: desenvolvimento na infraestrutura energética e do gás no país 15h40 Intervalo para café e troca de cartões Peru • O quatriênio para consolidar a petroquímica, o que deve ser feito? 16h10 Plano Energético uruguaio: a regasificação de • Mais GNL ao sul: gás ou eletricidade ao Chile? GnL e a exportação de Gn para a argentina • A política energética, o papel do Estado e o planejamento • Aspectos técnicos da localização offshore escolhida estatal a longo prazo no setor do petróleo como • Os mecanismos do mercado de GN regasificado instrumento para garantir o fornecimento local de energia e Uruguai • Novos desenvolvimentos de GN no Uruguai o desenvolvimento integrado da indústria *Ing. Mec. Mario Botto, Assessor da Diretoria Alvaro Rios, Sócio Diretor ANCAP GAS ENERGy LATIN AMERICA E INTERNACIONAL 16h50 mudanças na matriz Energética do chile 10h20 Intervalo para café e troca de cartões • Impacto na oferta elétrica com os terminais de regasificação de Quintero e Mejillones 10h50 a atualização do mercado de Gás na Bolívia • Custos de energia no país • Produção e infraestrutura do transporte de gás da Bolívia • Mito ou realidade: a integração energética para o novo contrato com a Argentina Chile Chile - Argentina - Bolívia - Perú • Balanço dos contratos de gás bolivianos (reservas, gasodutos, novos contratos) Enrique Dávila Alveal, Presidente Bolívia FuNDACIóN ChILE21 • Resultados dos cinco anos da nacionalização dos hidrocarbonetos (impactos local e geopolítico) • Novas perspectivas de investimento (2011-2015) 17h30 o mercado venezuelano de Gás natural e a influência de sua Grande reserva de óleo e Gás Cristian Inchauste S., Presidente e Gerente Geral • A política de gás na região yPFB TRANSPORTE • A influência da Venezuela em alguns governos da 11h30 as novas descobertas de Gás de Xisto na Bacia Venezuela região • A relação com a Argentina e Bolívia de neuquén e a Possibilidade de reservas para os • Hidrocarbonetos: análise geopolítica da relação Próximos 50 anos Chávez-EUA • O planejamento governamental e as possíveis alterações no Argentina mercado de gás em decorrência das eleições 2011 Estamos buscando a melhor opção para apresentar este tema. • A questão sobre a troca da moeda internacional para a Para a programação completa acesse: www.gassummit.com.br moeda argentina (peso) e sua desvalorização 18h10 Encerramento do Gas Summit Latin America 2011 Gerardo Rabinovich, Diretor Departamento Técnico INSTITuTO ARGENTINO DE LA ENERGíA - GENERAL MOSCONI 12h10 Almoço de Integração entre Palestrantes e Participantes * A confirmar• Telef one: (11) 3017-6888 • E-mail: gassummit@ibcbrasil.com.br
  • 6. FICHA DE INSCRIÇÃO – GAS SUMMIT LATIN AMERICA 2011 - EF0900811 mala diretaNome: Cargo: Postal 9912247475 - DR/SPMDepto.: E-mail: iirSup. Imediato: Cargo: CORREIOSRazão Social:Nome Fantasia da Empresa: Ramo de Atividade:CCM: CNPJ: Inscr. Estadual:Endereço Comercial:CEP: Cidade: Estado:Telefone: ( ) Fax: ( ) FORMAS DE PAGAMENTONome para contato: Área: Emissão de boleto restrita até 3 dias antes do evento. Após esta data, favor contatar a Central de Atendimento pelo telefone 11 3017 6888 ou e-mail customer.service@ibcbrasil.com.br. ANº de funcionários: 01 - 99 100 - 199 200 - 499 500 - 999 1.000 - 1.999 2.000 - 4.999 acima de 5.000 participação do inscrito estará condicionada à efetiva comprovação de pagamento da inscrição antes da realização do evento.4 Autorizo o envio de informações da empresa por todos os canais de comunicação. Caso não queira receber informações, favor enviar e-mail para cadastro@ibcbrasil.com.br Boleto Bancário AMEX VISA MASTERCARD DINERS CONDIÇÕES GERAIS DE INSCRIÇÃO Nº Valid:Data: Assinatura: Valor Especial para Valor Especial para Valor para Inscrições09, 10 e 11 de maio de 2011 Desconto especial para grupos. Inscrições até 11/03/11* Inscrições até 08/04/11* após 08/04/11 ECONOMIZE ECONOMIZE DADOS SOBRE COBRANÇA Consulte-nos! Investimento Total (1) Investimento Total (1) Investimento Total (1)Local: Nome de contato:Windsor Barra Hotel Conferência R$ 3.595,00 R$ 400 R$ 3.795,00 R$ 200 R$ 3.995,00Avenida Lucio Costa, 2630 Cargo:Barra da Tijuca, Rio de Janeiro Conferência + Workshop 1 + Workshop 2 R$ 4.995,00 R$ 400 R$ 5.195,00 R$ 200 R$ 5.395,00 Endereço: Conferência + Workshop 1 + Workshop 3 R$ 4.995,00 R$ 400 R$ 5.195,00 R$ 200 R$ 5.395,00O Informa Group plc está presente no Brasil Tel: Fax:e na America Latina pelas marcas IBC e IIR. Desconto não cumulativo, válido somente para inscrição e pagamento antecipados.Planejamento e Organização dos eventos (1) ATENÇÃO: Os valores incluem os impostos que devem ser recolhidos pela fonte pagadora em conformidade com a legislação vigente (Lei 116/2003, art. 5º da Lei 10.925/04 E-mail para envio da NF-e:no Brasil: IIR Informa Seminários Ltda. e art. 647 do RIR). Pedimos a gentileza de contatar nossa central de atendimento para obter detalhes sobre o valor a ser pago, antes de efetuar o pagamento da inscrição. Cidade: Estado: CEP: A B C D E F G H I J K L M A inscrição será confirmada após a Organizadora receber esta ficha preenchida, assinada e carimbada. CANCELAMENTOS E SUBSTITUIÇÕES: Os cancelamentos podem ser feitos sem ônus ou encargos até 10 dias antes do evento. Após esta data, as substituições podem ser feitas sem ônus, mas 4 MANEIRAS RÁPIDAS DE os cancelamentos terão uma taxa administrativa de R$500,00. Em todos os casos, solicitamos ENTRAR EM CONTATO CONOSCO informar a Organizadora sobre qualquer alteração até às 12h da véspera do evento. Os inscritos que não cancelarem sua participação segundo as condições acima descritas, e não comparecerem ao evento, serão cobrados no valor integral acordado. Todas as notificações devem ser feitas por escrito pelo fax, e-mail ou endereço indicados nesta ficha. tELEfonE +55 11 3017-6888 ALTERAÇÃO DE PROGRAMA: O nosso compromisso é fornecer a discussão e o estudo de temas e casos relevantes por palestrantes habilitados. Eventuais alterações no programa serão decorrentes de caso fortuito ou força maior. Na eventualidade de algum palestrante não comparecer, envidaremos faX toLL frEE 0800 11 4664 maiores esforços possíveis para substituir o executivo ausente por outro apto a promover a discussão do tema conforme programado. Contudo, tal empenho não implica em garantia da substituição. Ao assinar este documento, concordo com os termos acima pactuados. E-maiL gassummit@ibcbrasil.com.br O Informa Group não se responsabiliza pelos objetos pessoais dos participantes durante o evento. Insira no campo abaixo o código que se encontra na etiqueta de endereçamento Código Código da etiqueta. Lado superior direito. sitE www.informagroup.com.br/gassummit Local e Data Assinatura e Carimbo da Empresa Cargo: