ReproduçãO Nas Angiospermas (1)

51,569 views
50,803 views

Published on

Material para estudo de revisão - 3 certificação do Colégio Pedro II - UESC II

Published in: Education, Business, Technology
3 Comments
16 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
51,569
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,280
Actions
Shares
0
Downloads
1,033
Comments
3
Likes
16
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

ReproduçãO Nas Angiospermas (1)

  1. 1. Angiospermas Presença de flor, semente e ... Fruto Lucy Freitas
  2. 2. AS FLORES DAS ANGIOSPERMAS
  3. 3. OS FRUTOS DAS ANGIOSPERMAS
  4. 4. Quais são as principais características das angiospermas? <ul><li>São vasculares e possuem raiz , caule , folhas , flores , sementes e frutos . </li></ul><ul><li>Também não necessitam da água para que ocorra a fecundação. Suas flores produzem o néctar (solução açucarada) que atrai animais , como, abelhas, borboletas, formigas, pássaros, morcegos e outros que acabam polinizando-as . </li></ul><ul><li>Da união dos gametas , forma-se o embrião (dentro de uma semente). </li></ul><ul><li>Após a fecundação, o ovário da flor se desenvolve e se transforma em fruto (com a semente dentro). </li></ul><ul><li>É o grupo vegetal mais recente e mais abundante da Terra . Esse sucesso na dispersão se deve ao fato de que todas as flores possuem ovários, ou seja, produzem frutos , uma estrutura que além de proteger a semente serve como elemento de atração para os animais dispersores de sementes . </li></ul>
  5. 5. GIMNOSPERMAS 1. São plantas vasculares . 2. Possuem raiz , caule , folhas, estróbilos e sementes. 3. Não necessitam da água para que ocorra a fecundação. 4. O gameta masculino não é flagelado. É transportado dentro do grão de pólen. 5. Da união dos gametas, forma-se o embrião (dentro de uma semente). 6. O embrião fica protegido na semente, que possui reservas nutritivas e uma proteção contra a desidratação. 7. A estrutura reprodutora é o estróbilo . 8. Os gametas são produzidos nos estróbilos. 9. Os estróbilos não atraem os animais, por isso são polinizadas pelo vento. 10. As flores não possuem ovários , portanto não produzem frutos (a semente é nua) ANGIOSPERMAS 1. São plantas vasculares . 2. Possuem raiz , caule , folhas, flores , sementes e frutos . 3. Não necessitam da água para que ocorra a fecundação. 4. O gameta masculino não é flagelado. É transportado dentro do grão de pólen. 5. Da união dos gametas, forma-se o embrião (dentro de uma semente). 6. O embrião fica protegido na semente, que possui reservas nutritivas e uma proteção contra a desidratação. 7. A estrutura reprodutora é a flor. 8. Os gametas são produzidos na flor. 9. As flores produzem o néctar que atrai animais que fazem a polinização. 10. As flores possuem ovários que, após a fecundação, se transformam em frutos (com a semente dentro). RECORDANDO
  6. 6. sépala pétala Carpelo=Pistilo estigma estilete ovário óvulo receptáculo antera filete estame pedúnculo
  7. 7. PARTES DA FLOR MASCULINA = ANDROCEU FEMININA=GINECEU Filete Estigma Formado de Estames Formado de Pistilos Estilete (em geral vários) Antera (em geral só um) Ovário
  8. 8. PARTES DA FLOR HERMAFRODITA 1. Pedúnculo 2. Receptáculo (onde ficam presas as demais peças florais) 3. Cálice (conjunto de sépalas) 4. Corola (conjunto de pétalas) 5. Androceu (conjunto de estames) 6. Gineceu (conjunto de pistilos)
  9. 9. Formado por pistilos. Cada pistilo é formado por: 1. Estigma (recebe o grão de pólen) 2. Estilete (por onde desce o tubo polínico) 3. Ovário (onde está o(s) óvulo(s) (após a fecundação transforma-se em fruto). ATENÇÃO: A maioria das flores apresenta seu Gineceu composto por apenas um pistilo. Assim Gineceu e Pistilo se confundem em uma só peça. Algumas flores apresentam seu Gineceu composto por mais de um pistilo. Ex: roseira e magnólia. GINECEU
  10. 10. Formado de estames. Cada estame é formado por: 1. Filete (cabinho do estame) 2. Antera (onde são produzidos os grãos de pólen) ANDROCEU
  11. 11. RECORDANDO
  12. 12. Agora é a sua vez. Dê os nomes das estruturas numeradas:
  13. 13. PARA VOCÊ NÃO ESQUECER:
  14. 14. Você dissecou esta flor em aula prática. Aproveite para recordar suas partes reprodutoras. Estigma do Gineceu Estame do Androceu
  15. 15. Pelo VENTO (ANEMOFILIA) Produzem muito pólen Pouco atrativas Estames e estigmas projetados (Transporte do grão de pólen da antera do estame até o estigma do gineceu) POLINIZAÇÃO Figura 3: gramínea com suas inflorescências ao vento. Figura 1: flor de planta anemófila (gramínea) Figura 2: esquema da flor de uma planta anemófila (gramínea)
  16. 16. Flores vistosas, com cheiro, com nectários Por INSETOS (ENTOMOFILIA), AVES (ORNITOFILIA) ou MAMÍFEROS POLINIZAÇÃO
  17. 17. ESTRATÉGIAS DE ATRAÇÃO BRÁCTEAS orientando os polinizadores para o local onde estão as flores FLOR simulando fêmeas para atrair o polinizador INFLORESCÊNCIAS quando as flores são pequenas
  18. 18. CICLO DE VIDA DE UMA ANGIOSPERMA
  19. 19. Antes de falarmos das etapas da reprodução, verifique os nomes das partes femininas (gineceu) e masculinas (androceu)
  20. 20. Etapas: Polinização – Formação do tubo polínico – fecundação – formação da semente
  21. 21. Após a fecundação ocorre: 1. Oosfera + gameta masculino dão origem ao embrião 2. O óvulo se desenvolve e se transforma em semente 3. O ovário se desenvolve e dá origem ao fruto (com a semente dentro)
  22. 22. Vários grãos de pólen podem cair sobre o estigma. Todos podem germinar, formando vários tubos polínicos. Cada tubo polínico levará um gameta masculino até a oosfera de um óvulo. Após a fecundação, cada óvulo fecundado dará origem a uma semente.
  23. 23. Dicotiledônea Monocotiledônea A semente de feijão possui dois cotilédones. Dentro deles estão armazenadas as substâncias nutritivas (endosperma) para desenvolvimento do embrião. O grão de milho, na realidade é um pequeno fruto. O cotilédone é único e reduzido. A semente (embrião+cotilédone+endosperma) ocupa todo o volume do fruto (grão de milho). SEMENTE
  24. 25. Condições Mínimas Água Temperatura ideal Gás Oxigênio (O 2 ) dicotiledônea monocotiledônea
  25. 26. MONOCOTILEDÔNEAS DICOTILEDÔNEAS RAIZ FASCICULADA FOLHA COM NERVURAS PARALELI-NÉRVIAS RAIZ AXIAL FOLHA COM NERVURAS RETICULADAS DIFERENÇAS ENTRE FLORES TRÍMERAS FLORES PENTAMERAS OU TETRÂMERAS
  26. 27. DA FLOR AO FRUTO Após a fecundação as pétalas, as sépalas e os estames murcham. Estigma e estilete também caem. Sobra o ovário com o(s) óvulo(s) fecundado(s). Agora o ovário se desenvolve e se transforma em fruto. Dentro dele está(ão) a(s) semente(s) originada(s) do óvulo(s) fecundado(s).
  27. 28. FRUTO Provém do desenvolvimento do ovário e do óvulo fecundado Polinização Fruto formado Formação do fruto
  28. 29. pericarpo O FRUTO É FORMADO POR: PERICARPO (originado do ovário) SEMENTE (originada do óvulo)
  29. 30. EPICARPO (casca) MESOCARPO (branco) ENDOCARPO comestível, envolve a semente) SEMENTE (dentro do endocarpo formando um caroço) ENDOCARPO (duro) MESOCARPO (comestível) EPICARPO (casca) PERICARPO PERICARPO SEMENTE PARTES DO FRUTO
  30. 31. Laranja: endocarpo Abacate: mesocarpo epicarpo Tomate: pericarpo mesocarpo endocarpo PARTES COMESTÍVEIS DOS FRUTOS
  31. 32. Originam-se de outras partes da flor (exceto do ovário) Podem originar-se do pedúnculo (cajú) ou do receptáculo (maçã e figo) PSEUDOFRUTOS ou falsos frutos
  32. 33. PSEUDOFRUTOS
  33. 34. inflorescência bráctea Flores brácteas INFLORESCÊNCIAS (conjuntos de flores)
  34. 35. Originam-se de inflorescências cujas flores foram fertilizadas INFRUTESCÊNCIAS (conjuntos de frutos)
  35. 36. CLASSIFICAÇÃO DOS FRUTOS Obs: Não há necessidade de decorar as informações acima. Elas foram adicionadas somente como curiosidade
  36. 37. Descubra que parte da planta está representada na figura: 1 2 3 4 5 6
  37. 38. 7 8 9 10 11 12
  38. 39. 13 14 15 16 16 17 18
  39. 40. 19 20 21 22 23 24
  40. 41. 29 28 27 26 25 30

×