PatrimóNio GenéTico Trabalhos De Morgan

37,195 views

Published on

Trabalhos de Morgan com drosophila, na hereditariedade associada aos cromossomas sexuais. Genes em linkage ou em ligação factorial. Interacção génica - exemplo do milho rei.

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
37,195
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
26,651
Actions
Shares
0
Downloads
629
Comments
0
Likes
9
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PatrimóNio GenéTico Trabalhos De Morgan

  1. 1. Património Genético Trabalhos de Thomas Morgan Isabel Lopes
  2. 2. Drosophila melanogaster (mosca da fruta) Thomas Morgan realizou trabalhos com moscas da fruta – Reduzida dimensão (fácil manutenção em laboratório) – Frequentes sobre os frutos maduros – Ciclo de vida curto (aproximadamente 10 a 15 dias) – Características observadas à lupa após anestesia – Forma selvagem (mais comum na natureza): corpo cinzento, olhos vermelhos e asas longas IL 2009
  3. 3. Outras formas (mutações) Ver desenvolvimento da pupa Exemplos: • Corpo negro • Asas vestigiais • Olhos brancos Dimorfismo sexual IL 2009
  4. 4. Como se transmitem os olhos brancos Morgan encontrou um dia por acaso um macho de olhos brancos e começou a estudar esta característica: Macho com olhos brancos X Utiliza-se a inicial da Fêmea olhos selvagens palavra inglesa para a F1 característica mutante - 100% Fêmeas com olhos selvagens white 100% Machos com olhos selvagens (W), usando para a forma selvagem a F2 mesma letra 2459 fêmeas olhos selvagem acrescida do 1011 machos com olhos selvagem sinal + (W+) 782 machos olhos brancos IL 2009
  5. 5. Como se transmitem os olhos brancos Morgan estudou também o cruzamento inverso macho de Olhos selvagens e fêmea de olhos brancos Macho com olhos selvagens x Utiliza-se a inicial da Fêmea olhos brancos palavra inglesa para F1 a característica 100% Fêmeas com olhos selvagens mutante - 100% Machos com olhos brancos white (W), usando para a forma 129 fêmeas olhos selvagem F2 selvagem a 88 fêmeas de olhos brancos mesma letra 132 machos com olhos selvagem acrescida do 86 machos olhos brancos sinal + (W+) IL 2009
  6. 6. Como explicar estes resultados ? Na drosófila, como na maioria dos animais, o sexo depende do par de cromossomas sexuais • As fêmeas de drosófila possuem 3 pares de autossomas e um par de cromossomas X. • Os machos possuem 3 pares de autossomas, mas apenas um cromossoma X e um cromossoma Y (praticamente sem genes)– sexo heterogamético. • Devemos considerar que o alelo responsável pela cor branca dos olhos se localiza no cromossoma X. IL 2009
  7. 7. Como explicar estes resultados ? Macho com olhos brancos X Fêmea olhos selvagens Gâmetas Cor dos olhos: ♂ branco - W Xw Y ♀ Selvagem - W+ 100% Olhos vermelhos w+ Xw+Xw Xw+Y X Gâmetas w+ Xw+Xw Xw+Y X IL 2009
  8. 8. Como explicar estes resultados ? Macho com olhos selvagens X Fêmea olhos brancos Gâmetas Cor dos olhos: ♂ branco - W Xw+ Y ♀ Selvagem - W+ w XwXw+ XwY X Olhos brancos Todos os ♂ Gâmetas w X XwXw+ XwY IL 2009 Todas as ♀ olhos selvagens
  9. 9. Genes… • Autossómicos – Quando se localizam nos Autossomas • Heterossómicos ou ligados ao sexo – Quando se localizam nos cromossomas sexuais IL 2009
  10. 10. Ideias-Chave • Nos seres heterogaméticos, os genes localizados nos cromossomas sexuais expressam-se de forma diferente consoante o sexo do indivíduo. – Os indivíduos do sexo masculino expressam o gene transportado no cromossoma X que herdaram da progenitora feminina; – Os genes dos cromossomas X dos indivíduos do sexo feminino expressam- se de forma idêntica aos genes localizados nos autossomas. IL 2009
  11. 11. Ligação Factorial ou em Linkage A localização dos genes nos cromossomas implica que vários genes se localizem no mesmo cromossoma P: ♀ corpo cinzento e asas longas X ♂ corpo negro e asas vestígiais Corpo: negro - b cinzento - b+ Asas: F1: ♀e♂ corpo cinzento e asas longas vestígiais - vg longas - vg+ F1 x F1: Cruzamento teste: 75% corpo cinzento e asas longas F1 x bbvgvg 25% corpo negro e asas vestígiais 50% corpo cinzento e asas longas 50% corpo negro e asas vestígiais Os genes transmitem-se em conjunto não ocorrendo segregação independente (excepção à segunda lei de Mendel) IL 2009
  12. 12. Ligação Factorial ou em Linkage A localização dos genes nos cromossomas implica que vários genes se localizem no mesmo cromossoma e assim se comportem como uma unidade indissociável, mas… … na maioria das vezes, como resultado do crossing-over que ocorre durante a meiose, os genes podem separar-se e surgir nos gâmetas como se estivessem em cromossomas separados IL 2009
  13. 13. Ideias-Chave • Os genes localizados no mesmo cromossoma constituem um grupo de ligação factorial e podem transmitir-se: – Em conjunto, como se se tratasse de um caso de monoibridismo, originando o mesmo número e a mesma proporção de classes fenotípicas; – Separados devido à ocorrência de crossing-over durante a meiose IL 2009
  14. 14. Interacções Génicas - Epistasia “Cada espiga vermelha, cada espiga de milho-rei – como por lá lhe chamam – é a sentença promulgada contra o feliz a cujas mãos ela chegou. Cabe-lhe distribuir por toda a assembleia , ou de receber de toda ela, um abraço mais ou menos apertado; sentença que ele de boa vontade Experiências de R. Emersom em 1918 cumpre, principalmente quando em tantos abraços, há um pelo que em vão suspira nas outras épocas do ano.” Júlio Dinis, As Pupilas do Senhor Reitor P: Milho branco X Milho branco AAbb aaBB F1: Milho-rei AaBb F2: 56% plantas espigas de Milho-rei 44% plantas apresentam espigas brancas
  15. 15. Explicação dos resultados… F1 x F1 F2: 56% plantas espigas de Milho-rei (AaBb X AaBb) 44% plantas apresentam espigas brancas Gâmetas Gâmetas AB Ab aB ab AB AABB AABb AaBB AaBb Ab AABb AAbb AaBb Aabb aB AaBB AaBb aaBB aaBb ab AaBb Aabb aaBb aabb Enzima 2 • Molécula • Pigmento Precursora • Molécula vermelho intermédia Enzima 1 Alelos recessivos – não sintetiza
  16. 16. Em síntese… Muitas características hereditárias não são controladas pelo material genético existente num único locus, mas sim por vários genes existentes em diferentes loci ou mesmo em diferentes cromossomas que interactuam no estabelecimento da mesma característica.
  17. 17. Dúvidas ? Resolver Exercício do manual (p.84) IL 2009

×