DIÁRIO DA REGIÃO                                                                                                          ...
2A / Domingo, 27 de novembro de 2011                                                                               OPINIÃO...
DIÁRIO DA REGIÃO                       Editor de Política: Alexandre Gama                                       alexandre....
4A / Domingo, 27 de novembro de 2011                                                                POLÍTICA              ...
DIÁRIO DA REGIÃO                                                                                              POLÍTICA    ...
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Diário da Região 27/11/2011 Domingo
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Diário da Região 27/11/2011 Domingo

18,470 views

Published on

Diário da Região 27/11/2011 Domingo

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
18,470
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Diário da Região 27/11/2011 Domingo

  1. 1. DIÁRIO DA REGIÃO Rubens Cardia 25/11/2011 Quem trata o Profissionais Independência semelhante liberais revelam financeira não Ilustração: Rubinho com educação talento na tira da mulher o abre portas música, na arte desejo de viver e corações e na literatura um grande amor VIDA & ARTE 1C VIDA & ARTE 3C REVISTA BEM-ESTAR FUNDADOR: Euphly Jalles N DIRETOR-PRESIDENTE: Norberto Buzzini Tavolaro Denúncia de corrupção põe sob Ano 62 Nº 17.730 N São José do Rio Preto N Domingo, 27 de novembro de 2011 N R$ 3,10 NA MIRA DA POLÍCIA suspeita 18 inclusões de áreas noO procurador-geral de RioPreto, Luiz Antonio Tavolaro,investigado por supostaparticipação em fraude delicitação milionária no RioGrande do Norte, coordenou perímetro urbano de Rio Preto Hamilton Pavam 29/6/2011as oito maiores concorrênciasem Rio Preto, que totalizamR$ 101,5 milhões. Entre os Investigada pelo Ministério Público e Polícia Civil, denúncia dos vereadores Marco Rillo e Márcio Sansão sobre suposto esquema de corrupção na inclusão de áreas no perímetro urbano coloca em xeque ao menos 18 projetos aprovados pela Câmara na gestão Valdomiro Lopes (PSB) Págs. 4 e 5Aprincipais contratos estão osdo lixo, dos núcleos da BorrachaEsperança e das obras SOU LOUCO POR TI CORINTHIANSantienchentes. 3A FINA ESTAMPA Ao completar 18 anos, Cibelle Crotti decidiuA queda de até 22% no preço estampar o corpo. Hamilton Pavam 23/11/2011 Hoje, aos 28, temdo quilo de látex coagulado dez tatuagensdeve retirar até R$ 80 milhõesde circulação da regiãoNoroeste de São Paulo, a espalhadas pela boca,partir de dezembro. Ainformação é do ex-secretário coxas e ombro Págs 4 e 5BPierre Duarte/Arquivode Agricultura de São Paulo eempresário, João de AlmeidaSampaio. Vendido por atéR$ 3,60 em novembro, o quilodo coágulo vai custar, no Fanáticos pelo Timão, grupo de rio-pretenses não mede esforços para ver de Previdênciamáximo, R$ 3, a partir perto a equipe do coração; Corinthians pode comemorar título hoje Págs. 9 e 10Ado próximo mês. 7A Alemão Sebastian Vettel garante pole no GP doO trabalhador que já atingiu otempo de contribuição para oInstituto Nacional do Seguro Brasil, em Interlagos; largada acontece às 14h Pág. 14ASocial (INSS) e pretende seaposentar deve fazer o pedido Faturamento do Há 15 anos,até quarta-feira se não quiser ‘Rei do pó’ era casal Noel leva de R$ 1,4 milhão alegria do Natal por mês aos carentes Págs. 1 e 2B Pág. 7Bsofrer um desconto maior novalor em função do fatorprevidenciário. É que a partirdo dia 1º entra em vigor anova tabela, que reajusta Tempoos índices e diminui obenefício a ser pago. 6A /11/2011 Vita Neto 3Sol e aumento NOVAde nuvens de manhã. 25/11 (3h09) a23 C/31 C FASE DA LUA az o oPancadas de chuva. 2/12 (6h52) Thom 26.036 82 páginas TELEFONE PABX ASSINATURAS E ENTREGA (CAD) SUGESTÃO DE REPORTAGEM CADERNO CLASSIFICADOS 4.584 OFERTAS 2139-2000 TIRAGEMHOJE CLASSIFICADOS exemplares, 2139-2010 PUBLICIDADE distribuídos em 2139-2046 (fonte: Google COBRANÇA (ASSINATURA) VEÍCULOS IMÓVEIS 2139-2020 FILIADO AO Analytics) 960 mil 2139-2054 - 2139-2056 IVC www.diariomotors.com.br www.diarioimoveis.com.br acessos/mês 2139-2040 88 munIcípios INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO
  2. 2. 2A / Domingo, 27 de novembro de 2011 OPINIÃO DIÁRIO DA REGIÃO DIÁRIO DA REGIÃO Noticiando ou comentando, nossa preocupação Diretora Superintendente: Rosana Polachini Editor-chefe: Fabrício Carareto ADMINISTRAÇÃO E REDAÇÃO Avenida João Batista Vetorazzo, 50 CEP: 15035-470 - Distrito Industrial IMPRESSO NA GRÁFICA DA REGIÃO Avenida Feliciano Salles Cunha, 1515 SUCURSAL SÃO PAULO Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 2373 Os artigos assinados representam a opinião dos autores. O ponto de vista do jornal é Editora-executiva: CEP: 15035-000 - Distrito Industrial São Paulo - SP -CEP: expresso nos editoriais. há de ser a verdade (Nº 1, Ano 1, 23/7/1950) Rita Magalhães São José do Rio Preto (SP) São José do Rio Preto (SP) O jornal publica textos 01441-002 Fone: (17) 2139-2000 Fone: (17) 2139-2069 Fone: (11) 3546-0300 das agências Estado, Diretor Presidente: Norberto Buzzini Globo e Associated Press Diretora Vice-Presidente: Neuza Castro Buzzinieditorial cartas do leitorRio Preto sem esmolas Perímetro 1 Emvárioscomu- nicados à imprensa, e nos editoriais do Enchente Nasci em 1913. Mudei-me para Rio Preto em 1918. Assusta o número de mendigos instalados nos se- de convencer a população a não contribuir com a “Jornal do Enge- Estou com 98 anos,máforos de Rio Preto. Hoje, segundo a Secretaria de mendicância como forma de impulsionar a buscar nheiro”, a Socieda- portanto, moro em de dos Engenheiros Rio preto há 93Assistência Social, ao menos 110 pessoas sobrevi- por acolhimento, tratamento, trabalho e educação. tem manifestado anos. A respeitovem da esmola e a estimativa é que esse número che- De acordo com a Fundação Rio-pretense de Assis- grande preocupação com a qualida- das enchentes, como morador to-gue a 300 nas semanas que antecedem o Natal e Ano tência Social (Fras), 80% dos mendigos são tam- de de vida e os aspectos urbanísticos do esse tempo em Rio Preto via to-Novo. São moradores de rua ou até mesmo pedintes bém dependentes químicos. Ouvido pelo Diário, de Rio Preto. O que temos visto de dos os anos a enchente nas épocas“profissionais”, parte vinda de cidades vizinhas, que um adolescente de 17 anos disse que saiu de Olím- parte do Executivo e do Legislativo, de chuva. A chuva era bastante eocupam os cruzamentos das pia há três meses para morar nos últimos meses, é um movimen- chegava até o pátio da estação da es- to forte e injustificável, na direção do trada de ferro. Chegava levar areiaprincipais avenidas da cidade co- nas ruas de Rio Preto porque aumento do perímetro urbano, de al- branca no pátio da estação. A areiamo única fonte de renda. Dar esmolas, além “aqui é mais fácil ganhar dinhei- terações localizadas no zoneamento, era tão fina e fofa que até parecia Levantamento do Diário já ro.” O ganho do dia, segundo além da criação de regulamentações areia da praia. Naquele tempo jámostrou que alguns pedintes ga- de não ajudar na ele, é destinado à compra de co- locais que afrontam leis maiores, co- existiam alguns salões de comér-nham entre R$ 30 e R$ 50 por mida e pedras de crack. mopor exemplo, a recente lei que fle- cio entre a rua Bernardino de Cam-dia. O valor, ao final de 22 dias reinserção social, Urge que a Prefeitura enca- xibilizaa acessibilidade urbana, apro- pos e o rio Preto. As enchentes cau- vada pela maioria dos vereadores. savam muitos prejuízos e aborreci-úteis, equivale a R$ 1,1 mil, contribui para a bece uma ampla campanha pa- Executivo e Legislativo dariam mentos para os comerciantes. Asmais de dois salários mínimos. ra conscientizar a população legitimidade a tais iniciativas - que enchentes atingiam o clube Pales- A secretária de Assistência ociosidade e a que dar esmolas, além de não afetamdiretamentenossas vidas,nos- tra e o Automóvel Clube. Nesses so trabalho, lazer e a mobilidade da dois locais formavam-se pântanos.Social, Ivani Vaz de Lima, diz marginalidade ajudar na reinserção social comunidade no ambiente urbano - Não conseguimos mudar essa si-que Rio Preto atrai pedintes da das pessoas, contribui para a se as propostas fossem precedidas de tuação. O motivo é que a regiãoregião por ser uma “cidade bo- ociosidade e para empurrar o um amplo e desapaixonado debate, dessas enchentes localiza-se numnita e solidária”. Mas a solidariedade, nesse caso, mendigo à marginalidade, já que o ganho fácil tão somente no nível técnico. buraco da cidade.não é motivo de orgulho. Ao contrário. É prejudi- desestimula a busca por trabalho. Defendemos, e não é de hoje, Todos os bairros de Rio Pretocial e arriscada. Ivani afirma que Rio Preto oferece Cada cidadão precisa ter em mente que, ao dar di- que as alterações na lei de zonea- desaguam nesses locais. Na épocatodos os caminhos para as pessoas que querem sair nheiro nos faróis , está contribuindo para a prolifera- mento de Rio Preto, as inclusões de que não havia calçamento a terra novas áreas no perímetro urbano, e conseguia segurar a água. Atualmen-da rua e da mendicância, mas que a maioria rejeita ção de pedintes nas ruas. Isso significa mais vadia- outras mudanças nas regras de ocu- te, com o asfaltamento da cidade, oos serviços púlicos oferecidos. “Não podemos tirá- gem, mais consumo e tráfico de drogas e, consequen- pação e convivência urbanas, sejam escoamento é muito maior.los à força”, diz. temente, mais violência e insegurança pública. Refli- precedidas de um profundo estudo Manoel Miceli, A afirmação da secretária reforça a necessidade ta e diga não à mendicância. de impacto ambiental, urbanístico Rio Preto e logístico. Lançamos aqui, mais uma vez, um apelo em nome dos profissionais Adventocharge deu no Diário de Engenharia, Arquitetura e Agro- nomia, cujo trabalho cotidiano tem No início de um novo ano litúr- a missãode contribuir para o bem-es- gico, que começa neste final de se- tar coletivo e a qualidade de vida dos mana, a Igreja faz um apelo para a cidadãos. Propomos que todas as ini- vigilância e esperança, atitudes ciativas que impliquem em altera- que são características do Advento. ções de zoneamento e no aumento No novo ciclo que começa será, so- do perímetro urbano sejam propos- bretudo, o evangelista São Marcos tas exclusivamente pelo poder Exe- quem irá nos oferecer, domingo cutivo e tenham sua constitucionali- após domingo, os passos do “Evan- dade e eficácia amplamente discuti- gelho de Cristo, Filho de Deus” “Paulo Salim Maluf assumiu PM das no meio técnico e jurídico. Esta- (Mc 1.1). Na curta passagem do (Prefeitura Municipal) da Capital (São Paulo)”, é a manchete mos sempre prontos a colaborar! Evangelho deste primeiro domin- publicada pelo Diário da Região Entendemos que aqueles que go do Advento aparece ao menos no dia 9 de abril de 1969. administram e pensam nossa cida- por quatro vezes o chamado a vi- de devem ter como foco o bem-es- giar, como condição necessária pa- “Hoje o início da campanha de tar da atual e das futuras gerações. ra encontrar o Senhor no momen- vacinação contra a paralisia”. Ou será que alguém entre as pes- to de seu retorno (v. 35). A espera soas que elegemos não comunga será satisfeita, não haverá ilusão. “Não mereço você” e com estas prioridades. A liturgia nos convida a viver “O paraíso das solteironas”, José Paulo Saes, presidente, na expectativa de que o Senhor vol- nos cinemas de Rio Preto. em nome da diretoria da tará, fazendo-nos viver eficazmen- Sociedade dos Engenheiros, te a sua primeira vinda no Natal “Seleção do Brasil fará hoje Rio Preto (Mc 13,33-37). revanche contra o Peru (depois O Advento é o tempo de ale- de vitória magra em Porto Alegre, gria e de satisfação interior, da co- seleção joga no Maracanã)”, é o Perímetro 2 moção e da harmonia, da ânsia fun- damental, que caracteriza todos destaque esportivo da edição. É uma vegonha aqueles que esperam por algo de o que fazem esses importante e decisivo, e que têm nossos “nobres” ve- certeza de que vai mudar a sua vi-artigo readores. Ao arrepio da. Este é para nós o tempo impor- da lei, repartem co- tante de preparação para o nasci- mo se fora de suas mento do Filho de Deus. Eis a pon- propriedades todas tual admoestação do Senhor dirigi- as áreas do municí- da a todos. “Vigiai”! Devemos, porDiabruras da molecada pio, sem observar a planta genérica domunicípio.Oquemaiscausaestra- nheza é a facilidade com que eles aprovam a mutação, sem sequer ha- verdebatepúblicoouestudoparaava- isso, despertar do sono da depen- dência e apatia das nossas banalida- des cotidianas. Eis o tempo de nos reunirmos em grupos para a nove- na de Natal, participarmos bem da■ Íamos acompanhados Penso que para a época e por desconheci- oportunidade de ajuntamento de pessoas. liar o impacto ambiental! Todas es- liturgia que desperta em nós a bela mento dos que viriam num futuro distante, Num domingo chuvoso, pela manhã, sasretalhaçõesdeáreas que sãoincor- espiritualidade do Advento, cele-pelos anjos da guarda. os antigos achavam que o que fazíamos era morre uma senhora idosa e todos acorrem até poradas ao perímetro urbano têm co- brarmos o sacramento da penitên-Moleques da roça eram exagero, mas, confesso, não era! sua casa - naqueles tempos os velórios eram mo fundo o interesse de loteadores. cia e, junto com os sinais, atitudes Nadar todos nus nos corguinhos e depois feitos nas residências. Até a comadre que mo- Será que fazem esses retalhamentos e símbolos vivenciarmos este tem-iguais em todos os lugares montar em pelo nos animais no meio do pas- rava no final da rua apareceu com dois mole- por amor ao município? po com o coração aberto, abrindo ques. Um de sete e o outro de nove anos tosemrédeas esemarreios, eamolecadainsti- A defunta sobre a mesa, todos ali num Tem razão o promotor público assim o novo ano litúrgico.Jocelino Soares gando o cavalo para que disparassecom a víti- momento de muita tristeza e, como é normal, em querer saber a razão de tanto des- Dom Orani João Tempesta, ma sobre o animal. Claro, era tombo na certa. só as crianças não se envolveram na dor da fa- membramento aprovado pela Câma- arcebispo do Rio de Janeiro Nós, moleques da roça, E nada acontecia, nem um braço quebrado. mília. Ficaram alguns minutos sentados jun- ra com tanta urgência. Será porqueéramos criados soltos pelos E, se o capeta não pode, era porque íamos tos da mãe e, logo a seguir, começaram a cor- estão perto as eleições? E os gastoscampos, pomares e “cor- acompanhados pelos anjos da guarda, como rer em torno do caixão colocando em risco a eleitorais, de onde sairão? cartasgos” da vida, então, os dizia minha avó. queda das velas acesas e a própria falecida. Pedro Facuri,mais velhos tinham um di- Moleques da roça eram iguais em todos Alguém da casa, muito educadamente, Rio Pretotado que dá título a esta crô- os lugares. pediu para a mãe levar para casa as crianças, As correspondências enviadas paranica: com moleque da roça A minha amiga Edna Feitosa, professora no que foi prontamente atendido. esta seção devem ter o nome legível Ao chegar em casa, a mãe muito envergo-nem o capeta pode. As nossas travessuras infantis não passa- aposentada, artista plástica e web designer di- letante, é quem me conta dos bons tempos nhada diz aos dois que ficariam de castigo, Perguntas do autor, RG, foto, profissão, idade trancados, pois ela teria que voltar ao velório e endereço e telefone para confirma-vampelas drogas e muitomenos pelas violên- em que dava aulas em pequenas cidades. As da comadre. As perguntas que não querem ca- ção prévia. Para dar oportunidadecias que hoje imperam, principalmente nas ruas não tinham calçamento e na época da No final da tarde chovia fininho quan- lar, diante das últimas notícias que a um maior número de leitores,escolas. Tínhamos respeito aos mais velhos e chuva era um lamaçal só. Nas estiagens, um do o cortejo passou enfrente à casa dos meni- vemos nos meios de comunicação: as cartas poderão ser resumidas.principalmente aos nossos pais. Um simples poeirão de incomodar as donas de casa com o nos rumo ao cemitério. O caixão ia à frente Por que o dr. Luiz Tavolaro aceitou Os originais não serão devolvidos.franzir de sobrancelhas era o suficiente para pó sobre os móveis. carregado por familiares todos em silêncio, o cargo que ocupa em nossa Prefeitu- As cartas podem ser enviadasque entendêssemos que era a hora de nos reti- As vilas de um modo geral ficavamaguar- consternados pela dor da perda. ra, sendo domiciliado e principal- da seguinte forma:rarmos daquilo que estávamos fazendo e nos dando com ansiedade o dia do padroeiro, o De repente, os garotos abrem a janela e menteestabelecido profissionalmen- 1) Pelo correio, endereçadas àdirigirmos para casa. O recado era curto e dia do rodeio e muito de vez em quando vi- colocam o corpo para fora e em coro e baten- te em São Paulo? Por que o prefeito avenida Feliciano Salles Cunha,grosso. Eaidaquele que desobedecesse!Leva- nha um circo mambembe ou um parquinho do palmas cantam em alto bom e som: “to- Valdomiro Lopes foi tão longe bus- 1.515 - CEP 15035-000,ria no mínimo uns belos puxões de orelhas dediversões com os indefectíveis: dango, bar- mara que vá pro inferno! Tomara que vá car um advogado para ocupar o car- São José do Rio Preto-SP pro inferno! Tomara...”que, por um bom tempo, ficavam zunindo. quinha, roda gigante, barracas de tiro ao alvo go de procurador geral da Prefeitu- 2) Entregues pessoalmente no Conta a Edna que até a defunta caiu na Hoje, olhando para o passado, vejo que e, claro, correio elegante onde o locutor com gargalhada! ra? Será que Rio Preto não tem um endereço acimahavia certo exagero dos mais velhos, pois as vozempostada dizia: “alguém oferecea próxi- advogado competente sequer para 3) Por fax - (0xx17) 2139-2090nossas traquinagens podiam ser tudo, menos ma música para morena de olhos negros que ■ JOCELINO SOARES exercer tal função? 4) Por e-mail, no seguinteviolentas e cruéis como vemos por aí - atenta- está de blusa azul, com muito carinho”! Artista plástico e Membro da Academia Rio- Delcimara De Luca endereço eletrônico:dos contra a vida, ateando fogo em pessoas Segundo a Edna, até quando morria al- Pretense de Letras e Cultura Sousa Pimentel, Rio Preto leitores@diarioweb.com.brque dormem ao relento e outras crueldades. guém era um acontecimento. Pois era a (www.jocelinosoares.com.br)
  3. 3. DIÁRIO DA REGIÃO Editor de Política: Alexandre Gama alexandre.gama@diarioweb.com.br / 2139-2166 POLÍTICA Domingo, 27 de novembro de 2011 / 3A■ SINAL FECHADO - MP do RN investiga Tavolaro por suposta participação em fraude em licitações Guilherme Baffi 26/11/2011 Coluna do Diário Alexandre Gama As denúncias são graves. Os TRAUMÁTICO promotores de Dada como certa por setores do governo, a demis- Rio Preto são do procurador-geral Luiz Tavolaro - que deve devem abrir ser anunciada nesta segunda-feira - vai trazer trau- inquérito para mas profundos para Valdomiro Lopes (PSB). Tido investigar as como cérebro da administração, Tavolaro também licitações era um dos mais habilidosos articuladores políticos do prefeito. Não raro recebia vereadores e empresá- realizadas por rios para cafezinhos e salamaleques em seu gabine- Tavolaro na te. Era também de Tavolaro a responsabilidade por Prefeitura de intermediar as muitas demandas político-jurídicas Rio Preto entre a Prefeitura e o Judiciário, inclusive no Tri- bunal de Justiça, onde o procurador gozava de trân- Celi Regina da Cruz, sito livre entre desembargadores. Aliás, a iminente presidente do Sindicato perda do cargo em Rio Preto não é nada perto dos dos Servidores estragos que o escândalo potiguar podem trazer à carreira profissional de Tavolaro, que nunca escon-Sindicalistas fazem protesto e pedem afastamento de Tavolaro até conclusão de investigações deu seu desejo de ver seu nome na lista da OAB ao quinto constitucional da corte paulista.Contratos gerenciados por ASSESSORIA Justiça seja feita ao ain- da procurador: foi Tavo- ARQUIVADO O Tribunal de Contas do Estado julgou improce-Tavolaro somam R$ 101 mi Editoria de Arte laro quem melhor soube conduzir o relacionamen- to entre a imprensa e a administração Valdomi- ro, que sofre sérios pro- dente denúncia de abuso na edição de livro de luxo pelo ex-prefeito Edinho Araújo (PMDB). Edinho gastou R$ 235 mil para■ Procurador-geral é blemas de comunicação. confeccionar o materialresponsável pelas nas vésperas de terminar o mandato, em 2008.principais licitações RUÍDOda gestão Valdomiro Na avaliação de um alia- DEVOLVE...Alexandre Gama do de Valdomiro, o pre-alexandre.gama@diarioweb.com.br feito deveria ter se posi- O prefeito de Riolândia,Jocelito Paganelli cionado tão logo estou- Savio Nogueira Francojocelito.paganelli@diarioweb.com.br rou o escândalo. “Algo Neto, foi obrigado pela na linha: ‘cobrei e aguar- Justiça Federal a devolver Investigado pelo Ministé- do explicações do Tavo- R$ 17,6 mil à União refe-rio Público do Rio Grande do laro.’ Não pode ser refra- rente a problemas em con-Norte por suposta participa-ção de quadrilha que fraudou tário.” vênio com o Ministério olicitação para inspeção veicu- Turismo.lar, o procurador-geral do mu-nicípio, Luiz Tavolaro, é res- ABALOponsável por pelo menos oito ...E APURAcontratos que ultrapassam a Para o mesmo aliado,barreira dos R$ 100 milhões ocupante de cargo comis- O caso, agora, foi encami-na Prefeitura de Rio Preto. sionado, a “leitura políti- nhado à Justiça Estadual, Tavolaro coordenou a ela- 11 milhões pelo direito de ex- Protesto miro deve ser afastado do car- ca” é que o episódio Ta- que terá a missão de verifi-borações dos editais de licita- plorar o serviço pelos próxi- O Sindicato dos Servido- go de procurador-geral, paração para os maiores contratos mos 10 anos. res Municipais de Rio Preto, evitar que outras pastas da volaro “foi um golpe du- car se o dinheiro saiu dosdo município na gestão Val- Com a descoberta da inves- que faz oposição ao governo Prefeitura de Rio Preto fi- ro no projeto de reelei- cofres da prefeitura ou dodomiro Lopes (PSB), como o tigação no Rio Grande do Nor- Valdomiro, realizou manifes- quem sob suspeita. “As de- ção. Se a oposição souber bolso do próprio prefeito,da coleta de lixo (R$ 19,8 mi- te, onde Tavolaro é suspeito tação ontem no Calçadão pe- núncias são graves. Os pro- aproveitar, um abraço.” o correto.lhões), da canalização do rio de ter auxiliado a elaboração dindo a demissão do procura- motores de Rio Preto devemPreto (R$ 28,7 milhões), da de lei e edital de licitação dire- dor-geral do município. abrir inquérito para investi- gar as licitação realizadasconstrução dos Núcleos daEsperança (R$ 23,9 milhões), cionado para determinado consórcio sagrar-se vencedor, Dirigentes do sindicato elaboram um abaixo-assina- por Tavolaro na Prefeitura SUBSTITUTO REGRAS...das obras antienchente nos o promotor de Justiça Sérgio do em que cobra do prefeito de Rio Preto”, disse. Durante a manifestação Em se confirmando a saí- Norma baixada pelo Tri-córregos Canela e Borá (R$ Clementino disse que vai re- a saída de Tavolaro da admi- sindicalistas distribuíram da de Tavolaro nesta se- bunal Superior Eleitoral5,7 milhões) e da quisitar aos colegas potigua- nistração e pede que o Minis- panfletos destacando que Ta- gunda-feira, quem deve definiu as regras para di-revitalização do Calçadão res se há informações que pos- tério Público abra um inqué- volaro, “homem de confiança(R$ 2,9 milhões). Todas as li- sam colocar sob suspeição as rito para apurar se as licita- de Valdomiro Lopes”, é sus- assumir seu cargo é o co- vulgação de pesquisas elei-citações foram vencidas pela licitações em Rio Preto. ções da Prefeitura de Rio Pre- peito de “fraude e formação lega da Habitação, Fer- torais em 2012.Constroeste. O MP do Rio Grande do to coordenadas pelo procura- de quadrilha”. Os panfletos nando Fukassawa, já de- O procurador-geral esteve Norte já informou que Tavola- dor-geral também não foram lembram também do escânda- vidamente convocado pa-também à frente do processode licitação para nova conces- ro será ouvido em Rio Preto por meio de carta precatória. fraudadas. Para a presidente do sin- lo envolvendo o ex-assessor ra a missão. ...ELEITORAIS da Secretaria de Saúde, Jú-são do transporte coletivo, A Promotoria afirmou ainda dicato, Celi Regina da Cruz, nior Baiano, contratado irre- Entre as determinações,que foi vencido pelas empre- que apesar da participação no enquanto a investigação do gularmente pela Prefeitura esas Santa Luzia e Expresso Ita- suposto esquema, Tavolaro Ministério Público do Rio que, junto com Valdomiro, é SOBREVIDA está a de que todos os can-marati. Juntas, as duas empre- não teria se beneficiado direta- Grande do Norte não termi- alvo de ação civil do Ministé- didatos, desde o mais na-sas pagaram à Prefeitura R$ mente de recursos públicos. nar o braço-direito de Valdo- rio Público. O secretário de Comuni- nico até os favoritos, têm cação, Deodoro Moreira, de constar na lista apre- negou que a demissão de sentada aos entrevista-■ AUXÍLIO ATLETA Tavolaro e a convocação de Fukassawa já estejam dos. Outra alteração é que nos horários eleitorais, se acertados. “O prefeito vai forem divulgadas pesqui- esperar até terça-feira as sas, os nomes dos concor-Marinho quintuplica atletas atendidos Edvaldo Santos 27/8/2009 explicações do Tavolaro.” rentes devem ser citados.Jocelito Paganelli não recebiam auxílio atleta e agora Aícro Júnior/Editoria de Artejocelito.paganelli@diarioweb.com.br (em 2011) passaram a receber”, afirmou o secretário. Em 2011, ano pré-eleitoral, o O Diário apurou no ano passa-vereador licenciado e secretário de do esportistas de 20 modalidadesEsportes, José Carlos Marinho recebiam auxílio atleta. No decor-(PSB), já liberou o pagamento do rer de 2011 o número de modali-“auxílio atleta” para 550 esportis- dade com atletas incluídos no pro-tas. Eles recebem mensalmente grama subiu para 41. De acordouma espécie de “mesada” que va- com Marinho, o auxílio atleta éria de R$ 50 a R$ 900. O valor au- pago para esportistas profissio-menta, de acordo com o desempe- nais e amadores. “O dinheiro é de-nho do atleta em competições. Em positado direta na conta bancária do atleta”, afirmou. “A relação2010, o benefício era pago para ape- com os nomes dos beneficiados es-nas 87 esportistas. tá à disposição do vereador (Mar- Em um ano o número de atle- Marinho elevou de 87 para 550 número de beneficiados com auxílio co Rillo) na Secretaria de Espor-tas que recebem a mesada da Secre- tes”, completou Marinho.taria de Esportes cresceu 532%. O crescimento no número de caram atividade esportiva e nunca gamento da mesada aos atletas. Judicialesportistas beneficiados com o au- defenderam Rio Preto em compe- Marinho nega a acusação de uso O vereador petista acionou axílio atleta faz o vereador Marco tições. Já solicitei a relação dos be- eleitoreiro do dinheiro do progra- Justiça para ter acesso à relaçãoRillo (PT), do grupo de oposição neficiados, mas a Prefeitura não li- ma esportivo e diz que o número dos esportistas que recebem o au-ao prefeito Valdomiro Lopes bera os nomes”, disse o petista. de atletas beneficiados pelo pro- xílio atleta. A juíza Tatiana Perei-(PSB), acusar o uso do programa A Secretaria de Esporte gasta grama cresceu, porque o paga- ra Viana Santos, da 2ª Vara da Fa-esportivo para beneficiar eleitoral- mensalmente R$ 300 mil com o mento do auxílio atleta foi esten- zenda de Rio Preto, negou limi-mente o prefeito e Marinho. “A Se- pagamento do auxílio atleta dos dido a modalidades. nar para Rillo obter os nomes.cretaria de Esportes paga o auxílio 550 esportistas. As leis munici- “Em 2010, praticantes de ‘bici- Agora, o vereador aguarda o julga-atleta para pessoas que nunca prati- pais 5.425 e 8.813 autorizam o pa- cross’ e ‘motocross’, por exemplo, mento final da ação.
  4. 4. 4A / Domingo, 27 de novembro de 2011 POLÍTICA DIÁRIO DA REGIÃODenúncia de corrupçãopõe áreas sob suspeita Desde 2009, início da atual Legislatura, vereadores já votaram e aprovaram 18 projetos de lei que colocaram na zona urbana de Rio Preto 3,7 milhões de metros² sem qualquer estudo de impacto ambiental e social; Polícia Civil e Ministério Público investigam denúncia de que pode haver propina Sergio Isso 17/11/2011 Hamilton Pavam 8/11/2011Jocelito Paganelli sar a necessidade das inclusões dejocelito.paganelli@diarioweb.com.br áreas. Os engenheiros da Secretaria de Planejamento podem emitir lau- denúncia dos vereado- dos dos impactos causados pela ex- pansão do perímetro”, disse.A res Marco Rillo (PT) e Márcio Sansão (DEM) Além de Farath e Menezes, os de que pode haver um vereadores Nilson Silva (PSDB) e esquema de corrupção Carlão dos Santos (PTB) incluíram na votação de inclusões áreas com extensão superior a 600 de áreas no perímetro ur- mil metros quadrados. Oscarzinho Pimentel (PSL), Maurin Ribeiro bano de Rio Preto colo- (PC do B), Manoel Conceição ca sob suspeita ao me- (PPS), Jabis Busqueti (PTB) e Ger-nos 18 projetos aprovados pela son Furquim (PP) também figuramCâmara na gestão Valdomiro Lo- no ranking das inclusões.pes (PSB). Nos últimos três anos,3,7 milhões de metros quadrados Ilegalidadejá foram incluídos na zona urba- O diretor jurídico da Câmara,na de Rio Preto a partir de inicia- Cláudio Ferraz, aponta ilegalidadetiva parlamentar. nas propostas de origem parlamen- Na última semana, a pedido tar. Ele defende que os projetos se-do Ministério Público, a Delega- jam protocolados acompanhadoscia Seccional de Polícia abriu in- de estudos de engenharia e urba-quérito para investigar as circuns- nismo, além da autorização do pro-tâncias em que ocorreram as inclu- prietário da área rural a ser incluí-sões de áreas. Na esfera cível o ca- Marco Rillo afirmou que “já rolou” dinheiro na votação de projetos Sansão apelou que a imprensa divulgue casos de “corrupção” da no perímetro urbano.so também é acompanhado pelo De acordo com Ferraz, áreaspromotor Sérgio Clementino, que rurais próximas ao perímetro urba-inclusive já ouviu Rillo. Na sema- equivalente a seis condomínios áreas incluídas pelos dois verea- 1,5 milhão de metros quadrados te da Sociedade dos Engenheiros, Ar- no são desprezadas para a inclusãona passada, o petista afirmou que Damha I, que tem área de 831,1 dores corresponde a 215 campos de áreas rurais no perímetro ur- quitetos e Agrônomos de Rio Preto, de áreas distantes das regiões já ur- banizadas. “Os estudos de enge-“já rolou” dinheiro para votação mil metros quadrados, ou então a de futebol com 8,2 mil metros bano da cidade. JoséPaulo Saes. “Rio Preto está reple- nharia e urbanismo indicam os im-deste tipo de projeto. Sansão co- 645 campos de futebol oficial. quadrados cada. Porém, enquanto os projetos ta de vazios urbanos que favorecem a pactos sociais e ambientais provo-brou da imprensa que tornasse pú- Somente os vereadores Wal- As inclusões propostas pelos de inclusões de áreas do prefeito especulação imobiliária”, afirmou. cados por uma inclusão de área. In-blico os casos de “corrupção.” ter Farath (PR) e Jorge Menezes dois parlamentares superam a so- buscam a abertura de vagas para a Saes defende a alteração na Lei dicam as obras de infra-estrutura No total, somando as propos- (DEM), licenciado para ocupar o ma das áreas que foram incluídas construção de casas populares, as Orgânica do Município, para cons- necessárias para a implantação detas apresentadas pelo prefeito, a cargo de secretário de Agricultu- no perímetro urbano pelo prefei- investidas dos vereadores alimen- tar expressamente a proibição de in- um bairro, por exemplo. Por isso,Câmara já incluiu 5,3 milhões de ra, incluíram 1,7 milhão de me- to para os projetos habitacionais tam a especulação imobiliária e em clusões de áreas rurais no perímetro o parecer técnico da Secretaria demetros quadrados de áreas rurais tros quadrados, mais do que o do Minha Casa, Minha Vida. Em alguns casos se tranformam em urbano a partir de leis propostas Planejamento da Prefeitura é fun-no perímetro urbano do municí- 1,5 milhão de metros propostos três anos, o chefe do Executivo condomínios de luxo. por vereadores. “A Prefeitura tem damental para garantir a legalida-pio desde 2009. O montante é pelo Executivo. A extensão das solicitou à Câmara a inclusão de Práticacondenada pelo presiden- corpo técnico preparado para anali- de dessas propostas”, disse. Proprietários se esquivam de comenta Proprietários de áreas rurais no são de responsabilidade de da no perímetro urbano. “Ven- que foram incluídas no períme- seu sócio, o empresário Maurí- di a área como propriedade ru- tro urbano pela Câmara de Rio cio Antonio Neves. A reporta- ral. A inclusão da área no perí- Preto se esquivam de explicar gem pediu a Luizinho o telefo- metro urbano foi feita pela imo- como o processo ocorre e quem ne de seu sócio, mas ele se recu- biliária”, disse na sexta-feira. faz a intermediação com os ve- sou fornecer. “Ele (Maurício) Ele não se recordou do nome da readores, para colocar o projeto está com a neta doente e não se- imobiliária que comprou a área. em votação. Um projeto do ve- ria apropriado falar com ele”, A última votação de inclu- reador Walter Farath (PSB) pre- disse Luizinho. A área rural da são de área no perímetro urba- CCLM tem 365,6 mil metros no ocorreu na terça-feira, dia vê a inclusão de uma área rural quadrados. 22. Na ocasião, os vereadores da CCLM Empreendimentos O médico João Roberto An- aprovaram o projeto do verea- Imobiliários, que pertence à tonio também teve uma área ru- dor Carlão dos Santos (PTB) pa- Construtora Planalto (Coplan), ral incluída no perímetro urba- ra inclusão de uma área de do empresário Luizinho Neves. no do município. O autor do 193,6 mil metros quadrados. A Procurado pelo Diário, o projeto é o presidente da Câma- propriedade pertence ao advoga- empresário disse que a Coplan ra, vereador Oscarzinho Pimen- do José Augusto Sandfeld Silva, tem projetos para vários lotea- tel (PSL). De acordo com o mé- de São Paulo, que tem a empre- mentos, no entanto, as inclu- dico, a área rural foi vendida a sa Constroeste com cliente. Pro- sões de áreas no perímetro urba- uma imobiliária e depois incluí- curado, ele não retornou o reca-
  5. 5. DIÁRIO DA REGIÃO POLÍTICA Domingo, 27 de novembro de 2011 / 5A Investigação policial não intimida novas votações Hamilton Pavam 27/9/2011 Thomaz Vita Neto 13/9/2011 A abertura de inquéritos civis do local onde a Prefeitura vai cial, o Ministério Público e criminais pelo Ministério Pú- construir as casas da segunda fa- apura as insinuações de blico e Polícia Civil não intimi- se do Programa Minha Casa Mi- Rillo na esfera civil. O pro- dou os vereadores, que mantive- nha Vida. Não vejo irregularida- motor Sérgio Clementino ram a rotina de votação dos proje- de nisso”, disse Farath. convocou o petista para pres- tos de inclusão de área. Nesta se- O vereador licenciado e secre- tar depoimento na última gunda-feira, o presidente da Co- tário de Agricultura, Jorge Mene- quinta-feira e já chamou missão de Obras da Câmara, ve- zes (DEM), não foi localizado para Sansão. “Mostrei ao promo- reador Carlão dos Santos (PTB), comentar seus projetos de inclusão tor como as votações de in- vai coordenar duas audiências pú- de área no perímetro urbano. O se- clusão de áreas ocorrem de blicas para debater seu próprio cretário de Planejamento de Rio maneira estranha. Um projeto projeto que prevê a inclusão de Preto, Milton Assis, foi procurado do vereador Carlão já está com au- uma área rural de 60,5 mil me- por meio da assessoria de imprensa diência pública marcada e nem tros quadrados no perímetro ur- da Prefeitura, mas não se manifes- passou pelas comissões da Câma- bano do município. tou sobre as inclusõesde área no pe- ra”, disse Rillo. (JP) rímetro urbano neminformou por- Reação que não recomenda veto dos proje- Vereador autores de projeto tos ao prefeito Valdomiro Lopes. Farath e Maurin, campeões de de inclusão de área rebatem as inclusão de área, rebatem insinuações de Marco Rillo Depoimento insinuações de corrupção na (PT) e Márcio Sansão (DEM) Além do inquérito poli- votação dos projetos de lei de que há “corrupção” na vota- ção das propostas. “As declara- ções (de Rillo) são balão de en- saio, não tem fundamento”, afirmou Jabis Busqueti (PTB). “Com o vereador Marco Rillo é assim. Ele fala e depois não tem como provar”, disse Mau- rin Ribeiro (PC do B) em alu- são às acusações de Rillo, feitas no ano passado, quando o petis- ta acusou, sem citar nomes, ve- readores de receber dinheiro de empresas de ônibus para vo- tar projetos na Câmara. Por conta da denúncia, Rillo foi levado ao Conselho de Ética e como punição foi suspenso por dois meses do mandato. Uma no- va punição pode levar à cassação do petista. Em seu lugar assumi- ria Daniel Caldeira, do PSL, mesmo partido do presidente da Câmara, Oscarzinho Pimentel. O vereador Walter Farath (PSB) também reagiu às declara- ções de Rillo. “A área que pedi para incluir no perímetro urba- no (projeto de lei complementar 22/2011) fica nas proximidadesRio Preto estárepleta de vaziosurbanos quefavorecem aespeculaçãoimobiliáriaJosé Paulo Saes, presidenteda Sociedade dosEngenheiros Aícro Júnior/Editoria de Artear inclusões do deixado em seu escritório até o fechamento desta edição. Protocolado na Câmara, no início do mês, o projeto de lei complementar 25/2011 prevê a inclusão no perímetro urbano de uma área rural que pertence ao empresário do setor imobi- liário Ary Attab Filho. A pro- priedade tem 60,5 mil metros quadrados. O atendente da Imo- biliária Attab disse que o em- presário não poderia comentar detalhes dos projeto, porque es- tava viajando. Dos 23 projetos de inclusão de áreas protocolados na Câma- ra desde 2009 apenas dez con- têm o nome dos proprietários das áreas rurais. (JP)

×