Gati

2,083 views

Published on

Apresentação do Grupo de Apoio Técnico à Inovação, da SGP/Governo do Estado de São Paulo.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,083
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
19
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gati

  1. 1. CERIMÔNIA DE POSSE E PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DOS EXECUTIVOS PÚBLICOS GATI – Grupo de Apoio Técnico à Inovação ESTRUTURA E ATRIBUIÇÕES 21/MAIO/2008 Roberto Meizi Agune [email_address] Coordenador
  2. 2. GATI – Grupo de Apoio Técnico à Inovação OBJETIVO : Promover estudos, projetos e pesquisas que estimulem a adoção de novos métodos, diretrizes, parâmetros, técnicas e ferramentas voltados para a melhoria da gestão pública, com as seguintes atividades de apoio à inovação: CRIAÇÃO : Resolução da SGP – 14, de 10/10/2007 ( instituído junto ao Gabinete do Secretario )
  3. 3. GATI – Grupo de Apoio Técnico à Inovação <ul><li>área de gestão de suprimentos e compras públicas , incluindo a adoção de critérios socioambientais compatíveis com as diretrizes de desenvolvimento sustentável: </li></ul><ul><li>propor políticas, diretrizes, parâmetros, e desenvolver projetos,estudos e pesquisa; </li></ul><ul><li>desenvolver e manter atualizado os estudos de serviços terceirizados; </li></ul><ul><li>realizar a gestão dos sítios de serviços terceirizados ( www.cadterc.sp.gov.br ); </li></ul><ul><li>do pregão ( www.pregao.sp.gov.br ) e de sanções administrativas </li></ul><ul><li>( www.sancoes.sp.gov.br ) e outros na área de abrangência. </li></ul>
  4. 4. GATI – Grupo de Apoio Técnico à Inovação <ul><li>área de serviços públicos: </li></ul><ul><li>desenvolver estudos, pesquisas e projetos voltados à ampliação da oferta </li></ul><ul><li>desses serviços por meio de multicanais; </li></ul><ul><li>realizar a gestão do sítio de serviços públicos ( www.cidadao.sp.gov.br ); </li></ul><ul><li>promover disseminação , no âmbito da administração pública, dos estudos, pesquisas e projetos desenvolvidos; </li></ul><ul><li>fornecer apoio técnico aos programas, projetos e ações da Secretaria, relacionados à adoção de novos métodos, técnicas e ferramentas voltados para a melhoria da gestão pública. </li></ul>
  5. 5. PODER DE COMPRA <ul><li>Valor Médio Anual Negociado (2007) </li></ul><ul><ul><li>materiais - R$ 3,89 bilhões </li></ul></ul><ul><ul><li>serviços - R$ 2,35 bilhões </li></ul></ul><ul><ul><li>obras - R$ 7,00 bilhões </li></ul></ul><ul><li>Unidades Compradoras: 1.823 </li></ul><ul><li>Catálogo de Materiais e Serviços: 130.000 </li></ul><ul><li>124.000 itens de materiais </li></ul><ul><li>6.000 itens de serviços </li></ul><ul><li>Cadastro de Fornecedores : 67.000 </li></ul>13,24 bilhões GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS
  6. 6. GESTÃO DOS CONTRATOS DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS www.cadterc.sp.gov.br www.terceirizados.sp.gov.br
  7. 7. GATI – Grupo de Apoio Técnico à Inovação <ul><li>REGISTRO OBRIGATÓRIO: </li></ul><ul><li>Decreto Estadual nº 48.326, de 31.12.2003 </li></ul><ul><li>A rtigo 7º - Os contratos de serviços deverão ser registrados no Cadastro de Serviços Terceirizados e seus valores ajustados aos parâmetros referenciais divulgados pela Casa Civil. </li></ul><ul><li>ABRANGÊNCIA: </li></ul><ul><li>O Governo do Estado de São Paulo tem atualmente : </li></ul><ul><li>- 8.673 contratos em andamento </li></ul><ul><li>- 683 tipos de serviços contratados </li></ul><ul><li>- R$ 13,62 bilhões é o valor total destes contratos </li></ul><ul><li>- R$ 248,17 milhões é o gasto mensal </li></ul><ul><li>- 100 mil empregos gerados ( diretos e indiretos ) </li></ul>GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS
  8. 8. RESULTADOS OBTIDOS PERÍODO: JAN /1995 A JAN / 2008 Critérios adotados: - Tratamento estatístico (3º Quartil) - Estudos Técnicos: <ul><li>especificações técnicas; </li></ul><ul><li>composição de custos; </li></ul><ul><li>preços referenciais; </li></ul><ul><li>legislação específica. </li></ul>ECONOMIA R$ 15 BILHÕES GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS VOLUME 3 Limpeza,Asseio e Conservação Predial
  9. 9. LICITAÇÕES SUSTENTÁVEIS SECRETARIA DE GESTÃO PUBLICA VOLUME 3   Limpeza, Asseio e Conservação Predial       Estão contemplados nessa versão critérios socioambientais   Versão Fevereiro/2008 Resolução CC 53/04 implementar critérios de ordem socioambiental nos procedimentos de aquisição de bens, serviços, obras e serviços de engenharia, compatíveis com as políticas do governo. OBJETIVO GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS
  10. 10. <ul><li>Conceito:Pregão é uma modalidade de licitação do tipo Menor Preço , destinada à aquisição de bens e de serviços comuns, qualquer que seja o valor estimado para a contratação, em que a disputa é feita por meio de propostas e lances sucessivos, em sessão pública. </li></ul>MODALIDADE DE LICITAÇÃO - PREGÃO GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS
  11. 11. www.pregao.sp.gov.br GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS
  12. 12. RESULTADOS OBTIDOS GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS
  13. 13. EFICÁCIA DA NEGOCIAÇÃO GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS
  14. 14. TRANSPARÊNCIA EM COMPRAS PÚBLICAS GESTÃO DE SUPRIMENTOS E COMPRAS PÚBLICAS
  15. 15. GATI – Grupo de Apoio Técnico à Inovação INOVAÇÕES E MELHORIAS DA GESTÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS
  16. 16. O que mudou INOVAÇÕES E MELHORIAS DA GESTÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS 1997 2007 - 6 programas estaduais de Centrais de Atendimento Integrado. - 23 Estados mais DF e uma Central em andamento. - Poupatempo prestou 285 mil atendimentos naquele ano. - Poupatempo prestou 21 milhões de atendimentos até setembro deste ano. - Cidadão Desconectado: 4,5 milhões de celulares; 700 mil usuários de Internet, a maioria discado. - Cidadão Conectado: 112 milhões de celulares; 37 milhões de internautas. <ul><li>475 mil contribuintes entregam declaração do IR pela Internet </li></ul><ul><li>Nenhum serviço transacional em SP. </li></ul><ul><li>23,5 milhões de declarantes IR pela Internet. </li></ul><ul><li>295 realizados totalmente pela rede. </li></ul>
  17. 17. PASSADO / PRESENTE INOVAÇÕES E MELHORIAS DA GESTÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS
  18. 18. IGOV – Inovação em Governo INOVAÇÕES E MELHORIAS DA GESTÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS iGOV Inovação em Governo
  19. 19. Modelo Híbrido Presencial e Eletrônico INOVAÇÕES E MELHORIAS DA GESTÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS
  20. 20. <ul><li>Todos os 2067 serviços do Governo do Estado de São Paulo atualizados e de forma organizada. </li></ul>PORTAL DO CIDADÃO INOVAÇÕES E MELHORIAS DA GESTÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS Busca no Portal Por eventos da Vida Por temas Por Órgãos do Governo Por ordem alfabética www.cidadao.sp.gov.br
  21. 21. Roberto Meizi Agune José Antônio Carlos Maio 2008
  22. 22. <ul><li>A Cauda Longa e a Web 2.0 </li></ul>Agenda
  23. 23. A teoria da cauda longa observa que mudanças tecnológicas econômicas e culturais estão mudando o formato tradicional da curva de demanda antes centrada em um pequeno número de produtos, chamados de ”hits” que vendem muito no grande mercado (topo da curva de demanda), para um grande número de produtos de nicho (a cauda da curva de demanda) O Que é a Cauda Longa Chris Anderson Quem é Físico, jornalista e editor-chefe da revista Wired. Tem 44 anos. Em 2006, publicou o best-seller A Cauda Longa um exemplo
  24. 24. O Que é Web 2.0
  25. 25. Principal Indicador da Importância da Web 2.0
  26. 26. <ul><li>Uma aplicação para o setor público </li></ul>Agenda
  27. 27. Fonte Gráfico Básico: Wikipedia SISTEMA DE ESTÍMULO À INOVAÇÃO Ambiente colaborativo de baixo custo para troca de conhecimento e experiências profissionais, aberto aos funcionários públicos do Estado de São Paulo, independente de: Nível hierárquico Formação Localização Física Setor de Atividade
  28. 28. Google YouTube Wikipedia Blogs Slideshare Mashups Feeds Podcast FERRAMENTAS
  29. 29. Histórias de Governo Vídeos Fotos Depoimentos Gravados Repositório de Experiências de Sucesso Apostilas Experiências de Comunidades de Prática Banco de Soluções – Faça você mesmo CONTEÚDO
  30. 30. Fonte dos Elementos Básicos: Co – Criatividade – Outra Forma de Inovação, Pedro Custódio Em síntese: Ampliar a faixa amarela OBJETIVO SÍNTESE Talento Times motivados Inteligência Coletiva do Governo
  31. 31. Fonte dos Elementos Básicos: Wikipedia Funcionário Participação, capacitação e estímulo Governo Apropriação da inteligência coletiva do setor público Cidadania Melhores serviços, mais agilidade QUEM GANHA COM O SISTEMA
  32. 32. <ul><li>Conteúdo Básico – Alguns Exemplos </li></ul>Agenda
  33. 33. <ul><li>Mapeamento da “expertise” governamental, através da montagem das “páginas amarelas” do serviço público. </li></ul><ul><li>Registro e divulgação de experiências inovadoras em gestão pública que conduziram a melhorias ou ampliação no leque de serviços prestados. </li></ul><ul><li>Montagem e animação de comunidades de prática, articulando funcionários públicos física e setorialmente dispersos, envolvidos na prestação de serviços à população, de modo a promover o intercâmbio de idéias e problemas, bem como o partilhamento de lições aprendidas </li></ul><ul><li>Consolidação e concentração de notícias nacionais e internacionais sobre inovação no serviço público </li></ul>EXEMPLOS
  34. 34. <ul><li>Divulgação de “benchmarks” nacionais e internacionais em serviço público. </li></ul><ul><li>Consolidação e concentração de material didático (textos, apresentações, tutoriais, etc.) e indicações bibliográficas na área de gestão do conhecimento e inovação em governo. </li></ul><ul><li>Identificação e “linkagem” com sítios da Internet relevantes para o escopo do sistema. </li></ul><ul><li>Disponibilização de “widgets” de interesse para melhoria e ampliação do leque de serviços prestados, coerentes com as tendências de convergência digital. </li></ul>EXEMPLOS

×