Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Dengue (trabalho Digitado)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Dengue (trabalho Digitado)

  • 15,397 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
15,397
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
116
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. IFPE – INSTITUTO FEDERAL DE PERNAMBUCO BACHARELADO EM ENFERMAGEM Anielly Cavalcanti Denes Glawco Maria Natalia Vasconcelos Nathália Maciel Processos Infecciosos e Parasitários e Educação Ambiental Sanitária PESQUEIRA, FEVEREIRO DE 2012
  • 2. IFPE – INSTITUTO FEDERAL DE PERNAMBUCO BACHARELADO EM ENFERMAGEM Anielly Cavalcanti Denes Glawco Maria Natalia Vasconcelos Nathália Maciel Dengue Trabalho apresentado sob à coordenação do professor Carlos Henrique nas disciplinas de Processos Infecciosos e Parasitários e Educação Ambiental e Sanitária sobre a Dengue FEVEREIRO DE 2012
  • 3. Introdução Dengue é uma doença infecciosa febril aguda, podendo ser de curso benignoou grave, classificando-se em dois tipos: o dengue clássico (DC) febre hemorrágica dadengue (FHD). Sendo um mal que acarreta grandes problemas na saúde publica nomundo, ocorrendo principalmente nos países de clima tropical, onde as condições domeio ambiente são favoráveis para a proliferação do mosquito transmissor, o AedesAegypti. A primeira manifestação é a febre, geralmente alta de 39°C à 40°C associada acefaléia, adinamia, mialgia, anorexia, náusea vomito e diarréia, alguns pacientes podemevoluir para formas graves e passam a apresentar sintomas alarmantes como, vômitosimportantes, dor abdominal intensa, desconforto respiratório e hepatomegalia dolorosa.
  • 4. Dengue Clássico (DC) Alguns aspectos clínicos dependem da idade do paciente. Deste modo, dorabdominal generalizada tem sido observada mais frequentemente entre crianças emanifestações hemorrágica como epistaxe e gengivorragia tem sido relatada geralmenteem adultos. A doença tem uma duração de 5 a 7 dias. (MINISTÉRIO DA SAÚDE2005) Febre Hemorrágica da Dengue (FHD) Os sintomas iniciais são semelhantes aos do DC, porém há um agravamentodo quadro, com aparecimento de manifestações hemorrágicas e colapsos circulatórios. A Organização Mundial da Saúde definiu um critério de classificação dasformas de FHD, em 4 categorias, de acordo com o grau de gravidade: • Grau I – febre acompanhada de sintomas inespecíficos, em que a únicamanifestação hemorrágica é a prova do laço positiva; • Grau II – além das manifestações constantes do Grau I, somam-sehemorragias espontâneas (sangramentos de pele, epistaxe, gengivorragia e outras); • Grau III – colapso circulatório com pulso fraco e rápido, diminuição dapressão arterial ou hipotensão, pele pegajosa e fria e inquietação; • Grau IV – choque profundo, com pressão arterial e pulso imperceptíveis(síndrome do choque da dengue). O vírus da dengue É um vírus RNA do gênero Flavivirus, pertencente à família Flaviviridae,constituído por um nucleocapsídeo envolvido por uma bicamada lipídica, derivada demembranas da célula hospedeira, a qual é caracterizada pela presença de proteínas nãoestruturais que são ativadas somente durante a replicação viral. Modo de Transmissão A transmissão se faz pela picada dos mosquitos Aedes aegypti, no ciclo serhumano - Aedes aegypti - ser humano. Após um repasto de sangue infectado, omosquito está apto a transmitir o vírus depois de 8 a 12 dias de incubação extrínseca.
  • 5. A transmissão da dengue ao homem geralmente ocorre em zonas urbanas,durante o dia devido aos hábitos diurnos desses mosquitos, através da picada da fêmeainfectada. Após a pessoa receber a picada infectante, o vírus passa por um período deincubação intrínseco, o qual pode variar de 3 a 14 dias ate que ocorra o aparecimentodos sintomas. Posteriormente, esses indivíduos se tornam infectantes para o Ae. aegyptinos primeiros dias da doença, ou seja, durante o período de viremia, sendo este de até 5dias. O Aedes Aegypti faz sua oviposição em depósitos em depósitos artificiais deágua, tais com: pneus, tonéis, latas, tanques, barris, vasos de plantas e entre outrosdepósitos que acumulem água parada. Período de incubação Durante o período de incubação, ocorre a replicação que acontece nas seguintesfazes: 01- Adsorção (quando o vírus se adere à membrana da célula); 02- Penetração do nucleocapsídeo com o RNA; 03- Destruição do nucleocapsídeo e liberação do RNA viral; 04- Penetração do RNA viral no núcleo celular; 05- Replicação do RNA viral; 06- Produção de proteínas para a formação dos nucleocapsídeos; 07- Incorporação do RNA no nucleocapsídeo formando vários vírus; 08- Lise celular (rompimento da célula) e o vírus se apropria da membrana da célula infectada. Tratamento Dengue clássico (DC): o tratamento é sintomático (analgésicos) e pode ser feito no domicílio. Indica-se hidratação oral com o aumento da ingestão de água, sucos, chás, soros caseiros e etc. Não devem ser usados medicamentos com ou derivados do acido acetilsalicílico e anti- inflamatórios não hormonais, por aumentar o risco de hemorragia. Febre hemorrágica da dengue (FHD): existe uma progressão do DC para o FHD, quando identificado os sintomas do FHD levar o paciente ao hospital
  • 6. para tratamento adequado e também melhor eficiência em ações contra umasíndrome do choque da dengue.Como EvitarAs atividades de rotina têm como principal função reduzir os criadouros domosquito, empregando-se preferencialmente métodos mecânicos. Osreservatórios das larvas devem ser destruídos, descartados, cobertos oumanipulados de forma que se tornem incapazes de permitir a reprodução dovetor.
  • 7. ConclusãoCom base nos estudos realizados conclui-se que a dengue é uma doençainfecciosa causada por um vírus RNA e transmitida pelo mosquito AedesAegypti, acontecendo abruptamente, ou seja, em grande velocidade dedesenvolvimento, deixando claro que se não for feito um tratamento poderáevoluir para uma forma mais grave, conhecida como dengue hemorrágica.Por isso devesse tomar precauções para que a mesma não se torne umaepidemia, ou até mesmo para que não haja o contagio da mesma, nãodeixando depósitos de água parada, pois é nela que o mosquito transmissordeposita seus ovos e larvas.