Your SlideShare is downloading. ×

Ipc1211

115

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
115
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. . Governo do Estado do ParáInstituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará Diretoria de Estatística e de Tecnologia e Gestão da InformaçãoDezembro/2011 IPC / RMB ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM
  • 2. GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ Simão Robison Oliveira Jatene VICE-GOVERNADOR Helenilson Pontes SECRETARIA EXECUTIVA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS – SEPOF. Sérgio Roberto Bacury de LiraINSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, SOCIAL E AMBIENTAL DO PARÁ - IDESP. Maria Adelina Guglioti BragliaDIRETOR DE ESTUDOS E PESQUISAS SOCIOECONÔMICAS E ANÁLISE CONJUNTURAL Cassiano Figueiredo Ribeiro DIRETORIA DE ESTATÍSTICA, TECNOLOGIA DE GESTÃO DE INFORMAÇÃO. Sérgio Castro Gomes EQUIPE EXECUTORA Maria Augusta Esteves Pereira - Coordenadora Daniel Carlos Nascimento Serpa José Luiz dos Santos Lobato Nilceli Figueiredo Montalvão Emmanuel Oliveira da Silva Pablo Damasceno Reis Edson da Silva COLETADORES DE CAMPOAndré Anderson Marcias Vale, Antônia Nádia Pereira de Almeida, Dalila Ferreira da Silva,Everaldo Tavares Ferreira, Flávia Lorena Costa Silva, Leonardo Antônio Vera da Costa,Maurício dos Santos Lobato, Sheila Ramos Luz Andrade, Suellen Cristina Figueiredo da Rocha,Suzana de Paula Barbosa da Costa Diniz.
  • 3. Governo do Estado do Pará Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará Diretoria de Estatística e de Tecnologia e Gestão da Informação ´ Inflação na RMB registra taxa de 0,81% em dezembro/11. O Índice de Preços ao Consumidor – IPC da Região Metropolitana de Belém – RMB,elaborado mensalmente pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental doPará – IDESP, através de sua Diretoria de Estatística, Tecnologia e Gestão da Informação.Com objetivo de mensurar as variações de preços dos bens e serviços que compõem osorçamentos das famílias com rendimento entre um e oito salários mínimos registrou no mêsde dezembro/11 variação de 0,81%, ficando 0,04 pontos percentuais com relação ao mês denovembro/11; quando registrou taxa de 0,77%. Para o intervalo de rendimento entre um equarenta salários mínimos a taxa foi de 0,75%. A taxa acumulada nos últimos doze meses do corrente ano (Jan/11 – Dez/11) foi de8,38% e ficou -2,06% abaixo da registrada no mesmo período do ano anterior (Jan/10 – Dez/10) de 10,66%. A variação registrada em dezembro/11 está relacionada a fatores sazonais, climáticos eentre safra do gado bovino. Outro fator importante foi á demanda por bens duráveis, fazendocom que o grupo, Móveis e Equipamentos Domésticos registrassem a maior taxa mensal2,92% entre os grupos que compõe o índice. Os itens que registraram elevadas variações nomês e que apresentam peso significativo no consumo das famílias com renda entre um e oitosalários mínimos foram: gás de bujão (6,82%), Carnes Frescas e Vísceras (5,54%), Artigo deLimpeza e Descartáveis (2,08%) e medicamentos (1,25%), No conjunto dos nove grupos pesquisados oito registraram taxas positivas: Móveis eEquipamentos Domésticos (2,92%),Comunicação (1,27%), Despesas e Serviços Pessoais(1,12%) Alimentação e Bebidas (1,01%) , Educação, Leitura e Papelaria (0,89%), Transporte(0,76%), Habitação (0,50%) e Vestuário (0,13%). O único grupo com variação negativa foiSaúde e Cuidados Pessoais (0,70%).
  • 4. ÍNDICE DE PREÇO AO CONSUMIDOR – IPC NA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM – RMB TAXA MENSAL DE DEZEMBRO DE 2011, REFERENTE A 1 e 8 SALÁRIOS MÍNIMOS. Fonte: IDESPÍNDICE DE PREÇO AO CONSUMIDOR – IPC NA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM – RMB TAXA MENSAL E ACUMULADO NO ANO REFERENTE A1 e 8 SALÁRIOS MÍNIMOS. DEZEMBRO/2011 Taxa Mensal Taxa Acumulada Participação Grupos (%) jan-dez (%) Relativa(%) Dez/11 Nov/11 2011 Alimentação e Bebidas 34, 1035 1,01 1,10 5,68 Vestuário 9, 7721 0,13 2,02 15,07 Habitação 12, 0788 0,50 -1,51 9,33 Móveis e Equipamentos Domésticos 7, 8599 2,92 3,26 16,01 Saúde e Cuidados Pessoais 10, 5623 -0,77 3,47 11,65 Transporte 11, 1953 0,76 -2,78 10,13 Despesas e Serviços Pessoais 8, 3406 1,12 1,22 1,40 Educação, Leitura e Papelaria 2, 9512 0,89 0,06 2,63 Comunicação 3, 1363 1,27 -1,26 -0,89 Geral 100, 0000 0,81 0,77 8,38 Fonte: IDESP
  • 5. A taxa de 2,92% para o o grupo de Móveis e Equipamentos Domésticos, foiinfluenciada pelas variações ocorridas nos subgrupos: Mobiliário (7,83%) eEletrodomesticos e Equpamentos (2,24%),explicadas, em grande medida, pela elevaçãoda demanda por bens duráveis, decorrente das festas de fim de ano e pelo aumento darenda do consumidor, atrelado a permanência do emprego, com efeito sobre as variaçõesdos seguintes itens: cama(22,99%), conjunto copa e cozinha(15,21%), conjunto estofadocompleto(10,81%), colchão(8%), ventilador(7,82%), frezeer(5,08%), fogão(3,44%), sala dejantar (3,39%) e geladeira(1,06%). No grupo Comunicação a taxa de 1,27%, foi influênciada, em parte, por dois itensde grande consumo: aparelho de telefone celular(8,19%) e o reajuste nas tarifas detelefone celular(2,88%). Os produtos que mantiveram o nível de preços igual ao mesanterior e com expressiva participação no consumo das famílias foram: TV por assinatura,tafira de telefone residencial e ainda a taxa negativa registrada para aparelho de telefoneconvencional(0,90%). Em Despesas e Serviços Pessoais a taxa de 1,12%, teve como principais itens os“serviços”com destaque aos que tiveram majorações acima da média do grupo como:cabelereiro (12,95%), funeral(9,34%), manicure e pedicure(4,38%). Os ítens com variaçãonegativa foram: bicicleta(1,0%), brinquedo(0,68%), alimentos de cães(2,32%) ebarbeiro(2,59%). O grupo Alimentação e Bebidas (1,01%), a ser principal responsável pela aaceleração do Índice Geral, e os produtos reajustados acima da inflação foram: CarnesFrescas e Vísceras(5,54%) – bucho de boí(12,78%), músculos de boí(11,95%),contrafilé(7,35%), alcatra(6,89%), pá(5,07%), agulha(4,79%) e fígado de boi(1,94%).Osprodutos substitutos diretos da carne bovina também apresentaram acentuadas taxas decrescimento com destaque para: Peixes e Crustáceos(2,31%) – dourado(11,43%),camarão fresco regional(7,35%), filhote(4,98%), tainha(4,67%), pescada amarela(3,16%)e serra(2,46%), Os das Leguminosas e as Oleaginosas tiveram os seus preços médios,reajustados em torno de 3,02%: feijão rajado(8,25%) e feijão jalo(6,61%). Outros produtoscom preços médios majorados acima da inflação foram: frango congelado(4,30%),pirarucu(4,05%), camarão seco(1,71%) e o açaí(1,64%) – este com grande participaçãona alimentação básica consumidor belenense. Outros produtos que registraram taxaspositivas foram: Tubérculos de Raízes(1,53%), Hortaliças, Legumes e Verduras(4,99%),Frutas(2,90%), Panificado(0,22%), Óleos e Gorduras(0,36%) e Alimentos Prontos(1,52%).
  • 6. Em Educação, Leitura e Papelaria o grupo registrou taxa de 0,89%, a quintamaior taxa registrada neste mês influenciada pelos itens: Outros Artigos ePapelarias(29,07%), outras revistas(2,40%), cadernos(2,03%), assinatura deperiódicos(0,61%), livro escolar(0,32%) e livros não didáticos(0,22%). Os demais itensficaram com os seus preços no mesmo nível do mês anterior entre eles: jornal, livros erevistas técnicas, uniforme escolar e mensalidade de curso fundamental, médio esuperior. No grupo Transportes com taxa de 0,76%, o item que mais impactou foram astarifas de táxi(6,94%). em decorrência de autorização dada pela Companhia deTransporte de Belém- CTBEL para que os taxistas cobrassem a tarifa bandeira 2. Outrositens que contribuíram foram: motocicleta(6,26%), outras peças e acessórios(3,26%) eautomóvel usado(0,40%). Os demais itens permaneceram constantes como: as tarifasdos ônibus intermunicipal, interestadual e ônibus urbanos. No grupo Habitação a taxa de dezembro foi de 0,50%,em que as maiorespressões nos itens foram nos itens: gás de bujão(6,82%) e Artigos de Limpeza eDescartáveis (2,08%). Dentre os demais itens que compõe o grupo ressaltam-se, astarifas de água/esgoto e energia elétrica que mês em questão não foram reajustadas,vindo influenciar de maneira significante no Índice final. Em Vestuário a taxa de 0,13%, reflete, em grande medida, promoções de fim deano, fazendo com que alguns itens registrassem taxas negativas como: RoupasMasculinas(2,47%), Roupas Infantis(1,27%), Acessórios Masculinos e Femininos(1,83%)e Calçados Masculinos(0,81%). Os demais itens tiveram comportamento ascendentecomo: joias e bijuterias(2,10%), tecidos(1,95%), calçados(2,18%) e roupasfemininas(2,92%). A taxa negativa de 0,77%, registrada para o grupo Saúde e Cuidados Pessoais foiinfluenciada por três subgrupos: Atendimentos e Serviços Médicos (-0,18%), CuidadosPessoais(-1,20%) e Óculos e Lentes(-3,23%). Os demais itens tiveram comportamentoascendente como: eletrodiagnostico(2,19%) e medicamento(1,25%).
  • 7. ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR – IPC NA REGIÃO METROPOLITANA DEBELÉM – RMB PRODUTOS/SERVIÇOS COM MAIORES E MENORES VARIAÇÕESMENSAIS DEZEMBRO 2011. Maiores Variações Menores varações Produto/serviços Variação-Percentual (%) Produto/serviços Variação-Percentual (%) Outros/artigos/papelaria 29,07 Mamão -28,42 Cama 22,99 Cinto feminino -23,58 Rede 18,92 Barco -17,32 Lâmina de barbear 17,86 Acessórios Musicais -17,11 Joias 15,70 Limão -16,44 Mesa/cadeira/cozinha 15,21 Lente/óculos/grau -14,98 Impressora 14,19 Fralda descartável -14,22 Cabeleireiro 12,95 Microcomputador -10,80 Bucho bovino 12,78 Tratamento dentário -9,60 Armário/copa 12,39 Material/elétrico -9,36 Músculo de boi 11,95 Cheiro verde -8,18 Dourada 11,43 Bota/criança -6,46 Mochila 11,22 Bronzeador -6,27 Conjunto/estofado 10,81 Tomate -5,81 Sandália/borracha 9,75 Camisa masculina -5,53 Tênis/criança 9,46 Bijuteria -5,31 Funeral 9,34 Creme dental -5,24 Carteira masculina 8,85 Ferragens -4,75 Pintura de auto 8,60 Maionese -4,69 Short criança 8,47 Creme de arroz -4,45 Feijão rajado 8,25 Biscoito/doce -3,07 Aparelho/telefone/celular 8,19 Guarda roupa -3,03 Colchão 8,0 Frango assado -2,67 Vestido/feminina 7,15 Barbeiro -2,59 Táxi 6,94 Tênis masculino -2,26 Gás de bujão 6,82 Maquina/lavar/roupa -2,21 Motocicleta 6,26 Batata inglesa -2,14 Freezer 5,08 Perfume -1,81 Fonte: IDESP.
  • 8. ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR-IPC DA REGIÃO METROPOLITANA DEBELÉM RMB - PARTICIPAÇÃO RELATIVA NO ORÇAMENTO FAMILIAR, VARIAÇÃONO MÊS, DO SEGUNDO GRUPOS DE CONSUMO, CONTRIBUIÇÃO EM PONTOSPERCENTUAIS NO MÊS DEZEMBRO/11 NA FAIXA DE RENDIMENTO FAMILIAR ENTRE1 e 8 SALÁRIOS MÍNIMOS. Contribuição Participação no Variação no Grupos em pontos Orçamento(%) mês (%) percentuais GERAL 100,0000 0,81 Alimentação e Bebidas 34,1035 1,01 0,34 Vestuário 9,7721 0,13 0,01 Habitação 12,0788 0,50 0,06 Móveis e Equipamentos Domésticos 7,8599 2,92 0,23 Saúde e Cuidados Pessoais 10,5623 -0,77 -0,08 Transporte 11,1953 0,76 0,08 Despesas e Serviços Pessoais 8,3406 1,12 0,09 Educação, Leitura e Papelaria 2,9512 0,89 0,03 Comunicação 3,1363 1,27 0,04 Fonte: IDESP ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR-IPC DA REGIÃO METROPOLITANA DEBELÉM RMB - PARTICIPAÇÃO RELATIVA NO ORÇAMENTO FAMILIAR, VARIAÇÃONO MÊS, DO SEGUNDO GRUPOS DE CONSUMO, CONTRIBUIÇÃO EM PONTOSPERCENTUAIS NO MÊS DEZEMBRO/11 NA FAIXA DE RENDIMENTO FAMILIAR ENTREUM E QUARENTA SALÁRIOS MÍNIMOS. Contribuição Participação no Variação no Grupos em pontos Orçamento(%) mês (%) percentuais GERAL 100,0000 0,75 Alimentação e Bebidas 30,8024 1,31 0,40 Vestuário 9,2880 0,11 0,01 Habitação 11,5427 0,02 0,00 Móveis e Equipamentos Domésticos 6,9599 2,76 0,19 Saúde e Cuidados Pessoais 11,1358 -0,40 -0,04 Transporte 13,8161 -0,10 -0,01 Despesas e Serviços Pessoais 9,1831 1,35 0,012 Educação, Leitura e Papelaria. 3,4621 0,72 0,02 Comunicação 3,8099 1,10 0,04 Fonte: IDESP
  • 9. ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM, SEGUNDO FAIXAS DE RENDIMENTOS FAMILIARES, CONSIDERANDO O ÍNDICE GERAL E ALIMENTAÇÃO E BEBIDAS. DEZEMBRO/2011 Base: Ago/94 = 100 1 a 8 salários Mínimos 1 a 40 Salários Mínimos Período Geral Alimentação Geral Alimentação e Bebidas e Bebidas 2009 Jan 486,94 420,97 553,82 410,01 Fev 489,47 425,90 558,26 414,77 Mar 492,60 425,72 561,16 415,17 Abr 493,68 422,83 562,73 413,18 Mai 495,01 425,96 563,85 416,77 Jun 498,43 428,52 567,46 418,60 Jul 500,77 422,65 571,15 412,61 Ago 505,63 421,30 576,69 411,70 Set 506,93 414,43 577,96 405,15 Out 507,14 418,57 578,94 408,92 Nov 508,81 421,50 582,36 411,74 Dez 511,40 429,13 584,16 419,52 2010 Jan 518,51 438,79 594,15 430,55 Fev 527,22 452,92 601,76 443,64 Mar 531,81 456,90 608,02 447,37 Abr 534,15 463,71 608,26 452,33 Mai 539,92 471,83 615,07 460,16 Jun 541,70 467,35 616,36 454,50 Jul 545,12 471,13 621,78 458,86 Ago 545,88 462,13 621,53 450,19 Set 546,86 464,72 622,96 451,93 Out 551,67 582,76 627,51 463,86 Nov 560,17 606,07 637,36 482,79 Dez 565,94 617,22 642,46 491,58 2011 Jan 576,18 632,77 653,12 499,74 Fev 576,87 623,78 654,62 494,14 Mar 581,54 632,21 662,02 498,98 Abr 582,47 633,54 662,62 501,03 Mai 586,61 626,51 663,73 495,97 Jun 587,84 624,63 666,40 493,04 Jul 591,60 625,19 671,93 493,73 Ago 597,34 628,00 677,76 496,40 Set 600,39 636,10 682,78 502,41 Out 603,81 638,71 685,44 504,52 Nov 608,46 645,74 693,25 511,03 Dez 613,39 639,28 698,17 517,72 Fonte: IDESP
  • 10. Governo do Estado do Pará Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará. Diretoria de Estatística, Tecnologia e Gestão da Informação. CESTA BÁSICA REGISTROU TAXA DE 0,75% A Cesta Básica do mês de Dezembro/11 foi de R$ 209,21 (Duzentos e nove reais evinte e um centavos), correspondendo a 38,39% do salário mínimo vigente, de R$ 545,00(Quinhentos e quarenta e cinco reais), apresentando variação de 0,75% em relação ao mêsde Novembro/11, quando registrou taxa de 2,16%. A Cesta Básica no ano acumula taxa de2,93%. Dos produtos que compõem a Cesta Básica, sete apresentaram taxa positiva: leite innatura (0,37%), feijão rajado(8,25%), café moído (1,34%), farinha de mandioca (2,20%),carne de 2ª (5,06 %), banana prata (0,80%) e manteiga (3,13%) Os que apresentaram taxasnegativas foram: óleo de soja (-0,64%) e tomate (-5,81%). Os produtos que apresentaramseus preços inalterados foram: pão comum, arroz polido e açúcar refinado. Para adquirir os produtos da Cesta Básica em dezembro/11, o trabalhador precisoucumprir uma jornada de trabalho de 92 horas e 10 minutos.
  • 11. CESTA BÁSICA* – DEZEMBRO2011 Tabela 1: Gastos Mensais e Variação. Gastos em Gastos em Produtos Quantidade Variação dezembro/11 novembro/11 Mensal (%) (R$) (R$) Carne de 2ª 4,5 Kg 36,36 34,61 5,06 Leite in natura 6,0 Lt 16,08 16,02 0,37 Arroz polido 3,6 Kg 6,66 6,66 0,00 Feijão rajado 4,5 Kg 15,35 14,18 8,25 Farinha de mandioca 3,0 Kg 8,37 8,19 2,20 Tomate 12,0 Kg 35,04 37,20 -5,81 Pão comum 6,0 Kg 45,90 45,90 0,00 Café moído 300 G 3,78 3,73 1,34 Banana prata 7,5 Dz. 18,83 18,68 0,80 Açúcar refinado 3,0 Kg 7,53 7,53 0,00 Manteiga 750 g 12,20 11,83 3,13 Óleo de Soja 900 Ml 3,11 3,13 -0,64 Gasto total mensal/R$ 209,21 207,66 0,75% Gasto salarial (%) 38,39 38,10 Salário mínimo/R$ 545,00 545,00 Horas trabalhadas 92h e 10min 91h e 29min Fonte: IDESP (*) A Cesta Básica representa os gastos com alimentação de um trabalhador adulto, (Decreto Lei nº399/38 de 30.04.1938).Tabela 2: Gastos Mensais, Taxas mensais, Taxas acumuladas no ano. (Cesta Básica*) 2011 2010 Taxa TaxaMês Gasto Taxa Gasto Taxa Acumulada no Acumulada no Mensal (R$) Mensal (%) Mensal (R$) Mensal (%) Ano (%) Ano (%)Janeiro 203,35 1,13 1,13 195,60 1,31 1,31Fevereiro 207,39 1,99 3,14 199,47 1,98 3,32Março 210,35 1,43 4,62 206,57 3,56 6,99Abril 205,53 -2,29 2,22 219,78 6,40 13,84Maio 205,17 -0,18 2,04 214,71 -2,31 11,21Junho 207,37 1,08 3,14 210,48 -1,97 9,02Julho 203,10 -2,06 ,, 1,02 207,92 -1,22 7,69Agosto 204,33 0,60 1,62 200,67 -3,49 3,94Setembro 204,76 0,21 1,83 194,72 -2,96 0,86Outubro 203,26 -0,73 1,09 199,98 2,70 3,58 Novembro 207,66 2,16 3,27 201,89 0,95 4,56 Dezembro 209,21 0,75 2,93 207,34 2,70 7,39Fonte: IDESP(*) A Cesta Básica representa os gastos com alimentação de um trabalhador adulto, (Decreto Lei nº399/38 de 30.04.1938).

×