Educação matemática

4,753 views

Published on

Published in: Technology, Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
4,753
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
105
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Educação matemática

  1. 1. Educação Matemática: considerações gerais São Roque, 2011
  2. 2. O que é Matemática? <ul><li>A Matemática é uma ferramenta de uso cotidiano </li></ul><ul><li>A Matemática tem perfil formativo ao contribuir com o desenvolvimento intelectual do sujeito </li></ul><ul><li>A Matemática é um sistema de códigos e regras, portanto se caracteriza como linguagem e contribui com a leitura de mundo </li></ul><ul><li>A Matemática é uma Ciência </li></ul>
  3. 3. O que significa aprender Matemática? <ul><li>Aprender Matemática significa fazer Matemática. (Ponte) </li></ul><ul><li>O conhecimento Matemático não se dá em blocos estanques, sequenciados de acordo com a ordem lógica que aparece nos textos formalizados. (Lucchesi) </li></ul>
  4. 4. Como se dá a aprendizagem da Matemática? <ul><li>A Aprendizagem da Matemática se dá pela associação do novo conhecimento com o conhecimento já arquivado na estrutura cognitiva. Isso implica em dar significado ao conhecimento, e não simplesmente em memorizar e mecanizar procedimentos. </li></ul><ul><li>A aprendizagem da Matemática requer a leitura e a produção de textos matemáticos. </li></ul>
  5. 5. O ensino de conceitos matemáticos <ul><li>O aluno aprende um conceito a partir da análise de seus atributos relevantes e não relevantes. (Klausmeier) </li></ul><ul><li>A compreensão conceitual pode ser avaliada a partir da análise dos registros dos estudantes. A Teoria de Registros de Representação Semiótica sugere que sujeitos que utilizam simultaneamente pelo menos dois registros de representação semiótica para representar um mesmo objeto mostram compreensão do conceito envolvido. (Duval). A avaliação em Matemática deveria, portanto, se basear na análise dos registros dos estudantes. </li></ul>
  6. 6. O conhecimento matemático foi categorizado em eixos: <ul><li>Números e operações </li></ul><ul><li>Espaço e forma </li></ul><ul><li>Grandezas e Medidas </li></ul><ul><li>Tratamento da Informação </li></ul>
  7. 7. A metodologia mais indicada para o ensino da Matemática: <ul><li>A Metodologia de Resolução de problemas, que não implica em uma lista de problemas, aplicada em determinados momentos da aula, mas sim em uma problematização constante. </li></ul>
  8. 8. O que é um problema? <ul><li>Um problema é uma situação que requer do sujeito que a resolve a elaboração de um plano para resolvê-la. (Krutetski, Pozo, Polya, Stenberg...) </li></ul><ul><li>A solução de um problema não é imediatamente obtida pela simples evocação da memória. (Pires e Mansutti) </li></ul>
  9. 9. Um problema... (Stenberg) <ul><li>Uma situação só consiste em um problema dependendo do ponto de vista de quem o resolve. Uma situação pode ser um problema para um sujeito mas não para outro. </li></ul>
  10. 10. Etapas de resolução de problemas <ul><li>Mais utilizadas: </li></ul><ul><li>(Polya) </li></ul><ul><li>Ler o problema </li></ul><ul><li>Elaborar uma estratégia de resolução </li></ul><ul><li>Aplicar a estratégia </li></ul><ul><li>Verificar a solução </li></ul><ul><li>Outros teóricos: Meyer (2 etapas) e Stenberg (8 etapas). </li></ul>
  11. 11. Ambientes de aprendizagem (Skovsmose) Caráter investigativo Contexto Sem investigação Com investigação Sem contexto (ou com contexto da própria Matemática) 1 2 Contexto da semi realidade 3 4 Contexto da realidade 5 6
  12. 12. A leitura e a produção de textos em Matemática <ul><li>A aprendizagem da Matemática requer a leitura (e a produção) de textos produzidos em diversas linguagens (numérica, aritmética, algébrica, gráfica, figural, geométrica). O professor deve levar o estudante a se apropriar dessas linguagens e destes textos senão não haverá produção em Matemática. </li></ul>
  13. 13. O ensino da leitura e da produção de textos em Matemática <ul><li>O professor deve buscar estratégias de leitura e de produção de textos matemáticos. É preciso propiciar ao estudante ferramentas de leitura e de produção dos textos mais recorrentes na Matemática, como os enunciados e as resoluções de problemas, os gráficos e as tabelas, as demonstrações, as equações e inequações, os textos argumentativos, os textos compostos por figuras geométricas e os textos instrucionais. </li></ul>
  14. 14. No ensino da Matemática é preciso: <ul><li>Explorar o sentido de idéias e conceitos matemáticos. </li></ul><ul><li>Trabalhar para fazer com que o estudante tenha atitudes positivas com relação à Matemática. </li></ul><ul><li>Trabalhar, em qualquer segmento de ensino, com os 4 eixos da Matemática, preferencialmente integrados. </li></ul><ul><li>Fazer uso de materiais instrucionais e recursos diversos para promover a aprendizagem da Matemática. </li></ul><ul><li>Fazer bons recortes de conteúdo sempre que necessário </li></ul>
  15. 15. Sugestão de materiais <ul><li>Geoplano </li></ul><ul><li>Material dourado e material Cuisenaire </li></ul><ul><li>Calculadora </li></ul><ul><li>Fita métrica e trena </li></ul><ul><li>Torre de Hanói </li></ul><ul><li>Blocos Lógicos </li></ul><ul><li>Jogos e problemoteca </li></ul>
  16. 16. Sugestão de assuntos <ul><li>Estratégias de cálculo mental </li></ul><ul><li>Modelagem matemática </li></ul><ul><li>Razão e proporção sem regra de 3 </li></ul><ul><li>Trigonometria a partir do relógio de sol e do uso do clinômetro </li></ul><ul><li>Topologia </li></ul><ul><li>Isometrias no plano </li></ul><ul><li>Empreendedorismo </li></ul><ul><li>Kirigami </li></ul>
  17. 17. Sugestão de estratégias <ul><li>Produção de mapas conceituais </li></ul><ul><li>Modelagem matemática </li></ul><ul><li>Dobradura </li></ul><ul><li>Uso da sombra para ensinar geometria </li></ul><ul><li>Estudo das pipas </li></ul><ul><li>Álgebra por meio de cartões </li></ul>

×