Introdução à Publicidade - Aula 09 - Internet

2,129 views
2,210 views

Published on

Material utilizado em aula sobre internet como meio publicitário e de interação social apresentado na cadeira de Introdução à Publicidade e propaganda na Faculdade Joaquim Nabuco - PE

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,129
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
310
Actions
Shares
0
Downloads
148
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Introdução à Publicidade - Aula 09 - Internet

  1. 1. A internet ganhou popularidade no mundo em meados da década de 90 e atualmente é uma das mais importantes mídias de massa. A constante vontade e participação de internautas mais ávidos fizeram da web o ambiente que é hoje. Um amplo canal de comunicação e interação que vem a cada dia mudar a forma de fazer propaganda e marketing. A mudança para às mídias tradicionais vai da forma de pensar e fazer comunicação às suas próprias características.
  2. 2. NARRATIVA IMERSÃO INTERDISCIPLINARIDADE INTERATIVIDADE SIMULAÇÃO Linear Não - linear
  3. 3. NARRATIVA LINEAR NARRATIVA NÃO LINEAR
  4. 4. • Interatividade com o publico • Cobertura local e global • Baixo custo de produção e veiculação • Variedades de formatos • Mensuração imediata • Comunicação direta, relacionamento, e-commerce. • 2ª maior audiência entre as mídias de massa. • Atinge consumidores quando estão mais relaxados • prendem a atenção do consumidor ???
  5. 5.  LINKS PATROCINADOS  PORTAIS  VERTICAIS  BLOGS  REDES SOCIAIS  ADVERGAMES
  6. 6. Os links patrocinados correspondem a 15% do investimento total da publicidade online no Brasil e a expectativa é que chegue a 40% em 3 anos. A navegação na internet é baseada em sites de busca. Cerca de 80% dos internautas do mundo iniciam sua navegação na internet. 4 dos 5 sites mais acessados do mundo são sites de busca. É o tipo de publicidade on-line considerada menos invasiva. É possível também ser criativo nos sites de busca, e não apenas “marcar território” como muitos anunciantes fazem.
  7. 7. A Editora Abril conseguiu diminuir em 70% o custo para a obtenção de novos assinantes. Campanha da Unilever gerou um retorno de 143%. 35% das visitas intermediadas pelo Google ao site da Tecnisa vem de links patrocinados no resultado de busca. 15%, da rede afiliados.
  8. 8. Os portais são os sites com maior número de visitantes únicos e páginas visitadas em todo o mundo. Eles possuem conteúdo diversificado e seu alcance é muito grande. Porém, possui uma dispersão muito alta, devido a diversidade de perfil de seus usuários e a quantidade de páginas internas e conteúdos diferentes. Os formatos de mídia possíveis são muito variados e vão de banners a links patrocinados e conteúdos. Os sites “verticais” possuem conteúdo específico. O tráfego desses sites é inferior ao dos portais e de suas páginas internas segmentadas, porém, o potencial de segmentação deles é elevadíssimo. Outro fator é seu uso para construção de marca. Como seus visitantes costumam ser fiéis, é possível utilizá-los para gerar awareness para marcas com sucesso. Vale lembrar que nem todos os sites considerados “verticais” possuem um conteúdo tão focado. Por exemplo, o site da ESPN Brasil é focado em esporte, porém, vai de futebol a esportes radicais.
  9. 9. BANNER Trata-se de uma imagem ou animação de caráter linear, com a qual o usuário tem um grau de interatividade mínimo. Em geral, sua única função é fazer com que o internauta seja direcionado para o site do produto ou serviço divulgado.
  10. 10. RICH MEDIA Trata-se de banners com áudio e vídeo de alta qualidade.
  11. 11. GE Banner todo o dia em Yahoo!News, AOL e MSN. Perguntas podiam ser enviadas. CEO J. Immelt ao vivo de um estúdio, por 30 min.
  12. 12. Os blogs de maior visibilidade comercializam tanto espaço publicitário quanto conteúdo editorial. A questão ética por trás da decisão de investir em conteúdo editorial deve ser levada em conta. Alguns blogueiros informam que o conteúdo foi pago, outros escrevem o conteúdo a partir de um brief e outros pedem liberdade editorial e se comprometem em não criticar a marca. Estar dentro do conteúdo editorial de um blog de visibilidade é o mesmo que ter uma matéria jornalística plantada a favor de uma marca. O potencial de engajamento é muito grande, porém, o risco também é, pois quando uma ação é descoberta gera uma percepção negativa para o anunciante e para o blogueiro.
  13. 13. Um tipo de mídia social focada na comunicação; Os perfis pessoais são a atração principal; Navegação através da própria lista de amigos e de outros usuários; Comunicação predominantemente pública ou semi- pública (recados, depoimentos) e mecanismos de classificação de amigos (“fãs”, “preferidos”, “top amigos” etc); Comunidades em forma de fórum para discussão sobre temas livres.
  14. 14. Refere-se a técnicas de marketing que tentam explorar redes sociais pré- existentes para produzir aumentos exponenciais em conhecimento de marca, com processos similares à extensão de uma epidemia. O termo "publicidade viral" se refere à idéia de que as pessoas passarão e compartilharão conteúdos divertidos. Esta técnica muitas vezes está patrocinada por uma marca, que busca construir conhecimento de um produto ou serviço. Os anúncios virais tomam muitas vezes a forma de divertidos videoclipes ou jogos Flash interativos, imagens e inclusive textos.
  15. 15. Advergame (fusão das palavras inglesas Advertise = propaganda e videogame = jogo eletrônico ou simplesmente game = jogo). nome dado a estratégia de comunicação mercadológica que usa jogos, em particular os eletrônicos, como ferramentas para divulgar e promover marcas, produtos, organizações e/ou pontos de vista. Podem ser considerados advergames desde jogos exclusivamente desenvolvidos com fins publicitários até jogos diversos que contenham mensagens publicitárias em sua interface, sem ter uma relação direta de sua estratégia de jogabilidade com seu conteúdo.
  16. 16. A Realidade Aumentada é um tipo de interface avançada que permite, ao usuário, ver, ouvir, sentir e interagir com informações e elementos virtuais inseridos no seu ambiente físico, através de algum dispositivo tecnológico. Uma forma bem simples de criar realidade aumentada é usando um computador comum com uma webcam e um cartão de papel com uma figura desenhada sobre ele. Com um software apropriado, o computador consegue visualizar e analisar a figura impressa no cartão de papel, identificando-a e descobrindo sua posição e inclinação no espaço. Essas informações permitem que textos e objetos virtuais tridimensionais, animados ou não, sejam atrelados à posição do cartão de papel. Quando o cartão é movimentado, sua posição muda no espaço e o computador vai reposicionando o objeto virtual na nova posição, dando, ao usuário, a sensação de manipulação do objeto virtual com as mãos. A Realidade Aumentada deverá facilitar a sensação de naturalidade dos objetos e informações virtuais, fazendo com que as pessoas se acostumem com a interação com elementos artificiais. Muitas marcas/empresas já estão adotando essa tecnologia nas suas estratégias de marketing, explorando aplicações dinâmicas com criatividade e provocando a satisfação das pessoas em serem surpreendidas.
  17. 17. Flash Mobs são aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram. A expressão geralmente se aplica a reuniões organizadas através de e-mails ou meios de comunicação social. O termo é freqüentemente usado para qualquer forma de smart mobs como protestos, ataque de negação de serviço de internet colaborativo; assim como aplicando em estratégia de marketing ou através de campanhas publicitárias.
  18. 18. Mobile Marketing é uma interessante maneira de marketing direto, entretenimento, construção de diálogos ou interação para alcançar o consumidor. É o termo usado para campanhas de marketing para dispositivos móveis, como telefones celulares e hand helds / PDA e BlackBerry. Proporciona ações personalizadas e direcionadas, interativas e em tempo real. Apresenta incontáveis possibilidades de uso comercial, que vão desde o envio de mensagens de texto com promoções ou serviços, até a veiculação de fotografias de produtos e vinhetas corporativas. Os formatos mais conhecidos são o envio de SMS (Short Message Service) e MMS (Multimedia Messaging Service) e Bluetooth.

×