Projeto de GC no chão de fábrica

1,737 views
1,601 views

Published on

Primeira etapa do Programa de Gestão do Conhecimento e Inovação. - Dezembro de 2009

Material de suporte para apresentação do palestrante Walter Santalucia

Published in: Education, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,737
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
63
Actions
Shares
0
Downloads
42
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto de GC no chão de fábrica

  1. 1. Primeira Etapa do Programa de Gestão do Conhecimento e Inovação Anexo IV do Relatório Final – Dezembro de 2009 Material de suporte preparado para a apresentação dos palestrantes Filipe Cassapo e Walter Santalucia no evento InovaDay (Ação 4, item 6.3.4)
  2. 2. PROJETO de GC no chão de fábrica
  3. 3. O que é Conhecimento? Informação + Aplicação Prática histórias internet
  4. 4. Questões a serem respondidas para o desenvolvimento da GC no chão de fábrica ● De que modo (“método”) identificar pessoas-chave e promover a transferência do conhecimento útil aplicável? ● Como focar nos recursos humanos para gerar fatores internos alavancadores? ● O que são........ OP........OT...........GC ?
  5. 5. Muniz, 2009 5
  6. 6. Questões a serem respondidas para o desenvolvimento da GC no chão de fábrica ● OP - Organização da Produção ● MSP – Método de Solução de Problemas ● Instrução de Trabalho ● 5S ● Zero - Defeito ● Troca Rápida Muniz, 2009
  7. 7. Questões a serem respondidas para o desenvolvimento da GC no chão de fábrica ● OT - Organização do Trabalho ● Metas de Desempenho: Pessoal e Corporativo ● Papel e responsabilidade de cada profissional ● Recurso Material e Temporal ● Comunicação Interna entre os profissionais ● Comunicação na tomada de decisão ● Treinamento ● Remuneração/Reconhecimento/Recompensa ● Característica e relacionamento pessoal (Sociometria) Muniz, 2009
  8. 8. Questões a serem respondidas para o desenvolvimento da GC no chão de fábrica ● Como criar um ambiente favorável à mudança e ao compartilhamento? ● Como registrar e reter o conhecimento tácito na organização? ● Existem profissionais com perfil adequado para realizar os trabalhos de GC? ● Como desenvolver profissionais integradores na operação?
  9. 9. Caso Wheaton Brasil Vidros Diagnóstico: ● Resultado insuficiente com os treinamentos tradicionais; ● Aumento do corpo técnico (sem tradição vidreira); ● Preocupação com o elevado número de pessoas que detinham conhecimento tácito; ● Necessidade de compartilhamento de conhecimento entre supervisores / técnicos / operadores; • Uso do conhecimento operário (sistema de gestão).
  10. 10. Caso Wheaton Brasil Vidros Dados corporativos ● 2.600 funcionários ● 90 milhões de frascos produzidos por mês ● 21 linhas de produção ● Principais Clientes: BioChimico ®
  11. 11. Gestão do Conhecimento Métodos Utilizados Sociometria Silver Hair Planos de Aprendizagem Registros Processo de Avaliação *Storytelling ou Narrativas
  12. 12. Passos para a preparação de uma Narrativa Narrativas / Link 1- Selecione uma história; 2- Teste a história; 3- Visualize a Cena; 4- Narre a história do ponto de vista de alguém da cena; 5- Estabeleça a verdade central da história; 6- Planeje suas primeiras palavras; 7- Como a história termina; 8- Pesquise os fatos; 9- Elimine detalhes desnecessários; 10- Adicione descrições que tragam vida à história. Bruzamolin, 2009
  13. 13. Concluindo...
  14. 14. Referências
  15. 15. ● EQUIPE DE TRABALHO: ● Jorge Muniz, engenheiro mecânico pela UNESP (1990), mestrado e doutorado em Engenharia de Produção . Experiência acadêmica e Industrial (Engenharia e Gestão). ● Edgard D. Batista Jr., engenheiro mecânico pela UNESP (1971), mestre em Análise de Sistemas e Aplicações e doutor em Engenharia de Sistemas e Computação (UFRJ). Experiência acadêmica e industrial (Simulação e TI) ● Carlos Donizetti de Oliveira, engenheiro mecânico pela FEI (1984), mestre em Engenharia de Produção. Experiência acadêmica e Industrial (Projetos e Processos). ● Edison J. Toporcov, engenheiro mecânico pela Mauá (1972). Experiência acadêmica e Industrial,37 anos de Indústria Vidreira dos quais 10 anos na Diretoria Industrial. ● Walter Minutti Santalucia Jr, engenheiro mecânico pela Mauá (1980), Pós Graduação em Marketing Industrial- ESPM. Experiência acadêmica e Industrial (Gestão Industrial). ● Alberto Pido, técnico químico, mais de 40 anos de indústria vidreira, dos quais 20 anos como Gerente de Assistência Técnica. ● Valério Bruzamolin, Graduado em Processamento de Dados pela Universidade Federal do Paraná (1987), possui mestrado em Gestão do Conhecimento e da TI pela Universidade Católica de Brasília (2005) e atualmente cursa Doutorado em Ciência da Informação na Universidade de Brasília.
  16. 16. Inovação... Da Criação do Conhecimento, a Geração de Valor Sustentável! Filipe M. Cassapo, Centro Internacional de Inovação Sistema FIEP – Federação das Industrias do Estado do Paraná Inovaday, Secretaria de Gestão Pública, Governo de São Paulo São Paulo, 18 de Dezembro de 2009
  17. 17. Quanto mais o Conhecimento é Dividido... Mais o Conhecimento é Multiplicado! 17
  18. 18. Conteúdos  Os Desafios do Novo Contexto Econômico e Social  O que Entendemos por “Criar Conhecimento” e “Inovar”?  Transformando Conhecimento em Valor Sustentável  Considerações Finais...
  19. 19. Os Desafios do Novo Contexto
  20. 20. Parece óbvio que...
  21. 21. Porém, no Novo Contexto Econômico... Atual Espaço Bovespa Bolsa de São Paulo (Final dos Anos 70) [Fonte: A. Korowajczuk, Petrobras] 21
  22. 22. Did you Know? We are Living Exponential Times!
  23. 23. População Mundial 2008: 6.6 Bilhões de Pessoas Ação do Homem na Natureza População Mundial 1900: 1.6 Bilhões de Pessoas [Fonte: Prof. Goldemberg, SEBE 2009, FNQ]
  24. 24. Desafiam Sistêmicos Emergentes Entradas Processamento Saídas Suprimentos Fabricação Resíduos
  25. 25. Novas Oportunidades Sistêmicas de Inovar Colaboração Reciclagem Inovação
  26. 26. O que Entendemos por “Criar Conhecimento” e “Inovar”?
  27. 27. Não existe mais dúvida!
  28. 28. Gerenciar o Conhecimento? Knowledge Unlocker Plus ??? [Fonte: Prof. Baroni]
  29. 29. O que é o “Conhecimento”? O Conhecimento é um Objeto O Conhecimento é um Processo Devemos criar as condições Devemos armazená-lo, adequadas para sua geração, para não perdê-lo! transferência, retenção e aplicação!
  30. 30. O que é o “Conhecimento”? Objeto Processo [F. Cassapo, “Autopoietic Societies: A Hermeneutic Approach to Socio-Cognitive Engineering”]
  31. 31. Proposta Conceitual O Conhecimento é fenômeno emergente de Redes Sociais Criar Conhecimento  Transferir Conhecimento  Reter Conhecimento  Cultivar Redes Sociais
  32. 32. Qual o valor gerado por Redes de Conhecimento? Excelência Operacional: Memória Coletiva e Excelência Operacional Sustentável Posicionamento Estratégico: Inovação Participativa e Opções Estratégicas Sustentáveis
  33. 33. Invenção não é Inovação! Inovação = Idéia Nova Aceita, que gera valor! Invenção = Idéia Nova
  34. 34. Conceito de Inovação e Gestão da Inovação Inovar: Transformar Idéias Novas em Resultados Sustentáveis Gestão da Inovação: Atividade Sistemática, Abrangente e Estratégica de Inovar
  35. 35. Inovar é Transformar Idéias em Resultados Inovar: Transformar Idéias Novas em Resultados Sustentáveis [Fonte/Inspiração: Marica B. Cavalcante / SEBRAE]
  36. 36. Como então ter Boas Idéias? “O Melhor modo de ter uma BOA IDÉIA, é ter MUITAS IDÉIAS” Linus Pauling, única pesquisador a receber o Prêmio Nobel por duas vezes: - Prêmio Nobel de Química em 1954 - Prêmio Nobel da Paz em 1962
  37. 37. Inovação = Redes + Processos Competitividade Fornecedores Colegas Idéias Clientes SociedadeUniversidade 1. Agrupamento 2. Valoração 3. Seleção Gates das Idéias / dos Projetos Formatação dos Projetos Transparência! Feedback Constante! Tempo de Resposta!
  38. 38. My Starbucks Idea... Uma comunidade aberta de Inovação! [Fonte: Guilherme Passos, Inside Mídia]
  39. 39. My Starbucks Idea... Uma comunidade aberta de Inovação! [Fonte: Guilherme Passos, Inside Mídia] Excelência em Gestão e Cultura da 27/1/2010 Inovação 39
  40. 40. Fiat Mio... Uma União de Idéias! (http://www.fiatmio.cc/)
  41. 41. Fiat Mio... Uma União de Idéias! (http://www.fiatmio.cc/)
  42. 42. http://www.redeinovacao.org.br
  43. 43. Transformando Conhecimento... Em Valor Sustentável! 44
  44. 44. O Powerpoint aceita qualquer coisa?
  45. 45. Redes Abertas de Conhecimento?
  46. 46. Redes Abertas de Conhecimento? Compartilhar o MEU conhecimento?
  47. 47. Redes Abertas de Conhecimento? Ema, ema, ema...
  48. 48. “O êxito de uma Intervenção depende fundamentalmente do estado interno do interventor” (P. Senge)
  49. 49. Inovação e Mudanças: O que significa “Liderar”? “To Lead” means to “CROSS THE THRESHOLD” (P. Senge) “Liderar” significa SERVIR! (K. Blanchard) “Liderar” significa CO-INSPIRAR! (H. Maturana)
  50. 50. Liderar é... Irradiar Valores!
  51. 51. Conclusões Considerações & Lições Aprendidas Finais
  52. 52. Desafios do Novo Milênio... O que é exigido das organizações neste novo contexto: • Flexibilidade, Rapidez; • Inovação Sustentável • Uso Intensivo e Responsável do Conhecimento; • Capacidade de Perseguir constantemente a trilha do Crescimento Sustentável; [Fonte: Adaptado de E. Carmello, Entheusiasmos]
  53. 53. Inovar... Inovar... Inovar... “Tudo o que podia ser inventado já o foi.” Charles H. Duell, Diretor do Departamento de Patentes dos Estados Unidos em 1899 ao propor o fechamento da seção de registro de novas patentes. Excelência em Gestão e Cultura da 27/1/2010 Inovação 54
  54. 54. O que é a Minha Organização? Uma Máquina a Ser Regulada? Ou uma Entidade Vivo em Equilíbrio com Seu Ecossistema?
  55. 55. Você quer conhecer o Futuro? Inventa-o!
  56. 56. Filipe Miguel Cassapo FIEP – Federação das Indústrias do Estado do Paraná Tel: 55 41 3271-7857 filipe.cassapo@fiepr.org.br www.fiepr.org.br

×