0
Design Thinking Aplicado
ao Serviço Legislativo
Convite para Cocriação
Hoje
Como surgiu o
projeto?
Dezembro
2012
Janeiro
2013
Abril
2013
Projeto piloto que deseja
questionar e melhorar vários
aspectos da atual prestação
de serviço do vereador para
...
Por que
melhorar?
IRBEM 2013 (CMSP):
6% “ótima/boa”
37% “regular”
54% “ruim/péssima”
1-Melhorar a satisfação social
com os serviços prestados
Índice de Bem-Estar/Brasil
(WBB©) 2013, relativo à
cidade de São Paulo:
“Entre as dez variáveis do índice,
Poder Público f...
3-Melhorar a confiança social
na instituição
IRBEM 2013:
De 24 Instituições e Órgãos
Públicos, a CM-SP teve a pior
avaliaç...
Custo CMSP 2013:
R$ 484 milhões / ano
Equipe total CMSP:
1.995 pessoas
Custo Gabinete (1/55):
R$ 1,7 milhão / ano
Equipe G...
5-Empoderar e aumentar o
envolvimento do cidadão
“Amnésia Eleitoral”
Qualidade das Interfaces
de participação
Engajamento
...
6-Inspirar melhorias no Legislativo
em outras cidades
Foram 56.810 vereadores
eleitos (2012) em 5.566
municípios do país
Qual o contexto?
1-Sem equipe (1ª vez)
2-Semi-intensivo (quinzenal)
3-Iniciantes no Legislativo
4-Cultura e dinâmica da Câmara
5-Alta compl...
Como foi feito?
Premissas
de Trabalho
1-Conectar-se empaticamente
com cada integrante da equipe,
conhecendo sua realidade e
história de vida
2-Tornar o processo e as
ferramentas invisíveis, para
aumentar a aderência, o
empoderamento e o emergente
(foco no modelo ...
3-Construir condições e estímulos
para que possam emergir do
próprio grupo as questões mais
urgentes, os problemas mais
re...
4-Envolver as pessoas em um
processo colaborativo, mas
respeitando os limites
explicitados (tempo, disposição,
interesse, ...
5-Ser um facilitador de uma
jornada de mútua aprendizagem
(suspendendo a postura de
consultor-auditor-especialista)
Processo e
Ferramentas
1º 3º2º 4º
Preparar
Observar
Definir
Entender
5º 7º6º 8º
Incorporar
Prototipar
Criar
Testar
Atividades oscilam: desde
sozinho até com grupos de
20 pessoas
Público varia: do
gabinete, Câmara, especial
istas, socieda...
Check-in/out + Contação de histórias
pessoais + The World Café +
Dinâmica de triangulação + Open
Space Technology + Aikido...
“Sombra” + Mapa Iniciativas + SWOT
do Facilitador + Colheita de Ideias +
Inventário de Conquistas + Colheita
de Necessidad...
Mapa de Empatia + Word Cloud +
Avaliação/Matriz de Urgência das
Cartas + Avaliação/Matriz de Impacto
Cruzado das Cartas + ...
Algumas
Inspirações
Principais
Outputs
(entregas)
1º 3º2º 4º
Preparar Observar
DefinirEntender
Julho
2013
Diagnóstico:
33 pontos de
alavancagem
ou pontos de
melhoria do
serviço
Gestão e
Melhoria
Foco
de Ação
Aprendizagem
Construção
da Equipe
Aprendizagem
24. Como poderíamos promover
e estudar nossos “acertos”
e “erros” para que eles
fortalecessem nossas futuras
...
Gestão e Melhoria
10. Como poderíamos atuar
de forma mais transparente,
internamente e externamente?
Foco de Ação
28. Como poderíamos avaliar
o impacto das nossas ações
(isoladamente e em conjunto)?
Construção da Equipe
14. Como poderíamos cocriar
e compartilhar uma visão futura
do que seria este mandato
diferente e des...
5º 7º6º 8º
IncorporarPrototipar
Criar Testar
Agosto
2013
Hoje
Painel de Gestão
de Ideias/Prototipagem
Tema
Título
Pergunta
Lista das Cartas
Pessoas
Papéis
“Batedor de Bumbo” – pessoa
que dará o ritmo no
processo, cuidará do uso do
tempo, zelará pelo fluxo das
atividades e da c...
“Coexecutor” – pessoa que
colocará a mão na massa e fará
de tudo um pouco na criação,
prototipagem e teste das
soluções. A...
“Consultor” – pessoa que será
solicitada a participar e ajudar
pontualmente no grupo ao
longo do processo. Seu
envolviment...
“Mãe-joana” – pessoa que será
uma andarilha pelos grupos. Ela
poderá entrar e sair quantas
vezes quiser e de quantos grupo...
Ideias
Status/Ação
Link Carta
Próximos
passos?
1-Continuar prototipagem
2-Maior apoio para as ideias
3-Aumentar feedback
4-Ampliar e conectar rede
5-Colher novas ideias
...
E-mail:
candidoazeredo@gmail.com
Facebook:
Inovação no Legislativo
Design Thinking aplicado ao serviço legislativo
Design Thinking aplicado ao serviço legislativo
Design Thinking aplicado ao serviço legislativo
Design Thinking aplicado ao serviço legislativo
Design Thinking aplicado ao serviço legislativo
Design Thinking aplicado ao serviço legislativo
Design Thinking aplicado ao serviço legislativo
Design Thinking aplicado ao serviço legislativo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Design Thinking aplicado ao serviço legislativo

423

Published on

http://igovsp.net/inovaday/

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
423
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Design Thinking aplicado ao serviço legislativo"

  1. 1. Design Thinking Aplicado ao Serviço Legislativo
  2. 2. Convite para Cocriação Hoje
  3. 3. Como surgiu o projeto?
  4. 4. Dezembro 2012 Janeiro 2013
  5. 5. Abril 2013 Projeto piloto que deseja questionar e melhorar vários aspectos da atual prestação de serviço do vereador para o município
  6. 6. Por que melhorar?
  7. 7. IRBEM 2013 (CMSP): 6% “ótima/boa” 37% “regular” 54% “ruim/péssima” 1-Melhorar a satisfação social com os serviços prestados
  8. 8. Índice de Bem-Estar/Brasil (WBB©) 2013, relativo à cidade de São Paulo: “Entre as dez variáveis do índice, Poder Público foi a de pior desempenho.” “Vereadores têm o pior desempenho.” 2-Melhorar a satisfação social com os serviços prestados
  9. 9. 3-Melhorar a confiança social na instituição IRBEM 2013: De 24 Instituições e Órgãos Públicos, a CM-SP teve a pior avaliação (24º): 68% não confiam
  10. 10. Custo CMSP 2013: R$ 484 milhões / ano Equipe total CMSP: 1.995 pessoas Custo Gabinete (1/55): R$ 1,7 milhão / ano Equipe Gabinete: 19 pessoas 4-Potencializar o bem-estar da sociedade com os recursos disponíveis
  11. 11. 5-Empoderar e aumentar o envolvimento do cidadão “Amnésia Eleitoral” Qualidade das Interfaces de participação Engajamento sociogovernamental
  12. 12. 6-Inspirar melhorias no Legislativo em outras cidades Foram 56.810 vereadores eleitos (2012) em 5.566 municípios do país
  13. 13. Qual o contexto?
  14. 14. 1-Sem equipe (1ª vez) 2-Semi-intensivo (quinzenal) 3-Iniciantes no Legislativo 4-Cultura e dinâmica da Câmara 5-Alta complexidade 6-Recursos muito limitados 7-Grande apoio interno
  15. 15. Como foi feito?
  16. 16. Premissas de Trabalho
  17. 17. 1-Conectar-se empaticamente com cada integrante da equipe, conhecendo sua realidade e história de vida
  18. 18. 2-Tornar o processo e as ferramentas invisíveis, para aumentar a aderência, o empoderamento e o emergente (foco no modelo mental do design em cada um)
  19. 19. 3-Construir condições e estímulos para que possam emergir do próprio grupo as questões mais urgentes, os problemas mais relevantes e as possíveis soluções e caminhos (diagnóstico e prognóstico)
  20. 20. 4-Envolver as pessoas em um processo colaborativo, mas respeitando os limites explicitados (tempo, disposição, interesse, capacidades, urgência etc.)
  21. 21. 5-Ser um facilitador de uma jornada de mútua aprendizagem (suspendendo a postura de consultor-auditor-especialista)
  22. 22. Processo e Ferramentas
  23. 23. 1º 3º2º 4º Preparar Observar Definir Entender 5º 7º6º 8º Incorporar Prototipar Criar Testar
  24. 24. Atividades oscilam: desde sozinho até com grupos de 20 pessoas Público varia: do gabinete, Câmara, especial istas, sociedade, mesclado etc.
  25. 25. Check-in/out + Contação de histórias pessoais + The World Café + Dinâmica de triangulação + Open Space Technology + Aikido em ação + Desafio do Marshmallow + “Check List para colaboração” + Brainstorming + Colheita gráfica + Benchmarking + Pesquisa Inspiracional + Entrevista Diálogo + Mapeamento Stakeholders + Jornada do Cidadão + Blueprint + Diálogo Feedback + “Mosca na Parede” +
  26. 26. “Sombra” + Mapa Iniciativas + SWOT do Facilitador + Colheita de Ideias + Inventário de Conquistas + Colheita de Necessidades + Mindmap + Diário de Bordo + 5 Whys + Matriz de Princípios do Mandato + “Equalizador do Mandato” + Business Model Canvas + Blogging (Grupo Facebook) + SWOT Mandato + Ficha Pontos de Alavancagem (Cartas) + Status do Projeto + Gráfico de Gantt +
  27. 27. Mapa de Empatia + Word Cloud + Avaliação/Matriz de Urgência das Cartas + Avaliação/Matriz de Impacto Cruzado das Cartas + Avaliação/ Matriz de Poder e Carência das Cartas + Clustering Ideias + Mapa Semântico + TAP-5W2H + Seleção Ideias por Adesão + Matriz de Papéis por Equipe e Cartas + Painel de Gestão de Ideias/Prototipagem + Cartaz da Ideia + Modelagem Visão Futura...
  28. 28. Algumas Inspirações
  29. 29. Principais Outputs (entregas)
  30. 30. 1º 3º2º 4º Preparar Observar DefinirEntender Julho 2013
  31. 31. Diagnóstico: 33 pontos de alavancagem ou pontos de melhoria do serviço
  32. 32. Gestão e Melhoria Foco de Ação Aprendizagem Construção da Equipe
  33. 33. Aprendizagem 24. Como poderíamos promover e estudar nossos “acertos” e “erros” para que eles fortalecessem nossas futuras ações e posturas?
  34. 34. Gestão e Melhoria 10. Como poderíamos atuar de forma mais transparente, internamente e externamente?
  35. 35. Foco de Ação 28. Como poderíamos avaliar o impacto das nossas ações (isoladamente e em conjunto)?
  36. 36. Construção da Equipe 14. Como poderíamos cocriar e compartilhar uma visão futura do que seria este mandato diferente e desejado pela equipe (relevante, bom, novo etc.)?
  37. 37. 5º 7º6º 8º IncorporarPrototipar Criar Testar Agosto 2013 Hoje
  38. 38. Painel de Gestão de Ideias/Prototipagem
  39. 39. Tema Título Pergunta
  40. 40. Lista das Cartas Pessoas Papéis
  41. 41. “Batedor de Bumbo” – pessoa que dará o ritmo no processo, cuidará do uso do tempo, zelará pelo fluxo das atividades e da comunicação
  42. 42. “Coexecutor” – pessoa que colocará a mão na massa e fará de tudo um pouco na criação, prototipagem e teste das soluções. A intensidade de trabalho de cada pessoa poderá ser variável
  43. 43. “Consultor” – pessoa que será solicitada a participar e ajudar pontualmente no grupo ao longo do processo. Seu envolvimento dependerá da demanda e da sua disponibilidade
  44. 44. “Mãe-joana” – pessoa que será uma andarilha pelos grupos. Ela poderá entrar e sair quantas vezes quiser e de quantos grupos quiser
  45. 45. Ideias Status/Ação Link Carta
  46. 46. Próximos passos?
  47. 47. 1-Continuar prototipagem 2-Maior apoio para as ideias 3-Aumentar feedback 4-Ampliar e conectar rede 5-Colher novas ideias 6-Estruturar aprendizados 7-Criação de tecnologias sociais
  48. 48. E-mail: candidoazeredo@gmail.com Facebook: Inovação no Legislativo
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×