SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)

6,809 views
6,541 views

Published on

Published in: Education
2 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
6,809
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
58
Actions
Shares
0
Downloads
649
Comments
2
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)

  1. 1. Sociologia da Educação PROF. Humberto Lacerda
  2. 2. EMENTA/OBJETIVOS: Analisar a contribuição da Sociologia para entendimento das nuances acerca da educação. o Conhecer os principais pensadores da Sociologia da Educação.
  3. 3. METODOLOGIA:  Exposição de slides;  Discussões temáticas;  Estudo da apostila-base;  Atividades (individuais e em grupos);  Avaliação escrita.
  4. 4. AVALIAÇÃO:  Participação nos debates;  Produção textual;  Produção nos grupos temáticos;  Assiduidade/comportamento*.
  5. 5. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE IMAGEM 1 Pedagogia B Sociologia da Educação IMAGEM 2 PROF. Humberto Lacerda
  6. 6. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação Para pensarmos a SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO, devemos pensar e compreender o contexto histórico da Sociologia como ciência. Esta surgiu no século XIX, como uma resposta intelectual para os problemas que a sociedade estava apresentando. Revolução Industrial: caráter econômico e social. Revolução Francesa: caráter político (a burguesia enquanto classe social toma o poder na França e expande-se para todo o mundo, internacionalizando-se). Tais revoluções deram suporte para a consolidação do modo de produção capitalista, que tem como característica básica a posse privada e particular dos modos de produção. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  7. 7. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação REVOLUÇÃO INDUSTRIAL: A Revolução Industrial consistiu em um conjunto de mudanças tecnológicas com profundo impacto no processo produtivo em nível econômico e social. Iniciada na Inglaterra em meados do século XVIII, expandiu-se pelo mundo a partir do século XIX. A era da agricultura foi superada, a máquina foi superando o trabalho humano, uma nova relação entre capital e trabalho se impôs, novas relações entre nações se estabeleceram. REVOLUÇÃO FRANCESA: A Revolução é considerada como o acontecimento que deu início à idade contemporânea. Aboliu a servidão e os direitos feudais e proclamou os princípios universais de “Liberdade, Igualdade e Fraternidade" (Liberté, Egalité, Fraternité), frase de autoria de Jean-Jacques Rousseau. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  8. 8. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação Século XVIII – século das “luzes” (contraposição à “Idade das Trevas”). Renascimento “Humanismo”. Artístico e Cultural Teocentrismo X Antropocentrismo Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda –
  9. 9. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação O aparecimento das classes sociais é fruto do modo de produção capitalista. Produção Bens Consumo Competição Invenções Técnicas A fonte de riquezas não é mais a terra, e sim a propriedade de fábricas, máquinas, bancos, isto é, a propriedade dos meios de produção. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  10. 10. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação Os poucos proprietários dos meios de produção se constituem na classe empresarial (BURGUESIA), enquanto a imensa maioria de pessoas não proprietárias formam a classe trabalhadora (PROLETARIADO) que, para sobreviver, troca sua capacidade de trabalho por salário. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  11. 11. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação Mudanças, Transformações na Sociedade Contemporânea: PROBLEMA. Questões de ordem social necessitam ser resolvidas. A SOCIOLOGIA surge no século XIX como resposta intelectual aos problemas que a sociedade apresentava. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  12. 12. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação AUGUSTE COMTE (filósofo francês): nomeia a então física social de Sociologia (1839). “Busca pela compreensão sobre as questões sociais”. MEKSENAS (bacharel e licenciado em Ciências Sociais – USP): A sociedade é fruto de uma época, de uma organização social, de uma transformação social. Sendo a nova ordem instaurada, é necessário ser explicada, entendida. A vida moderna só poderia ser entendida através de métodos científicos. A EDUCAÇÃO passa também a sofrer transformações, e, desse contexto, nasce a escola. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  13. 13. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação ESCOLA:  Instituição com normas específicas.  Agentes próprios (diretores, professores, alunos, orientadores pedagógicos), e toda uma hierarquia. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  14. 14. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO: > Analisar a sociedade sob o prisma de vários olhares, compreender a realidade socioeducacional e, assim, promover uma educação crítica transformadora. > A educação, entendida como uma prática social que busca formar indivíduos para a vida em sociedade, deve proporcionar uma visão que os permita uma compreensão da sociedade em todas as suas dimensões. > Possibilitar uma ampliação da compreensão da realidade social e da educação como um fenômeno fundamental na transmissão da herança cultural, dos modos de vida, das ideologias, na formação para o trabalho que guarda uma estreita relação com a realidade em cada contexto histórico. Daí a importância dessa disciplina no currículo dos cursos de formação de educadores. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  15. 15. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação PRINCIPAIS PENSADORES DA SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO: Auguste Comte Émile Durkheim Karl Marx Max Weber Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  16. 16. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação Auguste Comte Desenvolve o Positivismo, que tinha como principal pressuposto abandonar qualquer vestígio de religiosidade e emoção no âmbito do método científico. Para Comte, o conhecimento era positivo quando fundado na observação, porém em observação orientada por um método. Para isso, ele definia dois tipos de observação: a empírica e a positiva. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  17. 17. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação Empírica – era vista por Comte como uma espécie de observação vulgar, em que simplesmente se observavam os fatos em si, sem se estabelecer relação entre os demais fatos observados. Positiva – precisava seguir algumas regras, entre elas: selecionar, desmembrar, relacionar, comparar, medir e estabelecer similaridades, estudar o todo, perceber as repetições e, por fim, “estabelecer leis que possibilitem a previsão de movimentos, regularidade e comportamentos futuros do fato estudado.” (MEKSENAS, 2002, p.78). Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  18. 18. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação Émile Durkheim Durkheim tinha como objetivo principal descobrir as leis de funcionamento da sociedade. Para Durkheim, “a educação satisfaz, antes de tudo, as necessidades sociais” e “toda educação consiste num esforço contínuo para impor à criança maneiras de ver, de sentir e de agir às quais a criança não teria espontaneamente chegado.” (PEREIRA, 1995, p.42 apud ARANHA, 2001, p. 167). Foi o primeiro sociólogo a colocar a escola como instituição de fundamental importância na formação do indivíduo. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  19. 19. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação Durkheim foi um dos pioneiros na inclusão da Sociologia no currículo acadêmico, especificamente no curso de formação de professores, no qual lecionava. Ao tratar das relações entre o educador e a criança submetida à sua influência, Durkheim (1967, p. 5354) defende que a criança fique “por condição natural, em estado de passividade” e o educador assume uma posição de superioridade advinda da sua experiência, sua cultura e da moral que ele encarna. Assim a ação educativa é entendida como um trabalho de autoridade. A autoridade é o meio essencial da ação educativa. “A autoridade moral é a qualidade essencial do educador”. Essa concepção de educação e do papel do professor influenciou as práticas pedagógicas adotadas no Brasil ao longo da história da educação e a atividade docente que nela se realiza. Prática chamada de “bancária”, criticada fortemente por Paulo Freire. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  20. 20. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação ATIVIDADE 1: De que modo a escola pode se organizar para atender ao direito do estudante de ter acesso a uma educação de qualidade? A escola precisa se organizar de forma adequada com o propósito de constituir um espaço favorável à plena formação do estudante. Alguns estudos têm demonstrado que vários e importantes fatores podem fazer a diferença. Tomemos como exemplo alguns dos resultados de uma pesquisa realizada por Casassus (2002) sobre “escolas bem-sucedidas”, em países da América Latina, que põe em relevo alguns desses fatores. Esse pesquisador aponta para algumas características de uma escola que favorece as aprendizagens: Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  21. 21. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação 1) Conta-se com prédios adequados. 2) Dispõe-se de materiais didáticos e uma quantidade suficiente de livros e recursos na biblioteca. 3) Há autonomia na gestão. 4) Os docentes têm uma formação inicial pós-médio. 5) Há poucos estudantes por professor na sala de aula. 6) Os docentes têm autonomia profissional e assumem a responsabilidade pelo êxito ou fracasso de seus estudantes. 7) Pratica-se a avaliação de forma sistemática. 8) Não há nenhum tipo de segregação. 9) Os pais se envolvem com as atividades da comunidade escolar. 10) O ambiente emocional é favorável à aprendizagem (CASASSUS, 2002). Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  22. 22. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação “Ai de nós, educadores, se deixarmos de sonhar sonhos possíveis. Os profetas são aqueles ou aquelas que se molham de tal forma nas águas da cultura e da sua história, da cultura e da história de seu povo, que conhecem o seu aqui e o seu agora e, por isso, podem prever o amanhã que eles, mais do que adivinham, realizam.” (Paulo Freire) Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda
  23. 23. POLO DE EXTENSÃO: Santa Cruz-PE Sociologia da Educação 1. A família e suas relações com a escola; 2. A religião e suas relações com a escola (educação); 3. O Estado e suas relações com a escola; 4. A cultura (artes) e suas relações com a escola; 5. A tecnologia e suas intervenções a escola; 6. As relações sociais na escola; 7. O meio-ambiente e a escola; 8. O esporte e a escola; 9. Controle social na escola; 10. Os profissionais da escola. Pedagogia B PROF. Humberto Lacerda

×