Your SlideShare is downloading. ×
  Top fui um-deles_fl_vio_de_carvalho_
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Top fui um-deles_fl_vio_de_carvalho_

488
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
488
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Fui um Deles !!! Flávio de Carvalho http://www.fuiumdeles.cjb.net É permitido baixar este arquivo, copiar, imprimir e distribuir este material. Ele pode ser reproduzido apenas na sua totalidade para circular como "freeware", sem custos. Todas as reproduções dos dados deste arquivo devem conter o registro de copyright: [i.e., "Copyright © 2000 by Flávio de Carvalho"]. Índice na última página.
  • 2. "...então ela me disse: Hail the Self!!! Vejo que está a caminho da Instrução!..." "...falou-me: Eu sou Fénelon, e vim para te Instruir... Teu antecessor falhou...tu não poderás falhar..." "...então eu disse: Deus! Se é que você existe! Me ajude!!!" Um Relato Impressionante! Hereditariedade? Ou mero envolvimento? Confira isso tudo e muito mais!!! Autor: Flávio de Carvalho : eBook onde há um real testemunho de um ex-satanista que é liberto por Jesus e grandes estudos sobre satanismo, nova era, rock'n roll e outros. Espetacular, você não pode deixar de ler! Seja edificado, em nome de Jesus! Prefácio Desde que iniciei o processo da elaboração desse livro, um pouco mais de 2 anos atrás, surgiram questões, debates, e muita vontade de "desistir". Desistir, pelo fato, de que de certa forma, os conceitos adquiridos de "novas teologias", ainda que citavam partículas da bíblia. Estavam causando em alguns leitores e navegadores do site desse livro, admiração, atenção sobre mim mesmo, e com isso tudo: Confusão!!! Deus, na Sua misericórdia e sabedoria, levantou homens segundo o Seu Coração, para me abrirem os olhos a esses sofismas todos. Relutei, por algum tempo. Parecia que eu queria muito acreditar, que a mentira que eu havia acreditado, era a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para mim e o seu povo. Mas não!!! Algo estava muito errado. Parecia que eu tomava "banho de meias". Sentia que algo estava errado! Após um tempo de serviço missionário na cidade de Santa Cruz de La Sierra, Bolívia. Já no aeroporto para regressar ao Brasil, meu líder sugeriu, esqueça esse livro!! Escreva sobre o que Jesus fez em você, as transformações de caráter, os aprendizados em cima dos erros e sofrimentos passados através desses sofismas todos. Eu havia retirado o site do ar, ainda em Santa Cruz, num Ciber Café. E pareceu, que muita gente ficou brava. Mas estava resoluto a não abrir mão dessa minha atitude. Atitude que bateu de frente contra meu ego, contra meu orgulho, contra toda uma história de arrogância forjada num passado ocultista e satânico. Clamei por Misericórdia e Entendimento. Confessei meu pecado diante do meu Deus, e Ele me ouviu!!! Glória a Deus, a Sua Misericórdia é maravilhosa, ela me alcançou, ela dura para sempre. Ele levantou-me dum charco de lodo imundo, limpou-me, deu-me vestes limpas e novas, colocou-me de pé e deu-me uma incumbência: avisar aos desatentos, aos complacentes e conformados que Ele, o Rei dos reis, Senhor dos senhores, está chegando, está às portas; e julgará primeiramente a Sua Igreja. Atentai, enquanto ainda há tempo! O Senhor, falou-me para colocar o site no ar, e acrescentar as verdades bíblicas que quebram todos os sofismas por mim experimentados. Ele sugeriu: "— Não tire os erros. Deixe-os! Você colocará de maneira visível, a refutação da verdade ao lado de cada sofisma. Assim, quem ler, tomará em conta, o erro e o acerto. E poderá optar sobre o que deseja servir." Após ter tomado essa atitude, já ouvi de "irmãos" e até "pastores e ministros" ofendidos: "Não julgueis, para que não sejais julgados", ser TÃO mal-empregado e usado fora do contexto, tantas vezes que me sinto enojado! Também ouço muitos pastores usarem: "Não toqueis os meus ungidos" (I Crônicas 16:22 e Salmos 105:15) com referência a si mesmos -quando ficam sob ataque daqueles que discordam de suas idéias. Deus não espera que Seus filhos sejam idiotas sem nenhum discernimento espiritual.
  • 3. A recomendação sobre não julgar está claramente no contexto de um Julgamento INJUSTO - acusar e julgar com falsidade e trazer em questão os motivos do coração. Essa prática é errada e a Palavra de Deus a condena repetida e enfaticamente. No entanto, o que muitos deixam de compreender é que a mesma Palavra nos exorta a ter um discernimento espiritual positivo e saudável - em outras palavras, um bom julgamento espiritual. Não devemos ser ingênuos e engolir as mentiras e os falsos ensinos dos outros, não importa o quão respeitáveis eles possam parecer. E, para podermos estar sobre nossos próprios pés, espiritualmente falando, precisamos conhecer a Palavra de Deus e o Deus da Palavra! Simplesmente porque alguém é um "ministro do evangelho", não significa que seja uma pessoa especial e que você deva aceitar de mente aberta tudo o que ele diz! Deus te considera responsável pelo conhecimento da Palavra e engolir tudo que o pastor diz só porque você aprendeu a confiar nele, é convidar o desastre. Somos instruídos a sermos como os "nobres bereanos" - Atos 17:10-11, que pesquisaram as Escrituras para ver se o apóstolo Paulo estava realmente dizendo a verdade e se estava interpretando corretamente as Escrituras. Paulo elogiou o ceticismo saudável deles! Em nenhum lugar a Bíblia diz que os bereanos pensaram que Paulo estivesse mentindo; apenas quiseram examinar seus ensinos à luz das Escrituras. Em outras palavras, eles avaliaram o ensino de Paulo de acordo com a infalível Palavra de Deus, exatamente o que devemos fazer neste final dos tempos. Muitos cristãos hoje não têm um ceticismo saudável para o que ouvem de um pregador carismático ou de algum ministro que gostem; muitos também deixam de perceber que um ministério cristão pode estar ensinando perfeitamente a Palavra por um longo tempo, mas repentinamente sofismar, apostatar, cair em erro, ainda que sutil. Além disso, muitos cristãos não percebem que os falsos mestres, tais como lobos devoradores disfarçados de ovelhas, podem perfeitamente pregar a Palavra por um bom tempo, e então, quando ajuntam um grupo de seguidores devotados, como ovelhinhas cegas e burras, começam a desviá-los para o erro. Deus mostrou-me que há milhares de "Flávios" sobre a terra hoje, nas mesmas condições que as minhas no passado, ou até piores; e estas pessoas - nas sua maioria evangélicos que não tiveram um encontro real e definitivo com Jesus, estão sob um "tratamento" satânico baseado na mentira, no blefe, na ilusão e na sugestão, chamado placebo, ou seja, podem fazer de tudo na igreja: ensinar, cantar, testemunhar, recolher ofertas, etc. Com uma drástica diferença, não vivem aquilo que pregam, ou ensinam. Daí ficam derrotados, amarrados, frustrados e o pior acontece; para manter as "aparências" mascaram-se de "espirituais", resultando num círculo vicioso. Todo o esforço deste Sistema Satânico está voltado para fazer com que a igreja cristã no mundo hoje, seja parecida com a igreja de Laodicéia -Apocalipse 3.15-16. Uma Igreja pragmática, cínica, e completamente sem poder. Charles Haddon Spurgeon disse algo bastante contundente na sua época: "A apatia está por toda a parte. Ninguém se preocupa em verificar se o que está sendo pregado é verdadeiro ou falso. Um sermão é um sermão, não importa o assunto; só que, quanto mais curto, melhor." Também podermos observar uma drástica semelhança com os tempos de João Batista, o precursor do Senhor Jesus Cristo; a igreja atual encontra-se da mesma forma que a igreja daquela época remota, ou seja, Israel; onde verificamos pela Palavra de Deus, que João Batista preparava os caminhos da primeira vinda de Jesus. E hoje? Com quantos "João Batistas" pode Deus contar, para preparar os caminhos da Segunda vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Com quantos "Neemias" pode Deus contar hoje, para reedificar os muros derrubados e destruídos de Jerusalém, ou melhor, da Igreja Moderna, aliás pós-moderna. Saiba meu querido leitor, assim como Deus estava no deserto, na época de João Batista (Lucas 3), Ele também hoje, está do lado de fora, batendo a porta do nosso coração (Apocalipse 3.20), desejoso de
  • 4. entrar e de nos ajudar a retirarmos as máscaras e levarmos vidas poderosas -pois o Reino de Deus consiste em poder (I Coríntios 4.19-20) e, sobretudo, uma vida de santidade, sem a qual ninguém verá a Deus ( Hebreus 12.14 ). Prédios grandiosos, abarrotados de membros passivos e neófitos não constituem ameaças para os sofismas do diabo. Pois: II Timóteo 3.5 5. ... tendo FORMA de piedade NEGAM ENTRETANTO O PODER ... Ouça aquilo que o Espírito de Deus está a dizer para Igreja nesta presente hora; Jesus bate a porta do seu coração, grita em alta voz e se você ouvir e abrir o seu coração, Ele (Jesus), entrará e ceiará contigo Apocalipse 3.20, (Essa palavra não é dirigida aos ímpios, mas sim, aos cristãos); Ele poderá fazer algo "em" e "com" você. Se você não O conhece, Ele pode e quer se fazer conhecer, você pode ter a sua vida mudada, o seu ministério transformado. Deus através de ministros ungidos, têm dito para esta geração atual, que a igreja apostólica (igreja primitiva) está sendo retomada, o ministério da reconciliação será evidenciado pelo evangelismo em massa, pelas cruzadas, pelo discipulado, pela cruz individual e principalmente pelo arrependimento genuíno dos pecados; e é esse o real significado do termo "avivamento". Apocalipse 22.11 11. Quem é injusto, faça injustiça ainda; quem está sujo, suje-se ainda; quem é justo, faça justiça ainda; e QUEM É SANTO, SANTIFIQUE-SE AINDA. Mas eu gostaria de exortar aos amados em amor, para que prestem atenção aos membros preciosos que estão vivendo debaixo de placebo satânico. Ao invés de estender o dedo em julgamento, estenda a destra em socorro. Deus está procurando pessoas para pregarem a verdade que liberta pra eles e dessa forma taparem as brechas (Ezequiel 22.30), e se não receberem a ajuda necessária para serem libertos, o destino deles é o inferno. Este livro está sendo escrito graças a misericórdia de Deus; acredito sem dúvida nenhuma que Ele, através das minhas "aparentes derrotas", estava forjando-me no fogo, dando-me subsídios para que eu hoje pudesse testemunhar da realidade dos fatos que aqui vou compartilhar. No entanto, se o meu Deus, não tivesse suscitado alguém para se colocar na brecha pela minha vida, não sei o que seria de mim. Atenção: Há pessoas que lerão este livro e cairão no erro e no exagero! Muitos pegam parte daquilo que dizemos e mudam completamente o sentido original! Cuidado! Nem tudo é diabo, não podemos, nem devemos procurar demônios debaixo de tudo quanto é "guardanapo". Isto é tolice, e é perigoso! No entanto, Paulo nos adverte: II Coríntios 2.11 11. (...) para que Satanás não alcance vantagem sobre nós. Pois não IGNORAMOS os seus ardis - desígnios, planos, técnicas, estratégias. Aconselho que você pegue a sua Bíblia, confira e estude todos os textos bíblicos aqui citados. Não vá aceitando passivamente, qualquer coisa que venha do púlpito, ou dos livros "evangélicos". Porque pode haver "Morte na Panela" - II Reis 4.40 Pelo fato de Jesus me amar e me suportar, é que hoje eu posso dizer a você querido leitor:
  • 5. "... para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai Glorioso, vos conceda o Espírito de Sabedoria e de Revelação para o Conhecimento dEle mesmo, iluminando os olhos do vosso coração a fim de compreenderdes a esperança à qual Ele nos chama, a riqueza da Sua herança gloriosa nos santos, e a suprema grandeza do Seu pode sobre nós, os crentes - poder este que opera com o poder da força que exerceu ao ressuscitar Cristo dentre os mortos e ao assentá-Lo à Sua destra na esfera celestial, acima de todos os soberanos, autoridades, domínios e senhores angelicais, acima de todo nome que se possa mencionar não somente nesta era mas também na era vindoura -colocou tudo debaixo dos Seus pés, e colocou-O como cabeça sobre tudo para a Igreja, a Igreja que é o Seu corpo, cheio dAquele que enche o universo inteiro." Amém!!! Paulo à igreja de Éfeso 1.17-23 (Tradução de Moffatt) Volume I - Conteúdo : Aborda a minha vida antes da conversão dentro do contexto satânico, e após a conversão, como um cristão vivendo uma "vida dupla" debaixo de placebo satânico, lutando por liberdade, se entregando a confusões de sofismas teológicos. Volume II - Trata das evidências incontestáveis de que estamos numa guerra, em três frentes de batalha: o diabo, a carne e o mundo. A seguir, temos uma visão geral da origem e retomada do ocultismo satânico. Suas diferentes ramificações, e por aí afora. E por último uma exposição bíblica, a respeito do diabo e seus anjos. Evidente, que tal exposição não é exaustiva, nem tenho essa pretensão, mas espero conseguir compartilhar tudo aquilo que Deus tem me ensinado com relação a esse assunto. Volume III - Trata-se, por assim dizer, da parte prática, onde abordaremos: as bases legais e principais portas de entrada dos demônios; os principais sintomas de uma pessoa influenciada. E a grande pergunta: Pode um cristão ser possesso? Aborda ainda, as armas disponíveis a cada cristão nascido de novo, o Nome de Jesus, O Seu Sangue, a Armadura de Deus, e por aí afora. Minha História Jovens, eu vos escrevi porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o maligno. (1 João 2:15b) Glórias a Deus que trouxe você até aqui. Você não está aqui por acaso. Seja por curiosidade, indicação ou qualquer outro motivo, podemos garantir que quem trouxe você até aqui foi Deus! Essa página nasceu no coração do próprio Deus que nos confiou, a mim, Flávio, a minha amiga, Alessandra, com a incumbência de divulgar a quem for possível alcançar, a história de sofrimento no satanismo e vitória em Cristo que tenho vivenciado nesses últimos quinze anos. Aqui, você encontrará além da minha história - que acabou se tornando um livro: Fui um Deles informações que julgo pertinente sobre o satanismo e outras formas de ocultismo. Fui satanista e estava sendo preparado para ser sacerdote quando conheci Jesus e saí da morte para vida. Minha história está aqui, como um exemplo para todos de que para Deus não há impossível. Leia, indique essa página a amigos, escreva-me com suas opiniões e sugestões. Quero agradecera Deus e a todos que tornaram essa página possível. Conheci a Alessandra pela Internet e nos tornamos amigos. E apesar da distância (RJ/SP), graças a Deus, esse site foi feito à muitas mãos sob a inspiração do Espírito Santo e a ajuda prática do amigo Rafael Alcemar e espiritual de Rodrigo
  • 6. Manoel, do grupo de oração da MK Publicitá e de nossos amigos de inúmeras listas de e-mail que intercederam por esse projeto junto ao Senhor. Minha oração é para que você saia daqui mais consciente do poderio absoluto de Jesus Cristo e de sua capacidade eterna de livrar àqueles que a Ele recorrem em sinceridade de coração. Oro também para que o conhecimento de algumas das armadilhas de Satanás possa manter mais e mais pessoas longe do satanismo, ocultismo e afins. Acima de tudo, oro para que aqueles que estão envolvidos na causa possam descobrir que o Satanismo em qualquer grau pode e deve ser abandonado, rechaçado e combatido por todos aqueles que optam por aceitar a Jesus Cristo como Senhor e Salvador de sua vida. Só Jesus salva! Flávio de Carvalho Webdesigner, 31 anos, paulistano. Cristão há 12 anos. Missionário da "Petra Mission For All People". & Alessandra de Oliveira Webmaster, 28 anos, carioca. Cristã há 13 anos. Congrega na Igreja Universal do Flamengo/RJ. Flávio de Carvalho É missionário e conferencista. Serve ao Senhor na Igreja Templo Vivo em São Paulo, onde é alimentado e tem sua cobertura espiritual e ministerial. Nasceu na capital de São Paulo. Foi alcançado pela Graça do Senhor em 1990 com a idade de 19 anos. Fez o Curso Teológico pela M.E.S.F - na Bolívia. Mas, em obediência a Grande Ordem de Jesus: "Ide e pregai" (Marcos 16.15), aposentou todo e qualquer tipo de diploma para melhor viver e ensinar a SIMPLICIDADE do Evangelho. É fundador do "Projeto Grão de Mostarda" - um ministério interdenominacional e itinerante. E idealizador da AMA - Associação Médicos de Alma. Participa do ABOUNDING LOVE MINISTRIES - "Ministério Amor Abundante", que visa levar o Evangelho nas Prisões e no "corredor da morte" nos USA. Tem como seu fundador o Pastor Tex Watson, (ex integrante da "The Family", seita satânica de Charles Manson). Dedicatória Ao meu amado Pai Celestial que me amou de tal maneira, que deu o Seu Único Filho, para morrer em meu lugar. Ao meu Senhor e Salvador Jesus Cristo, o Filho do Deus Vivo, que primeiro me amou e se entregou por mim. Ao meu querido Amigo e Consolador Espírito Santo de Deus; obrigado por Sua Doce Presença e por Sua Unção. A minha mãe Bernadeth, que a despeito de tudo, jamais abriu mão da minha vida; não há palavras que cheguem minha mãe para expressar o quanto te amo, e o quanto te sou agradecido. Ao meu querido irmão Alexandre, sua mulher Andreia, e as princesinhas: Bruna e Giovanna; que
  • 7. mesmo não entendendo nada, sempre estendeu sua mão para ajudar-me a levantar do lodo. Obrigado pela paciência e pelo amor. Não posso me esquecer de seu pai, João, a quem sou muito agradecido. Ao meus avós, cujas lágrimas foram revertidas em alegria e gozo pela minha vida. Ao meus tios, primos, enfim a toda a minha família. Ao meu amigo e irmão em Cristo, Fábio Castanheira, obrigado por ter levado-me à Salvação. Amigo sou e serei eternamente grato. Ao meus pais espirituais, pastor Horácio e Vaninha Mughiollo, um casal comprometido com o Deus Vivo, a quem sou e serei eternamente grato. De manhã foram meus conhecidos, de tarde foram meus professores e já a noite, tornaram-se Amigos, Pais e Mestres no Caminho do Amor, da Salvação e da Santidade. Se hoje sei alguma coisa, devo a vocês, à vossa unção, ao vosso ministério. À mui amada Serva de Deus - Rubian Davis, obrigado pela sua existência, pelo seu carinho, e pela sua lealdade. Obrigado pelo seu amor. Que Deus continue nos abençoando cada vez mais. E à Alessandra de Oliveira. Essa tremenda profissional e serva de Deus. Até aqui nos ajudou o Senhor. Introdução Em Parte Conhecemos Deus tem mostrado aos Seus Ministros através dos tempos que: Toda a Verdade tem um paralelo. Mais tarde descobri que outros homens e mulheres de Deus obtiveram o mesmo, em revelação. Sabe, eu percebo uma particularidade em Deus; Ele não é exclusivista, não tem predileções; desta forma, Ele reparte, distribui uma mesma revelação a todos aqueles que verdadeiramente o buscam para isso. Quantas vezes nós recebemos uma revelação tremenda da parte do Pai e nos achamos os "tais", os "maiorais", ou "— Ah, eu é que sei"; mas não demora e verificamos que Deus falou da mesma maneira com muitos irmãos e irmãs sobre o planeta terra, daí ficamos (pelo menos deveríamos ficar), envergonhados diante dEle pela arrogância em nós manifestada. I Coríntios 13.9 9. Pois em parte conhecemos, e em parte profetizamos (...) Na época em que ouvi acerca de que toda a verdade é paralela, eu ainda estava bloqueado pelas muralhas das doutrinas de demônios, de modo que não podia compreender este ensino da maneira correta; embora houvesse aprendido isso de maneira destorcida e limitada pela boca dos "mestres cósmicos" no meu passado; o diabo lutou de todas as maneiras para impedir-me de assimilar tal palavra. Ele sabe que quando o cristão vem a compreender plenamente esta realidade, ele alcança liberdade plena e se torna um poderoso adversário nas mãos de Deus, contra as mentiras, ilusões e sugestões satânicas. A Palavra diz: João 8.32 32. Conhecereis a Verdade, e a Verdade vos Libertará. Glória! Ele cumpre a Sua Palavra, ela é a Verdade, Jesus é a verdade, e Ele libertou-me. Libertou-me dos "métodos" e "doutrinas" eclesiásticas que têm sufocado a Palavra, que têm paralisado o povo de Deus com as suas "regras" manipuladoras. Libertou-me dos "achos" impostos pelos muitos líderes, e colocou-me naquilo que Ele, o Deus Vivo não acha, mas tem certeza.
  • 8. Alguém uma vez disse: "Guarde o seu acho no bolso, e veja o que Deus achou!" Assim é que é. Mais tarde acrescentou: "Pegue o seu acho do bolso, e jogue no caixote de lixo!" Pois, se ele continuar disponível, é bem provável que você ainda "ache" alguma coisa. Sinto necessidade de compartilhar minha experiência pessoal consigo; o meu grande objetivo e propósito com isso; e conto com a ajuda e confirmação divina para tal, é alertar o maior número possível de cristãos leigos e ministros até, que a grande maioria de nós tem vivido "vidas duplas", acarretando com isso, um estilo de vida miserável, salpicados de complacência e mesmice. A maioria dessas pessoas, como eu outrora, não estão nesta vida de maneira premeditada, há uma força, um jugo, uma penitenciária espiritual que as detém. Onde só é possível sair com a pregação genuína da Verdade de Deus, contida na Sua Palavra, para que esta, gere no indivíduo cativo o genuíno arrependimento. Deus têm dito, enquanto inicio este livro: "Filho, evite abordar assuntos que você não tenha vivenciado, pois, estes tornam-se apenas teorias filosóficas, e o meu povo está cheio delas. Fale, divida, compartilhe com todos aquilo que te fiz. Eu não mudei, e não mudo; a experiência é um dos ingredientes necessários para a manifestação do Meu Espírito e do Meu Poder!" Desta forma, aquilo que aqui compartilho, nada têm de ficção, de filosofias, de poesia, de contos ou fábulas; trata-se de lições que por mim foram aprendidas e experimentadas. Trata-se de uma experiência com o Pai. Glória a Deus!!! Para uma melhor compreensão do leitor, resolvi dividir este livro em quatro partes, a saber: Primeira Parte - aborda a minha vida antes da conversão dentro do contexto satânico, e após a conversão, como um cristão vivendo uma "vida dupla" debaixo de placebo satânico, lutando por liberdade, se entregando a confusões de sofismas teológicos. Segunda Parte - trata das evidências incontestáveis de que estamos numa guerra, em três frentes de batalha: o diabo, a carne e o mundo. A seguir, temos uma visão geral da origem e retomada do ocultismo satânico. Suas diferentes ramificações, e por aí afora. E por último uma exposição bíblica, a respeito do diabo e seus anjos. Evidente, que tal exposição não é exaustiva, nem tenho essa pretensão, mas espero conseguir compartilhar tudo aquilo que Deus tem me ensinado com relação a esse assunto. E aquilo que hoje sei, não representa nem 10% da totalidade do assunto. Terceira Parte - trata-se, por assim dizer, da parte prática, onde abordaremos: as bases legais e principais portas de entrada dos demônios; os principais sintomas de uma pessoa influenciada. E a grande pergunta: Pode um cristão ser possesso? Quarta Parte - Aborda as armas disponíveis a cada cristão nascido de novo, o Nome de Jesus, O Seu Sangue, a Armadura de Deus, e por aí afora. A minha oração é para que o leitor seja coberto e protegido pelo Sangue Precioso do Cordeiro, no decorrer da leitura desse livro, em o Nome de Jesus Cristo. Amém. Os Paralelos Para compreender este livro, se faz necessário entender os paralelos universais. Tudo o que acontece no mundo natural é reflexo do mundo espiritual e vice-versa. Nos últimos 100 anos, o homem realizou mais descobertas do que em toda a história da humanidade, de Adão a Tim Berners-Lee - um dos homens da WEB. Alguns estudiosos, dentre eles, psiquiatras, antropólogos, sociólogos e filósofos, afirmam que o homem moderno têm a sua capacidade mental superior, em relação ao homem da antigüidade. Mas não é verdade, a nossa formação cerebral é a mesma que a do casal: Adão e Eva, depois da queda. Digo depois da queda, porque antes, Adão e Eva possuíam a totalidade da capacidade mental, ou seja, 100% dela. Note algo, bastante interessante, a Ciência afirma que o homem atual consegue atingir no máximo 10% desta capacidade mental, e tais pessoas são classificadas como prodígios ou grandes "gênios".
  • 9. Eu glorifico a Deus, pelo fato de sermos "imbecis" hoje. Pois se o Pai Celestial, não nos tornasse imbecis depois do pecado de Adão, reduzindo a nossa capacidade mental, estaríamos cometendo assassinatos com o poder da mente, isso sem falar nos adultérios, haveria um congestionamento de projeções astrais em busca da mulher do próximo. Então, o que está havendo? A verdade é que têm havido uma "abertura" gradual, daquilo que já existe no mundo espiritual, e digo mais, daquilo que sempre existiu. Vejamos Thomas Edson, como um exemplo prático. Ele é citado nas enciclopédias como o inventor ou descobridor da lâmpada. No entanto, ouso dizer que ele não descobriu nada de novo, ele apenas teve um "descortinar", uma revelação, um "boom!" daquilo que já existia no âmbito espiritual, colocando essa revelação em prática. E graças a esta descoberta, nós temos hoje luz, claridade, conforto, sem necessitarmos inalar fumaça de "vela acesa e candeeiro". E desde Edson, até hoje, podemos verificar homens recebendo verdadeiros "booms!" de revelação, de grandes descobertas; da lâmpada à Internet. É óbvio que estes resultados não foram e não são concebidos de qualquer forma. Estas pessoas pensaram sobre isso antes, buscaram as possibilidades, desenvolveram projetos, aperfeiçoaram planos; frustraramse muitas vezes, erraram outras, porém continuaram a busca, insistiram, empenharam-se ao ponto de furar a barreira que impedia a descoberta. Esse descortinar, esses "booms!", têm acontecido de maneira limitada e difícil. Porque? Porque há todo um sistema satânico, opondo-se ao homem, colocando verdadeiras fortalezas, imensos muros que impedem a humanidade de obterem mais desses "booms" de descobertas. Basta observarmos a imensa dificuldade da medicina, em encontrar o antídoto contra a AIDS. A fórmula para este antídoto já existe na dimensão espiritual, é esse sistema satânico que está impedindo os cientistas de obterem a revelação. Hoje todo o conhecimento mundial dobra a cada três anos. Levou dois mil anos para dobrar três vezes. Isso se deve, em grande parte, à revolução digital promovida pelo surgimento da informática que, a partir dos rudimentares e gigantescos computadores surgidos em 1945, proporcionou ao mundo um ilimitado leque de possibilidades e realidades na área tecnológica. Em 150 anos o conhecimento humano saltou de quase zero para um número quase infinito de invenções e descobertas numa velocidade vertiginosa. De maneira paradoxal, o mundo moderno tem experimentado a maior degradação da moral e dos costumes na mesma vertiginosa proporção: a bomba atômica, armas químicas e bacteriológicas, liberação do aborto, casamento entre homossexuais; muito mais coisas horríveis acompanham a sociedade da era da informática. Observe a Internet, ela tem sido neste final de século, o veículo de recrutamento satânico mais eficaz da história. (Abordarei o assunto mais tarde). Para o físico Albert Einstein, o computador representava "a Segunda Bomba" (uma referência ao poder devastador da bomba atômica); sendo que o computador, na sua maneira de ver, seria capaz de destruir não a matéria, mas toda a sociedade, devido ao tremendo impacto que a informática teria no mundo. Por favor, me entendam, eu não estou dizendo que a Internet seja satânica, afinal eu sou um usuário dela; algumas vezes, porém não muitas, sou abençoado através dos "Sites" cristãos; afirmo somente que o diabo cedeu, abriu uma brecha referente a ela, para expandir seu aliciamento. Mas, Glória a Deus, eu tenho certeza (Ah! Eu sei!) que, esta geração atual, será a geração que verá a manifestação de Deus, em Demonstração do Espírito e do Poder, através dos Seus Servos. Esses já estão sendo convocados pelo Espírito, já estão sendo treinados e equipados por ministros cheios deste mesmo Espírito, para destroçar, destruir e aniquilar pela intercessão profética, os muros, as fortalezas de Satanás, preparando o caminho para que, esses mesmos servos do Altíssimo venham demonstrar a este mundo atual, o Espírito e o Poder do Deus Vivo. Aleluia!!!
  • 10. Muitos estão sendo chamados para este mover, mas poucos estão sendo escolhidos pelo Senhor; infelizmente, muito poucos estão suportando a idéia de "negar a si mesmo" e "carregar a cruz". Mateus 20.16 16. Assim, os últimos serão os primeiros, e os primeiros, últimos; pois MUITOS SÃO CHAMADOS, MAS POUCOS ESCOLHIDOS. Leia todo o capítulo 20 de Mateus. Atentemos para aquilo que os anjos disseram aos discípulos em Jerusalém, quando o Senhor Jesus foi elevado às alturas. Aqueles discípulos como muitos irmãos, hoje em dia, vivem a olhar para cima, e só para cima. E penso que aquela palavra foi proposital, veja: Atos 1.11 11. (...) os quais lhe disseram: Varões galileus, porque estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido no céu, há de vir, assim como para o céu, o vistes ir. Ou: "Hei, conservos, vocês vão ficar muito tempo aí, olhando para cima, sem fazer nada? Esse Jesus subiu para o vosso Pai, no ápice do Seu Ministério, do Seu Trabalho, ou seja, a Cruz. E voltará da mesma maneira, quando a igreja estiver no ápice do seu ministério, do seu trabalho, ou seja, as Nações conquistadas para Ele." Amados, vamos parar de olhar para cima, olhemos para os lados, para frente e para trás, pois existe alguém que pode estar a caminho do inferno bem aí, do teu lado. Bem aí, no banco da tua igreja. Então, quando tivermos efetivamente conquistado as nações para Jesus, aí sim será a hora de olharmos para cima, porque Ele, o Fiel e Verdadeiro, já poderá ser visto pela Sua Noiva. E Ele virá montado no seu cavalo branco, "saltando sobre os montes". Amém. Maranata! Vem, Senhor Jesus! Flávio de Carvalho, servo de Deus Nota: Placebo, é definido como um tratamento médico e/ou pseudo-medicamento, administrado em pacientes que sofrem de uma disfunçao orgânica ou somática de origem psíquica. Para este tipo de tratamento ter efeito, o paciente têm de ser levado a acreditar que, aquele comprimido de "açúcar", ou aquela ampola de "água destilada", é um poderoso antibiótico. Esse tratamento é na verdade baseado na mentira e no engano. E é óbvio, tem o seu efeito. Capítulo Um Os dois primeiros capítulos não se tratam de uma biografia, são apenas passagens resumidas da minha vida, para que o leitor saiba, até que ponto foi o meu envolvimento com o ocultismo satânico. Relato aqui, os fatos que reputo serem mais substanciais, para a elaboração deste livro. E lembre-se sempre disto: Diante de fatos, não há argumentos. Não há essa hipótese. Evidências do Passado O meu nascimento foi aos olhos da minha mãe, um acontecimento grandioso, símbolo de uma esperança que já desmoronava. E para que o leitor possa compreender, quando digo "símbolo de uma esperança", se faz necessário que eu fale acerca de meus pais. Minha mãe foi uma menina "ultra católica", pobre, muito simples, tímida e insegura; que tinha uma enorme paixão: criar e desfilar suas próprias roupas. Naquela altura, costurar suas próprias roupas não era nenhum "hobby", mas sim, uma necessidade, visto que seus pais, não poderiam jamais se dar ao luxo de comprar alguma roupa nova para um dos
  • 11. seus filhos ou filhas; salvo, quando a roupa em questão, estivesse sem mais nenhuma possibilidade de ser usada. Ao folhear as revistas de moda da época, ela sonhava em um dia estar naquele mundo de glamour e beleza. Devido o seu intenso desejo de conhecer o mundo da moda, e também da grande necessidade de cooperar financeiramente em casa; ela soube através de uma grande amiga, que havia uma vaga de "arrematadeira" no local onde trabalhava. Porém, a tal amiga disse, com um certo ar de superioridade: "— Olha! Não sonhe tanto, vamos ver se você tem capacidade para ser aprovada no teste. Trata-se da Maison de Jorge Farré, minha amiga!" Essa Maison, na Av. Paulista, correspondia dois andares no Edifício "Quinta Avenida" - no décimo terceiro andar, localizava-se a oficina de "prêt-à-porter", onde eram realizados todos os arremates, costuras, enfim toda a mão-de-obra; era considerado inferior, pois, trabalhavam ali, pessoas "feias e ignorantes", no entanto, eram imprescindíveis; e no décimo quinto andar, localizava-se o "ateliê" de Alta Costura, propriamente dito; salas para os clientes, escritórios, oficinas, etc. Era ali que todo o glamour do mundo da moda tinha início, ou seja, grandes manequins, compradores estrangeiros, clientes famosas, fotógrafos, editores de moda, jornais, revistas, e por aí afora. Estes dois andares constituíam a Maison do Sr. Jorge Farré, um estilista conceituado no Brasil e no exterior, que tinha como sócio, o "ícone" da Alta Costura brasileira, ou seja, Dener - já falecido. Mais que depressa foi fazer um teste de arremate e foi aprovada para trabalhar no andar inferior; bastante satisfeita, ela expressava a todos o seu contentamento e alegria, mas não podia deixar de notar, a grande insegurança que emergia do seu interior, por causa da grandeza que aquela nova realidade trazia; era tudo novo, era tudo desconhecido. No decorrer dos dias, como era de praxe, o Sr. Farré entrava no elevador e descia para o andar da oficina, a fim de observar o andamento do trabalho, e corrigir possíveis erros; num dado momento, aquela menina simples e ingênua, extremamente concentrada nos seus "arremates", sentiu perto de si um perfume maravilhoso que se misturava a fumaça aromatizada de um cachimbo bem trabalhado; era ele, o próprio Sr. Farré a observar o quão rápido ela trabalhava, e para sua surpresa, a rapidez não roubava a qualidade. Diante disso, ele deu uma ordem à contramestre, para que aquela menina estivesse, a partir do dia seguinte, trabalhando na Alta Costura. Aquela ordem causou ciúmes e inveja nas suas colegas de trabalho, ainda mais, naquela sua amiga. Ora, no andar da Alta Costura, tudo era muito belo, muito apaixonante, muito glamuroso, mas ela soube assimilar toda a novidade que aquele ambiente de "filme de cinema" trazia, não se deixando levar pela emoção, sentimento esse, que a faria agir como uma "caipira alienígena", decorrendo na perda do seu emprego, por falta de decoro ou por cometer gafes; mas não, ela agia como se tivesse nascido em meio a todo aquele glamour, e tudo fosse muito comum e até piegas. Muitas vezes ela era chamada para servir café aos compradores, manequins e estilistas que transitavam pelo ateliê, e não sabia, mas estava sendo observada, pelo Farré. Talvez por ter as "medidas" apropriadas para a passarela, talvez por ter uma tremenda habilidade com a tesoura, ou talvez ainda, pelo seu carisma e atenção aos funcionários e clientes. Era verão, e todas as grandes casas de moda (Maisons) internacionais, como Scherrer, Valentino, Laroche, Givenchy, Versace, Dior, Saint-Laurent, Lacroix já tinham preparado a coleção para o inverno europeu, no entanto Farré estava um tanto atrasado. Mais que depressa ordenou que a oficina de "Prêtà-porter" parasse com qualquer outro trabalho e se juntasse a Alta Costura, para conseguirem dar conta da coleção de inverno. Estavam na maior correria, supervisores, contramestres, manequins, era gente entrando, gente saindo. Mesmo assim sobrava um tempo, para os "fuxicos" das costureiras e funcionárias, comentando entre si que o cunhado do Sr. Farré, um homem bonito e elegante, estava trabalhando ali, como seu assistente direto. Ora, minha mãe, não dispensou nenhuma grande atenção àqueles "fuxicos", afinal, ela estava noiva, e na sua concepção, o nível daquela gente, era por demais diferente da sua realidade. Era como o óleo e a água, jamais se misturam.
  • 12. Em meio a toda aquele correria, vieram trazer ao supervisor da coleção e do desfile que seria realizado em Londres, a notícia de que uma das principais manequins - Ully, havia ficado doente e não poderia fazer a prova, e muito menos a viagem. Aquela notícia ajudou para aumentar o nervosismo de todos. Quando de repente alguém veio dizer que havia uma menina na oficina de costura, que era parecidíssima com a Ully, e que tinha as medidas perfeitas para fazer a prova da coleção. Mais que depressa arrancaram-na da oficina e pediram para que ela começasse a vestir aquelas roupas, lindas, exuberantes e únicas. Ela se constrangia muito, quando tinha que se despir diante das contramestres, pois não queria que vissem, a simplicidade de suas roupas íntimas, na maioria das vezes, gastas pelo tempo, e até mesmo remendadas. Puxa, ela tinha direitos legais, de fazer uma retirada através de um "vale" e então poder comprar algo digno, Mas sempre que se dirigia ao escritório do Sr. Farré a fim de pedir um vale, sua insegurança e timidez a dominavam de tal maneira que ela se calava, a voz nunca saía. Mesmo diante desta constrangedora realidade, o grande "boom!" na sua vida não foi impedido de acontecer; lá estava ela, agora como manequim da Maison de Jorge Farré e por conseguinte, pertencente ao Hall da Alta Costura brasileira. Num desses dias, em que ela fazia provas no ateliê, foi interrompida pelo contramestre principal das manequins para fazer ajustes e corrigir erros; ela tinha que permanecer numa posição estática olhando para o chão, quando então enxergou um par de sapatos lindos e muito bem engraxados, foi subindo o seu olhar a medida em que o ajuste da roupa era realizado, conseguindo ver a metade do dono daqueles sapatos, até que os ajustes foram finalizados e ela pôde ficar ereta novamente e enxergar aquela figura por completo. Ao ver aquele homem, bonito e elegante, de uma postura perfeita, suas pernas começaram a tremer; não tanto pela sua beleza, mas sim, porque dele emanava algo extremamente forte, espiritual, atrativo e dominador. Seus olhares se encontraram, e permaneceram fitos um no outro, por um breve momento; momento esse, que pareceu ser uma eternidade. Ela começou a passar mal e a tremer, mais que depressa interromperam as provas e deram-na um copo de água, permitindo que ela descansasse um pouco; as mulheres que ajudavam-na a se trocar diziam que aquele mal estar devia ter sido por causa daquelas roupas muito pesadas de inverno. Mas a verdade é que o poder que estava por detrás daquele homem tinha sido o causador daquilo. É difícil tentar descrever o que se passou ali, mas ela amou aquele homem naquele momento. E esse sentimento era recíproco, aquele homem amou aquela jovem intensamente. Acontecendo o assim chamado "amor à primeira vista". Quando já estava recuperada do mal estar, ela soube que aquele homem, era o famoso assistente direto do Sr. Jorge Farré, e por conseguinte seu cunhado; diante dessa notícia ela procurou de todas as formas se afastar do tal homem, praticamente ela fugia de ter que olhar naqueles olhos novamente. Mas isso era impossível, pois ele era o seu chefe, e o pior, o seu interesse por ela crescia mais e mais. Nesse meio tempo, ela recebeu o convite para substituir a Ully, no tão aguardado desfile em Londres. No entanto, a força do destino, fez com que o meu avô não permitisse a tal viagem, em hipótese alguma. E para surpresa de todos, Farré também não permitiu que ela fosse, dizendo que essa viagem poderia causar seqüelas horríveis na cabeça de uma menina de família. Outras pessoas diziam: "— O que? Essa menina, em Londres? Ela nem sabe falar inglês! O que acontecerá após o desfile? E nas festas? E quanto aos jornalistas? E o pior de tudo, ela é de menor!", e para aumentar a discussão, o supervisor do desfile, autor da idéia de levá-la, respondeu: "—Já viu manequim precisar abrir a boca? Se ela não quiser ir para as festas, fique no hotel. Com relação a ela ser de menor, levemos alguém da sua família conosco." Mas, por mais que o convite fosse tentador, ela resolveu dar ouvidos ao Sr. Farré aconselhando-a, e se lembrou do seu pai, dizendo que não queria que ela fosse. E pronto, por mais que doesse, ela resolveu não ir. Aquele homem deve ter achado ótimo, o fato de minha mãe ter ficado. Ele a perseguia em todos os lugares, era o seu alvo conquistá-la. E ele conseguiu.
  • 13. Antes de um pedido de namoro mais formal, ele fez com que ela terminasse o seu noivado. E no prazo de um ano, estavam oficialmente casados. Meu pai, um cristão-novo da linhagem dos sefaraditas, judeus-europeus perseguidos pela Inquisição, que para se verem livres da morte certa, modificaram seus nomes e fugiram rumo ao Nordeste brasileiro, no caso da minha família: Campina Grande; era filho de um conhecido coronel do cangaço na Paraíba. Estabelecendo bem mais tarde, residência em São Paulo. Era um homem extremamente culto, falava outros idiomas, tocava violão de forma excelente, estava sendo qualificado para pilotar aviões, ostentou durante um bom tempo, o título de campeão paulista de judô, pelo clube Paulistano, teve o seu primeiro carro com 16 anos de idade, o que para aquela época, final dos anos 50, era um sinal de que pertencia a uma família "abastada". Porém, em meio a todas essas qualificações e ostentações, carregou dentro de si uma terrível mágoa, do seu pai e dos seus irmãos; isso pelo fato de que meu avô estava em vias de falência, e sendo meu pai o único que ainda não tinha constituído família dentre o restante dos irmãos, foi obrigado a se despojar de todos os seus luxos, regalias e direitos como também da sua parte na herança. Toda a família, exceto minha avó, considerava-o como o "ovelha negra", como um "futuro problema". Talvez pelo fato de ter iniciado a carreira de "alcoólatra" já muito cedo. Talvez por não ter "papas" na língua, expressando de todas as maneiras o seu ódio ao meu avô. Havia muito ressentimento corroendo seu coração. Mas, minha avó o adorava demais e sempre pedia para que um dos outros filhos o ajudassem, com alguma colocação profissional, com alguma oportunidade. No entanto, ele jogava fora todas as oportunidades que surgiam. Porém, ele agarrou uma dessas chances de se erguer e de mostrar a todos que ele era um "Carvalho". Através de um pedido da minha tia ao seu marido, Jorge Farré, foi ele convidado para trabalhar no ateliê do mesmo. Ora, ele demonstrava mudança, demonstrava um real interesse pelo trabalho, e o melhor tinha acontecido, ele havia se apaixonado, por aquela linda jovem na prova da coleção do inverno europeu. Ele fazia de tudo para conquistá-la, e ela estava sendo conquistada por ele. Passados uma semana desde o dia em que ela viu meu pai pela primeira vez, todo o resto era por demais insignificante, ela havia conhecido o que era estar apaixonada, sentimento esse que nunca teve por seu antigo noivo. Sendo assim, ela terminou com o noivado, e assumiu oficialmente o namoro com o cunhado do Jorge Farré. Quando o Sr. Farré percebeu o que estava acontecendo, ficou temeroso e resolveu dar uma carona para minha mãe, a fim de levá-la para casa no final do expediente. Ele a tinha como sua protegida, sendo assim, começou a aconselhá-la para não se envolver com o seu cunhado (meu pai), pois ele não era para ela, que não havia hipótese de ficarem juntos. Ela achava que os tais conselhos, eram devidos a grande diferença de nível social que os separavam. Mas não, o real motivo era outro. Ele continuou aconselhando-a, continuou tentando persuadi-la e quando viu que não tinha mais argumentos "amenos", disse a verdade. Disse que o meu pai havia tido problemas com o álcool, resultando em abandonos de emprego, contendas familiares e por ai afora. Disse que ninguém mais confiava nele e que aquele emprego no ateliê era só mais uma oportunidade que a família dava. Ela não acreditou de maneira nenhuma naquelas palavras, afinal, ele nunca fez nada daquilo que diziam, ele nunca chegou bêbado até ela. O máximo que faziam era acompanhar a moda da época e beber diariamente um "chopinho" na Rua Augusta no fim de tarde. Minha mãe odiava bebida, mas acompanhava o meu pai, a fim de ouvi-lo falar, e falar, e falar; ele falava sobre tudo, era extremamente culto e gostava da boa música, apreciando por demais Caetano Veloso, Vinícius de Moraes e Gilberto Gil, não perdiam um show se quer; aquilo tudo acabou atraindo minha mãe ainda mais. Ela estava muito apaixonada por ele. Ele sempre acompanhava minha mãe até o ponto de ônibus; numa dessas vezes, aconteceu algo, bastante estranho, sua voz havia mudado, e falava coisas da minha mãe que ninguém sabia ou conhecia, coisas concernentes ao seu passado e seu presente, falava a cerca do futuro do ateliê, que seria de falência, e que eles deveriam procurar um outro trabalho; minha mãe não entendia aquela conversa e
  • 14. perguntou o porque ele estava falando aquilo, como ele sabia das particularidades da sua infância, da sua vida; quando, para o seu espanto aquela voz disse: "— Não é com ele que você fala. Mas sim comigo, eu sou o Padre Emmanuel." Minha mãe ficou um tanto assustada, espantada diante daquela experiência, ela havia ouvido falar dessas coisas, de espíritos se comunicando, através das histórias da minha avó; mas aquilo para ela era novidade. Ela não sabia se acreditava ou não naquilo tudo. Nota: Os espíritos tinham um interesse tremendo de que aquela jovem ficasse junto ao seu pupilo, ou melhor, escravo. Para tanto, usaram de todos os meios possíveis para adquirirem credibilidade, e assim, abrirem todas as portas para a invasão dos demais representantes das trevas. A estratégia que reputaram ser infalível no caso da minha mãe, era se aproveitar do fato dela ser uma católica de "carteirinha"; sendo assim, um espírito foi encarregado de tomar a forma de um padre e se apresentar a ela. Por mais que ficasse confusa, e resistente, ela acabaria cedendo, pois afinal, era um Padre, tinha conversa de Padre, um jeito de Padre, e por aí afora. A partir daquele dia minha mãe conheceu muitos outros espíritos, que se aproveitavam do caminho aberto pelo tal padre; sempre que esse demônio em questão se manifestava, ela já sabia, que outros viriam. O namoro deles não era nem um pouco convencional, não era muito comum haver entre eles troca de palavras românticas, passeios, beijos, caminhadas, nada disso; todos os dias meu pai, se dirigia a casa do meu avô para encontrar-se com ela, e namorar. A família da minha mãe se enganava e muito quando pensava que os dois "pombinhos" estavam namorando e trocando confidências apaixonadas, muito pelo contrário, enquanto meu pai dava vazão aos demônios, minha mãe os ouvia e ouvia e ouvia. Ela sonhava com pelo menos um dia de namoro normal, mas não, sempre que se encontravam, ela já não conversava com o meu pai, e sim com o "padre Emanuel", e após ele, muitos outros. Aquilo para ela já era corriqueiro. Mesmo assim minha mãe continuava apaixonada por ele. Terminando por ficarem noivos. Agora, noiva de quem? Do meu pai, ou de um dos espíritos? Além dessas experiências do outro mundo, um tanto desagradáveis, minha mãe ficava confusa, e desistente com uma outra atitude que meu pai já demonstrava ter, como usar suas Artes Marciais para arrebentar (literalmente) quem se quer olhasse para ela, fruto de um ciúme doentio e exacerbado. Minha avó paterna, amava demais a minha mãe, ela acreditava no seu coração, que aquela jovem mulher, conseguiria ajudar a transformar o seu amado "filho problema". O restante da família não "morria de amores", mas demonstravam certo contentamento acerca dela, talvez pelo fato, de que após o casamento eles estariam livres dos problemas que meu pai trazia; no entanto, eram unânimes ao pensar: "Pobrezinha dessa menina. Sabe ela aonde está se metendo?" Haviam duas pessoas contrárias ao casamento que fatalmente viria acontecer, um era o meu avô, pai da minha mãe, o outro era o Sr. Farré. O meu avô por instinto e o meu tio por ter em mãos muitos subsídios que diziam que o meu pai não mudaria. Em contrapartida, os espíritos ao perceberem que minha mãe já pendia entre dois pensamentos, ou seja, já não estava tão certa de querer se casar, começaram a se valer de chantagens espirituais; um após outro espírito se manifestava, informando minha mãe que se desistisse, meu pai seria morto. Sendo assim ela não poderia mais desistir, no entanto, o "fogo da paixão" por aquele homem começava a minguar, pelo que ela não mais se casaria para ter um marido, mas sim, para ser uma assistente espiritual de um bruxo. Porém, ninguém poderia inverter o curso das águas, ninguém poderia mudar aquela história, ninguém poderia deter aquele casamento. (Minto) minha mãe poderia sim, deter aquele casamento, mas ela já estava sob o controle chantagista daqueles demônios. Ora, mesmo não tendo o apoio e aprovação de todos, chegou o dia do casamento.
  • 15. Meu pai já aguardava minha mãe ser trazida ao altar pelo meu avô, "gentinha", era o que ele pensava a respeito da família dela, ele odiava os pobres, e tanto sua futura mulher quanto a sua família pertenciam aquela classe social tão odiada por ele. Já estava um pouco alcoolizado e talvez pensando: "Não vejo a hora de sair desse lugar, cheio de gentinha. Credo."; subitamente os seus pensamentos foram interrompidos pela música, enfim, ele avistara minha mãe, sendo cortejada pelo meu avô, passo a passo, ao fundo a música que se ouvia era o tema do filme "Romeu e Julieta" interpretada por Jhonny Matts, mais alguns passos eram dados, quando de repente o meu avô - tal e qual um Montecchio inconformado por sua filha se casar com um Capuleto - num tom de tristeza e súplica olhou para a minha mãe muito discretamente e perguntou: - Minha Filha, você tem certeza de que quer fazer isso? Ainda há tempo de desistir. Aquelas palavras fizeram com que minha mãe ficasse confusa, mas já era tarde para desistir do seu propósito. Mais alguns passos e pronto, meu avô entregava sua filhinha, criada de maneira simples, mas com muita dignidade e honestidade nas mãos do meu pai - seria mesmo o meu pai quem estava ali? "— Pode beijar a noiva." Disse o padre; essa frase tão conhecida, finalizou aquele matrimônio. O tempo foi se passando, até que meu pai, passou a demonstrar quem realmente era. Um homem completamente vendido ao alcoolismo crônico, um manipulador dos poderes do ocultismo tendo como "mestres e instrutores", uma vasta diversidade de demônios. Os espíritos o "tomavam" a qualquer hora, em qualquer local; não havia um lugar predeterminado. Ele era propriedade exclusiva dos demônios, e como o leitor já deve ter percebido, não havia necessidade de freqüentar algum tipo de reunião ou ritual propício. Saiba leitor, meu pai, não havia entrado nesse estilo de vida, por causa de mágoas só, ou porque havia perdido tudo, ou porque era "mimado" e "filhinho de papai"; Não! Assim como aconteceu comigo – vocês observarão isso no decorrer da leitura; meu pai também foi vítima das maldições decorrentes dos nossos antepassados. O leitor haverá de notar, que após a morte do meu pai, "o cajado satânico" haveria de ser passado para mim, seu descendente direto e único. Êxodo 20.5 5. Não te encurvarás a elas (aos ídolos, esculturas) nem as servirás, pois eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que VISITO A MALDADE DOS PAIS NOS FILHOS ATÉ A TERCEIRA E QUARTA GERAÇÃO DAQUELES QUE ME ODEIAM, (...) Minha mãe então começou a viver num "Castelo de Vampiros", não posso dizer o que ela já não agüentava mais, se era o alcoolismo do meu pai ou se eram os demônios. Ela diz, que muitas vezes, não sabia quem beijava, com quem falava, com quem dormia ou com quem compartilhava a mesa do jantar, se era com o meu pai, ou se era com algum "mestre cósmico". Ela nunca tinha essa certeza. A Preparação No entanto, pelo fato dela o amar, teve a idéia de que, se ela pudesse conceber um filho dele, haveria algum tipo de mudança; ela pensava alegremente, como quem tivesse achado a solução de uma complicada equação matemática: "puxa é isso, darei um filho para ele, e tudo vai ser maravilhoso, tudo vai ser diferente; essa é a minha esperança." Ora, na sua gravidez, tudo realmente parecia ser um sonho, ele já não bebia, trabalhava bastante, esforçava-se sobremaneira para que tanto a gestação quanto o nascimento fossem totalmente bem sucedidos; minha mãe passou a morar na casa da minha avó, mãe do meu pai, era "mimada" por todas as duas famílias, alimentava-se com o que havia de melhor, enfim, realmente era um sonho; o meu nascimento estava sendo aguardado por todos com muita ansiedade, todos os pensamentos eram unânimes: "essa criança é o símbolo de uma esperança perdida". No entanto, aquela criança, causaria uma certa mudança no mundo espiritual, os espíritos também tinham lá suas "esperanças", dentro em breve efetivariam a substituição cíclica existente no ocultismo satânico.
  • 16. Minha mãe, foi informada por um dos "mentores" do meu pai - o Omen, que, por causa daquela gestação, todos os espíritos subordinados a ele se afastariam, inclusive ele mesmo, para não causarem problemas; dizia ainda que viriam dois "mentores" de longe, de "outro planeta" durante toda a gestação. Repare, estes dois "mentores" que viriam para "assistir" a gestação, pertenciam a uma classe de demônios encarregados pela iniciação dos "instruídos" para a tão esperada vinda do Mahytrea, ou seja, o Quinto Buda, ou Anti-Cristo. Diz a minha mãe, que a manifestação deles era um tanto diferente da dos outros demônios subordinados ao Omen, era mais tranqüila, mais intelectual, era tão diferente quanto ouvir um analfabeto de pai e mãe, e depois ouvir a análise de um PHD em Astrofísica, enfim, era bem mais complicada; eles preferiam treinar a minha mãe a falar e ouvir telepaticamente, para que não precisassem usar as cordas vocais do meu pai, na maioria das vezes anestesiadas pelo álcool. Eles compartilhavam com ela acerca da terra, de outros planetas, especificamente de Marte, da sua estrutura física e etérea. Sendo assim, meu pai recebeu a instrução de colocar-me o nome de um deles, quando se desse o meu nascimento, a saber: Fénelon. Minha mãe não o permitiu, talvez pensando: "— Você não colocará o nosso primogênito, nestas tuas histórias de Nova Era, de mestres cósmicos, e de outras coisas do gênero. Não. Eu quero que o nosso filho seja uma criança normal." Mas o seu pedido foi em vão, aquele "mestre cósmico" tinha ouvido a voz de comando do meu pai, e começava então a preparação para a minha iniciação, muitos anos depois. Saiba: Os pais, em especial o homem, possuem uma autoridade delegada por Deus, sobre seus filhos. São os pais que determinam o futuro dos filhos, seja para a vida, seja para a morte. Provérbios 18.21 21. A morte e a vida estão no poder da língua, e aqueles que a amam comerão do seu fruto. Como já disse antes, meu pai odiava a família da minha mãe, a única pessoa que ele dispensava alguma atenção e tempo, era ao meu tio; não porque meu pai havia simpatizado com ele, mas sim, porque os demônios tinham planos, e meu tio tinha sede do mundo espiritual, apresentando por assim dizer, algum potencial. Desta maneira, ele foi iniciado no ocultismo através do meu pai. Sendo, muitos anos depois, considerado pelas lideranças dos cultos afro como: Ashogan, ou "pai pequeno". Após o meu nascimento, constatou-se que meu pai não havia mudado, e sim piorado. Começamos a viver de favor, em total pobreza. Não restava mais dúvidas, minha mãe, por não agüentar mais a ausência do meu pai, devido o alcoolismo, pediria então o divórcio; e depois de muita luta, ela conseguiria. Foi o fim do sonho de uma menina sofrida, que para se ver livre da dependência paterna, ousou acreditar, por um só momento, que tal sonho fosse mesmo se realizar. Mas não; ela percebia então, que a vida não era nenhum sonho. E a realidade era terrível demais, para ser suportada por uma jovem inexperiente; ainda mais agora, carregando no colo o legado, o fruto do seu sonho de menina, o único "bem" deixado pelo seu príncipe, que já não era mais "encantado". Talvez ela tenha analisado também, que se não tivesse conhecido o meu pai, ela estaria usufruindo dos louros do glamour e do sucesso, resultantes do mundo da moda, ela com certeza teria sido bem sucedida. Mas aquilo já era, não havia mais o porque sonhar. A única coisa palpável e real, era aquela criança. Passamos então, a viver com meus avós maternos. Eu era uma criança extremamente doente, quando não estava internado nos hospitais, estava nos consultórios médicos a procura da solução dos meus problemas de saúde. Quando uma enfermidade era curada, outra aparecia. Minha mãe por assim dizer, sabia de cor e salteado os nomes dos principais antibióticos existentes. Sempre havia um horrível sentimento de que um dia daqueles eu morreria. Após alguns anos, minha mãe veio a conhecer por intermédio de sua melhor amiga, o homem que num breve futuro acabaria se tornando o meu padrasto. Um homem completamente diferente do meu pai; um homem descendente de judeus-alemães, o que por si só explicava, o seu caráter, bem como sua
  • 17. personalidade, ele era sério, trabalhador, seguro de si, calado, caseiro e metódico, que tinha como prática diária orar o "pai nosso" antes de se levantar e ao dormir. Haviam entre ele e o meu pai, apenas duas coisas semelhantes, a saber: o fato dos dois serem do sexo masculino e de possuírem antepassados judeus. De resto, somente drásticas diferenças; meu pai era um ocultista satânico e alcoólatra, meu padrasto era abstêmio radical e católico; meu pai tinha um ciúme doentio e exacerbado pela minha mãe, indo as vias de fato, ao seu modo, ou seja, usando de extrema violência, o meu padrasto era extremamente seguro de si, não demonstrando uma fagulha se quer de ciúme; enquanto meu pai era tremendamente sensível e emocional, meu padrasto era lógico e racional. Podia-se dizer que um era defensor dos pensamentos filosóficos de Platão, e o outro, das teorias de Albert Einstein. Mas ela estava apaixonada novamente, e passaram a namorar. Meu pai visitava-me na casa da minha avó materna de quinze em quinze dias, e sempre que isso acontecia, ficava alguém na espreita para que ele não me levasse; tais visitas foram cessadas por causa da intervenção da minha mãe, pois sempre que visitava-me, acabava levando-me para o bar. Mesmo assim, eu não entendia o porque dele sempre ter que partir e me deixar, eu não entendia porque ele não vivia conosco. Só sei que nunca pude experimentar o que era ter pai, as visitas eram sempre curtas, verdadeiros recordes mundiais de tempo, isso não se dava pelo fato dele ter pressa ou algum compromisso, mas sim porque a terrível sede pelo álcool, gritava mais alto, do que a voz do seu único filho pedindo colo. Após algum tempo de namoro, minha mãe e aquele homem resolveram morar juntos; e lembro que o primeiro pensamento que me veio a mente foi, se meu pai viria visitar-me naquele novo lugar. Mas, deixei aquele pensamento para lá e procurei curtir toda aquela novidade, puxa nunca havia conhecido até então, o que era ter um quarto só para mim, afinal tivera sido criado, na casa da minha avó, e era impossível eu e minha mãe termos um espaço somente nosso, e aquilo estava agora acontecendo, minha mãe estava nas nuvens, estava feliz pela atmosfera segura que a cercava. Ela podia se quisesse parar de trabalhar naquilo que ela mais amava, ou seja, a moda, pelo fato de que havia um homem que arcava com as despesas, tanto dela, quanto minhas; mas não, ela sempre insistiu no seu trabalho. Então, um dia, o meu pai resolveu procurar o meu padrasto, para agradecer tudo aquilo que ele estava fazendo por mim e pela minha mãe. Aquilo era fruto de um arrependimento que hoje sei, inflamava o seu coração. Essa lucidez era causada pelo tempo de sobriedade que ele conseguia através das muitas internações de recuperação. Meu padrasto amava-me de verdade, mas como todo homem, ele queria realizar o sonho de ter um filho; e no final de 1978, esse sonho tornou-se realidade, minha mãe estava grávida; eu sentia-me extremamente feliz, pelo fato de que em breve teria um irmão. Sem levar em conta as doenças, todo o resto caminhava muito bem; nós éramos uma família estável, equilibrada, e bastante segura; os louros desta segurança pertenciam sem dúvida ao meu padrasto. Parecia que o Universo conspirava, para que minha mãe tivesse um refrigério, um descanso da sua tumultuada e sobrenatural vida com o meu pai; e aquela parecia ser uma fase preparada para que ela arranjasse forças, a fim de suportar aquilo que ainda viria. Como é comum em todas as partes do mundo, as crianças adoram brincar umas com as outras, mas isso não era regra no meu caso. Em meio àquele novo contexto em que vivia, muitas vezes, eu preferia, ao chegar da escola, "cabular" as brincadeiras com os meus colegas, para ir, na maioria das vezes escondido da minha mãe, a um Centro de Umbanda que havia na minha rua; eu sempre era bem-vindo e eles sempre davam-me balas e doces. O ambiente daquele lugar me atraia, causando-me uma sensação de estar em casa quando lá chegava; e é lógico eu tinha cerca de 9 anos, sendo assim, qual é a criança que recusaria uma guloseima? Lembro-me que nessa mesma época, eu encontrava-me só na porta de casa, quando vi próximo do meu pé uma ponta de cigarro, e por curiosidade talvez, entrei em casa, apanhei sorrateiramente um fósforo, o meu coração disparava, voltei ao lugar onde estava a tal "ponta", e acendi fingindo que estava fumando, quando de repente minha mãe me surpreendeu, e me deu aquela bronca. Ora, eu fiquei bastante
  • 18. chateado pela bronca, mas por outro lado, a sensação do "estar escondido", de "desafiar o proibido", de ultrapassar a fronteira do "não pode", me pegou de tal maneira, que eu haveria de desejar conseguir obter essa mesma sensação, por muitos outros meios, mais e mais vezes. Eu era muito introspectivo, extremamente tímido, sofria de "terror noturno", tendo pesadelos terríveis com o meu pai chegando na minha nova casa, e me perguntando porque eu tinha permitido que aquele homem tivesse tomado o seu lugar; sem contar com o pavor sobrenatural de que minha mãe morresse, a sensação que eu tinha era de que ela morreria, ou me abandonaria a qualquer hora. Tivemos que nos mudar para Sorocaba, devido a transferência profissional do meu padrasto, foi uma grande época para as nossas finanças, vivíamos num padrão bem mais alto do que antes. Fora isso, uma coisa não havia mudado, as doenças não tinham ficado em São Paulo, pelo que, tinham vindo nas malas, e o pior, mais intensas e constantes. O medo da minha mãe, de me perder a qualquer momento, fez com que ela se apegasse a mim mais do que nunca. Eu me achava anormal, afinal quando não eram os exames, eram os hospitais, quando não eram as inalações, eram as injeções. Eu já não agüentava mais. No entanto, isso contribuiu ainda mais para o meu hábito de leitura, muitas vezes eu recusava um convite para brincar, a fim de ler. Era caso para o meu padrasto esporadicamente intervir e dizer: "— Sai de casa Flávio! Vá brincar com seus amigos!" Mas sempre recusava, porque eu achava, e muitas vezes constatava, que as crianças da minha idade eram na sua maioria, completos "imbecis"; por outro lado, a convivência com os mais velhos me atraia muito. Nessa mesma época, a minha avó, mãe do meu pai, faleceu. Tal notícia fez com que minha mãe chorasse copiosamente. Eu, ao contrário, nada senti, pois, não tinha tantas vívidas lembranças dela. Muitas pessoas diziam que o meu pai havia sido o causador da morte de sua mãe. Aos 11 anos, minha mãe levou-me para tomar aquelas vacinas obrigatórias que acontecem todos os anos na maioria das escolas, após cumprir com a obrigação, andamos rumo a saída, e pude observar um adolescente, como que de "guarda", vestido de uma farda belíssima a nos cumprimentar, aquilo me fascinou e a minha mãe ainda mais; então, rapidamente procuramos saber o que aquilo era, e como eu poderia ser um deles. Acabei então, ingressando no Grupo Escoteiro de Sorocaba. Era muito emocionante na cabeça de um pré adolescente vestir aquela farda, cooperar com a comunidade local, acampar, aprender a cozinhar, montar uma moradia usando somente os recursos da natureza, a trabalhar em equipe, e por aí afora. Aquilo fez muito bem para mim, afinal eu tinha uma atividade realmente digna e reconhecida por todos, ainda mais quando houve uma tremenda inundação no município de Votorantim e fomos acionados para cooperar com o corpo de bombeiros, a fim de entregar mantimentos para os desabrigados, o que nos valeu sermos notícia de um jornal local. Em contrapartida, foi ali também, que tive o meu primeiro contato com a morte; um dos integrantes do Grupo havia falecido por causa da diabetes e como eu era o monitor da minha "patrulha", fui um dos escolhidos para levar o caixão em cortejo escoteiro. Foi uma experiência terrível para mim, por muitas noites tive pesadelos consecutivos, de que era eu quem estava no caixão. No entanto, o nosso Chefe Escoteiro era um kardecista, desta maneira comecei a ser influenciado sutilmente pelos seus ensinos a respeito da morte, do carma, e da reencarnação. Muitas vezes ele usava as nossas reuniões escoteiras, para nos doutrinar no espiritismo kardecista. Aquelas histórias me fascinavam. Ainda neste mesmo ano fui convidado por um escoteiro e sua mãe para irmos a uma chácara, onde estariam homenageando os "orixás", eu nem sabia o que era isso; a mãe do meu amigo convidou-me pois sabia que eu sofria de muitas enfermidades, e lá eu poderia ser ajudado e após ter o consentimento da minha mãe, fui para a tal chácara. Quando lá cheguei, imediatamente minha visão ficou turva, seguida de uma intensa e aguda dor de cabeça. Eu estava muito mal. Procuramos então, ajuda de algumas "yalorixás", que após alguns "transes" disseram: —"Ah! Nós conhecemos o menino, ele foi separado pela cúpula da espiritualidade maior e terá que DESENVOLVER, urgentemente." Logo após aquelas palavras impuseram as mãos sobre mim. Não tinha a mínima idéia daquilo que aquelas mulheres esquisitas haviam falado sobre mim, mas guardei aquilo no coração.
  • 19. Nota: Yálorixás significam "Mães de Santo" na terminologia ocultista africana. Desenvolver-se no ocultismo, significa tornar-se totalmente submisso aos demônios. Enquanto a pessoa em questão não tiver sua mente totalmente dominada pelos espíritos, ainda não terá atingido o desenvolvimento esperado. No ano seguinte, tivemos que nos mudar de volta para São Paulo, porque o meu padrasto havia perdido o emprego, e era a minha mãe quem sustentava a casa através das costuras, no entanto, São Paulo era o melhor lugar para que meu padrasto arranjasse depressa um emprego. Ele estava muito mal, muito irritado, pois toda a carga do sustento familiar estava sobre os ombros da minha mãe. Por outro lado eu achei ótimo, a mudança, pois afinal eu estaria perto da família que eu tanto amava, ou seja, a família da minha mãe. Tivemos que ficar hospedados por uns três meses na casa de uma das minhas tias, enquanto a nossa mobília ficava na casa de outra, isso porque, a nossa casa estava ocupada, e o contrato de aluguel demoraria alguns meses ainda, para ser encerrado. Aqueles meses foram terríveis para todos, inclusive para os meus tios, eles haviam nos cedido um dos quartos para morarmos; o mal humor, a irritação, as discussões eram bastante comuns entre todos. Na escola pela primeira vez na vida eu havia sido reprovado, aquilo magoou muito a minha mãe. Meu irmão, apenas uma criança como qualquer outra, vivia trancado no quarto, assistindo televisão, para não atrapalhar aos meus tios, com as suas correrias e traquinagens. Minha mãe dava-me o encargo de mantêlo sob controle. Vinha constantemente sobre mim, um sentimento de que era eu o causador daquilo tudo, afinal, eu recebia broncas de tudo quanto é lado, além é claro de decepcionar a todos com a minha reprovação escolar, com as brigas que eu arrumava na rua, com as "más companhias" juvenis que eu andava, e por aí afora. A minha família paterna, não me procurava, salvo o meu avô que morava com uma de suas filhas, e que sempre pedia para que minha mãe me levasse para visitá-lo, a lembrança que eu tenho daquelas visitas, era que eu estava diante de um forte e inabalável Carvalho, era essa a sensação que eu tinha ao ver o meu avô. E também a minha tia que no passado sempre nos escrevia e nos visitava quando voltava de Nova Iorque, em férias. O contato só foi reativado agora no final dos anos 90, quando ela voltou definitivamente para o Brasil. Ela era a única das irmãs que expressava o seu amor ao meu pai. O restante, nem se quer dizia alô, mas como foi dito por alguém da família, eles eram assim mesmo, ninguém se fala entre si, ninguém tem tempo para compartilhar, e como todos sabem tempo é dinheiro. Nessa mesma época, meu pai expressava o desejo de querer me ver; era a minha tia quem estava intermediando essa possibilidade. Mas não sei porque, eu não quis ver o meu pai, não sei se foi por uma mágoa inconsciente, por medo, eu não sabia qual era a razão, mas mandei dizer não. Eu fiquei muito mal, aquele "não" parecia ser um "sim"; puxa, era o meu pai querendo me ver depois de tantos anos, porque tinha dito não? Como tudo na vida passa, aquilo passou, no entanto havia guardado aquilo no meu coração, atitude que cooperou ainda mais, para que eu mantivesse o meu silêncio e solidão corroendo o meu interior. A Substituição Após aquele primeiro ano de regresso a São Paulo, como era época de férias escolares, resolvemos viajar, minha mãe, meu irmão e eu, partimos rumo a uma pequena cidade de Minas Gerais, local de nascimento da minha mãe, e onde haviam muitos parentes para serem visitados. Logo pela manhã, num clube local, como não havia perdido o meu jeito calado e solitário, retirei-me de todos, e dirigi-me a borda da piscina, passando a observar passivamente a água, quando de repente o minha atenção foi desviada para o horizonte e pude avistar ao longe, vindo como uma bola de neve, uma densa e enorme nuvem negra a se aproximar, parecia uma nuvem de gafanhotos, ela vinha em minha direção, e antes que eu pudesse dizer para alguém:
  • 20. "—Olha lá!", ela caiu sobre mim, invadindo o meu ser; como resultado senti uma forte necessidade de me atirar na água, de me afogar, de morrer, tamanha era aquela angústia que estava sentindo. Havia um enorme peso nos meus ombros. Ainda absorvido por aquela força desconhecida e impiedosa, ouvi alguém chamando-me, era a minha prima, que me fez despertar daquele transe e fui ver o que queria; dizia-me que havia um telefonema da minha tia, que estava em São Paulo. Ajuntamos nossas coisas e fomos para casa. Minha mãe atendeu ao telefone, e passou a ouvir; as únicas coisas que ela falava era: "— Mas, quando foi? Hoje? Meu Deus! Você está no hospital?" Então com um semblante totalmente espantado, minha mãe entregava-me o telefone, para que eu falasse com a minha tia; dizia ela, meio que sem jeito, que o meu pai havia falecido algumas horas antes de cirrose hepática e insuficiência cardíaca, e perguntava-me se eu desejaria ir para São Paulo, acompanhar o funeral; eu não pude chorar, no entanto, minha mãe teve um ataque de choro repentino, nunca a tinha visto chorar tanto. Imediatamente corri para o toalete bastante revoltado, e procurei entender e assimilar o pesado golpe, eu queria derramar alguma lágrima mas não conseguia. De súbito vieram a minha mente as imagens do enterro do meu amigo em Sorocaba, dos pesadelos que tivera comigo num caixão, com o meu pai perguntando o porque eu tinha permitido aquele novo homem, da minha recusa em vê-lo e dele agora num caixão; eu queria correr e dizer para a minha tia: "— Tia diz para o meu pai, que eu aceito vê-lo sim! Diz que eu vou me encontrar com ele!", mas já era tarde demais. E então, aquela terrível força estranha veio sobre mim, e fez-me encarar o meu semblante diante do espelho, quando assim fiz, comecei a ver que o espelho parecia se contorcer, parecia que estava derretendo; daí passei a declarar algo que parecia estar sendo ditado por alguém: —"Pai, não vou deixar que eles me façam o que te fizeram, eu o vingarei! Serei o vingador da nossa descendência!! Nota: assim que se deu a morte do meu pai, o seu "cajado satânico" passou das suas mãos para as minhas (eu estava com 12 anos e meio); que veio, como já descrevi, na forma daquela estranha nuvem negra; aquilo era todo o contingente de demônios a procura do único descendente da linhagem do meu pai. Ele não havia deixado-me nenhuma herança material, salvo um documento, a saber, uma certidão de óbito, que dizia ter ele deixado um filho com nome ignorado. Aquilo não era culpa do meu pai, e sim, das pessoas da família que cuidaram do funeral. Ter sido ignorado, até mesmo, num pedaço de papel, fez com que um mar de tristeza, mágoa e revolta inundasse o meu coração. Minha mãe quis recorrer a advogados para mudar aquela papelada, mas diziam: "— Para que gastar dinheiro com advogado, o pai do Flávio não deixou nada mesmo." Mal sabiam estas pessoas que o nome do meu pai importava-me mais do que qualquer outro patrimônio ou bem material. A partir desse dia a minha vida mudou, havia agora uma revolta interna prestes a ser detonada, ainda mais quando eu soube que no enterro do meu pai, só estava presente um dos seus irmãos, e a minha tia materna; a partir desse dia eu passei a ter uma estranha atração pelo álcool e o oculto me atraía grandemente. Por outro lado, as enfermidades intensificavam-se ainda mais. Eu regredi notoriamente na escola, quem quer que abrisse os meus cadernos escolares poderia encontrar rabiscos tais como: "I love satan", "666", "Ave Lúcifer", pentagramas, suásticas, e por aí afora. Da mesma maneira, eu costumava pichar os tais escritos nos toaletes da escola, como também nas paredes. Comecei a notar que eu era seguido incansavelmente, por vultos e passos. As noites sem pesadelos eram raras. Quando deitava-me para dormir, parecia haver no meu quarto centenas de pessoas a falarem ao mesmo tempo, aquelas vozes não me deixavam em paz. Certo dia, fomos a um terreiro de candomblé, convidados pelos meus tios maternos, um era "ogan de toque" (tocava os atabaques), este tinha sido iniciado pelo seu irmão mais velho, aquele que foi introduzido ao ocultismo pelo meu pai, ele naquela altura era "ogan de corte" (sacrificava os animais).
  • 21. Eu já havia estado num lugar daqueles antes, na minha infância, mas era a primeira vez que eu retornava aquele mesmo ambiente, como um pré adolescente; e odiei, pois me impediram de ver a matança dos animais, era tremendo observar aqueles animais grunhindo, berrando ao perceberem que a morte estava as portas, aquilo tudo me fascinava; eu queria me expressar e dizer para que não me subestimassem ao me proibir de ver todas aquelas cenas; mesmo assim, proibiram-me, e o pior, fui colocado numa pequena sala (roncó), mandaram-me deitar e cobriram-me de balas, com uma ordem: — "Não coma as balas!" Dito e feito, comi todas. Eu tinha um certo prazer em "retaliar" autoridades que me proibissem de fazer qualquer coisa. Mais tarde, ouviu-se o rumor de que aquele "babalorixá" - "pai de santo", ou melhor, "pai de chiqueiro", era um impostor; mas repare, os demônios não deixam "barato", mesmo que seus escravos estejam apenas a brincar, eles, os demônios jamais perdem viagem. No entanto, meus tios conheceram outro "feiticeiro", desta vez sério e bastante eficiente nas artes ocultas africanas. Nas festas onde toda a família se reunia, o meu local predileto não era brincando com a turma da minha idade, mas sim ao lado do barril de cerveja; ninguém podia notar que eu literalmente, enchia a cara, e muito menos podiam repreender-me por aquilo, afinal, eu sempre bebia da mão de um adulto. Não perdia a oportunidade de "enxugar" literalmente os restos dos copos de bebida forte que ficavam nas mesas da sala ou da cozinha, aquela sensação de estar embriagado era muito boa, além é claro, do fato de estar agindo escondido, como já compartilhei com o leitor, aquilo fascinava-me demais. Eu detestava o gosto daquelas bebidas. Mas precisava fazer aquilo, eu tinha que beber. Certa vez, reuni meus colegas da rua e comecei a desenhar no asfalto com "pemba" (giz branco) que havia apanhado "emprestado" de um "centro", um grande pentagrama; assim que acabei aquele desenho convidei-os para brincarmos de "lutar kung-fu" no centro daquele desenho. Nem um dos meus amigos aceitavam, por que um deles tinha comentado que aquilo era coisa de "macumba", eu ficava extremamente irritado com a recusa, chamando-os de "idiotas, covardes, medrosos!" Eles acabavam indo embora, deixando-me sozinho. Havia em mim um sentimento de ser o mais forte, o mais corajoso, pelo que eu era o único que não tinha medo do mundo espiritual, havia em mim um senso de poder tremendo. Praticava a "brincadeira do copo", a primeira vez em que experimentei tal "brincadeira" foi na casa da minha prima, onde reuníamos algumas pessoas, marcávamos os pedaços de papel com o alfabeto, juntávamos as nossas mãos no copo, e começávamos a fazer as invocações. Mas aquilo nunca era sério, pois sempre havia entre nós alguém que debochava daquilo que para mim era tão real. Mas não me dei por vencido, já em casa passei a invocar os espíritos através do copo, eu mesmo, e quando pude perceber que o copo se arrastava sozinho, fiquei com muito medo. Mas aquilo se tornou normal, sendo com o tempo uma coisa corriqueira. Na escola sempre que tínhamos aula vaga, eu instigava algumas pessoas da minha confiança para fazermos consultas com o copo. A maioria não "topava". Algum tempo depois, uma garota traria do exterior, uma verdadeira "tábua de Ouijá", um método de consulta mais trabalhado que o copo, puramente satânico. Eu adorava invocar através da tábua, sempre tínhamos contatos bastante concretos. Matriculei-me numa academia de Kung-fu, aquilo causou em mim uma grande prepotência, pois eu via as matérias de jornal da época em que meu pai foi campeão paulista, e desejava ser como ele; sempre acendíamos incensos e reverenciávamos os deuses, antes dos treinamentos. O que mais me fascinava era aquela adoração aos ancestrais shao-lins e a possibilidade de expandir a mente e a consciência a ponto de se tornarem com o corpo, uma só coisa. Vide Capítulo 11. Sempre que eu observava as imagens dos deuses shao-lins, eu notava que eles saiam das imagens e sobrevoavam todo o salão, passavam por mim e retornavam para as imagens. Hoje sei o que era, mas naquela altura não entendia nada. Enquanto todos se preocupavam em treinar para passar nas provas, nos testes e mudar de fase, eu procurava o mestre para saber mais acerca daqueles deuses; ele achava bastante estranho, observar alguém daquela idade se interessar tanto por aqueles assuntos. Através da turma mais velha, conheci e passei a usar drogas - maconha, cocaína, anfetaminas, chás de lírio e cogumelos, etc; eu tinha um certo medo da novidade, mas como aquilo parecia ser o único meio
  • 22. de permanecer naquela turma bastante respeitada, eu fui em frente com as drogas; os alucinógenos atraíam-me muito, foram várias as grandes viagens que tive, até que me arranjaram um micro ponto colorido, chamado de ácido lisérgico, dizendo-me que era para ser colocado debaixo da língua, e ao fazer aquilo para minha surpresa e espanto, tive uma das mais terríveis viagens da minha vida até então; quando os efeitos daquele micro ponto se iniciaram, entrei em êxtase, minha visão foi aberta e passei a ter visões reais dos demônios que me acompanhavam; aquilo era terrível e ao mesmo tempo fascinante. Com medo de morrer, pois o meu coração começava a disparar, fiz a opção do álcool (aliás, não tinha muitas opções até então). Foram várias as "overdoses" que experimentei. Numa certa noite, aconteceu uma grande confusão em casa, resultante de uma briga infantil entre eu, meu irmão e meu padrasto, não havia nenhum motivo para tanto, mas eu fiquei completamente louco, parecia que tudo aquilo que havia sofrido calado durante a minha vida até aquele ponto queria sair, eu urrava de ódio, eu quebrava janelas a murros, eu dava cabeçadas na parede, culminando por sair de casa correndo e gritando: "Fénelon, venha me buscar, já estou pronto, nada mais me resta, eu não presto!" Só consegui ser detido pelo meu tio, que procurava me acalmar. A casa estava numa confusão só, não haviam culpados, todos estavam carregando muitas mágoas calados por muito tempo, aquilo uma hora ou outra iria acontecer, era questão de tempo. Meu padrasto e minha mãe acabaram por se separar, não devido aquela situação, mas por outros motivos que estavam se acumulando. Aquilo por assim dizer, tinha sido o botão de ignição. Eu lamentei pelo meu irmão, que agora estava sem o convívio do pai, por minha causa, essa não era a verdade, mas era bom ter aquela sensação de culpado. Pois assim eu poderia efetivamente vivenciar o estilo de vida que os meus heróis tinham, antes de suicidarem-se, ou de perderem suas vidas por acidentes e overdoses, como James Dean, Jimmy Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Ian Curtis, Sid Vicious, e por aí afora. Pessoas como essas, me atraiam muito, em especial os "serial killers" e satanistas, como no caso da família Manson. Pouco tempo depois, destes tumultuados acontecimentos, recebemos a notícia de que meu avô, o pai do meu pai, havia falecido. Eu não expressei nenhum sentimento, mas a minha mãe chorava desesperadamente. E tal e qual, no caso da minha avó e do meu pai, não fomos ao funeral. As colunas da minha descendência, estavam agora todas mortas. Só restava um remanescente, ou seja, eu. Que sem saber já estava trilhando o caminho da completa destruição. Todas as pessoas que conheceram o meu pai, assustavam-se comigo, pois havia uma tremenda semelhança física entre eu e ele, aliás, penso que semelhança é pouco. A família do meu pai, assustava-se extremamente quando me via, imagino que eles pensavam: "Nããããooo! Ele voltou!!! Salve-se quem puder! Primeiro mulheres e crianças...!!!" Podia se dizer que aquilo era o set de filmagens de: Carvalho - O RETORNO! Mas as comparações da grande maioria era com relação a vida destrutiva que meu pai teve, as pessoas pensavam e até falavam: "Será que o fim dele não será como o do pai?" As vezes tais pessoas não tinham tomado a dose diária de "semancol", e deixavam-me ouvir seus comentários, aquilo me deixava revoltado, afinal falavam do meu pai. Nota: Quero deixar bem claro para o leitor, que a minha vida passada, nada teve de projeção subconsciente da vida do meu pai, visto que, nunca tive a oportunidade de saber como o meu pai vivia, como ele agia, como ele falava para poder imitá-lo, eu não tinha tais subsídios; minha mãe nunca permitiu que eu soubesse dessas coisas, com medo exatamente disso, de que no futuro eu projetasse ou imitasse o seu estilo de vida. Desta maneira, o leitor observará um caso típico de possessão demoníaco hereditário em manifestação. Nesse tempo, entrei para a "Seara Bendita", segunda maior Instituição de Ensino e Treinamento Espírita Kardecista do Estado de São Paulo, ficando atrás somente da FEESP - Federação Espírita do Estado de São Paulo.
  • 23. Lá, comecei a dedicar-me nas reuniões, aprofundar-me na doutrina; não perdia nenhuma reunião, afinal, tínhamos como amiga íntima, uma das principais dirigentes da instituição já citada, e quando minha mãe não podia ir, era com ela que eu ia. Passei a "devorar" livros e mais livros, estudava e praticava. A minha sede de conhecimento já era notória a todos aqueles instrutores. Muitas foram as vezes em que eu me dirigia a casa daquela instrutora em questão, para enchê-la de perguntas, questões e passávamos horas interruptas de ardentes debates. Havia um espírito, que se valia de médiuns psicógrafos para se expressar, autor de muitos livros, chamado Luís Sérgio (um demônio), que na época, identificava-se muito comigo e vice-versa, de maneira que consumi todos os seus livros, comunicando-me diariamente com ele. Nota: Luis Sérgio é considerado pela Cúpula do Espiritismo em São Paulo como um líder territorial, exercendo sua área de atuação nos jovens especificamente. Daí a explicação da minha sobrenatural atração por este demônio, a juventude é a sua esfera de atuação. Numa certa quarta-feira, fomos para a "Seara Bendita", com o propósito de recebermos alguma mensagem psicografada do meu pai; logo que lá chegamos, caminhamos rumo a sala de psicografia, haviam centenas de pessoas aguardando uma chance para lá estar, mas nós conhecíamos as "pessoas certas" e pronto, estávamos confortavelmente na tal reunião. Eu achava "muito chato" aquele ambiente de velório que antecedia aquelas reuniões, nunca tive muita paciência, com aquele povo falando baixinho, andando em "câmera lenta", eu queria era ação, eu queria ver e experimentar coisas concretas, e só poderia obter aquilo com os médiuns de transporte e de aparições, aquilo sim me atraia, eles eram aquelas pessoas que liberam ectoplasma, termo usado pela parapsicologia para designar a matéria etérea, bastante sutil, mas palpável que é expelida pelos orifícios do corpo do médium em transe, como boca, ouvidos, nariz e por aí afora, de tal maneira que os espíritos podem se materializar, usando a tal matéria. Muito bem, quando esperava receber uma mensagem do meu falecido pai, ouvi meu nome sendo chamado para ir a frente; e ao aproximar-me da mesa dos médiuns psicógrafos, leram a mensagem e disseram com orgulho um tanto exacerbado, o nome do mensageiro: Luís Sérgio. Fiquei muito surpreso e ao mesmo tempo orgulhoso, quando ouvi dos médiuns: —"Tu és amado pela espiritualidade maior jovem!" No entanto fiquei frustrado, por não ter recebido nada do meu pai, será que nem morto ele tinha tempo para mim? Jeremias 32.29 (Bíblia Viva) 29. Os soldados caldeus (simboliza demônios) que estão cercando os muros, entrarão na cidade, queimarão todas as casas em cujos terraços o povo queimou incenso a Baal (Um principado) e derramou vinho como oferta aos outros deuses. FOI EXATAMENTE ISTO QUE PROVOCOU A MINHA IRA! (DISSE DEUS) Deuteronômio 18.10-12 10. NÃO SE ACHARÁ ENTRE TI QUEM FAÇA PASSAR PELO FOGO O SEU FILHO OU A SUA FILHA, nem ADIVINHADOR, nem PROGNOSTICADOR, nem AGOUREIRO, nem FEITICEIRO; 11. Nem ENCANTADOR, nem NECROMANTE, nem MÁGICO, nem quem CONSULTE OS MORTOS; 12. Pois todo aquele que faz tal cousa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR, teu Deus, os lança de diante de ti. Números 23.19 19. Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá? Jeremias 1.12 9. Disse-me o SENHOR: Viste bem, porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir. Uma semana depois, as enfermidades voltaram e parei numa cama, eu estava à morte. Minha mãe em total desespero foi aconselhada a visitar sete templos de religiões diferentes, fui orado, benzido, aspergido, defumado, frito e cozido. Nada dava resultado, pelo contrário eu piorava.
  • 24. Então conseguimos uma consulta com um médico espírita, da mesma falange da do Dr. Fritz. Ele disse que o caso era grave, mas não sabia muito a respeito do assunto, no entanto, prometeu que iria se reunir com os "mentores" na eteriedade para dar o diagnóstico. Ora, no dia seguinte disseram a minha mãe, de uma maneira fria e calculista que eu estava com AIDS; puxa, meu tio que tinha nos levado e minha mãe, sofreram um choque com a notícia. Depois desse dia, disseram ter cometido um terrível engano, disseram que o meu problema era apenas uma pneumonia dupla. Imediatamente "operaram-me" e houve uma certa melhora. Mas depois de algum tempo (não muito longo), as mesmas doenças voltaram e mais intensas. Deixe-me dizer algo acerca das supostas curas espirituais: os demônios têm uma sede enorme de atrair e escravizar um maior número de pessoas possível, sendo assim, um ou mais demônios entram numa pessoa em questão, e causam nela doença, como foi no meu caso. O tempo passa, e este mesmo demônio acaba intuindo na mente da pessoa, ou através de circunstâncias arranjadas, que tal pessoa deve visitar um médico espírita. Ao chegar no Centro, ou na Clínica Espírita, o demônio que estava oprimindo a pessoa com doenças entra num "ACORDO" com o demônio que escraviza o médium, e se afasta momentaneamente, efetivando assim uma aparente cura. Repare: Só fui definitivamente curado, quando após a minha conversão, na minha igreja, Deus deu-me através da Cura Divina, um pulmão novo em folha - saiba de uma coisa querido leitor no Céu há um DEPARTAMENTO DE ÓRGÃOS SOBRESSALENTES. Diante da confusão desses "espíritos superiores", como também dos médiuns, revoltei-me grandemente com a mediocridade da Doutrina Kardecista, com os seus carmas, expiações, boas obras, caridades. Para mim eles eram cópias mal feitas dos crentes e eu odiava os crentes. Abandonei por assim dizer, a doutrina filosófica do kardecismo, mas de maneira nenhuma poderia negligenciar e desprezar, os conhecimentos obtidos nos estudos práticos e científicos, acerca dos fenômenos paranormais. Por outro lado, essa situação serviu para que algo fosse resolvido, o meu padrasto que já fazia muito tempo que não me via, devido à notícia da gravidade do problema em que eu me encontrava, veio me visitar, ele chorou muito com a minha mãe, desculpando-se por qualquer coisa que tivesse feito; a atmosfera era de que eu iria morrer. Mas enfim, nós nos perdoamos de todo o nosso coração, terminando por termos o nosso relacionamento de amizade restaurado. O meu irmão ficou muito satisfeito com aquilo. Nota: Após a minha desistência ter sido sentida, alguns espíritas disseram-me que eu estava sendo muito radical ao desprezar a doutrina por causa de uma "simples decepção", diziam eles que aquilo poderia ter sido obra de algum "espírito zombeteiro" - chavão usado pelos espíritas para designar espíritos brincalhões e/ou atrasados - (demônios, digo eu). Ora, se partirmos da premissa de que eu tivera sido alvo dos tais espíritos, porque Kardec não o foi também? Penso ser bastante conveniente explicar aqui o motivo que me levou na época, a desistir do Espiritismo kardecista; além é claro, de considerar, a louca confusão dos "proeminentes médicos desencarnados". Analisemos como tudo começou: Allan Kardec - Léon Hippolyte Denizard Rivail, nasceu em Lyon a 3 de outubro de 1804 e morreu em Paris a 31 de março de 1869. Um homem extremamente culto; era poliglota, professor de química, matemática, astronomia, física, fisiologia, retórica, anatomia comparada e francês, pertenceu a mais de uma dezena de sociedades culturais da França e escreveu 18 obras de pedagogia, sendo discípulo de Pestalozzi. Nas suas investigações acabou entrando em contato com alguns praticantes do espiritismo e sendo contaminado por ele, crédulo e ingênuo, nesse campo, logo lhe apresentaram um "espírito familiar" que seria o seu "guia" (método usado ainda hoje para iniciar os ocultistas satânicos). Tal espírito fez-lhe saber que o conhecera em existência anterior, nas Galias, com o nome de Allan Kardec, que teria sido um poeta Celta. Em 1855 foi levado por seu amigo Fortier, um magnetizador discípulo do Dr. Franz Anton Mesmer, a examinar o fenômeno das mesas girantes.
  • 25. Continuação do fenômeno, que teve início na cidade de Hydesville - NYC, no ano de 1848, com as irmãs Fox - Margarette - "Maggie" de 13 anos, e Kate de 11 anos. Segundo elas, ouviram pancadas compassadas na casa onde moravam e responderam com pancadas e estalidos de dedos, e ouvindo as respostas, criaram então uma espécie de código de comunicação com o "espírito" que teria pertencido a Charles Rosna, antigo morador daquela casa, assassinado com a idade de 31 anos. As irmãs Fox ficaram famosas e passaram a promover espetáculos de efeitos físicos, os quais, segundo elas, eram promovidos pelos espíritos. No entanto, não passava de uma farsa articulada por elas, e tanto Katie como Magie se retrataram diante da sociedade. Magie sempre tivera uma vida desgraçada. Enquanto ganhava dinheiro e fama com as representações, cada vez mais se lançava no vício da bebida. Chegou a ser processada pelos maus tratos aos filhos. O jornal New York Herald de 24 de setembro de 1888 publicou na íntegra a sua retratação, e, um pouco depois, 10 de outubro do mesmo ano, a de sua irmã. A experiência das mesas girantes entusiasmava toda a Europa; e após verificarem que havia algo mais que charlatanismo e ilusão no fenômeno, passaram a estudá-lo mais a fundo. Agora repare pelas palavras do próprio Kardec o início da codificação: "Recordemos inicialmente, em breves palavras, A SÉRIE PROGRESSIVA DE FENÔMENOS QUE DERAM ORIGEM A ESTA DOUTRINA. O primeiro fato observado foi o movimento de objetos: designados vulgarmente com os nomes de mesas girantes. (...) o movimento não era sempre circular (...) Se o movimento de que nos ocupamos se restringisse ao movimento de objetos, teriam permanecido no domínio das Ciências Físicas; mas não aconteceu assim; (...) As primeiras manifestações inteligentes verificaram-se por meio de mesas que se moviam e davam determinados golpes, batendo um pé, e assim respondiam, segundo o que se havia convencionado, por "sim" ou por "não" à questão proposta. (...) Esse meio de correspondência era demorado e incômodo. (...) Foi um dos SERES INVISÍVEIS QUEM ACONSELHOU a adaptar-se um lápis a uma cesta ou a outro objeto. A cesta, posta sobre uma folha de papel, é movimentada pela mesma potência oculta que faz girar as mesas; mas em lugar de um simples movimento regular, o lápis escreve por si mesmo, formando palavras, frases, discursos inteiros de muitas páginas, tratando das mais altas questões de Filosofia, de Moral, de Metafísica, de Psicologia, etc., e isso com tanta rapidez como se escrevesse à mão." "ESSE CONSELHO foi dado simultaneamente na América, na França e em diversos países. Eis os termos em que foi dado em Paris, a 10 de julho de 1853, a um dos mais fervorosos adeptos da doutrina, que há muitos anos, desde 1849, se ocupava com a evocação dos espíritos: Vá buscar no quarto ao lado a cestinha; prenda nela um lápis, coloque-a sobre o papel e ponha-lhe os dedos na borda - (O mesmo procedimento realizado nas consultas com o Copo e com a Tábua de Ouijá) - Feito isso, depois de alguns instantes a cesta se pôs em movimento e o lápis escreveu legivelmente esta frase: Isto que eu vos disse, proíbo-vos expressamente de o dizer a alguém; da primeira vez que escrever, escreverei melhor." Kardec, Allan - Livro dos Espíritos, pgs. 19-21. A partir daí Kardec começou a Codificar a Doutrina Espírita, fazendo perguntas que eram respondidas pelos espíritos, através da psicografia indireta - (A doutrina se fundamenta em 1.019 respostas, às perguntas de Kardec) - As médiuns Caroline Baudin, de 16 anos e, Julie Baudin de 14, colocavam as mãos nas bordas da cesta e o lápis escrevia numa lousa. Kardec disse muito tempo depois: "Foi dessa maneira que mais 10 médiuns prestaram concurso a esse trabalho". Agora, observe comigo: O critério dado pelos próprios espíritos à Kardec no que se refere a qualidade dos espíritos e das respostas é este: "1º) Não há outro critério para se discernir os Espíritos senão o bom senso; 2º) Julgamos os espíritos pela sua linguagem e as suas ações (...)". Kardec, Allan - Livro dos Médiuns, pg 299, questão 267. Ou seja, se o estilo e a moral da linguagem é que são determinantes para se provar os espíritos, segundo eles mesmos; então podemos verificar a fragilidade de toda a doutrina kardecista; pois segundo o diagnóstico deles, fui eu vítima de "espíritos zombeteiros", mas veja, a linguagem daqueles "espíritos médicos", era de uma moral extrema, e o estilo então, nem se fala. Daí concluir - e o próprio Kardec abre precedentes para essa conclusão - que: o Espiritismo codificado por Kardec, é frágil e indigno de confiança. Este foi o meu parecer na época.
  • 26. Mas observe leitor, se eu tive essa conclusão na época em que eu ainda não conhecia a Jesus Cristo, imagine agora. Saiba que há uma infinidade de fundamentos kardecistas que não conseguem permanecer de pé, diante da Palavra de Deus. E isso já é assunto para um outro livro, se Deus permitir. A despeito de todos os problemas de saúde, eu bebia muito e preocupado resolvi fazer o mesmo que um conhecido cantor e sua mulher fizeram para se verem livres do alcoolismo, tranquei-me em casa por algum tempo, mas não deu muito certo, depois de uma semana, senti que se ingerisse desodorante, eu poderia obter o mesmo resultado, ainda que tal atitude pudesse anteceder a morte; dito e feito, bebi todos os desodorantes, perfumes e álcool de limpeza que haviam em casa. No que se refere a beber desodorantes, álcool e perfumes, é óbvio que no começo eu tinha muito medo, mas aquela angustia, aquela sede sobrenatural fazia-me ultrapassar qualquer medo. E com o tempo aquilo tornou-se para mim tão normal, quanto pedir um trago de conhaque no bar. Após a minha desistência dos preceitos moralistas e filosóficos kardecistas, tornei-me defensor dos estudos da Mentepsicose Platônica, como também dos temas abordados pelo Dr. Franz Anton Mesmer. Logo a seguir, passei a ser uma espécie de discípulo do prof. Joseph Banks Rhine, da Duke University, começando então a estudar a ESP - Extra Sensorial Perception (Percepção Extra Sensorial) e os demais temas da Parapsicologia, como o psigama (fenômenos sensitivos) e o psikapa (fenômenos físicos), aprofundando-me cada vez mais nos estudos dos poderes mentais, adquirindo então, de maneira efetiva, a clarividência, a clariaudiência e a telepatia, após exaustivos treinamentos através das cartas "ZENER"; tais cartas, assim como outros mecanismos foram desenvolvidos pelo prof. Rhine, para treinar, medir e comprovar os níveis paranormais de uma pessoa em questão. Procurava imitar de perto o renomado parapsicólogo padre Oscar Quevedo, a sua destreza em denunciar e provar as fraudes e os charlatanismos paranormais e espíritas era fenomenal. Tive o meu primeiro contato com o "Caminho da Mão Esquerda", através dos escritos do "Papa Preto" Anton Szandor Lavey como também do inglês Aleister Crowley, que se auto-intitulava "a Besta", ambos "colunas satânicas". Depois dei início aos estudos e práticas da Alquimia Interior, da Manipulação dos Fluidos Vitais e das "Magias". Através do monge tibetano Lobsang Rhampa, um simpatizante de Helena Petrovna Blavastky (fundadora da Sociedade Teosófica e precursora da Nova Era), adquiri a Bicorporeidade, habilidade de sair do corpo; praticava todas as noites até chegar ao ponto ideal, ou seja, projetar-me em qualquer lugar a qualquer hora. A primeira vez em que efetivamente sai do corpo, fiquei apavorado com a sensação de não conseguir mais voltar, até que conheci uma experiente ocultista, também discípula de Helena, que ensinou-me a vencer o medo das bicorporações e projeções. A Iniciação Nessa época eu já era bastante susceptível ao mundo espiritual, ou seja, eu já estava "no ponto"; sendo assim ouvi uma voz informando-me que já chegara a hora de conhecer o "mentor" encarregado da minha instrução. Após algumas invocações e palavras mágicas (línguas desconhecidas com conotações de aramaico) tiradas do Liber Al Vel Legis - Livro da Lei, de Crowley; formou-se na minha frente um rosto musculoso e grandioso de bronze, no meio duma fumaça, que em parte se desprendia de mim (entrarei mais em detalhes sobre isso no capítulo 11), dizendo-me: —"Eu sou Fénelon e vim para te conduzir aos mistérios desvendados do conhecimento experimental do bem e do mal. Fazei o que eu te mandar e ninguém dirá não! Teu antecessor falhou, tu porém, não poderás falhar na missão que tu herdaste dos teus antepassados desde os tempos remotos!"
  • 27. Após tal manifestação, fiquei exausto, eu parecia um "bagaço de laranja chupado", mas por outro lado, finalmente eu tinha conhecido Fénelon, aquilo deixou-me, totalmente insuportável; a arrogância e prepotência, começavam a ser, minhas marcas registradas. Tempos depois entrei na mais conhecida e temida gangue de São Paulo, a Funeral Punk's; éramos conhecidos através dos jornais da "imprensa marrom", ou seja, sensacionalistas, que evidenciavam a nossa violência. Até mesmo a polícia evitava "esbarrar" conosco quando a gangue estava completa. Apregoávamos o ideal anarquista e nos empenhávamos em destruir nossos arqui-inimigos: os SkinHeads, os White Power, (direitistas de facção neonazista - racistas, anti-semitas e anti-nordestinos) estes são dissidentes dos Carecas do ABC, que por sua vez são dissidentes dos Punks. O ódio deles por nós era recíproco. Os demônios colocavam tanto em nós como nessas outras gangues, um senso de poder absoluto e inabalável, de tal forma que acreditávamos poder enfrentar qualquer um, em qualquer número sem se preocupar com as consequências. Certa tarde, ao sair para dar uma "volta", deparei-me com um grupo de rapazes fumando maconha numa praça, chamaram-me e perguntaram se eu era um punk, ( eu estava vestido de punk ) pelo que respondi: —"Não! Sou uma freira, imbecil!" Depois de algumas risadas forçadas, disseram-me que eu era muito arrogante, e que tais pessoas morrem cedo, aconselharam-me sobre os Skin-Heads, e por fim confirmaram o meu apelido: Lord Morton. Nota: Lord Morton era o meu nome cabalístico. Que tivera sido ordenado por Fénelon. No dia seguinte iniciaram as ameaças a vida da minha mãe e a do meu irmão, eram telefonemas, recados, pichações, etc. Quando soube através de jornais e mais tarde de uma testemunha sobrevivente, que dois dos meus "camaradas punk's" haviam sido eliminados no bairro de Santo Amaro - SP, por tiros de calibre 12 na cabeça; uma garota tivera sido salva da chacina, pois a arma tivera falhado; e logo que pôde deu-nos o recado que me colocou em pânico; diziam que o próximo a ser eliminado pelos Skins seria um tal de Morton e que isto serviria para simbolizar a decadência punk. Por causa daquelas ameaças, como também das posteriores, iniciou-se em São Paulo, uma guerra de gangues jamais vista antes, em todos os confrontos que se davam nos metrôs, nos grandes shows, haviam mortos. Não tínhamos um minuto de tranqüilidade. Já era insuportável viver naquele bairro; então minha mãe aceitou uma proposta de se associar a uma confecção no bairro das Perdizes. Aquilo veio a calhar. Nos mudamos para lá. Um Convite Satânico Agora num bairro novo, adquiri um novo "visual", começando um novo estilo de vida. Freqüentava bares da moda na região dos "Jardins" (bairro classe alta paulistano), conhecia muitos intelectuais, músicos, filósofos e para aliviar minha mente de tanta informação ocultista, encontrava-me com estes pensadores, para discutirmos Aldous Huxley, Immanuel Kant, Nietzche. Maquiavel, Hegel, Soren Kierkgaard, e também Herman Hesse, Howard Phillips Lovecraft, Alan Ginsberg e Jack Kerouac. E é óbvio, regado com muito e muito álcool. Era convidado para ir a festas onde as drogas eram servidas em bandejas. Eu me sentia bastante importante por tais pessoas, editores, fotógrafos, escritores me convidarem para ir a tais festas. Eles convidavam-me, porque eu apreciava o que eles apreciavam, mesmo sendo tão jovem. Eu era por assim dizer, um jovem potencial. Eram festas "recheadas" de mulheres lindíssimas, verdadeiras "top-models"; eu estranhava o fato de que elas não esperavam serem paqueradas, elas chegavam, se insinuavam e convidavam a passar a noite com elas. No entanto o foco da minha visão e sobrenatural atenção, estavam voltados para algumas pessoas que sempre estavam presentes nessas festas - eram pessoas que delas emanavam um poder tremendo,
  • 28. sempre vestidas de preto. Com um estilo de ser, que naquela altura eu desejava ardentemente. Eu as fitava sem piscar os olhos. Eu desejava aquilo que eles tinham. Numa destas festas, enquanto não tirava os olhos das tais pessoas de preto, fui chamado por um casal que estava no sofá de uma conhecida boate em São Paulo - era uma festa fechada; ora, fiquei um tanto constrangido, pois afinal eles perceberam o quanto eu os olhava. Cumprimentaram-me dizendo: "— Hail the Self!", percebi então que eram americanos, chamaram uma pessoa para traduzir, mas eu disse que não precisava, pois podia compreendê-los. Perguntaram-me qual era o meu nome cabalístico e lhes disse que era Lord Morton, conversamos sobre algumas coisas banais, até que me disseram: "—Outros de nós virão até você, para te iniciar na Instrução! Você não vai mais admirar, mas serás admirado!" Eu achava estranho, muitas pessoas iam nessas festas, ou para conseguir uma noite de sexo, ou para se esbaldar em drogas ou álcool; no entanto este casal não bebia e nem se drogava. Mas tinham um forte "imã" que atraía a todos, ao redor deles havia uma atmosfera de poder que abarcava-os, isso podia ser constatado ao observar a admiração hipnótica que todos tinham por eles. Estudava nessa época dentro de um Shopping Center, e, se durante o ano letivo assisti um mês de aula, foi muito. Comecei a atrair lindas garotas como também mulheres bem mais velhas e ricas (eu mesmo não entendia como isso acontecia), muitos homossexuais começaram a ser atraídos a mim de igual modo e eu detestava aquilo. Numa certa ocasião, eu estava num "café" na Avenida Paulista, saboreando evidentemente um café expresso, quando fui abordado pelas costas por uma mulher elegante, que falava com sotaque americano, aquilo me assustou muito; ela me dizia: —"Ora, ora, Hail the Self! Vejo que estás a caminho da Instrução!" Nota: "Hail the Self", significa uma saudação ao próprio "Eu", comumente usado por todos os satanistas, assim como a saudação: "Hail the Satan", ou ainda, "Abençoado seja o Eu Supremo". Não entendia nada daquilo, mas aquela saudação não me era estranha - não lembrava-me daquele casal na boate - no entanto, percebi que os espíritos que me acompanhavam ficaram agitados e atentos. Imediatamente fiquei absorvido pelo carisma e conhecimento que ela demonstrava ter. Ela continuou: —"Olha, não tenha medo, quando aqui entrei percebi que havia alguém com sede do Conhecimento Pleno, te olhei e meus mestres o confirmaram. Atente para o que vou dizer-te, não se anestesie tanto, pois em nosso meio aquele que vacila é destruído, muitos hão de querer aquilo que tu terás, muito te será dado. Se você desejar anotarei os meus endereços." Olhei para o papel, ela havia anotado endereços do Rio, de São Paulo e de Santa Mônica - Califórnia. Perguntei qual era a sua religião e ela me disse: —"Não tenho religião, sou apenas discípula de Alice Bailey!" Nota: Alice Bailey, (1880-1949), é discípula de Helena Petrovna Blavatsky, e a terceira presidenta da Sociedade Teosófica; uma inglesa que emigrou para os USA, estabeleceu o alicerce para o movimento NEW AGE e é reconhecida como sua suma sacerdotisa. Como instruída, recebia mensagens de um mestre da sabedoria, o tibetano Djawal Khul. Deu início ao centro de planejamento oculto do movimento Nova Era, hoje com o nome de: "LUCIS TRUST", originalmente fundado com o nome "LUCIFER PUBLISHING COMPANY" (Editora Lúcifer), na região de L.A. (USA). Este centro dispõe de muitos meios para levar adiante a construção da Nova Era mundial. Há muitos subgrupos subsidiados por eles, os dois mais expressivos são: a "WORLD GOODWILL" (Boa Vontade Mundial) e a "ARCENE SCHOOL" (Escola Arcano) a qual mantém cursos secretos por correspondência, para discípulos e líderes da Nova Era. (vide Capítulo 8) Depois de alguns dias, minha mãe trabalhava numa sala ao lado de um pequeno "santuário" candombeclista do meu tio, quando eu lá entrei, já um tanto alcoolizado, pedi algum dinheiro para poder sair. Discutimos muito, pois ela não me deixava sair e eu insistia. Então, ela já bastante irritada foi subitamente "tomada" por um espírito que ameaçava-me. Olhei para o espírito através dela, e cheio de prepotência e ousadia, eu sarcasticamente disse:
  • 29. —"Você não pode comigo seu espírito zombeteiro de meia-tigela, o poder que está em mim é superior ao seu!" Pelo que ele respondeu-me: —"É verdade, com você eu não posso, mas se você não desistir eu posso matá-la!" Imediatamente os tecidos que estavam por sobre as máquinas começaram a flutuar e percebi que aquele demônio usando as mãos da minha mãe tinha apanhado uma das tesouras e colocado na região do seu ventre, pronto para matá-la. Temendo pela vida da minha mãe, resolvi desistir. Ainda nesse ano tentei o suicídio várias vezes apanhando o revólver do meu tio que era da polícia. Mas (Graças a Deus), ou a arma falhava pois estava travada, ou não haviam balas no "pente". Sabe, eu não queria morrer, eu era muito covarde para suicidar-me, mas a angústia que sentia e aquelas vozes na minha cabeça, imaginava que o único jeito para livrar-me daquilo tudo seria estourando-a. E com relação àquelas vozes, elas só cessavam quando eu estava embriagado. Esse mesmo tio policial (aquele que foi iniciado pelo meu pai) haveria de retirar-me das Delegacias muitas vezes, por desordem e violência decorridos do alcoolismo e dos demônios. Certo dia estava por fazer um serviço que consistia em entregar alguns documentos para a gerência do Hotel Hilton, em São Paulo, após o trabalho realizado e já embriagado comecei a ameaçar alguns americanos que estavam no lobby, sem saber ao certo, o porque fazia aquilo, mas os espíritos haviam-me tomado; mais tarde soube que estavam ali para uma conferência WICCAN (Magia Branca). Fui detido pelos agentes de segurança do evento e, entregue a polícia. Na Delegacia pela primeira vez falaram-me de Jesus. Um policial disse-me assim: —"Varão, você precisa de Jesus, Ele pode e quer mudar a tua vida! Você precisa nascer de novo!" Eu odiava ouvir aquele nome, sendo assim amaldiçoei aquele gentil policial dizendo a ele, que se Jesus tivesse algum poder não teria morrido na cruz. Eu dizia: —"Os mentores me tirarão daqui, não este teu deus medíocre!" O que me surpreendia era o fato dele só me abençoar. Minha mãe e minha advogada (também experiente ocultista) haviam chegado e fui liberado com uma condição dada pelo Delegado, que eu procurasse ajuda profissional. Porém, uma coisa ficou na minha cabeça, aquele homem tinha falado em nascer de novo. Eu sonhava em ter uma oportunidade de recomeçar do "zero"; de enfim, nascer de novo. Mas pode um homem nascer de novo? Pensei eu. Diante da falta desta resposta, desvencilhei aqueles pensamentos malucos, que aquele "crentinho" tinha me feito pensar. Aquilo só podia ter sido uma tentativa de: "início de lavagem cerebral". Passei a frequentar um grupo de apoio anti-drogas do Denarc (Departamento de Narcóticos da Polícia) e a fazer tratamento no hospital São Paulo com o conceituado Dr. Dartiu Xavier, me submetendo também a experiência do Dr. Alfredo Toscano, ambos especialistas em Dependência Química. Ainda nesse tempo fui procurado por uma jornalista da revista "Capricho" para dar uma entrevista para uma matéria concernente a dependência química; menti o que pude, o assunto que eu queria falar era sobre o oculitsmo. A arrogância e prepotência eram a minha marca registrada, mesmo em meio à situação em que me encontrava. Minha mãe, parecia ser a minha "agente da condicional", não me deixava sair sozinho em hipótese alguma. Eu detestava aquilo, mas sempre encontrava um jeito para dribla-la e sair as ruas de novo. Ela só tinha paz, por assim dizer, quando eu ficava doente, não podendo sair da cama. Mas, como uma mãe pode ter paz com o seu filho doente numa cama? Ela já sofria e revivia através de mim, o terrível passado que tivera com o meu pai. Quando a minha mãe não tinha que correr comigo para os hospitais, por causa de alguma pneumonia dupla, alguma febre que não baixava, ela tinha que acionar alguma advogada para tirar-me da delegacia de algum bairro qualquer, isso quando, não ligavam para ela de algum hospital dizendo que eu estava na UTI, em coma.
  • 30. Ainda nesse ano, duas jovens psicólogas, que defendiam tese de parapsicologia quiseram conhecer-me para fazermos "regressão", eu não queria pois estava muito doente, porém eu vi uma grande oportunidade para divertir-me às custas daquelas jovens doutoras. Prepararam o equipamento de psicometria, gravador, lâmpadas coloridas, fitas cassetes, e outros equipamentos para fazerem leituras e medições parapsicológicas. E começaram com aquela "ladainha" de visualizar cores, ouvindo música "new age" para entrar em estado mental alfa; quando então, comecei a gemer e gemer, dizendo que estava no ventre da minha mãe, e por isso estava sentindo-me muito quente - eu estava era com febre - depois eu dizia que estava na Inquisição, sentindo as chamas da fogueira que me cercavam, depois eu dizia que era um sacerdote Druida, queimando os oponentes com combustão espontânea, e blá, blá, blá. Eu podia ouvir que elas estavam tremendamente agitadas e corriam para trocar as cassetes gravadas, por novas. (Eu morria de rir por dentro). Já não suportando mais aquela palhaçada, pois o meu estado febril aumentava, resolvi dar vazão a um dos "mestres", passando a falar numa língua desconhecida para elas e a descrever pela clarividência a mente de cada uma daquelas jovens doutoras; depois disse para pararem de brincar com os poderes ocultos porque existia um preço para isso e não era através de manuais. Logo a seguir interpelaram minha mãe sobre a possibilidade de uma nova experiência, pois aquela tivera sido muito proveitosa e interessante, alcançando por assim dizer, pontos altos nas "medições". Mas não aceitei. Elas não entenderam nada. O Primeiro Pacto Algumas semanas depois fui impelido para sair do corpo (projetar-me), eu sempre obedecia a esses ímpetos, e de súbito estava numa praia deserta (no mundo espiritual não há distâncias), onde haviam pessoas de túnicas pretas ao redor do símbolo de Baphomet (Pentagrama invertido). O idioma que falavam não era o português, mas eu podia compreender claramente o que diziam, vestiram-me uma túnica preta e deram-me uma escritura, dizendo-me que eu receberia tudo aquilo que sempre havia sonhado, ou seja, atenção, amor e poder, mas que primeiro deveria assinar aquela escritura com o meu próprio sangue. Já de volta ao corpo, senti muito medo, pois não queria retalhar-me, aliás não tinha coragem para me cortar, então fui dar uma volta para beber e assim arranjar a "coragem" necessária, ao regressar fui direto ao toalete, peguei uma navalha e cortei profundamente o braço esquerdo; parte do sangue que saia sem controle eu ofereci como minha oferta, declarando: —"Shemhamforash! Hail the Satan!" A outra parte do sangue que continuava a sair, eu bebi; quando dei por mim, e vi o que estava fazendo, comecei a passar mal e a gritar (pois, tivera perdido muito sangue). Quando então arrombaram a porta e socorreram-me. Nota: mais tarde tomei parte de diferentes rituais, em diferentes grottos, e organizações, mas penso ser irrelevante a descrição deles aqui, sendo assim, não o farei. A partir daí comecei a ser visitado por "novos" mestres mais poderosos e passei a ter sede de sangue, tornando-me mais tarde um "flebotomista", ou seja, uma pessoa que pratica a sangria em si mesmo, ou em outrem. Por diversas vezes, quando sentia essa tal sede, retalhava-me e bebia o meu próprio sangue. Sempre que olhava para uma jovem bonita vinha sobre mim uma sede compulsiva de beber o seu sangue. Repare: o sangue para Satanás é um instrumento poderoso para suas intenções. Pois o princípio vital se aglomera no sangue, seja humano, seja animal. Quando eu bebia sangue próprio, ou de outra pessoa, na verdade eu estava ingerindo sua própria vida, o que fazia-me adquirir por assim dizer, mais fluido ectoplásmico, habilitando-me portanto a desempenhar um papel mais efetivo na arte de manipular o mundo espiritual. Os demônios sem exceção têm sede compulsiva de princípios vitais, pois é somente através deles que suas intenções são efetivadas. Por isso eu adquiria mais demônios à medida em que bebia mais sangue.
  • 31. Gênesis 9.4-6 4. Carne, porém, com sua vida, isto é, COM SEU SANGUE, NÃO COMEREIS. 5. Certamente, requererei o vosso sangue, O SANGUE DA VOSSA VIDA; de todo o animal requererei, como também da mão do homem, sim, da mão do próximo de cada um requererei a vida do homem. 6. Se alguém DERRAMAR O SANGUE DO HOMEM, pelo homem se derramará o seu; porque Deus fez o homem segundo a sua imagem. Levíticos 17.10-12 10. Qualquer homem da casa de Israel ou dos estrangeiros que peregrina entre vós que COMER ALGUM SANGUE, contra ele me voltarei e o eliminarei do seu povo. 11. PORQUE A VIDA DA CARNE ESTÁ NO SANGUE. Eu vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pela vossa alma, porquanto é o sangue que fará expiação em virtude da vida. 12. Portanto, tenho dito aos filhos de Israel: nenhuma alma de entre vós comerá sangue, nem o estrangeiro que peregrina entre vós o comerá. Saiba meus amados, as histórias de vampiros andando por aí, não são frutos de uma mente criativa, como a de Bram Stocker (da obra: Drácula); elas são reais, não tanto aqui no Brasil, mas nos USA e partes da Europa é corriqueiro denúncias de "vampirismo" e comportamentos vampirescos. Os tais vampiros, são, nada mais que, satanistas que não conseguem controlar a sede do sangue alheio. Tal e qual a compulsão pelo sexo era difícil refrear, da mesma maneira era realmente difícil controlar esta sede por sangue. A atitude de ingerir sangue era na maioria das vezes algo solene, era a busca de uma maior intimidade, consigo mesmo, ou com alguma garota que também seguisse a mesma linha de pensamento, ou seja, que fosse uma ocultista. E se não fosse, ficaria sendo, a partir daquela experiência. Observe o depoimento de uma garota: "—Beber o sangue de alguém é mais prazeroso que o sexo". Agora repare neste outro: "— Quando bebo o sangue do meu namorado, o senso de intimidade e de troca, é triplicado. Passamos a ser realmente um do outro." Este assunto tem se tornado tão expressivo que pesquisadores como Carol Page, autora de "Bloodlust", Anny Rice, David Scall, dentre outros, têm tido muito trabalho a fazer. É de assustar os inúmeros casos de flebotomistas, andando pelas ruas de Los Angeles, Londres e São Paulo, a procura de quem queira ingressar nos seus clubes satânicos. O Dr. Evi Laborini, protético e cirurgião dentista, diz: "É impressionante o número de chamados que tenho recebido para fazer próteses permanentes de presas de vampiros!" No entanto, a prática desta abominação não é feita através de presas, isso é apenas um acessório fetichista, mas, sim, através de bisturis cirúrgicos, navalhas, e seringas. Minhas emoções estavam completamente cauterizadas, eu não conseguia mais ter vergonha ou constrangimento pela minha situação, pelo contrário eu continuava a ser um prepotente e arrogante. A família já não me agüentava mais, ninguém mais sabia o que fazer comigo. Mas eu pensava: "— Morto por dez, morto por mil. Que todos se danem!" Certa noite, eu estava no meu quarto tentando dormir, eu nunca conseguia ter uma noite de sono tranquila, eu só conseguia dormir ou por exaustão, ou por embriaguez; mas, numa dessas noites apareceu-me uma mulher lindíssima e sedutora, parecia uma ninfa, uma fada, apresentou-se como Ninferite, e depois de seduzir-me, tivemos uma "relação" como nunca havia experimentado antes. Aquilo foi uma terrível prisão, pois dia após dia, invocava, buscava e clamava a presença daquele espírito novamente, eu queria sentir de novo os prazeres daquela noite. Mas nunca mais aquele espírito me apareceu. A não ser quando estava no meio da minha libertação. Hael era um dos mestres principais encarregados do meu treinamento, ele é também conhecido pelo nome de "Exu da meia noite". Em 1988 voltamos para o nosso antigo bairro, mais uma vez estávamos em falência.
  • 32. Os Primeiros Castigos Eu era muito popular e muito querido, ao andar pelas ruas as pessoas me olhavam com espanto e com admiração. Essa admiração também podia ser notada em todos os demais níveis e setores da sociedade. Eu não entendia bem o que acontecia. Não havia nenhuma porta fechada para mim. Era convidado para muitas festas e eventos num mesmo dia e se não comparecesse a festa não seria a mesma. Uma dessas festas foi num dos apartamentos de uma amiga no condomínio do meu bairro, era um apartamento vazio, estava para alugar. Já tarde da noite, bastante angustiado pela mesmice da vida que eu já notava, e embriagado, sentei-me na janela com metade do corpo para fora, estávamos no vigésimo primeiro andar. As pessoas pensaram que eu iria pular e correram para me deter, na confusão quase caí realmente. Essa lembrança perseguiu-me por muitos anos. Os mestres usaram aquilo como um aviso do que me aconteceria se me virasse contra eles. O trauma que esse dia me causou só saiu da minha mente quando se deu a minha libertação. Como era muito arrogante, comecei a murmurar sobre aquelas ameaças com os mestres. E no dia seguinte bebi muito pouco, mas no caminho de volta para casa, tudo ao meu redor começou a rodar ao ponto de me espatifar na calçada, fui levado as pressas para o hospital, lá entrei em coma e diagnosticaram traumatismo craniano, meu rosto ficou desfigurado por um tempo. Aquela era uma confirmação de que as ameaças eram sérias. Mas não terminariam por aí. No quarto do hospital, cheio de soros e agulhas enfiadas no meu braço resolvi fumar um cigarro na janela, quando do nada, apareceu-me três lindos seres flutuando do lado de fora a me dizerem: —"Venha conosco, pule e te tornarás como um de nós, chega de sofrimento!" Quando já hipnotizado por aquela cena, estava prestes a pular, percebi que alguém mexia na maçaneta da porta e me detive, saindo daquela posição, observei então que aqueles lindos seres, se transformaram em bestas meio humanas, meio animais. Corri rapidamente para minha cama. E aqueles seres desapareceram. Nota: Quando um ocultista ou satanista vem a conhecer o(s) seu(s) mestre(s), este(s) começam a lhe causar tormentos, dores e terrorismo mental, para que a pessoa em questão tenha uma prévia do que pode lhe acontecer se abandoná-los. Saiba que, demônio nenhum pode agir na vida de uma pessoa sem o seu consentimento. No entanto, a grande maioria os permite, através de um convite, pela admissão mediante a entrega em algum culto, reunião, pacto, imposição de mãos, eles podem e fazem o que bem entenderem com os seus fantoches. Isso é muito sério. "Fanáticos" na Espreita Na minha escola, havia uma garota realmente linda, ela era crente (e ainda é), muitas vezes senti-me atraído por ela, mas ao mesmo tempo em que essa atração se manifestava, uma certa repulsa por ela ser crente vinha à tona, afinal, como poderia eu, um "instruído" ser visto conversando com uma "bitolada" e "fanática", no entanto, o que me surpreendia era que ela nunca estendia o dedo para mim, acusando-me de herege ou coisa parecida, pelo que, ela sabia o estilo de vida que eu levava, ela sabia que eu pertencia ao outro time, ou seja, ao lado satânico. Muitas vezes ela me observava de cabeça baixa, chorando pela minha situação. E ela não temia perder tempo conversando comigo, mas eu colocava uma condição para nossas conversas: o nome de Jesus, não deveria ser citado. Eu comecei a achar que eu estava sendo vítima de alguma cilada qualquer, de alguma "conspiração evangélica", pois eu literalmente colocava para correr, qualquer outro seguidor daquela religião de fanáticos. Porque eu não fazia aquilo com aquela garota? Então numa tarde, disseram-me na escola que a "fanática" estava orando por mim numa das salas, fiquei extremamente irritado e os demônios muito mais. Fui até ela para tirar satisfações, eu gritava com ela, da mesma forma (imagino eu) que um namorado traído faz quando apanha sua namorada beijando outra
  • 33. pessoa, eu tentei seduzi-la, atraí-la, hipnotizá-la, mas nada dava resultado algum, tal e qual aquele gentil policial no passado, ela só me abençoava em Nome de Jesus. Até que avancei sobre ela tentando tocá-la e fui impedido com ela me dizendo: —"Flávio pare com isso! Jesus te ama! Você está sendo enganado por Satanás! Eu vou levar o teu nome para os irmãos da minha igreja e vamos entrar na brecha por você. Em Cristo amo você, Flávio! Você precisa de uma nova oportunidade! Jesus te dá essa chance, nEle, você pode nascer de novo!" Pronto! Eu "saí de mim", eu dizia para ela: —"Hoje mesmo destruirei a você e a sua igrejinha maldita!" Eu queria arrebentá-la com minhas habilidades, mas um poder maior me deteve, tentava tocá-la mas era impedido, a confusão foi tanta, que dois inspetores da escola me agarraram e me levaram para a diretoria. A diretora, bastante preocupada, dizia: "— Flávio o que há com você? O que era tudo aquilo? Puxa, eu conheço você há tanto tempo, você não era assim? Você deve respeitar a religião dos outros para ter a sua religião respeitada." Eu dizia: "— A Sra. não entende, jamais vai entender o que se passou. Eu não pedi para ninguém rezar para mim. Ninguém deve se meter naquilo que não conhece. Porque não se metem na própria vida, ao invés de tentarem me converter; por acaso estamos na Inquisição. E pelo que eu entendi a Sra. concorda comigo." Puxa, aquela senhora era realmente uma grande amiga, ela tivera sido a minha professora primária, antes de ser promovida a diretora. Com aquela minha atitude, ela poderia se quisesse, expulsar-me do colégio, mas não fez. Todos os meus levantes contra a igreja daquela garota, eram em vão, buscava ajuda de outros ocultistas mais experientes, no entanto, todas as "Magias" pareciam que batiam e voltavam para nós. Números 23.23 23. Pois contra Jacó (os cristãos) não vale ENCANTAMENTO, nem ADIVINHAÇÃO contra Israel (a Igreja); neste tempo se dirá de Jacó e de Israel: Que coisas Deus tem feito! Provérbios 26.2 2. Como o pássaro no seu vaguear, e como a andorinha no seu vôo, assim A MALDIÇÃO SEM CAUSA NÃO VIRÁ. Aquilo passou, e após alguns dias aquela menina, a despeito de tudo o que eu tinha feito, conseguia sorrir para mim de novo, eu não podia entender aquilo, eu começava a imaginar que todo crente era masoquista. Ao voltar para casa eu chorava muito, não entendia o que estava acontecendo-me. Não entendia como aqueles crentes conseguiam resistir aos ataques que até então eram infalíveis. Uma semana depois eu estava num ônibus e havia um lugar vago ao meu lado que rapidamente foi ocupado por um daqueles "crentinhos" fanáticos de Bíblia na mão. Então tive a idéia de destruir a fé daquele homem, eu odiava e ao mesmo tempo temia aquele Deus, aqueles crentes e aquele Livro Preto. Percebi que ele estava lendo uma passagem que hoje sei - era Mateus 5.39, sem hesitar perguntei sarcasticamente: —"Cara! Você crê mesmo nessa besteira? Se eu agora te bater no rosto você vai me oferecer o outro lado? Você é um fracote, medíocre e serve a um Deus igual. Ah! Vocês se merecem!" Aí ele virou algumas páginas da Bíblia e começou a pregar João 3.16, eu somente ria e gargalhava. As pessoas que estavam no ônibus olhavam espantadas e constrangidas com aquilo que eu estava fazendo com aquele "pregador". Então, ele mudou de assento indo para uns quatro lugares a minha frente. Tentei projetar-me para atingi-lo, para assustá-lo mas era detido por algo que eu desconhecia. Tal e qual a garota do colégio, eu não conseguia nada de efetivo. Então, antes daquele homem descer no seu ponto, ele veio até mim e disse: —"Olha varão, enquanto estava sentado eu orava e foi-me revelado que você é predestinado para ser um ministro do Deus Vivo! Renda-se a Jesus e Ele te aliviará desse teu pesado jugo. O poder que você tem é
  • 34. medíocre perto do Poder do Espírito Santo de Deus, foi esse Poder que te impediu de ferir-me. Eu profeticamente te digo: você vai se ajoelhar perante o Senhorio do Senhor Jesus Cristo!" Eu cuspi no chão. Aquele "pregadorzinho" tinha mexido com o meu brio. Ele tinha botado em xeque os meus conhecimentos e habilidades ocultistas. Mas aquelas palavras não me deixavam em paz. Aquele homem tinha mexido com as minhas estruturas. Eu estava começando a ficar bastante confuso. Jeremias 23.29 29. Não é a minha palavra como fogo, diz o SENHOR, E MARTELO QUE ESMIÚÇA A PENHA? A Cilada Após algum tempo, tivemos uma grande festa, num grande e belo local, a "nata" da turma estava presente, como também muitos ocultistas de "grottos" diferentes, dentre eles, alguns estrangeiros. Nota: os estrangeiros significavam muito para nós, principalmente os americanos e ingleses, afinal eles faziam parte dos maiores "grottos" e Sociedades Secretas do mundo, dentre eles a Irmandade que para nós significava, por assim dizer, ter um contato direto com as pessoas da "Igreja Sede"; pessoas bastante experientes na arte de destruir inimigos e de se conseguir o que se quer. Saiba o leitor, que esse povo satânico não ficou lá, estagnado; eles estão invadindo o Brasil, e quando se deu essa festa, no final de 88, eles já contavam com muitos representantes aqui, no nosso país. Enquanto que a igreja no Brasil "cochila", eles estão agindo. Haviam muitas garotas, inclusive comprometidas, que tinham planos para passarem a noite comigo; não pense o leitor, que eu era um "Tom Cruise" e por isso as mulheres me disputavam. Não, não se tratava disso. Acontece, que em nosso meio, principalmente nas festas, a palavra monogamia, ou fidelidade, não fazia sentido nenhum. Além é claro, de todos estarem em meio à operação maciça das "pombagiras"; em outras palavras, havia dentro de nós um imã satânico que atraia o sexo oposto. Desta forma, uma determinada mulher não era atraída pela minha suposta beleza, mas sim pelo demônio que me acompanhava. Estávamos no "Equinócio da Primavera" - (Ano Novo satanista). Quando uma garota me pegou pela mão e me conduziu para a localidade da piscina; no caminho ela dançava e cantava mantras me dizendo: —"Venha! Comemoremos juntos esta data! Venha amado, saudemos este novo dia, Hail the Self!" Eu estava completamente atraído e seduzido por aquela garota, eu a amei de verdade, eu sabia que nós éramos almas gêmeas. No entanto, os "espíritos" que me acompanhavam procuravam impedir-me, mas eu não queria saber dos conselhos deles, naquela altura dos acontecimentos. Nós estávamos completamente embriagados um pelo outro. Chegando finalmente na piscina, caminhamos para cima dos vestiários. Começamos a nos "amar" ali mesmo, quando fomos interrompidos por vozes que a chamavam, eram os seus irmãos, pegaram-na pelo braço e um deles me disse: —"Flávio, você é meu amigo e eu gosto de você, mas não se envolva com a minha irmã, ela não pode ficar com você de maneira nenhuma. Eu te falo isso para o seu próprio bem!" E foram embora daquele lugar. Para mim a festa tinha acabado. Eu só pensava naquela garota. Por noites seguidas fui visitado por ela projetada, pedindo-me ajuda, mas ela era detida por uma outra pessoa que a aprisionava, manipulava. Os "mestres" advertiam-me para não me meter naquilo. Então numa certa tarde, um amigo convidou-me para irmos a "saída" de um colégio no bairro. Lá chegando fui apresentado a um Skin-Head, quando nos cumprimentamos percebi que ele era um satanista. Nos encaramos e nos percebemos. Ele também esperava alguém no colégio.
  • 35. Quando aquela garota, a que estava comigo na festa, finalmente saiu, me olhou e tomou posição ao lado do seu algoz, nossos olhares se cruzaram intensamente e pude ouvir sua alma pedindo ajuda. (Tudo aquilo era sugestão telepata, ou seja eu podia ouvir os pensamentos dela.) Bem, não havia mais necessidade de ficar ali, pois cedo ou tarde, eu seria descoberto por aquele homem. Nos despedimos, ele estendeu a mão para mim e mais uma vez houve "choque" no mundo espiritual. Rapidamente um dos "mestres" falou-me desta maneira: —"Você ainda não está preparado para um confronto desses. Há em você pontos fracos. Ele pode facilmente descobrir esses pontos e destruir-te. E nós não podemos agir em territórios alheios. Lembre-se da 11a regra de Lavey: Quando caminhando em território alheio não aborreça ninguém. Se alguém lhe aborrece, peça-o para parar. Se ele não parar, Destrua-o." Porém respondi: —"É verdade, mas o que me diz da 6a regra: Nunca apanhe o que não lhe pertence a menos que seja um peso para a outra pessoa e ela Implore para ser ajudada." Não houve mais indagações. Confronto e Conseqüências Logo ao anoitecer, projetei-me para fora do corpo procurando efetivar os meus talentos no que concernia a destruição daquele satanista. Procurei fazer tudo o que tinha aprendido sobre maldições, rituais, e por aí afora. Enquanto eu penetrava no mundo espiritual, eu podia ouvir e sentir vozes ameaçadoras que me diziam: —"Hey, Morton, estás preparado para confrontar-me? Digo que você é um fraco! Mas agora é tarde para você! Aquilo que você tem, passará para mim, assim que tua destruição for efetivada!" Eu dizia: —"Você não pode tocar-me!" Então ele retrucou: —" Que espécie de mestres você tem como guarda-costas? Você está me decepcionando, não sabes que o caminho para destruir o inimigo não é físico? Bem que tentamos o método físico na chacina de Santo Amaro, porém agora, você será destruído através de tuas próprias fraquezas, não será necessário que eu suje minhas mãos com o teu sangue." Note: No mundo das trevas o que mais se destaca é a competição; sempre existe e existirá alguém que procurará destruí-lo, pois quando um "instruído", bruxo, ocultista, babalorixá é destruído, os "mestres" (demônios) pertencentes à ele, passam a ser da pessoa que o destruiu. Sempre visando a obtenção de mais poder, de encargos e posições. Esses confrontos via de regra não ocorrem no plano físico e sim na Quarta-dimensão, no entanto usa-se os demônios para destruir o corpo do perdedor, seja por doenças fulminantes, atropelamentos e indução de assassinatos ou suicídios, ou ainda por compulsões. E eu fui vítima de tudo isso. Após este dia verifiquei que o aviso dos "mestres" tinham fundamento. O meu alcoolismo piorava notoriamente. Toda vez que saia de casa um manto negro caia sobre mim conduzindo-me aos bares, favelas e lugares obscuros. Onde, ou era preso, ou era surrado, ou entrava em coma. Eu era literalmente um fantoche. Provérbios 23.29-35 (Salmos e Provérbios Vivos) 29. Quem tem o coração cheio de angústias e tristezas? Quem está sempre discutindo e brigando? Quem é o homem de olhos inflamados e com muitas feridas? 30. É aquele que gasta suas horas nos bares (boca de fumo, pontos de venda), provando novas misturas de bebidas (novas drogas).
  • 36. 31. Não se deixe enganar pelo brilho e suave sabor do vinho forte (pela pureza do pó, pela qualidade do fumo). 32. No fim, picará como serpente venenosa, fere como víbora. 33. Você terá alucinações e delírios, chegando a dizer coisas loucas e tontas que, depois de passado o efeito, deixarão você bastante envergonhado! 34. Você vai cambalear como um marinheiro, quando o navio balança em alto mar, procurando agarrar-se a algum mastro. 35. E depois você dirá: "Nem percebi quando me deram uma surra ... vou voltar e beber mais um pouco, dar mais um 'tirinho', tomar mais um 'pico'!" Sushi com Lei Mística Em 1989 fui informado pelos "mestres" que haveria de conhecer uma das "forças" que o Príncipe do Universo usaria na Grande Comissão da Era de Aquarius, o budismo Nichiren Shoshu. Um antigo amigo procurou-me convidando-me para ir a uma reunião do tal budismo. Ora imediatamente tornei-me um "shakubuku" (discípulo), tive que aprender a recitar o Daimoku, ou seja, a Lei Mística do Universo (Nam-Myoho-Rengue-Kyo) e a pronunciar o Sutra de Lótus antes de ser iniciado. Após as aprovações da Cúpula Territorial e dos líderes regionais, fui aceito de maneira surpreendente. (Amados, não haviam portas fechadas no que concernia o mundo espiritual. Havia uma programação de Satanás para mim que eu deveria seguir a risca e depois que eu não servisse mais para os propósitos dele, seria eliminado. É assim com todos os que se envolvem com o Diabo e seus anjos. Mas nesse tempo eu ainda servia para ele.) Já no Templo Central fui interpelado pelo sacerdote da seguinte maneira: —"Estás certo do que irá fazer? Não há volta. Quando disser sim às perguntas, nunca mais poderás sair e se desobedecer, o próprio Carma Negativo da Lei mística através do Grande Dragão virá contra você e seus descendentes. Estas certo disso?" Eu acenei de maneira afirmativa. Fui ordenado a renunciar qualquer vínculo com o Deus cristão, o único vínculo que eu pensava ter, era o do batismo católico, mas eu já tivera destruído toda a ligação com Deus, na minha iniciação ao satanismo. No entanto, eu renunciei novamente. Então fui conduzido a recitar o Daimoku e o Sutra acompanhando o Sacerdote, depois tive que encarar o Gohonzon de Ouro e a cada pergunta. eu declarava: —"Tamochi Tatematsuru Beshi" (Eu faço, Eu aceito). Tive um vislumbre do mundo espiritual naquele momento, as inscrições cravadas no gohonzon tomaram formas assustadoras e começaram a sobrevoar o templo passando por mim e retornando ao pergaminho. Logo a seguir o Sacerdote pegou um pequeno pergaminho tocou na minha cabeça e disse: —"Está Feito!" No dia seguinte os Líderes Territoriais vieram consagrar aquele pergaminho no meu templo pessoal que estava no meu quarto. E pronto, tinha agora mais um título no meu currículo satânico. Cresci rapidamente tanto na esfera religiosa quanto na esfera política-social da seita com os Sokka Gakkai International. Nas reuniões onde haviam mais jovens, fazíamos "chacotas" com o nome de Jesus e imitávamos os crentes sarcasticamente. O Pastor David Yonggui Cho, cita os "sokka gakkai" num dos seus livros.
  • 37. Um Abismo Chama Outro Meus problemas cresciam e eu procurava ajuda dos sacerdotes; eles me diziam: —"Isso é uma maldição de Terceira e Quarta geração, além de haver alguém manipulando a Lei mística para destruir-te (Aquele outro satanista)! Dedique-se a prática do daimoku!" A maioria das reuniões que participava encontrava-me alcoolizado. Tentei novos suicídios mas foram frustrados, nada dava certo. Nas minhas angústias noturnas eu perguntava aos "mestres" o que estava me acontecendo, o porque de tanta retaliação, e eles só me respondiam, que havia um contingente grande demais de espíritos oponentes, que estavam tentando me destruir pelo fato eu ter invadido território alheio, ou seja, os assuntos daquele outro satanista. Deixavam bem claro que eles tinham avisado sobre as retaliações. Mas que não era somente isso; então começaram a me mostrar, através de projeção astral, cenas daquilo que no mundo espiritual estava acontecendo, e pude ver como num projetor, situações, em que completamente embriagado era levado pelos espíritos "inimigos" a desafiar sacerdotes de outras seitas, pais de santo e satanistas, o que por si só, já respondia tanta retaliação. Mostraram-me também muitos homossexuais atraídos a mim, a fazerem magias e por aí afora. Então encerraram aquela exposição, informando que eu deveria buscar mais poder, buscar mais outros espíritos que ajudassem na minha proteção e que efetivassem um contra ataque. E como eu já sabia, que o sangue era a matéria prima essencial para atrair mais demônios, retalhava-me mais e mais, aspergindo uma parte, num símbolo de baphomet consagrado, e a outra parte eu bebia, queimando qualquer prova daquela bruxaria. Comecei a me resguardar dentro de casa, mesmo com as evidências de ter obtido a convivência de mais demônios. Eu esforçava-me para não sair e beber. Porém, mesmo com toda a minha determinação, aquele "manto negro" insistia em cair por sobre mim, sempre que isso acontecia, eu ouvia vozes que diziam que eu iria morrer e ser destruído, diziam que assim como haviam eliminado meu pai, eliminariam a mim e aquilo tudo era para que pagássemos uma antiga dívida dos nossos antepassados. Ora, alguns dias se passaram; eu ainda estava no tal "resguardo" auto induzido, quando recebemos uma visita dos meus tios acompanhados de um babalorixá (pai de chiqueiro) da família, este carregava uma garrafa de bebida e me perguntava com muito sarcasmo: —"Se você pudesse beber algo agora, o que gostaria de beber?" É lógico que apontei para a garrafa, olhei para minha mãe e achei estranho, pois ela estava permitindo tudo aquilo. E aquele sacerdote disse: —"Vamos ver quem é que está tentando te destruir!" E já embriagado e anestesiado, fui carregado para dentro de uma perua kombi e me levaram embora. De Passagem Pela África No dia seguinte acordei e vi que estava num terreiro. Fiquei muito mal, senti-me traído e rejeitado, aquilo tinha sido um seqüestro e o pior, minha família tinha tomado parte. Naquele lugar de atmosfera bastante opressora, fiquei vários dias dentro do "Roncó" (uma pequena sala onde ficam os despachos dos orixás); sempre que anoitecia, eu entrava em pânico ao ter que passar a noite, de "bruços" em cima de uma esteira, naquele "quartinho" cheio de bruxarias, imagens, cabeças de animais; tendo que me submeter ao rituais africanos, alimentando-me com as mãos, o que para uma pessoa tão arrogante quanto eu era, aquilo significava uma humilhação sem precedentes.
  • 38. Na minha concepção passada as religiões afro significam a mais alta decadência para um ocultista satânico. Seria o fim, do fim do poço. Nas reuniões daquela seita candomblecista, eu era tratado de maneira especial e diferente dos demais. Quando chegavam os "exus territoriais", através das manifestações, eu era convidado para sentar-me ao lado deles, atitude aquela que eu reputava como uma espécie de honra, e a seguir, quando a "ekéde", ou "cambona" (espécie de ajudante) vinha trazer para o exu em questão, algum oferecimento como mel, sangue, ou pinga, eles eram ordenados a darem-me aquilo de igual modo. Aquele feiticeiro diariamente trazia-me livros e mais livros de ocultismo e feitiçaria, dizia-me que se eu quisesse, eu teria a chance de observar os elementos da natureza interagirem conosco, ou seja, separaríamos algumas pessoas, faríamos três dias de jejum (de sólidos) e iríamos para as matas, onde as árvores bateriam palmas e a vegetação nos abraçaria. Quando chegou a noite desse mesmo dia, um exu chamado Zé Pilintra me apadrinhou e convidou-me a expor para aqueles "omokurins - filhos de santo" e "yaôs - iniciantes", alguns dos meus conhecimentos adquiridos. Parecia que eu era um pregador convidado por alguma igreja local. Aquele feiticeiro já tinha conhecimento dos meus pontos fracos, ou seja, atenção, amor e poder. Então ele começou a jogar com os "dados que ele tinha nas mãos", ou seja, compartilhava comigo, algumas coisas da seita, permitia que eu fizesse alguma exposição daquilo que tinha aprendido no passado, dizia que nunca tivera visto antes, os exus como Zé Pilintra, Exu Caveira, Marinheiro, gostarem tanto de alguém, como gostavam de mim. Sempre que ele estava "tomado", expressava seu ódio aos evangélicos de tal maneira, que muitas vezes tive de me conter para não aplaudi-lo. Dizia que queria se tornar o meu pai, oficializando tudo se eu permitisse, e com relação a demonstrações de poder, ele esporadicamente permitia que eu observa-se algumas coisas. Como por exemplo, num certo dia, estávamos conversando sobre alguma coisa qualquer quando ele pegou uma "cuia trabalhada", ou seja, com alguma bruxaria, e despejando nela pinga deu de beber para uma pessoa que lá estava (a tal pessoa gostava muito de pinga, e estava ali para se tratar), após aquilo, ele disse para mim: "—Daqui a pouquíssimo tempo ele estará vendo o dono daquela bruxaria (um demônio) vir até ele, tirar satisfações." E a cena que eu vi em poucos minutos foi humilhante e deprimente, mas não deixava de ser divertida; o homem que bebeu aquela bruxaria, corria desesperado, esmurrava o ar, até ficar acuado num canto a gemer de pavor. Ora, após observar aquilo, o único sentimento que expressei por aquele homem foi dó; aquele feiticeiro não precisava usar aquele pobre coitado, para se exibir para mim. Eu não estava lá para assistir demonstrações de bruxaria, pelo contrário, me arrastaram para aquele lugar contra a minha vontade, e se quisesse assistir a verdadeiras demonstrações satânicas, eu sabia muito bem onde deveria ir. Aquele homem estava bastante enganado se aquelas palavras tão doces, e aquelas demonstrações de poder tinham me seduzido ou conquistado. Pelo contrário, já tinha visto "melhores". Diante daquelas coisas, eu cogitei sair daquele lugar o mais rápido possível, principalmente, porque ele tinha falado em se tornar o "meu pai", atitude aquela bastante ousada. Se alguém quisesse me desafiar ou chatear, era só dizer que queria tornar-se o meu pai e pronto, tinha feito um inimigo. Minha mãe vinha visitar-me de vez em quando naquele lugar. Numa dessas visitas, eu desabafei dizendo que não suportava mais estar ali. E após fazer algumas descrições do que ali acontecia, ela procurou me tirar de lá o mais depressa possível, mas foi severamente advertida, ou se preferir, ameaçada pelos "exus locais". Eu era aterrorizado mentalmente por aquelas forças que nada tinham de amigáveis. Alguns dias depois minha mãe resolveu tirar-me daquele lugar, por bem ou por mal e mesmo com as ameaças dos exus, ela conseguiu. Ao perceberem que não havia mais hipótese de que eu permanecesse lá, (se não permitissem a Lei os faria permitir), deram-me algumas recomendações e pude ir embora finalmente. Foi muito difícil perdoar a minha mãe e aos meus tios, por tudo aquilo. Mas a sensação de liberdade que experimentei foi algo muito grande.
  • 39. No entanto, não demorou muito, até perceber que eu não tivera sido liberto das bruxarias dos inimigos ocultistas, aquele manto negro caia por sobre mim novamente. Esporadicamente eu entrava em estado extático, ou êxtase, e vislumbrava aquilo que os "mestres" tinham em mente no que se referia a minha programação como um "instruído", esses projetos iam desde eliminar a "mediocridade da doutrina evangélica", unificar os ocultistas do planeta, como também qualificar-me para ingressar no âmbito político e social em escala internacional. Esses projetos não me saiam da cabeça. Já tinha traçado os passos necessários para tornar-me um "Diplomata", "Chairman" ou "Adido", já tinha procurado entrar em contato para saber mais informações sobre os cursos do Itamarati em Brasília. Foram muitas as visões noturnas de líderes religiosos, sacerdotes, bruxos, wiccans e outros reunindo-se em congressos monumentais. (Vide Capítulo 8). Eu não entendia e nem podia compreender, que nestas visões, eu verificava a presença de muitos líderes evangélicos, muitos sacerdotes católicos e rabinos judeus. Eu questionava os "mestres" sobre o porque desta invasão nas nossas reuniões, uma das repostas foi: "— Não sabes que o Príncipe do Universo tem os seus representantes em todos os lugares e segmentos? Não se surpreenda com isso; no entanto, não baixe a guarda e nem se iluda, pois nem todos os líderes cristãos irão ceder à Causa. O grande e total ecumenismo terá seu clímax na Nova Era Satânica." No entanto, o alcoolismo não deixava-me prosseguir em nenhum desses projetos. Aquelas manipulações tornavam-se cada vez mais impiedosas a medida em que continuava em minha fraqueza. Deus Desconhecido Três meses antes de findar o ano de 1989 comecei a receber visitas de dois crentes que insistiam em falar comigo. Dia após dia batiam à minha porta. Eu respondia agressivamente todas as vezes, como era de praxe, e pela experiência de saber que meus poderes não tinham efeito sobre os fanáticos, sonhei em ter uma "metralhadora" para fuzilar aqueles "crentinhos", porém eles não desistiam de maneira nenhuma. A minha vida era um inferno, começava a indagar sobre o tal "amor" do "Príncipe do Universo - Lúcifer" por mim, afinal eram seus próprios demônios e súditos que manipulavam-me; ainda que eu experimentasse efetivamente o poder sobrenatural numa demonstração visível, eu continuava sendo oprimido por satanistas adversários, por demônios alheios e pelo alcoolismo, se bem que, o alcoolismo era apenas o fragmento da ponta do iceberg. O meu desespero era descomunal, chorava todos os dias. Então, numa noite sem muita "agitação" espiritual, após fazer as minhas "invocações", "mantras", e magias, bastante desesperançado, ousei falar com o Deus dos cristãos (Eu estava sendo grandemente impulsionado para agir desta forma); ajoelhei-me e muito constrangido por causa da posição em que me encontrava (de joelhos), falei: —"Deus se é esse o teu nome. O Senhor bem sabe que eu corro risco em fazer isso. Mas eu não tenho mais para onde correr. Eu preciso de ajuda e resolvo dar uma chance para o Senhor. Tu sabes que a partir de agora os meus dias estão contados. E se você não intervir na minha vida e me dar uma resposta urgente, amanhã tirarei a minha vida, antes que os outros o façam. Me ajuda Deus de Jesus Cristo. Não sei rezar para você, mas recitarei o "Pai Nosso". E fui tentar dormir. Foi algo estranho, não conseguia entender como os "mestres" não interferiram nessa minha atitude. Parecia que eu tinha sido colocado num "abrigo anti-nuclear" para orar a Deus. Embora não tenha entendido nada, mal sabia que tinha feito uma poderosa oração ao Senhor dos Exércitos.
  • 40. Capítulo Dois Não Sei Porque Cristo Se Importou! No dia seguinte acordei sem saber ao certo se o Deus cristão havia me ouvido. No entanto, minha mãe procurou-me para compartilhar uma novidade que me causou dois sentimentos opostos entre si: alegria extrema e pavor mortal. A novidade era que um amigo muito querido viria fazer-nos uma visita naquela tarde, ora fiquei extremamente feliz, pois havia bastante tempo que não nos víamos. Mas logo a seguir, o meu semblante decaiu, pois sabia que este mesmo amigo era agora um medíocre crente; comecei a ficar agitado, nervoso, irritado demais. Eu havia esquecido completamente o pedido que tinha feito ao Pai de Jesus. Minha mãe percebendo o que estava ocorrendo, me pediu para que eu não saísse de casa, para que eu fizesse "sala" à esse amigo. Ela pediu-me isso, pois eu odiava visitas, mesmo de parentes; era alguém chegar e eu sair. As únicas pessoas que eu não tratava mal, eram aquelas que demonstravam ter algum conhecimento que eu ainda não tinha, principalmente se fosse no aspecto espiritual. Então bastante confuso e irritado, falei: —"Mãe, tá bom. Eu fico, mas tranque todas as portas e esconda as chaves. Me ajuda mãe!!! Porém, se ele vier com aquela baboseira de Bíblia, de Jesus, de Inferno, eu tô fora, eu saio no mesmo instante. E pobre dele se tentar me impedir!" Fumava um cigarro atrás do outro, procurei por toda a casa alguma substância química para me anestesiar, mas procurei em vão pois já tinha ingerido tudo o que havia. Eu parecia uma "barata tonta" pela casa. Sentia-me ameaçado, parecia que naquele dia algo grande aconteceria, parecia que estavam preparando a minha sentença. Quando então, ouvi a buzina de um carro tocando do lado de fora, era ele, o meu amigo, que naquela altura, eu já sentia ser ele, o meu próprio "inquisidor e carrasco: Torquemada". Procurei rapidamente os fundos de casa, tentei pular o muro mas não dava mais tempo, ouvi em alto e bom tom minha mãe alegremente dizer: —"Flávio, olha quem está aqui!" Pronto! Chegara a hora, caminhava com grande dificuldade para a garagem (não, eu não estava alcoolizado, mas as minhas pernas não obedeciam), quando vi aquele rapaz da minha idade com uma luz ofuscante, com um sorriso sincero e verdadeiro estendendo seus braços para mim. Puxa, fazia tempo que um amigo não me dava um abraço daquele, aliás eu não tinha mais amigo nenhum, e com exceção da minha mãe, ninguém mais me abraçava. Aquilo desarmou-me, o Amor de Deus através daquele jovem já iniciara o seu trabalho em mim. Flávio, Jesus Está Aqui! Ele tirou seus sapatos (Como que dissesse: "Pronto! Estou em casa"), assentou-se no sofá, chamou-me ao seu lado e disse como se fosse compartilhar um segredo de Estado: —"Olha gente, eu vim aqui com um propósito específico ..." Daí ele se voltou para mim, tocando-me o ombro e desferindo o golpe certeiro: —"Flávio, você sabia que Jesus Cristo te ama, e que Ele está aqui agora, pode e quer te ajudar? Estou aqui para te dizer, você precisa nascer de novo e isso hoje pode acontecer."
  • 41. Essas palavras abalaram meus escudos satânicos, fizeram tremer minha estrutura espiritual. Eu fiquei sem ação, sem reação. O meu queixo tremia, o que eu queria era chorar e chorar. Ele não parava de falar, parecia uma metralhadora e a cada "rajada", mais assombrado eu ficava com o poder, sabedoria, alegria e amor que emanavam de suas palavras. Ele falava de Deus, de Jesus e Sua Obra na cruz, dos anjos, do Espírito Santo, do batismo, do diabo e eu bebia cada palavra. Eu queria desesperadamente aquilo que ele tinha, eu queria aquele poder, parecia que eu podia tocar em Jesus. O que mais desejei foi a oportunidade de poder começar tudo de novo, através do novo nascimento, só o fato de começar uma nova vida era maravilhoso demais. Ele ainda falava, quando pedi para se calar e perguntei: —"Amigo, o que eu preciso fazer para ter esse teu Jesus!" Bastante surpreso com minha pergunta, ele feliz da vida disse: —"Você tem que confessar com tua boca a Jesus Cristo, pedir para que Ele entre em seu coração, pedir perdão pelos teus pecados, se arrepender e renunciar a Satanás." Mas Você Me Garante?!? Eu já tinha me esquecido de Satanás, mas quando ele me disse que eu deveria renunciar o diabo, fiquei triste, desesperado. Disse para ele: —"Amigo, é impossível! O meu envolvimento é muito grande, muito profundo, Lúcifer não vai me deixar sair assim! Os sacerdotes vão fazer vingança! Eu tô com medo! Outros satanistas virão para me matar, eu sei muito! Os boddhisattvas serão enviados! Eu não posso sair!" E ele: —"Flávio, Deus não nos deu espírito de medo, Jesus já venceu o diabo na cruz ..." Perguntei: —"Você me garante que Jesus pode me dar proteção contra a retaliação que virá? Jesus poderá me proteger amigo?!? Você sabe no que vai se envolver? Eu não sou astrólogo de revista, nem macumbeiro vendedor de acarajé. Sou um servo de Satanás, que não sabe como se livrar; para mim não há saída. Você sabe aonde está se metendo? Vai sobrar para você também! Você me garante???" Então ele respondeu: —"Flávio, maior é o que está em mim do que o diabo, se você aceitar o Senhor Jesus, então você poderá dizer o mesmo, o sangue de Jesus te cobrirá, te protegerá, Eu garanto que Jesus Cristo não te deixará só!" Sendo assim resolvi fazer o que tinha de ser feito e com muito medo aceitei a Jesus Cristo como meu Senhor e Salvador, confessei os meus pecados, arrependi-me, chorei e na hora de renunciar o diabo, percebi que houve uma certa mudança na estratégia de satanás para comigo, a renuncia foi difícil e apavorante, mas foi feita. Logo após, o meu amigo se levantou, colocou sua mão sobre minha cabeça e orou. Note: Pela falta de profunda experiência em libertação, esse amado amigo ENFATIZOU MAIS O MUNDO SOBRENATURAL DE DEUS (os poderes que me estariam disponíveis se aceitasse a Jesus), DO QUE A OBRA REDENTORA DE DEUS SOBRE MIM, COMO TAMBÉM DA SANTIDADE DE VIDA. Desta forma, Satanás viu uma possibilidade de que nem tudo estava perdido para ele; pois além de outras coisas, ELE USARIA AQUELA FOME DE PODER PARA O SEU PRÓPRIO BENEFÍCIO. Saiba de uma coisa, Satanás não é Onisciente, no entanto, ele se baseia no passado e no presente, não sabendo nada do futuro. Salvo, o futuro dele mesmo, o Inferno.
  • 42. Realmente eu tivera aceitado Jesus Cristo como o meu Senhor, porém a minha atenção ESTAVA MAIS FOCALIZADA, NOS PODERES ESPIRITUAIS QUE VIRIAM NO PACOTE DA SALVAÇÃO. Veja o que Jesus têm a dizer: Lucas 10.18-20 18. (...) Mas ele lhes disse: Eu via Satanás caindo do céu como um relâmpago. 19. Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada absolutamente vos causará dano. 20. NÃO OBSTANTE, ALEGRAI-VOS, NÃO PORQUE OS ESPÍRITOS SE VOS SUBMETEM, E SIM, PORQUE O VOSSO NOME ESTÁ ARROLADO NOS CÉUS. Limpando a Casa Puxa realmente senti que algo havia mudado em mim, Jesus tinha entrado no meu coração. A seguir, para aumentar minha preocupação, ele disse que deveríamos destruir todos os meus pertences ocultistas, satânicos e principalmente o meu altar do alto-budismo Nichiren que estava ostentado no meu quarto. Tentei adverti-lo, tentei aconselhá-lo para não fazer tal coisa, mas ele insistiu e acabei consentindo, entramos no quarto e quando ele tocou no altar, ouvi uma voz de comando: —"Mate-o!" Parti para cima dele, mas ele se virou, impôs as mãos sobre mim e ordenou que o demônio saísse. Eu estava muito mal e apavorado. Ele quebrou o que pôde, mas quando foi tentar rasgar o pergaminho (gohonzon) eu pedi que não o fizesse por amor de sua própria vida, eu prometi que devolveria aquilo aos líderes. Em seguida, entrou em todos os cômodos da casa expulsando os demônios. Aconselhou-me a destruir todos os discos satânicos, punk's. Todos os livros, revistas, materiais de consulta, etc. Depois desse furacão, ele passou a me explicar como ler a Bíblia, ensinou-me sobre o batismo no Espírito Santo, nas águas, o falar em línguas, falou-me sobre quando tivesse medo invocasse o Nome de Jesus, abrisse a Bíblia, orasse muito, buscasse o Espírito Santo. Então resolveu ir embora, pois já era tarde. Eu não queria deixá-lo ir pois estava com medo, ele me repreendeu dizendo para confiar em Jesus Cristo e que no dia seguinte voltaria, para estudarmos a Palavra. E me presenteou com uma Bíblia. Quando ele foi, não larguei mais a Bíblia, comi e bebi cada palavra que lia, puxa eu não sabia que aquele livro era daquele jeito, era estranho, eu podia entender tudo o que era lido, que maravilha era aquela Bíblia. Minha mãe também fez o mesmo, ela chorou muito e estava extremamente feliz. Naquela noite não pude dormir direito, até que tentei, mas ao me deitar ouvi uma voz tremenda que me disse: —"Saia do quarto e vá para sala!" Imediatamente obedeci, eu estava apavorado. E vencido pelo cansaço adormeci. No dia seguinte fui despertado pela campainha, que me pôs em terror, eu gritava: —"Mãe, são eles! Vieram me buscar!" E minha mãe com muito amor e compaixão fez-me acalmar. Mostrando-me que não havia ninguém. Imediatamente peguei a minha Bíblia e comecei a devorá-la. Estava bastante preocupado com aquele "gohonzon" em casa, perguntei para minha mãe o que faria, ela me disse para que não me preocupasse pois devolveria aquele pergaminho, ligou então para o líder
  • 43. regional pedindo para vir buscar o tal objeto. Eles ficaram extremamente irritados, dizendo que não havia hipótese disso. NÃO PODERIA HAVER DOIS GOHONZONS NUMA MESMA CASA. SERIA PERIGOSO. Tentaram nos fazer reconsiderar, mas resumindo a história, o tal pergaminho foi parar na casa do meu líder direto. E note: depois de algum tempo, esse líder veio a morrer. "Está Lá Em Cima!" Bem, o meu amigo chegou em casa finalmente, trazendo-me uma porção de cassetes com pregações da até então missionária Valnice Milhomens (hoje ela é uma pastora), e as ouvi todas, várias e repetidas vezes. Estudamos sobre o batismo no Espírito, e durante o estudo, ouvi aquela mesma voz, mansa e tremenda que me disse: —"Está lá em cima!" Imediatamente, contei para o meu amigo, mas não deu muita bola. Ora, continuamos a estudar e novamente ouvi: —"Está lá em cima!" Então falei: —"Olha eu estou ouvindo que está lá em cima! Se você quer ficar aqui tudo bem, eu estou subindo." Sai da mesa, subi no muro e fui até o telhado de casa, chegando lá, senti que deveria abrir alguma telha e a voz disse: —"Não! Não está aqui, está ali!" A essa altura meu amigo já tinha subido para lá também, eu abri a telha apontada por aquela voz (desde quando uma voz, aponta para qualquer coisa? Mas foi exatamente assim que aconteceu), quando assim fiz quase cai do telhado devido o forte bafo de enxofre que subiu ao meu rosto, havia uma tremenda bruxaria bem acima do lugar onde estava minha cama. Meu amigo pegou aquilo, colocou num saco de lixo e queimou. E a partir daí, aquela mesma voz (o Espírito Santo de Deus) começou a mostrar-me outros locais onde haviam bruxarias, vodus, objetos familiares, etc. Se É Pra Mim, Eu Quero! Perguntei ao meu amigo sobre o batismo no Espírito Santo e o falar em línguas. Ele me disse que era uma promessa que eu podia receber, era um presente de Deus para mim; então naquela tarde, aproveitei que estava sozinho, entrei no meu quarto, abri minha Bíblia em Atos e falei com Deus: —"Olha Deus, ouvi dizer a respeito do Espírito Santo e do falar em línguas, eu desejo e quero essa experiência, aqui está a Tua Palavra que diz que eu posso tê-la, portanto a partir de agora, recebo o batismo no Espírito e te peço que me enchas." Então subitamente, senti que deveria dizer algo, abri minha boca e o que falei não era inteligível, eram línguas estranhas. Tivera sido batizado no Espírito Santo de Deus. Porém sem emoção nenhuma, sem relâmpagos, sem línguas de fogo aparentes; de certa maneira fiquei meio que frustrado. Pois me diziam que todas as pessoas sentem coisas grandiosas quando são batizadas no Espírito. Mas, comigo não aconteceu nada: nenhuma emoção, nenhum tremor ou arrepio. No entanto, eu não queria mais parar de falar em línguas, além de chorar e chorar. Meu irmão também aceitou a Jesus Cristo, dessa maneira a minha casa estava salva. Eu queria subir no telhado e gritar para o bairro inteiro que Jesus é o Senhor.
  • 44. Soube que meu tio, aquele que tivera sido iniciado pelo meu pai, viria em casa naquele dia; mais que depressa pedi para que o meu amigo fizesse o mesmo com ele, mas ele disse que não poderia, pois tinha compromisso, porém, disse que eu poderia pregar a ele sem problemas. Tio, Jesus Te Ama! Eu fiquei assustado, como eu poderia pregar para alguém? Afinal tinha aceitado a Jesus somente a dois dias! Mas ele me disse: —"Não se preocupe com o que vai dizer, Jesus nos prometeu que era só a gente abrir a boca que Ele a encheria!" Muito bem, meu tio chegou e a primeira coisa que eu disse para ele foi: —"Você sabia que Jesus te ama! Pode e quer salvar a tua vida!" Ele ficou assustado, não estava entendendo nada. Mas não o poupei, "metralhei-o" com os poucos versículos que sabia de cor. E glória a Deus, Jesus potencializou aqueles meros trechos bíblicos. Mais que depressa o pressionei na parede dizendo: —"Tio! Você sabe do meu passado, da minha vida! Jesus me salvou e pode te salvar! Você tem certeza que sabe aonde vai passar a eternidade? Aquele teu terreiro tem que ser destruído, senão você é que será! Aceite a Jesus agora tio!!! Meu pai te iniciou na destruição, e eu quero te iniciar nova vida com Jesus." Ele procurou evadir-se, disse que faria isso outro dia, que estava de saída, etc. Então, lancei um ultimato para ele: —"Quem te garante que você não vai morrer ao sair daqui? Tio aceita a Jesus! Ele te garante isso!" E pude ver então, meu tio em lágrimas, confessando o Senhorio de Jesus Cristo sobre a sua vida, renunciando o Candomblé, os orixás, exus, caboclos. E rompendo com o diabo. Eu coloquei minhas mãos sobre a cabeça dele, orei e expulsei o que poderia haver de demônio nele em Nome de Jesus. Em seguida, meu primo que estava presente (devoto da Maria) perguntou se eu poderia fazer o mesmo por ele. E mais uma vez oramos e confessamos o senhorio de Jesus Cristo. Senti-me o jovem mais feliz do planeta (eu estava com 18 anos), quem entrava em casa tinha que ouvir a minha pregação. E ninguém saia da minha casa sem antes aceitar a Jesus Igreja, Batismo e Vislumbres Do Chamado O meu amigo estava feliz da vida, e me disse que deveria encontrar uma igreja para congregar. Então, eu e minha mãe procuramos pelo bairro e encontramos uma igreja. No domingo pela manhã, fomos até lá, participamos da Escola Dominical e no final procurei o Pastor para poder aconselhar-me, disse para ele que minha vida tinha sido dedicada a satanás desde o meu nascimento, e tal, e etc. Quando ele me interrompeu e falou com um sotaque americano: —"Oh, non. Nós aqui non falar de Satan. Nos falar apenas de Jesus!" Eu fiquei meio chateado, pois eu necessitava aprender sobre como lidar com o diabo, e pensei que todas as igrejas fossem daquele jeito. Afinal como poderia alguém resistir a um adversário que nada sabe a respeito, ou que pensa ser ele inexistente e inativo. Contei o ocorrido para o meu amigo, ele perguntou onde tínhamos ido e mais que depressa marcou para fazermos uma visita à residência do seu Pastor.
  • 45. Chegando o dia marcado, fomos até a casa do Pastor em questão, logo ao entrar, os mais susceptíveis ao mundo espiritual sentiram a forte presença maligna na casa. Dei uma introdução do meu envolvimento com Satanás para o Pastor, então informou-me que deveria escrever num papel os nomes dos demônios, das práticas, etc. Imediatamente obedeci, e escrevi naquele papel o que pude lembrar-me, mas é óbvio que não conseguiria entrar em detalhes, não conseguiria montar um dossiê completo do meu passado num curto espaço de tempo. Sendo assim renunciei o que pude, e o Pastor expulsou todos os respectivos espíritos referenciados naquele papel. Note: a expulsão e a renuncia não tinham sido realizadas de forma completa, no entanto aqueles demônios realmente se foram, com a ordem dada em Nome de Jesus. Para em seguida voltarem com reforços. Digo voltarem, pois, o Senhor Jesus disse, que eles sempre tentam voltar - Mateus 12.43. A seguir, o Pastor deu-me o endereço de uma igreja na região onde morava, cujo pastor presidente acreditava nos dons do Espírito Santo, e era um pregador do Evangelho Pleno. Fiquei extremamente feliz em poder conhecer uma igreja de verdade. Mas para mim o meu amigo continuava a ser o meu líder, o foco da minha observação, atenção, admiração e imitação estavam voltados para ele. E prontamente se ofereceu para nos conduzir e apresentar ao homem que ficaria sendo o meu pastor. No domingo marcado e tão esperado, seguimos rumo à igreja, lá chegando, um forte senso de superioridade e prepotência tomou conta do meu ser, havia em mim um certo desprezo por aqueles cristãos. Tive vontade de ir embora, não queria ficar naquele local mal acabado, cheio de pessoas que me olhavam como se eu fosse um "alien". Quando começou o louvor, fiquei admirado com a qualidade e o estilo musical que tocavam, jamais poderia imaginar que os crentes poderiam tocar e cantar músicas agitadas; a alegria, o júbilo, a satisfação daquelas pessoas me contagiaram. Comecei a fazer tudo o que meu amigo fazia, se ele levantasse a mão eu fazia o mesmo, se ele pulasse eu pulava, se batesse palmas eu também batia. Ao finalizar o louvor, percebi que o guitarrista tomou a Palavra e pude então verificar que ele era o pastor. Comi cada palavra dita por aquele homem, ele falava sobre minha vida sem ter me conhecido. Após o encerramento fomos apresentados, conversamos muito e marcamos o batismo nas águas, a se dar num lago na região de Embú-Guaçu onde meu primo era pastor (esse primo tivera orado por mim durante muitos e muitos anos); puxa amei aquele pastor e sua mulher. Nós recebíamos uma maior atenção pelo fato de sermos recém chegados e isso causava certo ciúmes nos membros mais antigos. No dia do batismo, estavam reunidas muitas pessoas, alguns parentes, pastores e crentes locais. Vestimos as túnicas de batismo, meu primo e outro pastor ministravam, e em fila entramos no lago, primeiramente eu, depois minha mãe, meu irmão e meu tio. Logo a seguir, a mulher do meu pastor compartilhou uma visão que teve no momento que sai da água, disse ela que desceram dois anjos do céu e se colocaram do meu lado, um deles era um anjo do ministério de libertação, esse regressaria a Deus, até que eu tivesse sido qualificado para exercer tal ministério. Isso me deixou extremamente orgulhoso. Mas não sabia nada a respeito do que era "estar qualificado" e do porque aquele anjo teve que regressar a Deus até o momento certo. Deus!?! Aqui?!?
  • 46. Da mesma maneira em que o meu pastor e sua mulher pregavam-me sobre santidade, o meu amigo dizia que, embora eu devesse ter como prioridade largar o cigarro, que eu não me preocupasse com isso por enquanto. Note: ATITUDES LEVIANAS PARA COM O PECADO SEMPRE PRODUZIRÃO CONVERSÕES SUPERFICIAIS. Fui para um evento musical numa igreja e quando lá entrei, não vi Jesus e nem o Seu Espírito, o que vi foram casais de jovens no chão se beijando na penumbra, roqueiros a girar suas cabeças ostentando suas vastas cabeleiras, outros com os olhos esbugalhados a "sniffar" o nariz, além de ver uma minoria de jovens com a Bíblia debaixo do braço que sem muito jeito, arriscavam em dar um: Glória a Deus!; comecei a me sentir mal, aquilo era o meu passado, e não queria voltar para ele; eu pensava: "Se isso aqui é o mover de Deus ... quão grande é a roubada em que me meti! Onde é que está o poder de Deus, onde está a Sua Doce Presença." Eu comecei a achar tudo estranho, e pude pela primeira vez verificar a existência de duas classes de igrejas e crentes: os que são moldados pelo mundo, pela sociedade, e os que são excluídos da sociedade e do mundo; os primeiros recebem palmas, condecorações e elogios do mundo, os outros recebem títulos de "fanáticos, ignorantes" sendo odiados pela sociedade - tal e qual Jesus, Pedro, Paulo o eram. Mais que depressa corri daquele movimento, para a minha igreja; mas o estrago já estava feito, havia sido enxertado em mim UMA SEMENTE DE COMPLACÊNCIA, que seria manifestada anos depois. Ora, o tempo foi se passando, não faltávamos um único culto se quer. Salvo!?! Você?!? Num destes cultos, o pastor convidou um missionário do Rio de Janeiro para dar uma palavra. Ao finalizar o seu "joguete" de versículos, procurei-o para aconselhar-me, pois afinal, a ênfase do seu ministério, como tinha me sido dito era a Libertação (eu era um neófito), aproximei-me dele, contei algumas coisas que tinha praticado, disse que já tinha sido batizado nas águas e no Espírito, mas que ainda fumava. Pronto, aquele "ministro" soltou um verdadeiro sofisma para a minha mente, disse: —Olha Flávio, se você ainda fuma, de maneira nenhuma você se converteu, não há hipótese do Espírito Santo estar na tua vida, você não nasceu de novo, duvido muito que você tenha aceitado a Jesus e as línguas que você fala são satânicas. Me admira muito o pastor daqui ter compartilhado com o teu batismo nas águas, que não valeu de nada. —Mas nem tudo está acabado, veja bem o pastor aqui é de Deus, mas não "está com nada" no que se refere à Libertação. Venha comigo para o Rio, passe um tempo conosco e lá eu poderei cuidar de você, ai sim, você poderá dizer que é crente! —E aí qual é a tua resposta? Você vem ou não? Pode parecer loucura para o leitor, o que acabei de aqui dizer, mas aconteceu comigo, parecia que aquele homem, queria me levar para o Rio de Janeiro de qualquer maneira, ele estava me forçando a ir. Eu me senti mal, pois, eu já gostava muito do meu pastor, e porque ele falava aquilo dele? Afinal ele também não era um "ministro"? Comecei a não entender mais nada. Aquele novo contexto onde eu vivia, era mais complicado e disputado que o contexto satânico, de onde tivera sido tirado. Aquilo acabou comigo, aquele dardo tinha encontrado e penetrado o alvo, voltei para casa desesperado, confuso e o pior chateado com Deus, com o meu amigo e com todos os crentes. Eu pensava: —"Mentiram pra mim, agora eu estou perdido, se eu não tenho o respaldo de Deus, meu decreto de morte será cumprido!" Note: Eu estava completamente confuso por ser novo convertido, por não ter uma vida de leitura bíblica; tudo aquilo que os crentes falavam eu acreditava piamente, mas não me preocupava em conferir nada à
  • 47. luz da Palavra. O grande problema, penso eu, foi ter me exposto a diferentes segmentos "evangélicos", a diferentes "achos"; ou seja, uns diziam: vai, outros: não vai; uns diziam: pode, outros: não pode. E isso causou-me muita confusão e muitos problemas. É por isso que eu digo hoje: "— Cristão! Não aceite qualquer coisa que venha do púlpito! Exija a Bíblia! Amado, antes de tomar o remédio, LEIA A BULA!" Cessemos a maneira neófita de viver e caminhemos como os irmãos de Beréia, repare: Atos 17.10-11 10. E logo os irmãos enviaram de noite Paulo e Silas a Beréia; e eles, chegando lá, foram à sinagoga dos judeus. 11. Ora, estes (os de Beréia) FORAM MAIS NOBRES do que os que estavam em Tessalônica, PORQUE DE BOM GRADO RECEBERAM A PALAVRA, EXAMINANDO CADA DIA NAS ESCRITURAS SE ESTAS COISAS ERAM ASSIM. Ou seja, aqueles cristãos conferiam se aquilo que Paulo e Silas era verdade mesmo. "Ainda Não Acabou!" As lágrimas corriam pelo rosto. quando fui para a garagem da minha casa; lá sentei lamentando por ter sido ludibriado, então de súbito apareceu-me um ser espiritual, parecia um homem, só que tinha uns três metros de altura e vestia algo que parecia fazer parte de sua estrutura espiritual, era como que uma farda (armadura) de bronze escurecido. Falou-me com um "ar" de conselheiro: —"Ora, ora, vejo que agora percebes as coisas como realmente elas são, acaso nós não te falamos que tu serias envolvido na maior das mentiras? Por acaso esquecestes do porquê que o nosso mestre foi banido do céu, injustamente? Volte agora para os seus, pode até ser que tu sejas perdoado pela traição, mas o caminho será o sacrifício de tua vida contaminada por essa falsa doutrina, vês aquelas lanças do portão, pois bem, suba aqui e atire-se nelas, prometo acompanhar-te na nova vida." Enquanto estava completamente envolvido por aquilo tudo, surgiu do meu ventre o Nome de Jesus subindo pelo meu espírito, de tal forma que gritei: —"Jesus, socorre-me!" Imediatamente aquele ser mudou sua fisionomia de bondade para ódio declarado e sumiu no meio duma fumaça, esbravejando: —"Ainda não acabou!!!" Senti-me aliviado e espantado diante daquela experiência. Pude verificar que Jesus era realmente por mim, e o Seu Poder era algo tremendo. Aquele era um dos "mentores do passado" que me assistiam, era um espírito territorial que raramente se curvava a outros demônios. Porém, com o Nome de Jesus, ele teve que sumir. Mas num certo feriado, fomos para o sítio do meu amigo e lá, estando só, fui poderosamente impelido a me anestesiar de alguma maneira - o manto negro retornava, quando deram uma brecha, sorrateiramente fui até a cidadela, comecei a beber e beber. Vieram atrás de mim (minha mãe e mais pessoas) e levaram-me já embriagado de volta para o sítio, não queria ficar ali de maneira nenhuma, resolvi fugir pela mata a dentro, correndo como quem foge da morte; estávamos no inverno e já era noite. Quando percebi que estava perdido, meus olhos espirituais foram abertos e vi que alguns seres sarcasticamente riam e diziam: —"Vamos corra, fuja, nós te esconderemos!" Corria pelo mato como um louco, saltei diversas cercas de arame farpado machucando-me todo, quando dei por mim, estava no chão com um revólver apontado na minha cabeça. Eu havia invadido um sítio e o
  • 48. proprietário me bateu, gritando que ele teria me dado um tiro. Descobriram da onde tinha saído e me levaram de volta. No dia seguinte, acordei sem muitas lembranças do ocorrido, mas a acusação de Satanás já estava em ação, pensei em desistir de tudo, pensei que para mim tudo estava acabado. Mais tarde minha mãe compartilhou que naquela madrugada anterior ligaram para São Paulo, para a casa do meu Pastor e imediatamente entraram em intercessão por mim. Foi o momento que me encontraram naquele sítio que tinha invadido. Isso serviu-me para aliviar. Afinal minha igreja tinha intercedido e Deus tinha enviado seus anjos para ajudar-me, conclui que Deus não estava "bravo" comigo. Alguns dias depois, fomos a um culto no meio da semana e no caminho um forte sentimento de vergonha começou a incomodar-me, puxa a igreja toda sabia do que tinha acontecido. Lá chegando, para minha surpresa fui recebido com carinho, amor e atenção. Ora, aquela era uma reunião de ministração de cura, libertação e outras áreas relacionadas com o corpo e a alma. Resolveram orar por mim e minha mãe, colocaram-nos debaixo do Poder de Deus e detectaram alguns demônios, e lidaram especificamente com os líderes que estavam conosco e que se relacionavam entre si. Depois de terem sido discernidos foram expulsos quatro demônios. E nos disseram: —"Vocês estão libertos!" Complacência, Mesmice e Afins O tempo se passou e percebi que aquele "fogo da conversão" estava começando a minguar e aguar. O espírito da Complacência adquirido naquela igreja "pós-moderna" começava a atuar. Certa manhã, fui convidado a participar dum ensaio para uma apresentação na Escola Dominical, haviam alguns irmãos antigos e eu não estava muito a vontade com eles, pois era muito novo ali. Mas os ouvi, como que sussurrando para que eu não soubesse, eles diziam: "— Tá vendo, é só chegar algumas pessoas com melhor aparência, que o Chefão (o Pastor) fica todo derretido ..." E como se eu tivesse ainda no passado, tive desejo de arrebentá-los com minhas habilidades, mas preferi delatá-los ao Pastor. Haveria de causar um enorme estrago naquela igreja. O pastor ficou extremamente chateado, (a seta, o dardo tinham sido aceitos) deixou de vir a alguns cultos, disse que iria sair da igreja, as pessoas começaram a se sentir abandonadas, confusas e magoadas. E houve uma certa divisão na igreja. Mas glória ao Nome de Jesus, o amado pastor detectou o que era aquilo tudo, bateu o pé no chão, expulsou aquela autocomiseração e auto-compaixão, e reassumiu o seu lugar de Líder e Ministro de Deus no lugar onde era o plano do Pai para ele. A igreja tomou um novo rumo, mas ainda haviam rumores de intrigas internas, principalmente sobre mim. Passando o tempo, fui convidado a fazer um concurso público para arrumar um emprego; ora, fazia muito tempo que eu não pegava num livro escolar, porém a tal pessoa que convidou-me (uma irmã da igreja) falou que conhecia as pessoas certas e me arrumaria o gabarito do concurso, além de apresentarme alguém que falsificaria um diploma. Obviamente arrumei o emprego, e minha consciência parecia não me acusar, pois eu tinha o aval de uma "cristã" da minha igreja. Minhas "recaídas" continuavam. Mas eu já tivera aprendido a usar máscaras e disfarces frente a congregação. Ingressei no Ministério de Louvor, parecia que as coisas estavam se encaixando, a igreja tomou um novo rumo de fé adquirindo uma nova visão.
  • 49. Fogo Estranho No Altar Num determinado culto, estávamos ministrando o louvor e já fazia mais de um mês que não bebia, nem fumava. No meio da execução de uma música, comecei a passar mal, a pressão caiu, parecia que iria morrer ali mesmo, tive uma intensa falta de ar; a mulher do pastor me olhava preocupada com o que estava acontecendo, perguntando-me se estava tudo bem, mas eu estava literalmente "morrendo" aos olhos de todos, parei de tocar, encostei-me na parede, quis pedir socorro mas a voz não saia. Finalmente o Pastor encerrou o louvor e tomou a Palavra. Após o culto, já um pouco melhor, fui procurado pela mulher do pastor me dizendo que alguém da igreja tivera uma visão no meio do louvor, dizia ela que uma enorme serpente entrou pela igreja rastejando pelos bancos, passando pelas pessoas, vindo em minha direção; ao chegar em mim ela se envolveu pelo meu corpo, amarrando-me e derrubando os meus instrumentos, depois me largou e abocanhou um outro músico, engolindo-o. Agora observe, esse outro músico tivera sido o pilar usado por Satanás para iniciar aquela rebelião na igreja, já descrito aqui. E por ele ter me usado como argumento para isso, criamos uma certa inimizade mútua a princípio, já tínhamos esquecido tudo, mas Satanás jamais esquece. E depois de alguns anos, aquela semente de rebelião e adultério, adormecidas voltariam ainda a tona. Note: Todo o pecado perdoado não da Base Legal à Satanás. Se aquilo tudo veio à tona novamente, foi porque não houve um arrependimento genuíno. E com relação a mim, basta observar o que aconteceu com Nadabe e Abiú, oferecendo fogo estranho diante de Deus - Levítico 10.1-3; eu estava na plataforma "ministrando" ao Senhor, recheado de bases legais satânicas, aquilo foi um prato cheio para o diabo me matar ali mesmo, mas a misericórdia de Deus é maior que tudo, Ele não permitiu; no entanto para o meu próprio bem, tive que sair do louvor. Me Ajudem!!! Minhas habilidades e poderes ainda estavam atuantes, eu ainda saia do corpo mas diziam-me que eram os dons do Espírito Santo e arrebatamentos. Eu olhava para as pessoas da minha igreja e facilmente podia ver e ler pela clarividência suas mentes, mas me diziam que era o dom de "visão aberta", se aflorando. Minhas recaídas tiveram um reinicio. E comecei a ser suspenso das atividades ministeriais da igreja, mas se passava algum tempo, pedia perdão ao Pastor, "provava" que tinha mudado e ganhava uma nova chance de trabalhar na obra. Porém não durava muito, eu recaía e parava no "banco" novamente, eu parecia mais com um "iô-iô", do que com outra coisa qualquer. Nesse meio tempo comecei a verificar que muitos dos irmãos conseguiam ter um prazer macabro em julgar e jogar a primeira pedra, e aquilo estava acontecendo. Era estranho, os crentes (sempre que eu falo assim, não falo de maneira geral) sempre achavam mais fácil estender o dedo em acusação, e diante disso calava-me, não me abria com ninguém e tinha muito medo do pastor. Eu o amava, eu queria ajuda, eu queria desabafar, mas não sabia sobre o que desabafar; eu não sabia qual era o meu problema, se era espiritual, ou apenas a manifestação da carne. Por fora, eu fazia a linha: "crente popular sem nenhum problema aparente", mas por dentro eu era o mais solitário do mundo, sempre fugindo de um relacionamento maior com os meus irmãos cristãos. Eu pensava:
  • 50. "Deus, eu quero ser uma pessoa normal, eu quero ser feliz, eu quero ser amigo do meu pastor. Deus, como eu posso ser "vacilão", se tenho tantos dons e poderes fluindo hoje na minha vida. E se eles não são teus, porque não me falam e expulsam. Deus, revela a minha situação para alguém." Era cômodo me chamarem de "carnal", "vacilão" e "—Ah! Você não quer nada com Deus!"; difícil era encontrar alguém que quisesse saber ao certo, o que estava por detrás de tudo aquilo. Sabe porque? Porque é difícil, exige tempo diante de Deus, exige amor, compaixão, perdão, renuncia de si mesmo e exaustão. Veja o que a Palavra diz: Ezequiel 22.30 30. Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante mim, a favor desta terra, para que eu não a destruísse; MAS A NINGUÉM ACHEI. Isaías 58.6 6. Porventura, não É ESTE O JEJUM QUE ESCOLHI: que soltes as ligaduras da impiedade, desfaças as ataduras da servidão, deixes livres os oprimidos e despedaces todo jugo? João 15.13 13. Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos. Gálatas 6.2 2. Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo. Outra situação é que grande parte da liderança eclesiástica, faz dos seus "achos" uma base para ministrar e ensinar. Eles tem "achado" que toda a Cura Divina e Libertação são instantâneas, caso contrário, não passam de "incredulidade", "descaramento" e "carnalidade". Mas o que Deus "achou" foi um pouco diferente, é óbvio que existem curas e libertações instantâneas, mas digo sem pestanejar, algumas serão progressivas. Veja o exemplo do Senhor Jesus; nem sempre as Suas Ministrações obtiveram respostas instantâneas: Lucas 17.11-15 14. (...) e aconteceu que INDO eles, ficaram limpos. 15. (...) um dos dez, VENDO que fôra curado, voltou dando glória a Deus em alta voz. Foi no caminho que os leprosos se viram curados e um deles voltou, porque na caminhada para se mostrar ao sacerdote se viu curado. Marcos 11.12-14, 20-22 14. (...) Então lhe disse Jesus (à figueira): Nunca jamais coma alguém do fruto de ti! E seus discípulos ouviram isto. (...) 21. (...) e passando eles pela manhã, VIRAM QUE A FIGUEIRA SECARA DESDE A RAIZ. (...) A figueira começou a secar desde a raiz, no momento em que Jesus falou, porém demorou um dia para se ver o resultado. Outros, "acham" que basta dar uma ordem geral para o diabo sair de uma vida, que está tudo feito, a pessoa em questão está realmente liberta. Porém, alto lá, não é bem por ai, eu creio que há libertações dessa maneira mas, o diabo é legalista, ele não é idiota meu irmão, se houver em alguém, algum ponto que sirva de base legal, ele não vai sair e pronto! Não se iluda com os teus "achos". Ele só deixa uma vida quando as bases legais, pactos e envolvimentos forem detectados, renunciados e expulsos. E no caso da base legal, ela tem de ser destruída e lacrada com o Sangue de Jesus Cristo. Em suma, quando há um genuíno arrependimento e como consequência o perdão.
  • 51. Saiba leitor, uma coisa é libertar uma pessoa que foi um freqüentador da macumba, do candomblé, ou foi esotérico, lia horóscopo, etc. Esse tipo de pessoa tem um tratamento instantâneo, via de regra. Agora, outra coisa é a libertação de um satanista, devido o seu alto grau de envolvimento aberto com o diabo, seus poderes, conhecimentos, bases legais, e uma multidão de outras coisas; eu digo por experiência, A LIBERTAÇÃO SERÁ PROGRESSIVA. Agora observe o meu caso, o primeiro pastor que conheci expulsara de mim cerca de trinta demônios, cujos nomes eu lembrava. Outro pastor detectara e expulsara quatro demônios líderes. Note: só do meu pai tinha herdado mais de vinte e três demônios, que exerciam liderança sobre outros, a cada lugar que conhecia, a cada pacto que assinava, a cada novo envolvimento, a cada adversário destruído, a cada ritual praticado, a cada vez que bebia sangue, eu recebia mais e mais demônios. E de acordo com o ensinamento de Jesus acerca da Estratégia de Satanás (Mateus 12.43-45), havia em mim agora mais 238 demônios piores dos 34 que foram expulsos pelos pastores em o Nome de Jesus, e isso, mencionando somente estes que os ministros expulsaram: Repare: Nem que fossem 1.000 demônios. Uma vez que todos fossem expulsos, sem a existência de uma base legal (pecado), não poderão nunca mais voltar. Mateus 12.43-45 43. (Disse Jesus) E quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, porém não encontra. 44. Então diz: Voltarei para minha casa de onde sai. E, voltando, a encontra VARRIDA e ADORNADA. 45. Então, VAI E LEVA CONSIGO OUTROS SETE ESPÍRITOS PIORES DO QUE ELE, E, ENTRANDO, HABITAM ALI; E O ÚLTIMO ESTADO DAQUELE HOMEM TORNA-SE PIOR DO QUE O PRIMEIRO. Assim também acontecerá a esta geração perversa. Aqueles demônios voltaram porque, as bases legais, as áreas em que atuavam não tiveram sido renunciadas e nem destruídas. Aquelas expulsões demoníacas em mim realizadas não chegaram nem na metade daquilo que tinha me envolvido. Dessa maneira, os demônios encontraram a mesma legalidade do passado, trouxeram reforços e o meu estado notoriamente piorou. Observe: quando expulsamos Satanás e seus anjos, e no lugar deles entra o Espírito Santo, eles não podem mais voltar. O Grande problema é que deixamos o espaço vazio, quando o nosso COMPROMISSO com o Senhor é apenas algo superficial, quando ficamos à margem de um relacionamento Real com Jesus. Eu permaneci preso nesse sofisma durante muitos anos, claro que eu deveria fazer alguma coisa, tomar uma posição diante de Deus, fugir do pecado, e assim por diante. Mas, diante dos fatos eu só poderia fazer isso efetivamente se tivesse sido verdadeiramente liberto. Era a mesma coisa que passar algum perfume, vivendo dentro de uma piscina de esterco; eu só poderia me perfumar, quando tivesse de fato saído da tal piscina. Por outro lado, eu creio que pessoas investidas de firmeza e determinação, podem se ver livres de qualquer influência, tanto carnal, quanto espiritual. Pois, a despeito de tudo, os demônios NÃO PODEM AGIR NA VIDA DE NINGUÉM SEM O SEU CONSENTIMENTO. Mas, uma vez que, de uma maneira ou de outra, conseguem a permissão para agirem, fica cada vez mais difícil para a pessoa em questão, se valer de autodeterminação, domínio próprio e por aí afora. Após quatro anos de conversão, sem tocar em nenhuma garota eu vim a olhar de maneira diferente para uma irmã que correspondia às minhas orações. Eu estava numa boa fase na igreja, tinha voltado ao louvor e comecei a fazer aquilo que a liderança tanto queria de mim: Tomei uma posição! (Mas, na minha própria força - "Passei o tal perfume"). Ora nos apaixonamos e começamos a namorar, tudo era muito perfeito, parecia que realmente Deus estava abençoando aquele namoro. Era muito zeloso para com ela, então tal e qual a história do meu pai, minha máscara caiu e não pude mais esconder quem eu realmente era.
  • 52. A Busca A nossa vida afetiva começou a ser detonada, várias recaídas, cenas de ciúmes extremos, vexames e etc. Porém ela me amava realmente e com o seu apoio e dedicação começamos a procurar ajuda juntos. Fomos para os Alcoólatras Anônimos, para os ministérios que fazem "talk shows - entrevistas" com demônios, auriculoterapia (um tipo de acupuntura na orelha), psicologia, etc. Nada dava resultado. Num dia de desespero, aceitei me internar numa chácara evangélica, minha namorada tinha ficado bastante feliz com tal atitude. Lá chegando, experimentei o pior momento para a minha vida naquela altura dos acontecimentos: renunciar por nove meses, minha família e minha namorada; foi terrível, mas aceitei. Após os meus terem ido embora, resolvi encarar tudo aquilo e dediquei-me ao máximo nas nossas tarefas diárias, nos cultos, nas reuniões e quando tínhamos tempo livre, eu os preenchia com louvor, adoração e oração. Rapidamente fui levantado auxiliar daquele lugar, a liderança do louvor foi colocada nas minhas mãos. Após isso, fui levantado como pregador local onde dividia as pregações com o Diretor da chácara. Recebíamos diversas visitas de outros ministérios e os pastores, missionários que vinham ministrar sempre me davam uma palavra profética. Era eu quem selecionava as pessoas para visitarmos as igrejas locais em São José dos Campos, era considerado um prêmio poder sair da chácara e ir para a cidade. Nas igrejas, sempre era convidado a sentar-me junto com os ministros na plataforma, a dar uma palavra ou a ministrar algum louvor. Na chácara sempre era acordado na madrugada para expulsar algum demônio manifestado em algum rapaz. Puxa, eu amava estar naquele lugar, embora tivesse muitas saudades da minha família e principalmente da minha namorada, eu pensava estar no Centro da Vontade de Deus, pois afinal, o meu sonho e desejo era ter a oportunidade de trabalhar para Deus e isso parecia estar acontecendo. Um, Dois e Três Tempos Certa vez, fomos a um culto de uma conhecida e muito amada serva de Deus, o ministério da qual ela pertencia tinha uma de suas bases naquela cidade e para minha surpresa ela mesma estaria ministrando. Ora, no momento da ministração, ela orou por mim, e recebi uma palavra profética que dizia: —"Assim te digo: Um Tempo, Dois Tempos e Três Tempos; e tudo te será esclarecido, eu sou e estou contigo, por mais que as circunstâncias mostrem o contrário. Persevere, pois eu sei o que faço e nenhum há que possa te livrar da minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá? Eu te amo, não desfaleças diante do que virá, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza." Estávamos no ano de 1994 e "um, dois e três tempos" era uma referência a três anos, então em 1997 haveria de acontecer algo grande da parte de Deus para mim. Mas guardei aquilo no meu coração. Saiba leitor, que a palavra de um profeta tem que cumprir, senão a tal pessoa é uma farsa, e quer chamar atenção para si mesma. Mas, você verá, no decorrer da leitura, que esta profecia se cumpriu literalmente. Desde que aceitei a Jesus, até hoje, recebi centenas e centenas de palavras proféticas, mas, menos que a metade se cumpriu - Deus prometeu ao povo de Israel, ir para Canaã, mas não puderam entrar; pela incredulidade, desconfiança, etc. Chegou então o Natal, foi algo realmente terrível, passar aquela data longe dos meus e da minha namorada; depois de ter ministrado o louvor, sai do salão e fui chorar diante de Deus pelas saudades que sentia. Não suportando mais aquilo, resolvi afastar-me mais ainda de todos com o fim de "arrebatarme", ou seja, projetar-me para dar uma olhadela na minha namorada que com certeza estaria no culto de Natal na minha igreja.
  • 53. Como no passado, sai do corpo sem nenhuma dificuldade e fui até ela, chegando na igreja, beijei-a, disse que a amava e regressei ao meu corpo. Note: Quando saí da chácara e voltei com as minhas malas para São Paulo, encontrei-me com a minha namorada e perguntei a ela sobre aquilo tinha feito naquele Natal, descrevi as pessoas, as roupas, a pregação, etc. Ela ficou abismada e confirmou toda a minha descrição, inclusive que tinha sentido a minha presença junto dela. Certa manhã chegou na chácara um rapaz que logo percebi uma familiaridade espiritual, depois de conversarmos um pouco ele se abriu, dizendo-me que era um wiccan e um bruxo da linhagem dos Druidas, disse que estava lá para se tratar da cocaína; mal falei de Jesus e ele logo quis aceitá-lo, se ajoelhou e subitamente começou a falar em línguas. Achei aquela facilidade um tanto estranha, mas deixei pra lá. Não demorou, e ele estava no louvor também. Foi levantado auxiliar e juntos começamos a penetrar o mundo espiritual "de Deus" (era o que eu achava). Ele dizia os nomes dos anjos (demônios) que vinham para mim, à medida que ganhava um novo dom ou ministério. Éramos "arrebatados juntos" e começamos uma "batalha espiritual", pois o ambiente na chácara era de homicídio e homossexualismo. Identificamos os demônios, e na época não sabia, mas aqueles espíritos que "combatíamos" eram os mesmo anjos protetores, que outrora tiveram sido enviados para proteger-me, conforme as palavras daquela pessoa. Comecei a ficar abalado espiritualmente, parecia que eu estava de volta ao ocultismo satânico. Então numa tarde, fui ligar para casa, quando coloquei os pés na rua, um manto negro caiu sobre mim e como um "fantoche" nas mãos de Satanás, fui beber. Voltei à chácara completamente embriagado e com um desejo enorme: matar aquele amigo; eu gritava: —"Eu sei quem você é! Os iluminados te mandaram para destruir-me!" Depois de tal confusão, deram-me um medicamento e adormeci. No dia seguinte, pedi perdão a todos, inclusive àquele amigo e recomecei do zero a minha estada naquele lugar. Mas não demorou muito e o mesmo aconteceu, só que desta vez não pedi perdão a ninguém, arrumei minhas malas e parti daquele lugar. Chegando em São Paulo, tive um sentimento pleno de liberdade. Menti para minha mãe dizendo que tinha sido liberado, procurei minha namorada e reiniciamos nossa vida. Tudo estava caminhando bem; eu estava com a minha namorada e tinha voltado para a minha antiga igreja. No mês de fevereiro, acontecia o nosso retiro anual; numa certa tarde tivemos a presença de uma unção diferente, onde os pastores e liderança, estariam ministrando a cada um; quando chegou a minha vez, chamaram também a minha namorada; fomos ministrados e nos disseram que já estávamos ligados no âmbito espiritual e que isso seria completado no casamento, disseram-nos que Deus já nos via como um só, e a obra seria regada por muita perseguição, seria algo realmente tremendo. Aconselharam-nos que deveríamos orar mais um pelo outro, entrar na brecha juntos, pagar o preço, pois o diabo se levantaria para deter tais planos celestiais. Não fizemos nada do que nos foi dito e como consequência através de minha fraqueza o diabo conseguira nos separar. Após uma grande bebedeira, já sem nenhuma consciência dos fatos, fui impelido para a casa dela, onde foi armado um grande escândalo, culminando na separação. Nós nos amávamos, mas ela não podia mais aguentar a minha situação, ela também não entendia o que me acontecia, também achava que eu não queria nada com Deus e muito menos com ela. Ela era o meu ídolo - esse tivera sido o meu principal erro: fazer da minha namorada um ídolo, e sofri demais, faria de tudo para tê-la de volta naquela época, mas por mais que eu me esforçasse e tivesse momentos de possível reconciliação, mais vezes eu recaía e perdia tudo de novo. A razão da minha vida era ela.
  • 54. Nesse tempo sai da minha igreja, procurando ajuda e respaldo em outras, era incrível qualquer igreja que eu entrava rapidamente eu estava nos bastidores ministeriais. A Bíblia declara que uma pessoa "neófita" não pode ter cargos. Mas isso não era regra no meu caso. De alguma maneira, eu conseguia a confiança de todos. É difícil acreditar, mas penso que isso era a Mão de Deus. Eu jamais poderia falar com autoridade de algo que eu não tivesse experimentando e visto. Porém, Deus estava dando-me a oportunidade de conhecer os diferentes ministérios e igrejas, e verificar que a grande maioria, está sem discernimento nenhum. Afinal, os próprios pastores desses diferentes ministérios e igrejas, colocavam-me nos bastidores, davam-me a palavra, e como eu ainda tinha sérios comprometimentos satânicos, poderia com certeza, danificar a mente muitos e muitos cristãos, através de sofismas. No entanto, Deus não permitiu que eu se quer, pensasse sobre isso. Deus está dizendo para quem tiver ouvidos: Pare de mimetizar o mundo! Pare de tentar descobrir métodos mundanos para atrair pessoas para suas igrejas! Pare tudo! Arrepende-te, confesse teus pecados e busque a face de Deus, enquanto ainda é tempo oportuno! Traidor, Vais Morrer! "Acaso será referida a tua bondade na sepultura? A Tua Fidelidade nos abismos? Acaso nas trevas se manifestam as tuas maravilhas?" "Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também;" Sl.88.11-12; 139.8 Numa dessas últimas igrejas, num determinado culto chegara a hora da ministração e fui a frente receber oração; mais tarde minha mãe disse que tinha visto um grande ser espiritual, muito alto com vestes de um bronze escurecido na minha frente, cujas asas negras envolviam o meu corpo, como que abraçando-me (isso na hora em que fui receber oração!), então se colocaram dois anjos da parte de Deus, um de cada lado, mas não faziam nada para retirar aquele grande ser. Note: Os anjos de Deus não fazem nada, a menos que sejam comandados para tal, ou seja, a menos que Deus dê a palavra de ordem baseada na Sua própria Palavra referente a um assunto, eles não podem fazer nada. Pois não há base legal para agirem, eles não têm um mandato. Mas repare que é Deus quem dá ordens aos anjos ao nosso respeito, e não nós. Embora sempre que nos valemos de uma promessa de Deus. Temos Sua Ordem. Dois dias depois, estávamos próximos ao Natal e não havia mais ninguém em casa, quando um manto negro caiu sobre mim; procurei alguma coisa química para beber, não achando nada recorri aos vizinhos, dizendo que precisava de álcool para limpar uns objetos. Deram-me o álcool de limpeza e sem pestanejar ingeri grande parte do frasco, quando voltei a mim, estava fora do corpo físico preso somente por um fio (parecia energético) de prata, estava dentro de um taxi, era difícil permanecer dentro do meu corpo. Meu irmão ia junto com o motorista que também era crente, minha mãe ia atrás tentando me manter no corpo, todos iam orando em línguas. Numa das vezes que voltei para o corpo "apaguei", fui levado para o Hospital São Leopoldo em Santo Amaro, chegando lá disseram não ter condições de tratar do meu caso mesmo sendo urgente; chamaram então uma ambulância Resgate do Hospital Militar para me levar. Dentro da ambulância, ainda lutava para permanecer no corpo, via na minha frente aquele ser de bronze escurecido tentando agarrar-me, eu gritava para minha mãe - ela não podia ouvir-me, mas ela somente orava em línguas e lembrava a Deus de Suas promessas e planos ao meu respeito. Finalmente fui violentamente retirado do corpo, mas ainda estava com aquele fio de prata ligado ao meu físico, fui levado para baixo, eu só descia e descia e descia, até que uma outra mão segurou-me com firmeza, levando-me para cima, não sei dizer se era um anjo ou não, só sei que aquele principado da morte não o temia, ele só era detido pela proteção do Santo Espírito de Deus que envolvia tanto a mim quanto aquele ser, ou anjo.
  • 55. Aquele anjo começou a dizer-me: —"Não podes permanecer aqui! Somente fui enviado porque teu Pai Celestial é rico em misericórdia e ouviu a intercessão de tua mãe e daqueles que foram levantados pelo Seu Espírito para se colocarem na brecha por tua vida. Tu és um príncipe de Deus e não podes permanecer aqui. Portanto voltarás, e farás aquilo que o teu Deus planejou desde o princípio. Vai, pois o teu primeiro ciclo não foi completado." Note: Uma pessoa por mais drogada, alcoolizada e anestesiada que esteja, ao sair do corpo, ela tem plena consciência dos fatos, os seus sentidos são 100% potencializados. Pelo que não há hipótese de argumentarem dizendo que eu tivera uma alucinação. Diante de fatos não há argumentos. Repare que o único pecado que a Bíblia diz não haver perdão é o Pecado contra o Espírito Santo. O suicídio (que tivera sido praticamente o meu caso), pode sim, se houver arrependimento no processo entre a vida e a morte, ser efetivamente perdoado. Por exemplo, imaginemos alguém se atirando do último andar de um prédio, no caminho para se espatifar na calçada, se ele se arrepender, será sem dúvida perdoado. É óbvio que ele não desfrutará daquilo que Deus tinha planejado para ele. No entanto, ele terá sido perdoado. Quando voltei ao corpo, estava na UTI do Hospital Militar e algumas enfermeiras e paramédicas, satanistas foram tocadas para afrontarem minha mãe concernente a sua Fé em Deus. Mas a chefe da equipe médica era uma serva do Altíssimo e deu permissão para que minha mãe entrasse comigo. Voltando do coma, após algumas paradas-cardíacas meu quadro clínico se estabilizou, mas ainda permanecia na UTI. Na madrugada, acordei dos sedativos e vi que não estava só, além dos plantonistas haviam três pessoas de túnicas pretas com as mãos estendidas para mim (não eram demônios eram pessoas projetadas) saía de suas mãos focos de luz e energia, mas não conseguia tocar-me, parecia que eu estava dentro de uma bolha de proteção. Quando percebi que eram ocultistas satânicos, comecei a passar mal, os enfermeiros vieram atender-me e aquelas pessoas já haviam desaparecido. Perguntei se o enfermeiro havia visto, mas ele pensou que eu estava tendo alucinações. No dia seguinte fui levado para o quarto, depois de algumas horas senti necessidade de ir ao banheiro, já não estava só novamente e fui tocado por alguém, entrei em coma e acharam-me estendido no banheiro, novamente parei na UTI. Passei o Natal naquele Hospital. E após alguns dias recebi alta e pude ir embora. Ora minha vida não tinha mudado, o pior estava acontecendo, minhas emoções estavam ficando cauterizadas, já não acreditava no meu chamado celestial como antes, já concordava com a imagem que todos faziam de mim. Começava a guardar ressentimentos pelo fato dos ministros e líderes não conseguirem descobrir o que estava me acontecendo. No entanto, eu tinha um sentimento no espírito de que eu estava no Centro da Vontade de Deus, pois afinal nunca desisti, nunca deixei de recomeçar a carreira para mim proposta, mesmo diante de todas essas experiências que descrevi neste capítulo. As pessoas conhecidas diziam-me para desistir de tudo: —"Amaldiçoa esse teu Deus e morre! Você é louco de insistir nesse caminho que não dá em nada." Mas, dizia a plenos pulmões e sempre em prantos pela minha situação: —"Oh, Deus, ainda que eu seja lançado no fogo do inferno, eu direi para o diabo e seus anjos que Jesus é o Senhor! Eu não entendo o que me está acontecendo, mas eu grito para o mundo e para o inferno: Eu sei que o meu Redentor Vive!!!" Permita-me Dizer Muito bem, estamos entrando no final da primeira parte deste capítulo e quero compartilhar com o amado leitor que, as experiências aqui descritas não representam nem 50% daquilo que passei. Muitos satanistas revestidos de ovelhas procuraram me destruir, sempre usando de intelectualidade, de religiosidade evangélica como disfarces, mas glória a Deus, eu sempre descobria as conexões desses
  • 56. "pseudo-cristãos" com os satanistas americanos como os da Irmandade, do Avatar, e dos europeus como o Templo de Caim, conseguindo de alguma forma fugir. No meio de todas essas experiências, nunca deixei de ir as igrejas, desta maneira conheci muitas, de quase todas as denominações e sempre fiz parte dos bastidores ministeriais. Agora deixe-me dizer algo muito triste, mas que ainda é uma realidade nas igrejas hoje; lá nos bastidores, na hora do cafezinho sempre vinha a mim algum líder ou ministro, falar mal de outro, expor os defeitos e pecados de outro pastor, usavam (e ainda usam) o púlpito, a plataforma para combater outros ministérios. Ninguém me contou, eu vi e participei dessas contendas. Além da grande maioria estarem usando os púlpitos para ensinarem um Evangelho que o próprio Jesus desconhece, um evangelho complacente, "cor de rosa", filosófico, metódico e mundano. A coisa está mudando, glória a Deus; muitos são os pastores e líderes que estão despertando da latência e estão voltando para a santidade; mas nós ainda somos o único exército no universo que atira nos seus próprios soldados, além de, permitirmos o oferecimento de fogo estranho no altar. Posso até perceber que alguém do outro lado do livro está dizendo ou pensando: —"Tá amarrado! Esse irmão está falando negativo!" Ora pensem o que quiserem, os "achos" alheios não me importam muito, só peço um favor no amor de Deus, vamos tirar as nossas máscaras e vamos achar aquilo que Deus "achou": Tiago 3.13-16 13. Quem dentre vós é Sábio e Entendido? MOSTRE, pelo seu BOM TRATO, as SUAS OBRAS em MANSIDÃO de Sabedoria 14. mas, se tendes AMARGA INVEJA, e SENTIMENTO FACCIOSO em vosso coração, não vos GLORIEIS, nem MINTAIS CONTRA A VERDADE. 15. ESSA NÃO É A SABEDORIA QUE VEM DO ALTO, mas é TERRENA, ANIMAL E DIABÓLICA. 16. Porque onde HÁ INVEJA, E ESPÍRITO FACCIOSO, aí há TODA A OBRA PERVERSA." Levítico 10.1-3 1. NADABE E ABÍU (crentes legítimos, que estavam sendo sinceros, porém sinceramente errados), filhos de Arão, tomaram cada um o seu incensário, puseram neles fogo, puseram incenso sobre eles, E TROUXERAM FOGO ESTRANHO PERANTE A FACE DO SENHOR, O QUE NÃO LHES ORDENARA. 2. Então irrompeu fogo de diante do Senhor, e os consumiu, e morreram perante o Senhor. 3. Disse Moisés a Arão: ISTO É O QUE O SENHOR DISSE: SEREI SANTIFICADO NAQUELES QUE SE ACHEGAREM A MIM, E SEREI GLORIFICADO DIANTE DE TODO O POVO. Porém Arão se calou. E não adianta dizer para mim: —"Tá amarrado!" O que adianta é irmos juntos à: Isaías 58.9 9. Então clamarás, e o Senhor te responderá: gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui: SE TIRARES DO MEIO DE TI, O JUGO, O ESTENDER DO DEDO E O FALAR VAIDADE. Hebreus 12.14-16 16. SEGUI A PAZ COM TODOS, E A SANTIFICAÇÃO, SEM A SANTIFICAÇÃO NINGUÉM VERÁ O SENHOR. 17. Tende cuidado de ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem.
  • 57. 18. NINGUÉM SEJA DEVASSO, OU PROFANO, COMO FOI ESAÚ, que por uma refeição vende o seu direito de primogenitura. Terceiro Tempo - A Visitação Pois bem, estava no ano de 1997, ano este da profecia proferida a mim, por aquela serva de São José dos Campos em 1994. Ora, nada dava a entender que algo aconteceria, eu estava arrebentado no corpo, na alma e no espírito; as circunstâncias a minha volta eram as piores possíveis, tivera saído da minha última igreja e por volta de novembro numa das mais terríveis madrugadas que já vivenciei, percebi que o ambiente espiritual tinha mudado, e recebi uma poderosa visitação de Deus, descritos no início do livro. No dia seguinte dessa visitação, acordei com o nome do primeiro pastor que tive contato; o pastor do meu amigo, faziam sete anos que não nos víamos, então pedi para que minha mãe ligasse para ele. Para minha surpresa, ele disse que Deus já o tinha comunicado ao meu respeito, marcamos uma reunião no seu gabinete para aquela semana. Chegando o dia marcado, contei da visitação e ele disse que realmente era o plano de Deus e que iríamos fazer exatamente como na visão. Fiquei bastante contente e minha esperanças foram reativadas. Quando aquele pastor disse que não seria ele quem ministraria, fiquei preocupado e percebendo minha fisionomia, tranqüilizou-me dizendo que já tinha as pessoas certas para aquela ministração, mas estaria orando para que Deus confirmasse a Sua Vontade com relação a esse assunto. Perguntei ao pastor se eles fariam o famoso "Show de Entrevistas com os demônios", ele deu risada e sabedor daquilo que eu tinha falado, disse: —"Olha Flávio, o diabo não tem nada o que dizer para mim, ele é um mentiroso. Não se preocupe, ninguém aqui age dessa maneira. Eu entendo exatamente a tua preocupação, mas veja, se Deus te encaminhou até aqui, e se o mesmo Deus tocou-me a respeito da tua vida; é porque chegou a hora marcada por Deus, para a tua libertação completa, e Ele mesmo vai se encarregar disso. Não importa quem vai ministrar, se eu, ou um presbítero, o trabalho todo vai ser de Deus, Ele é quem vai revelar tudo." II Crônicas 20.15-17 15. (...) Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão, POIS A PELEJA NÃO É VOSSA, MAS DE DEUS. 16. Amanhã descereis contra eles (...) 17. NESTE ENCONTRO, NÃO TEREIS DE PELEJAR, tomai posição, ficai parados e vedes o salvamento que o Senhor vos dará (...) Não temais, nem vos assusteis; amanhã, saí-lhes ao encontro, porque o Senhor é convosco. — "Flávio quero te dizer uma coisa: quando você foi em casa, sete anos atrás, tentamos fazer o que agora será feito e confesso que fizemos errado, Deus me ensinou que em primeiro lugar, não se deve ministrar libertação, nem na casa do ministrador e nem na casa do cativo, salvo quando nos depararmos com uma pessoa em plena manifestação, devemos fazer isso em lugar neutro e com respaldo de intercessores. E a partir de hoje até o final da ministração, você e sua mãe estão debaixo da cobertura espiritual desta igreja." (Eu e minha mãe estávamos como que órfãos de igreja.) Daí eu comentei: — Sabe pastor, eu tenho certeza no meu coração, que Deus estava me preparando para algo, durante todos estes anos, desde a minha conversão. Tenho certeza, Deus estava ministrando-me um curso intensivo. E ele respondeu-me: — Muitas vezes não conseguimos entender o nosso Deus, mas quanto a isso que você falou, não tenho a menor dúvida que Deus permitiu essas experiências, para que esse mesmo Deus as pudesse usar
  • 58. posteriormente para a Sua Glória. Deus é Soberano, Flávio, Ele estava e está no controle, a prova disso é que você está aqui. Ora, voltei muito animado para casa e minha mãe idem. Após uma semana, marcaram em primeiro lugar a ministração da minha mãe; pura estratégia, pois minha mãe sendo efetivamente liberta poderia agüentar o "tranco" da minha situação em casa. No dia marcado, minha mãe foi para aquela igreja de um jeito e voltou completamente diferente, a sua libertação demorou quase que um dia inteiro. Finalmente ela estava liberta. Procurei saber detalhes do que lá aconteceu para me "armar", porém ela só dizia que não poderia falar. Nunca tinha sentido ódio da minha mãe, mas era como se ela tivesse me traído. Libertação Depois de uma semana, chegara a minha vez; no caminho eu quis desistir, mas não dava mais tempo, a equipe já estava a minha espera; pediram-me um tempo para que pudessem orar e interceder por aquilo que seria feito, depois chamaram-me. Ao entrar na sala, haviam quatro cadeiras formando um círculo, onde eu ficaria no meio, um homem de Deus à minha frente, uma intercessora à minha esquerda e uma irmã a minha direita. Foi-me dito como seria feito, diziam que não teriam pressa de maneira nenhuma, que toda a direção seria do Espírito Santo de Deus. — Olha, Flávio, se o Espírito disser pare por hoje, nós pararemos, se Ele disser vão em frente, nós iremos. Nós não estamos nem um pouco preocupados, o quanto tempo isso vai durar. Nós estamos aqui para obedecermos o comando do Espírito Santo. Primeiramente fui levado a olhar nos olhos do presbítero que estava à minha frente e dizer: —"Eu confesso que Jesus Cristo é Deus, veio em Carne, morreu na cruz e ao terceiro dia ressuscitou e hoje está assentado à direita de Deus; Jesus Cristo é o meu Senhor e o meu Salvador." Note: Os ocultistas satânicos, podem facilmente proferir o Nome de Jesus, podem e conseguem ler a Bíblia, pregar sobre ela, ensinar, etc. Isso que foi feito comigo, é facilmente explicado, veja só: Se alguém perguntar a um satanista se Jesus Cristo é o Senhor deles, eles sem dificuldade dirão sim, mas não podem passar na prova de I João 4.1-3, não conseguem encarar um homem de Deus e com a própria boca fazer a declaração já mencionada. Não há hipótese dos demônios passarem por essa prova sem serem descobertos. Depois disso, ainda olhando nos olhos do irmão, comecei a entrar na mente dele, como muitas vezes fiz, na grande maioria inconsciente com outros pastores; quando percebeu aquilo que estava tentando fazer, repreendeu-me: —"Eu quebro toda a sedução dos teus olhos, quebro todo o poder da hipnose, agora em Nome de Jesus!" Nessa hora eu percebi o quanto aqueles irmãos eram sérios naquilo que faziam, fiquei com medo, mas progredimos ainda mais na libertação, quando repentinamente meus olhos foram abertos e vi os demônios que iam sendo trazidos pelos anjos, renunciados e expulsos. No entanto comecei a involuntariamente sair do corpo, e fui trazido de volta por aquele irmão, fazendome acordar do transe e ordenando-me a permanecer no corpo. Mas era difícil. Logo a seguir, a medida em que progredíamos nas renúncias, mais intensa a batalha se tornava e pude perceber que entrara na sala três sacerdotes satanistas para impedir-me de renunciar alguns pactos feitos, informei à equipe que tinha chegado três pessoas e que não eram demônios eram pessoas projetadas, o presbítero já tinha os tinha discernido antes que eu tivesse falado. Visto que eu estava bastante exausto, os irmãos acharam por bem encerrar aquela primeira ministração. Aconselharam-me a não sair de casa, e que deveria orar e ler muito a Bíblia até o próximo encontro. Oraram agradecendo a Deus pela Sua proteção, pelo sangue de Jesus, pela presença dos anjos eleitos, e por cada um de nós.
  • 59. Voltei para casa, admirado com a experiência que tive, percebi também que estava muito triste, parecia que tinha jogado fora algo que eu amava - esse era o meu problema - não havia um arrependimento genuíno. O meu final de noite foi terrível, mas consegui adormecer; no dia seguinte acordei extremamente irritado, nunca houvera agredido a minha mãe com palavras torpes e palavrões, e eu estava fazendo aquilo agora. Não podia compreender ao certo o que estava acontecendo-me. Logo pela manhã recebemos o telefonema da liderança da equipe, procurando informações sobre o nosso bem-estar. As ligações eram diárias. Minha mente estava voltada somente para o mundo espiritual, procurava incessantemente no guia de TV a cabo, os filmes que abordariam o terror, o satanismo e coisas do gênero. Puxa, mal sabia que estava sendo manipulado para atrair mais demônios. Eu estava insuportável, era como um copo cheio de água com cinzas ao fundo, que tivesse sido remexido por uma colher, e aquela cinza estivesse preenchendo todo o copo para depois de algum tempo transbordar. Tive alguns momentos de terror noturno, até chegar a próxima ministração. Minha vontade era de não ir, mas como tinha um compromisso e minha mãe estava de guarda para que eu não desistisse, acabei cedendo e fomos para a segunda ministração. Lá chegando, entrei na sala depois que intercederam, perguntaram sobre a minha semana e antes de iniciarmos, tive que novamente encarar o irmão e ser aprovado no teste de I João 4, logo depois a irmã questionou-me para confirmar algumas coisas detectadas, a respeito de alguns pactos que tinha feito, nessa hora comecei a falar e falar, parecia que eu estava pregando para eles, começaram a ficar envolvidos com o meu "blá blá blá" e o tempo ia passando, de repente a irmã soltou a sua voz e repreendeu aquela estratégia satânica para perdermos tempo de ministração. Nesse momento senti muita raiva daquela irmã; ora fui levado a renunciar outras coisas que iam sendo reveladas pelo Espírito e sempre olhando nos olhos do irmão, algumas coisas eram realmente difíceis de renunciar, mal conseguia falar e quando isso acontecia, procurava sair do corpo mas era sempre impedido pelo presbítero. Então chegara a hora de renunciar um dos líderes territoriais que me tinha por servo, quando comecei a falar apareceu do nada, um bruxo projetado que me agarrou a garganta e comecei a agonizar, assim que isso aconteceu o irmão se levantou e com autoridade retirou aquele bruxo, a irmã também se levantou e com um amor e compaixão que jamais havia visto antes começou a ministrar o "bálsamo" sobre mim, como também a orar intensamente em línguas, e chorar. Ah, meu amigo leitor é extremamente difícil descrever ao certo o que estava acontecendo naquela sala, como Deus nos ama, Ele chora conosco; através daquela intercessora, Ele chorava o meu choro, Ele sentia a minha dor; através das mãos daquela jovem Senhora Ele tocava-me restaurando-me por completo. Permita-me dizer-te uma coisa que hoje sei com toda a propriedade, se houvesse somente você sobre a face da terra, Deus mandaria o Seu Filho Jesus para morrer por ti meu amado, acredite é verdade. Eu experimentei e é indescritível. Ora, depois de estar restabelecido, caminhamos um pouco mais nas renuncias, quando então, resolveram parar, então a irmã começou a falar e a chorar, dizia ela que é incrível como Deus age. Ele estava permitindo que aquelas pessoas sentissem por mim aquilo que o próprio Deus sentia, eu era para aquelas pessoas um filho unigênito, amado e querido. É difícil crer, mas aqueles irmãos, dariam a própria vida por mim se fosse necessário naquela hora. Saiba de uma coisa: o amor sempre vence. Novamente oraram agradecendo a Deus por aquela experiência, despedimo-nos e foi declarado aquela segunda ministração encerrada. Fui embora ainda absorvido por aquele sentimento de ser amado. Porém chegando em casa, preparando-me para dormir vi que não estava só, mas não dei muita atenção, quando coloquei minha cabeça no travesseiro, Lilith e Asmodeus começaram a atuar na minha mente, eu não sabia se podia expulsar aqueles demônios ou não, estava muito confuso, o senso de que eu tinha autoridade no Nome de Jesus, estava cauterizado; não conseguia dormir, embora estivesse exausto, o terror noturno começou
  • 60. a atuar, Ninferite apareceu-me como no passado, tremendamente linda e sedutora tentando-me a ter uma nova relação sexual com aquele espírito. Mesmo não sabendo se tinha autoridade para expulsá-la, comecei a invocar o Nome de Jesus, e para o meu espanto e terror aquela linda ninfa, transfigurou-se naquilo que realmente era. Para que o leitor tenha uma idéia, parecia uma mistura de um grande sapo, lesma e tumor. Nota - Todos os demônios que atuam na área do sexo (pomba-giras, fadas, ninfas, etc.), têm essa forma original e são desprezados por todos os outros demônios. Aquela noite foi terrível para mim, a minha irritação era insuportável eu não me aguentava mais, não conseguia ler a Bíblia de jeito nenhum e meus poderes pareciam estar em franca atividade. Resolvi sair para dar uma volta, quando coloquei meus pés fora de casa, três espíritos se aproximaram e fui impelido a beber, bastante embriagado, cheguei em casa não sabendo como; minha mãe já tinha ligado para a liderança da equipe e ela intercedeu para que eu não entrasse em coma e deu-me um recado: que não me preocupasse com a recaída. Depois de três dias de cama, chegara a semana da próxima ministração quando recebi o telefonema da irmã novamente dizendo-me que não poderia ministrar naquela semana e que estaria marcando para a próxima. Eles iriam se reunir para interceder, e saber de Deus as estratégias que os satanistas estavam usando contra mim, ou seja, quais as bases legais mais sutis e escondidas eles tinham em mãos. A irmã compartilhou a respeito da minha situação com o Pastor, e ele disse: —"Confiem na direção do Espírito Santo de Deus. O que Ele revelar faça." Nesse meio tempo, eu estava numa terrível batalha em casa, estava bastante revoltado, irritado com aqueles irmãos, entrei no banheiro e ingeri desodorante (de livre e espontânea vontade), mas não deu para anestesiar-me; naquela noite não conseguira dormir pois se fechasse os olhos seria retirado do corpo, era o que eu pensava, era essa a sensação; procurei ajuda da minha mãe acordando-a, mas o que ela poderia fazer? Frustrado e com muito medo, sentei-me no sofá e comecei a observar o movimento das sombras, do barulho da noite. Subitamente apareceu-me um bruxo que me agarrou tapando-me a boca e jogando minha cabeça contra a parede, depois veio outro que me deu vários tapas no rosto dizendo: —"Não ouse trair-nos!" Não se tratava de uma alucinação, pois alucinação não dói. Estava terrivelmente assustado, mas comecei a pensar, lamentar e murmurar: —"É fácil para aqueles irmãos falarem, eles estão dormindo muito bem cada um na sua cama aconchegante. Eu avisei para não mexerem com aquilo que estava quieto, agora quem paga sou eu, quem está apanhando sou eu. Não pisarei mais naquele lugar!" Seguindo esse pensamento, adormeci. Quando assim fiz, fui retirado do corpo e levado para uma praia, onde estavam presentes treze sacerdotes ao redor do símbolo de baphomet, eles eram um dos grottos antigos, fui levado para o meio, retiraram a pele de um cachorro ainda vivo, e o sacrificaram em cima de um vaso de alabastro, cortanto a sua cabeça, misturaram mais coisas àquele sangue e recitando sem cessar: —"Shemhamforash!" Derramaram em cima da minha cabeça, gritando: —"Hail satan!" Nota: O cachorro, era o prato principal de um orixá que me tinha por escravo, chamado Ogun de Igexá, cultuado no Candomblé. Desta forma observa-se, que todos os segmentos do sistema satânico, da adoração às imagens da igreja católica até os mais degradantes sacrifícios da magia negra, são conexos, e não separados. O sincretismo religioso, é uma grande estratégia satânica, que mostra essas conexões, como por exemplo: Aparecida, que é Iemanjá, que é Kali, que é Pele; São Jorge, que é Ogun, que é Árius, que é Pazuzu; e assim por diante.
  • 61. Logo após isso fui lançado de volta ao corpo, momento esse em que acordei, sentia um misto de decepção pelo fato das coisas terem piorado, terror porque eles tinham-me sob o seu domínio e um forte senso de poder absoluto, além de um grande desdém por aqueles irmãos. Passei aquele dia sem muitas novidades, mas no dia seguinte a irmã telefonou-me, minha mãe tinha atendido e dado as informações daquilo que tinha acontecido. Logo após ela quis falar comigo, dizia para que eu não me preocupasse, que tudo aquilo que eu estava sentindo era normal, etc. Eu quis abrirme naquela hora, mas estava muito descrente daquilo que ela falava, acabei por desligar o telefone, e muito triste (era uma tristeza sobrenatural) esperei quieto o dia da terceira ministração. Chegando o tal dia, fomos para a igreja e lá chegando não estava nem um pouco preocupado se eles tinham ficado chateados comigo por eu ter recaído, eu pensava: —"Morto por dez, morto por mil, que se dane!" Pediram-me um tempo para que pudessem orar, então algo fez-me ficar de pé e chegar perto da sala para ouvirem aquilo que diziam, sem saber ao certo como, eu os ouvia dizerem exatamente o contrário daquilo que realmente estavam orando, parecia que havia um "conversor" no meu ouvido, o que eu entendia era: —" Oh, Deus tenha pena desse pobre coitado, não liga se ele não quer nada contigo ..." Fiquei revoltado, procurei um jeito de ir embora e caminhei rumo as escadas, quando assim fiz, haviam mais três intercessoras no meu caminho, me cumprimentaram e disseram: —Ô amado, senta aí um pouco, o presbítero já vem te chamar!" Pronto nem fugir mais eu podia (Glória a Deus por isso). Comecei a perceber que algo tremendo iria acontecer, pois eles não tinham destacado mais intercessores antes, e agora havia mais uma sala, só de intercessores para nos darem cobertura. Senti muito medo. Ao entrar na sala, estava muito triste e envergonhado, compartilhei com eles tudo o que tinha acontecido, e disseram que iriam tratar aquelas áreas naquele dia, mas que esperavam uma maior cooperação da minha parte, pois não estavam ALI PARA BRINCAREM E QUANDO UM DEMÔNIO É DETECTADO, RENUNCIADO, EXPULSO E TÊM A SUA ANTIGA ÁREA DE ATUAÇÃO LACRADA PELO SANGUE DE JESUS É QUASE IMPOSSÍVEL VOLTAREM, A MENOS QUE EU USASSE DO MEU LIVRE-ARBÍTRIO E ABRISSE EU MESMO ÀQUELA ÁREA; não era o meu caso, pois o que eu mais queria era me ver livre daquela prisão. Disseram-me ainda que, aquilo que os demônios geralmente fazem é tentar ou ludibriar para que você pense que ainda é uma atuação satânica naquela área quando é você mesmo aceitando uma simples, mas poderosa, sugestão. Deixe-me explicar o que me acontecia: Visto que eu era uma pessoa com a marca do Senhor Jesus Cristo, os demônios não podiam mais manipular-me como antes, no entanto ainda havia em mim inumeráveis portas abertas e bases legais para atuarem; pois bem, como eles não podiam usar-me enquanto estivesse com a minha consciência normal, eles intensificavam uma das áreas e sugestionavam-me a ingerir alguma química - não era somente bebida, era qualquer coisa que pudesse alterar a minha consciência - quando assim fazia eu ficava completamente desarmado, ou seja, tinha o meu livre-arbítrio desabilitado e revertido para os propósitos satânicos. Levaram-me a confessar o meu pecado, baseado em I João 1.9 Depois disso, tive que informá-los todos os lugares que tinha realizado algum pacto, nesse momento tive uma rápida visão: havia num grande salão, vários bruxos e bruxas, que estavam preparando uma pessoa para o grande clímax: o sacrifício - sempre realizados do dia 26 a 31 de março - quando foi-me permitido ver quem era aquela pessoa encarcerada, assim que a fitei percebi que era eu mesmo. Contei então o que tinha visto para aqueles irmãos, e entenderam que aquilo era somente terrorismo mental para que eu não continuasse na ministração. Mas eu estava aterrorizado. Levaram-me então a renunciar todo o meu envolvimento com o satanismo, com todos os grottos, organizações e seitas, com todos os demônios, bruxos, bruxas e também com os líderes: Aleister Crowley, Anton Lavey, Helena Blavatsky e Alice Bailey.
  • 62. Não conseguia dizer uma única palavra, eu estava sendo impedido, mas com os irmãos entrando em batalha, pedindo reforços angelicais, com muito esforço consegui começar a renunciar, foi terrível. O sentimento de que eu era um traidor, tornou-se mais intenso ainda. Satanás com a "cara mais deslavada do mundo" procurou dizer-me que amava-me muito, e que não tinha perdido as esperanças de tornar-me um grande "vulto" no âmbito político-satânico. Percebe que eu ainda não havia me arrependido de fato? Pois se houvesse, com certeza, eu estaria nulo à qualquer proposta satânica. Note: Deixe-me dizer algo que deve ser a síntese desses escritos todos. Sem arrependimento não há salvação. Quando há arrependimento, tudo é realizado de maneira excelente. Não há remorsos de arrependimentos. Você pode perceber que a resposta para esses meus sentimentos de perda, de tristeza, eram um sinal de que não havia me arrependido de fato e de verdade. Aquelas palavras eram tão doces, amáveis e reais, que quase cai no engodo. Mas com a ajuda de Deus, consegui renunciá-los todos. Logo em seguida, a irmã intercessora tomou a palavra para dizer-nos que haviam chegado alguns demônios com aparência de samurais, shao-lins e budas ("Oh Glória! Deus estava trazendo todos os demônios amarrados para que fossem renunciados e expulsos debaixo da legislação bíblica".) Rapidamente fui levado pelos irmãos a renunciar. Momento que um dos demônios se disfarçou daquele líder que havia falecido por causa do segundo gohonzon, e ameaçou-me dizendo: —"A culpa é tua! Miserável, a culpa é tua!" Depois de muita resistência sairam todos. Poderes, Não!!! Nesse ínterim, minhas mãos começaram a pegar fogo e observei que haviam nelas o símbolo de baphomet gravado, e deste mesmo símbolo saíam chamas. Quando a intercessora viu mais dois símbolos na minha mão, o Double Crest e Hornede Star (Símbolos de Magia); informou o ocorrido para a líder. Percebendo então, que era a direção do Espírito Santo, destruiu a ligação e o vínculo que havia entre mim e Satanás, localizado no topo da cabeça e pediu para que o Sangue de Jesus fechasse aquele local para sempre. Nota: quando após os cultos, nas muitas igrejas que conheci, compartilhava que via as minhas mãos pegando fogo, algumas líderes diziam: "—Oh, isso é o Dom da Cura Divina!" O leitor percebe, que não devemos nos valer daquilo que a maioria acha, ou dos grandes movimentos emocionalistas. Puxa! Eu creio piamente na cura por imposição de mãos - ela é bíblica, e quando fazemos isso, sai poder de nós - isso também é bíblico, e tal poder pode ter a aparência que for, hoje não me importo mais com detalhes tão pequenos. O que quero destacar, é que grande parte dos líderes não tem dependido do Espírito Santo para discernir a real situação da pessoas que congregam suas igrejas. E isso é extremamente perigoso. Então fui informado de que deveria renunciar meus poderes, habilidades e intelectualismo. Aquilo foi uma facada no meu coração. De jeito nenhum eu poderia fazer aquilo, meus poderes eram minha única arma retaliatória contra os outros bruxos. Se eu entregasse aqueles poderes e habilidades, eu ficaria nu e desprotegido. Foi extremamente difícil para que aqueles irmãos me convencessem de entregar aquilo. Eu pedia: —"Por favor, isso não! Vocês não entendem? Eu não posso fazer isso!" Mas Deus usou o presbítero para finalmente convencer-me, e antes da renuncia fui tentado a sair do corpo, fui tentado a destruir aquele irmão, havia uma força que crescia dentro de mim, era descomunal, senti um desejo sobrenatural de entrar num combate com aquele irmão, mas o Amor de Deus já estava atuando no meu coração à medida em que as brechas iam sendo fechadas, e com muito esforço desvencilhei aquele sentimento - olhei para a janela observando a possibilidade de um suicídio, porém Deus interviu.
  • 63. Fui levado a confessar e me arrepender de cada poder, cada habilidade que tinha recebido de Satanás, e pedir para que o Senhor Jesus Cristo os levasse embora para sempre. Disseram-me que se Deus desejasse que eu operasse em algum poder espiritual e/ou Dom, Ele mesmo habilitaria para tal. E seria quando e como Ele quisesse. Explicaram-me que os dons não são propriedades de ninguém, somente de Deus. Não é: Liga/Desliga. Em seguida a irmã disse que pediria para que Deus dividisse a minha alma do meu espírito, com base em Hebreus 4.12 (sobre isto trataremos no Capítulo 11). Senti um certo alívio, mas estava tremendamente triste, parecia que parte de mim tivera sido arrancada. Comecei a ficar incrédulo com algumas coisas que diziam, eu estava com a auto-compaixão, autocomiseração a flor da pele, olhava para eles enquanto compartilhavam algumas promessas de Deus, e pensava com os olhos cheios de lágrimas: —"Ah é, conta outra, que essa eu não acredito. Ah, vocês não sabem de nada, vocês não estão na minha pele." Levaram-me a renunciar aquele espírito de autocomiseração, pois a minha tristeza não era algo normal, estava sendo algo intenso e sobrenatural. Encerraram então aquela ministração como dantes, mas eu ainda estava triste, faltava algo em mim, sentia-me nu. Despedimo-nos e fomos cada um para a sua casa. Ora, no dia seguinte acordei muito bem, estava com minhas esperanças renovadas; a liderança telefonou para saber notícias, pois estava preocupada. E ficou surpresa com o meu humor e alegria. Compartilhei com ela sobre o quanto já estava restaurado daquela terrível noite anterior. Ela ficara muito feliz. Eu estava ansioso para ir a alguma igreja, mas parecia que o Santo Espírito de Deus barrava-me; devido o meu alto grau de envolvimento, o diabo poderia e faria qualquer coisa para me derrubar, mesmo que fosse necessário usar algum crente descuidado, ou seja, algum cristão com comprometimentos. Não se espante com esta declaração, querido leitor, há muitas pessoas com grandes comprometimentos satânicos, preenchendo os bancos das igrejas, e nem se dão conta disso. Estas são potencialmente, manipuladas por Satanás. Eu estava começando vislumbrar a liberdade plena. Quando chegou o quarto dia de ministração, fui tentado a não mais ir, pois achava que tudo já estava feito, as minhas atenções estavam voltadas para aquilo que eu podia sentir e ver, porém ainda não tínhamos encerrado. Resisti aquele sofisma e no dia marcado fui para a ministração com uma tremenda fome de libertação. Começaram a reunião como antes. E tão logo pude disse para os irmãos: —"Irmãos, o que ainda resta? Hoje vou cooperar ainda mais para a denuncia, confissão e renuncia dos meus delitos." Conforme foi sendo visto e revelado, fui levado a renunciar, todas as pomba-giras, como também o manto de Yemanjá-Aparecida; logo a seguir o presbítero disse ter visto bruxarias dentro do meu corpo, encorajando-me então a vomitar, soltar tudo - espiritualmente ou não - as bruxarias, sangue, e outras coisas satânicas que havia comido ou bebido. Comecei a fazer como eles mandavam, foi extremamente cansativo, havia algo que impedia essas coisas de saírem, porém foi revelado para os irmãos o que era, ordenaram que saíssem e que eu soltasse tudo em o Nome de Jesus. No entanto deram-me um tempo, pois estava muito cansado; nesse meio tempo conversamos a respeito de como o Espírito Santo é detalhista no que concerne a libertação de alguém; quando os ministradores são pessoas sérias que rejeitam os seus próprios "achos", Ele, o próprio Deus revela tudo; não para constranger alguém, mas para libertar. Estando já restabelecido, comecei a "arrotar e arrotar", o estômago embrulhava, era como se algo dentro de mim implorasse para sair, colocaram rapidamente à minha frente um cesto de lixo, e forcei para que tudo aquilo saísse, pude ver para o meu espanto tudo aquilo que ia botando para fora.
  • 64. Comecei a chorar e a passar mal, deram-me mais um tempo; então o Espírito Santo revelou para o irmão que havia ainda carne humana ingerida em rituais, mais uma vez, comecei a vomitar e quando percebemos a paz de Deus, quando recebemos o aval do Espírito, encerramos aquela parte da ministração. Nota: Há muitos rituais, onde o sacrifício de animais considerados imundos aos judeus são usados, e o ápice dessa abominação é o sacrifício humano. Muito embora, o sangue humano seja, a ferramenta básica de todo e qualquer ritual. Depois de mais algumas renuncias, partimos então para o próximo passo, que consistia em me arrepender de toda e qualquer arrogância. Eu era um jovem extremamente orgulhoso, arrogante, complicado e metido por causa do alto grau de envolvimento e conhecimento espiritual, sem contar com a prepotência que meus poderes antigos ainda davam-me; via de regra os ocultistas e satanistas são muito arrogantes, no que concerne suas habilidades antigas, e se não forem tratados, humilhando-se aos pés do Senhor Jesus e tendo a base fechadas, poderão abrir uma porta ao diabo. Ora, depois de terem ungido a planta dos meus pés, de ter confessado toda a minha prepotência e arrogância, renunciando todo o meu intelectualismo, pediram para que o Senhor Jesus "lacrasse" a base com o Seu Sangue para sempre. Logo a seguir, fui levado a perdoar todos aqueles líderes, pastores, ministros e irmãos que de alguma forma ainda mantinha ressentimentos; fiz com o maior prazer, e a sensação que senti por ter liberado aquelas pessoas do meu coração, foi indescritível. Estais Pronto Para A Rejeição??? Então, aquele presbítero interpelou-me seriamente - parecia que Deus tinha compartilhado com os irmãos acerca do meu chamado e trabalho - disse-me ele: —"Flávio, você está preparado para ser rejeitado, caluniado e perseguido por causa do Nome de Jesus, por causa da Verdade do Evangelho, por causa da Santidade, sem a qual ninguém verá a Deus? Você está consciente de que grande parte dessas perseguições e calunias virão dos próprios crentes?" Meditei nessas perguntas por um momento, e respondi: —"Puxa, ao longo desses sete anos, pude ter uma prévia daquilo que o Sr. fala, mediante o meu passado, nada me resta nesse mundo mais, a não ser fazer aquilo que me está proposto. Olha meu irmão, o que eu mais queria era estar realmente liberto, para poder de forma experimental, receber as promessas de Deus, e estou consciente de que dentre essas promessas, também existem promessas feitas por Jesus de: perseguição, calúnia e rejeição - quer dizer, para aqueles que O seguirem piamente. O que eu mais quero é ser aprovado por Jesus." Diante da minha resposta, ele disse-me que a satisfação, o gozo, a graça e a paz para aqueles que servem a Jesus piamente, é maravilhosa demais. Porém disse para que eu não me apressasse, e nem tentasse ajudar a Deus; que não procurasse "sarna para se coçar" e que deixasse tudo com Ele. Disse-me para procurar uma igreja séria, que pregue a Palavra, que exorte a santidade, e fugisse, do movimento "emocional" e do movimento: "Como ficar milionário em sete passos" - grifo meu. Pois disse: —Se Ele te chamou, e isso é notório para nós, Ele providenciará tudo, em todos os aspectos. Seja no financeiro, seja no ministério, e com relação as coisas do coração, Deus vai te providenciar a mulher certa, para te ser ajuda no teu chamado. A seguir, a líder pediu-me para orar e agradecer a Deus por tudo aquilo que foi feito; eu estava ansioso por esse momento: comecei agradecendo a Deus pela Sua tão grande misericórdia por mim, agradeci pelas vidas daqueles irmãos que deixaram suas famílias até altas horas da noite durante quase um mês e meio, para atender, socorrer, ajudar, e chorar com um desconhecido. (nessa hora todos nós já estávamos em prantos, era um quebrantamento que eu nunca tinha sentido antes)
  • 65. Disse para Deus que jamais havia visto algo parecido, nunca havia encontrado irmãos que me dissessem: "Olha irmão, nós não te conhecemos, e não estamos nem aí para os teus erros, o que nós mais queremos é te ajudar, e não importa o que nos aconteça, não importa as circunstâncias, não importa o quanto isso vai durar, nós estamos aqui e te estendemos a destra da comunhão, nós estamos prontos para chorar consigo e também nos alegrarmos juntos." Lembrei a Jesus da promessa que Ele mesmo fez para àqueles que dão um copo de água fria para um servo Seu, e aqueles irmãos tinham-me dado muito mais do que água fria, eles tinham sido o canal de Deus para a minha Libertação Plena. Pedi para que Deus "turbinasse" seus ministérios, pedi para que o refrigério inundasse os seus corações. E pedi perdão, por ter odiado aqueles irmãos em alguns momentos, por ter desdenhado, e por tentar manipulá-los. Meu Verdadeiro Paizinho A atmosfera espiritual era de agradecimento, constrangimento, alegria, vitória e comoção, estávamos todos chorando de joelhos como bebês recém-nascidos. Oh! Deus estava ali conosco recebendo toda a nossa gratidão. Eu quero que o leitor saiba de uma coisa: Eu nunca tive um pai e sempre lamentei isso, diante disso, nunca tinha conseguido ir até Deus como Pai, eu não conseguia, eu não sabia o que era ter um Pai. Mas naquela hora eu pude adorar a Deus, como o meu Verdadeiro Paizinho, Oh Glória, eu recebi a revelação de Deus, como o Meu Pai, hoje eu sei, amado leitor, eu tenho um paizinho, que é maravilhoso. Eu sou "filhinho do papai". Cada um fez a sua oração de agradecimento em prantos, era impossível não chorar de alegria, nós estávamos no Santíssimo Lugar, parecia que o Céu tinha nos baixado. Depois de muito choro e risos de verdadeira alegria e júbilo na Presença de Deus, a irmã pediu para que o presbítero fosse chamar a minha mãe, sentamo-nos todos, esclareceram tudo: que a libertação tinha acontecido, que era necessário encontrarmos uma igreja, mas que não nos apressássemos, e depois pediram para que acertássemos qualquer falha, ressentimentos, etc. Muito bem, nos levantamos e nos abraçamos (eu e minha mãe), pedimos perdão um para o outro, renunciamos toda a manipulação mútua e choramos muito. Logo a seguir, chamaram a irmã daquele meu amigo (que tinha me convertido) para entrar na sala, pois essa amada irmã tinha nos dado o respaldo de levar-nos em todas as ministrações. E oramos todos por ela. O meu coração será eternamente grato àquela irmã. Chegando em casa, pedi perdão ao meu irmão por tudo aquilo que eu me lembrava ter cometido contra ele, e para minha surpresa ele também começou a desenterrar os "mortos" do passado e a pedir perdão. Depois disso, o meu relacionamento com o meu querido irmão foi restaurado e hoje somos grandes "melhores" amigos. Deus também enviou a minha ex-namorada em casa, oportunidade que não perdi em pedir perdão por tudo o que tinha feito a ela. Enfim nos perdoamos e Deus restaurou as feridas existentes. Só que havia ainda uma coisa pegando no meu coração, eu tinha que falar com o meu Pai Celestial, ajoelhei-me e em prantos comecei a clamar: —"Pai, desculpe-me pelas vidas que por meu intermédio, pelo meu péssimo testemunho, desistiram de Jesus. Clemência, Deus meu, por aqueles que por minha causa morreram e foram para o inferno, perdoame por eu ter envergonhado o Nome de Jesus, usa da Tua Misericórdia para com a minha vida, Senhor. E te peço, se ainda houver uma oportunidade, dá-me de volta essas vidas. Dá-me uma chance de fazer algo em Teu louvor. Dá-me uma chance de Te ser agradável." A paz que senti depois de ter confessado isso, foi algo tremendo; se há alguém que não guarda ressentimentos, esse alguém é Deus; eu pude sentir o Seu afago, a Sua Misericórdia, dizendo-me: —"Filho meu, não temas, eu te amo como nunca ninguém jamais amou!"
  • 66. E repetiu-me aquelas palavras já descritas no final daquela visitação, no princípio deste livro. Que grande benção é ter um Deus como o nosso. Aleluia! Os acontecimentos aqui descritos não são detalhados e nem exaustivos, procurei somente compartilhar "por alto" como foi a minha libertação e a minha vida passada como um cristão debaixo de placebo satânico. E repare em algo importante, as ministrações de libertação não podem ser metodológicas, pelo contrário, elas devem ser bíblicas e sob a direção única do Santo Espírito de Deus. Não há via de regra nos casos de libertação. Perdoem-me se deixei a desejar nas minhas descrições, a verdade é, que existem coisas que não convém serem publicadas. Denúncias que foram sabiamente barradas pelo Santo Espírito de Deus. A seguir, no próximo capítulo, o leitor observará a existência de uma guerra, que Cristo já venceu está guerra, que somos ordenados a apanharmos o despojo desta guerra. Observará também a existência duma pseudo-guerra, de que não podemos ficar "em cima do muro", e por ai afora. Capítulo Três A Chegada de um Novo Reino Isaías 9.2 2. O povo que andava em trevas (subjugados ao Império Satânico) viu grande luz (a chegada do Reino de Deus), e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz. Esta foi a palavra profética acerca de Jesus Cristo, e da manifestação do Seu Reino à humanidade. Certa vez, após libertar um endemoninhado cego e surdo, Jesus Cristo defendeu-se da afronta dos fariseus ao compará-lo com Belzebu; no versículo 28 do texto de Mateus, capítulo 12, o nosso Senhor compartilha algo que por si só traz uma tremenda revelação para nós da realidade de uma guerra. Disse ele aos fariseus: — "Se, porém, eu expulso demônios (pertencentes a um reino específico) pelo Espírito de Deus, certamente é chegado o Reino de Deus (um outro reino) sobre vós." Ora, se Jesus dizia que era chegado o Reino de Deus, é porque já havia um outro reino manipulando e escravizando a humanidade até aquela data, ou melhor até momentos antes da crucificação. Esse reino não era de maneira nenhuma, o Império Romano, que subjugava outros reinos na época, pois afinal Jesus estava lidando com demônios ao libertar aquele oprimido. Desta maneira este outro reino só poderia ser o Império Satânico, ou Babilônia, como melhor a Bíblia, e algumas falanges ocultistas se valem para mencionar tal império. Está Consumado! João 19.30 30. Quando Jesus recebeu o vinagre, disse: ESTÁ CONSUMADO! E inclinando a cabeça, entregou o espírito. Tetelestai = «Está Consumado» / «Completamente Pago» Repare: nos tempos de Jesus, o Império Romano estava em vigor, paralelo ao Império das Trevas; sempre que uma pessoa fosse condenada num tribunal romano, segundo a lei vigente, preparavam um "escrito de dívida", onde seria citado cada crime que a pessoa em questão cometera. Este documento significava que o prisioneiro devia a César um pagamento fixado por cada crime específico.
  • 67. O "escrito de dívida" era fixado onde o prisioneiro estivesse, até que a pena fosse cumprida, ou, o valor da dívida referente ao crime fosse pago. Assim que isso acontecesse, pegavam naquele documento, o "Escrito de Dívida", e escreviam: "ESTÁ CONSUMADO", enrolavam o documento e entregavam para o ex-condenado. Dessa forma, ele nunca mais poderia ser punido pelos mesmos delitos. Paralelo, a isso, nós andávamos presos por nossos delitos e pecados, onde tínhamos inúmeros "Escritos de Dívida" contra o nosso Deus, e ao contrário da Lei Romana, nós jamais poderíamos saldar a dívida por nós mesmos, alguém sem culpa nenhuma teria que saldar a tal dívida em nosso lugar. Para tanto Jesus foi a cruz, pagou a dívida com Seu Sangue e deu-nos um documento com um grande: "Está Consumado" escrito de vermelho-sangue nele. Para ser mostrado a qualquer um que quiser nos prender novamente. Colossenses 2.13-15 13. E a vós outros que estáveis mortos nos vossos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vifificou juntamente com ele, PERDOANDO-NOS TODOS OS NOSSOS DELITOS, 14. havendo riscado o ESCRITO DE DÍVIDA que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, tirou-o do meio de nós, CRAVANDO-O NA CRUZ. 15. E, TENDO DESPOJADO OS PRINCIPADOS E AS POTESTADES, OS EXPÔS PUBLICAMENTE AO DESPREZO, E DELES TRIUNFOU NA CRUZ. Dessa maneira ficamos quites com a Justiça de Deus Despojos De Uma Guerra Já Vencida Jesus triunfou sobre o sistema satânico - "principados e potestades", vencendo esta guerra com larga vantagem na Cruz do Calvário a cerca de dois mil anos atrás, despojando-o, ou seja, retirando das mãos de Satanás o poder sobre a humanidade. Acontece que milhões e milhões de pessoas nada sabem sobre isso, elas não sabem que em Cristo podem experimentar a liberdade, pelo contrário, estas pessoas ainda estão aprisionadas, ainda estão sendo torturadas e mortas, pelas tropas de Satanás.. Estão como aqueles prisioneiros de guerra, que são mantidos presos, ainda que a guerra já tenha terminado. A despeito disso, o Senhor Jesus Cristo como o nosso General, ordena-nos a apanharmos os "despojos de guerra". Mateus 12.29 29. Ou como pode alguém entrar NA CASA DO VALENTE E ROUBAR-LHE OS BENS SEM PRIMEIRO AMARRÁ-LO? E, então, LHE SAQUEARÁ A CASA. Isto nos mostra o porque ainda permanecemos neste mundo. Alguém disse uma vez: Somos um exército invasor, uma tropa de elite, com a missão de saquearmos o inimigo e povoarmos o Reino de Deus. A afirmação desta pessoa, de que somos um exército invasor é bastante emocionante, não é? Uau, faço parte de uma tropa de elite! Não é mesmo emocionante? Mas como diz o Pr. Jabes de Alencar, o que temos sido é na verdade: "Agentes Secretos". Ninguém pode saber a nossa nova identidade em Cristo, temos usado disfarces em todas as áreas da nossa vida, e isso sem falar dos agentes duplos, que mais cedo ou mais tarde, sabedores disso ou não, terão o inferno como exílio eterno. A grande maioria dos cristãos estão andando em prisão e derrota, sem nenhum poder espiritual, real e efetivo. Eles tem sido treinados em batalha espiritual, libertação, cura interior; "conhecem" a Palavra de Deus referente a estes assuntos, mas têm pouca revelação acerca da seriedade do conflito em que estão inseridos.
  • 68. Por esse motivo estão sendo facilmente abatidos a cada minuto que passa. A cada momento, mais e mais "baixas de guerra" são anunciadas. E ter sido um dessas "baixas", é que me faz ter certeza disso. I João 3.8 8. Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. PARA ISTO SE MANIFESTOU O FILHO DE DEUS: PARA DESTRUIR AS OBRAS DO DIABO. Jesus Cristo já nos providenciou todas as chaves do poder espiritual, para que assim finalizássemos o Seu trabalho. Ele nos deu poder sobre todas as artimanhas satânicas. Lucas 10.19 19. Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada absolutamente vos causará dano. Agora, você concordaria comigo se eu dissesse que não temos feito coisa alguma pelos oprimidos, atormentados, por aqueles que vivem debaixo de placebo satânico sentados ao nosso lado nas cadeiras da igreja, enquanto, tal e qual, ovelhas obesas, prestamos atenção nas pregações de amor, prosperidade e libertação. Onde via de regra saímos da igreja dizendo: "Uau, que Palavra maravilhosa, não?" O leitor não concorda, que alguma coisa esta definitivamente errada com o nosso conceito de cristianismo? Nós permanecemos na terra ainda, não para evoluirmos como prega o kardecismo e outras penitenciárias espirituais, mas para levarmos a Salvação aos outros. Diante disso, não é grosseria da minha parte dizer que o que temos sido na verdade é: egoístas, arrogantes e inúteis. E por esta causa, se não nos arrependermos, estaremos prestes a sermos vomitados da boca do Senhor Jesus: Apocalipse 3.16 16. Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca (disse Jesus); Guerra Fria Marcos 1.21-28 21. Entraram em Cafarnaum, e, logo no Sábado, indo ele (Jesus) à sinagoga, ali ensinava. 22. E MARAVILHARAM-SE da sua doutrina, porque os ensinava COMO TENDO AUTORIDADE e não como os escribas. 23. E estava na sinagoga deles UM HOMEM COM UM ESPÍRITO IMUNDO, O QUAL EXCLAMOU, dizendo: 24. AH! QUE TEMOS CONTIGO, JESUS NAZARENO? VIESTE DESTRUIR-NOS? BEM SEI QUEM ÉS: O SANTO DE DEUS. 25. E REPREENDEU-O Jesus, dizendo: Cala-te e sai dele. 26. ENTÃO O ESPÍRITO IMUNDO, AGITANDO-O E CLAMANDO COM GRANDE VOZ, SAIU DELE. 27. E TODOS SE ADMIRARAM, a ponto de perguntarem entre si, dizendo: Que é isto? Que nova doutrina é esta? POIS COM AUTORIDADE ORDENA AOS ESPÍRITOS IMUNDOS, E ELES LHE OBEDECEM! 28. E logo CORREU A SUA FAMA por toda a província da Galiléia. De acordo com este texto, podemos observar aqui que quando Jesus começou o Seu ministério, Ele entrou em contato, com forças demoníacas quase que imediatamente.
  • 69. Através das eras, essas forças demoníacas agiram escondidas cegando e detendo os homens na escravidão. Eles reinavam como reis, no reino da morte espiritual. E ninguém tinha autoridade para os desapropriar, ou dominar sobre eles. Mas o que eu quero que você note é que quando Jesus entrou naquela sinagoga e começou a ensinar, as pessoas "ficaram admiradas". As pessoas reconheceram que Jesus tinha alguma coisa de especial - ele tinha aquela autoridade. E não só fez as pessoas reconhecerem isto, como também o diabo também teve que reconhecer que Jesus tinha autoridade. O texto de Marcos diz que um espírito imundo exclamou - gritou, tremeu, chorou: "... vieste destruirnos? Eu bem que sei quem tu és, o Santo de Deus." Marcos 1.9-13 nos fala que Jesus demonstrou Sua autoridade sobrepujando a Satanás quando este O tentou no deserto. Imediatamente depois que Jesus foi batizado por João no Jordão, o Espírito Santo desceu sobre Ele em forma de uma pomba. A seguir o Espírito O levou ao deserto, até que Satanás veio e O tentou durante quarenta dias. Jesus derrotou o diabo, e os demônios tiveram que reconhecer a derrota de Satanás, porque a tentação de Jesus aconteceu antes dos eventos citados no texto supra citado, em Marcos 1.21-26. Observe, que Jesus venceu a Satanás na Sua morte, sepultamento e ressurreição. Mas o que nós precisamos saber é que Jesus não fez isto para si mesmo. Ele fez isto para nós e por nós - para o nosso próprio benefício. Ele fez isto como nosso Substituto, marcando essa vitória em nosso crédito, como se fossemos nós, quem tivéssemos realizado toda a tarefa! Você pode perguntar: Ah! Que bom não é? Se Jesus já venceu o diabo como você diz, então porque ele continua agindo neste mundo, causando todo tipo de destruição? Primeiro que tudo, eu não disse isso, é a Bíblia quem declara que Jesus já venceu o diabo e seus anjos com larga vantagem na Cruz, e eu prefiro crer na Palavra de Deus. O que acontece é que a maioria da população que vive neste mundo, ainda não aceitou ao Senhor Jesus, portanto, os tais têm mantido a chama do pecado e da rebelião contra o Deus Vivo acesa. Os crentes estão no mundo, mas não são do mundo. Satanás e as forças satânicas ainda estão dominando o mundo porque muitas pessoas ainda SÃO DO MUNDO - eles ainda estão no reino errado. A humanidade tem sido iludida de tal maneira, que têm preferido viver à margem de Deus. Lembre-se, isso é a razão de nós precisarmos ir e contar as boas novas! O sistema satânico, têm plena consciência dos fatos, ou seja, eles sabem que foram despojados, no entanto, procurarão manter os prisioneiros desta guerra já vencida, em cárcere. Como, tal sistema satânico pode fazer isso? A resposta é simples, basta esconder dos encarcerados, o fato, que os portões da cadeia, foram abertos pela morte, ressurreição e ascensão de Jesus; para tanto, encobrem os olhos dos prisioneiros com sólidas "mascaras de bronze". II Coríntios 4.4 4. nos quais o DEUS DESTE SÉCULO CEGOU OS ENTENDIMENTOS DOS INCRÉDULOS, para QUE NÃO LHES RESPLANDEÇA A LUZ DO EVANGELHO da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. A única chave existente para abrir estas "máscaras de bronze", e pôr os prisioneiros em liberdade, é conhecida por: Verdade, ou seja, Jesus Cristo e a Sua Palavra: João 8.32 32. Então, conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará. Em contrapartida, Satanás, fará o possível para paralisar o maior número de cristãos, que têm como missão a ordem dada por Jesus: Ide, e pregai! (Marcos 16.15) "Ide" - aonde? Ora, onde estão os prisioneiros. Na sua casa, na sua rua, no seu bairro, na sua cidade, no seu estado, no
  • 70. seu país, no seu continente; e sem se dar conta, você terá percorrido o mundo inteiro. Veja lá, se eu não sou bastante otimista. "e Pregai" - o quê? As Boas Novas - A Verdade, Jesus é a Verdade, e Ele liberta. Saiba querido leitor, para que isso não ocorra, o sistema satânico procurará nos atacar em dois níveis mais, além do espiritual, a saber: o mundo e a carne. Sendo assim, diria que estamos inseridos numa "Pseudo-Guerra". Pois a guerra propriamente dita, já foi vencida! As batalhas que se travavam no Antigo Testamento, são paralelos às batalhas que se travam hoje, no mundo espiritual. Atualmente não batalhamos contra filisteus incircuncisos, mas contra, seres espirituais. Efésios 6.12 (Bíblia Viva) 12. Porque não estamos lutando contra gente feita de carne e sangue, mas contra pessoas sem corpo - os reis malignos do mundo invisível (do Oculto), esses poderosos seres satânicos e grandes príncipes malignos das trevas que governam este mundo; e contra um número tremendo de maus espíritos no mundo espiritual. Efésios 6.12 (J.B. Phillips) 12. Porque a nossa luta como agora sabeis, não é contra um inimigo físico, é sim contra as organizações e poderes espirituais, pois temos como inimigo a potência invisível que domina, esse reino das trevas representado pelos agentes secretos do quartel general do mal. Quando olhamos para os anais da História, verificamos que, em todas as grandes guerras, houveram nações que permaneceram neutras com relação ao conflito que se travava ao redor delas. Mas não há hipótese disso acontecer num conflito espiritual; quer desejemos ou não, estamos nesse conflito; onde não há subterfúgios para escapar da convocação militar e nem a possibilidade de permanecer na imparcialidade; não há lugar para oficiais de gabinete e nem mediadores. Nós não escolhemos entrar nesse conflito, já nascemos nele. Agora, cabe a nós escolhermos em qual tropa servir, se ao vencedor Jesus, ou se aos despojados demônios. Veja a seguir o que Jesus nos diz: Mateus 12.30 30. Quem não É POR MIM É CONTRA MIM; E QUEM COMIGO NÃO AJUNTA ESPALHA. Compromisso Com O General I Crônicas 12.18 28. Então, entrou o ESPÍRITO em Amasai, cabeça de trinta, e disse: NÓS SOMOS TEUS, Ó DAVI, E CONTIGO ESTAMOS, Ó FILHO DE JESSÉ! PAZ SEJA CONTIGO! E PAZ COM OS QUE TE AJUDAM! PORQUE O TEU DEUS TE AJUDA. Davi os recebeu e os fez CAPITÃES DE TROPAS. Este texto tem um paralelo conosco. Jesus Cristo é o nosso Rei, Ele é o nosso General e Senhor. Portanto devemos estar às Suas Ordens, devemos ser leais à Ele. E lealdade implica num comprometimento incondicional ao Rei. Muita gente vive a pensar que a vida cristã é um "Mar de Rosas". Eles dizem: "Ah, Jesus já pagou o preço, é só pedir perdão e pronto, tudo será muito maravilhoso!", ou seja, "Jesus faz tudo por mim e não preciso fazer mais nada. Oh, glória!" Então, quando a perseguição, angústia, injúria bate à porta, são os primeiros a se escandalizarem. Frustram-se e lançam toda a culpa em Jesus Cristo.
  • 71. Mateus 13.20-21 20. O que foi semeado em solo rochoso, esse é o que ouve a Palavra e a recebe logo, com alegria; 21. mas NÃO TEM RAIZ EM SI MESMO, sendo, antes, de pouca duração; em lhe CHEGANDO A ANGÚSTIA OU A PERSEGUIÇÃO POR CAUSA DA PALAVRA, LOGO SE ESCANDALIZA. Tais pessoas falam e agem dessa maneira porque lhes falta conhecimento, não se deixam moldar pela Palavra, não se deixam transformar pela exposição à Luz da Palavra de Deus. Lêem a Bíblia muito depressa, se apegam a versículos isolados que lhes são convenientes, não ligando nenhuma ao contexto que os abarca. Oséias 4.6 6. O Meu Povo (disse Deus) está sendo destruído, PORQUE LHE FALTA O CONHECIMENTO. Repare agora naquilo que o Senhor Jesus estava a instruir: Mateus 10.34-39 34. NÃO PENSEIS QUE VIM TRAZER PAZ À TERRA; NÃO VIM TRAZER PAZ, MAS ESPADA. (Há tempo para todo o propósito debaixo do céu; há tempo de Guerra e tempo de Paz, Eclesiastes 3.1-8) 35. Pois vim causar divisão entre o homem e seu pai; entre a filha e sua mãe e entre a nora e sua sogra. 36. Assim os inimigos do homem serão os da sua própria casa. 37. Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim (Isto, fala-nos de idolatrar nossa parentela, de colocá-los em primeiro lugar); 38. E QUEM NÃO TOMA A SUA CRUZ E VEM APÓS MIM NÃO É DIGNO DE MIM. 39. QUEM ACHA A SUA VIDA PERDÊ-LA-Á; QUEM, TODAVIA, PERDE A VIDA POR MINHA CAUSA ACHÁ-LA-Á. Veja também: Lucas 14.26-27, 33 26. SE ALGUÉM VEM A MIM, E NÃO ABORRECE a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, NÃO PODE SER MEU DISCÍPULO. (A nossa Fé há de incomodar a muitos.) 27. E QUALQUER QUE NÃO TOMAR A SUA CRUZ E VIER APÓS MIM NÃO PODE SER MEU DISCÍPULO. 33. Assim, pois, todo aquele que dentre vós NÃO RENUNCIA A TUDO QUANTO TEM NÃO PODE SER MEU DISCÍPULO. Quem não tomar a sua cruz (individual), não negar-se a si mesmo, não aborrecer, não renunciar a tudo, inclusive sua "idolatria familiar", e se calhar, até mesmo morrer por causa da Fé nEle, tal pessoa não será digna dele. Só serão salvos efetivamente, aqueles que fizerem "finca pé" e permanecerem fiéis até o fim. Jesus não fez nenhuma promessa àqueles que porventura desistirem. Veja aquilo que o escritor de Hebreus tem a dizer: Hebreus 3.6-14 6. ... Cristo, porém, como Filho, em sua casa; a qual somos nós, SE GUARDARMOS FIRME, ATÉ O FIM, A OUSADIA E A EXULTAÇÃO DA ESPERANÇA. 12. TENDE CUIDADO, irmãos, JAMAIS ACONTEÇA haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade QUE VOS AFASTE DO DEUS VIVO; 13. pelo contrário, exortai-vos mutuamente cada dia, durante o tempo que se chama
  • 72. Hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado. 14. Porque nos temos tornado participantes de Cristo, SE, DE FATO, GUARDARMOS FIRME ATÉ O FIM, A CONFIANÇA QUE, DESDE O PRINCÍPIO, TIVEMOS. Alguém uma vez disse: —"Salvação é de Graça, mas, tem um Preço!" Da mesma maneira, outra pessoa disse: —"A Salvação é de Graça, mas, Não Sai Barato!" E é exatamente isso, querido leitor; a Salvação é gratuita, não é por obras, mas, não é simplesmente dizer: "Jesus desculpa, hein!" e continuar o nosso "caminho", o nosso "acho". Não, mil vezes não! Salvação é total e completo comprometimento com o Senhor e Rei Jesus. Ela não pode ser separada dessa guerra. Pelo contrário, a Salvação te colocará em conflito direto com Satanás. Nós fomos comprados por um Alto Preço, e não pertencemos mais a nós mesmos. Somos servos do Altíssimo, somos propriedades exclusivas dEle. Devemos entregar tudo ao Rei Jesus. Quando, no meu passado, comprometi-me com Satanás, através dum pacto, foi-me exigido renunciar a tudo, a qualquer vínculo com o Deus vivo. Tinha vendido a minha alma para ele, dessa forma, eu era um "marionete" nas mãos dos demônios. Eu não tinha escolha, estava completamente cegado pelas hostes satânicas. E declarava o meu ódio pelos cristãos, com grande esmero. Agora repare, Deus, quer que renunciemos a tudo, que entreguemos tudo, que o sirvamos de livre e espontânea vontade, por amor. Ele não força a ninguém. A verdade é que Deus sabe que não temos nenhuma capacidade em nós mesmos, de levar a nossa Salvação até o fim. Ele quer o melhor para nós. Ele sabe o meio pelo qual vamos conseguir. Quando Ele nos pede para entregarmos tudo, Ele está a nos dizer: —"Olha! Deixa eu te ajudar! Eu te quero aqui comigo naquele dia, e para isso você tem que fazer as coisas a minha maneira. Pare de "tentar fazer" e permita que Eu tome o controle." Hoje em dia, o termo "compromisso" já não tem tanto significado para nós, já faltamos a tantos, não é? Mas deixe-me dizer o que é compromisso: é um contrato, um pacto que implica na venda de si mesmo. Jesus Cristo morreu para nos comprar. Esse foi o Alto Preço, de outra forma, ainda pertenceríamos ao diabo. O Mundo Te Odeia ?!?" O diabo odeia a Jesus mais do que tudo na sua miserável existência, porque sabe que Jesus tem em mãos a "base legal", o "papel legal" do planeta terra e em breve o irá expulsar. Quando nós nos tornamos filhos de Deus e propriedades exclusivas dEle, Satanás começou a ter por nós, o mesmo ódio que tem de Jesus. Esta é a razão do porque, na mesma hora, em que aceitamos a Jesus como Senhor e Salvador, passamos a fazer parte desta guerra sem precedentes na história do mundo. João 10.10 10. O ladrão (diabo) VEM SOMENTE PARA ROUBAR, MATAR E DESTRUIR ... A Bíblia usa três diferentes formas verbais para o termo - mundo. A saber: Mundo enquanto "planeta Terra" - Atos 17.24; Mundo enquanto "habitantes da Terra" - João 3.16; Mundo enquanto "Sistema Mundial" com todos os seus conceitos sociais, políticos, culturais e educacionais.
  • 73. João 14.30 30. Já não falarei muito convosco (disse Jesus), PORQUE AÍ VEM O PRÍNCIPE DESTE MUNDO; e ele nada tem em mim. Tal sistema mundial, quer você acredite ou não, tem uma ligação direta com o sistema satânico ou Babilônia. Satanás, o Príncipe desse mundo, vai usar este sistema para tentar nos destruir, fazendo com que nos afastemos da busca por uma maior intimidade com Deus, e nos atentemos em demasia, para os conceitos mundiais de um estilo de vida "dignitário", ainda que estes conceitos sejam materialistas e passageiros. Quando se dá essa inversão de valores, ou seja, quando acontece de termos o nosso foco de atenção desviado, se manifesta uma ganância que não pára de crescer. Daí passamos a querer mais, muito mais e sempre mais. Não nos contentamos com mais nada. E pior, o sistema mundial, estará sempre descobrindo coisas, que nos apanharão nessa crescente cobiça. Tiago 4.2-5 2. COBIÇAIS, MAS NADA TENDES. Matais e invejais, mas não podeis obter o que desejais. Combateis e guerreais. Nada tendes porque não pedis. 3. Pedis e não recebeis porque pedis mal, PARA O GASTARDES EM VOSSOS PRAZERES. 4. ADÚLTEROS E ADÚLTERAS, não sabeis que A AMIZADE DO MUNDO É INIMIZADE COM DEUS? Portanto, qualquer que QUISER SER AMIGO DO MUNDO CONSTITUI-SE INIMIGO DE DEUS. 5. Ou pensais que em vão diz a Escritura que O ESPÍRITO QUE ELE FEZ HABITAR EM NÓS TEM INTENSO CIÚME? Agora, preste muita atenção para aquilo que Jesus está a nos dizer: João 15.18-22 18. SE O MUNDO VOS ODEIA, sabei que, PRIMEIRO do que a vós outros, ME ODIOU A MIM. 19. Se vós FÔSSEIS DO MUNDO, O MUNDO AMARIA o que era seu; como, todavia, NÃO SOIS DO MUNDO, pelo contrário, dele vos escolhi, POR ISSO O MUNDO VOS ODEIA. 20. Lembrai-vos da palavra que eu vos disse: NÃO É O SERVO MAIOR DO QUE SEU SENHOR. SE ME PERSEGUIRAM A MIM, TAMBÉM PERSEGUIRÃO A VÓS OUTROS; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa. 21. TUDO ISTO, porém, VOS FARÃO POR CAUSA DO MEU NOME, porquanto não conhecem aquele que me enviou. 22. Se eu não viera, nem lhes houvera falado, pecado não teriam; MAS, AGORA, NÃO TÊM DESCULPA DO SEU PECADO. Jesus está a nos dizer que, por causa do compromisso que temos com Ele, o mundo que está momentaneamente sob o controle de satanás, vai nos odiar, injuriar e nos fazer mal. Este texto também aniquila a doutrina de muitos, que dizem: —"Jesus já morreu por mim, e pronto! Não preciso mais sofrer!" No entanto, Jesus disse: — "O servo não é maior do que o seu Senhor. Se me perseguiram a mim, vão perseguir vocês." Certa altura, um grande homem de Deus chamado Apóstolo Paulo, escreveu uma segunda carta para o seu verdadeiro filho na fé, a quem conhecemos como Timóteo, dando-lhe algumas instruções derradeiras, pois, Paulo já sabia que iria breve para o Céu. Ora, já no meio da carta, ele começa elogiar a Timóteo por sua firmeza e o exorta a permanecer leal à verdade, veja:
  • 74. II Timóteo 3.10-12 10. Tu, porém, tens seguido, de perto, o meu ensino, procedimento, propósito, fé, longanimidade, amor, perseverança, (muitos cristãos param a leitura aqui.) 11. AS MINHAS PERSEGUIÇÕES E OS MEUS SOFRIMENTOS, quais me aconteceram em Antioquia, Icônio e Listra, - QUE VARIADAS PERSEGUIÇÕES TENHO SUPORTADO! DE TODAS, ENTRETANTO, ME LIVROU O SENHOR. 12. Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus SERÃO PERSEGUIDOS. E perseguição é sofrer danos. As pessoas que dizem não precisar passar por essas coisas, via de regra, tomam atitudes erradas diante de problemas e circunstancias adversas, e tais atitudes estão a mostrar, e a dizer com todas as palavras: —"Eu sou maior que Jesus Cristo!" Pedro também tem algo a nos dizer, leia atentamente a primeira carta de Pedro 4.12-19. E ainda não digo, morte física, porque na maior parte das nações da atualidade - há exceções - esse tempo ainda não chegou; mas há de vir. Veja Mateus 10.16-24. Por favor entenda, quando aceitamos o senhorio de Jesus Cristo, recebemos um documento que nos habilita a ser cidadãos do Reino de Deus, mas, ao mesmo tempo, assinamos o nosso decreto de morte na terra. Morte do nosso "eu". Não somos bem vindos neste mundo, neste sistema mundial. Desejarmos ser bem recebidos no mundo, é tão ridículo, quanto a idéia, de vermos a filha do Presidente americano Bill Clinton, desejar desfrutar da companhia de Sadam Hussein, num chá da tarde, em Bagdá. No entanto, os tais existem. Não é incrível, a quantidade de ministros evangélicos recebendo aplausos e condecorações deste sistema mundial? Tendo os seus "egos" massageados por pessoas que não ligam nenhuma a Jesus? Há uma inversão dos valores aí, concorda? Este fato acima citado, por si só mostra apenas duas possíveis causas: ou nunca deixaram o mundo, e por isso são tão amados por ele (João 15.19); ou não passam de adúlteros e adúlteras espirituais, inimigos de Deus (Tiago 4.2-5). II Timóteo 2.3-4 3. Participa dos meus sofrimentos como bom soldado de Cristo Jesus. 4. NENHUM SOLDADO EM SERVIÇO SE ENVOLVE EM NEGÓCIOS DESTA VIDA, porque O SEU OBJETIVO É satisfazer àquele que o arregimentou. (ou seja, Jesus.) Sem Tempo Para Um Cafezinho! II SAMUEL 11.1-2 1. Decorrido um ano, no TEMPO EM QUE OS REIS COSTUMAM SAIR PARA A GUERRA, enviou Davi a Joabe, e seus servos, com ele, e a todo o Israel, que destruíram os filhos de Amom e sitiaram Rabá; PORÉM DAVI FICOU EM JERUSALÉM. 2. Uma tarde, levantou-se Davi do seu leito e andava passeando no terraço da casa real; daí viu uma mulher que estava tomando banho; era ela muito formosa. Era época de guerra, a batalha em questão já durava um ano, e Davi ficou em casa. Ele mandou seus subordinados para o combate, mas, ele ficou em casa e "baixou a guarda", talvez imaginando: —"Ah, estou cansado disso tudo! Ah, que sono! Puxa vida, só guerra, só guerra! Eu vou é pegar a minha Harpa! Aliás, onde está minha harpa?" O Rei Davi dormia enquanto havia guerra, numa certa tarde, levantou-se da sua enorme cama real, e espreguiçando-se talvez e foi passear no terraço; quando os seus olhos avistaram uma formosura de mulher.
  • 75. Agora repare, Davi baixou a guarda, "largou o seu escudo para tomar um cafezinho", Satanás então percebeu uma oportunidade imperdível de investir contra o Rei. E os resultados disso foram: Adultério, Assassinato, Vergonha e Maldição. II Reis 5.1-27 (leia o texto com atenção.) Siria e Israel estavam em guerra. Naamã, um general da Síria estava com lepra. Este homem tinha como escrava, uma menina israelita que lhe fez um grande favor, levou-o à presença do profeta Eliseu. O resultado desse encontro foi a cura do General. Ora, profundamente agradecido pela cura, o tal homem quis presentear Eliseu, mas, o profeta sabendo que não se deve receber presentes do inimigo em tempos de guerra, disse: "Tão certo como vive o Senhor, em cuja presença estou, não o aceitarei!" - verso 16. No entanto, Geazi, discípulo de Eliseu e por conseguinte seu sucessor, cheio de torpe ganância e usando de mentiras, aceitou o presente. E porque tomou essa atitude, o moço Geazi, que tinha um futuro brilhante como profeta, acabou por ficar com a lepra do General da Síria, e esta maldição se estenderia à sua descendência para sempre. Veja o verso 27. Amados, tudo isso nos mostra que devemos fugir de todo o embaraço deste mundo. Nós estamos numa guerra. Devemos ser "violentos", atentos e não podemos ser tolerantes para conosco. Sem Tempo Para Ser Simpático!! Sempre que Jesus lidava com as pessoas, era em amor. Muitas vezes com firmeza, mas sempre em amor, não é mesmo?! Agora repare, num determinado momento, Jesus tomou uma atitude, um tanto violenta, a saber: João 2.14-17 15. E (Jesus) encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados; 16. TENDO FEITO UM CHICOTE DE CORDAS, EXPULSOU TODOS do templo, bem como as ovelhas e os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas. 17. E disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio. Lembraram-se os seus discípulos de que está escrito: O ZELO DA TUA CASA ME CONSUMIRÁ. Jesus Cristo estava a nos ensinar sobre como devemos lidar conosco mesmos. Ele não foi muito simpático no templo, muito pelo contrário. O versículo 21 diz, que Ele se referia ao templo do seu corpo. Esse texto é um paralelo para aquilo que Paulo disse, muitos anos depois, em: I Coríntios 3.16-17 16. Não sabeis que sois templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? 17. Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é sagrado. Somos o templo do Deus vivente e se não tomarmos atitudes parecidas com as que Jesus Cristo tomou naquela época, poderemos sofrer consequências. Se eu for simpático e tolerante comigo mesmo, se eu me permitir fazer ou pensar certas coisas. Eu vou quebrar todas as regras e por conseguinte, vou entristecer o Espírito Santo. Abrindo uma brecha para que as hostes satânicas tenham uma oportunidade de me afligir. A escolha é minha. E é tua também, meu irmão! Paulo, para não entristecer o Espírito Santo e não ser desqualificado, tomava atitudes bastante violentas e nada simpáticas, veja:
  • 76. I Coríntios 9.27 28. MAS ESMURRO O MEU CORPO E O REDUZO À ESCRAVIDÃO, PARA QUE, TENDO PREGADO A OUTROS, NÃO VENHA EU MESMO A SER DESQUALIFICADO. Numa guerra, todos são atacados, e se não tomarmos cuidado, se não vigiarmos e orarmos, poderemos ser abatidos e desqualificados. Romanos 7.15-24 (J. B. Phillips) 18. É a minha própria conduta que me confunde. Se me encontro fazendo aquilo que realmente não pretendo, mas sim aquilo que no fim das contas detesto! 19. Ora com certeza se pratico ações que na realidade não quero praticar, 20. devo admitir que não é para se dizer que sou "eu" que as pratico, se o pecado é que se apoderou da minha natureza. 21. (É certo que por experiência eu sei que no lado carnal do meu ser dificilmente pode residir o bem!) 22. Muitas vezes sei que tenho vontade de praticar o bem, mas não o consigo, isto é, não faço aquilo de bom que pretendo, mas sim sempre pratico o mal que não quero. 23. Ora, se faço o que não quero realmente, então repito, já não sou "eu" que o faço, mas sim o pecado que faz a sua morada dentro de mim. 24. Quando me confronto com a Lei quero fazer o bem, mas é o mal que pratico. 25. A minha razão consciente abona perfeitamente a Lei, 26. embora observe um princípio totalmente diferente dentro da minha natureza. É um conflito contínuo com a minha atitude consciente, que me torna involuntário prisioneiro à lei do pecado e da morte. Em minha mente sou servo obediente a Deus, mas na minha própria natureza estou preso, por assim dizer, à lei do pecado e da morte. 27. É uma situação aflitiva! E quem sobre a terra me libertará das garras da minha natureza pecaminosa? Os Drs. William Arndt e F. Wilbur Gingrich, da Universidade de Chicago e autores do, "A GreekEnglish Lexicon of the New Testament", citam este comentário: "Especialmente no pensamento de Paulo, a carne é o instrumento inclinado ao pecado e está sujeita ao pecado a tal ponto que seja lá o que for a carne, todas as formas de pecado estão igualmente presentes, e nenhuma coisa boa pode viver na própria carne." Embora este princípio carnal não possa ser retirado de nós, o seu poder de operar na vida do crente foi neutralizado por estarmos em Cristo na Sua morte para o pecado. Romanos 8.3-4 (J. B. Phillips) 3. A lei nunca pôde produzir a justificação em virtude da fraqueza da natureza humana. Mas Deus resolveu o assunto enviando o Seu próprio Filho Jesus Cristo para viver nessa natureza humana que tantas perturbações causou. E enquanto Cristo realmente tomava sobre Si próprio os pecados dos homens, Deus condenava aquela natureza pecaminosa. 4. E assim podemos satisfazer às exigências da Lei, seguindo durante a nossa vida não os ditames da nossa natureza pecaminosa, mas obedecendo às sugestões dimanadas do Espírito. Repare o que a carne pode fazer conosco se desconsiderarmos a Obra da Cruz, e agirmos independentes do Espírito: Gálatas 5.19-21 (J. B. Phillips) 19. São óbvias as principais manifestações daqueles baixos instintos da natureza. A lista inclui a IMORALIDADE SEXUAL, a FALTA DE PUREZA NAS INTENÇÕES, a SENSUALIDADE, 20. O CULTO DOS FALSOS DEUSES, a FEITIÇARIA, o ÓDIO, as RIXAS, a INVEJA, a IRA, a RIVALIDADE, as DESAVENÇAS, o PARTIDARISMO,
  • 77. 21. os CIÚMES, a EMBRIAGUEZ, as ORGIAS e tantos OUTROS VÍCIOS COMO ESTES (...) não herdarão o reino de Deus, os que cometem tais coisas. É praticamente impossível para um cristão verdadeiro, regularmente dar vazão a esses baixos instintos (obras da carne), sem uma mudança de coração diante de Deus. A tolerância contínua e progressiva destes baixos instintos, nos leva a pensar se realmente nascemos de novo. Pelo fato de sermos o templo do Espírito Santo, nos é impossível continuar felizes no pecado. Mais cedo ou mais tarde seremos confrontados, com o Espírito. Eu conheço muito bem o que é ser confrontado pelo Espírito, e você? O crente verdadeiro, experimenta uma ou algumas destas obras da carne, mas sente um desejo de livrarse disso tudo por causa de Jesus. Enquanto que o que não nasceu de novo, deseja livrar-se apenas das consequências - AIDS, cirrose, prisão, cadeia, doenças, enfermidades, processos legais, e morte. Jessie Penn Lewis, no livro, "The Conquest of Canaan", comenta: "Gálatas 5.24 é uma passagem que se enquadra justamente aqui: 'E os que são de Cristo crucificaram a carne com suas paixões e luxúrias'. Esta é judicialmente a posição dos filhos de Deus, mas deve ser, também vivida. Porque nessa batalha espiritual, a menos que a faca seja aplicada ao que as escrituras chamam de carne, essa será terreno para satanás atacar-nos e enfraquecer-nos no conflito. A carne deve estar sob a faca da cruz, porque se houver algum delito ou algo duvidoso em sua vida e você se aventurar a enfrentar o adversário, ele se voltará contra você e fará pressão na área não crucificada em você, pressionando-o com seu terrível poder. Você precisa manter a carne, firmemente, persistentemente e totalmente sob a cruz. Assim como, seus delitos, vontades e orgulho." Observe esta explicação dada pelo Dr. A. W. Tozer, "The Pursuit of God", a respeito da cruz; tal explicação se encaixa perfeitamente no assunto que aqui estamos abordando. Repare: "O tipo de cristianismo que atualmente está em voga, conhece a presença divina apenas na teoria. Ele fracassa na ênfase do privilégio cristão. Isto é, de acordo com seus ensinamentos, já estamos posicionalmente na presença de Deus. Nada é dito acerca da necessidade de experimentarmos, de verdade, essa presença. (...) O que é que nos impede? Usualmente a resposta que ouvimos é que somos 'frios'. Só que isso não explicará todos os fatos. Há algo mais sério do que a frieza de coração. (...) E, o que poderia ser? Não seria a presença de um véu em nossos corações? Um véu que se não for retirado, como o primeiro o fôra; ainda obstrui a passagem da luz, escondendo-nos a face de Deus. O 'eu' é o véu opaco que esconde a face de Deus. Ele só pode ser subjugado na experiência espiritual e nunca pela mera instrução. Devemos varrer essa lepra de nosso sistema. Há muito o que ser feito por Deus no que se refere à nossa morte antes de ficarmos livres. É necessário que convidemos a cruz para que ela efetue em nós esse trabalho. Devemos trazer os pecados do nosso eu diante da mesma para julgamento, e nos prepararmos para a provação e sofrimentos semelhantes aos que nosso Salvador experimentou durante o governo de Poncio Pilatos. Deixe-nos lembrar que, quando falamos de entrega do véu, estamos nos referindo à linguagem figurativa. O pensamento é poético, e de certo modo, bonito. Mas, na realidade, não há nada de agradável nele. Na experiência humana, esse véu é feito do tecido da vivência espiritual. Diz respeito às sensações do nosso ser. E tocá-lo, é tocar onde sentimos dor. A retirada do mesmo fere, machuca e nos faz sangrar. Se dissermos o contrário, é fazer com que a cruz não seja a cruz, e a morte não seja a morte, em absoluto. Na verdade não é divertido morrer. Arrancar através do alto preço o material de que a vida é feita; não deixa de ser algo profundamente doloroso. Sim, foi isso o que a cruz fez a Jesus e faria a qualquer outro homem que tentasse tirá-lo dela. Sejamos cautelosos no conserto de nossas vidas; no que se refere à esperança de sermos capazes de rasgarmos o véu. Deus fará tudo por nós. Nossa parte é rendermos e confiarmos. Devemos confessar, perdoar, repudiar a vida egoísta e considerá-la como que crucificada. Entretanto, devemos ser cuidadosos para distinguir a 'aceitação preguiçosa' do verdadeiro trabalho de Deus. Devemos insistir que o trabalho seja feito. Não ousemos descansar, contentes com a simples e elegante doutrina da autocrucificação, isto é imitar a Saul e reter o melhor das ovelhas e dos bois.
  • 78. Se insistirmos que o trabalho seja feito, ele será feito. A cruz é rude e mortal. Mas, é efetiva. Ela não mantém a vítima morrendo nela para sempre. Chega o momento em que o trabalho termina e a vítima agonizante morre. Depois de tudo isso vêm a ressurreição gloriosa e o poder. Assim, a dor é esquecida devido a alegria do véu que foi retirado e entramos na experiência real da presença do Deus Vivo." Saiba que não nos sobrevêm tentação senão humana, mas fiel é Deus, que não nos deixará tentar, acima daquilo que podemos suportar, antes, nos dará também um escape, e abrirá um caminho aonde ele não existe. I Coríntios 10.13 (Novo Testamento Vivo) 12. Lembrem-se, porém, disso: os maus desejos que penetram na vida de vocês NÃO TÊM NADA DE NOVO nem diferente. Muitos outros enfrentaram os MESMOS problemas antes de vocês. E nenhuma tentação é irresistível. VOCÊS PODEM CONFIAR QUE DEUS IMPEDIRÁ QUE A TENTAÇÃO SE TORNE TÃO FORTE QUE NÃO A POSSAM ENFRENTAR, visto que ele assim prometeu e cumprirá o que diz. ELE LHE MOSTRARÁ COMO FUGIR DA TENTAÇÃO PARA QUE VOCÊS POSSAM AGÜENTÁ-LA COM PACIÊNCIA. No próximos capítulos o leitor terá a visão geral do que está acontecendo, onde se originou o ocultismo satânico tão amplamente difundido hoje, sua retomada nos anos 70, algumas de suas vertentes, e por aí afora. Capítulo Quatro Antes De Mais Nada Antes de mais nada, faz-se necessário explicar ao leitor que, esta é a visão geral do ponto de vista de um ex-ocultista satânico. Embora tenha perambulado por tantas religiões, seitas e outras penitenciárias espirituais, me deterei mais, nos assuntos voltados ao satanismo, mas isso não impede que eu venha a citar experiências obtidas em outras prisões. E também, para evitar citar os "titulos" de cada segmento citado, adotarei o título: "satanista" para todos ok? Tudo isso para quê? R= Para proporcionar ao leitor subsídios, ao meu ver importantes, tanto para ajudar aos outros que porventura estejam nesta "roubada", como para armar o leitor na sua própria vida pessoal. Pois tenho visto um grande número de cristãos, que, por não saberem melhor, têm praticado, ou têm permitido que sejam praticados, coisas que na verdade são: Práticas Satânicas. É lícito estudar a respeito deste assunto? R= Para não traçar uma opnião pessoal, vejamos o que Paulo nos aconselha nestas cartas, aos Efésios e aos Coríntios: Efésios 5.11-12 11. E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas (ocultismo e suas vertentes), mas antes CONDENAI-AS. 12. Porque o que eles fazem em OCULTO, até dize-lo é torpe. II Coríntios 2.11 11. (...) para que Satanás não alcance VANTAGEM SOBRE NÓS. Pois NÃO IGNORAMOS os seus ardis (estratégias, planos, propósitos e práticas). O estudo deste assunto faz parte de um dos rudimentos da doutrina (ensino) de Cristo (Hebreus 6.1-2); trata-se do "arrependimento de obras mortas". E para ser mais específico, de duas obras mortas, a saber: a Idolatria e a Feitiçaria, citadas no livro de Gálatas 5.19-21 e Apocalipse 22.15.
  • 79. Infelizmente, muitos têm desprezado os rudimentos, alegando que estão "além deles"; realmente, é bem verdade que o escritor de Hebreus diz que devemos deixar os rudimentos da doutrina de Cristo, e prosseguir para a perfeição. Hebreus 6.1-2 1. Pelo que, DEIXANDO OS RUDIMENTOS DA DOUTRINA DE CRISTO, prossigamos à perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus; 2. E da doutrina dos batismos, e da imposição das mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno. Mas, não é o que a vida prática da grande maioria tem refletido. Muitos ainda têm sido enganados pelas armadilhas da IDOLATRIA E DA FEITIÇARIA, em todas as suas vertentes; muitos cristãos não sabem quase nada a respeito da fé em Deus, dos batismos, das imposições das mãos, da ressurreição dos mortos, e muito menos do juízo eterno. Desta maneira, eu penso ser importante compartilhar com o leitor o que tenho aprendido de Deus sobre esse assunto. Atos 19.18-19 18. Muitos dos que creram vieram confessando e denunciando publicamente as suas próprias obras (arrependiam-se da Feitiçaria e da Idolatria). 19. Também muitos dos que haviam PRATICADO ARTES MÁGICAS (Ocultismo e suas vertentes), reunindo os seus LIVROS, os QUEIMARAM DIANTE DE TODOS. Calculados os seus preços, achou-se que montavam a cinquenta mil denários (U$ 500.000,00 - quinhentos mil dólares). O apóstolo Paulo ensinava todo o conselho de Deus, ele era um pregador do Evangelho Pleno, e desta maneira, não poderia deixar de pregar contra algo que estava vigente naquela época, ou seja, o ocultismo satânico. Se eles tomaram aquelas atitudes de arrependimento e denúncia supra citados, é por que lhes foi pregado e ensinado, doutra maneira, não teriam queimado tanto dinheiro em forma de livros e manuais. E o preço desta pregação de Paulo, os louros deste ensino, foram perseguição e mais perseguição. Ao contrário do que muita gente pensa, Paulo era perseguido por expor os satanistas da época, por arrancar as suas máscaras. Atos 19.23-27 (Bíblia Viva) 23. Mas por aquele tempo surgiu um enorme alvoroço em Éfeso por causa dos Cristãos. 24. Começou com Demétrio, um ourives, que empregava muitos operários na fabricação de (imagens) modelos de prata da Senhora Diana. 25. Ele convocou uma reunião dos seus homens, juntamente com outros empregados em ofícios parecidos e disse: Senhores, este negócio é a nossa fonte de renda. 26. Como vocês sabem muito bem, por aquilo que viram e ouviram, ESTE SUJEITO PAULO, CONVENCEU MUITA GENTE, MAS MESMO MUITA, DE QUE DEUSES FEITOS POR MÃOS HUMANAS NÃO SÃO DEUSES. 27. Como resultado, o volume das nossas vendas está caindo. E esta tendência é evidente, não apenas aqui em Éfeso, mas em quase toda a Ásia. Naturalmente eu não estou falando dos aspectos comerciais desta situação e do nosso prejuízo, mas também da possibilidade de que o templo da grande deusa Diana perca a sua influência, e de que Diana esta magnífica deusa adorada, não somente em toda esta parte da Turquia, mas ao redor de todo o mundo, seja desprezada. Nada Mudou
  • 80. Esta pregação tinha poder naquela época e hoje também tem, visto que Deus não mudou e o Ocultismo em todas as suas vertentes não acabou, pelo contrário, está cada vez mais evidente. A grande maioria das pessoas que habitam hoje na terra, não acreditam na existência de um Deus pessoal, de um Deus que se importa, de um Deus que é Pai - Onisciente, Onipotente e Onipresente. Deus esse que por muito amar as gerações passadas, presentes e futuras, estabeleceu o caminho perfeito e único para se chegar até Ele: Jesus Cristo, e assim viver uma vida abundante tendo a certeza de passar a eternidade ao lado desse Pai de Amor. Esse Caminho é Único e não aceita vias marginais, atalhos e "caronas". No entanto, infelizmente, há muitos que têm preferido acreditar numa energia, numa força, numa Lei Mística ou Poder Universal que pode ser conectado (acionado) quando o seu próprio "eu" quiser; essas pessoas têm insistido nestas energias cósmicas que podem ser manipuladas para o bem ou para o mal conforme acreditam, e para tanto praticam diferentes técnicas, métodos e rituais, referentes ao segmento ocultista em que estão inseridos. Por outro lado, há muitas pessoas também, que são por assim dizer, "autônomas" e "autodidatas", ou seja, não fazem parte de nenhuma seita, religião ou organização, mas buscam "burlar" a Deus da mesma forma. Essas tentativas de se buscar a Verdade, de se "burlar" a Deus, de se obter o "Conhecimento Experimental" - esses atalhos e caminhos marginais - são considerados pelo próprio Deus: Ilegais, Abomináveis e Passíveis da Morte Eterna. Ele já estabeleceu o caminho Legal: Jesus Cristo; e toda religião, seita, filosofia, sociedade espiritual, que não siga o caminho já preestabelecido, é: Terrena, Animal e Satânica. Origens ??? No mundo inteiro existem milhares de pessoas, organizações e seitas que servem e cultuam a Satanás abertamente, enquanto que outros o fazem de maneira sutil. Eles se dividem em grupos organizados, seitas, igrejas e "grottos". A primeira manifestação ocultista teve lugar no Éden, onde a serpente serviu de médium, satanás de mentor espiritual e Eva de assistente (Gênesis 3.1-6); e, até hoje as práticas ocultas, via de regra são realizadas com esses elementos: os médiuns - intermediários, os demônios, mestres cósmicos, mentores ou guias e os assistentes. Desde a queda do homem no Éden, o ocultismo passou a ser praticado. Como é impossível para Satanás, a comunhão com Deus, ele juntamente com seus seguidores, procura habitar entre os homens e o faz através da manifestações ocultas e proibidas da Quarta Dimensão. Querem estes seres o poder da expressão: daí usarem, preferivelmente, o homem, de quem usam as faculdades para mesmo que, disfarçadamente, o levar ao afastamento de Deus e a destruição. Um segundo caso bíblico da origem bíblica desta apostasia na terra, aconteceu com Ninrode, "poderoso caçador diante do Senhor" (Gênesis 10.9), estabelecendo o Império da Babilônia, tendo Babel como uma de suas principais cidades. Este Império era caracterizado por luxo, soberba e ociosidade, além de baixa moralidade. Eles adoravam as quatro estações, a terra, o mar, o vento, o trovão, e por aí adiante. Dando início aos rituais de uma infinidade de deuses principais e pequenos deuses, servindo posteriormente de referência para a fundamentação religiosa de Roma e Grécia, com todo o seu politeísmo; disso também podemos obter algumas respostas da existência de uma infinidade de deuses, orixás e santos das principais religiões atualmente em voga. Muito mais que cultos e rituais públicos, toda a lei babilônica estava fundamentada em regras ocultistas, adquiridas dos próprios demônios. Tinham como ciência, uma infinidade de métodos de consulta e
  • 81. adivinhação, que iam desde simples agouros até métodos astrológicos e científicos registrados em históricas tabuinhas (descoberta de arqueólogos), sendo que uma delas é comumente usada nos meios ocultistas, trata-se da tábua de Ouijá. As pessoas mais importantes, ou seja, que detinham o poder, e que por conseguinte manipulavam todo o povo, eram os sacerdotes e alto-sacerdotes, que estavam logo abaixo em hierarquia, do Imperador Ninrode, que por sua vez já tivera sido feito um deus. Tinha como mulher Semíramis, que também foi deificada após a morte de Ninrode, ou melhor, após o seu Nirvana, ou trasladação de sua alma para a região onde os babilônios acreditavam ser o lar dos deuses, ou seja, "a região dos céus de prata", ou Aruanda - dos orixás, Olimpo ou Asgard - dos germanos. Nota: Os fatos a respeito de Semíramis, de sua pós-manifestação no mundo como Diana dos Efésios, e mais tarde como Aparecida dos católicos, pode ser observado no Capítulo 10 deste livro. É histórico, o fato de que Babilônia, enquanto Império físico e secular, foi destruída, ou seja, "caiu". Por outro lado, o mesmo não se pode dizer, do sistema satânico do Império da Babilônia, sistema esse referência para todas as religiões, seitas e organizações, que existiram, que existem e que existirão, até que se cumpram as escrituras: Apocalipse 18.2-3 2. Então, exclamou com potente voz, dizendo: CAIU, CAIU A GRANDE BABILÔNIA E SE TORNOU MORADA DE DEMÔNIOS, COVIL DE TODA ESPÉCIE DE ESPÍRITO IMUNDO E ESCONDERIJO DE TODO GÊNERO DE AVE IMUNDA E DETESTÁVEL, 3. Pois TODAS AS NAÇÕES TÊM BEBIDO do vinho do furor da sua prostituição. Com ela se prostituíram os reis da terra. Também os mercadores da terra se enriqueceram à custa da sua luxúria. Esse sistema satânico, após muitos e muitos anos, iniciou aquilo que chamamos de "Origem Histórica" do ocultismo, ou seja, na Idade Média (Era das Trevas), que se estendeu por mais ou menos mil anos. Começou com a queda do Império Romano, no século V, e terminou com as grandes navegações, para ser mais preciso, com a Descoberta do Novo Mundo, em 1492. Cultuavam deuses da natureza, gnomos, duendes, ninfas, silfos, etc. Era o povo Celta quem detinha toda essa magia, a estrutura social era aristocrática; no alto da hierarquia, encontravam-se os Druidas, classe sacerdotal de sábios, que na verdade eram bruxos e magos precursores dos satanistas e ocultistas da atualidade. Eles eram educadores, juizes e sacerdotes, sendo assim, manipulavam o povo, a torto e a direito (tal e qual os babilônios); acreditavam piamente na Metempsicose de Platão, e sempre presidiam as Grandes Reuniões dos Celtas na Gália, atual floresta de Órleans. Uma destas festas anuais, era o Halloween, ou All Hallow's Eve, ou SamHaim: a última noite do ano, um momento para fazerem previsões do futuro, para os mortos visitarem suas antigas casas e para vingarem-se dos antigos inimigos. Os Druidas acendiam grandes fogueiras para as comemorações da divindade: Saman, o senhor das mortes que no ápice da festa saia por aí arregimentado espíritos malignos. Essa festa é comemorada e muito esperada hoje, no dia 31 de outubro nos países de língua inglesa, em particular nos Estados Unidos. Muitas escolas inglesas no Brasil, também se preparam para o Halloween. Podemos ver ainda, muitas organizações empresariais, buscando "fechar" boates e casas noturnas para comemorarem essa festa satânica. Existe também uma referência a essa festa com o nome de Sabbat; que é o nome que os franceses davam à festa celebrada pelos feiticeiros, num lugar isolado, para entrar em contato com o diabo e executar suas operações mágicas. Os espanhóis o designavam pelo termo Aquelarre, derivado do vasconço: Aquerbode, e larre = campo, porque o diabo se apresentava à festa sob a forma de um bode, e essas reuniões se faziam nos campos e lugares ermos.
  • 82. O nome francês de Sabbat provém de que tais festas se realizavam geralmente aos sábados, No Fausto, de Goethe, encontra-se uma descrição detalhada da festa ou reunião dos feiticeiros, sob o nome de Noite de Walpurgis. A magia era tão notória e forte que a Igreja Católica resolveu instituir a Inquisição, convocando dentre muitos, o inquisidor Torquemada para "assar na fogueira" os tais bruxos. E aproveitaram para colocar num "pacote só" os judeus, que não podiam ser condenados na Inquisição, pois a heresia só poderia ser praticada por pessoas convertidas ao catolicismo. No entanto os judeus foram acusados por manterem relações com os seus parentes - os cristão-novos que eram judeus recém "convertidos" ao catolicismo. Não era uma conversão verdadeira, o que eles temiam era a fogueira. Saiba que o real motivo para a Igreja Católica estabelecer a Inquisição foi o de saquear e roubar o patrimônio alheio. Mas isso já é assunto para um outro livro. Bem, o encerramento deste período, aconteceu no auge da Inquisição. Alguns séculos depois, nos anos 70, os hippies começaram a reconstruir essa maldição. Baseando-se nas influências de Aleister Crowley e outros. Nesta altura, já estava sendo pregado e bastante difundido, o assunto da proximidade do Quinto Buda, ou Maytrea, ou ainda, do Príncipe do Universo, que segundo acreditavam, viria quando se desse a Era de Aquarius, Nova Ordem Mundial ou Nova Era Satânica. Alice Bailey , Anton Lavey, Timothy Leary, e outros deram início ao grande "boom!" satanista. Nota: Esta foi somente uma "visão geral" na origem e retomada do ocultismo satânico. Se Deus assim permitir, poderemos estar lançando uma publicação que trate exclusiva e detalhadamente desse assunto. Caminho Da Mão Direita Para que o leitor possa ter uma melhor compreensão do Ocultismo, dividirei o assunto em dois grupos: Os ocultistas da Bruxaria Negra, e os da Bruxaria Branca. Magia Branca (O Caminho da Mão Direita) - são os magos, bruxas e bruxos, babalorixás e ialorixás, alquimistas, wiccas, astrólogos, idólatras e esotéricos em geral. Possuem poderes espirituais, mas dizem que só os usam para o bem. Alegam com firmeza, serem total e indiscutivelmente separados dos satanistas ou bruxos-negros, e via de regra irritam-se quando fazem tal comparação. Tem seus próprios rituais e cultos, que difere de grupo para grupo. De segmento para segmento, de crença para crença. São os que adoram e cultuam a natureza, os duendes, gnomos, silfos, energias, anjos, consultam os mortos; fazem despachos "leves", adivinhações, consultas para clientes, e por aí afora. Há muitos conhecidos representantes desta categoria: algumas astrólogas e angeólogas bem famosas, conhecidas atrizes-esotéricas e bruxos e suas consultas via telefone, empresárias esotéricas, proprietários de lojas esotéricas e espaços culturais para assuntos voltados ao neomedievalismo. Também existe um bruxo que diz ser a reencarnação de um bruxo celta medieval, que perseguido pela Inquisição, ele e outros magos reuniram-se na Irlanda para decidirem sobre o seu futuro; defendiam a dispersão dos bruxos pelo mundo, afirmando que no futuro, a energia mística renasceria em uma terra distante e dali se espalharia, restaurando a glória do panteão celta. Diz ele que essa terra é o Brasil e que sua missão é transformar a bruxaria em uma religião de verdade. Certa vez, um discípulo em potencial perguntou a este senhor se os praticantes precisariam realizar orgias. Para responder, ele explicou que: —Os bruxos não fazem "orgias" mas "magia sexual". Concluindo que a prática dessas "mágicas" caberá aos praticantes decidirem. Em meados de 70, alguns desses esotéricos andavam envolvidos com o satanismo; naquele passado remoto, vendera literalmente a alma ao satanismo. Tinha como mentor o bruxo-satanista inglês Aleister Crowley.
  • 83. Naquele tempo, tinham um líder, hoje um empresário respeitado do ramo ocultista, que pensava em tornar-se o Aleister Crowley brasileiro. Assim como, em 1920, o satanista inglês fundara uma abadia nas montanhas de enxofre da Sicília - destinada à prática de orgias ritualísticas, alquimias satânicas, sacrifícios humanos e farto uso de drogas, planejaram fundar, não uma abadia, mas uma cidade inteira, para os mesmos fins. Ela seria o grande "boom!" de uma alternativa para a sociedade de então - uma idéia que, no começo dos anos 70, deveria atrair uma multidão de adeptos. Na verdade, ninguém nunca tomou qualquer medida prática quanto a essa idéia. Limitaram-se a escrever panfletos, distribuídos no Rio de Janeiro, causando um grande alarde. Acontece que era a época do regime militar, e para os órgãos de segurança era o que bastava: aquilo só podia ser um disfarce para uma rebelião armada. Quando alguns destes foram presos em seus apartamentos foi recolhida enorme quantidade de material satanista. Incluo também nessa categoria todas as religiões e crenças, que de uma maneira ou de outra manipulam o mundo espiritual maligno. Eu sei que muitos teólogos, reverendos e doutores discordarão de mim, quando ponho tudo num mesmo "saco". Mas não me importo com aquilo que os tais estudiosos podem dizer, eu baseio minhas declarações na minha própria experiência passada, e digo que a fonte de todas essas religiões, seitas, filosofias que se mascaram de "luz e bondade": são Satanás e seus anjos. E por favor, tenha atenção a essa categoria, pois é através dela que Satanás usa um "oceano" de meias verdades bíblicas, para disfarçar um "balde" de mentiras. E os efeitos desse único "balde" são terríveis. Caminho Da Mão Esquerda Magia Negra, Satanismo (O Caminho da Mão Esquerda) - são os satanistas, bruxos e bruxas que adoram a Satanás abertamente. Mesmo nessa categoria, há uma certa diferença entre a magia negra e o satanismo, a magia negra busca prejudicar e destruir a toda e qualquer pessoa, enquanto que o satanismo, além de poder fazer as mesmas perversidades já citadas, enfoca de uma maneira mais específica, a destruição do povo de Deus, ou seja, os crentes; em especial, os ministros e líderes, pois quando se dá a destruição de um pastor por exemplo, via de regra, toda a igreja é destruída. O principal ensinamento que todo satanista adquire na sua iniciação e que mantém durante toda a sua miserável vida, é que Satanás teve parte na criação do mundo, e que foi expulso erradamente do céu quando ele pediu igualdade de poder junto a Deus; percebendo Deus, que poderia perder o trono para Satanás, o expulsou; e que um dia, ele vai reconquistar o seu lugar de direito. Os satanistas formam o seu fiel séqüito na terra, quanto mais iniciados existem no satanismo, mais rápido suas hordas crescerão para destruir a Igreja Cristã. Em síntese, o satanismo é basicamente a reversão e perversão dos símbolos, crenças, práticas e doutrinas cristãs. Penso que não há necessidade de se ingressar num Seminário Teológico para entender a doutrina satânica e o ocultismo em geral. Basta tomar uma grande verdade bíblica, invertê-la literalmente e "Boom!" você tem o fragmento da doutrina satânica. E ela sempre virá salpicada de grandes doses de perversidades. Além também de exaltar o homem como o seu próprio Deus, "Faça o que quiseres há de ser tôda a Lei", disse Aleister Crowley. Para fazer uma exposição mais didática, subdividi está categoria: os satanistas ou bruxos-negros, em quatro grupos específicos, ainda que tal exposição não seja facilmente observada na vida prática, a saber: 1. Neófitos
  • 84. São jovens e adolescentes na sua grande maioria que não foram iniciados, ou seja, não passaram ainda pelo ritual de iniciação; aprendem algumas coisas com os amigos, tais como: a brincadeira do copo, a tábua de Ouijá, o I Ching, o RPG, os Games eletrônicos e começam a consultar e "devorar" literatura ocultista. É também possível observar, um grande aumento dos "navegadores internautas", adolescentes na sua grande maioria, em web sites satânicos. Estes sentem-se quase que obrigados a formarem ou ingressarem em grupos notórios ao público, independentes das grandes organizações satânicas. É bastante comum haver nesta subcategoria, muitos dependentes químicos: viciados em drogas e álcool. Quando começam a experimentar o "senso de poder absoluto" que o ocultismo trás, procuram fazer qualquer coisa para se auto promoverem como poderosos satanistas. São tão descuidados que via de regra são apanhados pela polícia em abusos sexuais, sacrifício de animais e até humanos, destruição e pichação de igrejas cristãs, além de muitas outras barbaridades. Satanás não está nem aí, se esses jovens são ou não presos pelas autoridades, ele sabe que não tem muito tempo, e se apressa em difundir cada vez mais destruição sobre a terra. Estes são considerados de nível inferior, são desprezados e rejeitados, pelos outros ocultistas satânicos. 2. Religiosos São protegidos pela Constituição na maioria dos países, procurando assim jamais violar as leis, aos olhos da sociedade. Pelo fato da justiça local vigiar de perto as igrejas de Satanás, as igrejas de Lúcifer, as igrejas do Avatar, além de muitas outras, oficial e legalmente abertas, devido às denúncias das atrocidades apregoadas pelo satanismo; os adeptos e praticantes vão parecer as pessoas mais normais possíveis, isso para melhor envolver a sociedade. No Brasil usam a base legal do artigo quinto, inciso VI, da Constituição Federal: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias." No entanto, tudo não passa de uma fachada. 3. Idealistas É a categoria mais perigosa. Fazem do Satanismo um ideal de vida e não apenas uma crença religiosa. Avidamente declaram que são contrários aos sacrifícios humanos. O satanista Rex Byrnes (Church of Lucifer - Flórida), declara: "— Muitas pessoas ainda aceitam a definição cristã de satanismo, matar bebês, animais, etc. Isto é uma vergonha, porque há um punhado de satanistas por aí que nunca se quer conceberam que já são satanistas. Um punhado dessas pessoas poderiam contribuir grandemente para a nossa causa, mas infortunadamente não há ninguém para falar-lhes sobre o que esta causa é (...)" O Líder Geral dessa Organização (Church of Lucifer) é o Reverendo Frederick Nagash; há ainda mais seis igrejas filiadas, a saber: duas nos Estados Unidos (Flórida e Texas), Alemanha, Noruega, e Austrália. No Brasil, esta igreja era encontrada com o nome de COLBH - The Church of Lucifer Brazilian Headquarters. Especialistas no Recrutamento via Internet. Devido a saída da "Church of Lucifer" da Web, o líder da igreja brasileira, fez com que a COLBH se torna-se independente e soberana no Brasil, com o nome oficial de Igreja de Lúcifer com sede no Rio de Janeiro. Eles seguem a mesma ideologia anterior, ou seja, os ensinos de Lavey e Crowley, além de terem o mesmo estilo de aliciamento - a Rede Mundial. Dentro dessa categoria também estão: BROTHERHOOD - a Irmandade - uma das maiores organizações satânicas do planeta, ela é para a causa satânica, tal e qual, a Igreja de Roma é para os católicos do mundo inteiro, ou seja, uma espécie de Quartel General Supremo sobre a terra. AS MÃES - organização satânica somente de bruxas e feiticeiras, tendo sua origem na Europa, elas cuidam do treinamento das iniciadas para virem a tornar-se "Noivas" de Satanás. Grande parte dessas
  • 85. bruxas, iludem as meninas apontadas para tornarem-se noivas, com rituais de iniciação, bastante parecidos com as iniciações do "The Inner Circle Coven of Laiad", aparentemente leves a princípio. GRAND ORIENT LODGE - Também chamado Maçonaria ou Franco-maçonaria. Essa Organização Secreta está presente em todos os países ocidentais e em alguns países do Oriente. A Maçonaria não se considera uma religião, embora os maçons creiam num Ser Supremo, venerado como G.A.D.U. "Grande Arquiteto do Universo". A Maçonaria teve origem nas associações profissionais dos pedreiros-livres da Inglaterra, na Idade Média. Esses pedreiros-livres (FreeMasons) eram arquitetos e construtores de igrejas, suntuosos palácios e prédios civis, que se uniram para preservar seu especializado ofício e defender sua classe profissional. A princípio, somente os artífices desse ofício eram aceitos como membros da Franco-maçonaria. Mais tarde, cerca dos séculos XVI e XVII, foram aceitos antiquários e nobres como membros da organização, que enveredou pelos caminhos do ocultismo. Os cultos maçônicos visam atingir "a corporação mundial da luz" para o exercício da "arte imperial", ou seja, do apurado "trabalho de pedreiro" realizado no próprio Eu, e da edificação do "templo da humanidade". A Maçonaria tem se destacado pelas suas atividades caritativas e sociais, e também por sua participação ativa nos movimentos libertários dos últimos séculos, como a independência dos Estados Unidos da América; a Revolução Francesa, cujo lema "Liberdade, Igualdade e Fraternidade" é claramente extraído do lema maçônico; e na Inconfidência Mineira, que adotou a triângulo maçônico como símbolo que até hoje consta na bandeira do Estado de Minas Gerais. De todos os movimentos libertários, foi na Revolução Francesa que a maçonaria teve uma participação mais forte, e que resultou no massacre de milhares de pessoas e na anulação do conceito de religião, quando a França "aboliu" a existência de Deus e entronizou em seu lugar uma prostituta como a deusa "Razão"; passando à perseguição dos religiosos e à destruição de todos exemplares das Escrituras Sagradas, o que resultou em caos e trevas morais. Após três anos e meio, a situação política e social da França chegou a um estágio de degradação tal que os franceses se viram obrigados a permitir novamente as práticas religiosas abolidas. Na história contemporânea recente, grandes personalidades do mundo, políticos de expressão internacional e presidentes dos EUA foram e são membros da Maçonaria. Franklin Roosevelt, Harry Truman, Lyndon Johnson, Gerald Ford, Ronald Reagan e George Bush são apenas alguns exemplos de maçons que chagaram ao topo da pirâmide. E foi um destes, Franklin Roosevelt, que, em 1933, mandou colocar o Grande Selo Maçônico nas notas de dólar. Pode-se observar também a figura do primeiro presidente dos EUA, George Washington, um mestre maçom do 33° grau (o grau máximo da Maçonaria). Dentro dos rituais maçônicos predominam os símbolos ocultistas e as coisas profundas de Satanás (Apocalipse 2:24). A numerologia está intimamente ligada à geometria, é na na base dessa numerologia ocultista estão os números 3 e 5 como pontos de partida para a construção de figuras geométricas como o triângulo e o pentágono. Tudo na Maçonaria está impregnado do simbolismo derivado as antigas religiões egípcias, babilônica, hindu e greco-romana dentre outras. Quase todo ensino maçônico é apresentado através dessa simbologia. A pirâmide, por exemplo, é a terceira dimensão derivada do triângulo e simboliza o homem em busca da divindade e das energias cósmicas que seriam captadas pelo ápice e irradiadas até a base. A pirâmide é o símbolo da hierarquia espiritual da Nova Era, e é no seu ápice que se encontra o olho do deus da Maçonaria: Lúcifer, quem originou o Movimento. Veja melhor sobre isso no item Nova Era. O outro ponto predominante na Maçonaria é o número cinco, que dá origem à figura geométrica de cinco lados denominada pentágono, dentro do qual tem origem o pentagrama, a estrela de cinco pontas que é um dos símbolos maçônicos - o símbolo de Baphomet (pentagrama invertido). Dentro dos rituais secretos dessa sociedade ocultista há ainda senhas e sinais que só os iniciados têm conhecimento. São frases, sinais e posturas que, para uma pessoa de fora, nada representam, mas que um maçom identifica prontamente. Um desses sinais ou senhas da Maçonaria é expresso com a mão aberta, espalmada para frente com os cinco dedos estendidos. Quando um freemason está em perigo basta que levante a mão espalmada e será prontamente socorrido, caso haja nas proximidades outro membro da fraternidade.
  • 86. A Maçonaria tem ainda uma versão "light" própria para iludir os cristãos incautos, como eles mesmos, os freemasons, definem suas intenções: "Propagar o Evangelho cristão por meio da simbologia maçônica, ou inversamente, as verdades maçônicas revestidas das alegorias evangélicas". É por isso que a Maçonaria está bastante infiltrada nas igrejas evangélicas. Porém, foi na Igreja Mórmon que a Maçonaria deixou suas marcas mais acentuadas, pois Hyrum e Joseph Smith, os fundadores do Mormonismo, eram maçons e introduziram os rituais maçônicos na Igreja Mórmon, com algumas alterações. BOM-PA - É urna seita de Magia Negra, originária do Tibete, com estreitas ligações com as Lojas da FOGC (Ordem Franco-Massônica da Centúria Dourada), sediadas, em Munique, Alemanha, desde 1825, com outras 98 Lojas espalhadas por todo o mundo. Membros da seita Bon-Pa estiveram envolvidos com organizações secretas, como a Mão Negra, responsável pelo atentado que matou o Arquiduque Ferdinando da Áustria, precipitando o mundo na Primeira Guerra Mundial. Durante a era nazista na Alemanha, membros da seita Bon-Pa eram vistos freqüentando a cúpula do poder. Outro nome pelo qual a seita Bon-Pa, ou BonPo, é conhecida é "A Fraternidade Negra". Muitos chefes de Estado, artistas famosos e pessoas de destaque na sociedade, foram ou são vinculados à Bon-Pa ou à FOGC - através de 11 pactos" feitos com as "Torças das Trevas". Vale notar que, na Alemanha nazista, todas as Ordens Herméticas foram perseguidas e proscritas - exceto a FOGC e suas "Irmãs". Seria Hitler membro das mesmas assim como seus principais seguidores? ILLUMINATI - Antigos e Iluminados Videntes da Baviera, agora conhecida apenas como os ILLUMINATI que significa: Os Iluminados. Essa organização secreta foi fundada em 1 de Maio de 1760, na Baviera, Alemanha, por Adam Weishaupt; que por sua vez, introduziu a sua organização na Maçonaria, formando a: Grande Fraternidade Branca, uma elite de mestres maçons de 33° grau. Adam era um judeu que fora convertido ao catolicismo tornando-se um Sacerdote Católico, que ao longo do tempo criou a Casa de Rothschild, algo parecido como uma "grande família", que defendia e organizava os Illuminati. Extremamente perigosos, são a elite da elite satânica, poderia se dizer que eles são para Satanás, como os "SS" (exército dentro do exército alemão) eram para Hitler. Estão freqüentemente associados às conspiratórios revolucionárias, com a idéia de obter poder para dominar o mundo. 0 Reino do Terror que sobreveio a França por exemplo, após a Revolução Francesa de 1789 foi resultado das idéias e ações de Weishaupt. Essa Revolução foi uma experiência induzida e controlada pelos Iluminados, cuja sede de poder é ilimitada. Eles terem ficado notórios, os Illuminati agiam sob diversos nomes. Nos Estados Unidos, imediatamente após a Primeira Guerra Mundial, eles montaram o CFR - Council on Foreign Relations (Conselho de Relações Exteriores) Veja Capítulo 8. Da mesma maneira na Inglaterra, na Alemanha e diversos outros países o mesmo aconteceu e acontece. Eles são provavelmente a mais poderosa organização secreta da Terra na promoção da Nova Era. Seu poder se evidencia nas cédulas dos Estados Unidos. Se o leitor observar, verá na base da pirâmide maçônica uma data em algarismos romanos: MDCCLXXVI - 1776. Muitos acreditam que seja uma referencia a data da independência dos EUA: 4 de julho de 1776, quando, na realidade, a data assinala o ano da fundação da Ordem dos Iluminados: 1776. (Veja Capítulo 8) A senha maçônica da mão aberta era característica dos ILLUMINATI e foi também adotada por Giuseppi Mazzini, um maçom italiano fundador da Máfia. O próprio nome da Máfia, significa na realidade: Mazzini Autorizza Furti, Incendi, Avvelenamenti, ou seja, Mazzini autoriza roubos, incêndios e envenenamentos. Um dos símbolos da Máfia é uma mão negra espalmada deixada impressa na parede nos locais dos atentados. Seguindo a mesma linha de violência e conspiração, a KKK - Ku Klux Klan - Organização Secreta fundada no Sul dos EUA após a Guerra Civil (1867) pelo líder da Maçonaria, o Iluminado Albert Pike, com o objetivo de impedir que a abolição da escravatura resultasse em liberdade para os negros. Tal organização ficou conhecida pela violência que pregava e praticava contra os negros ate meados da década de 1960, assassinando e queimando suas vitimas "diligências noturnas" de terror e violência.
  • 87. Para os Iluminados, Lúcifer é deus e Jesus é o imitador. 0 termo ILLUMINATI representa a denominação dos adoradores do diabo - e isto eles não revelam - que engloba a Maçonaria, a Rosacruz, os Templários e muitas outras sociedades secretas. SKULL & BONES - os "Caveira e Ossos" - Criada no século XIX, dentro da Universidade de Yale, a Caveira e Ossos é uma Organização Ocultista altamente secreta formada por uma elite de Iluminados que tem como filosofia a formação da Nova Ordem Mundial. O símbolo dessa organização, é o mesmo usado pelos piratas, como também o mesmo usados para alertar de substâncias mortais. Um dos líderes dessa sociedade secreta, que possui poucos e seletos membros, é David Rockefeller, um dos banqueiros mais ricos e poderosos do mundo. (Veja algumas de suas declarações no Capítulo 8). ROSENKREUTZ - Ou RosaCruzes - Fundada por Christian Rosenkreutz, essa organização surgiu três séculos após a queda dos Cavaleiros Templários, em 1614. A Fraternidade Rosacruz depois dele ter viajado pelo Oriente Médio com o objetivo de aprofundar seus estudos nas artes ocultas. Logo após de fundada a ordem, ele mais seus quatro integrantes de início construíram uma sede chamada "Casa do Espírito Santo", onde os membros reuniam - se anualmente. Dizem que Chistian Rosenkreutz morreu aos 150 anos. No entanto, antes de falecer, ele moldou sua sociedade secreta para que ele continuasse a existir por séculos com o objetivo de "salvar a humanidade" já que segundo eles, esta sociedade tinha o poder de curar. Christian foi sepultado na Casa do Espírito Santo. A partir da descoberta da cripta em 1616 surgiu um livro intitulado de "O Casamento Químico de Christian Rosenkreutz". O livro narra a estória de um casamento em que um dos convidados é morto, mas, é trago a vida por meios alquímicos, um dos personagens principais do livro é uma misteriosa mulher chamada Virgo Lucifera, o que significa virgem de Lúcifer. O documento mostra a alquimia, que é vital para entender o mal escondido por traz da Maçonaria e das outras sociedades, pois a alquimia seria uma maneira de conseguir a imortalidade. FODAEX - Fraterna Ordem do Anjo Exterminador - uma Sociedade Secreta, da qual fazem parte apenas Iniciados. Originou-se de outra Ordem, o Opus 666 (A Obra da Besta do Apocalipse), que, ao que parece, foi completamente absorvida pela FODAEX. A FODAEX teve início no Brasil e, está quase (ou totalmente) inoperante. Sua "filosofia" consiste em "exterminar com máximo prejuízo todo tipo de pragas sociais". Ultimamente, conduziam, rituais numa pequena sala, chamada de "Templo Eletrônico", em cuja decoração entravam elementos típicos dos filmes alemães da década de 1920, além de instrumentos eletrônicos destinados a criar uma atmosfera peculiar (instrumentos musicais, como sintetizadores, para executar música eletrônica, iluminação estranha, com luzes negras, lâmpadas de neón e estroboscópicas; equipamentos de alta-voltagem, com ionizadores e bobinas-Tesla, entre outros), quando conjugados com jogos de espelhos, angulações especiais e rituais de caráter especial. Entenda-se como "pragas sociais" todo tipo de delinqüentes, contraventores e criminosos, além é claro das "minorias"; e como "exterminar com máximo prejuízo", por um fim à manifestação física, ou seja, vida no mundo das formas - matar por meios de magia, para se bem claro. Matar alguém, à distância, por meios mágicos, é a mais pura forma de Magia Negra; a FODAEX, porém, tem finalidade puramente altruísta. 4. Hereditários A grande maioria dos bruxos, satanistas, espíritas, médiuns, tem um histórico de antecedentes ligados as mesmas práticas, quando não, recebem ainda no ventre e durante a infância, os poderes satânicos, como também os demônios, que são passados de geração para geração. Via de regra, os pais - ocultistas e/ou satanistas, escolhem quando se dá o nascimento, o nome espiritual ou cabalístico do seu filho(a), no meu caso foi: Fénelon, mais tarde mudado para Lord Morton. O nome representa muito no mundo espiritual sendo muitíssimo respeitado, e a pessoa que recebe o nome de um demônio específico refletirá as características do seu dono, ou seja, do demônio em questão; basta observar como os judeus tratam seriamente esse assunto. E lembre-se toda a verdade é paralela.
  • 88. Concernente a exemplos não entrarei em detalhes, pois já existe uma referência prática dessa categoria na minha própria vida passada. E com certeza, você deve conhecer no seu bairro, ou na sua cidade, uma porção de casos "hereditários". Saiba que essas quatro subcategorias, estão interligadas e não separadas, e vou mais adiante, tanto a bruxaria negra quanto a bruxaria branca, são a mesma coisa. Satanás é a fonte de tudo isso. Ele não tem poder de criar nada, a única coisa que faz é copiar o modo de Deus agir. E seguindo essa linha de pensamento, entendemos que: da mesma maneira que o Corpo Espiritual de Cristo é constituído de várias partes - membros, vários ministérios, várias igrejas. Satanás também, daí essa grande diversidade, de religiões, seitas, organizações, filosofias, e outras "Penitenciárias" espirituais. Satanismo Sociedade Anônima Ltda. As grandes organizações satânicas são secretas, evitam manter qualquer coisa que possam comprometêlos: Documentos, Pactos, Registros, etc. Usam nomes falsos. E infiltram-se em todos os níveis da sociedade como: Universidades, Política, Música e Artes, Forças Armadas, Departamento de Polícia, Medicina, e para o choque de muitos que lêem este livro, infiltram-se também nas igrejas evangélicas, são considerados cidadãos de respeito "acima de qualquer suspeita". Esse último não deveria ser nenhuma novidade para os cristãos (ou melhor, para aqueles que lêem a Bíblia). São mascarados e mestres no engano, vivendo assim, vidas duplas. Dessa forma torna-se mais fácil o recrutamento, e a destruição das igrejas. O apóstolo Paulo, nos dá uma dica a respeito disso, em: II Coríntios 11.14-15 14. E não é de admirar; porque o PRÓPRIO SATANÁS SE TRANSFORMA EM ANJO DE LUZ. 15. Não é muito, pois, que os SEUS PRÓPRIOS MINISTROS (SATANISTAS, OCULTISTAS) SE TRANSFORMEM EM MINISTROS DE JUSTIÇA (Pregadores, Mestres, Profetas); e o fim deles será conforme as suas obras. Estão espalhados ao redor do mundo, e reúnem-se em pequenos grupos chamados Grottos, Igrejas e/ou Assembléias. Cada Grotto é liderado por um sacerdote superior, este chega a essa posição, através da execução de determinadas tarefas, por apresentar algum potencial espiritual, pela obtenção de altos poderes de bruxaria, e pela via normal - a substituição. Há uma substituição cíclica dos sacerdotes e sacerdotisas, um "iniciado(a)", ou "instruído(a)" com algum potencial é escolhido e passa por um treinamento para vir a substituir o sacerdote superior atual. Só o fato de ser escolhido para o treinamento já é uma grande honra no meio satânico - é necessário ser altamente qualificado para isso - a grande maioria dos aspirantes ao treinamento são ocultistas satânicos hereditários. Todos os sacerdotes e sacerdotisas sabem que ao serem substituídos, são destruídos pelo jovem substituto - Satanás foi quem instituiu essa lei - não existem opções. A chamada para a iniciação acontece de várias maneiras diferentes, no entanto o ritual de iniciação deve ser em síntese o mesmo: a assinatura de um pacto com o próprio sangue, usam como base a Bíblia Satânica de Lavey, muitos nessa hora dão uma "travada", pensam consigo mesmos: —"O que? Meu sangue não!" No entanto quando chega nesse ponto é impossível desistir, pois os novatos em questão, os que querem desistir, são impiedosamente ameaçados e aterrorizados mentalmente.
  • 89. 100% dos candidatos cedem mediante essas ameaças. É nessa hora que trocam a antiga túnica branca, pela túnica preta não sendo mais considerados leigos e/ou neófitos. Depois do pacto, Satanás por ter conseguido a permissão, passa a ter sob seu poder, o espírito, a alma e o corpo. O espírito e a alma passarão por um processo chamado: Fusão Fluídica, o que permitirá que a alma e o espírito, agora um só, seja usado para penetrar e manipular a Quarta Dimensão. Após isso, pode Satanás, por assim dizer, fazer o que ele bem quiser. A maioria deles pensam que estão no controle da situação, quando na verdade são verdadeiros fantoches e marionetes, nas mãos do diabo. Dependendo da "sede de conhecimento" do iniciado, ele pode vir a conhecer o seu mestre espiritual mais cedo ou mais tarde. No meu caso vim a conhecer muito cedo e mais tarde se apresentaram outros a medida em que buscava mais revelação, mais conhecimento. A medida em que aprendia cada vez mais, sobre como usar os fluidos espirituais. (A respeito disso veja o capítulo 11) Treinamento Para seguir mais além dentro do satanismo, se faz necessário o treinamento: encantamentos, magias, evocações de demônios, bicorporeidade ou projeções astrais (sair do corpo); obtenção e aprimoramento da Clarividência, da Telepatia, da Hipnose, dos efeitos físicos, de transporte, etc. Além de saber conduzir todos os rituais satânicos: para Luxúria, para Cooperação, para Destruição dos Inimigos e os chamados Rituais Personalizados. Baseiam-se a priori, nos livros de Aleister Crowley (vide Capítulo 5) e Anton Szandor Lavey. (vide Capítulo 6), como também, de livros como: The Black Book of Satan, "O Livro Negro de Satanás". Uma outra Literatura importante e considerada extremamente perigosa pelos Magos que já se valeram dele é o: "Al Azif", titulo original do, "The Necronomicon" - um dos mais poderosos grimórios do planeta. Teria sido escrito por Abdul al-Hazred, um árabe do Iêmem, por volta de 730. The Necronomicon Outras fontes o atribuem a H.P. Lovecraft. Há ainda outras literaturas importantes e nunca desprezadas, como o Adeká (Livro de Feitiçaria) das religiões afro; o Livro dos Médiuns e o Livro dos Espíritos, do Kardecismo; além dos estudos, livros e teses da parapsicologia (este último para se ter algum respaldo pseudo-científico) Há também a necessidade de se conseguir uma fusão do corpo e da mente, através das Artes Marciais, da Ioga, do Tai-chi, da Meditação Transcendental, do Pensamento Positivo, do Biofeedback e de outras artes. Organização O Império das Trevas é regido pela competição, mas não são tolos; eles levam muito a sério aquilo que Jesus Cristo falou para os fariseus em: Mateus 12.22-32 25. (...) Todo o reino dividido contra si mesmo ficará deserto, e toda a cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá. 26. Se Satanás expele a Satanás, dividido está contra si mesmo; como, pois, subsistirá o seu reino? No Sistema Satânico, não existe uma fagulha de Amor se quer, somente ódio, rancor e malignidade. Os demônios são obrigados a obedecerem, não por respeito ao diabo, ou aos príncipes, e sim por medo de serem destruídos. O senso de disputa entre eles é intenso, para enfim mostrarem trabalho.
  • 90. Por outro lado, são os escalões mais elevados que mantém a organização deste sistema. E sabendo que toda a verdade é paralela, o mesmo se vê em seus ministros aqui na terra, porém com uma enorme diferença: não há quem aparte uma disputa entre satanistas, um terá que morrer. Mas porque? João 10.10 10. O ladrão (Satanás) vem somente para MATAR, ROUBAR e DESTRUIR (...) Isso incluiu também os seus súditos humanos; ele é um "velhaco", um mestre das ilusões. Ele diz para cada um sem exceção, que ele é o mais amado, o mais poderoso, o preferido da "espiritualidade maior", não importando a posição que este se encontre. E é tudo mentira, Satanás se deleita na morte e destruição dos seus ministros e servos. Para os parapsicólogos ele diz: "Trago-vos uma Nova Ciência." Para os ocultistas, diz: "Dou-vos as chaves para os segredos dos mistérios encobertos do conhecimento Experimental do bem e do mal." Aos religiosos e moralistas, se disfarça de sobriedade e promete-lhes a ajuda celestial e para os racionalistas, teólogos modernos e céticos declara firmemente: "Não estou nem aí. Não existo. Eu sou uma estória de contos de fábulas." João 8.44 44. Vós sois do diabo, que é o vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi HOMICIDA desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque NELE NÃO HÁ VERDADE. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, PORQUE É MENTIROSO E PAI DA MENTIRA. "Bala Na Agulha" Muitas das maiores e mais ricas Organizações Empresariais ao redor do mundo servem a Satanás; os empregados e funcionários nada sabem disso, no entanto, não se pode dizer a mesma coisa da altadiretoria dessas milionárias multinacionais. Não quero dessa maneira ser tolo para generalizar esse assunto, é óbvio que o nosso Deus tem abençoado sobremaneira os Seus Filhos que são empresários, executivos, homens e mulheres de negócios. Observe os irmãos: Colgate, Paul Tan, John Avanzini, e centenas de muitos outros que são abençoados financeiramente por Deus. Eles são cristãos. Não queremos instituir uma caça às bruxas. Não temos notícia de nenhuma empresa que se diga satanista ou assuma ligação com o satanismo. Mas elas existem. No entanto, é certo que nenhuma acusação pode ser feita sem provas consistentes para que não ocorra o que tem acontecido há algum tempo com a empresa Procter e Gamble. Uma notícia infundada e prejudicial à imagem da multinacional Procter & Gamble vem circulando, há mais de dez anos, no meio evangélico de todo o mundo. Fabricante de produtos de grande aceitação no Brasil, como as batatas fritas Pringles, Fraldas Pumpers, shampoo Pantene e produtos Vick, a empresa vem se dedicando a tentar minimizar os efeitos danosos da divulgação inescrupulosa de que o presidente da companhia Procter & Gamble, Durk I. Jager, estaria associado à igreja de satanás, nos Estados Unidos. Segundo a falsa notícia, o presidente da empresa teria dado uma entrevista no programa de um famoso apresentador de tevê, nos EUA – Phil Donahue – e líder de audiência, informando pertencer a tal seita, a qual seria beneficiada com parte dos lucros da multinacional. Apesar de a falsa notícia ter sido veiculada há tantos anos, algumas igrejas evangélicas no Brasil vêm, inadvertidamente, passando adiante a imaginária entrevista, obrigando a empresa a tomar medidas para o restabelecimento da verdade.
  • 91. O presidente da Procter & Gamble afirmou que nunca compareceu ao tal programa de Phil Donahue, nem qualquer outro dirigente da empresa. Ao mesmo tempo, reafirma que não há qualquer ligação da empresa com a igreja de satanás, e que seus fundadores e herdeiros são cristãos. Por conta da dimensão prejudicial da falsa notícia, a Procter & Gamble, em sua página na Internet (http://www.pg.com/rumor/index.html), tem recebido e publicado manifestações de apoio de diversos líderes religiosos do mundo inteiro, enquanto a utiliza também para divulgar todas as provas documentais sobre o fato. (Fonte: Folha Universal) Também os militares não são poupados, muitas bases militares ao redor do mundo tem um vínculo direto com Satanás; veja essa infeliz afirmação de um militar norte americano "reformado", Coronel M.A. Aquino: —"Eu me orgulho de não haver uma só Base Militar dos USA em algum ponto do mundo, que não tenha algum vínculo com o satanismo." Esse Coronel é um discípulo de Aleister Crowley e Fundador do "Temple of Set": uma prolongação da Igreja de Satanás de Anton Szandor Lavey. Na medicina também se pode ver uma forte influência satânica, que vai desde o diretor técnico até o enfermeiro. Esses são usados para facilitar as explicações das mortes dos satanistas que perdem um confronto, ou para avalizarem os papéis de entrada nos necrotérios dos corpos que são sacrificados nos rituais. Embora a maioria dos adultos sacrificados sejam cremados e, no caso de bebês, jogados no "saco de lixo". Andam de mãos dadas com os satanistas infiltrados nas delegacia de polícia, que são usados obviamente para evitar qualquer interferência da lei. Além também de poderem contar com advogados e juizes que estão inseridos na folha de pagamento. As finanças que patrocinam o satanismo e seus projetos como: subornos pastorais, propinas políticas, aluguéis de mansões, viagens de aviões, hotéis, congressos e reuniões internacionais realizados nas principais capitais do mundo e os salários dos médicos, enfermeiros, policiais e advogados. Vêm através de literatura, pornografia, prostituição, mercado de órgãos, drogas e contrabando de armas. Saiba que não há autoridade humana no planeta capaz de colocar tais pessoas na cadeia, e também não estamos aqui para condenar essas pessoas, pois Deus as ama e também morreu por elas. Somente o Poder do Senhor Jesus Cristo para resgatá-las dessa "roubada". Deus ama o satanista, mas abomina sua prática. Planos A medida em que vai se crescendo na espiritualidade satânica e na seita ou organização em questão, mais responsabilidade vai se adquirindo. No caso das grandes organizações, aqueles que sustentam maior poder são designados para darem assistência aos grupos menores, ou seja, viajam pelo mundo, coordenando Convenções e Conferências com ocultistas de outros países; compartilhando assim os planos de Satanás no que concerne os avanços do seu exército humano, pela corrupção dos políticos através de dinheiro - aliás muito dinheiro, pela destruição dos líderes e ministros cristãos, e pela união de todos os grottos satânicos. Algum tempo atrás foi realizado em um famoso hotel cinco estrelas em São Paulo, uma conferência dessas, claro que transvestida de Congresso de Magos e Wiccans. Tais Conferências acontecem antes do Black Mass, onde o Sistema Satânico, usando-se, daquilo que eu chamaria de "fluido coletivo" cedido, ou melhor roubado, dos muitos ocultistas presentes, revela seus planos diretamente aos sacerdotes, ou àqueles que ocupem uma posição de intermediação. A declaração citada a seguir, foi proferida por um satanista no ano de 1997; é um fragmento da mensagem satânica concebida na Irmandade, e espalhada para todas as igrejas, grottos, assembléias e organizações de todo o planeta. A saber:
  • 92. —"(...) nos próximos três anos (começados em 1998 com o triplo número 666) estará atingindo importância para todos nós. Os cristãos já começaram a encarar o final do seu controle sobre milhões de pessoas. Está sobre nós para mostrá-los que eles tiveram direito ao seu tempo! Está sobre nós para tomarmos o nosso destino finalmente em nossas mãos (...)" Isso quer dizer o seguinte: no dia 6 de março de 1998, restariam 666 dias para que a humanidade começasse a passagem para o Terceiro Milênio, ou se preferir para a Era de Aquarius, ou ainda para a Nova Era Satânica. Sendo esse dia de grande importância e expectativa para os bruxos-negros e bruxosbrancos de todo o planeta. Para estes, restaria ou resta, pouco tempo para a manifestação do Anticristo na terra. Para esse dia estariam preparando os Conselhos para efetuarem os planos que exponho a seguir, e para serem celebrados no Black Mass que vai do dia 19 ao dia 31 de março, onde via de regra, sacrificam um homem simbolizando Jesus. Tais estratégias não são provenientes de uma mente criativa, mas sim, de um sistema satânico, chamado Babilônia. Este sistema não goza poderes de onisciência, no entanto, se valeu de suas falanges organizadas, para espalhar estes planos aos satanistas ao redor de todo o planeta. Desta maneira você poderá obter esta mesma exposição relatadas a seguir, de satanistas argentinos, americanos, ingleses, brasileiros, alemães e por aí afora. Nota: Há algo maior que a Irmandade na terra hoje, não estou a falar de demônios e por aí afora, isto é óbvio demais. Estou falando que há um grupo de pessoas superiores a Irmandade - que é tida como a maior organização satânica na terra atualmente; não sei quem são, não sei onde estão, mas que tais pessoas existem e estão, com a devida permissão no "controle", isso eu tenho certeza. Nos tempos passados, diziam-me: "—Pare de delirar, não há nada maior que a Irmandade." Mas hoje, como um crente nascido de novo, estas certezas são ainda mais fortes. Os planos são evidentemente em suma destruir os cristãos, no entanto deixe-me compartilhá-los. Eles consistem no seguinte: Ser aceitos pela igreja como um dos seus, Obter a confiança dos seus chefes, Paralisar os clamores ao seu Deus, Implantar guerra interna, Enxertar outros ensinamentos, Destruir a União, Paralisar os estudos contra a Causa e Levantes rituais aos que exercerem liderança, como Magias, Projeções, etc. E como já foi dito, esses planos são regra, para todos os grottos do mundo, seja no Brasil ou na Inglaterra. Repare nesse texto didático extraído da própria "Igreja de Satanás": "Sendo um bom satanista - Este material de referência é um bom guia para torná-lo um bom satanista. Ser um satanista é como ser um vigia nas portas do paraíso. Você deve estar perfeito, e seguir a lei da Bíblia. O pré-requisito para tornar-se um satanista é justiça, segundo à Lei." "Há umas coisas importantes que são requeridas de satanistas. Um é um conhecimento genuíno da Bíblia, e as Leis de Deus e Jesus. Isto é absolutamente necessário para que você saiba exatamente como enviar alguém para o inferno. Outra boa coisa está em relembrar e estudar aquilo em que os Cristãos acreditam. Eles não baseiam suas crenças no que Jesus disse, isto explica o porque eles são os tais alvos fáceis. Leia Paulo o enganador." "Meta dos Satanistas: ENGANAR, PARA FAZER OUTROS QUEBRAREM AS LEIS DA BÍBLIA, E PARA CERTIFICAR-SE QUE AS PESSOAS VÃO PARA O INFERNO. Nós somos o braço forte de Deus, e nós devemos certificar-se, como nosso dever, que ninguém fraco obtenha o paraíso." "Isto é uma tarefa fácil. Os Cristãos assistem de fora aos satanistas que comem crianças, que matam, roubam, e cometem outras formas de maldade e injustiças. Entretanto, isto é um mito. Nós somos mais justos, porque sem ser justo, você não tem a possibilidade de saber quem enviar ao inferno." "Primeira lei que você deve pegar para fazer os Cristãos desobedecerem: Questione-os sobre dinheiro, ou algumas roupas. Isto é expressamente proibido para eles , se recusam a dar qualquer dinheiro ou roupas para alguém. Se nós fossemos considerado pobres, não haveriam perguntas. (Mateus 19:21) Se nós somos maus (significa que nós estamos roubando deles) então eles não podem resistir os maus. (Mateus 5:39) Se eles se recusam em obedecer, estes vão para o inferno."
  • 93. "Segunda lei que você deve pegar para fazer os Cristãos desobedecerem: Questione-os sobre adoração. Tente fazer com que eles admitem que adoram um outro Jesus, a trindade. Se eles adoram unicamente ao Deus deles, e não a Jesus, eles estarão necessariamente se encaminhando ao inferno." "Terceira lei que você deve pegar para fazer os Cristãos desobedecerem: Tente fazer com que eles te odeiem. Jesus expressamente disse que você tem de amar todos, não importa o que te façam. Se eles odeiam você, eles não serão pessoas que Jesus deseja ver no paraíso. (Mateus 5:44) Ofenda-os, Provoque-os. Insulte sua inteligência, os Cristãos se orgulham deles serem os maiorais." "Outras leis para usar: Faça com que eles digam que a Lei da Bíblia nada significa. (João 14:15, Mateus 5:18-19) Somente diga "Você sabe, que você não é perfeito, você não pode obter o paraíso." Eles provavelmente mostrarão pra você aquilo que Paulo escrevia, que a Lei não é perfeita. Ajude eles a encontrarem Romanos 3:23, Gálatas 2.16, e outros lugares. Certifique-se de conseguir que eles te mostrem onde a Lei não é perfeita. Deixe que eles te ensinem. Isto é ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIO: que você consiga que eles te ensinem que a Lei não é necessária." "Conte pra eles que você é um satanista. Consiga a condenação e julgamento deles (Lucas 6 37). Isto assegura a eles mesmos que não devem condenar e julgar. Fale que eles devem ir e ensinar a Lei. Fale pra eles venderem seus pertences. Certifique-se se eles fazem isso ou não. Se eles dizem que fazem tudo isso, e desobedecem, eles estão violentando as regras de Jesus, mas também são falsos profetas. Se eles desobedecem estão se auto-sentenciando. Se eles fazem todas as coisas que você questionou, bem, você tem em suas mão, um homem de justiça, Convide-o para entrar em nosso Clube da Justiça. (Mateus 19:21)" Note: Quando algum satanista não pode se infiltrar, Satanás usará membros de igreja com sérios comprometimentos - bases legais e brechas, ou, aqueles que ainda têm o canal espiritual, (decorrentes da fusão) abertos e operantes, como marionetes, para executarem o mesmo que os satanistas, claro que sem muito "peso". Mas podem ser muito úteis para o sistema satânico. A saber: SER ACEITO - É necessário que sejam contados com os demais cristãos, e para isso vão a frente (no altar?) para fingirem aceitar o Senhor Jesus, por vezes com muito emocionalismo. Prestem atenção meus irmãos, o satanista e/ou ocultista pode, sem ser prejudicado ou descoberto, proferir o Nome de Jesus facilmente, só não se sabe de qual Jesus estão falando; eu particularmente conheço dois homens que tem como nome de batismo: Jesus. E como já compartilhei antes, eles só não podem passar na prova de I João 4.1-3 Veja ainda o que Jesus tem a dizer: Mateus 7.21-23 21. Nem todo o que me diz: SENHOR, SENHOR! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus. 22. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: SENHOR, SENHOR! Porventura, não temos NÓS PROFETIZADO em teu nome, e em teu nome NÃO EXPELIMOS DEMÔNIOS, e em teu nome não FIZEMOS MUITOS MILAGRES? 23. Então, lhes direi explicitamente: NUNCA VOS CONHECI. APARTAI-VOS DE MIM VOS QUE PRATICAIS A INIQÜIDADE. Iniqüidade = praticas de perversidades. Iníquo = indivíduo de natureza perversa. Depois de pouco tempo estarão facilmente expulsando demônios, o texto acima nos respalda nessa realidade: "(...) em teu nome não expelimos demônios? (...)" e a minha vida passada também. Nada impede de Satanás encenar uma expulsão de demônios cinematográfica, que nem mesmo Hollywood conseguiria copiar, para que o seu servo ganhe credibilidade na Igreja a ser destruída. Veja
  • 94. bem, se o diabo puder paralisar duzentos membros de uma igreja em troca da prisão de dois ou três demônios no abismo, ele fará sem pestanejar. Na chácara onde estive internado, era eu entrar nos quartos e a "capetada" se manifestar, e eu mal impunha as mãos sobre os oprimidos que os demônios saíam em terror. Agora, note: eu ainda não estava liberto, eu ainda estava recheado de Bases Legais Satânicas. Atualmente não é muito comum haver igrejas que não falam em línguas, desta maneira é imprescindível que o satanista fale em línguas também. E isso não é nem um pouco complicado de se fazer, basta começar a citar alguma maldição em aramaico, cantar algum mantra, e até mesmo, enrolar a língua. Você pode dizer: "Ah, não há igrejas tão tolas assim!" Amados, aquilo que estou citando foi por mim observado, em muitas denominações diferentes. O método mais eficaz é recitar alguma magia do "Liber al vel legis" de Crowley, que nada mais são que línguas satânicas com conotações em aramaico. Expressar alguma reação física como tremer, sacudir, chorar pode ser crucial para ser aceito numa igreja emocional, ou neófita, ou seja, sem discernimento algum. É por isso que Paulo nos escreveu uma advertência em: I Coríntios 14.26-28 26. (...) Quando vos reunis (Culto) um tem salmo, outro, doutrina, este traz revelação, aquele, outra língua, e ainda outro, INTERPRETAÇÃO. Seja tudo feito para edificação. 27. No caso de ALGUÉM FALAR EM OUTRA LÍNGUA, que não sejam MAIS DO QUE DOIS OU QUANDO MUITO TRÊS, E ISSO SUCESSIVAMENTE, E HAJA QUEM INTERPRÉTE. Porquê? Porque muitas igrejas que conheci e até fiz parte, oram ao mesmo tempo e falam em línguas ao mesmo tempo nas reuniões sem dar a mínima para a interpretação. (QUEM LÊ ENTENDA, HÁ TEMPO PRA TUDO, TEMPO PARA CLAMARMOS JUNTOS, FALARMOS EM LÍNGUAS JUNTOS, INTERCEDERMOS COM GEMIDOS INEXPRIMÍVEIS JUNTOS; TEM QUE HAVER UMA ORDEM DE CULTO). Repare: certo dia uma mulher foi convidada a participar de uma reunião numa certa igreja. Lá ouviu alguém falar em uma língua estranha, de sonoridade agradável. Por curiosidade e interesse pessoal, anotou segundo a fonética, algumas frases. Alguns meses depois ela falou com um missionário sobre o assunto. O missionário falou que trabalhava numa região onde se falava essa língua e lhe traduziu as frases. A mulher ficou surpresa ao descobrir que se tratava de blasfêmias contra o Espírito Santo, com expressões imorais. Alguns podem dizer-me: —"Ah, você é muito radical, deve ser tradicional; Você não sabe, quando o Espírito ME TOMA, oh, É IMPOSSÍVEL DOMINAR..." Deixe-me lhe explicar algo: Se há um espírito que não toma ninguém, esse é o Próprio Espírito Santo de Deus; Meus irmãos, Ele é um gentleman, muito educado, um perfeito cavalheiro, Ele não sai por aí "tomando" as pessoas; não, mil vezes não. Porém, note: quando entramos na Presença do Deus Vivo, de fato e de verdade, é "quase impossível" (força de expressão), não demonstrar fisicamente alguma reação frente à magnitude e santidade do Senhor Deus. Tal experiência é perfeitamente distinta da experiência emocional, que sempre vem acompanhada de uma manifestação satânica. Quando resolvermos jogar no lixo a nossa "podre reputação", e nos abrirmos a Deus, adorando-O em Espírito e em Verdade, haveremos de fazer coisas "malucas" pela óptica do mundo. Mas repito: é algo totalmente diferente da experiência emocional. Por exemplo: Algum tempo atrás, no acampamento anual da minha igreja; estávamos tocando e louvando ao Senhor de uma maneira maravilhosa, havia uma harmonia grandiosa entre os músicos, sem
  • 95. falar no restante do povo, parecia que tínhamos ensaiado por um longo período, dado a unanimidade do que estava acontecendo; todos sem exceção adoravam ao Cordeiro de Deus. De repente veio do céu uma unção poderosa sobre todos aqueles que ali estavam reunidos. Nunca havia experimentado aquilo antes, enquanto tocava, pude ver pessoas chorando, outras cambaleando - como que bêbadas, ainda outras correndo em disparada pelo salão, outras dançando no Espírito. Enquanto ainda olhava aquilo tudo espantado, aquela unção como onda cobriu-me e passei a pular e marcar o ritmo com sons de uma marcha de guerra. Essa experiência, nada tem haver com espíritos tomando as pessoas sem ser convidado. Nós havíamos convidado essa unção através da adoração genuína. Fomos nós quem escolhemos aceitar o convite de Deus, para aquela festa espiritual. Em contrapartida, ao visitar uma certa igreja, observei que após o apelo para uma oração específica, uma mulher passou a rir e rir, ela gargalhava literalmente; ora, aquilo começou a causar-me incômodo, discerni que aquilo não era Deus, quando ouvi no meu espírito: "—É um demônio!" E para aumentar o meu incômodo vi que algumas "intercessoras - pelo menos tinham o tal crachá", davam respaldo àquele show demoníaco-emocional, dizendo: —"Uau! Deus não é maravilhoso?! Olha aí que unção esta mulher recebeu!" Ainda que aquilo não representasse nenhuma surpresa ou novidade para mim, fiquei abismado, eu remexia na cadeira, pensando se ali não haveria alguém do ministério local que estivesse vendo o que eu estava vendo, comentei com a minha mãe: "—É capeta dando show. Ninguém faz nada?". Imediatamente após esse comentário, veio como que correndo do fundo da igreja, uma irmã que, com muita educação mas sem respeito nenhum pelo diabo, expulsou aquele demônio. Ora, mesmo após o demônio ter sido expulso, ela continuava a querer fazer "show", então, aquela serva de Deus repreendeu-a com carinho, mas com muita firmeza. E ela parou de chamar a atenção sobre si mesma. Enquanto que as "intercessoras" estavam de queixo caído, talvez pensando: —"Aí que vergonha! Fui uma tola!" Você conseguiu ver bem a diferença? Amados, quem vive "tomando" as pessoas é o diabo e seus demônios, esse sim, invade sem ser convidado. Não quero dizer com isso, que essas pessoas em questão são SATANISTAS INFILTRADOS, mas tome cuidado com o emocionalismo, tenha cuidado, pois a alma pode estar muito evidenciada. O sistema satânico não têm poder de Criação, pelo que somente imita. Ele através dos seus servos imitará uma conversão, imitará uma expulsão de demônios e imitará o falar em línguas. OBTER A CONFIANÇA DOS CHEFES - Isso evidentemente é conquistado através de assiduidade nos cultos e reuniões, participações nos projetos, objetivos e planos da Igreja. Além do satanista conquistar a confiança dos lideres locais, ele também estará fazendo uma varredura e mapeamento em todos os membros, ou seja, verá quem são os que tem problemas de rebeldia, aqueles que não estão contentes com algum diácono ou presbítero, além também de poder observar os que tem sérios problemas com os vícios, pornografia, e sensualidade; e verificar os membros que manifestam idolatria pelos poderes espirituais, chamados de "presa fácil". No meio disso ele se usará do dinheiro para ganhar ainda mais confiança, o objetivo é que o ministério em questão fique dependente das ofertas dessa pessoa, e se estabeleça como uma referência de "FÉ FINANCEIRA", para que os outros membros tirem os olhos da sã doutrina, e os fixe no objetivo único de se tornar rico. É claro que não tocarão trombeta com relação as quantias, mas gradualmente aumentarão suas ofertas, "subornando" as lideranças, algo parecido com o assunto das "indulgências da Santa Igreja Católica para ganhar as indulgências, o sujeito devia ter a intenção de beneficiar-se das mesmas e realizar as
  • 96. obras prescritas. Martinho Lutero foi o primeiro a se levantar contra essa manipulação, sendo seguido por muitos outros que faziam parte do clero." Veja um conselho que Paulo nos dá em: I Timóteo 6.3-10 3. Se alguém ENSINA OUTRA DOUTRINA, e se NÃO CONFORMA COM AS SÃS PALAVRAS DE NOSSO SENHOR JESUS Cristo, e com a doutrina que é segundo a PIEDADE, 4. É SOBERBO, E NADA SABE, MAS DELIRA acerca de questões e contendas de palavras, DAS QUAIS NASCEM INVEJAS, porfias, blasfêmias, RUINS SUSPEITAS, 5. Contendas de homens corruptos de entendimento, E PRIVADOS DA VERDADE, CUIDANDO QUE A PIEDADE É FONTE DE LUCRO. 6. DE FATO, É grande fonte de lucro a piedade COM O CONTENTAMENTO. 7. Porque NADA trouxemos para este mundo, E NADA podemos levar dele; 8. TENDO, PORÉM, sustento e com que nos vestir, ESTEJAMOS CONTENTES. 9. MAS, OS QUE QUEREM FICAR RICOS caem em tentação e em laço, e em MUITAS CONCUPISCÊNCIAS LOUCAS E NOCIVAS, as quais submergem os homens na ruína e perdição. 10. PORQUE O AMOR DO DINHEIRO é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. O Reverendo Kenneth Hagin teve algumas visitações do Senhor Jesus Cristo - penso que três durante seus mais de sessenta anos de ministério bem sucedido, numa dessas visitações ele compartilhou sobre a ênfase dada pelo Senhor Jesus sobre o dinheiro: —"Cuidado com o dinheiro! Muitos dos quais eu chamei para o ministério perderam suas unções por causa do amor ao dinheiro!" Puxa, irmãos quantas igrejas estão sendo paralisadas por esta realidade. Alguém pode me dizer: "Ah, irmão! Está escrito em Mateus 16.18 que as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja!" É verdade, isso está escrito! Mas essa promessa diz respeito a Igreja, não a um ajuntamento de pessoas, que amontoam para si mestres, segundo as suas próprias cobiças; e tem se recusado a dar ouvidos à verdade, se voltando às fábulas. Não há tempo para brincarmos de igreja! PARALISAR OS CLAMORES A DEUS - Esse é o maior projeto operacional do sistema satânico, pois é exatamente o clamor e a Intercessão do povo de Deus que tem contido suas atividades sobre a humanidade. Foi pela oração intercessora da minha mãe e de outros irmãos, que um anjo foi enviado para deter aquele anjo da morte que procurava me levar às regiões sombrias do abismo; Foi pela Intercessão de Daniel que Deus enviou Miguel para ajudar o anjo no combate espiritual com o Príncipe da Pérsia que tentava impedir o profeta de receber a importante mensagem, veja em Daniel 10.10-21 Uma igreja de sucesso, é uma igreja que intercede e ora. Efésios 6.18 18. E orai em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito. Vigiai nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos. A tradução amplificada diz: ... Com todos os tipos de oração. Ainda outra tradução, a de GoodSpeed diz: "Use CADA TIPO de oração e súplica, e a cada oportunidade ore no Espírito." Já participei de muitos cultos de oração e intercessão, que na verdade nada tinham de oração e intercessão. Gastavam a maior parte do tempo hábil em: avisos, mais avisos, louvor, canções especiais, oferta, alguns testemunhos, mais algum aviso que tivesse sido esquecido, um pouco mais de louvor, e começava-se a orar; só que, quando estávamos chegando no ápice da oração, a reunião era encerrada.
  • 97. O título dessa reunião deveria ser: Reunião de Avisos e Merchandising Evangélico; e não: Reunião de Oração e Intercessão. Para o sistema satânico, a Oração e Intercessão são o Campo de Força Divino que impedem seus planos, quando ele consegue destruir esse campo de força, o ministério ou igreja em questão estão a um passo de serem paralisados. IMPLANTAR GUERRA INTERNA - Depois do Campo de Força Divino ter sido destruído, o próximo passo é implantar uma "guerra civil" dentro da igreja em questão, veja: Provérbios 6.12-19 12. O HOMEM DE BELIAL, o homem vil, anda com PERVERSIDADE NA BOCA, 13. Acena com os olhos, fala com os pés, e faz sinais com os dedos. 14. Perversidade há no seu coração, TODO O TEMPO MAQUINA O MAL, E ANDA SEMEANDO CONTENDAS. 15. PELO QUE A SUA DESTRUIÇÃO VIRÁ REPENTINAMENTE; subitamente será destruído, sem que haja remédio. 16. Há seis coisas que o Senhor odeia, SETE QUE SUA ALMA ABOMINA: 17. Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, 18. CORAÇÃO QUE MAQUINA PROJETOS INÍQUOS, pés que se apressam a correr para o mal; 19. testemunha falsa que profere mentiras, E O QUE SEMEIA CONTENDAS ENTRE IRMÃOS. Para tanto enxertam focos de - fofocas, intrigas, contendas, e demais viroses. É raro, por assim dizer, haver alguém imunizado que não passe adiante tais "enxertos abomináveis". Quantas vezes já ouvi pastores compartilhando comigo falhas horríveis de ministros e ministérios alheios, puxa, eu não me agüentava, eu precisava passar aquilo para frente; sabe o que parecia: a brincadeira infantil chamada "telefone sem fio". A confiança e credibilidade de muitos líderes e ministros, além de muitos sinceros irmãos são destruídos, por causa dessas viroses. "E você ainda me diz que não há guerra!" Coisas como: —"Ah, o pastor fulano é muito (folgado), ele sabe que a irmã fulana é viúva, e duas vezes por semana ele vai dar aconselhamento a ela, e sempre na hora do almoço..." Tiago 4.11 nos adverte: 11. Irmãos, não faleis mal uns dos outros (...) A palavra "falar mal" no original grego é: kakologíte, ou seja, "falar contra outrem". Ministro(a), nunca vá sozinho ministrar alguém do sexo oposto, com certeza você pode ser alvo de intrigas, ou melhor, você SERÁ alvo de intrigas. Porque você acha que um homem de Deus foi chamado para fazer parte daquela equipe de mulheres que iriam ministrar-me? O diabo é astuto e joga "sujo", sempre. Mesmo que você não tenha feito nada errado, tem alguma testemunha que testifique da realidade? O nosso Apóstolo diz em: I Tessalonicenses 5.22 22. (...) abstende-vos de toda a forma do mal. ENXERTAR OUTROS ENSINAMENTOS - Durante a minha vida cristã debaixo do placebo satânico, sempre fui tentado, a criar uma doutrina destorcida. Sempre desejei o cargo de Mestre na igreja.
  • 98. Saiba de uma coisa: se há um cargo que um ocultista satânico deseja na igreja é o de Mestre, pois conseguem fazer estragos terríveis e muitas vezes irremediáveis, nos membros novos e até mesmo nos antigos. Sabe porque? Porque a maioria são membros passivos, não conferem nada daquilo que o tal "mestre" está ensinando, aceitam qualquer coisa que venha do púlpito e principalmente dos livros evangélicos. E não sabem que há: Morte na Panela - veja o texto em II Reis 4.38-41 E te convido a se lembrar dos nossos irmãos em Beréia, lembra-se? Atos 17.11, pois bem, que possamos imitá-los, o Apóstolo Lucas enfatizou no seu livro (Atos) que, os de Beréia foram mais nobres que os Tessalonicenses; e observe que os Tessalonicenses eram bastante espirituais, basta ver a maneira de como Paulo escreve para eles, basta observar o conteúdo das duas cartas. E como já disse anteriormente, isso não quer dizer que os tais mestres, são satanistas infiltrados, no entanto, são grandes cooperadores do sistema satânico. Efésios 4.14 14. para que não sejamos mais meninos, inconstantes, levados ao redor por todo o VENTO DE DOUTRINA, pelo ENGANO DOS HOMENS QUE COM ASTÚCIA INDUZEM AO ERRO. Paulo advertiu ao corpo de bispos que estava em Éfeso, que haveria ministros dentro da igreja que "enxertariam", tal e qual, um vírus de computador, coisas pervertidas, embora os tais, tivessem jeito e forma de mestres da verdade. Atos 20.28-32 28. Olhai por vós, e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue. 29. Sei que depois da minha partida ENTRARÃO NO MEIO DE VÓS lobos cruéis que não pouparão o rebanho. 30. E QUE DENTRE VÓS MESMOS se levantarão homens que falarão COISAS PERVERSAS PARA ATRAIR OS DISCÍPULOS APÓS SI. 31. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos não cessei noite e dia de admoestar com lágrimas a cada um de vós. 32. Agora, irmãos, encomendo-vos a Deus e À PALAVRA DA SUA GRAÇA, àquele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os que são santificados. Ainda usando a analogia de um vírus de computador, você reparou que Paulo além de nos prevenir, revelou também a "vacina" contra o vírus, que é a Graça de Deus por nós - versículo 32. A composição da vacina, é um relacionamento simples e pessoal com Deus, pura e simplesmente pela Fé, e isso é "Graça". II Coríntios 11.3 3. Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte CORROMPIDOS os vossos entendimentos, e se apartem da SIMPLICIDADE QUE HÁ EM CRISTO. Agora partindo da premissa que a vacina é a "graça", vamos verificar que o vírus é a "desgraça", ou o "legalismo". Em outras palavras, trata-se da inútil tentativa de um relacionamento com Deus, tendo por base a Lei, e isso é praticamente impossível. Com relação a esses "hackers" do legalismo, Paulo o grande mestre e pregador do "anti-vírus" - a Graça, escreveu: II Coríntios 11.13-15 13. Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo.
  • 99. 14. E não é de admirar, pois o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. 15. Não é muito, pois, que os seus ministros se transformem em ministros da justiça. O fim deles será conforme as suas obras. Lembrem-se do "missionário" que quase destruiu-me através de um pequenino sofisma aceito por mim. Tenha atenção redobrada a certas pregações televisivas. Você não deve ser obrigado a aceitar nada, querido leitor. A Bíblia e o Espírito Santo devem ser os únicos guias da tua vida. Evidente que há muitos mestres e pastores que falam segundo a Palavra, que acentuam um relacionamento pessoal com Deus, pela Fé, com base na "Graça"; todavia, adquira o hábito de conferir tudo à luz da Palavra de Deus. Este é um direito que lhe assiste, não importa aonde você congregue. I Timóteo 4.1-2 1. MAS O ESPÍRITO EXPRESSAMENTE DIZ que nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, DANDO OUVIDOS A ESPÍRITOS ENGANADORES, E A DOUTRINA DE DEMÔNIOS, 2. Pela hipocrisia de homens que FALAM MENTIRAS e têm cauterizada a própria consciência, Esses "mestres" sempre usam versículos isolados. Sempre. Ensinam coisas terríveis e ridículas, tais como: —"Você não deve orar de qualquer maneira." Ou: —"Ah, não se iluda, a sua oração não vai passar do teto. Existem 400 passos para se achegar a Deus e ser ouvido; lembre-se: Daniel teve que ficar 21 dias orando para ser respondido." Ou seja, fazem da Oração um fardo desgraçado. E também: —"O que? Teu carro é de 1979? Até hoje não comprou outro? Com certeza, você está em pecado meu irmão?" Ou: "—Se você está endividado, a tua vida está errada diante de Deus." Ou: "—Puxa meu irmão, faz três anos que você vem a igreja com o mesmo terno, pare de ser incrédulo, não desonre o Nome de Jesus!" E o pior é, quando ensinam sobre enfermidades; se você tiver uma dor de cabeça, uma gripe, certamente dirão: —"Vá se converter! A tua incredulidade vai acabar te matando! No mínimo você está em adultério!" Saiba que eu creio na prosperidade e na cura divina. Evidente que as vezes falhamos, no que concerne esses assuntos, por vezes não damos ouvidos a Deus e somos afligidos na área financeira e física. Isso quando abrimos uma brecha. Mas esses "mestres" colocam as pessoas debaixo de um pesado e apertado jugo satânico mascarado de bíblico, NÃO SE PODE GENERALIZAR NADA. Muitas vezes, entrei enfermo nas igrejas e mediante o ensino de alguns "mestres" saia mais enfermo, pois eu não queria que falassem que eu era um incrédulo, ou que tivesse em pecado, afinal eu estava enfermo. Quantas vezes ouvi de irmãos e irmãs sem condições financeiras compartilharem comigo o seguinte: —"Irmão Flávio, eu não vou para aquela igreja, porque a maioria tem roupas caras e ficam nos oprimindo. Eu não vou, porque não tenho roupa bonita. E não quero que pensem que sou uma pecadora, estou em falta e não tenho fé." A grande maioria destes amados irmãos, são afugentados das igrejas por serem condenados e acusados de "FALTA DE FÉ", agora repare: Fé não se inicia com o ser humano, inicia-se quando Deus abre o Seu coração para conosco, de maneira que Fé é uma confiança à uma revelação que Deus nos concedeu. Fé é a nossa resposta à capacidade de Deus.
  • 100. Romanos 10.17 17. De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. No grego original, "palavra" - é rhema, ou seja, "ouvindo a palavra da própria boca de Jesus." Deus na Sua Palavra diz que sem Fé, é impossível agradá-lo (Hebreus 11.6), por outro lado, não conseguiremos por nós mesmos, encontrar Fé que o agrade. Hebreus 12.2 2. Olhando firmemente para Jesus, AUTOR (FONTE) E CONSUMADOR DA NOSSA FÉ, o qual pelo gozo que lhe estava proposto suportou a cruz, desprezando a ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus. Sendo assim, a Fé que temos Nele, vem, Dele; a Fé não vem de quem somos, mas de quem Ele é. Atos 3.16 16. Pela fé no nome de Jesus, este homem a quem vedes e conheceis foi fortalecido. FOI A FÉ QUE VEM PELO NOME DE JESUS que deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde. Não há poder na fé, per se, o poder está em Jesus. Não é o "acionamento" da fé que cura, salva e liberta, mas sim, o "meio", o "veículo" pelo qual Deus, realiza em nós o que Ele quer...; a simples entrega que a Fé verdadeira faz, muda tudo. Nós recebemos a Jesus pela Fé, não é verdade? Logo, devemos andar e permanecer Nele da mesma maneira, pela Fé. Efésios 3.17b (Bíblia Amplificada) 17. Que Cristo, mediante vossa fé, possa verdadeiramente habitar - estabelecer-se, morar - em vossos corações, fazendo deles seu lar permanente. Ao contrário disso, têm ensinado uma pseudo-Fé, que na verdade é Fé na Fé, ou seja, a ênfase é colocada na própria Fé, em vez de na Pessoa que é a Fonte e Consumação da Fé, em outras palavras: Jesus Cristo. Todo o fundamento deste ensino é colocado em termos de QUANTIDADE, nas PALAVRAS PRONUNCIADAS e no PENSAMENTO POSITIVO - cujos defensores deste mesmo raciocínio são: Joseph Murphy e Lair Ribeiro, homens que até onde eu sei, nunca tiveram um encontro real com Jesus Cristo. Muitos cristãos, e falo com bastante conhecimento de causa, pois fui um deles, influenciados por este raciocínio, têm um medo constante de que essa "Fé" venha a se perder ou minguar, trazendo por sua vez, pesadas condenações como: jugo, tristeza, frustração, e desânimo, caso a pessoa não tenha "Fé" suficiente. O próprio Deus tem algo a nos dizer em: Oséias 4.6 6. O MEU POVO ESTÁ SENDO DESTRUÍDO, porque lhe FALTA O CONHECIMENTO (da Palavra) . Porque TU, SACERDOTE (Pastor, Evangelista, Mestre, Apóstolo, Profeta), REJEITASTE O CONHECIMENTO, TAMBÉM EU TE REJEITAREI, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te ESQUECESTES da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos. A grande maioria desses membros passivos, ficam mais passivos ainda mediante esses pesados jugos e sofismas impostos. Colossenses 2.8 8. Tende cuidado para que ninguém VOS FAÇA PRESA SUA, POR MEIO DE FILOSOFIAS E VÃS SUTILEZAS, SEGUNDO A TRADIÇÃO DOS HOMENS, SEGUNDO OS RUDIMENTOS DO MUNDO, E NÃO SEGUNDO CRISTO. DESTRUIR A UNIÃO -
  • 101. Os passos anteriores já deverão ter cuidado disso. Mas repare no poder da União, ou se preferir, Unidade: Salmo 133.1-3 1. Quão bom e quão suave é que os IRMÃOS VIVAM EM UNIÃO! 2. É como o Óleo precioso (Unção, digo eu) sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes. 3. É como o Orvalho de Hermom (Refrigério), que desce sobre os montes de Sião. Porque ali (onde há união) o SENHOR ORDENA A BENÇÃO E A VIDA PARA SEMPRE. Veja o que aconteceu, quando os irmãos ouviram as palavras de Pedro e João concernentes a proibição de pregarem a Cristo, dada pelo principais sacerdotes e anciãos: Atos 4.23-31 24. Ouvindo isso, UNÂNIMES (EM UNIÃO), levantaram a voz a Deus (...) 31. Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a Palavra de Deus. Saiba que unanimidade e unidade não significam ajuntamento. É possível muitas pessoas estarem reunidas num mesmo local e mesmo assim não pensarem da mesma maneira, não serem unânimes. PARALISAR OS ESTUDOS CONTRA A CAUSA - Quero que o leitor analise comigo: grande parte dos crentes que ainda estão presos nos vícios, bebidas ou cigarros, ou nos adultérios, ou nas fornicações, ficam extremamente incomodados quando o pastor começa a dizer algumas verdades concernentes a isso, concorda? II Timóteo 4.1-4 1. Conjuro-te, pois, diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino; 2. PREGA A PALAVRA, INSTA A TEMPO E FORA DE TEMPO, ADMOESTA, REPREENDE, EXORTA, COM TODA A LONGANIMIDADE E ENSINO. 3. PORQUE VIRÁ TEMPO EM QUE NÃO SUPORTARÃO A SÃ DOUTRINA; MAS, TENDO COCEIRA NOS OUVIDOS, CERCAR-SE-ÃO DE MESTRES, SEGUNDO AS SUAS PRÓPRIAS COBIÇAS; 4. E SE RECUSARÃO A DAR OUVIDOS À VERDADE, VOLTANDO ÀS FÁBULAS. Da mesma maneira os satanistas sentem-se ameaçados e incomodados quando ouvem a respeito da verdade, ou seja, dos ensinos que lhes expõem, ensinos que devem ser puramente bíblicos. SATANÁS FICA ENDEMONINHADO quando escuta a verdade. É por isso que todos os satanistas, farão de tudo para cessar todo e qualquer ensino sobre o diabo e seus anjos, suas estratégias, seus planos e suas doutrinas, chamadas por Paulo de: Doutrina de Demônios. Para isso dizem: —"Vocês falam muito no diabo! Falem de Jesus! Falando do diabo vocês estarão dando glória a ele! Tem tanta coisa maravilhosa na Bíblia, não é preciso ficar falando no diabo. Pra quê? Ele já não foi vencido? Esquece o diabo irmão." Você se lembra daquele pastor norte-americano que me atendeu: "—Oh non, nos aqui non falar de satan!" Se o diabo destruir a Intercessão e o Ensino sobre ele, pronto! A igreja e/ou ministério estará no ponto para ser manipulado pelo sistema satânico. "(...) PARA QUE SATANÁS NÃO ALCANCE VANTAGEM SOBRE NÓS, POIS NÃO LHE IGNORAMOS OS DESÍGNIOS - PLANOS, ESTRATÉGIAS, ETC." II Coríntios 2.11 LEVANTES RITUAIS AOS QUE EXERCEREM LIDERANÇA - Todos os ministros sem exceção serão atacados, ainda mais agora quando se aproxima a Nova Era Satânica.
  • 102. Os ataques virão de todos os lados e de todas as formas possíveis e imagináveis: Magias serão usadas, altos-sacerdotes serão enviados pessoalmente para destruir os ministros. Enfim, usarão tudo aquilo que sabem fazer, no sentido de: manipulação espiritual. Êxodo 7.12 12. Faraó então mandou vir os sábios e encantadores, e os magos do Egito também FIZERAM O MESMO COM OS SEUS ENCANTAMENTOS (...) Os líderes em geral precisam das Intercessões de todo o Corpo de Cristo agora mais do que nunca, se não houver uma cobertura intercessora o ministro poderá cair. E não somente isso, o ministro em questão, deve manter uma vida de oração incessante e vigilante, tendo e mantendo uma dependência sincera do Espírito Santo a tempo e fora de tempo. Caso contrário, poderá cair! Irmãos, esse assunto é muito sério. Repare, muito antes da minha conversão, pelo fato de estar vivendo dentro de um contexto totalmente anti-cristão, já se sabia, através das notícias que algumas pessoas do nosso conhecimento traziam dos USA, que o alvo dos ataques dos muitos grottos reunidos lá, liderados pela igreja de Lavey seria o "pregadorzinho pop-star" Jimmy Swaggart - desculpe mas era assim mesmo que diziam. A razão dele ser o alvo, não era só porque ele servia a Deus, mas sim, porque grande parte do planeta o estava assistindo via satélite pela televisão. E como é notório de todos, o Pregador Jimmy Swaggart caiu, e a sua queda foi noticiada em todo mundo, pois afinal, ele estava na mídia. E saiba, um ataque satânico só é efetivo em alguém que tenha alguma base legal em vigor. Provérbios 26.2 2. Como o pássaro que foge, como a andorinha no seu vôo, assim, A MALDIÇÃO SEM CAUSA NÃO SE CUMPRE. Em contrapartida, vemos um homem quase que nas mesmas circunstâncias, ou seja, exposto na mídia; que antes de ser um alvo maciço de magias, foi advertido por Deus. E ele pôde posicionar-se a tempo. Esse homem é o Pregador David Wilkerson (o homem que profetizou a queda de Jimmy Swaggart e Jim Baker); ele compartilha que, após a publicação de "A Cruz e o Punhal", sua vida foi mudada; de um momento para outro ele foi considerado um especialista em narcóticos, as revistas "Time" e "Life" deram cobertura sobre o "Teen Challenge - Desafio Jovem", os jornais "Daily News", "New York Times" e o "Post" publicaram artigos sobre ele, esteve em programas de televisão, os convites para estar ministrando palestras eram inumeráveis, foi obrigado a instalar três linhas telefônicas para atender os chamados, teve que contratar quatro secretárias só para lidar com a correspondência, ele era detido nas ruas para responder a inúmeras perguntas, além de ter que retirar o seu número telefônico residencial do catálogo; enfim, ele não era mais um indivíduo com vida privada, e muito menos uma pessoa simples. Muito bem, certo dia ao andar por uma das avenidas nova-iorquinas, foi ele detido por um chinês, que insistia em falar; após várias tentativas de evadir-se do tal chinês, ele resolveu parar e ouvir; ora, disse o chinês que era um homem de Deus, morava em Hong Kong e tivera sido enviado por Deus para falarlhe, dizia ainda que a mensagem era muito simples, a saber: "o senhor esta dependendo demais de David Wilkerson, o senhor não está dependendo do Espírito Santo. O SENHOR PERDEU A SIMPLICIDADE!". Podemos observar isso no livro: "Depois de a Cruz e o Punhal", publicado pela Editora Vida, nas páginas 22 e 23. (Adquira o livro). Agora porque Deus advertiu David Wilkerson a tempo, e não advertiu ao Jimmy Swaggart; eu digo com toda a certeza, Deus o advertiu! O que acontece é que, quando temos bases legais em vigor e/ou quando estamos deslumbrados com algo que não é Deus, nos tornamos cegos e surdos aos avisos celestiais de perigo. Quase que expulsamos as pessoas que são enviadas por Deus para nos exortar, e nos avisar das ciladas eminentes. Uma vez alguém me disse: "— Flávio, cuidado com o que muito brilha!" Agora, quem sou eu, e quem é você, para desprezarmos o conselho de Deus, de exercermos vigilância a tempo e fora de tempo, de fugirmos da aparência do mal.
  • 103. Saiba que os anjos guerreiam por nós, nos ajudam nas áreas que não conseguimos vislumbrar ou compreender, ou que não temos acesso, por outro lado, não podem guerrear por nós na área da nossa vontade própria. O sistema satânico, por sua vez sabe que é mais fácil e seguro, nos destruir e/ou paralisar através da nossa própria vontade, onde os anjos de Deus não têm permissão de interferir, do que agirem fora da nossa vontade, o que os levaria a um combate direto com os anjos eleitos de Deus, e eles preferem não fazer isso. O sistema satânico precisa de permissão para fazer qualquer coisa, lembre-se eles já foram despojados por Jesus. (Observe melhor este assunto no capítulo 10.) Por isso os demônios desenvolveram ao longo de sua existência, habilidades tremendas, na arte de enganar, iludir, sugerir. Sendo Satanás considerado pelos satanistas, como o Mestre das Ilusões. Sendo assim, entendo que os ataques que virão de uma maneira maior agora, se efetuaram ainda mais, no nível da sutileza. Ainda que, as investidas explícitas também tenham o seu lugar. Não estou falando negativo não. Estou sendo é muito realista. A Palavra de Deus diz: I Coríntios 10.12 18. Aquele que pensa estar em pé, veja (cuide, ore, vigie, interceda, jogue o seu "acho" no lixo, ande em santidade, seja radical - Jesus foi radical) que não caia. Certo dia Paulo, Silas e Lucas foram vítimas de um sutil ataque satânico, que durou alguns dias, até que, através do Dom de Discernimento de Espíritos, Paulo detectou e resolveu o sério problema: Atos 16.16-18 16. Indo nós à oração, saiu-nos ao encontro UMA JOVEM QUE TINHA UM ESPÍRITO DE ADIVINHAÇÃO, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. 17. Esta, seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: ESTES HOMENS, QUE NOS ANUNCIAM O CAMINHO DA SALVAÇÃO, SÃO SERVOS DO DEUS ALTÍSSIMO. 18. E isto fez ela por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se, e disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, ordeno-te que saias dela. E na mesma hora saiu. Esta situação nos ensina um dos muitos ataques que poderemos sofrer nos dias atuais; veja que o demônio dizia a verdade com relação ao tipo de missão, e com relação a eles próprios (versículo 17), porém, como é de praxe, toda esta verdade estava escondendo um ardil satânico bastante sutil, observe: nesta versão bíblica do texto, lemos: "ANUNCIAM O CAMINHO DA SALVAÇÃO", no entanto, o original grego diz literalmente: "anunciam UM caminho da salvação", o erro estava exatamente aí. Se Paulo tivesse deixado esta situação, ficar por isso mesmo, aos olhos daquelas pessoas, seria como um sinal de que o apóstolo aprovava a manifestação sobrenatural sobre aquela jovem e a sua sutil declaração de que Jesus era apenas "um" dos muitos caminhos para Deus, em outras palavras, Paulo estaria compactuando com o sistema satânico. Atitude esta que o deixaria completamente vulnerável, e exposto a ataques mais explícitos, abrindo pesados precedentes contra o apóstolo. Todavia, ele discerniu a estratégia satânica, resistiu ao diabo e desbaratou seus efeitos ao expulsar o demônio daquela jovem. Mateus 16.18 18. (...) as portas do Inferno não prevalecerão contra a Igreja. E quero dizer para finalizar este assunto, vamos ajudar os amados irmãos que estão feridos, por causa das perversidades desses planos satânicos. Nota: A respeito de Reverendo Jimmy Swaggart, quero deixar bem claro ao leitor que pela Graça e Misericórdia de Deus, esse amado pregador está de pé, firme na Rocha e a glória da Segunda casa está sendo maior do que a primeira. Todavia, saiba que muitos cristãos se alegraram na época, com a queda de Jimmy Swaggart; quando eu saía das igrejas ferido, detonado, derrotado, muita gente ficava satisfeita ao vislumbrar o meu opróbrio. Portanto, pare de apontar o dedo em riste e estenda a destra em socorro, por esses preciosos e amados irmãos.
  • 104. Um amado pastor - aquele que foi canal de Deus para a minha libertação, disse-me assim: —"Meu irmão, existem dois setores no ponto de vista espiritual da igreja: o setor da Guerra e o setor da UTI - nesse, devemos cuidar dos ferimentos e baixas de Guerra, para que ao seu tempo voltem ao combate." Os Elementos Rituais Do ponto de vista satanista, há cinco elementos que tornam-se eficientes num ritual, se você tem algum conhecimento da pessoa a ser destruída. O Éter como a música que alguém ouve O Ar como o perfume que alguém prefere O Fogo como o retrato de uma pessoa A Água como a comida e/ou bebida que uma pessoa consome A Terra como Plano de Ação Cabalístico envolvendo os elementos acima Na Prática a vítima ouvirá uma música ritualizada - que é uma Ação (Terra) e também (Éter), materializando a "Magia" na expansão dos elementos, dentro do seu subconsciente, do seu físico e/ou do seu espírito. Refletindo externamente a Natureza do Príncipe em questão. As Variações são vastíssimas. Elemento Sentido Natureza Olfato Lúcifer Éter Audição Fogo Visão Ar Água Terra Paladar Tato Ponto The Self Centro Satan Sul Leviathan Belial Leste Oeste Norte 1)Cinco Atos de Magia: A) Evocação; B) Divinação; C) Encantamento; D) Invocação; E) Iluminação. Os "Cinco Atos de Magia" podem estar presentes nos Cinco Níveis das Atividade de Magia. 2) Os Cinco Níveis de Atividade de Magia: A) Feitiçaria; 11) Shamanismo; C) Magia Ritual; D) Magia Astral; E) Alta Magia. Há ainda artigos religiosos para efetivar o "sucesso" de um ritual, por exemplo: Roupa (manto negro) - Altar - Espada ou Adaga (p/ chamar os príncipes dos quatro cantos) - Velas Pretas (cinco, para se colocar nos pontos do pentagrama) - Braseiro (para se queimar incenso) - Velas (pretas, para iluminar a sala) - Cálice (para se beber vinho ou sangue) - Terra (para representar o mundanismo e o lado material humano) - Goetic Sanctum (uma sala privada onde os sacerdotes se preparam e conduzem rituais) - Gongo (sino para purificar a sala) - Incenso - Sacerdote (só requerido quando há mais que uma pessoa), Carta de pedido ou oferenda - Mojo (alforje que guarda cinco pedras de poder) - Óleo/Azeite (usado para aspergir, indica um novo Self) - Símbolo de fé (algum símbolo judeu: anel, amuleto; o mais preferido é a pele de uma ovelha ou cabra) - Túnica (é exigido: preta para iniciados e branca para ser iniciado) - Vinho (é relativo pode ser qualquer outra bebida, depende qual será o ritual) - Testemunha (só exigido nas assinaturas de pactos e iniciações.) Penso não ser lícito descrever a disposição desses itens no altar, e nem a descrição dos Rituais de Iniciação, Destruição, Luxúria/Sexo, Honório, Vodu, Balé, Personalizados, e o Black Sabbath.
  • 105. Isto pelo fato, de que, tais rituais são de certa forma, "impressionáveis", sendo assim, prefiro poupar o leitor. E também, porque não é o meu objetivo, fazer deste livro um manual de satanismo, e sim, denunciá-lo, expor a sua loucura, e exaltar o poder do nosso Senhor Jesus Cristo, contra isso tudo. No entanto, a verdade é que tais rituais, são bastante eficazes. E enfaticamente declaro que somente o Senhor Jesus Cristo para intervir, proteger e libertar alguém que tenha sido vítima de um Ritual Satânico. Veja agora os principais "Sistemas de Magia" existentes hoje: Magia do Caos - (Chaos Magic, Kaos Magick, Circle of Chaos, Círculo do Caos, LO.T. - Illuminates of Thanateros, Iluminados de Thanateros, Pacto da IOT) - A Magia do Caos tem origem rios trabalhos de Austin Osman Spare, redescobridor do Culto de Priapo. A Magia do Caos é atualmente bastante divulgada por seu organizador Peter James Carroll, além de por Adrian Savage. Os praticantes da Magia do Caos consideram-se herdeiros mágicos de Aleister Crowley (e da O.T.O.) e de Austin Osman Spare (e da Zos-Kia Cultus). Seu sistema procura englobar tudo quanto seja válido e prático em Magia, descartando tudo quanto for mais complexo que o necessário. Caracteriza-se por não ter preconceitos contra nenhuma forma de Magia, desde que funcione! Está se tornando o mais influente Sistema de Magia entre os intelectuais da modernidade. Entre suas práticas mais importantes vale ressaltar o uso da Magia Sexual, em especial dos métodos "de mão esquerda" (VAMA-MARG). Seus graus mágicos são cinco, em ordem decrescente: 4, 3, 2, 1 e 0. Magia Wiccan - Um aprimoramento da Feitiçaria, a Wicca é uma religião muito bem organizada e sistematizada, sendo que nela se aboliu a prática de sacrifícios animais, que era freqüente na Feitiçaria. Há um ramo mais elitizado da Wicca, a Seax-Wicca, dos seguidores de Gerald Gardner, que busca aprimorar a Wicca, transformando-a num culto menos dogmatizado que a Wicca tradicional. Magia Eletrônica - É uma forma "acessória" da Magia Ritual, utilizando-se de paramentos do tipo Bobina Tesla ou Gerador Van De Graaff, para gerar poderosas energias visando potencializar os rituais. Magia Natural - Consiste na utilização de elementos físicos, na forma de realizar atos de Magia Mumíaca (efígies de pessoas, representando-as, tornando-se receptáculos dos atos mágicos, destinados àquelas), bem como no uso de banhos energéticos, defumações, pós, ungüentos, etc., visando obter resultados mágicos pela "via do menor esforço". Magia Sexual - Temos aqui uma abertura para sete subsistemas, quais sejam: - Ansariético: Criado pelos Ansarichs ou Aluítas da velha Síria, o primeiro dos modernos métodos de Magia Sexual. - Eulis: Criado por Pascal Beverly Randolph, um iniciado entre os Aluítas, é um método científico de Magia Sexual ocidental, muito poderoso e perigoso. - Sistema da Fraternitas Saturni (F. S.): É derivado da O.T.O., mas abertamente Luciferiano. - Sistema Maatiano: Criado por dissidentes da O.T.O., tem uma visão mais moderna da Magia Sexual. - Sistema da O. T. O.: Basicamente um método de Magia Sexual que busca elevação espiritual através do sexo. Tem três graus de aptidão mágica sexual - o Vlll', o IX' e o XI'. Pode ser considerado base do Tantra ocidental. Veja Sistema Thelêmico. - Sistema da O. T. O. A.: É muito parecido com o da O.T.O., porém, faz uso não apenas da Magia Sexual praticada fisicamente, mas também práticas astrais desse tipo de Magia. - Sistema Palladium: Criado por Robert North, estudioso de Franz Bardon, P. B. Randolph, Aleister Crowley, além de outros Mestres do ocultismo. - Sistema Zos-Kia: Criado por Austin Osman Spare, consiste no uso mágico da "Auto-Magia Sexual" ou "Auto-Amor". É também um sistema muito potente e perigoso. Sistema de PathWorking - Idêntico em tudo ao Sistema dos Tattwas, exceto que utiliza desenhos relativos às Esferas e Caminhos (Patits, daí o nome) da Árvore da Vida, que é um hieróglifo cabalístico. Pode-se, alternativamente, utilizar-se de Sigilos de diversas Entidades (visando "via ar" para as paragens habitadas por aquelas), ou até mesmo Vévés (Sigilos do Vudu), com a mesma finalidade - a autoiniciação.
  • 106. Magia Demoníaca - (Goetia, Goécia) - Consiste na evocação das entidades demoníacas, Demônios, e de habitantes da Zona Mauva ou das Qliphás. É uma variação unilateral da Magia Evocativa do Sistema Hermético. Magia Musical - Criado por uma renomada ocultista, Juanita Wescott, estudiosa do Sistema de Franz Bardon. O Sistema de Magia Musical faz uso dos mais elevados ensinamentos do Hermetismo e da Cabala, do ponto de vista de Franz Bardon. Magia Planetária - Criado pelo grupo Aurum Solis; baseia-se em rituais destinados a evocar ou invocar os Espíritos Olímpicos, Entidades Planetárias (Inteligências), ou Arquétipos (dos Arcanos do Tarot, Seres ou Deuses/Deusas Mitológicos, entre outros). Considerado um sistema prático, completo, eficiente, de poucos riscos e fácil de colocar em prática. Magia de Abramelin - (os Quadrados Mágicos) - Um tipo de Magia Ritual cujo alvo principal é a conversação com o próprio Anjo da Guarda; depois, se fará uso de uma série de Quadrados Mágicos que evocam energias diversas. É um sistema poderoso e perigoso, no qual muitos experimentadores se "deram mal", aliás, muito mal. As instruções dadas no famoso livro que ensina, esse sistema, não devem ser levadas "ao pé da letra", de forma irrefletida; deve-se, porém, ter total atenção aos ensinamentos, antes de colocar os mesmos em prática. Magia Enoquiana - (Magia Enoquiaria, Enochian Magic) - É um sistema simbolicamente complexo, que consiste na evocação de Energias ou Entidades de trinta Esferas de poder em torno da Terra. É um sistema poderoso e perigoso. Esse sistema foi descoberto por John Dee e Edward Kelley; posteriormente, foi aperfeiçoado pela Golden Dawn, por Aleister Crowley e seus muitos seguidores; entre eles vale destacar Gerald Schueler. Os "nomes bárbaros" a que se referem muitos textos de ocultismo são os "nomes de poder" utilizados nessa magia. Aqui, trabalha-se num universo próprio, distinto daquele conhecido no Hermetismo e na Astrologia. Busca-se contato com Elementais, Anjos, Demônios e com o próprio Anjo da Guarda. Dizem alguns entendidos que a famosa Arca da União é o Tablete da União, peça fundamental desse sistema. Esse Tablete da União encontra-se à disposição de qualquer Mago que cruze o Grande Abismo Exterior, após a passagem pelo subplano de Zax, no Plano Akáshico, Etérico ou "do Espírito", local onde estão situados os subplanos Lil, Arn, Zom, Paz, Lit, Maz, Deo, Zid e Zip, os últimos entre os trinta Aethyrs ou subplanos. Essa região é logo anterior ao último "anel pelo qual nada passa", tudo isso dentro do conceito do Universo pela física enoquiaria. Magia Psicotrônica - É uma forma de Magia Pragmática, pois utiliza o simbolismo próprio do Mago (uma vez que será este a determinar quais os números a serem utilizados, qual o tempo de exposição ao poder do equipamento utilizado, ou ainda uma série enorme de "coisas" passíveis de emissão psicotrônica, detectadas ou determinadas por meios radiestésicos ou intuitivos), aliado à eletricidade e à eletrônica, para produzir seus efeitos, Apesar de utilizar-se de aparato muitas vezes sofisticado, tem o mesmo tipo de ação que outras variedades de Magia Ritual, isto é, depende Inteiramente (ou quase) das qualidades mágicas do operador. Magia Radiônica - É a única modalidade de Magia que, apesar de totalmente encaixada no sistema de Magia Ritual, e herdeira única do Sistema Psicotrônico, reúne em si, simultaneamente, as características de Dogmatismo e Pragmatismo. Os métodos utilizados para a detecção das energias são nitidamente Pragmáticos, uma vez que fazem uso de pêndulos (radiestesia) ou das placas-de-fricção (sistemas sujeitos à Lei das Sincronicidades, de Carl Gustav Jung). Magia Druídica - Há muito em comum entre o Druidismo moderno e a Wicca (nome dado nos países de língua inglesa à Bruxaria). As principais diferenças residem na mitologia utilizada nos seus rituais (a celta), além dos locais de culto (entre árvores de carvalho ou círculos de pedras). O Druidismo pode ser resumido corno um culto à Mãe Natureza em todas as suas manifestações rituais. Magia Luciférica - (Luciferianismo, Fraternitas Saturni) - Muito parecido com o Sistema de Magia da O.T.O. (Thelêmico), centralizando suas práticas a Magia Sexual (em especial nas práticas da "mão esquerda"), a Magia Ritual e a Magia Eletrônica, conta, porém, com uma distinção fundamental do sistema pregado por Aleister Crowley: enquanto a O.T.O busca-se a fusão com a energia criadora, através da dissolução do ego, na Fraternitas Saturni (F. S.) busca-se elevar o espírito humano a uma condição de Divindade, alcançando o mesmo estado que o da Divindade cultuada: Lúcifer, a oitava
  • 107. superior de Saturno, cuja região central é o Dermurgo, e cuja oitava inferior é Satã, Satan, Shatan ou Satanás (e sua contraparte feminina, Satana). Portanto, Lúcifer e Satã são entidades distintas. Na F. S., há 33 graus, alguns mágicos, outros administrativos. Magia Necronômica - (do Necronomicon) - Uma variação da Magia Ritual, que baseia-se ria mitologia presente rios contos de horror do autor Howard Phillips Lovecraft, em especial rio deus Cthulhu, e rio livro mágico 0 Necronomicon (citado com freqüência pelo autor). Atualmente, diversos grupos fazem uso desse sistema na prática, entre eles valendo destacar a I.O.T., a O.R.M. e a Igreja de Satanas. Frank G. Ripel, ocultista italiano que lidera a O.R.M., pode ser considerado o mais importante divulgador dessa Magia, além de ser o renovador do Sistema Thelêmico; o I.0.T. tem sido o responsável pela modernização (e explicação racional) dessa poderosa Magia. E por ser perigosa tem atraido muitos encautos, tanto que foi criada uma coleção de RPG's versando sobre o culto de Cthulhu, o Necronomicon e outras idéias de H. P. Lovecraft. Há muitas Ordens Thelêmicas, como a O.R.M (Ordo Rosae Misticae), dirigida por Frank G. Ripel, por exemplo, que seguem a filosofia básica, mas com ditames próprios - corno utilizar uma "Arvore da Vida" com doze "esferas" (fora Daath), o que resulta num Tarot com 24 Arcanos Maiores. Magia Shamânica - O Shamanismo é a raiz de toda forma de Magia. Floresceu pelo mundo todo, nas mais diversas maneiras, dando origem a diversos cultos e religiões. Sua origem remonta à Idade da Pedra, com inúmeras evidências disso em cavernas habitadas nessa era. O Shamanismo moderno está ainda embrionário, embora suas raízes sejam profundas e fortes. O Shamã é uma espécie de curandeiro, com poderes especiais nos planos sutis. O Shamanismo caracteriza-se pela habilidade do Shamã entrar em transe com grande facilidade, sempre que deseja. Magia Thelêmica - (Thelema, Aleister, Crowley) - Criado acidentalmente (foi a partir da visita de uma Entidade que Aleister Crowley tomou o direcionamento, que o faria criar este Sistema), este Sistema original é, atualmente, um dos mais comentados e pouco conhecidos. Tendo como ponto de partida o Liber AI Vel Legis (0 Livro da Lei), ditado por uma Entidade não-humana (o Deus Egípcio Hórus, Deus da Guerra), o sistema Thelêmico ampliou suas fronteiras, fazendo uma revisão na Magia Ritual, na Magia Sexual e nas Artes Divinatórias. Faz uso, a "Corrente 93" das Correntes Draconiana, Ofidioniana e Tifoniana. Thelema, em grego, significa vontade, Os thelemitas reconhecem como equivalente numerológico cabalístico o número 93. Os Thelemitas chamam aos ensinamentos contidos no "Livro da Lei (The Book ofthe Law) de "Corrente 93". As duas frases mágicas dos Thelentitas são: "Faze o que tu queres pois é tudo da lei" (Do what thou wilt shall be the whole of the Law") e "Amor é a lei, amor sob vontade" (Love is the law, love under will"), que dizem respeito aos mais sublimes segredos do Livro da Lei. As músicas "A Lei" e "Sociedade Alternativa", de autoria de Raul Seixas, definem bem a filosofia Thelemita, que não tem nada a ver com as bobagens que andarn dizendo por aí. Rituais importantes são realizados nos dois solstícios e nos dois equinócios, o que, demonstra uma influência da Bruxaria. Aurum Solis - Uma variação do Sistema da Golden Dawn, bastante completo, tendo como principal adição ao Sistema mencionado, o uso de práticas de Magia Sexual. Este grupo é liderado pelos renomados ocultistas Melita Derming e Osborne Phillips. Quabbalah - (Kabalah, Fórmulas Mágicas) - É a prática do misticismo das letras (isto é, do conhecimento das cores, notas musicais, elementos naturais e suas respectivas qualidades, regiões do corpo em que cada letra atua, etc.), daí ao uso de palavras e de sentenças; o emprego de mais de uma letra, cabalisticamente, tem o nome de Fórmula Cabalística. Bruxaria - (Wlthcraft) - Não era considerado um sistema de Magia até virem à luz os trabalhos de Gerald Gardner, Raymond Buckland e Scott Cuningham. As bruxas e os bruxos se reúnem nos covens, que por sua vez encontram-se nos sabbats, as oito grandes festividades definidas pelos solstícios, pelos equinócios e pelos dias eqüidistantes entre esses. Os últimos são considerados mais importantes. A Bruxaria é um misto de métodos de Magia clássica (Ritual, Sexual, etc), com práticas de Magia natural (uso de velas, incensos, ervas, banhos, poções, etc), cultuando entidades pagãs em geral. Nada tem a ver com o Satanismo. Um Bom exemplo desse sistema pode ser observado no Livro Brida de Paulo Coelho. Candomblé - Muito parecido com o Vodu, mas simplificado. Na verdade, o Candomblé é um culto aos Deuses e Deusas do Panteão nagô, onde, predomina a Magia Natural, com grande ênfase nos sacrifícios
  • 108. animais, na criação de Elementares Artificiais e em outras tantas práticas de magia - corno os banhos de ervas, o uso de pós mágicos, etc. - além de Evocações e Invocações dos Orixás. Vodu - (Voudoun, Voodoo) - Apesar de ser tido como uma religião Primitiva, o Vodu é na realidade, um Sistema de Magia bastante completo. Nele há todos os princípios da Magia: Invocação, Evocação, Divinação, Encantamento e Iluminação. Práticas não encontradas nos outros cultos afro (Candomblé, Lucumí, Santeria), como por exemplo a Magia Sexual, estão presentes, no Vodu, embora de forma não muito aprimorada, exceto dentro do Voudon Gnóstico e do Hoodoa. As possessões que ocorrem no Vodu (como no Candomblé, Umbanda, Quimbanda, Lucumí e Santeria), são reais, fruto da Invocação das Entidades. A possessão no Vodu é um fenômeno completo e real. O demônio "monta" o indivíduo da mesma forma que um ser humano monta num cavalo. As entidades "sobem" do solo para o corpo do indivíduo, penetrando inicialmente pelos seus pés, daí "subindo", e isso é uma sensação única e terrível, que só pode ser descrita por quem já teve tal experiência. Cada Loa (Deus ou Deusa) do Vodu tem sua personalidade distinta, poderes específicos, regiões de autoridade, além de insígnias ou emblemas - "Vevés" e ferramentas. As Entidades do Vodu são "assentadas" (fixadas) em receptáculos diversos, que vão desde vasos contendo diversos elementos orgânicos misturados (os Assentamentos), até garrafas com tampa, passando pelas Atuas - caixinhas de madeira pintadas com os sigilos (Vévés) dos Loas, com tampa, altamente atrativas para os Espíritos. Quimbanda - Muito parecido com a Magia da Umbanda, somente que aqui se trabalha com entidades demoníacas; é basicamente um culto de Magia Negra. Umbanda - Consiste na Invocação de Entidades de um Panteão próprio e extremamente complexo, visando obter os favores das Entidades "incorporadas"; também existe a Evocação quando se faz "oferendas" de coisas diversas para as Entidades. É basicamente um culto de Magia Branca. Sangreal - Criado pelo famoso ocultista William G. Gray, é um sistema que busca fundir a tradição ocidental em suas principais manifestações: a Cabala e a Magia. Na verdade, a Cabala aqui abordada é a teórica, que aliás é utilizada em todas as escolas de Ocultismo, exceto aquelas que abraçam o Sistema de Cabala Prática de Franz Bardon, do Sistema Hermético. Sua principal característica é a de "criar" (dentro de cada praticante) um "Sistema Solar" em miniatura. A partir daí, cada iniciado trabalha em seu Microcosmo, e no Macrocosmo, de forma idêntica. Nota: Deixe-me esclarecer algumas coisas, primeiro que tudo, com relação aos homens, os demônios não têm poder nenhum per se, eles são oportunistas de plantão. Sempre que conseguem efetivar alguma maldade na vida de alguém, não é através do seu próprio poder, pois afinal eles foram despojados. O que acontece é que o homem tem um poder latente dentro de si, chamado vontade ou livre arbítrio, e isto é a principal característica da alma. Os demônios sugestionarão ao máximo a pessoa em questão, para canalizar a sua vontade própria para os intentos demoníacos. E quando isso ocorre, quando a pessoa cede, esse tremendo poder da alma, se funde com o nosso espírito, daí então, o homem passa a ser "parque de diversões dos demônios", a pessoa agora, tem aquilo que possibilita os demônios de efetivarem seus intentos contra a própria pessoa, ou ainda contra outras. Com relação a poderes e habilidades espirituais, trata-se da mesma fusão, a única diferença é que os demônios não usam apenas o livre arbítrio, eles usam também a mente - a Ciência admite a existência de um elemento bastante sutil, ainda desconhecido no córtex cerebral - e os cinco sentidos, por exemplo: Quando acontece de alguém produzir efeitos físicos, como pancadas, fazer copos movimentarem-se, arrastar cadeiras, levitar pessoas, produzir combustão espontânea, e por aí afora; trata-se de demônios que vão até a pessoa, se apoderam do corpo espiritual, salpicado de poder mental, temperado com o livre-arbítrio da mesma, e produzem todos os efeitos em questão; O mesmo se dá com a visão - na clarividência, a audição - na clariaudiência, o tato - na psicografia, etc. Na parapsicologia o elemento resultante da fusão alma/espírito é chamado de ectoplasma. No espiritismo é chamado de fluido vital, ou fluido magnético, ou ainda, fluido universal. Já no campo científico eles chamam, de "elétrons livres". Esta fusão é o veículo que possibilita os demônios de se expressarem nesse mundo.
  • 109. Daí, ser importante e imprescindível pedir a Deus que desfaça a fusão (Hebreus 4.12), só Deus pode desfazer isso. Voltaremos nesse assunto na seção Igreja. Por diversas vezes (ainda estava preso), tentei destruir servos do Altíssimo, através de Rituais, mas nunca foram efetivos. Aliás, nunca foram efetivos, contra os servos verdadeiros. E se eu fosse você daria agora um brado de júbilo por isso, Jesus Cristo cuida de nós, O Seu Sangue nos cobre e nos protege das investidas do diabo e seus anjos. Glória a Deus! Nota: no meu passado satânico, havia uma classe de crentes, que não nos preocupava ou chateava nem um pouco. Pelo que, até bebíamos alguns copos juntos. Não darei nomes "aos bois", mas esses são os complacentes, são aqueles que envernizam em madeira podre, aqueles que não suportam a sã doutrina. Os crentes que temíamos e fugíamos de um possível confronto, afinal era impossível debater "idéias", eram os fanáticos, "caretas e quadrados", a escória do mundo, aqueles que eram chamados de: "— Olha lá, os Bléia chegando!" - uma referência sarcástica que os crentes moderninhos colocavam nos irmãos das Assembléias de Deus. Saiba que eu sou um dos "caretas e quadrados". Repare ainda que nem todas as situações que a grande maioria pensa ser uma atuação demoníaca, são causadas por demônios, não caia no exagero, não generalize. Saiba que se quebrarmos uma lei natural, iremos colher os resultados, e isso nada tem haver com demônios. Se eu sair de uma "sala" bastante quente e abafada, abrir a geladeira e saciar a minha sede com uma garrafa de água gelada, de certeza, ficarei doente. Isso faz-me lembrar de um caso contado por um pastor: Dizia ele ter um amigo, que era carpinteiro, e estava na sua oficina trabalhando num armário, a certa altura, ele errou o prego e martelou o dedo; ele gritava, o sangue escorria, e como crente que era, e bastante espiritual por sinal, não se deu por vencido; levantou-se cheio de determinação, apontou para o dedo machucado e disse: Satanás! Sai dele, Retira-te do meu dedo, em Nome de Jesus! É engraçado não é? Mas é exatamente assim que grande parte dos crentes agem! Da mesma maneira, não devemos confundir Obras da Carne com Operação Demoníaca, via de regra, os demônios usam e aproveitam as tendências carnais de uma pessoa, potencializando-as. Quando a pratica dessas tendências carnais se torna um hábito; podemos dizer então, que já existe um controle demoníaco. Por exemplo, falemos da fornicação; muitos têm dito sobre o "demônio da fornicação", como se tal espírito demoníaco existisse e fosse o culpado ou originador disso em alguém. Mas repare, não existe um demônio de fornicação, na forma em que estamos falando. Repare na estória desse jovem casal de namorados, quando confrontados pelo pastor - tanto o casal, quanto o pastor são personagens fictícios: "— Ah, você não sabe, quando o demônio da fornicação nos pegou, e quando caímos em si, já estávamos 'debaixo do cobertor'! Não temos culpa, pastor! O demônio nos obrigou a fazê-lo! Daí, o pastor manda a sua equipe de intercessores - super espirituais - resolver o assunto e expulsam: — Demônio da Fornicação, saia deles! Oh, aleluia! Ora, o demônio sai e o jovem casal de namorados sentem que estão libertos: — Puxa, que alívio não é queridinha, o demônio nos deixou, Glória a Deus! Mas o tempo passa, e num certo dia, o casal está namorando, assistindo um vídeo para ser mais exato; por dentro, ambos sonham com alguma oportunidade "melhor" de ficarem a sós; após terem assistido o mesmo filme umas três vezes, a oportunidade aparece, os pais da moça resolvem sair para jantar; eles até que convidam a filha e seu namorado para os acompanhar, mas a resposta é: — Puxa, papai, não vai dar, temos que estudar, não se preocupe agente pede uma pizza por telefone! Vão com Deus! Agora, a sós, o "demônio da fornicação" volta a atacar, e os dois acabam por ter uma relação sexual. Ou seja, eles pecam novamente." Ora, o resultado foi evidentemente a gravidez e a interrupção dos projetos que os jovens via de regra costuma ter.
  • 110. Querido leitor, não adianta expulsar o "demônio da fornicação", pois além deste demônio em específico não existir, o problema, a origem não está nele, e sim na natureza carnal, a fornicação é uma das obras da carne. (veja Gálatas 5.19-21). O que acontece, é que existe um grande contingente de espíritos imundos que nunca perdem as oportunidades, quando elas acontecem. Daí sim, podemos dizer que existem demônios especializados, quando alguém abre uma brecha na área sexual por exemplo, dando vazão a carne. E isso, é válido para todas as obras da carne; não há demônios que dêem origem nelas, no entanto, eles não desprezam essas brechas. Eles usarão essas brechas para assumirem um maior controle. As Datas Os satanistas celebram durante o ano todo, festas, orgias e sacrifícios, como no passado, eram realizados pelos Druidas. Spring's Equinox Ano Novo ou A Base 21 de Março Walpurgisnacht - Beltane Dia de Luxúria e Indulgência 30 de Abril Lughnasad Dia da Celebração de Ser o Predador 31 de Julho Marriage to the Beast Satan Ritual das Noivas de Satanás,Regionais e Nacionais Summer's Solstice Dia da Celebração do Humor Satanic Revels Orgias com humanos e demônios 21 de Junho 03 de Agosto 07 de Setembro Midnight Host Rituais dos Mestres da meia-noite 20 de Setembro Feast Day Dia da Celebração 22 de Setembro Winter's Solstice Celebração de Ter o Self Emancipado 21 de Dezembro Autumn's Equinox Dia da Reflexão do Próprio Self All Hallow's Eve, Halloween ou SamHain Festival do Fogo, Dia da Vingança Com Rituais de Destruição e Maldições Imbolc - Candlemas Celebração - Ritual Dia da Indulgência e Fertilidade Tipo Uso 21 de Setembro 29 de Outubro a 01 de Novembro 31 de Janeiro Data St. Wurebald Day Sangue Animal Bebido com drogas 07 de Janeiro Satanic Revels Sexo Oral, Anal 02 de Fevereiro Bebido e Comido com Hóstia ou Pão Asmo 01 de Março Satanic Revels St. Walpurgis Elchatadt Feast Day Sexo Sangue Sangue Orgia Preparation for the Sacrifice Magias Grand Climax Sacrifício Humano Oral, Anal Bebido 17 de Janeiro 25 de Fevereiro Demônios e Humanos 20 de Março O sangue e o corpo, são bebidos e comidos. 26 a 31 de Março Preparando o homem como se fosse 19 a 26 de Março Jesus.
  • 111. Aliciamento O que mais atrai as pessoas ao ocultismo satânico é a ambição exacerbada, além das promessas de poder, sucesso com o sexo oposto, amor, companheirismo, popularidade, atenção, participação, enfim, espiritualidade sem regras - oferecem uma religião que prega: Faça o que Você Quiser! São ludibriados ao ouvirem que são vistos de maneira especial pela espiritualidade maior, ficam extremamente vaidosos ao ouvirem dizer que são especialmente dotados. E ficam lisonjeados quando recebem convites para aperfeiçoar e desenvolver seus poderes "tão notórios". Os recrutadores e/ou aliciadores são "experts" no assunto, vão sempre à escolas, universidades, bibliotecas, parques, museus, e festas a procura de jovens que demonstram alguma atração pelo oculto, além de terem como alvos de recrutamento, os jovens recalcados, tímidos, introvertidos, rebeldes, e também a procura daqueles que fugiram de casa, ou que estão decepcionados com algo. Claro que os pensadores, cultos, estudiosos são aliciados, mas nesse grupo usam outras técnicas. Não entrarei em detalhes. São atraídos de maneira covarde e sedutora. Se o jovem for um recalcado por não ter sucesso com o sexo oposto, oferecerão festas onde o sexo é livre. Se o jovem for um viciado, oferecerão festas onde as drogas e bebidas são servidas em bandejas. Festas essas, que são dadas em mansões, apartamentos, fazendas e boates fechadas. Observe: quando fechávamos uma boate, raramente o proprietário perguntava sobre o estilo da festa a ser dada. Tudo isso com um único propósito, recrutar mais jovens para a "Causa" do satanismo. Fosse através das músicas rituais, fosse através daquilo que bebiam ou comiam - sempre salpicados de bruxarias. Repare, grande parte dos Teólogos modernos, acham besteira a história que muitos pregadores "fanáticos e radicais" contam do perigo das músicas satânicas, dizem: "— Ah, não é bem por aí!" No entanto, eu digo que é por aí sim! Eu não fiz teologia, e não sou um pastor local, pelo que, não tenho tal chamado; no entanto, eu fui um praticante disso, eu fui um deles! Fiz parte da organização de muitas dessas festas, em casas noturnas que na época eram bem conhecidas em São Paulo, e os melhores eventos para que os recrutadores pudessem agir, eram as festas de Halloween. Nelas usavam simplesmente os elementos rituais; neste caso, o éter, como pano de fundo para a manifestação das músicas ritualizadas. E sempre traziam os efeitos desejados. O mesmo acontecia com a bebida e a comida servida nas festas. Ah, meu querido leitor, isso é muito sério; veja, é necessário bastante dinheiro para "fechar" uma casa noturna e arcar com todas as despesas dos convidados; principalmente num evento anual como o Halloween. Mas sempre havia quem o patrocinasse. E o tal patrocinador podia ser visto perambulando pelo salão da "casa", cumprimentando a todos como um político em vésperas de eleição. E eu ficava bastante satisfeito, quando deparava-me com alguma garota totalmente seduzida e curiosa, perguntando se fazíamos parte de algum grupo espiritual, e então conversávamos horas e horas sobre os poderes ocultos. Esse era um momento em que eu cheio de arrogância e prepotência "vendia o meu peixe" dizendo que a verdade estava no caminho da mão esquerda. E também através do sexo - alguns recrutadores são incumbidos de seduzir o sexo oposto, para que no ato sexual, o demônio pertencente ao recrutador entre na vítima, e comece o preparo para a iniciação. Nem sempre, isso era conseguido no mesmo dia. Mas, podia se estender um "ficar só por hoje", depois mudar para um "ah, vamos namorar", regado a muita fornicação, para então conseguir o "ato sexual" propriamente dito. Nota: O Sexo não é só um meio de aliciamento, mas é também uma forma de atrair poder, além também de ser um método de disciplina e castigo. Via de Regra, qualquer ritual acaba em orgia sexual. Carnaval - Festa da Carne, todos os "Bailes" tem um final de Orgia. Bacanal - Orgia Sexual nas Iniciações. Vem de Baco - deus do vinho, do delírio e da loucura.
  • 112. Amados, vocês sabem onde seus filhos andam? Se não, assuma verdadeiramente o vosso papel de pai, antes que alguém o faça. Por favor, ouça-me, não há radicalismo nisso, só estou alertando da realidade dos fatos, eu sai a muito custo desse mundo, enquanto isso, milhares estão entrando nele, totalmente deslumbrados. E a responsabilidade pertence aos pais. Saiba que os ocultistas satânicos dispensam uma maior atenção, por motivos óbvios, aos filhos de crentes e/ou crentes desviados. Cuidado! Haverá muito mais mecanismos de sedução e recrutamento para seus filhos, ainda mais nesta presente hora. O sistema satânico concentra todos os seus esforços aliciadores em crianças e adolescentes com problemas emocionais, onde os pais não assumem o seu papel. Dessa maneira é enxertado no adolescente a mensagem subliminar: "Revolte-se, Revolte-se, Faça o que você quiser! Nós te daremos respaldo!" O grande veículo do aliciamento do sistema satânico são os meios e métodos de comunicação, a mídia e suas vertentes, como: Filmes, propaganda, desenhos, jogos eletrônicos ou não, software e muitas outras armadilhas. Três décadas atrás, o Dr. Timothy Leary influenciou milhões de jovens através das suas idéias, e dos seus estudos com o LSD. Pouco tempo antes de morrer, 1998 se não estou errado, prometeu influenciar a geração do ano 2000; seu esforço foi de criar programas multimídia que possibilitem os jovens a criarem suas próprias alucinações e comunicá-las para outras pessoas. A realidade virtual, segundo ele, permite que se faça a escolha dos cenários em que se deseja atuar e misturar os elementos da maneira que preferir. Ele parte da premissa que os olhos são a portas do cérebro, se através dos computadores, há possibilidades de se expandir a capacidade cerebral, por que não fazê-lo? - enfatiza o Dr. Leary. Seu grande alvo foram os jovens e as crianças, ele ficava deslumbrado pelos tais estarem expandindo suas jovens mentes tão cedo, através dos games eletrônicos, como SuperNes, Nintendo 64, Superstation, e é claro dos PCs e Macs. A herança deixado por ele foi, além desses projetos, o livro: "The New Cast" - O Novo Lance, que promete ser uma manual juvenil. A idéia geral que o livro traz, é que o jovem atual é completamente diferente de tudo que já existiu: "Nada acontecerá daqui para frente sem o seu consentimento", previa o Dr. Leary. Após o Congresso de Wiccans em São Paulo, num Programa de Televisão, foi interpelado para que desse uma mensagem aos jovens brasileiros, ele disse: — "Pensem EM e POR vocês mesmos, conheçam e usem as possibilidades da eletrônica e da computação ... expandam suas mentes." Veja se em outras palavras, não é o mesmo lema de Crowley: "Faça o que quiseres, há de ser toda a Lei." Observe, eu sou um "Designer Gráfico" nas horas vagas, mas o meu sonho de adolescente sempre foi voltado a preencher a cadeira de um dos desenhistas do Maurício de Souza, ou do Walt Disney; mas a única coisa que consegui foi ter alguns dos meus desenhos publicados numa revista Punk, no entanto, eu conheci muitos profissionais da área da animação, dos cartuns e dos HQs (histórias em quadrinhos), e isso me serve de respaldo para aquilo que vou abordar agora. No meu círculo de amigos cartunistas, haviam aqueles que eram especialistas em conceber desenhos satânicos para Bandas de Rock e para Jogos de RPG. Dentre estes também, ainda existem aqueles que se especializam em HQ - história em quadrinhos, recheadas de figuras satânicas em suas proezas no planeta terra. Certa vez, um deles por ser um colega, testificou que o ambiente no estúdio onde trabalhava era tão pesado, que um dia começou a ter visões dos demônios que ia desenhando. Até que foi convidado por um demônio a fazer um pacto, a promessa era que depois do pacto ele alcançaria sucesso no mundo do desenho, mas o preço seria o seu sangue, os demônios disseram que ele não se preocupasse, pois estaria recebendo inspirações diretamente deles para conceber mais e mais desenhos. Bem, o sucesso veio realmente, muitos dos seus trabalhos podem ser vistos em muitas cartas de RPG, mas a cobrança veio cedo demais. Começou a ter inúmeras alucinações cada vez mais pesadas, passou a usar drogas e beber para, de alguma maneira, fazer cessar tais visões; o fim dele não é certo, mas dizem que tornou-se louco e perambula pelas ruas de São Paulo. Esse foi apenas um dos muitos exemplos.
  • 113. Uma amada irmã em Cristo, ex-recrutadora da Irmandade, afirmou o seguinte: —"(...) o plano que Satanás nos dava, era que fizéssemos com que os pais imaginassem e acreditassem piamente que estes tipos de desenhos, jogos e filmes eram inofensivos para suas crianças." Ela diz ainda que na produção dos desenhos e jogos, os satanistas ritualizam os produtos que serão colocados no mercado; para que, através deles, o aliciamento tenha início, programando assim a mente da criança e do adolescente. Além de usarem rituais, os designers e artistas gráficos de animação que constam da folha de pagamento, são chamados para enxertarem mensagens subliminares, nos desenhos, filmes e games eletrônicos. A animação é uma técnica de simulação de movimento através da apresentação seqüencial de imagens, ou frames; essa apresentação se tiver velocidade superior ao limite de tolerância da retina humana, cria a ilusão de movimento. Usualmente, essa velocidade é de pelo menos 24 frames ou quadros por segundo. Por exemplo: digamos que uma produtora em questão, quisesse enxertar num desenho do famoso a seguinte mensagem subliminar: "Revolte-se! Sua Mãe é uma chata!". Basta acrescentar um frame ou quadro, com esta mensagem escrita, em intervalos de 24 frames de desenho propriamente dito; supondo que o tempo de projeção do tal desenho no formato 300m, fosse de 10 minutos; teríamos a quantidade de cerca de 17.000 frames, com 708 mensagens para que a criança se revolte. Quando a projeção do desenho finaliza, e a mãe diz que já é hora de dormir, então podemos observar sem nenhuma hipótese de erro a criança resmungando, "Sua chata! O papai não é assim!" Este foi o exemplo prático, e diria técnico, de como as mensagens subliminares acontecem numa animação qualquer. Agora note, no ano de 1999, a Disney admitiu ter encontrado imagens eróticas subliminares no filme Bernardo e Bianca de 1977. Uma mulher com os seios de fora aparece em 1/30 de segundo. A Disney diz ter recolhido as fitas. No entanto esse foi apenas um dos títulos recolhidos, há inúmeros outros, como: Pocahontas (que quer dizer, Demônio do Abismo), Hércules, A Bela e a Fera, A Pequena Sereia, o Rei Leão e por aí afora. Saiba que há uma infinidade de desenhos satânicos, CDs, cartuchos para video-games e computadores mascarados de magia branca, evocações e magias por meio de frases que os personagens animados dizem: "— Pelos Poderes de Grey-Skull, Eu tenho a Força! He-Man!" ou "— Eu sou She-Rá!". Ambos príncipes satânicos. As crianças assistem esses desenhos e milhares de outros, e desejam ser como seus heróis, então acabam proferindo com a própria boca, as palavras mágicas induzidas pelo demônio. Após isso, tal criança estará sendo programada satanicamente. Alguns anos atrás, a Imprensa Mundial, mostrou um desenho japonês, que em dado momento da estória animada, as crianças tinham uma espécie de ataque epiléptico, e saiba que a medicina local não encontrou um diagnóstico plausível para as centenas de casos que chegavam nos hospitais japoneses. Diante de fatos não há argumentos. A epilepsia é um espírito demoníaco em 90% dos casos. Outra armadilha usada são os Role Playing Games - RPG: Esse jogo satânico, age especialmente no subconsciente do jogador, pois não há fim e nem regras neste jogo; através da improvisação de estratégias para destruir o oponente, eles vão se abrindo à Quarta Dimensão, recebendo as estratégias dos demônios em questão. O jogo faz com que o jovem sinta-se um poderoso Bruxo, Mago, Druida; e mesmo depois de se finalizar o jogo, os efeitos são ainda percebidos. Não demora e o tal jovem começará a penetrar mais fundo ainda, e não encontrará mais alento no jogo, dessa forma procurará em livros ocultistas, satânicos um meio de matar a terrível sede pelo oculto e pelo obscuro. É tal e qual alguém que inicia algum tipo de vício, após as primeiras doses, a pessoa não encontra mais os efeitos desejados, desta forma, ela gradualmente aumentará as doses, culminando na morte e destruição final causadas pela overdose.
  • 114. Um dos mais conhecidos e vendidos RPGs, é o: Advanced Dungeons and Dragons - First Guest (Maleta-kit-Básico) contendo quatro livros, mapeamento, conjunto de dados e um CD narrando a história, para se improvisar em cima. E o produtor ainda diz: —"Excelente Presente para Adolescentes." Outro método é através da música em especial o Black Power; o satanista Aleister Crowley influenciou uma infinidade de Bandas, incluindo os Beatles, Rolling Stones, Led Zeppelin e Ozzy Osbourne que até compôs uma música sobre Crowley. Veja esse assunto no Capítulo 7 - onde ele é melhor abordado. E agora o método muito eficaz, capaz de "matar milhões de coelhos" com um tiro só: A Internet. Saiba meus irmão que a Internet não é patrimônio de Satanás, porém o sistema satânico com a devida "permissão", abriu uma "brecha" referente a ela. WWW - A Grande Aliciadora Deixe-me compartilhar essa curiosa "parábola da vida moderna": Começa com um certo filósofo, um sábio deste século, que, preocupado em provar que Deus não existe, decidiu procurar a maior inteligência existente na face da Terra. Então ele se dirigiu ao Centro de Informática do Pentágono, que é o Ministério da Defesa dos Estados Unidos. Lá, ele perguntou ao mais poderoso computador de última geração: Deus existe? O computador demorou um longo tempo consultando seus vastos arquivos e, finalmente, respondeu que mesmo sendo o mais avançado cérebro eletrônico do mundo, todo sua memória era insuficiente para dar uma resposta satisfatória a uma pergunta de tal magnitude. Então, o filósofo procurou os técnicos do Pentágono e explicou-lhes a sua situação. Imediatamente, eles começaram a trabalhar num projeto que pudesse unir todos os computadores de todas as universidades e faculdades do mundo ao computador do Pentágono. E assim foi feito. Todos os computadores de todas as faculdades e universidades do mundo foram interligados... Depois disso, veio novamente o filósofo indagar ao supercomputador do Pentágono: Deus existe? A resposta demorou um pouco e o supercomputador respondeu que os dados ainda eram insuficientes para solucionar uma questão tão complexa e relevante. Os cientistas do Pentágono decidiram então interligar aquele supercomputador a todos os computadores de todas as empresas e pessoas do mundo, formado assim uma gigantesca rede mundial de informação. E assim fizeram. Veio novamente o filósofo e perguntou ao hiper-computador: Deus existe? E, numa fração de segundo, o hiper-computador respondeu: SIM, AGORA EXISTE! Repare: aquela rede mundial de informação que passou a ser conhecida pelo nome de INTERNET foi realmente criada dentro do Pentágono. Todo os sites na Internet inicialmente e agora na sua maioria é composta pelas letras WWW que é a sigla para WORLD WIDE WEB que significa realmente "TEIA DO TAMANHO DO MUNDO". Os idiomas antigos não possuíam algarismos, por isso as letras eram empregadas como números. Em hebraico a letra que é equivalente ao nosso "V" ou "W" também; tem um valor numérico 6. Portanto, WWW, "World Wide Web" carrega o valor 666. Para os íntimos a Internet é apenas: The Web (A Teia), ou The Net (A Rede). Isso traduz o verdadeiro significado da Internet, tal e qual uma teia de aranha que se estende sobre todo o planeta. Assim como a aranha usa a sua teia para capturar a presa, o homem inventou as redes para caçar e pescar, ou seja, prender, "aliciar" a caça. Toda TEIA e toda REDE, na verdade, são armadilhas. Jó 8.13-14 13. Assim são as veredas de todos quantos se esquecem de Deus; e a esperança do hipócrita perecerá. 14. A sua esperança fica frustrada, e a sua confiança será como a TEIA de aranha.
  • 115. Isaías 59.4-6 4. (...) confiam na vaidade e andam falando mentiras; concebem o trabalho e produzem a iniqüidade; 5. Chocam ovos de basilisco e tecem TEIAS de aranha ... 6. As suas TEIAS não prestam para vestes ... as suas obras são obras de iniqüidade, e obra de violência há nas suas mãos. Salmos 57.6 6. Armaram uma REDE aos meus passos e minha alma ficou abatida ... Salmos 140.5 5. Os soberbos armaram-me laços e cordas; estenderam a REDE à beira do caminho; armaram-me laços corrediços. Salmos 141.10 10. Caiam os ímpios nas suas próprias REDES, até que eu tenha escapado inteiramente. O Planeta está conectado! Dessa forma o Aliciamento é tremendamente eficaz. Milhares de grottos satânicos, Organizações ocultistas, e por aí afora, têm suas Home Pages espalhadas pela Net. E dentre esses milhares, existem centenas de Sites Satânicos Brasileiros recrutando os nossos jovens para o satanismo, para a magia e para o sexo virtual. Essa é uma terrível armadilha. Só o Web Site de Busca do Avatar Search, abre 160 links para Web Sites Satânicos. E cada um dentre esses 160 - abrirá links para outros e mais outros sites satânicos. Nos Guestbooks - livros de visitas desses Sites Satânicos, podemos observar centenas de jovens pedindo para serem iniciados, e declarando: —"Morte aos cristãos! Hail Satan! Hail the Self!", "Down with Cristianity!" E os cristãos? Oh, Glória existem muitos sites cristãos. Mas não chega, ainda somos a minoria. E esses irmãos, (não todos) se detém a avisos e propagandas dos seus próprios ministérios. Puxa vida, devemos acordar para "cuspir"! Muitos jovens entram nesses sites cristãos desejosos de "Interagir" - bater papo, participar, e quando não encontram essa possibilidade com os "cristãos", partem para os chats - salas de bate papo, com os assuntos mais diversos - entre eles: sexo e ocultismo. Ora, devemos "abrir os olhos". A grande razão dos jovens, adolescentes e crianças estarem sendo fácil e descaradamente aliciados, é que nossas Igrejas não têm suprido às necessidades dos adolescentes, eles não tem visto o Poder Sobrenatural de Deus em suas comunidades, e nem tem visto o Amor de Deus na vida das pessoas. Sabe porque? Os pastores tem medo de pregar o Evangelho Pleno, tem medo de pregar sobre santidade, com medo de perderem membros, com medo de não encherem as igrejas; mas saiba, que não é você que enche as igrejas, é o próprio Deus quem acrescenta aqueles que vão sendo salvos (Atos 2.47), é o Espírito Santo quem convence, e não a tua eloqüência e própria sabedoria, que para Deus aliás, é loucura. Pregue a verdade, pare de maquiar as realidades bíblicas ensinadas por Jesus. Ah, meu amado, nós jovens temos sede tremenda do verdadeiro, a verdade por vezes é dolorida, mas é a única coisa que produz fruto, eu só fui liberto por causa da verdade, e quer você acredite ou não, nós ansiamos ver igrejas que não tente nos enganar com vãs filosofias, fábulas genealógicas, e doutrinas que não trazem vida com Deus. A não politicagem no púlpito, a pregação da santidade e da vida de oração, trazem e produzem, um relacionamento vivo com Deus, produzem milagres visíveis, produzem transformações de vida definitivas e palpáveis. Esse nível de pregação dispersará os lobos, mas atrairá jovens com sede de Deus. Os jovens, adolescentes e crianças não são "amebas" que não tem o que fazer, sendo sempre considerados como que tendo crise existencial, passando por conflitos intermináveis. Não! Mil vezes não! Saiba que Deus, quer nos transformar, quer nos discipular, quer que o conheçamos, quer fazer de nós, futuros ministros cheios do poder dEle mesmo. Ele quer e espera que abalemos o mundo de hoje! E
  • 116. para tanto Ele espera que vocês, Ministros de Deus, nos ajudem, nos treinem, nos ensinem o caminho da santidade, da comunhão e da consagração. Nós não queremos mais comer "COLOCÍNTIDAS" - leia o texto em II Reis 4.38-41. E quando não há uma resposta para esse apelo, para esse pedido de socorro, quando os jovens que ainda não conheceram a Jesus, não encontram isso nas igrejas, acontece o inevitável. Sempre! Eu disse sempre, existirá alguém que lhes oferecerá uma chance de participar, quando vêem com os próprios olhos o sobrenatural (mascarado de divino), quando percebem que são "amados", se entregam sem reservas. É tudo mentira, MAS ELES PODEM VER COM OS PRÓPRIOS OLHOS AQUILO QUE ESTÃO OFERECENDO, é só depois, que Satanás tirará a máscara. Basta ver o que aconteceu algum tempo atrás em Littleton - Denver, na escola Columbine, onde dois jovens integrantes da "Máfia da Capa Preta" projetaram e efetivaram um massacre aos negros e atletas da escola, matando 13 pessoas, ferindo muitos outros, e praticando o suicídio logo após. Eles eram Eric Harris de 18 anos, e Dylan Klebold de 17 anos, ambos pertencentes a Máfia, diziam ser góticos da sinistra melancolia (repare a atuação de Ários, e Damian - Demônios que dominam as áreas das gangs e das crises). Eram viciados em Internet. Em sua ficha de identidade na AOL - American On Line (provedor de acesso) afirmava que uma das principais ocupações de Eric Harris, era passar horas jogando "Doom" e "Quacke" na Internet. Isso não é nenhuma coincidência, esses jogos, em especial o "Doom" (um clássico praticado por milhões em todo o mundo) consiste em caminhar por diversos ambientes, armados até os dentes, atirando para matar quem quer que ouse aparecer à sua frente na tela do micro. Em contrapartida, tinham como referência o ator Keanu Reeves, no filme "The Matrix" - que em dado momento da estória, ele e mais uma garota vestidos com capas pretas, exterminam todos os oponentes. Além disso, os dois jovens mantinham uma "página" na Rede, que logo a seguir ao massacre, no dia seguinte, já contava com muitos clones. Muitos Web Masters, clonaram a página, e deixaram-na a disposição de quem se interessa-se em visitá-la. Segundo investigações, a dupla planejava matar mais de 500 pessoas - sonhavam em sequestrar um avião e jogá-lo sobre Nova York. Trechos do Site de Harris indicam que eles desejavam fazer o maior número de vítimas possível. Tinham como ídolo o vocalista satânico Marilyn Manson, defendiam as idéias dos "White Power", ou seja, o neo-nazismo. Tanto que o massacre ocorreu no dia 20 de abril, 110º aniversário de Adolf Hitler. Os dois fantoches satanistas deixaram um bilhete com um ar bastante melancólico que dizia: "Não culpem ninguém por nossas ações". O FBI, disse que os pais sabiam que os dois jovens guardavam um arsenal na garagem, mas nada fizeram; estes estão sendo indiciados. Leitor, você sabe aonde seu filho anda? Três dias após o massacre, 70.000 pessoas reuniram-se em frente da escola para homenagear e chorar os mortos, o Vice-Presidente dos USA, estava presente, e apelou: —"PAIS DÊEM MAIS ATENÇÃO AOS FILHOS". Gostaria que o leitor desse atenção ao apelo do vice presidente. Veja mais sobre suicídios e crimes desse naipe no Capítulo 7. E para tanto, estamos entrando no "ar", no mundo virtual, com o nosso site. Abordando não só esse tema tão controvertido, mas também abrindo espaços para debates, fóruns, conhecimento, edificação, etc. Para todo tipo de gente de todas as idades. Esse é o nosso projeto. E já lhe convido: Ore por nós nesse projeto, divulgue esse site. A estúpida filosofia de Freud diz que os problemas desde a infância à idade adulta, são resultados da repressão. Na mesma linha de pensamento; Sokoloff, no livro, "The Permissive Society", diz: "A repressão é o fator básico da infelicidade do homem em seus conflitos interiores, pois a sociedade reprime o indivíduo, e dessa maneira o indivíduo é forçado a reprimir-se."
  • 117. Provérbios 13.24 24. O que retém a vara (isso não abre precedentes para espancamento) odeia a seu filho, mas o que o ama a seu tempo o disciplina. Provérbios 22.15 15. A estultícia está ligada ao coração do menino, mas a vara de disciplina a afugentará dele. Provérbios 29.17 17. Disciplina o teu filho, e ele te dará descanso; dará delícias à tua alma. Penso que não precisa explicar estes conselhos tão óbvios. Saiba leitor, a minha programação satânica aconteceu já no ventre de minha mãe, no entanto, se a "vara" tivesse o seu devido lugar na minha criação, eu não teria feito tantas asneiras. Segundo a psicologia, a permissividade é a aplicação do pensamento relativo, e os padrões de vida sem normas para a criança e o adolescente. Agora sem querer julgar, mas os pais de Eric e Dylan eram permissivos e desatenciosos demais. Satanás percebendo que os tais não tinham pais que efetivassem os papéis de pais, resolveu adotá-los, e como armadilha usou filmes, software, música e a própria permissividade tão em voga na sociedade moderna. Diante dos fatos, não há argumentos. Disciplina O preferido método de disciplina, são as doenças enviadas por bruxaria, acidentes inexplicáveis, induções de suicídios, compulsões pelo vício, e demência; pois nenhum médico, (a não ser que este for um cristão cheio do Espírito Santo de Deus) será capaz de diagnosticá-lo, dessa forma a vítima morrerá lenta e gradualmente. E tais médicos por serem neófitos nesse assunto, dirão: —"Esse é mais um caso psicossomático! Ô, enfermeiro, traga-me um placebo! Baphomet (adaptação do arquivo Deva Atelier) Este símbolo foi usado pelos Cavaleiros Templários para simbolizar Satanás. Os Templários - uma ordem militar de monges, formada durante as Cruzadas, ganhou grande riqueza e proeminência através das doações de todos aqueles que se juntaram à Ordem, e ajuntou também grandes tesouros trazidos da Terra Santa (Israel). Na localização do centro da Ordem dos Templários ao redor do "Rennes du Chatres" na França, é possível observar um Pentagrama natural quase perfeito formado pelas montanhas que medem vários quilômetros ao redor do centro. Essa Ordem dos Templários foi inteiramente dizimada em 1303. Durante a Inquisição, o Pentagrama foi visto então como simbolizando a Cabeça de um Bode ou Satanás na forma de Baphomet, e era Baphomet quem a Inquisição acusou os Cavaleiros Templários de adorar. Muito tempos depois Eliphas Levi (Alphonse Louis Constant) ilustra o Pentagrama vertical do homem microcósmico ao lado de um Pentagrama invertido com a figura panteísta e mágica do absoluto: o símbolo de Baphomet. Essa justaposição da ilustração - a figura do Pentagrama, foi levada ao conceito do bem e do mal.
  • 118. Eliphas Levi foi um profundo expositor da Cabala e traçou o caminho para a abertura de diversas lojas de tradição hermética - ciência ligada ao agnosticismo surgida no Egito, atribuída ao Deus Thot, chamado pelos gregos de Hermes Trimegisto e formada principalmente pela associação de elementos doutrinários orientais e neoplatônicos. Lojas como: OTO (Orientales Temporale Ordo), Golden Dawn (Ordem Hermética do Amanhecer Dourado), Sociedade Teosófica, Rosacruzes, Cientologia, Maçonaria, e muitas outras. A Golden Dawn no seu auge (1888 até 1914), contribuiu muito para a disseminação da Cabala Hermética moderna ao redor do mundo, inclusive com grande contribuição do seu principal membro: Aleister Crowley. Gerald Gardner, em 1940, adotou o Pentagrama vertical, como um símbolo usado em rituais pagãos. Pentagrama esse, desenhado nos altares dos rituais, simbolizando os três aspectos da Deusa mais os dois aspectos do Deus, nascendo então a nova Religião de Wicca. Em 1960 o Pentagrama retomou força como poderoso símbolo, junto ao crescente interesse popular em bruxaria e Wicca, e a publicação de muitos livros sobre o assunto. Isso ocasionou reação da Igreja preocupada com esta Força emergente. Um dos principais motivos desta preocupação aconteceu quando Anton Szandor Lavey estabeleceu o culto satânico, fundando assim a Primeira Igreja de Satanás. Tendo como principal símbolo da Igreja, o símbolo de Baphomet, de Eliphas Levi. Veja o que ele diz, em sua Bíblia Satânica: —"Este símbolo é conhecido por muitos outros nomes: The Goat of Mendes, The Goat of a Thousand Young, The Black Goat, The Judas Goat, etc. Baphomet representa os Poderes das Trevas combinados com a fertilidade procriadora da cabra. Em sua forma pura o pentagrama é mostrado circundando a figura de um homem nos cinco pontos da estrela três pontos em cima, dois pontos embaixo - simbolizando a natureza espiritual do homem." No satanismo o pentagrama também é usado, mas desde que o satanismo representa instintos carnais do homem, ou o oposto da sua natureza espiritual, o pentagrama é invertido para acomodar perfeitamente a cabeça do bode - seus chifres, representando dualidade, impelidos para a frente em desafio; os outros três pontos invertidos, ou a trindade negada. As figuras hebraicas em torno do círculo do símbolo, no exterior, que suporta os ensinamentos mágicos da Cabala, esclarece perfeitamente Leviathan, a serpente do abismo das águas, e identificado com Satan. Estas figuras correspondem aos cinco pontos da estrela invertida. Amado leitor, o poder judiciário nada pode fazer para, legalmente deter esta situação, visto que eles nunca encontram provas, ou seja, se houver alguma denúncia não acreditarão em nada. Finalizando o Capítulo Após Sete anos investigando alegações de rituais macabros, sacrifícios humanos e abusos ritualísticos, o FBI - Fereral Bureau of Investigations, conclui: "Não há provas para alegações que lidam em grande escala com criação de bebês, sacrifícios humanos e conspirações satânicas organizadas. Cabe aos médicos ligados à saúde mental, e não à imposição da lei, explicarem por que as vítimas alegam coisas que parecem não ter acontecido." Eles estão errados, cabe a nós o povo de Deus, os chamados: Soldados da Chuva Serôdia, resgatar essas vidas das mãos de Satanás, cabe a nós combater o bom combate da fé, através da intercessão, dos discipulados, das Cruzadas, do Evangelismo. Saiba que o Senhor dos Exércitos, espera isso de nós.
  • 119. Capítulo Cinco Aleister Crowley Edward Alexander Crowley (1875 - 1947) Aleister Crowley, o conhecido e tão falado "Bruxo de Thelema", foi sem sombra de dúvida o maior mago do século XX. Suas explorações no campo das drogas e do sexo são enfatizadas em demasia por quase todas as pessoas que se põe a falar sobre ele. Essa sua faceta poderia ser explicada como uma fuga da assim chamada "pútrida sociedade ultrapuritana" em que foi criado. O ano de 1875 foi de grande importância para o esoterismo no planeta, com a morte de Eliphas Levi, a fundação do Sociedade Teosófica, a primeira publicação de "Isis Revelada" por Helena Petrovna Blavatsky, o nascimento de Carl G. Jung e de Albert Schweitzer. Crowley nasceu em 12 de outubro de 1875, em Leamington Spa, Warwickshire. Filho de um pastor de uma seita fundamentalista protestante: a "Irmandade de Plimouth" - cuja pedra angular de sua crença era o fogo do inferno. Seu pai que também era dono de uma fábrica de cerveja, morreu cedo, deixando boas lembranças mente de infante, mas sua mãe, segundo ele, era uma "estúpida criatura", e as brigas da adolescência logo fizeram com que sua mãe o chamasse de "Besta", apelido que adotou posteriormente e que lhe trouxe boa parte da fama. Na escola se mostrou um menino precoce, brilhante, dotado de uma inteligência invejável e dono de uma vontade inabalável. Logo destacou-se de seus companheiros por sua conduta rebelde e francamente anarquista. Até que foi culpado injustamente de um pequeno delito e foi posto de castigo, a pão e água, o que piorou sua já fraca saúde (tempos depois lhe receitariam heroína para a asma, substância que usou até os 72 anos de idade, quando morreu de parada cardíaca). Crowley nunca esqueceu desse tratamento, e desde menino começou a achar que havia algo de errado com o "senso comum" da época. Decidiu ser um homem santo, e cometer o maior pecado, como em uma lenda dos Plymouth Brothers (culto de seu pai) que afirmava que o maior santo cometeria o maior pecado. O protestantismo vitoriano foi uma das manifestações mais repressoras de que já se teve notícia e Crowley, juntamente com alguns artistas de vanguarda de sua época teve a ousadia de se colocar contra todo esse sistema de valores e criar um sistema próprio, que por pior que fosse era melhor do que o sistema estabelecido. Como não conseguia seguir os caminhos comuns e normais dos demais garotos de sua idade, partiu para uma busca muito maior. Partiu para a busca de si mesmo, buscando conhecer os mais profundos segredos escondidos; no interior de sua própria mente. Como "garoto-gênio", galgou rapidamente todos os degraus dos estudos esotéricos, transformando-se num ser possuidor de um vasto conhecimento ocultista e, principalmente, dotado de enormes habilidades paranormais. A mente de Crowley, um misto de Nietzsche e Rabelais, com uma estética egípcia e um negro senso de humor, era, de certa forma, inescrutável. Apesar de freudianamente seus complexos serem óbvios, lendo Crowley nunca se tem certeza do que ele realmente quis dizer. Ele brincava com o leitor, geralmente o superestimando (principalmente nos primeiros livros, cheios de referências obscuras imprescindíveis para a compreensão da obra). Apesar disto escreveu compreensíveis poesias e prosas, mas que de forma alguma superaram o interesse do mundo na história de sua vida, atribulada, e trágica. Para poder abalar as estruturas de um mundo calcado em radicais preconceitos puritanos, teve atitudes que assustavam até os mais liberais o que lhe valeu, por muito tempo, o ostracismo nos meios esotéricos, onde o seu nome era dito aos sussurros. Na Universidade finalmente se encontrou. Com muito dinheiro (da herança de seu pai) e livre da repressão da família, exerceu todas as atividades pelas quais ficou conhecido: alpinismo, poesia, enxadrismo, sexo e magia, e, dizem, foi excepcional em cada uma delas.
  • 120. Depois de 8 anos de aventuras, pesquisas e turbulentas viagens, durante uma série de invocações no Cairo (Egito), um ser identificando- se como Aiwass transmite a Crowley nos dias 08 a 10 de abril de 1904 o Liber Al Vel Legis, que passaria a ser mundialmente conhecido como o Livro de Lei. Este livro, entre outras coisas, serviu de base ideológica para a fundação da Sociedade Alternativa no Brasil, em 1974. Crowley travou contato com a Hermetic Order of the Golden Dawn (Ordem Hermética da Aurora Dourada), uma ordem pseudo maçonica de prática ritualística e iniciatória que esteve em seu auge no fim do século passado, quando Crowley a freqüentou. Subiu rapidamente pelos graus da ordem, mas foi barrado por um grupo de pessoas que chegaram a afirmar que a "ordem não era um reformatório". Crowley era desconsiderado pelos intelectuais e desprezado pela burguesia, fato que o pode ter levado a suas inúmeras viagens e expedições de alpinismo. Mago, ocultista, poeta, novelista, mestre de xadrez, alpinista, desde cedo orientou-se para a magia como meio de realização espiritual. Crowley pode parecer extremamente arrogante e narcisista em seus escritos. Ele sempre buscou o reconhecimento e aprovação das pessoas, e quando notou que isso não era possível, mantendo sua crítica atroz aos absurdos do puritanismo inglês, ele resolveu aparecer, fazendo escândalos, reais ou falsificados, ao estilo do estereótipo "falem mal, mas falem". Mesmo assim em sua autobiografia ("Confessions of Aleister Crowley") ele se mostrou extremamente magoado quando a imprensa marrom inglesa (conhecidíssima até hoje e abominada pela família real inglesa) inventava alguma coisa absurda e terrível ao seu respeito, como em uma ocasião em que o acusaram de comer carne humana na expedição ao monte K2. A Golden Dawn recusou iniciação a Crowley, mas seu chefe, McGreggor Mathers não. Talvez interessado no dinheiro do jovem Aleister Crowley ele o iniciou em 18 de novembro de 1898 fez sua primeira iniciação na "The Hermetic Order of the Golden Dawn'', uma das mais influentes Ordens iniciáticas do final do século passado. Ao seu corpo de iniciados pertencia a nata da intelectualidade inglesa e européia (nomes como Willian Butler Yeats, Gustav Meyrink, Florence Farr, A.E.Waite, Sax Homer, Bram Stocker , Arthur Machen e muitos outros. McGreggor logo se tornou um mestre para Crowley, onde, sob o nome de Perdurabo, escalou multo rapidamente todos os graus internos. Seus trabalhos mágicos e estudos místicos o levaram as mais diversas partes do mundo, experimentando com todas as formas de catarse e intoxicação, que considerava como bases da religião. Mas pouco a pouco se distanciava de Mathers, que a essa altura já havia se proclamado em contato direto com os "mestres" que regem a terra, e com isso seu autoritarismo se tornou insuportável. Crowley foi o único a defendê-lo até o final, quando percebeu que tudo não passava de uma farsa; terminando por defrontarse com o chefe MacGregor Mathers. A crença de que existe um grupo de iniciados secretos que carregam o conhecimento humano e são os verdadeiros "chefes" da terra é compartilhada no sentido estritamente literal por muitas pessoas e seitas. Crowley aceitou essa idéia de uma forma ou de outra até o fim da vida, mas empregou diversas interpretações para estas entidades, algumas baseadas na psicologia (recém estabelecida como uma ciência por Freud, na mesma época). Deste conflito com MacGregor Mathers (uma guerra de bruxos), resultou o fim da Era de Ouro da Hermetic Order of the Golden Dawn, quando Crowley, desiludido publicou uma série de rituais secretos da Ordem, na revista "The Equinox"; sendo portanto, a Golden Dawn destruida por ele. Passando alguns meses afastado da magia, e pouco a pouco se reaproximou, trabalhando sozinho. A partir de então o ocultismo pode em divulgado ao grande público, pelos demais ocultistas, sem que eles corressem o risco de romper um juramento de silêncio imposto por todas as ordens esotéricas, pois Crowley já havia rompido anteriormente por eles. Ele teria sido o precursor de todas as demais dissidências, que estavam por vir. Em 1902, entrou para a Ordo Templi Orientis, e, então numa viagem ao Cairo em 1904, recém casado, sua esposa começou a falar algumas coisas estranhas das quais ela não poderia ter conhecimento. Ela o mandou invocar o deus Hórus. Dessa invocação surgiu um texto pequeno, de três capítulos, intenso e esquisito, ditado por um dos "ministros" da forma de Hórus conhecida por "Hoor-Paar-Kraat", Harpócrates, Hórus, a criança. Aiwass era o nome dessa entidade, depois reconhecida como o Sagrado Anjo Guardião do próprio Crowley.
  • 121. Com isso três coisas estão subentendidas: Aiwass era um dos "mestres" que regiam a presente Era, dedicado ao Deus Hórus, seu mentor; era também uma entidade não totalmente separada de Crowley, embora devesse ser tratado como tal, alguns poderiam dizer que ele era o self junguiano de Crowley (mesmo ele reconheceu isso), outros, maldosamente, que era sua Sombra (termo que em psicologia junguiana designa a parte de nós que reprimimos e que contém aquilo que temos medo de admitir); Crowley demorou cerca de 5 anos para acatar o que o texto dizia. Uma das profecias previa a morte de seu filho, que acabou por morrer mesmo, de doença desconhecida. Quando finalmente aceitou o Livro da Lei, ele estava em contato com um corpo germânico de iniciados, que em outro livro dele ("The Book of Lies") encontraram um segredo de magia sexual que pensavam ter o monopólio no ocidente. Nem Crowley havia entendido o que tinha escrito, mas aceitou mesmo assim um alta posição hierárquica na Ordem. Era a Ordo Templi Orientis, que até hoje detém os direitos sobre os textos de Crowley posteriores a 1910. Há, porém, outra O.T.O, a O.T.O.A. (Ordo Templi Orientis Antiqua, Antiga Ordem dos Templários do Oriente), liderada, atualmente por Michael Bertiaux e Courtney Willis, ambos de formação mágica franco-haitiana. A O.T.O.A. manteve-se fiel à tradição mágica pré Crowleyana (em 1923, quando Crowley tomou a liderança da O.T.O. internacional, houve uma cisão, por parte dos membros da Ordem que não aceitavam a Lei de Thelema; essa cisão foi liderado por Tranker, que desejava manter a estrutura Massônica - principalmente ligado ao Rito Mênfis-Misraim de um lado, e, de outro lado, pelos seguidores do Movimento: da Igreja Gnóstica, da qual Theodor Reuss fazia parte), até fins da década de 1960, quando Bertiaux tomou o poder dentro da mesma, declarando-a uma Ordem Gnóstica, não Thelêmica, iniciática mas não-dogmática, além de fundir, dentro da mesma, Ordens fundamentadas na Gnose-Afro-Americana. (como a La Couleuvre Noire, a La Couleuvre Rouge, o Gnostic Voudoun, a International Brotherhood of Shamans,a Société des Zohops, e diversas outras) e no conhecimento tradicional do Vudu haitiano. Bertiaux também introduziu na O.T.O.A. os ensinamentos de Aleister Crowley, sem, contudo, adotar a Lei de Thelema como diretriz para a Ordem. A O.T.O. existe até hoje (ou melhor existem, visto que houveram cisões e brigas e etc, que somando com os charlatões, devem somar mais de 30 O.T.Os., por alto. A maioria clama legitimidade.) Crowley perdeu muito dinheiro publicando seus próprios livros e os vendendo a preço de banana. E a incompetência de um tesoureiro da O.T.O., que perdeu um galpão cheio de livros num lance mal entendido até hoje, acabou causando sua bancarrota final. Além da O.T.O. que tinha bases maçônicas, Crowley criou em 1905, um corpo próprio, sua própria sociedade, designado como A.:.A.:..(Astrum Argentum - Estrela de Prata, ou A Grande Fraternidade Branca), esse corpo, muito mais velado, deveria servir como que "escola de treinamento" para os possíveis "mestres" da humanidade. Crowley sobreviveu de doações e venda de livros até o fim da vida. E morreu em relativa miséria, ainda viciado em heroína, pouco tempo depois de terminar seu último trabalho, um livro sobre o Tarô que Lady Frieda Harris havia pintado com suas indicações. Em 1920, em Cefalú, no sul da Itália criou a Abadia de Thelema, local onde, juntamente com seus discípulos, viveu a Lei de Thelema: "Faça o que tu queres..." e praticou livremente sua magia. Onde assumiu sua homossexualidade. Crowley foi, certamente, o maior vulto do ocultismo dos últimos tempos e, talvez por isto mesmo, a mais denegrida e injuriada. Arauto de uma nova era, deixou como legado aos seus adeptos a pretensão de tornarem-se "Seres Divinos". Hoje, quando se aproxima a Nova Era Satânica, ele renasce das cinzas, porque agora, no mundo em que vivemos, parece fazer sentido, para todos os adeptos ocultistas a teoria que ele pregou. Após tantos anos (Crowley morreu em 1947), está se falando, de uma maneira mais aberta, o seu nome, agora seus livros estão sendo estudados com mais cuidado, dando assim condições, para os seus novos estudantes, de compreenderem melhor a sua "Lei", escrita lá no distante ano de 1904. Crowley foi o primeiro homem que teve a coragem de quebrar os terríveis juramentos de não divulgação dos conhecimentos, a que todo pretendente aos estudos ocultistas era obrigado a fazer, quando de seu ingresso no círculo fechado do saber esotérico.
  • 122. Em maio de 1974 a edição de uma importante revista especializada em assuntos esotéricos, publicou no Brasil, um artigo que dizia: "Em março de 1904, um homem chamado Aleister Crowley trazia ao mundo um livro de algumas dezenas de páginas, chamado "O Livro da Lei". Quando o Livro da Lei foi publicado, todo mundo riu. E o livro foi esquecido. Há três anos, uma editora inglesa aventurou-se a lançar uma nova edição. Em dezembro do ano passado, tinha vendido 4 milhões de exemplares. E ninguém estava rindo mais... Inclusive o autor do artigo. Referências: "Confessions of Aleister Crowley", A. Crowley, Penguin "The Eye in the Triangle", Israel Regardie, New Falcon Publications "The Legacy of the Beast", Gerald Suster, Weiser "Enciclopéldia do Sobrenatural", da LPM. Escritos por Aleister Crowley Títulos e Sinopses Liber B vel Magi Uma avaliação do Grau de Magus, o mais alto grau com o qual é possível manifestar qualquer coisa debaixo deste plano (Terra). Como é falado pelos Mestres do Templo. The Message of The Master Therion Explana a essência da Nova Lei de maneira muito simples. Liber III vel Jugorum Instruções de como controlar a língua, as ações e os pensamentos. Liber ABA (Magick) Uma avaliação geral dos termos elementais da magia e dos poderes místicos. Liber V vel Reguli É o Ritual da Marca da Besta: encantamentos peculiares para invocar as Energias da Era de Horus, adaptado para ser usado na Magia Diária de diversos graus. Liber O vel Manus et Sagitae Instruções dadas para os Estudos Elementais da Qabalah, Assenção das Formas de Deus, Vibração de Nomes Divinos, os Rituais do Pentagrama e Hexagrama, e seus usos para proteções e invocações, um método para se alcançar visões astrais de chamado, e instruções das práticas de se chamar a elevação dos Planos. Liber Liberi vel Lapidis Lazuli ‘As Palavras de Nascimento dos Mestres do Templo’. Uma Emancipação Voluntária de um determinado adepto privilegiado para sua Iniciação. Os primeiros 7 Capítulos fazem referência a 7 planetas, seguindo-se outros:Marte, Saturno, Júpiter, Sol, Mercúrio, Lua, Venus. 8th Aether Liber CCCCXVIII E Tu Alcançarás os Mistérios do Conhecimento dos Santos Anjos Guardiões. Liber E Instruções aos Aspirantes. Sugestões metodológicas que testam a Clarividência Fisica. Instruções de Asana, Pranayama e Dharana, e reflexões para aplicar os testes no corpo físico, então o estudante poderá compreender completamente suas próprias limitações. Liber Porta Lucis Uma avaliação da quarta vinda do Mestre Therion pelo A. .A. . e uma explanação de sua missão. Liber NU Instruções para atingir Nuit. Uma avaliação para mudanças de um aspirante para um Iniciado. Meditações em AL.
  • 123. Liber Graduum Montis Abiegni Uma avaliação para mudanças de um aspirante para um Iniciado. Ecclesiæ Gnosticæ Catholicae Canon Missae Liber Turris vel Domus Dei Algumas Instruções para se alcançar a destruição direta dos pensamentos, assim como eles surgem na mente. Liber IAO IAO. Magia Sexual. Três métodos dados para se conseguir todos os desejos e pensamentos. A forma ativa do Liber CCCXLV. Khing Kang King - The Classic of Purity Clássico Taoísta em Versos. Nova tradução do chinês pelo Mestre Therion. De Nuptis Secretis Deorum Cum Hominibus Magia Sexual. The Star Ruby (Existem 2 formas deste Ritual) Uma forma mais melhorada do ‘Lesser Banishing Ritual of the Pentagram’. Liber Trigrammaton Livro dos Trigramas da Mutações do Tao com Ying e Yang. Uma avaliação do processo Cósmico: corresponde aos níveis de Dzyan em outro sistema. Septem Regum Sanctorum - The Ceremony of the Seven Holy Kings Um Ritual de Iniciação para determinados Inciantes selecionados. A. .A. . Liber Librae - The Book of the Balance Karma Yoga. Um Curso Elemental da Moral e Valores humanos. The Diary of Frater Achad The Star Sapphire Uma melhora para o Ritual do Hexagrama. Thien Tao Um ensaio sobre conquistas através do Equilíbrio. The Mass of the Phoenix The Collected writings of Jack Parsons The Lost Continent Uma avaliação do Continente de Atlântida: as maneiras e costumes, rituais mágicos e opiniões das pessoas, juntos com a verdadeira avaliação da catástrofe, o início e o final, com o desaparecimento. Veja também ‘Atlantida’. Manifesto of the OTO Manifesto de Crowley em 1919 - existem outros manifetos, feito por outras pessoas. The Chymical Jousting of Brother Perardua Uma avaliação da Mágica e do lado Místico na linguagem da Alquimia. The Qabalah Uma discussão geral dos usos métodos da Qabalah. (O Templo do Rei Salomão) Across the Gulf Uma fantástica avaliação do passado do Egito. São as principais mentiras dos fatos relacionados ao que já foi escrito de Isis por Osiris que podem ajudar a ler e compreender o que já foi escrito de Osiris por Horus na presente Era. Liber Causae Explana a história atual e a origem do presente movimento. São os estatutos ordinários. O objeto do livro despreza a Mythopeia. Em outras palavras, o colpaso da Ordem G. .D. . e a Fundação do A. .A. .
  • 124. Liber Israfel Por Allen Bennet, Crowley, e outros. Invocação de Thoth, como um prelúdio para a pregação. Formalmente chamado ‘Liber Anubis’, instrução num método adequado da pregação. Liber Cordis Cincti Serpente Uma avaliação das relações entre o Aspirante e o Santo Anjo Guardião. Liber Stellae Rubeae O Ritual Secreto da Apep, o coração do IAO-OAI, entregue do V.V.V.V.V. para ser usado de maneira correta com o significado do Liber Legis. Magia Sexual escondida no Simbolismo. The Sword of Song 2 Poemas. Um estudo crítico de várias filosofias. Uma avaliação do Budismo. 1925. Liber LXX - The Cross of a Frog A Cerimonia propicia para a obtençao do espírito familiar da natureza mercuriana como é descrito no Apocalipse de João o Divino da Rã ou Sapo. The Voice of the Silence / The Two Paths / The Seven Portals Pela Helena Petrovna Blavatsky, com um extenso comentário de Crowley. The Urn Esta é uma sequência do “The Temple of Solomon the King”, e o diário de um Mago. Este livro contém detaklhes avaliados de todas as experiências passadas pelo Mestre Therion em sua avaliação do Grau de Iniciação, a maior possibilidade de qualquer Homem. Liber OZ Uma Declaração Thelemica dos Direitos Humanos. On the Tarot Um Tratado completo sobre o Tarot dando o correto desenho das cartas com seus atributos e significados simbólicos em todos os planos. Moonchild (The Butterfly Net) Estória de uma aventura mágica de homunculi, particularmente concernente ao planeta Lua, escrito como novela. Satiriza alguns membros do G. .D. . Liber Chanokh A brief Abstract of the Symbolic Representation of the Universe. Concebido pelo Dr. John Dee pelas mãos de Sir Edward Kelley. Liber Tzaddi vel Hamus Hermeticus Uma avaliação de Iniciação, e indicações daquelas avaliações refutadas na mesma. The Fountain of Hyacinth O uso diário da Cocaína e da Heroína e as relações da Magia imediatamente após seu uso. Veja Liber Al vel Legis: Capítulo 2, versiculo 22. The Wake World Uma alegoria poética das relações entre a alma e o Santo Anjo Guardião. Soror Achitha´s Vision - The Amalantrah Working Agape, Azoth O Livro do Santo Graal Escondido, em que é falado na hora do vinho no Sabbath dos Adeptos. Instruções Secretas do IX° O.T.O. (Magia Sexual.) An Open Letter - Uma Carta Aberta para aqueles que desejam se juntar a Ordem, enumerando Direitos e Deveres. Estes regulamentos devem vir em todos os Distritos, onde o Membro é um entre milhares de almas. Concerning Death Um tratado da natureza da morte e a própria atitude que se deve ter nela. Liber Aleph Um extenso e elaborado comentário do “The Book of the Law”, na forma de uma carta do Mestre Therion para todo filho do homem. Contém alguns segredos profundos de Iniciação, com soluções claras de muitos problemas cósmiscos e éticos.
  • 125. The Ritual of passing through the Tuat Um Ritual de Iniciação para certos Zeladores Selecionados. Apotheosis Um tratado sobre a encarnação de Deus, instruções para Realizar e Proclamar Sua Identidade. The Soldier and the hunchback Uma Discussão geral sobre Filosofia. De Lege Libellum Uma Outra explanação do Book of the Law, com especial referência aos Poderes e Privilégios conferidos pela aprovação. A Lei da Liberdade, amor, Vida e Luz. Liber Cheth vel Vallum Abiegni A perfeita avaliação das tarefas do Adepto, considerada debaixo dos Símbolos de um plano particular, que não o intelectual. Magia Sexual escondida no Simbolismo. Tao Teh Ching Uma Nova tradução com comentários do Mestre Therion. Este é o mais exaltado e ainda praticado Clássico Chinês. Também Chamado: Liber LXXXI The Law of Thelema Uma Epístola escrita pelo Professor L...B...K... que também esperou pela Nova Era, concernente a O.T.O. e é a solução da Propriedade, e agora reformulado para livre consulta. A Master of the Temple Frater Achad diário de magia com comentários de Crowley. Liber Astarte vel Liber Berylli Algumas Instruções para Aquisição através dos métodos da devoção, sobre Bhakta-Yoga; como alguém pode ser unico em si mesmo como uma Deidade. Ambos os métodos magicos e misticos são dados. Liber Colegii Sancti Sao tarefas próprias dos Graus e seus Juramentos próprios para o Liber XIII. Este é o Papel Oficial dos vários Graus. Inclui as tarefas e Juramentos de todos os Graus, e inclui, os adeptos menores. An Intimation with Reference to the Constitution of the Order Qualquer província da O.T.O. é governada pelo Grão Mestre e aqueles a quem ele delega poderes debaixo da Sua Autoridade, até que o tempo da Ordem seja estabelecido, no qual, é o caso quando possuem 11 ou mais "Casas-Professas" numa Província. Então a Constituição Regular é automaticamente promulgada. Sir Palamedes the saracen knight A poetic account of the Great Work and enumeration of many obstacles. Liber Resh vel Helios An instruction for the adoration of the Sun four times daily, with the object of composing the mind to meditation, thus to bring conscious relation with the center of our system; for advanced students, to make actual Magical contact with the Spiritual energy of the Sun and thus to draw actual force from Him. Liber RU vel Spiritus Full instructions in Pranayama, describes various practices of controlling the breath, how to insure success, what results to strive for, and how to use them for the Great Work. A syllabus of the official instructions of the A. .A. . An enumeration of the Official Publications of the A. .A. . with a brief description of the contains of each book; this Catalog is an expansion thereof, including those publications which were written after “The Syllabus” was composed. The I Ching A new translation, with a commentary by the Master Therion. The Yi King is mathematical and philosophical in form. It´s structure is cognate with that of the Qabalah. The I Ching reduced expertly to a series of six-line mnemonic keys, one for each hexagram. Liber AL vel Legis, The Book of the Law
  • 126. De Natura Deorum Liber Arcanorum An account of the cosmic process so far as it is indicated by the Tarot Trumps. The sequence of the 22 Trumps is explained as a formula of Initiation. The Structure of the Mind A treatise of physology from the mystic and magical standpoint. It´s study will help the aspirant to make a detailed scientific analysis of his mind, and so learn to control it. Khaps am Pekht A special instruction for the Promulgation of the Law. This is the first and most important duty of every aspirant of whatever grade. It builds up in him the character and Karma which forms the Spine of Attainment. Book of lies, The 93 short chapters each Qabalistically related to its chapter number. Deals with many matters on all planes of the very highest importance. It is an Official Publication for Babes of the Abyss, but it is recommended even to beginners as being highly suggestive. 1913 Adonis an Allegory A short play. Set in the hanging gardens of Babylon in classical times with classical characters. An account in poetic language of the struggle of the human and divine elements in the consciousness of man, giving their harmony following on the victory of the latter. Liber H.H.H. Gives three methods of attainment through a willed series of thoughts. AMRITA The Preliminary Invocation of the Goetia With the barbarous names of evocation used therein, and the secret rubric of the ritual, by the Master Therion. This is the most potent invocation extant, and was used by the Master Himself in his Attainment. Please note that this ritual is identical with Liber Samekh in many aspects, however, there are differences. This is the 1904 version. De Homunculo Liber A'ash vel Capricorni Pneumatici Analyzes the nature of the creative magical force in man, explains how to awaken it, how to use it and indicates the general as well as the particular objects to be gained thereby. Sexual magick heavily veiled in symbolism. Liber Tau vel Kabbalae Trium Literarum A graphic interpretation of the Tarot on the plane of Initiation. Analyzes the Hebrew alphabet into seven triads, each of which forms a Trinity of sympathetic ideas relating respectively to the Three Orders comprised in the A. .A. . Liber A vel Armorum An instruction for the preparation of the Elemental Instruments. De Arte Magica -- Removed at the demand of the Ordo Templis Paris Working, The (including Esoteric record and sundrys) A record of homosexual magick operations. Vision and the Voice, The Being of the Angels of the Thirty Aethyrs, the Vision and the Voice. Besides being the classical account of the Thirty Aethyrs and a model of all visions, the cries of the Angels should be regarded as accurate, and the doctrine of the function of the Great White Brotherhood understood as the foundation of the Aspiration of the Adept. The account of the Master of the Temple should, in particular, be taken as authentic. Liber CDLI - Eroto-comatose Lucidity The chapter «Of Eroto-comatose Lucidity » in Liber CDXIV - De Arte Magica (Liber 414)
  • 127. Liber Os Abysmi vel Daath Gnana Yoga. An instruction in a purely intellectual method of entering the Abyss. Sepher Sephiroth By Allen Bennet, Crowley and Friends. A dictionary of Hebrew words arranged according to their value numerically. This is an Encyclopedia of the Holy Qabalah, which is a map of the Universe, and enables man to attain Perfect Understanding. Liber Batrachophrenoboocosmomachia An instruction in the expansion of the field of the mind. Two practices designed to aid the student in developing an awareness of the Universe around him are given, one is active one passive. Requires Astronomical knowledge. Liber HAD An instruction for attaining Hadit. Liber DCCCXIII vel Ararita An account of the Hexagram and the method of reducing it to the Unity, and Beyond De Thaumaturgia A statement of certain ethical considerations concerning Magick. Liber DCLXXI vel Pyramidos A ritual of self Initiation based on the Neophyte ritual. The Amalantrah Working Interviews with a discarnate entity. 777 vel Prolegomena Symbolica Ad Systemam Sceptico Mysticae A complete dictionary of the correspondences of all magical elements, reprinted with extensive additions, making it the only standard comprehensive book of reference ever published. It is to the language of Occultism what Webster or Murray is to the English language. Liber Samekh Being the Ritual employed by the Beast 666 for the Attainment of the Knowledge and Conversation of his Holy Guardian Angel during the semester of His performance of the Operation of the Sacred Magick of Abramelin the Mage. Serpentis Nehushtan Energised Enthusiasm An essay developing the idea of creativity - and genius - as a sexual phenomenon. Specially adapted to the task of Attainment of Control of the Body of Light, development of Intuition and Hatha yoga. Ararita An account of the Hexagram and the method of reducing it to the Unity and Beyond. This book describes in magical language a very secret process of Initiation. Liber Yod An instruction giving three methods of reducing the manifold consciousness to the Unity. Adapted to facilitate the task of Raja Yoga, and of the Knowledge and Conversation of the Holy Guardian Angel. Law of Liberty, The This is a further explanation of the Book of the Law in reference to certain Ethical problems John St. John The Record of the Magical Retirement of G.H. Frater O.M. (Aleister Crowley). A model of what a magical record should be, so far as accurate analysis and fullness are concerned. Liber Viarum Viae A graphic account of Magical powers classified under Tarot Trumps. An analysis of the 22 letters. To each is attributed a magical or mystical practice of progressive difficuly until attainment is complete. The Gospel According to Saint Bernard Shaw A complete study of the origins of Christianity.
  • 128. Liber ThIShARB Gives methods for attaining the magical memory, or memory of past lives, and an insight into the function of the Aspirant in this present life. (So to enable the Aspirant to calculate his True Orbit in eternity.) The Cactus A record of experiments with the Mescal buttons. Treasurehouse of Images, The A superb collection of Litanies appropriate to the Signs of the Zodiac. Liber MCLI By Jim Graeb IX° O.T.O.. Being the requirements of Minerval to III°, in study and work in the O.T.O., as it has manifested under the Caliph. A Note on Genesis By Allen Bennet. A model of Qabalistic ratiocination. Specially adapted to Gnana Yoga. With a preface and notes by Crowley. Capítulo Seis Anton Szandor Lavey (1930-1997) Anton Szandor LaVey, junto com Charles Manson, Timothy Leary, e outros "pop-gurus" messiânicos, foi uma figura notória da sub-cultura da experiência social dos anos 60. Como extravagante Sacerdote Supeiror da Igreja de Satanás e autor da "Bíblia Satânica", ele serviu como o precursor ideal para as buscas de "sensações" da mídia americana daquele período. Sua notoriedade curiosa foi baseada grandemente em uma personalidade legendária. Esta lenda cuidadosamente orquestrada, é resultado único da vida do próprio Lavey - ele batalhou por isso, usando de todos os meios possíveis. Ele disseminou sua própria lenda através de entrevistas com os jornalistas, discussão pessoal com seus discípulos, e duas auto-biografias aprovadas (aparentemente psicografadas por ele mesmo). O primeiro foi "The Devil's Avenger" de 1974 (pelo próprio Lavey em associação com Burton Wolfe), deslumbrado o próprio Wolfe tinha já aparecido com um esboço na introdução à "Bíblia Satânica". O segundo foi "Secret Life of a Satanist" de 1990 (de Blanche Barton assistente ainda viva de Lavey e mãe de seu filho), Blanche contradisse muitos dos pedidos de LaVey no volume mais antigo, enquanto propunha novos textos para consumo público. Lenda?!? Ou Farsa?!? Para uma melhor compreensão do leitor acerca das verdades de Anton Szandor Lavey, procurou-se pesquisar acerca da realidade de suas alegações e de todo o mito em volta dele. Para tanto, grande parte das refutações a seguir foram pesquisadas por diversos dissidentes de suas idéias. Como Lord Egan, o Bispo Nate Leved, e por aí afora. Observemos os fatos acerca desse "ator" - Anton Lavey. - Ele alegava que seu verdadeiro nome era "Anton Szandor LaVey" - Na verdade seu nome de nascimento era "Howard Stanton Levey". FONTES: Certidão De Nascimento 4/11/1930, CooK County, Illinois. Confirmado por parentes. - Ele alegava que seus pais foram Joseph e Augusta LaVey
  • 129. - Na verdade seus pais foram Michael e Gertrude Levey. FONTES: Certidão De Nascimento 4/11/1930, Cook County, Illinois. Confirmado pelas suas filhas Zeena e Karla segundo elas, de acordo com os registros de entrada da Certidão de Óbito de Levey. - Ele alegava que tivera sido introduzido ao Lado Negro por sua avó - uma cigana da Transilvânia, que o iniciava com as histórias sobrenaturais de vampiros e lobisomens. - Na verdade, a avó de Lavey nunca colocou os pés na Transilvânia, e jamais foi uma cigana Ela era Ucrâniana conhecida como Cecile Luba Primokov-Koltonoff. A despeito de suas origens, ele nunca teve descendência de Ciganos. FONTES: Parentes, incluindo os pais de Lavey. - Ele alegava que no seu aniversário de 15 anos, em 1945, foi levado para as ruínas da Alemanha após a guerra pelo tio, um Oficial da Guarda Costeira Americana. Lá foi mostrado pra ele os principais filmes secretos inspirados pelos Rituais Satânicos agregados em seus rituais. Lavey alegava que os rituais "Alemães" no seu livro: "The Satanic Rituals" de 1972, foram transcrições reais dos rituais filmados, conforme ele mesmo viu na sua adolescência. - Na verdade o adolescente "Howard Levey" gastou a totalidade do ano de 1945 no norte da Califórnia, e jamais esteve na Alemanha. O tio que ele alega ter levado-o para a Alemanha era um "detento" aprisionado na Penitenciária da Ilha McNeill por envolvimento com os crimes relacionados a Al Capone durante suas atividades em 1945, e ele nunca esteve nas forças armadas. As Leis Marciais proibiam todo e qualquer cidadão americano de visitar a Alemanha pós-guerra. Os rituais "alemães" no "Satanic Rituals" são textos extremamente pobres do alemão para o inglês. Eles são claras adaptações da curta estória - "The Hound of Tindalos" pelo famoso novelista H.G. Wells, e também pelo: "The Island of Dr. Moreau" FONTES: Parentes de Lavey, Diane LaVey primeira esposa, e pela Rosalind Herkommer que fez as traduções do alemão para o inglês desses livros. - Lavey alegou que em 1948 aos 18 anos foi chamado a tocar órgão no Teatro Mayan em Los Angeles. Lá ele encontrou uma jovem stripper conhecida como Marilyn Monroe, com quem ele teve um romance apaixonado no período antes dela ascender ao estrelato. Segundo Lavey, Monroe teve que se valer do striptease para pagar seu aluguel. Como prova do seu relacionamento com ela, Lavey mostrava uma cópia do famoso calendário Monroe nua inscrito: "Caro Tony, Quantas vezes você viu isto! Amor, Marilyn". - Na Verdade Lavey nunca conheceu Marilyn Monroe. Monroe chegou a intimar Robert Slatzer e Harry Lipton, agentes dela em 1948, para expor e denunciar esta fábula. Lipton pagava as despesas do Monroe, incluindo seu aluguel. Paul Valentine, diretor do Teatro Mayan, declarou que nem Marilyn Monroe e muito menos Lavey trabalharam no Teatro Mayan. Diane LaVey, esposa anterior de Lavey, foi quem forjou o "Monroe" inscrito no calendário. Edward Webber o editor anterior de Lavey alega que ele nunca conheceu Monroe. FONTES: Diane LaVey, Paul Valentine (Wright, "SD", página #68), Harry Lipton (Aquino-lipton conversa 12/1/82), Robert Slatzer (carta para Aquino 11/27/82), Edward Webber (entrevistado por Aquino 6/2/91). - Lavey alegava Ter sido exposto à selvageria da natureza humana quando ele se limitava em ser um fotógrafo de Polícia em San Francisco no início dos anos 50. - Na verdade, nos registros de empregados passados, o Departamento De Polícia De San Francisco nunca houveram nomes como: "Howard Levey" e nem "Anton LaVey". Moser Franco, que foi um fotógrafo do SFPD no início dos anos 50, disse que Laveu nunca trabalhou no Departamento. FONTES: Registros do SFPD, Moser Franco (Wright, "SD", página 68). - Lavey alegava Ter estudado criminologia na Universidade De San Francisco durante a Guerra da Coréia. - Na verdade, a Universidade de San Franscisco não tem nenhum registro de matrícula de Lavey em qualquer tempo. FONTES: Registros da Universidade de San Frascisco, (Wright, "SD", página 68).
  • 130. - Lavey dizia Ter adquirido uma casa na 6114 California Street (que poderia mais tarde tornar-se o quartel general da Igreja de Satanás - a infame "Casa Negra") porque ele descobriu em primeira inspeção que a casa foi o Hotel anterior da madame Mammy Pleasant (na verdade era um Bordel). A casa possuia esconderijos e passagens secretas, para evitar as batidas da policia. - Na verdade, a 6114 California Street foi a casa dos pais de Lavey. Os pais de Lavey simplesmente permitiram que tanto ele como sua primeira esposa Carole vivessem na casa, então transferiram a Escritura da Casa para Lavey e sua Segunda esposa Diane em 1971. Tais passagens segretas e quartos ocultos que existem foram construídos por Lavey. FONTES: Parentes, registros de propriedade de San Francisco (Michael & Gertrude Levey, Tenancy Associado Concede Ato, Julho 9, 1971). - Nos anos 50, Lavey alegava Ter viajado a Nice, França, onde ele gravou um álbum tocando órgão sob o pseudonimo de "Georges Montalba". - Na verdade, Lavey esteve somente uma vez na França, e foi nos anos 70, quando seu Discípulo Holandês Maarten Lamers, dono de clube de sexo de Amsterdam, financiou sua viagem. FONTES: Diane LaVey, Zeena LaVey. - É alegado que na noite de 30 de Abril de 1966 (o Festival Satânico Alemão do Walpurgisnacht), Lavey num "brilho intenso" se alto declarou o Sumo-Sacerdote de Satanás, proclamado que a Era Satânica tinha começado, e fundou a Igreja de Satanás como uma instituição religiosa. - Na verdade, em 1966 Lavey suplementava sua renda ao se apresentar em Conferências de fim-desemana, com tópicos ocultos e exóticos, e por conduzir "Workshops para Bruxas". Ele tirava 2 dólares por pessoa, enchendo sua sala de estar com gente curiosa e estabelecendo uma reputação local de excêntrico. Edward Webber seu editor, sugeriu a Lavey que ele "nunca poderia fazer qualquer dinheiro por ensinar nas noites de Sexta-Feira com donativos ... isto poderia ser arranjado de maneira melhor se formassem uma espécie de Igreja e obter uma Licença do Estado da California ... Eu disse para o Anton que se a imprensa ficasse nos sobrevoando ganharíamos muita notoriedade". No verão de 1966, eles atingiram a notoriedade com jornais publicando e reconhecendo Lavey como "padre da Igreja do Diabo". FONTES: Edward Webber (entrevistado por Aquino 6/2/91), Jack Webb, Diane LaVey. - Lavey alegava que sua cabeça raspada (marca registrada) foi o resultado de um ritual principal 30 de Abril de 1966, para formalizar seu papel como Sacerdote Superior de Satanás. Este ritual foi realizado na tradição do Yezidi Adoradores de Satanas das tribos do Iraque, que foi dito para se fazer um cerimonia parecida. - Na verdade, Lavey raspou sua cabeça no verão de 1966 através de um pedido de sua esposa. O "estilo LaVey" nada teve de significado na Igreja de Satanás, nem ritual, e muito menos misticismo anexado a isso. Nem os Yezidi "qawwals" (mestres religiosos) raspam suas cabeças. FONTES: Diane LaVey; Ethel S. Drower, "Peacock Angel", 1941; C.J. Edmonds, "A Pilgrimage to Lalish", Sociedade Asiática Real, 1967. - Em 1966 Lavey alegava ter pessoalmente projetado o emblema de Baphomet da Igreja de Satanás. Diz ele que possuia os direitos para este projeto, alegando que isto não podia ser reproduzido sem obter licença dos direitos para Igreja de Satanás. - Na verdade, o emblema de Baphomet utilizado pela Igreja de Satanás não é nada original e muito menos Lavey o criou, por isso ele não pode alegar direitos autorais. Quem originou o emblema de Baphomet foram Cavaleiros Templários na Era Medieval. A arte do emblema como conhecemos hoje bode/pentagrama primeiro apareceu em um livro de Oswald Wirth em 1931. O emblema completo com os círculos somados e "LVYThN" as letras hebraicas aparece na capa de um livro de Maurice Bessy dois anos antes a criação da Igreja de Satanás. Fotos Antigas das atividades da Igreja freqüentemente mostram Lavey ou seus discípulos usando o livro de Bessy. O Baphomet, está claramente no domínio público. FONTES: Oswald Wirth, "La fran-maconnerie rendue intelligible a ces adeptes - II, "Le compagnon"", Paris: Derry-livres, 1931, página #60; Maurice Bessy, "A Pictorial History of Magic and the Supernatural", London: Livros De Primavera, 1964 [a edição original deste trabalho - "Histoire en 1000 images de la magie" - foi publicado em 1961 por Editions du Pont Royal]; Thomas H. Hilton, "Sex and
  • 131. the Occult", Vol. I, Los Angeles: Centurion Press, 1974; membros da Church of Satan, "The Black Flame" (a 1980s Church of Satan magazine). - Essa é uma das mais ridículas mentiras de Lavey, ele alegava ter sido conselheiro técnico do filme "Bebê de Rosemary", de 1968, do diretor Roman Polansky. Lavey também alega que ele atuou como o diabo naquele filme. - Na verdade, Lavey não teve nenhuma participação ou envolvimento no filme de Polasnky. Gene Gutowski amigo íntimo de Polansky (e produtor original do filme) declara que não havia conselheiro técnico, e nunca encontrou Lavey em qualquer reunião para o filme. O produtor William Castle, que detalhou todos os aspectos da produção do filme na sua autobiografia, nunca menciona Lavey. Ele descreve diligentemente que Polanski base o filme exatamente no romance do Ira Levin, e que tivera sido uma adaptação, eliminando qualquer necessidade de conselho técnico. O pai da atriz que contracenava com Mia Farrow na cena do Diabo recorda que uma jovem muito alta, dançarina profissional, era quem atuava vestida em um pequeno terno de borracha. Em 1971 este terno foi adquirido pelo Studio One Productions em Louisville, Kentucky, para ser usado num filme de horror de baixo orçamento chamado: "Asylum of Satan". Michael Aquino, conselheiro técnico para aquele filme, ao examinar o terno e observar as medidas, declarou que jamais Lavey conseguiria Ter usado aquilo. [O terno foi usado por uma moça no filme "Asylum".] Nenhum integrante do elenco de "Bebê de Rosemary" mencionou o envolvimento de Lavey. FONTES: Gene Gutowski; William Castle, "Step Right Up! I'm Gonna Scare the Pants off America", New York: Pharos Books, 1992; Diane LaVey, Michael A. Aquino ("COS", página #17). - Lavey alegava que Jayne Mansfield, símbolo sexual de Hollywood e atriz, era uma satanista e teve um romance com ele. - Na verdade, Tony Kent agente editorial, um associado de Ed Webber, arranjou um encontro entre Mansfield e Lavey como um lance de publicidade. Lavey foi um apaixonado pela atriz. Mansfield, que nunca fez nenhum segredo dos seus muitos romances, negou conhecer Lavey intimamente, e jamais confirmou algum suposto romance com ele. Em 1967 numa entrevista ela disse, "Ele tinha caído de amores por mim e desejava ficar comigo. Isto foi uma piada." Segundo Edward Webber editor de Lavey, Mansfield achou ridículo o convite para vir a se tornar uma satanista e integrar a Casa de Los Angeles. As alegações públicas de que Lavey tivera um romance com Mansfield começou unicamente depois da morte dela em um acidente de automóvel, que ele também alegou Ter sido o resultado de uma maldição ele tinha colocado nela. FONTES: Edward Webber (entrevistado por Aquino 6/2/91); entrevista com Mansfield citada em "Jayne Mansfield" por May Mann, Pocket Books, 1974. - Defende-se que Lavey escreveu a "Bíblia Satânica", seu trabalho principal, para preencher necessidade de sua congregação por um guia escrito. - Na verdade, a "Bíblia Satânica" foi concebida como um veículo comercial das publicações da Avon Books. Avon se aproximou de Lavey para alguma espécie de trabalho Satânico para fazer dinheiro na moda do Satanismo & Bruxaria, na atrasada década de 60. Pressionado a entregar o material no prazo final da Avon, Lavey recorreu ao plágio extraíndo e fazendo montagem de um obscuro tratado de 1896 "Might is Right" por Ragnar Redbeard - para dentro do "Livro de Satanás", e alegando ser ele mesmo o autor. [Ironicamente essas passagens são as mais freqüentemente citadas pelos discípulos de Lavey.] Além das "Chaves Enoquianas" de John Dee, e "Equinox" de Aleister Crowley. As "Nove Declarações Satânicas", uma das doutrinas centrais da Igreja de Satanás, é uma paráfrase das passagens de Ayn Rand "Atlas Shrugged". As últimas palavras no "Satanic Book" - "Yankee Rose" - tem sido confundida pelos leitores. Ela é na verdade o nome de uma canção popular bastante antiga na coleção de músicas de Lavey. FONTES: Lavey, "A Bíblia Satânica"; Ragnar Redbeard, "Might is Right", PortTownsend: Loompanics (reimpressão), 1896; Ayn Rand, "Atlas Shrugged" (discurso de Galt, ca. páginas #936-993); "Yankee Rose" por Sidney Holden & Abe Frankl (Música de Irving Berlin, 1926). - Lavey alegava que no ápice de popularidade da Igreja de Satanás, havia centenas de milhares de membros formais.
  • 132. - Na verdade, Diane LaVey (que administradava a Igreja como Sacerdotisa Superior 1966-1984), Michael A. Aquino ( Magistrado sênior da Igreja e Editor de seu jornal "Cloven Hoof" 1971-1975), e Zeena LaVey (Sacerdotisa Superior da Igreja 1985-1990) asseguram que os números alegados por Lavey são exagerados. Os membros da Igreja de Satanás nunca ultrapassaram 300 indivíduos. FONTES: Diane LaVey, Michael A. Aquino, Zeena LaVey. - Lavey alegava ser milionário, possuindo três casas na California do norte, um conventa na Itália, um chateau na França, uma frota de automóveis de luxo, alguns iate, três barcos de salvamento, e outras propriedades. - Na verdade, Diane [LaVey] Hegarty moveu contra Lavey um processo de 1988-91, em 1991 o processo teve de ser arquivado pois Lavey estava em falência. Foi estipulado que Lavey tinha direito a 50% da casa de seus pais, que fora entregue ao casal, juntamente com os itens pessoaisLavey ASL estipulado sob juramento que ele possuiu nada mais que 50% da casa seus pais tinham dados associadamente para ele e Diane, junto com os itens pessoais ele guardou nisso. Teve de vender a casa, mas ela estava abaixo do valor de venda por estar totalmente mal acabada. Lavey a beira da total pobreza foi sustentado através de doações de amigos e parentes. FONTES: "Hegarty vs LaVey" (Corte Superior de San Franscisco, caso #891863), "Falência De Anton LaVey", Capítulo 7 (U.S. Bankruptcy Court, Northern California, Caso #91-34251), Zeena LaVey, outros parentes. - Lavey alegava ser amigo íntimo de Sammy Davis Jr. e o introduziu a Igreja de Satanás. - Na verdade, Sammy Davis Jr. Foi convidado como membro honorário da Igreja de Satanás por Michael Aquino. Depois de Davis Ter recebido o convite de Aquino, ele foi aceito em 17 de Março de 1973, foi apresentado com o membro honorário 13 de Abril de 1973 por Aquino e Karla LaVey somente. Lavey não conheceu Davis até Agosto de 1973. FONTES: Cartas de Davis para Aquino 3/17/73; Church of Satan Priesthood Bulletin 4/30/73; Aquino, "COS", Capítulo 23; Sammy Davis, "Hollywood in a Suitcase" (texto pre-publicado, impresso no "Daily News", New York, 9/11/80), Karla LaVey. - Lavey alegava ser um homem de família amoroso. - Na verdade, Lavey espancava violentamente sua esposa Diane durante todo o casamento. Em 1984 um relatório de polícia foi feito descrevendo existência de um estrangulamento em Diane, feito inconscientemente por Lavey, que estava tão irado, que a filha Karla foi quem conseguiu arrastar sua mãe para fora de casa, a fim de que não fosse morta. Era rotineiro Lavey abusar sexualmente de suas discipulas, forçando-as a prostituírem-se para ele nos seus "Conselhos Satânicos", e assim colecionar seu salário. Em 1986 Lavey foi uma testemunha passiva do estupro do seu neto por um amigo de longa data que mais tarde foi processado por crimes de sexo com menores. FONTES: Polícia de San Francisco registro do ataque de Lavey sobre Diane LaVey, Zeena LaVey, Diane LaVey, Stanton LaVey. - Na certidão de Óbito original de Lavey, a data de sua morte foi registrada como em 31 de Outubro de 1997 (Halloween). - Na verdade, numa investigação oficial pela Cidade de San Francisco foi observado que a data oficial de sua morte foi no dia 19 de Outubro de 1997. E que a inscrição: "Halloween" na data do documento, tinha sido ilegalmente escrita. FONTES: Certidão de Óbito #380278667, Departamento de Saúde Pública de San Francisco; Dr. Giles Miller (médico que atendeu Lavey na morte), Emenda Médica para a Certidão de Óbito, 11/26/97. REFERÊNCIAS: Wright, Lawrence, "Sympathy for the Devil", "Rolling Stone" #612, September 5, 1991. , "Saints e Sinners". Nova Iorque: Alfred Um. Knopf, 1993. Aquino, Michael A., "The Church of Satan". San Francisco: Temple of Set, 1983. Agradecimentos à Lord Egan. Observe, os ensinamentos de LaVey são PLÁGIOS dos ensinos de Aleister Crowley, Austin Osman Spare, O.T.O. e F.S. (Fraternitas Saturni), além de fazer extenso uso das Chamadas Enoquianas. Mas como já citei nesse livro - Satanás não está preocupado com esses detalhes, ele se usa de qualquer um disponível para cegar um maior número de vítmas, mesmo, usar um farsante como Lavey.
  • 133. A seguir, o leitor observará a Base da Doutrina Satânica plagiada por Lavey. Doutrina Plagiada As Nove Declarações Satânicas 1. Satan representa indulgência em vez de abstinência. 2. Satan representa existência vital em vez de sonhos espirituais. 3. Satan representa sabedoria pura em vez de hipócrita autoengano. 4. Satan representa bondade para quem a merece, em vez de amor desperdiçado aos ingratos. 5. Satan representa vingança, em vez de virar a outra face. 6. Satan representa responsabilidade pelo responsável em vez de se interessar por vampiros psíquicos. 7. Satan representa o homem apenas como outro animal - algumas vezes melhor, mais frequentemente pior do que aqueles que caminham de quatro - que, por causa do seu "divino desenvolvimento espiritual e intelectual", se tornou o pior de todos os animais. 8. Satan representa todos os denominados pecados, pois eles levam a uma gratificação física, mental e emocional. 9. Satan tem sido o melhor amigo que a Igreja já teve, pois ele tem guardado os seus negócios todos esses anos. As Onze Regras Satânicas da Terra 1. Nunca dê opiniões e conselhos, a menos que seja perguntado. 2. Nunca conte suas dificuldades aos outros, a menos que esteja certo de que eles querem ouvi-las. 3. Quando no lar de outrem, mostre-lhe respeito ou nunca vá lá. 4. Se um convidado em seu lar lhe ofende, trate-o cruelmente e sem piedade. 5. Nunca faça avanços sexuais, a menos que você receba o sinal de acasalamento.. 6. Nunca apanhe o que não lhe pertence, a menos que seja um peso para a outra pessoa e ela implore para ser ajudada. 7. Reconheça os poderes da Mágica se você a tem empregado com sucesso para obter os seus desejos. Se você negar o poder da mágica depois de tê-la evocado com sucesso, perderá tudo o que obteve. 8. Nunca se queixe de nada de que não necessite para si. 9. Nunca moleste crianças. 10. Nunca mate animais não-humanos, a menos que seja atacado ou para comer. 11. Quando caminhando em, território alheio, não aborreça ninguém. Se alguém lhe aborrece, peça-o para parar. Se ele não para, Destrua-o. Os Nove Pecados Satânicos (não entrarei em detalhes aqui, pois a descrição é muito longa.) 1. Estupidez 2. Pretensão 3. Solipsismo 4. Auto-engano 5. Conformação em Massa 6. Falta de Perspectiva 7. Negligência dos Ortodoxos Passados 8. Orgulho Contraprodutivo 9. Falta de Estética Os Vinte e Um Pontos Satânicos 1) Não respeite a piedade ou a fraqueza, pois estas são doenças faz doente o forte. 2) Teste sempre sua força, para não haver falsos sucessos. 3) Busca felicidade na vitória - mas nunca na paz.
  • 134. 4) Desfrute de um descanço pequeno, melhor que um longo. 5) Vem como um ceifeiro, para assim semear . 6) Nunca ame qualquer coisa tanto a ponto de não poder ver isto morrer. 7) Não Construa em areia mas em pedra. E não constrói por hoje ou ontem mas para sempre. 8) Sempre se esforce mais, sua conquista nunca está acabada. 9) É melhor a morte do que a submição. 10) Não Forge obras de arte mas espadas de morte, pois ai está a grande arte. 11) Aprenda a se elevar sobre ti mesmo, para triunfar sobre tudo. 12) O sangue do vivo é um bom fertilizante para as sementes do novo. 13) Aquele que está sobre a pirámide mais alta de crânios pode ver mais longe. 14) Não descarte o amor mas descate os impostores, e seja sempre justo. 15) Tudo o que é grande é construído em duelo. 16) Não só se esforce sobre, mas acima das mentiras de grandeza no mais alto 17) Vem como um vento forte e fresco que tanto quebra como também cria. 18) Deixe que o amor pela vida seja uma meta mas deixe sua meta mais alta ser a grandeza. 19) Nada é mais bonito que o homen: e mais bonito do que tudo é a mulher. 20) Rejeite todas as ilusões e mentiras, porque elas dificultam aquele que é forte. 21) O que não o mata o faz mais forte. Bibliografia Lavey escreveu vários livros, dentre eles estão Os Apontamentos do Demônio, A Bruxa Satânica, Os Rituais Satânicos e A Bíblia Satânica, os dois últimos considerados os mais importantes. Rituais Satânicos Bruxa Satânica Apontamentos do Diabo Quando a Bíblia Satânica foi lançada, vendeu mais que a Bíblia Sagrada em 2x1 em várias partes dos USA, e 10x1 em várias Universidades. Mais tarde, o mesmo aconteceria na América do Sul e na Europa. Vida Secreta de Um Satanista Satanás Fala Bíblia Satânica Blanche Barton, a Sacerdotisa Superior, e mãe de um dos filhos de Lavey (ainda viva) também escreveu A Igreja de Satan e A Vida Secreta de Um Satanista, esse último a Biografia autorizada de Lavey. Blanche Barton & Lavey Capítulo Sete Rock'n'roll e Satanismo Primeiro que tudo, o leitor deve entender que, historicamente a música surgiu com Jubal, segundo relato bíblico de Gênesis 4.21: "E o nome do seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e órgão". A cultura começava então a se desenvolver. Jubal era descendente de Caim, e este por sua vez, havia se retirado da presença de Deus, conforme Gênesis 4.16. Desta forma se estabeleceu uma sociedade e cultura altamente desenvolvidas com um agravante: deixaram Deus de fora. Jubal teve mais dois irmãos Jabal e Tubalcaim; Jabal foi o pai dos que habitam em tendas e possuem gado (Gênesis 4.20) - a agricultura começava a se aflorar; Tubalcaim foi artífice de todos os instrumentos cortantes, de bronze e de ferro (Gênesis 4.22), onde verificamos o surgimento das indústria.
  • 135. Essas coisas: a agricultura, a indústria e a música, não são malignas em si mesmas, no entanto, havia um terrível problema, eles deixaram Deus do lado de fora de todos esses projetos. O Egocentrismo era o paradigma das pessoas daquela época conturbada. Agora repare, somente depois que Sete, irmão de Caim e de Abel (assassinado), teve um filho, é que a Bíblia diz em: Gênesis 4.26 26. DAÍ SE COMEÇOU a invocar o nome do Senhor. Esse primeiro sistema mundial criado por Caim ficou tão amaldiçoado que Deus teve que destruí-lo, conforme o relato bíblico de: Gênesis 6.7 7. E disse o Senhor: destruirei, de sobre a face da terra, o homem que criei ... porque me arrependo de os haver feito. É notório que a essência daquilo que Jabal criou, ou seja, a música sem Deus, se perpetuou até os dias de hoje, desta forma a música é, evidentemente, um dos mecanismos mais comuns de se influenciar as massas - sejam elas: velhos, jovens, negros, brancos, crianças, etc. A música é em essência: Espiritual. Foi criada por Deus para o Seu Louvor. E foi deturpada pelo seu antigo dirigente celeste: Lucifer! (Veja Capítulo 9). E antes de iniciar a nossa abordagem ao Rock, desejo esclarecer aqui que de maneira nenhuma poderia abominar esse estilo, ele não é do diabo; esse ser decaído não tem nada, não possue nada. Desde suas raízes o rock sempre foi associado de uma forma ou de outra ao ocultismo. Mesmo quando não associado diretamente à adoração satânica o rock tem sido frequentemente acusado de incitar a rebeldia e despertar sentimentos violentos nos jovens. Os motivos que nos fazem associar o estilo do Rock aos anseios satânicos, ou seja, a uma vida sem Jesus, são vários: - De uma maneira geral o Rock incita a rebeldia contra os costumes atuais e ataca o sistema vigente. - O rock prega o hedonismo, o que é absolutamente contrário aos ensinos bíblicos. O hedonismo é traduzido como o gozo máximo dos prazeres terrenos (drogas, sexo) é na verdade um dos princípios satânicos. Basta lembrarmos da "máxima": Sexo, Drogas e Rock'n'roll. - O rock prega o culto a si mesmo - individualismo e egoísmo. Este é um outro ponto fundamental dos satanistas - O Lema difundido por Crowley: "Faz o que tu queres, há de ser toda a lei". O maior motivo das acusações de satanismo nos últimos 20 anos se deve ao fato de muitos pop-stars terem adotado abertamente uma atitude satânica, (como Kiss, Ozzy Osbourne, Alice Cooper, Wasp, etc) enquanto que outros abordam apenas o tema satânico como (Rolling Stones, Iron Maiden, Black Sabbath, AC/DC, etc). Músicos e Vocalistas Os músicos alegam que não são satanistas, mas dizem dar aos fãs o que eles querem, e o satanismo vende. Não é difícil você encontrar na Galerias de Rock no Centro da cidade, em São Paulo, satanistas e aliciadores entre a "galera". Roberth Johnson Bluesman da década de 30 que influenciou direta ou indiretamente todo o cenário do rock. Roberth Johnson dizia ter feito um pacto com Satanás em troca de sua musicalidade e do sucesso, tendo abordado este tema em suas músicas. O filme Crossroads (A Encruzilhada, com Ralph Macchio - o Daniel Sam de Karate Kid) aborda superficialmente a história de Roberth Johnson, que morreu envenenado por um marido traído. Rolling Stones
  • 136. A primeira banda a abordar o satanismo em suas letras com a música "Simpathy For The Devil" (Simpatia pelo Diabo), onde o personagem principal é satanás cantando na primeira pessoa - Mick Jagger confirmou que Anton Lavey inspirou a canção; e o disco entitulado "Their Satanics Majesties Request" (A Serviço de Sua Majestade Satânica). Além disso em diversos discos colocaram referências a satanismo ou vudu, como nos álbuns "Goats Head Soup" (gravuras do encarte) e no álbum "Voodo Lounge". Beatles Em seus últimos discos abordaram religiões orientais com frequência além de terem abusado do experimentalismo com drogas. John Lennon foi discípulo de Aleister Crowley, e este, por sua vez é uma das figuras da Capa do Álbum "Sgt Peppers". Black Sabbath A primeira banda a adotar abertamente rituais satânicos nos shows. O nome Black Sabbath - O principal Ritual do Satanismo. Seus álbuns são algumas vezes adornados com cruzes e demônios. Além disso muitas letras falam de Satanás, como "NIB" e "War Pigs". Ozzy Osbourne Ex-vocalista do Black Sabbath. Embora não tenha abordado profundamente em suas letras o satanismo, o mesmo não se pode dizer do seu visual satânico - com maquiagem pesada e lentes de contato vermelha. Era Aleister Crowley o personagem da música "MrCrowley" de Ozzy. A música "Suicide Solution" foi acusada de gerar muitos suicídios entre os jovens. Led Zeppelin Com certeza a banda mais acusada de: "Backwards Messages" mensagens ao contrário. Fato é que o guitarrista Jimmy Page foi um fiel discípulo de Aleister Crowley, sua atração pelo oculto era tão grande que ele chegou a possuir a maior loja de livros de ocultismo da Europa, chamada The Equinox. Sua curiosidade sobre a obra de Crowley o levou a adquirir, além de milhares de objetos pessoais, livros, manuscritos, e até a mansão de Crowley, chamada Boleskine, localizada às margens do Lago Ness. Segundo a história Crowley praticava rituais satanicos na casa. Depois que Jimmy Page comprou a mansão um caseiro se suicidou inexplicavelmente e um outro ficou louco. Na edição original em vinil do terceiro álbum do Led Zeppelin constava a inscrição "Do what thou will" (Faze o que quiseres) que é um dos ensinamentos de Crowley. A morte do baterista John Bonhan e frequentes acidentes envolvendo os membros restantes são considerados por muitos provas definitivas do pacto satânico feito entre a Banda. Em 1974, durante o lançamento do primeiro disco da gravadora Swan Song, comandada pelos componentes do Led Zeppelin, foi armada uma festa (em uma caverna) com tema satânico que incluia mulheres nuas encenando uma missa negra e garotas vestidas de freiras fazendo strip tease. Alice Cooper O codnome do vocalista (e da banda) segundo ele próprio foi sugerido através de uma Tábua de Ouija por um demônio. O visual com maquiagem viria a ser copiado exaustivamente. Eagles Embora sem aparência e nem abordagem satânica nas letras, um ex-produtor acusou a banda de ligações com a Igreja de Satanás. Logo mais descobriu-se que a música "Hotel California" possuia mensagens satânicas gravadas ao inverso e que tratava na realidade sobre a sede da Igreja de Satanás no estado da Califórnia, que havia sido anteriormente um hotel. Doors O vocalista Jim Morrison, em 1970 se casou em um ritual satânico com uma bruxa, que envolveu desde invocações satânicas a beber sangue. Jim Morrison, líder e vocalista da banda The Doors dizia ter sido possuído por espíritos quando assistiu a um acidente automobilistico que matou diversos índios. Segundo ele um ou dois espíritos dos
  • 137. shamans (feiticeiros índios) o possuiram desde então, guiando seu estilo de vida e sua maneira de compor. Iron Maiden Após terem lançado o disco "The Number of The Beast" (O Número da Besta) passaram a ser frequentemente taxados de satanistas embora raramente abordem o tema. A mascote Eddie (um morto vivo) das capas dos discos é na verdade um demônio. O disco "Seventh Son Of a Seventh Son" do Iron Maiden possui várias citações a trechos da obra de Aleister Crowley. Na capa do disco "Live After Death" é de H.P. Lovecraft a citação escrita na lápide da sepultura de Eddie: "That is not dead which can eternal lie, And with strange aeons even death may die." - "Não está morto o que eternamente jaz inanimado, e em realidades estranhas até a morte pode ser vencida". Obviamente o trecho, que seria uma citação do Necronomicon, trata sobre a vida após a morte. Em 1992 o Iron Maiden foi proibido de tocar no Chile. A Igreja Católica pediu ao governo providências contra a apresentação da banda e foi atendida. Segundo a igreja católica local a música "Bring Your Daughter To The Slaughter" incitava o assassinato e "The Number Of The Beast" incitava satanismo e assassinatos. Kiss Embora não costume abordar temas satânicos em suas letras o visual carregado e truques de palco do baixista Gene Simons (que se veste e se maquia como um vampiro, vomita sangue e cospe fogo) levou parte da opinião pública a taxar a banda de satanistas. O nome Kiss (beijo) chegou a ser interpretado como sigla para Kids In Satan's Service (Crianças a Serviço de Satanás) ou Knights In Satan's Service (Cavaleiros a Serviço de Satanás). AC/DC Com o álbum "Highway To Hell" (Auto Estrada para o Inferno) e músicas como "Hell's Bells" (Sinos do Inferno) foi prontamente taxada de satanista. A situação piorou quando um conhecido assassino serial psicopata conhecido como "Night Stalker" (Rastejador Noturno) afirmou matar influenciado pelas letras da banda. Na capa de "Highway To Hell" (AC/DC) além de Angus estar fantasiado de demônio o vocalista Bom Scott usa um colar com um pentagrama (símbolo do satanismo). O pentagrama é também o símbolo da banda Slayer. Angus Young, guitarrista da banda AC/DC em entrevista à Hit parade: "Eu sou apenas um instrumento. Quando subo ao palco alguma coisa me possui e me faz agir." Mercyful Fate Banda Dinamarquesa de grande influência e cuja marca principal é o visual satânico do vocalista King Diamond (que mais tarde seguiu carreira solo). King Diamond afirmava dormir em um caixão e ser capaz de falar de trás para. A banda usava (e usa) na decoração de seu palco restos humanos (ossos) reais, o que não constitui crime na Dinamarca. Metallica A música "Call of Cthulhu" do Metallica é baseada no livro de mesmo nome de H. P. Lovecraft. Cthulhu é um demônio que dormiria no fundo dos oceanos, se comunicando com os humanos através de sonhos. Jon Bom Jovi Na revista Smash Hits ele declarou: "Eu mataria minha mãe pelo rock and roll... eu venderia minha alma." Morbid Angel O guitarrista da banda, Trey Azagthoh, se declara um vampiro e nos shows costuma se morder e beber seu próprio sangue. A mania teve início quando ao se cortar ele chupou o próprio sangue para evitar que escorresse e o sujasse inteiro. Terminou gostando. Tornara-se um "flebotomista". David Bowie
  • 138. Em entrevista à Rolling Stone prestou o seguinte depoimento: "O rock sempre foi a música de Satanás. Eu acredito que o rock and roll seja perigoso. Sinto que estamos brincando com algo mais assustador do que nós mesmos." Red Hot Chili Peppers Ao receber o MTV Awards de 1992 o grupo fez o seguinte agradecimento: "Antes de mais nada queremos agradecer a Satanás!" Rush A música "The Temples of Syrinx" do álbum "2112" tem como tema o demônio Pan, constantemente associado a Satanás. Cheap Trick O nome da banda segundo eles próprios foi sugerido em uma Tábua de Ouijá. Vincent Furnier se tornou Alice Cooper da mesma maneira. Slaughter Em 1992, a banda de hard rock americana foi acusada pela família de duas jovens de ter induzido um jovem de 17 anos (namorado de uma) a mata-las. As duas amigas foram mortas a facadas enquanto, segundo testemunhas, a música "Fly To The Angels" (que Mark Slaughter havia composto para uma ex-namorada que havia morrido de câncer) tocava repetidamente. Foi depois apurado de que o jovem nao era fã do Slaughter propriamente, mas sim da música em si. A turnê do álbum "The Wild Life" teve de ser interrompida por algum tempo para que eles respodessem ao processo, no qual foram completamente inocentados. Venon A Banda fez citações a Condessa Elisabeth Bathory - (Countess Bathory), do "Cradle Of Filth" (The Cruelty And The Beast) e inspirou o nome da banda Bathory. Bathory era filha de nobres Húngaros que sacrificava virgens e tomava banho com sangue para manter sua beleza e juventude eternamente. Tornou-se parte do folclore europeu. Devoted Man Uma Banda Inglesa Aliciadora do fundador do templo de Olimpus; recebe as canções e letras psicografadas por demônios. Já assisti um show dessa banda e é terrível, observar os jovens completamente seduzidos, hipnotizados e alucinados. Dançando o "pogo" - sobe-se no palco e se joga na multidão. Marilin Manson Seu nome é a junção do glamour de Marilyn Monroe com a esquizofrenia criminosa do satanista Charles Manson, este era chamado "Deus", "Jesus" e "Satanás" por seus seguidores; hipnotizou e assassinou sete meninas de Tate-LaBianca; além de fazer o mesmo com a atriz Sharon Tate. "Portrait of an American Family", de 1994, foi o primeiro álbum de Marilin Manson, teve metade de suas faixas "mixadas" na casa de Sharon Tate, onde ocorreu a matança perpretada pela "família" de Manson. Um dos mais recentes pesadelos do vocalista é o "Antichrist Superstar" (pela Universal Studio). Marilyn Manson é fiel discípulo de Aleister Crowley. Raul Seixas Entre os brasileiros o maior personagem ligado ao pensamento de Crowley, e consequentemente ao Satanismo foi Raul Seixas. A música Sociedade Alternativa, entre outras, são exemplos disto. Ao final de Sociedade Alternativa Raul Seixas grita para o público: "O Número 666 chama-se Aleister Crowley. A lei de Thelema... esta é a nossa lei e a alegria do mundo. Faz o que tu queres, há de ser tudo da lei. Todo homem e toda mulher é uma estrela." Tratam-se de trechos da obra de Crowley. Conjuring (Megadeth) As Letras
  • 139. "I am the devil's advocate, a salesman if you will. Come join me in my infernal depths. I've got your soul! Obey!". (Sou o advogado do diabo, um vendedor se você preferir. Venha se juntar a mim nas profundezas do inferno. Sua alma é minha. Obedeça). The Prince (Metallica) "Angel from below, I wish to sell my soul. Devil, take my soul. With diamonds you repay. I don't care for heaven so don't you loonk for me to cry. And I will burn In hell from the day I die." (Anjo das profundezas, eu quero vender minha alma. Diabo, leve minha alma, com diamantes você paga. Eu não me importo com o paraíso então não espere me ver chorar. E eu vou queimar no inferno a partir do dia em que morrer.) Burn In Hell (Twisted Sister) "Welcome to the abandoned land. Come on in, child, take my hand. Here there is no work or, only one bill to pay. There's just five words to say as you go down, down, down. You're gonna Burn in hell!" (Bem vindo à terra do abandono. Venha, criança, segure minha mão. Aqui não há trabalho, apenas uma conta a pagar. Há apenas cinco palavras a dizer enquanto você cai. Você vai queimar no inferno.) Homebound Train (Bon Jovi) "When I was just a boy the devil took my hand. Took me from my home, he made me a man." (Quando eu era apenas um garoto o Diabo tomou minha mão, me levo de casa e me fez um homem.) Possessed (Suicidal Tendencies) "I'm a prisoner of a demon... It stays with me wherever I go, I can't break away from its hold. This must be my punishment for selling my soul!" (Sou prisioneiro de um demônio, ele fica comigo onde quer que eu vá e não posso fugir de seu domínio. Deve ser minha punição por vender minha alma.) Incitações ao Suicídio Fade To Black (Metallica) "I have lost the will to live, simply nothing more to give. There is nothing more for me, need the end to set me free." (Eu perdi a razão de viver, simplesmente não tenho mais nada a dar, não existe nada mais para mim, preciso do fim para me libertar.) Uma das músicas mais polêmicas da história do rock foi "Suicide Solution", de Ozzy Osbourne. Após alguns casos de suicídios entre os jovens, o INSTITUTE FOR BIO-ACOUSTICS RESEARCH foi contratado por grupos evangélicos para fazer uma avaliação da música e o relatório final apontou MENSAGENS SUBLIMINARES QUE NÃO SERIAM AUDÍVEIS CONSCIENTEMENTE MAS CAPAZES DE INFLUENCIAR O INCONSCIENTE DO OUVINTE. A mensagem escondida estaria gravada em rotação alterada e seria: "Why try, why try? Get the gun and try! Try it! Shoot! Shoot! Shoot!" seguido de uma risada. (Porque não tentar? Pegue uma arma e atire! Atire!) Além disso haveriam na música freqüências sonoras especiais capazes de aumentar a capacidade de influência das mensagens subliminares. Curiosamente a música Suicide Solution não trata sobre suicídio como pensa a totalidade (inclusive os fãs de Ozzy Osbourne). A música trata sobre alcoolismo e foi escrita por Ozzy quando o vocalista do AC/DC, Bon Scott, morreu de coma alcoólico. A palavra "solution" do título é "solução" no sentido de "mistura" e não no sentido de "resposta". A tradução correta seria "mistura suicida" se referindo ao álcool. Mesmo assim, essa justificativa foi apenas um "paliativo".
  • 140. Crimes e Suicídios Todas as citações a seguir foram fatos, devida e claramente registrados pela Imprensa Mundial. Richard Ramirez - AC/DC O satanista Richard Ramirez, conhecido como Night Stalker, que aterrorizou a califórnia na década de 80, tendo matado mais de 14 pessoas, se declarou um grande fã do AC/DC. A imprensa anos atrás mostrou ao vivo, quando Ramirez foi receber sua sentença, ele saudou a Corte do Tribunal dizendo: "Hail Satan!" e mostrava para o júri, o símbolo de Baphomet tatuado na palma de sua mão. Quando foilhe dado a oportunidade de falar, ele disse: "—Vocês não me entendem, isso não era esperado de vocês, vocês não são capazes disso, estou além de suas experiências, estou além da bondade e da maldade, eu serei vingado, Lúcifer está em cada um de nós, é só isso." Richard Boucher - AC/DC Os pais do garoto Steve Boucher, que se suicidou com um tiro na cabeça, tentaram processar a banda AC/DC dizendo ser a música "Shoot to Thrill" a responsável. O GAROTO SE SUICIDOU SENTADO SOBRE UM POSTER DO AC/DC. Dennis Bartts - AC/DC Dennis Bartts, 16 anos, de Center Point, Texas, informou a um amigo que pretendia encontrar Satanás, foi ao campo de futebol da escola e se enforcou na trave enquanto ouvia "Highway to Hell" (AC/DC) em um walkman. Uma Fã - Slayer Um fã da banda Slayer escreveu na Spin Magazine (Maio de 1989): "Eu odeio seu Deus Jesus Cristo. Satanás é meu senhor. Eu sacrifico animais para ele. Meu deus é o Slayer. São nas letras de sua música que acredito." Phillip Morton - Pink Floyd Em fevereiro de 1986 foi encontrado o corpo enforcado do garoto Phillip Morton, enquanto ao fundo o disco "The Wall" (com as músicas Goodbye Cruel World "Adeus Mundo Cruel" e Waiting for the Worms "Esperando os Vermes") tocava continuamente. Um Garoto - Pink Floyd Em San Antonio, Texas, um garoto de 16 anos matou uma tia a punhaladas e contou à polícia que no momento do crime estava hipnotizado pela música do Pink Floyd, não podendo sequer se lembrar do ocorrido. John McCollum - Ozzy Osbourne Em outubro de 1984 John McCollum, de 19 anos, se matou com um tiro na cabeça enquanto ouvia "Suicide Solution" de Ozzy Osbourne. Ele ainda estava com headphones quando o corpo foi encontrado. Thomas Sullivan - Ozzy Osbourne Em 9 de janeiro de 1988 Thomas Sullivan, 14 anos, fã de Ozzy Osbourne, cortou a garganta da mãe e se suicidou em seguida. Raymond Belknap e James Vance - Judas Priest Em dezembro de 1985 dois garotos de 18 anos, Raymond Belknap e James Vance, depois de ouvir "Beyond the Realms of Death" (Judas Priest), foram ao playground de uma igreja próxima e se suicidaram com tiros de espingarda. Os pais tentaram mover uma ação contra o Judas Priest. Um Garoto - Iron Maiden
  • 141. Em 12 de abril de 1985, um garoto fanático por heavy metal de 14 anos matou três pessoas. O garoto (que tinha tatuado um grande 666 no peito) informou estar dominado por Eddie (mascote do Iron Maiden) quando cometeu os assassinatos. Gary Heidnik - Heavy Metal Em 1987 foi capturado o assassino serial, satanista e canibal Gary Heidnik. Em sua casa na Philadelfia os vizinhos escutavam heavy metal durante todo o dia. Eric Harris e Dylan Klebold - Marylin Manson Algum tempo atrás em Littleton - Denver, na escola Columbine, onde dois jovens integrantes da "Máfia da Capa Preta" projetaram e efetivaram um massacre aos negros e atletas da escola, matando 13 pessoas, ferindo muitos outros, e praticando o suicídio logo após. Eles eram Eric Harris de 18 anos, e Dylan Klebold de 17 anos, ambos pertencentes a Máfia, diziam ser góticos da sinistra melancolia. Tinham como ídolo o vocalista satânico Marilin Manson, defendiam as idéias dos "White Power", ou seja, o neo-nazismo. Tanto que o massacre ocorreu no dia 20 de abril, 110º aniversário de Adolf Hitler. Charles Manson - Beatles Um dos casos mais famosos de assassinatos ligados ao satanismo e junção com o Rock foi o do "serial killer" satanista Charles Manson e sua fascinação pela música dos Beatles. Charles Manson - Jovem Manson era um fanático satanista que dizia ser, Jesus, Lucifer e a Besta e possuia seguidores de suas pregações. Manson acreditava também que os Beatles eram anjos mandados a Terra por Deus para avisar os homens sobre o terrível apocalipse que se aproximava, e que eles haviam feito isso através do famoso "White Album", o Álbum Branco dos Beatles. Charles em certa época teve uma música supostamente roubada pelos "Beach Boys", sua canção "Cease to Exit" teria sido utilizada pelo grupo californiano sobre o título de "Never Learn Not to Love" para o álbum 20/20. Capa da Times A fúria de Manson caiu principalmente sobre Terry Melcher (filho de Doris Day) um produtor musical que havia negado um contrato de gravação de suas musicas, incluindo a utilizada pelos Beach Boys, estes fazendo grande sucesso com a "versão" de sua canção. A decisão deste foi completamente irracional. Invadir com sua "família" a ex-residência do produtor. Na loucura de Manson não importava se Melcher não morasse mais lá. A nova moradora era a atriz Sharon Tate na época recém casada com o diretor Roman Polanski. A artista estava com alguns amigos em sua casa. Manson promoveu uma chacina, em uma atitude absurdamente covarde. A familia Manson utilizou o sangue de suas vítimas para escrever nas paredes da casa "Political Piggy" e "Arrise". Political Piggy seria a referência as pessoas mortas ali e Arise, uma citação a um trecho da música "Black Bird": "You´re only waiting for this moment to arise", este trecho é repetido várias vezes na música. Manson Condenado Um outro fato ligado aos Beatles e o seu "Álbum Branco" é que uma das assassinas possuia o apelido "Sexy Sadie" outra música do disco dos Beatles: McCartney, Lennon, Harrison e Starr, principalmente os 3 primeiros declararam a insanidade de Charles Manson e seu completo desconhecimento dos objetivos de Manson e sua família. Mensagens ao Inverso
  • 142. São chamadas de "backwards messages" ou mais simplesmente "backmaskings", mensagens gravadas ao inverso, ou seja, que só poderiam ser ouvidas ao fazer tocar ao contrário o som original. Em meados da década de 70 se tornou relativamente comum o uso da inversão sonora como mais um truque de estúdio. Paralelamente grupos evangélicos norte-americanos começaram a procurar em gravações de rock mensagens subliminares gravadas ao inverso, encontrando diversas, em sua maioria de Adoração a Satanás, que seriam mais uma prova de que o rock desvirtua e converte a juventude ao satanismo. As backwards messages podem ter três origens diferentes: - SIMPLES TRUQUES DE ESTÚDIO - A banda precursora em gravar instrumentos e vozes ao inverso para gerar novos efeitos sonoros foram os Beatles. O truque foi posteriormente aproveitado por dezenas de bandas como Pink Floyd, Prince, Elo, Iron Maiden, etc. No single de "Free as a Bird" dos Beatles há uma curta mensagem gravada ao inverso. A voz de John Lennon diz "turned out nice again". Uma das mais famosas mensagens invertidas. Está gravada na música "Empty Spaces" do disco "The Wall" do Pink Floyd. Filtrando a música, destacando apenas o canal de áudio direito e invertendo o som, surge ao fundo (é preciso muita atenção para perceber) Roger Waters falando "Congratulations, You have just discovered the secret message. Please send your answer to 'Old Pink', Care of the funny farm, Chalfont..." (Parabéns, você descobriu a mensagem secreta. por favor envie sua resposta para Old Pink...) e uma outra voz falando "Roger, Caroline's on the phone..." (Roger, Caroline no telefone). Na música "Rocket" do álbum Histerya do Def Leppard há uma mensagem gravada ao inverso que se repete em alguns trechos. A mensagem diz "we're fighting with the gods of war" (estamos lutando com os deuses da guerra). A famosa mensagem invertida da música "Still Life" do disco "Piece of Mind" do Iron Maiden. Trata-se do baterista Nicko McBrain falando "what ho sed de t'ing wid de t'ree bonce", que significa "what ho said the monster with the three heads" (o que disse o monstro de três cabeças) em dialeto rasta. A segunda frase é "don't meddle wid things you don't understand" (não brinque com coisas que não entende). E a mensagem termina com um grunhido. No disco "Purple Rain", de Prince, na faixa My Darling Nikki há sons de um coral evangélico gravado ao inverso. Um dos trechos do canto é "Hello? How are you? I'm fine, cause I know the Lord is comming!" (Olá, como vai? Eu vou bem, pois sei que o Senhor está vindo!). Mensagem gravada ao inverso na música "Sweet Emotion" do grupo Tesla. A mensagem diz "Love you today, don't know about tomorrow!" (amo você hoje mas amanhã não sei). - INVERSÃO FONÉTICA PROPOSITAL - É possível com um pouco de paciência criar palavras ou frases que ouvidas de traz para frente gerem outras palavras ou frases. Não são raras pessoas capazes de falar ao contrário fluentemente. A capacidade de falar ao contrário é associada constantemente a satanismo, pois seria uma maneira de amaldiçoar pessoas sem que as mesmas percebessem. Aleyster Crowley recomendava que seus discípulos tentassem pensar e falar ao inverso. Na idade média uma das maneiras de se reconhecer feiticeiras era a capacidade destas falarem de trás para frente. Na música "Hotel California", dos Eagles, haveriam várias referências a Satanás gravadas ao inverso. A mais clara é a frase "yes Satan" (sim Satanás). Na música "Stairway to Heaven" o trecho "There's still time.." ouvido ao inverso faz surgir a mensagem "oh it's my sweet Satan" (oh, é o meu doce Satanás). No trecho "Your stairway lies on the whispering wind" ouvido ao inverso faz surgir a mensagem "I will sing because I live with Satan" (eu vou cantar porque vivo com Satanás). No trecho "Yes there are two paths you can go by but in the long run" ouvido ao inverso faz surgir a mensagem "the one will be the path would make me sad whose power is Satan" (único será o caminho que me deixará triste, cujo poder é Satanás). Esta trata-se (na minha opinião) da mais curiosa de todas estas mensagens, pois é claramente audível e uma das mais longas. Tire suas conclusões.
  • 143. No trecho "it's just a spring" ouvido ao inverso faz surgir a mensagem "six six six". 666 é o número da besta. Na música "Misty Mountain Hop" o trecho "over the hills where the spirits" ouvido ao inverso faz surgir a mensagem "spirits are all free above" (todos os espíritos são livres lá em cima). No trecho "lots of people sitting on the ground" ouvido ao inverso faz surgir a mensagem "my mother is lonely, she must die" (minha mãe é solitária, ela deve morrer). Na música "Over the Hills and Far Away" o trecho "only leaves you guessing" ouvido ao inverso faz surgir a mensagem "Satan's really lord" (Satanás realmente é o senhor). Além de provas de envolvimento de bandas de rock com o demônio este tipo de mensagem também foram provas da morte de John Lennon na década de 70. Na música Revolution #9 dos Beatles (na realidade apenas um experimento de John Lennon) o verso "number nine" ouvido ao inverso faz surgir a frase "turn me on dead man" (Me torne um homem morto). Na música "I m So Tired" dos Beatles, em meio às vozes initeligíveis, escutando ao inverso, surge a frase "John is dead man, miss him, miss him, miss him" (John morreu, cara, que saudade dele, que saudade dele). - SIMPLES COINCIDÊNCIAS - Claro que aqui se enquadram a grande maioria das mensagens. Ao ouvir qualquer voz de traz para frente é grande a possibilidade de que surjam sons que possam ser interpretados como mensagens escondidas. A probabilidade de encontrar algo aumenta demasiadamente quando o "estudioso" é um fanático religioso cego a qualquer opinião que não seja a sua. Agradecimentos a Christiano Gonçalves. E ao site - Whiplash Observe ainda querido leitor que o estilo usado para se influenciar as massas não é apenas o Rock, conforme abordamos nesse capítulo; mas também e principalmente a música New Age. Repare: A música é usada pelo movimento Nova Era para suas finalidades. Alice Bailey já dera instruções para a "Terapia Musical", com um novo estilo de música recreativa, que já conquistou o mercado de CDs, e a massa de adeptos cresce constantemente. Segundo Aurio Corá, músico da Nova Era; a música New Age recebe a seguinte definição: "É um estilo completamente diferente dos outros estilos de música. Além de estar voltada ao entretenimento, a música New Age provoca determinadas reações químicas e biológicas que muitas vezes são terapêuticas, assim como se ficarmos ouvindo certas freqüências sonoras em determinados ritmos, podemos ficar doentes". (TAPESSON, agosto 1991, p.5) Confirma ainda que "esse estilo de música está sendo muito usado em tratamento". A música da Nova Era é profana, pois glorifica o homem à medida em que se coloca como meio de elevação ou sublimação espiritual, divinizando-o (Gênesis 3.5). Este estilo mistura sons de um passado remoto, como os de harpas, cítaras e sinos tibetanos, com as sonoridades futuristas derivadas de recursos tecnológicos de nossos dias. Calcula-se que haja no mundo inteiro, mais de 5.000 músicos explorando o assim chamado "sons da Nova Era". Muitos cantores e músicos ocultistas se negam a personalizar as capas dos CDs com suas fotografias, alegando que não sabem como "receberam" a música (letra e harmonia), desta forma, segundo eles, os direitos autorais devem pertencer ao Universo, mas não se engane, os royalties (faturamento) destes direitos têm um único destino: suas contas bancárias. Enquanto no Japão, a mais de 20 anos atrás, Tony Scott já gravava aquele que é considerado o 1º disco New Age - MUSIC FOR ZEN MEDITATION, lançado pela Polygram, no Brasil essa tendência é relativamente recente. Quanto a música, ela é bem suave com sutis elementos de repetição, e é através destes elementos repetitivos que a pessoa em questão entra em estado cerebral: ALFA.
  • 144. Está sendo usada entre outras finalidades, para hipnose e meditação (mantras). Crêem que podem obter mediante a música, uma "transformação da consciência". Para a Nova Era, o novo homem será "um homem que ouve" - será PASSIVO. A música assume assim uma posição nada desprezível como veículo altamente eficiente na transmissão de conceitos e influências da Nova Era. Capítulo Oito Novus Ordo Seclorum Essa expressão vem do latim e significa: Nova Ordem Mundial, que nada mais é do que o jargão ou código para o governo mundial único. Essa frase está inscrita no selo dos Estados Unidos da América, impressos nas cédulas da maior potência mundial existente hoje. Localizado logo abaixo da Pirâmide Maçônica. A tendência mundial hoje, é, sem dúvida alguma, a Globalização, ou seja, a formação de grandes blocos econômicos centralizados, significando a interdependência de todas as nações de uma determinada região como preparativo para a formação futura de um único governo mundial centralizado. Em agosto de 1990, o presidente norte-americano George Bush condenou a invasão do Kuwait pelo Iraque, declarando solenemente, "Esta invasão ameaça a Nova Ordem Mundial". Foi uma revelação chocante, porque esse termo permanecia secreto desde 1776. Podemos agora concluir que o Plano para implementar a Nova Ordem Mundial deve estar perto de ser cumprido, pois seus líderes começaram a anunciá-lo publicamente. Naquele ponto, em agosto de 1990, o mundo estava no limiar da Nova Ordem Mundial. E em setembro do mesmo ano ele disse na ONU: "Estamos passando para uma Nova Ordem Mundial" ; alguns dias depois disse algo parecido no Congresso Americano: "Estamos passando para uma NOVA ERA e uma NOVA ORDEM MUNDIAL". No dia 18 de fevereiro de 1991 o jornal Los Angeles Times publicou o discurso de Bush sobre o Estado da União: "É uma grande idéia: Uma Nova Ordem Mundial, em que diversas nações se unem numa causa comum... Somente os Estados Unidos tem a posição moral e os meios para respaldá-la". Era De Aquarius Para compreendermos melhor este assunto das "eras", se faz necessário entender o que vem a ser uma "Era Astrológica". Repare: a Terra possui um movimento em torno do seu eixo, e em torno do Sol, respectivamente chamados de rotação e translação, além destes dois movimentos, temos um terceiro, chamado nutação. Enquanto a Terra gira, seus dois pólos descrevem cones no espaço. Isso faz com que o plano do equador da Terra vá se deslocando sobre o zodíaco. A cada ano há um deslocamento de 50 segundos de ângulo. A cada 72 anos - 1 grau, a cada 2.160 anos - 30 graus. A cada 30 graus do zodíaco temos um novo signo, logo temos uma nova era a cada 2.160 anos. São 12 eras de 2.160 anos cada uma, o que soma 25.920 anos, que vem a ser o tempo que a terra leva para completar os cones no espaço. A Era de Peixes, foi marcada com o surgimento do cristianismo; a pregação de João Batista, a vinda do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo à Terra, Sua Mensagem, Sua Pregação, Sua Morte e Ressurreição, A Vinda do Espírito Santo, os Apóstolos, a Igreja, Navegações, Descobertas, Cruzadas, até hoje. A Era de Aquarius é aguardada pelo "abarcamento do peixe", tendo como acontecimentos principais, o arrebatamento da Igreja, e a manifestação do Mayhtrea (Anti-Cristo). A Nova Era será marcada pela "descoberta" de um Poder e de uma Sabedoria infinitos no âmago da criatura humana. O homem será considerado um ser divinizado.
  • 145. Atualmente, segundo pesquisas, a posição do equador da Terra em relação às constelações, mostra que já estamos na passagem da Era de Peixes para a Era de Aquarius. Nova Era O movimento New Age tem as suas raízes na "Teosofia". Essa filosofia foi fundada em Nova York, em 1875, pela ocultista russa Helena Petrovna Blavatsky. Uma das doutrinas básicas da Teosofia é que todas as religiões têm verdades comuns. Por isso não é justificada qualquer separação ou mesmo proselitismo e fanatismo em uma determinada religião. A Teosofia é muito parecida com o espiritismo em sua doutrina, apesar deles em si não admitirem. "O movimento Nova Era é uma rede extremamente ampla, frouxamente estruturada, de organizações e indivíduos ligados por valores comuns (baseados em misticismo e monismo - a cosmovisão de que "tudo é um") e uma visão comum: uma nova era vindoura, de paz e iluminação em massa, a Era de Aquarius". (Elliot Miller, A CRASH COURSE ON THE NEW AGE MOVIMENT - "Uma breve introdução ao Movimento Nova Era"-, p.15). Na Economia, o movimento da Nova Era defende a completa integração comercial entre as diferentes nações mundiais através da criação de grandes blocos regionais como a NAFTA (Canadá, EUA e México); o Mercosul (do qual o Brasil é membro); a ALÇA, que pretende unir as três Américas, os Tigres Asiáticos, e assim por diante. Na Política, o movimento da Nova Era defende o fim das monarquias e ditaduras, e a eliminação de todos as fronteiras como forma de preservar a paz entre os povos e nações. No Social, as propostas do movimento da Nova Era são varias e muito abrangentes, incluindo um completo e complexo sistema educacional, denominado Educação Holística ou Cosmo-Educação, visando o equilíbrio físico e espiritual das crianças desde a mais terna idade, preparando-as para assumir suas novas responsabilidades na Era de Aquarius como cidadão do mundo. Como forma de incentivar a unidade e a paz entre os homens, sugere a adoção de um idioma universal único. Como o: Esperanto. Na Ciência, a Nova Era defende a preservação do meio-ambiente através da formação de uma consciência ecológica que permita a melhoria da qualidade de vida do ser humano. Na medicina dita alternativa já atuam na aplicação de técnicas nada convencionais de diagnóstico e tratamento, no sentido de prevenir e curar enfermidades de forma menos agressiva, substituindo os medicamentos convencionais por métodos com elementos esotéricos e ocultistas. Ainda na área científica, o movimento da Nova Era pretende a fusão da Ciência com a Religião, rompendo o véu que as separa, formando das duas uma única ciência mística. Fases Lauro Trevisan, no seu livro AQUARIUS, A NOVA ERA CHEGOU, afirma que a humanidade passou pelas seguintes fases: a) Fase Infantil - quando o homem estava inteiramente voltado para o seu mundo exterior; b) Fase Adolescente - quando surgiram os grandes sonhos, as aspirações de uma vida melhor, o desejo de conquistar toda a terra; c) Fase Jovem - quando o mundo atingiu uma evolução incrível. Invenções sobre invenções tornaram a vida muito melhor; d) Fase Madura - é a atual, na qual, estamos entrando, a Era de Aquarius. A Nova Era ensina que Deus é cada um de nós, e que nada no Universo pode ser mais poderoso do que o "eu". Crêem que: a) Deus é uma energia cósmica;
  • 146. b) A humanidade é divina; c) O propósito da vida do homem é transformar a si mesmo mediante um despertamento espiritual; Há muitas expressões, "chavões", idéias e práticas peculiares usados pelo movimento, e pelos seus instruídos: a) aeróbica cerebral, que envolve visualização e repetição; b) arte planetária; c) canalização com mestres cósmicos; d) carma e reencarnação; e) colônia global; f) educação e medicina alternativas; g) família global; h) florescimento de comunidades independentes; i) holístico (global); j) Interdependência; k) mãe terra I) meditação transcedental; m) movimentos bioenergéticos, biofeedback, neurofeedback; n) movimentos ecológicos, feministas e pacifistas; o) musicoterapia; p) nave terra q) nova consciência r) nova ordem mundial s) paradigma t) psicologia transpessoal; u) reencontro com as antigas tradições sagradas; v) sinergia, w) ufologia, seres extraterrestres, e por aí afora. As lideranças de todas as organizações, religiões e seitas são unânimes no que se refere aos impulsos e tendências desta Nova Era. Trata-se de uma verdadeira conspiração, extremamente discreta, conforme os próprios líderes do movimento denominam. Repare nessas declarações: "A tecnologia moderna, que está impondo à humanidade mais e mais armas mortíferas, e ao mesmo tempo, está tornando o mundo cada vez mais interdependente, provoca no homem uma angústia tão grande que já estamos prontos para divinizar o primeiro César que surgir e conseguir dar ao mundo um pouco de paz". Arnold Toynbee - historiador inglês. "Não queremos mais comissões de estudos, já temos comissões demais. O que queremos agora é um homem com estatura suficiente para conquistar a lealdade das pessoas e tirar-nos desse lamaçal econômico em que estamos afundando. Que apareça esse homem, seja ele Deus ou o demônio, que nós o receberemos". Paul Henri Spaack - ex-secretário geral da OTAN. "Está em elaboração o governo de um mundo só. Quer gostemos disso ou não, estamos mudando para um governo de um mundo só". Dr. Ralph Barton Perry.
  • 147. "A única escapatória da destruição total da civilização será um governo mundial". Harold Urey Cientista, ganhador do prêmio Nobel de química. O nosso Senhor e Salvador Jesus disse: Apocalipse 17.13 13. Estes têm um mesmo intento e ENTREGARÃO O SEU PODER E AUTORIDADE à besta. Deus através desse versículo afirma que, nos últimos momentos da história da humanidade, um grupo significativo do poder mundial irá ser tomado por uma idéia fixa comum à maioria: CONCEDER PODER E AUTORIDADE A UM INDIVÍDUO PARA QUE POSSA DOMINAR SOBRE A TERRA. O Plano consiste em incentivar e fortalecer os blocos econômicos para, num segundo passo, promover a fusão de todos eles em um só bloco mundial, com um único governo, uma única lei, uma só moeda, uma só religião. Esses blocos de hoje são apenas os embriões dessa tentativa de ressuscitar o fracassado Império Romano. O grande problema é que economia e política são assuntos que não interessam aos cidadãos comuns, principalmente aos cristãos. Brevemente, o mundo conhecerá o homem que irá assumir o controle da Nova Era. Muito em breve, os habitantes da Terra irão conhecer aquele que irá ocupar o governo mundial único e terá em suas mãos todo o poder político, econômico e militar. Realmente, existe uma conspiração discreta, implacável, e ainda que silenciosa, é profundamente gritante. Trata-se de uma conspiração satânica proveniente das regiões celestes, liderada pelo anjo rebelde Satanás o Diabo. E entenda querido leitor, tudo isso com a Permissão de Deus, sem essa permissão o diabo não faz absolutamente nada. C. F. R. CFR - Council on Foreign Relations (Conselho de Relações Exteriores), fundado em 1919 por especialistas em Política externa para tratar das relações entre os EUA e Inglaterra, o CFR se constituiu no braço político das Organizações Secretas, isto é, o canal ou elo que ligaria as sociedades ocultistas aos governos mundiais. Em 1939, esse Conselho de Relações Exteriores procurou o Pentágono, o Ministério da Defesa dos EUA, e ofereceu os seus serviços. Desde então, apoiado pela Fundação Rockefeller é endossado pelo governo americano, o Conselho assumiu o controle da política externa americana. Repare essa declaração dada por David Rockefeller ao até então vice-Presidente dos EUA, George Bush 33° grau da maçonaria: "Esse homem tem o CONHECIMENTO, obteve o POSTO e, como presidente, estará em melhor posição do que qualquer outra pessoa da América para unir o povo americano que acredita que estamos vivendo agora num só mundo e que temos de agir em conjunto". Fonte - Washington Post 10 de Fevereiro de 1988. Nessa declaração Rockefeller disse que Bush tem o "CONHECIMENTO", ou seja, possui o Gnosis é o demonstrativo ou "marca" de um Iniciado no Conhecimento Experimental do Bem e do Mal, o que fazia de Bush um "iluminado". Rockefeller afirmou ainda que Bush obteve o "POSTO". Nessa época, ele ainda era vice-presidente, portanto, o posto a que ele se referia certamente era o de membro da "Caveira e Ossos" - veja Capítulo 4. O Senador Barry Goldwater, incansável guerreiro na luta contra a Nova Ordem Mundial e falecido em maio de 98 declarou: "Desde 1944, todo Secretário de Estado norte-americano, com exceção de James F. Byrnes tem sido membro do Conselho de Relações Exteriores. Para termos uma melhor compreensão do que estamos
  • 148. tratando, o cargo de Secretário de Estado do Governo americano é a posição mais influente abaixo do Presidente dos EUA." O fato de que a quase totalidade dos Secretários de Estado, desde 1944, tem pertencido ao Conselho de Relações Exteriores, demonstra que a sua influência é bem maior do que possamos supor. No entanto o sistema satânico não se dá por satisfeito. Controlando a política externa dos EUA, eles ainda precisavam dominar a economia da nação e do mundo. Foi então que decidiram criar a Comissão Trilateral. A Comissão Trilateral John D. Rockefeller ROCKEFELLERS: David, Nelson, Winthrop, Laurence, John D. III David Rockefeller2 Fundada em 1973 para controlar o Sistema Monetário Internacional, a Comissão Trilateral é o braço financeiro do movimento da Nova Era. Composta de banqueiros, industriais, empresários, cientistas, economistas e políticos, a organização reúne pouco mais de trezentas personalidades exponenciais da América, Europa e Japão. No começo da década de 70, o sistema monetário internacional ameaçava entrar em colapso. Foi então que um grande e poderoso banqueiro americano resolveu mais uma vez ditar as regras do jogo. David Rockefeller passou a encomendar estudos detalhados sobre os problemas econômicos mundiais. Cercou-se de intelectuais das áreas financeiras e políticas. Dentre eles, um brilhante imigrante polonês, naturalizado americano: Zbigniew Brzezinski, especialista em política internacional. Era um professor da Universidade de Columbia, e Ph.D. em Filosofia que foi escolhido por Rockefeller para ser o diretor-executivo da Comissão Trilateral. "Muito em breve será possível termos um acervo de dados pessoais sobre cada cidadão. Essas informações permitiram um controle de cada pessoa na face da Terra, a qualquer hora... E cada cidadão poderá ser sondado e controlado pela autoridade", em 1968. "A Era da eletrônica envolverá gradualmente o controle da sociedade, que será dirigida por uma elite, onde os tradicionais valores devem ser destruídos. A humanidade tem passado por grandes evoluções. O primeiro estado era o estado primitivo envolvido em religião. Antigamente o homem acreditava que o seu destino estava nas mãos de Deus. Isso é o resultado de uma mente débil de algum ignorante iletrado". Declaração de Brzezinski sobre a Nova Era, ou a Era Tecnotrônica. Por estas duas declarações, observa-se o pensamento anticristão desse poderoso homem, sintonizado com os conceitos satânicos de Ninrode, de Hitler e de outros ditadores mundiais. "A Comissão Trilateral, um filho cerebral de David Rockefeller, foi transformada em realidade por Zbigniew Brzezinski". Fonte: Revista Newsweek Zbigniew Brzezinski "Zbigniew Brzezinski e David Rockefeller investigaram e selecionaram cada indivíduo convidado a participar da formação e da administração da Nova Ordem Mundial". Senador Barry Goldwater Eles escolheram e atraíram algumas das mentes mais brilhantes da Europa, Japão e EUA, que constituem o núcleo da Comissão Trilateral, e que, juntos, representam 70% do comércio mundial. Essa Comissão foi criada com o objetivo de unir o mundo inteiro economicamente. O primeiro passo para conseguir esse objetivo era controlar a presidência dos EUA. Por isso, logo que foi fundada, a Comissão Trilateral resolveu colocar na presidência dos EUA um de seus membros. Jimmy Carter era um ilustre desconhecido governador do Estado da Geórgia. Carter tornou-se membro da Comissão Trilateral ainda em 1973, o ano de sua criação. Foi Brzezinski o homem designado para instruir Jimmy Carter sobre os pontos de vista da Comissão Trilateral. Não há duvidas que a Comissão preparou Carter para ocupar a presidência da maior nação democrata do mundo, através de um enorme poder oculto do trilateralistas sobre os meios de comunicação.
  • 149. Com o apoio da imprensa comandada pelos trilateralistas, Jimmy Carter surgiu do anonimato para apossar-se da Casa Branca. E não foi nenhum surpresa quando ele convidou Zbigniew Brzezinski para o cargo de Secretário. Carter também colocou outros companheiros da Comissão Trilateral nos principais cargos de confiança. Um importante jornal publicou o seguinte: "Os trilateralistas tomaram conta da política externa na administração de Carter... Alguns consideram esta concentração de poder como uma verdadeira conspiração." Outros membros da Comissão Trilateral nos EUA são: Henry Kissinger Secretário de Estado do ex-presidente Richard Nixon. George Schultz Secretário de Estado de ex-presidente Ronald Reagan. Cyrus Vance Secretário de Estado do ex-presidente Jimmy Carter. Howard Baker Chefe do Estado-Maior do ex-presidente Ronald Reagan. Dessa forma, a Comissão Trilateral garante o estabelecimento de um governo mundial único o mais rapidamente possível. Nas eleições de 1980 e 1984, a Comissão conseguiu eleger Ronald Reagan cujo vice-presidente, George Bush era membro destacado da Comissão. Em seu discurso de posse, em 1993, para o seu primeiro mandato na Casa Branca, o presidente Bill Clinton declarou: "Estamos numa nova era". Em janeiro de 1997, em seu discurso de posse para o segundo mandato, o presidente Clinton disse que pretende conduzir a América rumo a Nova Promessa. Duas expressões que querem dizer a mesma coisa. Repare no que disse Alice Bailey: "As energias querem fluir da Hierarquia para a Terra e produzir a manifestação física do Cristo; no entanto, esse fluxo somente poderá ocorrer quando a humanidade elevar sua consciência coletiva, para que todos sejam receptores adequadamente despertados." "Somente nos estágios posteriores e quando tiver chegado o tempo para o retorno na expressão física reconhecida do Cristo, que levará a uma restauração definitiva dos Mistérios, que certos Membros da Hierarquia aparecerão e tomarão o controle exterior e físico reconhecido dos assuntos mundiais." The Externalization of the Hierarchy - pg. 617,570. Observe que Alice Bailey diz que um dos resultados tangíveis do fato de as pessoas serem condicionadas a aceitarem os valores do Anticristo, é que homens abertamente satânicos, operando sob o controle de Hierarquia Satânica, poderão tomar o controle visível da máquina governamental em todo o mundo. Dessa forma, compreendemos como o Iluminatti Bill Clinton pôde governar por oito anos. Quanto a essa tomada do controle do governo global, possivelmente será feito por meio das Nações Unidas. Estamos hoje muito próximos dessa situação! Hoje, nenhum candidato consegue eleger-se presidente dos EUA sem o aval da Comissão Trilateral e dos seus superpoderosos ILLUMINATI. É claro que Clinton não é o homem da Ordem. O homem é Al Gore, o discreto e carismático vice-presidente que tentou concorrer por duas vezes à presidência e não conseguiu. Mas, como Bush, ele conseguiu primeiro chegar a vice-presidente. Al Gore é o mais ilustre apóstolo da Nova Era. Observe alguns momentos da sucessão: New York Times e Folha de São Paulo À primeira vista, o anúncio de TV da campanha do Partido Republicano à presidência sobre prescrição de remédios parece uma propaganda negativa comum.
  • 150. O narrador começa elogiando a proposta do candidato do partido, George W. Bush, e criticando o plano de Al Gore, candidato do Partido Democrata. Fragmentos da frase "burocratas decidem" ridicularizando a proposta de Gore - começam então a dançar na tela. Mas então, observando com atenção, é possível ver outra coisa. A palavra "rats" (ratos), fragmento da palavra "bureaucrats" (burocratas) aparece rapidamente em um quadro. E embora a imagem dure apenas 1/30 de segundo, a palavra aparece em grandes letras brancas, maiores que qualquer outra no anúncio. Alex Castellanos, que produziu o anúncio de 30 segundos, afirma que o uso da palavra foi "acidental". "Não jogamos desta forma. Não sou tão esperto", diz. Mas vários publicitários republicanos e democratas, assim como acadêmicos independentes, disseram que o fato indica uma tentativa subliminar dos republicanos para desacreditar Gore. Após ser avisado sobre a palavra, o consultor-chefe de mídia de Bush, Mark McKinnon, disse que o anúncio deveria ser corrigido porque ele "certamente pode dar aos repórteres ou a qualquer outro razão para chamar a atenção". Mas, após rever o anúncio, ele mudou seus comentários. "Ratos não é uma mensagem", disse. "Plano ruim ou aposentados perdem poderiam ser. Mas ratos? Acabei de ver o anúncio cinco vezes seguidas. Por mais que observasse, não pude ver ratos." Quase todos os profissionais de propaganda entrevistados disseram que, pela forma como os vídeos são montados quadro a quadro, seria virtualmente impossível que os produtores não soubessem que a palavra estava aparecendo. "Não existe a possibilidade de que Alex Castellanos tenha feito alguma coisa por acidente", disse Greg Stevens, um veterano publicitário republicano. Ray Strother, presidente da Associação Americana de Consultores Políticos e um antigo publicitário democrata, disse: "Quando você está em uma campanha presidencial, você deve ficar muito, muito atento a todos os quadros de sua propaganda. Você fica observando até as palavras que aparecem no boné de beisebol que as pessoas estão usando". Bobby Baker, chefe do escritório de programação política na Comissão Federal de Comunicações, disse que, se a palavra foi inserida deliberadamente, refletiria um "comportamento inconseqüente". Ele diz que a comissão não veta propaganda subliminar, mas afirma que "há recomendações indicando que ela é inerentemente enganosa e contrária ao interesse público". O partido gastou cerca de US$ 2,5 milhões (cerca de R$ 4,6 milhões) no anúncio, que ainda está sendo veiculado em 33 Estados. Ao todo, o anúncio foi ao ar cerca de 4.000 vezes. É óbvio que a mensagem subliminar funcionou, o "preferido" Al Gore não recebeu o poder, mas sim, seu oponente na sucessão: George W. Bush. Mais experiente na Ordem. De certo ocorreram mudanças na escolha do presidente. Mas poderíamos dizer, que tanto um, quanto outro, farão o que a Ordem mandar. Os membros dessas Organizações Secretas ocultistas, políticas e econômicas costumam se referir a Nova Ordem Mundial chamando-a apenas de "A ORDEM". O ex-presidente George Bush (Pai) costumava dizer que "A Ordem" tem "mil pontos de luz", o que nada mais é termo maçônico designando que a Nova Era tem muitos membros ou conspiradores espalhados pelo mundo inteiro. "A Nova Era já raiou e uma nova ordem econômica rapidamente está tomando corpo". Declaração de George Schultz, secretário do ex-presidente Ronald Reagan. O senador americano Barry Goldwater tem arriscado sua vida para alertar a América a respeito dos planos dessas Organizações Secretas em favor do governo mundial único. Ele escreveu um livro que combate a Nova Ordem Mundial, onde ele diz: "...isto pode me custar tudo o que tenho, mas preciso prevenir o povo americano. A Comissão Trilateral representa um esforço habilmente coordenado para assumir o controle e consolidar as quatro esferas de poder: político, monetário, intelectual e eclesiástico (a Igreja ou a religião). O que os trilateralistas pretendem é a criação de um poder econômico de âmbito mundial superior aos governos das nações. Em outras palavras, o que eles estão orquestrando... é a realização da Nova Ordem Mundial, o governo mundial único".
  • 151. Instituições como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial estão nas mãos dos trilateralistas. Um dos membros da Comissão é o diretor do Banco Central americano, Paul Volker. Os trilateralistas pretendem ter o direito de executar modificações de importância global que afetam a liberdade das pessoas. Agem sem qualquer consulta política, debate ou eleição, sempre dentro do maior sigilo, comum às sociedades secretas ocultistas. Eles se propõem a conseguir os lugares políticos mais elevados nos EUA, na União Européia, Mercosul e no Japão, com o objetivo de efetuar grandes modificações nessas economias e no mundo. E o povo dessas nações nunca é informando dos seus verdadeiros planos. Os trilateralistas trabalham, silenciosamente, dia e noite, para estabelecer a Nova Ordem Mundial que, em breve, será liberada pelo grande líder mundial que será levantado: O Anticristo. A propósito: o próprio termo trilateral lembra a simbologia sagrada da Maçonaria: o triângulo que, por sua vez, representa a iniciação luciferina do poder das trevas. O Grupo Bilderberg Os "120", como também é conhecida essa reunião anual secreta da elite mundial; um dos braços operacionais da Nova Ordem Mundial, conhecido como "Encontro Anual dos Illuminati". Fazem parte da reunião: membros da Comissão Trilateral, do Comitê dos 300, e por aí afora. Primeira Conferência Bilderberg - Oasterbeek 1954 Todos os anos eles se reúnem em um determinado país da Europa, e às vezes em estados norteamericanos, para armarem e discutirem a pauta da reunião: "Nova Ordem Mundial". A idéia da Comissão Trilateral num dos últimos três encontros, foi dividir o mundo em três zonas governamentais, com um exército de coação para cada uma, e as três regiões fundamentadas numa única então. É daí que vem o nome: Trilateral. A Comissão está avançando para um Estado Mundial, onde já podemos observar a União Asiática, a União Européia, e recentemente, após o Encontro do Grupo Bilderberg em Davos, Suíça, em 1997, onde foi estipulado a União Americana, com uma ligeira junção da NAFTA - North American Free Trade Agreement e do MERCOSUL, para virem a tornarem-se uma única União Americana, programado para 2003. Um mês e meio após o encontro em Davos, isso se tornou público através do Presidente Americano Bill Clinton. Segundo John Whitley, editor do Jornal Analítico, que reporta as atualizações da Inteligência da Nova Ordem Mundial, numa entrevista cedida à WRRK 97FM, de Pittsburgh no dia 20 de junho de 1997, citou que Carroll Quigley, professor de Relações Exteriores ou Relações Internacionais de Bill Clinton, na Georgetown; revelou no seu espesso e bem documentado livro de existência recém conhecida do público: "Tragedy and Hope", que: "... foram os Bilderbergers, os Trilateralistas, os membros do CFR e seus predecessores, que financiaram o Marxismo, atrás dos movimentos "esquerdistas". Isso foi uma perfeita ferramenta de controle social (...) Por Que? Porque isto foi o caminho perfeito para apresentar um sonho de que realmente se pode escravizar as massas." Depois de Davos, foi a vez da Escócia receber a mais secreta e poderosa reunião do planeta, acontecimento que foi de 14 a 17 de Maio de 1998, no luxuoso Hotel Turnberry em Ayrshire, Escócia. Nessa Conferência estavam presentes alguns pesos pesados dos Bilderbergers: David Rockefeller, Conrad Black, Henry Kissinger, Kenneth Clarke, Giovanni Agnelli, William Hague, Javier Solana, George Robertson, etc. Conrad Black (à esquerda) ameaça jornalistas. No ano seguinte, o encontro dos poderosos Bilderbergers foi no Caesar Park Penha Longa Golf Resort, em Sintra, Portugal, dos dias: 2 a 7 de Junho de 1999.
  • 152. Observe esta notícia: "O que Steven Spielberg, o Papa João Paulo II, Ted Turner, Boris Yeltsin, Bill Clinton e o Porta Voz Dennis Hastert têm em comum? Eles estão dentre os vários nomes que aparecem numa lista parcial dos convidados para estarem no Encontro Secreto dos Bilderbergers em Portugal agendado para próxima semana." Fonte: [WND - WorldNetDaily.com de Quarta-Feira 26 de Maio de 1999] A lista vai desde todos os Presidentes, Premiês, Líderes Políticos, Presidentes de Multinacionais, Banqueiros, Produtores de Cinema, Prêmios Nobel, Cientistas, e um sem número de "Israelenses" - de escritores à estrategistas de guerra. E por último, a Reunião dos Bilderberg foi realizada no Hotel Chateau du Lac, em Bruxelas, Bélgica. Do dia 1 a 4 de Junho de 2000. Este foi o encontro mais planejado e seguro dos 30 anos da história desse poderoso grupo. Que teve como seu presidente, assim como no encontro de Portugal o influente Viscount Etienne Davignon. Sr. Davignon Davignon é Presidente da AMUE - Association for the Monetary Union of Europe (Associação Monetária da União Européia), membro da Comissão Trilateral de David Rockefeller, Presidente do Instituto Europeu em Washington e Diretor da Mineração Anglo-Americana. No Brasil, o empresário Mário Garnero é o mais destacado representante da Nova Ordem Mundial, e não tem medido esforços para difundir a filosofia do movimento através de congressos e encontros de empresários para os quais ele traz como palestrante um convidado, ninguém menos do que George Bush. Além disso, Garnero pode ser visto na imprensa desde a década de 60 sempre acompanhado de grandes personalidades da Nova Ordem como Gerald Ford, George Schultz, Henry Kissinger, além de ser amigo pessoal de David Rockefeller. Os Rothschilds Barão Guy de Rothschild Edmund de Rothschild Lord J. Rothschild Trata-se de uma Dinastia Judaica milionária que financiou a reconstrução de muitos edifícios em Israel após a Guerra do Yom Kippur em 1974. Um deles é o "Knesset" uma espécie de Capitólio Israelense, parecido com o de Washington; além também de terem patrocinado outras grandes construções. Foram os Rothschilds que emprestaram cerca de cem milhões de libras, para os turcos-otomanos logo após a I Guerra Mundial. A seguir o Governo Inglês seguiu os ditames dos Rothschilds, cedendo para eles um "mandato" sobre a Palestina, os liberando para iniciarem a nação de Israel. Um famoso poeta e filósofo Heinrich Heine (filho de banqueiro) disse: "O Dinheiro é o Deus dos nossos dias e o Rothschild é o seu Profeta". Testemunhas oculares ao visitares as propriedades dos Rothschilds na Inglaterra, observaram que eles adoram a Satanás. E reservam um lugar devido a ele. A verdade é que os Rothschilds são satanistas já a muitas gerações. São partes fundamentais da história do Selo de Salomão (ou Estrela de Davi). O hexagrama de seis pontas, não era considerado um símbolo judaico até os Rothschilds passarem a usá-lo. Por toda a Idade Média esse símbolo foi usado por bruxos, feiticeiros, druidas e satanistas. De acordo com a luciferianista Alice Bailey a dinastia Rothschild é o mais recente grupo da Hierarquia Nova Era, trata-se do "Grupo Financeiro".
  • 153. Em 1836 Zevi Hirsch Kalischer aproximou-se de Rothschild e propôs a compra de toda a Erez Israel, e alguns anos depois a Nação de Israel estava criada, carregando é evidente o símbolo da magia dos Rothschilds - o Hexagrama! Ou a Estrela de Davi! Saiba querido leitor que os judeus não estão nem um pouco interessados se o símbolo da nação é um símbolo ocultista. Eles rejeitaram o nosso Senhor Jesus como diz a Bíblia, a pedra angular. Em contrapartida, Lord Rothschild declara-se o cabeça da casa de Israel, e se aclama o Rei de Judá! Os Rothschilds são proeminentes em todos os grupos, em todas as nações, seja na Maçonaria, nos Illuminati, na Comissão Trilateral, no Comitê dos 300, na CFR, nos Bilderberger, enfim. Se em algum lugar está algum tipo de poder político ou financeiro, você com certeza observará um Rothschild. ONU "Impulsionado pelo movimento ecológico, cresce na ONU um movimento federalista mundial de unificação do planeta... Os movimentos federalistas mundiais defendem a criação de uma autoridade planetária com gestão supranacional". Fonte: O Jornal do Brasil de 26 de Fevereiro de 1992 A ONU - Organização das Nações Unidas, é um celeiro de idéias ocultistas e de domínio mundial. Lá já existe até mesmo um anteprojeto da Constituição da Federação do Planeta Terra que esboça um futuro governo mundial unificado. O fato é que, a ONU é um terreno fértil para o crescimento de doutrinas satânicas mascaradas de teses de mestrado em economia, política e ciências sociais. "Ninguém entrará na Nova Era, a menos que tenha uma iniciação luciferina". Declaração dada na ONU por David Spangler - um dos líderes da Nova Era. Isso deixa bastante claro quem é o mentor deste movimento mundial que se diz pacífico e altamente evoluído. Somente aqueles que concordarem em adorar a Lúcifer poderão fazer parte da Nova Ordem e da Nova Era. Como fórum de debates e decisões conjuntas das nações, a ONU normalmente excede suas atribuições e pretende influir cada vez mais nas diversas áreas da sociedade como se funcionasse como uma espécie de embrião de um futuro governo mundial centralizado. Aliás, este é o sonho da grande maioria dos altos funcionários das Nações Unidas, que são pessoas envolvidas com algum tipo de organização ocultista e que funcionam como conspiradores silenciosos sempre prontos para plantar e regar as sementes da Nova Era. A ONU é na realidade uma tentativa mal sucedida de implantação desse governo mundial unificado, e, para isso ela montou uma superestrutura tão abrangente quanto ineficaz devido à burocracia e à ganância de alguns de seus funcionários. Essa superestrutura é composta de muitas organizações subsidiárias que proliferam pelo mundo adentro como tentáculos que revelam suas intenções de ditar normas e controlar os diversos setores da atividade humana. Para melhor compreensão, listamos abaixo uma série resumida dessas organizações filiadas a ONU com suas respectivas áreas de atuação. Observe algumas das Organizações filiadas à Organização das Nações Unidas: UNESCO - Educação, ciência e cultura FMI - Fundo monetário internacional UNICEF - Assistência à infância FAO - Alimentação e agricultura UNIDO - Desenvolvimento industrial OMS - Saúde
  • 154. UNCTAD - Comércio internacional OIT - Trabalho UNCEED - Ecologia e economia UIT – Telecomunicações UNITAR - Treinamento e pesquisas ICAO - Aviação civil GATT - Tarifas alfandegárias IAEA - Energia atômica BIRD - Banco Internacional FORÇA DE PAZ - O exército das Nações Unidas Embora toda essa superestrutura esteja comprometida pela burocracia e má gestão, a ONU é ainda um forte componente e uma peça importante no jogo do poder que contribuiu e ainda contribuirá significativamente para que a Nova Ordem Mundial alcance o seu objetivo final de conduzir o homemdeus da Nova Era ao poder. É apenas uma questão de tempo. Do calendário de Deus. O Clube de Roma Fundado em 1968, o Clube de Roma reúne economistas, industriais, banqueiros, chefes-de-estado, líderes políticos e cientistas de vários países para analisar a situação mundial e apresentar previsões e soluções para o futuro. É a mais influente e conceituada Organização Não-Governamental do Mundo. Foi fundando por dois homens: Aurélio Peccei (1900-1983) Alexander King (1909-1994) Aurélio Peccei, industrial italiano, graduado na Universidade de Economia de Turin, foi um dos homens fortes da FIAT; Presidente da Italconsult, Executivo da Olivetti, e fundador da ADELA - Atlantic Development Group for Latin America. Era um eloquente pregador do "Futuro Global", muitas vezes esteve percorrendo o mundo para debater esses assuntos, até que uma vez em Paris, conheceu o Dr. Alexander King. Alexander King nasceu na Inglaterra no início do século passado; foi um qímico pesquisador, e secretário do Primeiro Comitê de Ciência Política do Governo Britânico - O Comitê Tizard. Conheceu Peccei em Paris nos anos 60, onde arquitetaram a criação do Clube de Roma. Escreveu dois livros: "O Estado do Planeta" e "A Primeira Revolução Global." O primeiro relatório dessa organização foi publicado em 1972 com o título de: "Os Limites do Crescimento", e, rapidamente, tornou-se um bestseller. Os profetas do apocalipse sócio-econômico do Clube de Roma vaticinaram que uma crise sem precedentes está para abater sobre o mundo. Eles apontaram alguns fatores que poderão conduzir a uma crise mundial jamais vista: Esgotamento de Recursos Naturais - A precisão é de que até o ano 2005 haverá uma queda acentuada nos recursos minerais e hídricos do nosso planeta provocado pela exploração desordenada e gananciosa. Crise Energética - A perspectiva é que, em poucas décadas, as fontes de energia como petróleo e carvão se esgotem e a energia hidroelétrica atinja seu ponto de saturação por ser o único meio de obtenção de energia além do sol. Crescimento Populacional - O aumento das populações carentes assusta muito às classes dominantes mais altas e pode provocar a escassez de alimentos e o aumento da violência em geral.
  • 155. Escassez de Alimentos - Enquanto diminuem as terras cultiváveis e os estoques de alimentos, o êxodo rural aumenta, gerando o aumento da população urbana com isso uma série de problemas sociais e principalmente o desemprego. Desemprego em Massa - O número de vagas de trabalho é muito inferior ao número de jovens que entram na idade de buscar um emprego. Sem falar nas barreiras que são criadas para diminuir o número de candidatos para poucas vagas. Poluição Ambiental - A industrialização do mundo moderno está destruindo rapidamente o meioambiente com efeitos sem volta e acima de qualquer previsão. Um dos dirigentes do Clube de Roma, Aurelio Peccei, declarou à imprensa que hoje a humanidade está "mais confusa, mais preocupada, e mais insegura do que há dez anos atrás". Isso cria um terreno fértil, propício à instalação de um governo totalitário. Foi precisamente numa Alemanha confusa, preocupada e insegura que, há pouco mais de sessenta anos, surgiu uma figura carismática prometendo resolver todos os problemas do país. Adolf Hitler soube aproveitar-se da confusão, preocupação e insegurança geradas no povo alemão pela situação caótica reinante. Os pseudo profetas do Clube de Roma predizem que "ocorrerá um colapso total do nosso sistema mundial entre o início e o meio do século XXI, se não forem tomadas medidas para solucionar os problemas que hoje enfrentamos". Por isso, o Clube de Roma é uma das organizações que mais trabalha em prol da implantação da Nova Ordem Mundial. "Ocorrerá um desastre, e um líder carismático mundial surgirá e, então, dar-se-á início a essa Nova Era". Afirmação de Aurelio Peccei. Outro dirigente do Clube de Roma e ativo líder da Nova Era, Benjamim Creme, afirmou que o triângulo é um dos símbolos sagrados desse movimento e representa o Cristo Cósmico que está por vir. Como se observa a Nova Era não se trata de uma religião, mas de uma verdadeira conspiração que estende seus tentáculos sobre o mundo como um gigantesco e invisível polvo que, aos poucos, vai fechando o cerco, derrubando os obstáculos que se interpõem ao seu objetivo máximo: A realização do sonho de Lúcifer, de assumir o controle total do mundo através de um governo centralizado no qual o Criador seja apagado da memória da humanidade e ele e o seu sistema de coisas seja o único "Deus" para todos. Mal sabe, Satanás, seus anjos e seguidores, que estão simplesmente cumprindo a "Agenda de Deus". Colapso Econômico "Temos um encontro com um ditador mundial, e ele aparecerá muito em breve. Ele subirá ao poder após um colapso do sistema monetário mundial. Temos que nos render ao grande ditador mundial que aparecerá em breve porque, depois de cada colapso econômico nas nações sempre se levanta um ditador. Hitler é um exemplo; Mao tse Tung, outro. Agora, o sistema financeiro global está falindo, e um superditador há de se levantar a qualquer momento. Devemos sujeitar-nos a ele; e seu aparecimento será em breve". Julian Snyder - Conceituado jornalista americano da área econômica. A prioridade da "Nova Era" é acabar com todos os pequenos bancos submetendo-os ao domínio de um superbanco central. Para que isso se torne viável, "A Ordem" terá de "quebrar" todos os pequenos bancos. E é exatamente isso o que vem acontecendo no mundo: banco após banco está falindo. E isso não é acidente; é o plano em ação. Em 1991, nos EUA, 45 bancos quebraram em apenas uma semana. E alguns pelo mundo. O dinheiro não teria mais razão de existir, e sim a comida e a água; sendo o ensaísta Henry Kissinger, autor de "Nuclear Weapons and Foreign Policy" - Armas Nucleares e Política Exterior, um dos precursores da idéia.
  • 156. Nota: recentemente a CNN noticiou que os USA estão concebendo sementes "estéreis" para que sejam vendidas e incapazes de produzirem mais sementes; por exemplo: um agricultor que compre sementes de macieira, poderá plantar livremente, poderá colher as maças, comercializá-las, mas não poderá utilizar as sementes das maçãs colhidas, pois elas já não existirão. Dessa forma se o agricultor, quiser uma nova colheita terá que comprar novas sementes. Já existem muitos laboratórios trabalhando neste projeto, e felizmente só fizeram essa "mutação genética" com duas espécies de sementes. Pode demorar um pouco, mas dentro em breve as sementes tomarão o lugar do ouro e do dólar. Dentro em breve, o mundo verá a maior crise econômica da história. Em pouco tempo, todo o dinheiro será recolhido e uma nova moeda forte entrará em circulação. Esses homens, líderes dessas Organizações Secretas, planejam fazer com que o sistema financeiro mundial entre em colapso deliberadamente. No caos provocado por esse colapso, todo dinheiro existente no mundo se tornará obsoleto. Assim, todo o dinheiro circulante será substituído por uma nova modalidade de moeda eletrônica, controlada por um superbanco mundial. O banqueiro David Rockefeller declarou: "Esse hiperbanco mundial será a salvação financeira da humanidade". O plano é criar um novo sistema monetário, destruindo o atual sistema através de uma "quebradeira" proposital. "Estamos no limiar de uma transformação global. Tudo o que precisamos é de uma crise mundial no momento certo, e as nações aceitarão a Nova Ordem Mundial". David Rockefeller. Eles já planejaram o cataclismo financeiro, o caos projetado de Adam Weishaupt, no qual as pessoas clamarão por um salvador. O Super Computador Na sede da União Européia, na Bélgica, há um supercomputador preparado para catalogar todos os cidadãos do mundo. Esse computador recebeu o apelido de "A Besta da Bélgica". E os três primeiro dígitos que ativam o sistema desse supercomputador belga são os números 666. Patrick Fisher, um dos maiores cientistas em computação do mundo, e conhecedor das Escrituras Sagradas afirmou: "Todos cidadão já está catalogado no supercomputador da Europa. A máquina já está pronta para dar um número de 18 dígitos a todos". Um gerente do banco da América relatou que todos os gerentes de bancos estão informados do futuro colapso da economia, quando todas as transações serão feitas eletronicamente, através de transferência de fundos por computador. Disse ainda que já tomou conhecimento do supercomputador belga, apelidado de "A Besta" que controlará todas as finanças do mundo. Um certo funcionário de um Banco americano fez essa declaração: "Eu trabalho num banco onde tenho feito horas extras em um novo sistema: colocar os números de código 666 antes dos números das contas de todos os clientes". Robert Jastrow é astrônomo e diretor de um departamento da NASA, a agência aeroespacial americana. Ele é um dos criadores do sistema de computação de base 666, e afirmou que recebeu sua sabedoria e instruções dos seres do espaço - Mestres Cósmicos. Cientistas da NASA declararam: "Nós iremos trocar o sistema monetário por uma nova economia computadorizada. (...) para levar bilhões de pessoas da Terra um único governo mundial, o novo sistema monetário será construído em
  • 157. torno do número esotérico 666. O qual é o nosso sinal de obediência e adoração as forças da inteligência". A Hierarquia LÚCIFER - O "pop-star" do Movimento Nova Era, Mente Universal, Príncipe do Universo. AVATARES - Mestres da sabedoria, Mestres cósmicos (demônios). MAYHTREIA - Avatár de Síntese (falso profeta - anticristo). INICIADOS - INSTRUÍDOS, pessoas que têm contato com os avatares e recebem as instruções no cosmo (Quarta Dimensão). GRUPO FINANCEIRO - Trata-se de grupos como os Rothschilds - já citados. ASPIRANTES - Pessoas responsáveis pela divulgação da Nova Era. Destroem as velhas formas estabelecidas, organizam os congressos, tomam parte do movimento, sem saber o que realmente representa para o mundo este movimento satânico. Os Líderes Helena Petrovna Blavatsky Nasceu na Rússia em 1831. Aos 17 anos, casou-se com o general czarista Blavatsky e o abandonou 3 meses após o casamento, pelo fato de dela ser uma pessoa muito "difícil", devido o seu "forte gênio". Fundou a Sociedade Teosófica, na cidade de NYC (USA). Morreu em 1891, aos 60 anos de idade. Era ocultista, e aprendeu muito de suas crenças no oriente, aonde morou e visitou inúmeras vezes. Ela durante 10 anos ficou sob a influência de um espírito maligno que lhe passou as bases do chamado: PLANO. Após sua morte esse mesmo PLANO foi reforçado e passado para outras mulheres que encabeçaram o movimento. Escreveu os livros: THE SECRET DOCTRINE (A Doutrina Secreta) e ISIS UNVEILED (Ísis Revelada). Alice A. Bailey (1880 - 1949) - Uma inglesa (Celta) que emigrou para os USA Estabeleceu o verdadeiro alicerce do Movimento, e é reconhecida por muitos como sua sacerdotisa. Deu continuidade nos trabalhos da teosofia, tendo sido sua 3ª presidente. Como ocultista, recebia mensagens de um mestre tibetano da sabedoria, chamado Djawal Khul. As mensagens, que este demônio lhe transmitia através da psicografia, foram publicadas em numerosos livros, como doutrina secreta, e constituíam a continuação do "PLANO", transmitido em primeira instância a Helena Blavatsky, o qual até hoje, para o movimento New Age, é determinantemente obrigatório. Muitos estudiosos divergem no que se refere à possibilidade de um mesmo demônio ter sido o responsável por passar o conteúdo do PLANO, tanto para Helena, quanto para Alice. Mas neste caso existe uma "máxima" que aprendemos na escola que serve perfeitamente nesta situação, a saber: "a ordem dos fatores não altera o produto." Por orientação demoníaca todo esse plano foi mantido em segredo por 100 anos, para que durante esse tempo a doutrina fosse penetrada em diversas camadas da sociedade, para que quando fosse manifestada publicamente não houvesse um choque grande.
  • 158. Escreveu os livros: THE EXTRANALIUSATION OF THE HIERARCHY (A Externalização da Hierarquia), THE RAYS AND THE INITIATIONS (Os Raios e as Iniciações) e THE REAPPEARANCE OF THE CHRIST (O Reaparecimento de Cristo). Marilyn Ferguson Socióloga, autora do best-seller: THE AQUARIUM CONSPIRACY, (A Conspiração Aquariana), lançado em 1980. O livro investiga uma nova mentalidade inevitável, irreversível que toma conta do mundo. Publicou ainda: THE BRAIN REVOLUTION (A Revolução do Cérebro) e, mais tarde, um boletim intitulado: BRAIN MIND BULLETIN, editado quinzenalmente. Realiza conferências sobre dimensionamento da mente e funcionamento do cérebro. Fritjof Capra Físico austríaco, Ph. D. pela universidade de Viena. Autor dos livros: O TAO DA FÍSICA e PONTO DE MEDITAÇÃO. Timothy Leary Psicólogo americano, o "papa da contracultura e do movimento psicodélico" dos anos 60, foi um dos grandes profetas da Era de Aquarius; naquela época tão conturbada, começou a ser visto pela CIA Central Intelligence Agency (Agência Central de Informação) - como o inimigo número 1 dos USA, por recomendar ao então Presidente Nixon que tomasse LSD todos os dias no café da manhã. As drogas também são um meio para que as pessoas se abram para a doutrina Nova Era; nos USA, os militantes do movimento propagaram o LSD como instrumento de transformação. Trabalhava em pesquisas no "Center for Research in Personality" (Centro de Pesquisa da Personalidade), de Havard, até que foi preso, pegando uma pena de 12 anos, por distribuir LSD para 3 mil estudantes, além de ensinar a fórmula do ácido lisérgico para tantos outros. Com ares de retaliação, fez uma tremenda declaração aos meios de comunicação, quando se deu, em 1966, a proibição do LSD: "Penso que devemos parar e permanecer calmos. A batalha psicodélica está ganha. Prevejo que em 1970, entre 10 a 30 milhões de americanos terão conversado com suas próprias células (...)" Mais de 30 anos depois, foi ele convidado para estar num congresso de WICCANS - bruxos e magos da Nova Era, realizado em São Paulo. Neste Congresso, o Dr. Leary compartilhou que a Magia, é a ciência do futuro; disse ainda, que aprendeu mais com os ocultistas do passado que com os rabinos e pastores de qualquer outra época. Esse psicólogo, que fez a cabeça de milhões de jovens na década de 60, denotava completa aversão ao Deus cristão. E prometeu armar os jovens atuais, não mais com LSD, mas sim com software de computador, para abrir e expandir suas jovens mentes. Ora, o Dr. Leary faleceu recentemente, ou melhor, se valeu da eutanásia - sua morte foi preparada e filmada para que viesse a se tornar um documentário - porém suas idéias e projetos, bem como o seu último livro "The New Cast" (O Novo Lance), voltados ao público jovem, não foram para o túmulo com ele. Ele tinha discípulos. Portanto, tenha atenção aos programas multimídia que invadem sua casa. (Com relação aos tipos de software que ele vinha projetando, falarei mais adiante). David Spangler Considerado um profeta. Um dos principais líderes do movimento Nova Era. Ganhou notoriedade quando assumiu um programa educacional na "FINDHORN COMMUNITY" (Comunidade Findhorn), na Escócia; durante 3 anos foi co-diretor desta comunidade.
  • 159. Escreveu em 1978 num dos seus livros: "LUCIFER ESTÁ AGINDO EM TODOS NÓS A FIM DE NOS LEVAR A UM ESTADO DE PERFEIÇÃO, QUANDO ENTRARMOS NUMA NOVA ERA, A ERA DA PERFEIÇÃO DO SER HUMANO, CADA UM DE NÓS, DE UMA MANEIRA OU DE OUTRA, CHEGARÁ AO PONTO QUE CHAMOU DE 'INICIAÇÃO LUCIFÉRICA' (Consagração a Lúcifer)". Spangler declarou publicamente que a verdadeira luz de Findhorn era a luz de Lúcifer, o qual deveria também iluminar o mundo todo. Deste modo, na pretendida nova ordem mundial da Nova Era, já não há mais lugar para o Deus dos cristãos; eles rejeitam categoricamente as tradições religiosas cristãs e judaicas porque estes são "Monoteístas", ou seja, acreditam no único Deus. Os seus adeptos alegam que um sistema de crença tão superado assim, causa divisões e, portanto, o mundo tem que ser liberado destes "padrões de pensamento negativos". Deste modo, a única solução seria EXTERMINAR o cristianismo e todas as suas raízes. Seus 2 livros mais importantes: REVELATION: THE BIRTH OF A NEW AGE (Revelação: O Nascimento de Uma Nova era) e REFLECTIONS ON THE CHRIST (Reflexões sobre Cristo). Benjamim Creme Nascido na Escócia em 1922, aos 14 anos apaixonou-se pelos relatos de Alexandra D. Neel sobre os místicos e feiticeiros do Tibete. Mais tarde descobriu as obras de Helena Petrovna Blavatsky, Gurdjeff, Alice Bailey, Swami Vivekananda, Ramana Maharshi, etc. Afirma ter recebido mensagens telepáticas desde 1959. É conhecido como o "João Batista" do novo Cristo - Lord Maitreya. Ele é o precursor especial de Maytreya, e segundo ele, Maytreya já está vivendo em algum lugar na terra, porém o local exato é do conhecimento de apenas alguns discípulos dele. Em 1982, Benjamim Creme, publicou um anúncio nos principais jornais do mundo, pregando a volta de Cristo, que você poderá agora: O MUNDO JÁ SOFREU O BASTANTE... DE FOME, INJUSTIÇA, GUERRA. EM RESPOSTA ÀS NOSSAS SÚPLICAS, COMO MESTRE DO MUNDO PARA TODA A HUMANIDADE O CRISTO ESTÁ AQUI AGORA. COMO O RECONHECERMOS? - Procure um homem moderno, preocupado com problemas atuais políticos, econômicos e sociais. Desde julho de 1977 Cristo tem aparecido como um porta-voz para um grupo ou comunidade num conhecido país moderno. Ele não é um líder religioso. É um educador no sentido mais amplo da palavra, indicando a saída para nossa crise atual. Nós o reconheceremos por sua extraordinária potência espiritual, a universalidade de seu ponto de vista e o seu amor por toda a humanidade. Ele veio não para julgar, mas para ajudar e inspirar. QUEM É CRISTO? - A evolução da humanidade através da história tem sido dirigida por um grupo de homens iluminados, os mestres da sabedoria. Eles têm vivido principalmente em regiões desertas e remotas como montanhas, trabalhando através de seus discípulos que pregam pelo mundo. Esta mensagem da reaparição de Cristo tem sido trazida por um discípulo treinado para esta tarefa por mais de 20 anos. No centro desta hierarquia espiritual está o professor do mundo, Lord Maitreya, conhecido pelos cristãos como Cristo. Da mesma forma que os cristão esperam pela Segunda vinda, os judeus esperam pelo Messias, os budistas pelo quinto Buda, os muçulmanos pelos Imam Madhi, nomes para uma só pessoa. Sua presença no mundo garante que não haverá a Terceira Guerra Mundial.
  • 160. O QUE ELE ESTÁ DIZENDO? - "Minha tarefa será ensinar a vocês como viver em paz, como irmãos. Isto é mais simples do que vocês imaginam. Meus amigos, para isto é necessário apenas aceitar a compartilhar. Como você pode estar satisfeito com o modo em que atualmente vive, quando existem milhões de famintos morrendo na miséria, quando os ricos ostentam sua riqueza na frente dos pobres; quando o homem é inimigo de seu vizinho. Quando nenhum homem confia em seu irmão?Permita-me mostrar a vocês o caminho do futuro através de uma vida mais simples onde ninguém passará necessidades e jamais dois dias serão iguais, onde a alegria da irmandade se manifestará através de todos os homens. Use as necessidades de seu irmão como uma medida de ação e resolva os problemas do mundo". QUANDO O VEREMOS? - Ele ainda não declarou o seu verdadeiro estado e o lugar onde está; é conhecido somente por poucos de seus discípulos. Um deles anunciou que em breve Cristo vai revelar sua identidade e dentro de dois meses falará para a humanidade através de uma transmissão mundial de televisão. Sua mensagem será ouvida internacionalmente, telepaticamente por todos os povos em seus próprios idiomas. A partir deste momento, com sua ajuda, construiremos um mundo novo. SEM COMPARTILHAR NÃO HAVERÁ JUSTIÇA. SEM JUSTIÇA NÃO HAVERÁ PAZ. SEM PAZ NÃO HAVERÁ FUTURO. Esta declaração apareceu simultaneamente nas principais cidade do mundo. Como verificamos pelo anúncio de Benjamim Creme o pseudo "cristo" não é líder religioso, mas tem uma extraordinária potência espiritual. E ele revela que o nome do seu cristo é Lord Maitreya, que, para os budistas, será o Quinta Buda. Ele explica ainda que Buda, Krishna e Jesus são a mesma pessoa. Numa entrevista posterior, Creme afirmou que o seu falso cristo Maitreya vive no Himalaia, o mesmo lugar que Hitler acreditava encontrar a civilização perdida dos Hiperbóreos, a raça ariana pura. II Tessalonicenses 2.7-12 7. Porque já o MINISTÉRIO DA INJUSTIÇA OPERA: somente há um que, agora, resiste até que do meio seja tirado; 8. E, então, SERÁ REVELADO O INÍQUO, a quem o SENHOR DESFARÁ pelo assopro da sua boca E ANIQUILARÁ pelo esplendor da sua vinda; 9. A esse cuja vinda É SEGUNDO A EFICÁCIA DE SATANÁS, com todo o poder, e sinais, e prodígios de mentira, 10. E com todo engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. 11. E, por isso, Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira. 12. Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade; antes, tiveram prazer na iniquidade. Mateus 24.23-27 23. Então, SE ALGUÉM VOS DISSER: Eis que o Cristo está aqui ou ali, não lhe deis crédito, 24. PORQUE SURGIRÃO falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. 25. Eis que eu vo-lo tenho predito. 26. PORTANTO, SE VOS DISSEREM: Eis que ele está no deserto, não saiais; ou: Eis que ele está no interior da casa, não acrediteis. 27. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra no ocidente, assim será também a vinda do Filho do Homem.
  • 161. O Plano É difícil estabelecer uma linha de conduta e pensamento geral que estejam fora do plano já estabelecido. Existem muitas variações fora desse plano. A revelação do PLANO ao público foi feita em 1975, exatamente 100 anos após sua fundação. O PLANO político, econômico e religioso foi transmitido para uma Nova Ordem Mundial; a saber: 1. Estabelecer uma nova religião mundial, uma nova ordem política e social. 2. Renascimento do mistério da Babilônia, consagração de todas as religiões. (Na Babilônia foi feito uma unificação de todas as religiões.) 3. A concretização culminará com o aparecimento do messias da Nova Era, a aplicação do número 666 e se estabelecerá a nova religião. (Apocalipse 13.11-18) 4. Espíritos ajudarão a estabelecer a religião, proclamando o homem como deus da Nova Era. 5. O "slogan" será: paz, amor e união. 6. O movimento deverá abranger todo o mundo, sem exceção. 7. Os líderes deverão demonstrar que Jesus não era o Cristo verdadeiro. 8. O cristianismo e todas as outras religiões devem ser integradas à religião mundial. 9. Principais cristãos serão desacreditados e eliminados. 10. As crianças serão seduzidas espiritualmente e envolvidas nas escolas para a divulgação da Nova Era. 11. O homem deve acreditar que ele mesmo é Deus, que pode ser salvo por si mesmo. (Humanismo - Ciência Humanista). 12. A Ciência e a Religião serão unificadas. 13. Os cristãos que resistirem serão eliminados. (Exterminados). Agora as doutrinas da Nova Era deveriam ser divulgadas mundialmente, usando-se de todos os meios de comunicação disponíveis. E foi exatamente o que aconteceu. E é exatamente o que está acontecendo. Em resumo, os líderes e adeptos do movimento da Nova Era trabalham e anunciam para o ano 2000, uma nova era de paz, liberdade, igualdade e fraternidade entre todos os homens independente de nacionalidade ou cultura. Crêem eles que, com a virada do século terá início um novo tempo, o Terceiro Milênio, que trará uma nova era de grandes e ilimitadas possibilidades, no qual a humanidade eliminará as doenças, a fome, a miséria, as guerras e os conflitos étnicos e religiosos, enfim, todos os problemas e desgraças que hoje afligem o homem moderno. A Nova Era prenuncia o advento de um novo mundo, de uma nova civilização mais humana, mais evoluída, mais científica, mais espiritual. Os mentores do movimento ensinam que, na passagem do milênio, a Terra e seus habitantes sofrerão uma metamorfose, uma profunda transformação causada pela nova configuração dos astros nas regiões celestes, que influenciará nos níveis de consciência do homem, que deixará de ser individualista, egoísta e materialista, tornando-se, então, conhecedor de toda a sabedoria milenar, senhor dos mistérios do cosmo, da mente, da vida e da morte. Como o leitor já deve ter observado a Nova Era, é um estudo bastante extenso; é assunto para ser tratado num livro separado. Penso, que o leitor já deve ter obtido algum entendimento do que vem a ser, a Era de Aquarius. Romanos 13.11 11. E isto digo, conhecendo o tempo, que É JÁ HORA DE DESPERTARMOS DO SONO;
  • 162. porque a nossa salvação está, agora, MAIS PERTO DE NÓS do que quando aceitamos a fé. Capítulo Nove Quem é Satanás ?!? Primeiro que tudo ele é o nosso inimigo-mor já despojado por Jesus, é exatamente contra ele e seu sistema que temos de lutar, conforme diz Efésios 6.12. Mas quero, através da Palavra de Deus, expor este ser espiritual e suas hostes, tal e qual eles, realmente são; como também, suas estratégias, forças e fraquezas. Em todas as guerras da nossa história, os generais sempre se preocupavam com as estratégias e armas usadas pelo inimigo. Até mesmo, quando há paz, as grandes potências têm gasto grandes fortunas para manter seus "espiões" em atividade, e assim, manterem-se informados acerca dos avanços bélicos nas demais nações. Eles sabem que a "espionagem" lhes dá uma grande vantagem para criarem sua estratégia defensiva e ofensiva, segundo a necessidade. Estão constantemente em estado de alerta, para qualquer eventualidade; pois todos sabem que o "ataque surpresa" é indefensável. Sabendo então que o principal passo para sermos bem sucedidos numa guerra é conhecermos o General e a tropa adversária, é exatamente isto que os próximos capítulos vão abordar. E para iniciarmos esta exposição, se faz necessário, destrinchar um pequeno trecho do livro mais antigo da Bíblia, o livro de Jó, escrito há mais de quatro mil anos atrás. Esse homem, muito famoso no mundo, pela frase que se calhar você já ouviu: "Tem que ter paciência de Jó!" Foi um homem que teve seríssimos problemas na sua vida. Quando os tais problemas começaram a culminar, ele tomou uma atitude que muitos de nós tomamos numa situação dessas; começou a indagar o propósito e a soberania de Deus. Deus fez algumas perguntas para o Jó; perguntas que nos dão uma tremenda revelação acerca da criação do universo, e de tudo o que hoje existe, a saber: Jó 38.4-7 4. Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Dize-mo, se tens entendimento. 5. Quem lhe pôs as medidas se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? 6. Sobre que estão fundadas as suas bases ou quem lhe assentou a pedra angular, 7. Quando as ESTRELAS DA ALVA, JUNTAS, ALEGREMENTE CANTAVAM E REJUBILAVAM TODOS OS FILHOS DE DEUS? Muitos estudiosos do hebraico bíblico, fazem referência dos termos, "estrelas da alva" e "filhos de Deus" somente aos seres celestiais. Verificamos também que estes seres, ou como queira, anjos, estavam em unidade; juntos, eles se alegravam e rejubilavam frente à demonstração do poder criativo de Deus. Este texto nada diz sobre intrigas de rebelião no reino celestial, nessa época não haviam rumores de que algum anjo estava descontente. Nesse reino celestial, havia uma hierarquia, onde a mais alta posição tivera sido conferida para um ser espiritual extremamente belo e perfeito, chamado Lúcifer, Hellel no original hebraico, significando: "aquele que brilha". No livro de Ezequiel, Lúcifer é comparado ao Rei de Tiro - a força espiritual que estava por detrás do Príncipe de Tiro - um governante humano, que reivindicou ser Deus; Lúcifer era a fonte invisível por detrás da autodeificação deste homem.
  • 163. Tomo a liberdade de citar comentários no meio desta exposição bíblica, a saber: Ezequiel 28.12-17 12. Filho do homem, levanta uma lamentação (Deus realmente lamentou por Lúcifer) contra o Rei de Tiro e dize-lhe: Assim diz o Senhor Deus: Tu és o sinete da perfeição (traduzido no original por: padrão de perfeição), cheio de sabedoria e formosura (o mais belo e sábio). 13. Estavas no Éden, jardim de Deus; de todas as pedras preciosas (qualidades e poderes) te cobrias: o sárdio, o topázio, o diamante, o berilo, o ônix, o jaspe, a safira, o carbúnculo e a esmeralda; de ouro (daquilo que é divino) se te fizeram os engastes e os ornamentos; no dia em que foste criado (ele não foi nascido), foram eles preparados. 14. Tu eras querubim (ser celestial da mais alta categoria que proclama a justiça de Deus) da guarda (traduzido literalmente por - aquele que conduz) ungido (a mesma palavra é usada para Messias, ou Rei ungido de Deus), e te estabeleci; permanecias no monte santo de Deus, no brilho das pedras andavas (representam o lugar do Trono de Deus). 15. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado até que se achou iniquidade em ti (Este trecho marca a queda de Lúcifer e o surgimento de Satanás). 16. Na multiplicação do teu comércio (ele se usou de politicagem para conseguir aliciar os demais seres celestiais), se encheu o teu interior (coração) de violência, e pecaste; pelo que te lançarei, profanado, fora do monte de Deus e te farei perecer, ó querubim da guarda, em meio ao brilho das pedras. 17. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura (orgulho), corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor (prepotência); lancei-te por terra, diante dos reis, para que te contemplem (sua morada é as profundezas da terra, seu território de atuação, é a terra e o segundo céu). Esta é uma perfeita descrição de Lúcifer, muitos cristãos se confundem, atribuem essa lamentação a um homem, mas repare que, em outro momento, Deus dirigiu-se ao diabo através de uma serpente Gênesis 3.14, em outra circunstância Jesus se dirigiu ao diabo através de Pedro - Mateus 16.23. Agora, examinemos o livro que nos dá uma revelação maior do porque, Lúcifer foi banido do céu. Isaías 14.12-14 12. Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva (sinônimos para Hellel - aquele que brilha)! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! 13. Tu dizias no teu coração (o pecado começa no coração): Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; 14. Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. O orgulho foi a principal razão da queda de Lúcifer, esse texto é um retrato falado, quero dizer, cantado, pois se trata de um cântico, do orgulho, arrogância e prepotência expressos na sua rebelião. Tendo o seu grande clímax quando ele disse: "Serei Semelhante ao Altíssimo." O Surgimento de Satanás Lúcifer tinha pecado, mas em nada tinha perdido de sua beleza, intelectualidade e poder, ele tinha bastante influência no reino celestial, pelo que, através da sua articulação política ou comércio, aliciou a terça parte de todos os seres celestias, na sua rebelião; arrastando-os na sua queda. Veja Apocalipse 12.4 Devido essa rebelião, todo o universo tornou-se tão caótico e insuportável, que, Deus teve de pronunciar o banimento de Lúcifer e todos aqueles outros seres celestias que deram crédito a ele. Mudando-lhe o nome para:
  • 164. (Satanás) - adversário e/ou opositor; usado 52 vezes na Bíblia; (Diabolos) - Diabo no português, significa: caluniador e/ou difamador; usado 55 vezes; Repare que Lúcifer e seus anjos foram apenas expulsos do Trono de Deus. Deus ainda não o havia sentenciado à condenação eterna, pois não havia uma "lei" acerca de rebelião. Veja bem, quando Deus criou os anjos, Ele os criou com livre-arbítrio, pois o Seu desejo era e ainda é, que suas criaturas respondam ao Seu Amor, desejem ter comunhão com Ele, de livre e espontânea vontade. Havia harmonia em toda a criação de Deus, daí, o porque não ter havido necessidade de se ter uma legislação que abordasse possíveis traições de Seus Anjos. Deus confiava neles. Portanto, Satanás (antigo Lúcifer) e seus anjos não tinham sido condenados ainda, por não se ter uma "Base Legal". Ora, nessa altura dos acontecimentos, ele deve ter pensado: "Bem, menos mal, nesse novo território, poderei erigir o meu império e então, vingar-me-ei do Altíssimo pela injustiça que fez a mim e aos meus companheiros celestias!" Esta é a mentira que todo o satanista acredita; eles, como eu mesmo no passado, acreditávamos piamente, que Satanás era o grande injustiçado. E fazíamos guerra contra o povo de Deus, com esmero e grande ódio. Muito bem, após o banimento de Satanás, Deus escolheu um dos planetas que estavam em estado caótico, e através da Sua Palavra e do Espírito Santo, começou a transformá-lo e chamou-o de Terra. (veja Gênesis 1.2) Satanás e suas hostes com certeza, estavam bastante curiosos acerca daquilo que Deus estava fazendo. Amado leitor, saiba que Satanás é super-inteligente, mas ele estava se deparando com o Deus Onisciente. E na Sua onisciência, Deus estava por preparar o palco, ou melhor, a armadilha para aniquilar definitivamente o diabo e seus anjos. E também estava a mostrar para os seres celestiais que decidiram ficar com Ele, que o o banimento de Lúcifer (líder de todos os anjos) era justo. A Armadilha Após a criação da Terra, Deus começou, com as próprias mãos, a criar o homem e do homem a mulher. (Gênesis 2.7, 18-25) Ele achou aquele casal maravilhoso e desejou ter comunhão com eles. Imagino que nessa altura, tanto anjos quanto demônios, estavam todos atônitos ao olhar para aquilo tudo. Satanás estava "mordendo o cotovelo" de ciúmes, afinal Deus estava criando um ser segundo a Sua Imagem, conforme a Sua Semelhança. E achou aquilo muito, muito, muito bom. Em Gênesis 2.16-17, Deus apresenta uma lei ou ordem: "E o Senhor Deus lhe deu está ordem: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal (Traduzido por: Conhecimento Experimental, no original - Quarta Dimensão) não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás." Pronto, tudo estava arrumado. Satanás deveria estar extremamente ansioso para fazer com que aquele casal desobedecesse a Deus. Ele achava que tudo se resumiria em destruir a Sua Criação: o Homem e a Mulher. Pois bem, Satanás recebera a permissão tão aguardada, digo permissão, porque Deus tinha posto o homem como o seu sócio e Rei de todo o planeta Terra (Gênesis 1.28). Rapidamente, tomou a forma duma serpente (no original - "brilhante e belo") e conseguiu efetivar o seu propósito - o homem tinha caído. (Gênesis 3) Deus não desejava que o homem caísse, mas penso que Ele não ficou nem um pouco surpreso. Os resultados dessa queda foram:
  • 165. Morte espiritual instantânea - repare, o homem é um espírito, possui uma alma e habita num corpo. Através do corpo, ele se comunica com a dimensão material; com a alma, ele se comunica com a dimensão da mente e com o espírito ele tem comunhão com Deus. Esta comunhão em questão havia cessado, pelo que morrera. (Gênesis 2.17) Egocentrismo - este termo anda de mãos dadas com "rebelião a Deus". O "Eu" entronizado. É o fundamento principal do satanismo: Hail the Self. Escravidão - Satanás tornara-se o senhor do homem. Traição - Adão na sua queda, entregou o Documento de Posse da Terra, o "Papel Legal", para as mãos do diabo. Agiu como um traidor. Essa atitude colocaria Satanás na posição de "Príncipe deste Mundo". O domínio da terra, era agora de Satanás. Veja, Satanás acreditava ter alcançado uma grande vitória, ali no Éden. Imagino, que ele teria batido no peito, e bradado: "Hey Deus! Agora, eu é que mando aqui!" Mal sabia ele, que a guerra estava apenas por começar. Punição e Redenção Então, Deus anuncia o plano da Redenção do Homem, pela primeira vez na história, e decreta a punição para Satanás e Seus anjos - veja, é como se Deus tivesse decretado o dia e a hora do seu julgamento, e hoje estivesse em condicional: Gênesis 3.15 15. Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça (na Ressurreição de Cristo), e tu lhe ferirás o calcanhar (na crucificação de Cristo). Evidente que Deus não deixou de punir o homem e a mulher, mas devido o Seu Tremendo Amor e Carinho, se dispôs em deixar por um pouco toda a Sua Majestade Divina para tornar-se um homem - a única porta de entrada legal na terra era nascer de uma mulher. E Deus fez isso. O diabo mal sabia que um homem chamado Jesus Cristo, iria para uma cruz suportar o Seu próprio Julgamento Justo contra o pecado de todo o Universo, por Amor. O preço, era a morte. E Jesus fez isso - morreu a nossa morte, derramou sobre si mesmo toda a ira que nós (eu e você), deveríamos ter recebido. Nós éramos dignos de morte, mas Jesus gritou: "Não! Pare tudo, eu assumo a culpa dos meus amados, dos nossos semelhantes. Ninguém toca neles!!" I João 4.9-10 (NTV) 9. Deus mostrou quanto nos amou, enviando o Seu único filho a este mundo pecaminoso para trazer-nos a vida eterna por meio da Sua morte. 10. Nesta atitude nós vemos o que é o amor verdadeiro: não é o nosso amor por Deus, mas sim o Seu amor por nós, quando nos enviou o Seu Filho para acalmar a ira de Deus contra os nossos pecados. Satanás pensava que Jesus morrendo, permaneceria morto, morrido, morrediço. Mas não! Ele ressuscitou! Glória a Deus! Essa ressurreição, selou a derrota de Satanás e seus anjos. I Pedro 3.18-19, 22 18. Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito,
  • 166. 19. no qual também foi e pregou aos espíritos em prisão, 22. o qual, depois de ir para o céu, está à destra de Deus, ficando-lhe subordinados anjos, e potestades, e poderes. Efésios 2.4-7 4. Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, 5. e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, pela graça sois salvos, 6. e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; 7. para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus. Agora, Satanás não tem mais autoridade legal sobre aquele que aceita o Senhorio de Jesus Cristo. Ele já foi derrotado, e sabe disso! No entanto, ele vai se usar de todas as táticas e técnicas de enganos para impedir que um maior número de pessoas venham a saber disso, inclusive cristãos. E para que estejamos prontos para toda e qualquer investida satânica, prossigamos em conhecer o nosso inimigo. Títulos que Descrevem Suas Atividades 1- (Archon tu kosmo) - Príncipe deste Mundo. João 12.31 31. (Jesus estava a dizer) Chegou o momento de ser julgado este mundo, e agora o SEU PRÍNCIPE será expulso. João 14.30 30. Já não falarei muito convosco (disse Jesus), porque aí vem o PRINCIPE DESTE MUNDO; e ele nada tem em mim; João 16.11 11. ... do juízo, porque o PRÍNCIPE DESTE MUNDO já está julgado. Este título nos mostra que há uma constante operação dele nos governos e sistemas políticos mundiais. Ele de certa maneira tem o direito legal do planeta terra, ou melhor, sobre aqueles que ainda não estão "EM" Cristo, e não foram selados para o Grande Dia do Senhor, veja com atenção: Lucas 4.6 4. Disse-lhe o diabo (a Jesus): Dar-te-ei toda esta autoridade e A GLÓRIA DESTES REINOS, PORQUE ELA ME FOI ENTREGUE (Adão o Príncipe do Mundo, entregou tudo para Satanás), e a dou a quem eu quiser. Alguns irmãos, já me falaram: "Então, você não sabe que o diabo é o Pai da Mentira? Não percebe que ele estava mentindo para Jesus?" Primeiro que tudo, se o verso 6 de Lucas fosse uma mentira, não seria uma tentação genuína, e Jesus o teria repreendido por ela. Porém, o Senhor usou a Palavra de Deus para escapar dessa verdadeira tentação. Ver versículo 8. Satanás têm livre acesso nos governos mundias que não ligam nenhuma a Jesus. Ele através dos seus príncipes, se assenta atrás de cada governante ou monarca.
  • 167. O grego bíblico é bastante específico nos significados das palavras, e quando é usado a palavra grega para "príncipe" - archon, refere-se a Satanás, como um potentado e/ou magistrado político, na tradução literal. Veja Ezequiel 28.1-19, Daniel 10.13, 20. Repare, muitas pessoas, até mesmo aquelas que não acreditam em demônios, dizem que Adolf Hitler era possesso. No entanto, o surgimento do III Reich, começou com outro homem, não muito conhecido, e segundo ele mesmo admite, era possuído por demônios, isso é algo que William Shirer comunica através do seu livro - "The Rise and Fall of the Third Reich": "Provavelmente não seja exagero dizer, conforme tenho ouvido mais de um seguidor de Hitler dizer, que Houston Steward Chamberlain, um dos mais estranhos ingleses que já viveram foi o fundador espiritual do Terceiro Reich." "Hipersensível e neurótico e sujeito a frequentes colapsos nervosos, Chamberlain era dado a ver demônios que, por conta dele mesmo, o forçavam inexoravelmente a buscar novos campos de estudo e viver bem com seus escritos prodigiosos. Uma visão após outra forçaram-no a mudar-se da Biologia para a Botânica, para as Belas-Artes, para a Música, para a Filosofia, para a Biografia, para a História. Uma vez, em 1898, quando ele retornava da Itália, a presença de um demônio tornou-se tão imperiosa que ele desceu do trem Gardone, fechou-se num quarto de hotel durante oito dias, e, abandonando algum trabalho sobre música que ele tinha em vista, escreveu febrilmente sobre uma tese biológica até que ele recebeu o germe do tema que dominaria todas as suas obras posteriores: Raça e História. Desde de que ele sentiu-se aguilhoado por demônios, seus livros (sobre Wagner, Goethe, Kant, Cristianismo e Raça) foram escritos sob controle de uma terrível febre, um verdadeiro transe, um estado de intoxicação auto-induzido, de sorte que, conforme ele diz em sua autobiografia - Lebens Wege (Por Amor a Vida) - muitas vezes ele era incapaz de reconhecê-los em sua própria obra. Mas foi sobre o Terceiro Reich, que não chegou senão seis anos depois da sua morte mas cuja vinda ele previra, que a influência deste inglês foi muitíssimo grande. Suas teorias raciais e seu senso ardente do destino dos alemães e da Alemanha foram adotados pelos nazistas que o aclamaram um dos seus profetas. Durante o regime de Hitler, livros, panfletos e artigos jorravam dos prelos enaltecendo o 'Fundador Espiritual' da Alemanha Nacional-Socialista." 2- (Archon tis exousias tu aéros) - Príncipe da Potestade do Ar. Efésios 2.1-2 1. Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, 2. Nos quais andaste outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o PRÍNCIPE DA POTESTADE DO AR, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência. A palavra "aéros" no contexto em que ela é empregada, significa: "atmosfera dos pensamentos". Falanos de um manipulador da mente dos homens, fazendo-os seguir no curso deste sistema mundial, rumo ao inferno. Ele se usa das "ondas de comunicação" para determinar qual estilo comportamental deverá ser seguido. Você já reparou que, quem manda e dita ordens para o mundo atual, são os meios de comunicação?! É tal e qual dizer que Satanás é: o Príncipe da Potestade do CiberEspaço. A internet é uma grande arma nas suas mãos, que mostrará em "tempo real" os seus prodígios e sinais para todo o mundo que estiver conectado. Repare: Apocalipse 11.9 9. Então, muitos dentre os povos, tribos, línguas e nações CONTEMPLAM os cadáveres das duas testemunhas, por três dias e meio ... Amados, por favor, isso trata-se apenas de uma cogitação, um devaneio pessoal. Penso também que esta nova tecnologia, é uma prévia, daquilo que ainda virá. Imagino que as "contas da Internet" serão estatais e deverão ser obrigatórias para aqueles que quiserem continuar comprando, vendendo, comendo e bebendo. Ou seja, vivendo.
  • 168. Você sabia que se quiser acessar um determinado endereço na Rede e você não tiver o Nome, você pode acessá-lo através do Número do seu Nome? Por exemplo: (www.blablabla.com.br), se por acaso você se esquece ou não tem esse Nome, pode facilmente acessá-lo digitando o seu DNS (Domain Name Server) - que é um servidor que habilita o nome de domínio para ser transformado em endereços numéricos. Por exemplo: 200.200.200.20 Apocalipse 13.16-17 16. A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada CERTA MARCA (Chip? Kit de Acesso?) sobre a mão direita ou sobre a fronte, 17. Para que ninguém, possa comprar ou vender, senão AQUELE QUE TEM A MARCA (O PROVEDOR), O NOME DA BESTA (O NOME DO SITE) OU O NÚMERO DO SEU NOME (SEU DNS). Nota: Não vá sair por aí, dizendo que o irmão Flávio tem uma nova interpretação do Apocalipse; não é nada disso. Só estou a pensar algumas coisas, se calhar não terá nada a ver com isso que acabo de expor. Romanos 12.2 2. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente ... Assim que eu aceitei Jesus Cristo como Senhor, um dos primeiros textos bíblicos que literalmente "devorei" foi exatamente este. E eu não sabia o que hoje sei; quando Paulo diz para não nos conformarmos, eu obedecia o apóstolo literalmente e dizia constantemente como que orando: "Oh, Deus, eu não me conformo! Já viu o que o diabo me fez? Ah, eu não me conformo. E esse nosso governo? Não me conformo, absolutamente não me conformo!!!" Daí eu parava, sentindo-me todo "espiritual", um verdadeiro "praticante da Palavra de Deus". Veja, a palavra "conformar", quer dizer, "adaptar", "acomodar"; mas, eu prefiro o termo "mimetizar". Mimetismo quer dizer, uma adaptação completa, consoante ao meio em que se vive. Existem alguns insetos e répteis que mimetizam o ambiente em que habitam, tornando-se extremamente parecidos, na cor, no aspecto e por aí afora. O que Paulo está dizendo é: "Olha, não mimetize este século, não se adapte a ele. Permita-se ser renovado, transformado pela exposição à Palavra de Deus." Agora repare, o mesmo texto em outra tradução: Romanos 12.2 (J. B. Phillips) 2. "... que o mundo que nos rodeia não vos comprima nos seus próprios moldes, mas deixai Deus reformar a vossa mente." Em qual molde mundano você está comprimido? Será, que é no mesmo estilo de vida social que o mundo tem? Será que os ímpios te olham e não vêem diferença alguma deles próprios? Não falo de cigarro, bebida, sexo, só não! Paulo, está falando de todo o sistema mundial, de todo esquema da moda, da política, do social, da diversão, e por aí afora. 3- (Teos tu Aion) - Deus deste Século. II Coríntios 4.4 4. Nos quais o DEUS DESTE SÉCULO cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus. É exatamente Satanás quem está cegando e impedindo as pessoas, de aceitarem a Jesus Cristo.
  • 169. O palco está sendo montado, o planeta terra já está quase pronto para receber o Anti-Cristo, a humanidade já se apercebe que o mundo está num estado de extrema instabilidade, em todos os setores e segmentos. Nada mais é o que parece ser. Nada mais, é estável. E é Satanás quem está por detrás disso tudo. Esse título também faz alusão a Satanás como o Senhor de todas as religiões, que não seguem os princípios bíblicos e que não têm o Senhor Jesus Cristo como Único caminho para Deus. A palavra grega para século, "aion" pode significar: predomínio do pensamento de uma determinada Era e/ou Geração. Do ponto de vista satanista, estamos no final da Era de Peixes - onde os cristãos tiveram a sua chance, dizem eles. Estamos prestes a entrar no Terceiro Milênio, ou seja, a Era de Aquarius, ou ainda, a Nova Era Satânica. Este título para Satanás se enquadra perfeitamente nessa afirmação. Os planos do Deus deste Século são: Um só sistema mundial, para o AntiCristo (Apocalipse 13.1-18). E um só sistema religioso para o Falso Profeta (Apocalipse 17). Nota: Paulo diz sobre o diabo a cegar a mente dos incrédulos. Ora, isto está mais que claro, não é? Agora, porque há tanto crente tão cego?! Eu respondo: É por causa dos ensinos que tem saído dos púlpitos, grande parte das nossas congregações têem mimetizado demais o sistema mundial; Há morte na Panela! 4- (Ponirós, da palavra: Hoponíros) - O Maligno. Referido a alguém que não está conformado em ser mau em si mesmo, pelo contrário, tem compulsão por corromper outros. Perverso e Maléfico. A palavra "Iníquo", se ajusta também a essa tradução. II Tessalonicenses 2.7-10 7. Com efeito, o mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém (O Espírito Santo de Deus em operação na Igreja); 8. então, será, de fato, revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda. 9. Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira, 10. e com todo o engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos. II Tessalonicenses 3.3 3. TODAVIA, O SENHOR É FIEL; ELE VOS CONFIRMARÁ E GUARDARÁ DO MALIGNO. 5- (Pirastis) - Tentador I Tessalonicenses 3.5 4. Foi por isso que, já não me sendo possível continuar esperando, mandei indagar o estado da vossa fé, temendo (Paulo temia) que o Tentador vos provasse, e se tornasse inútil o nosso labor. Este título no grego, está no particípio presente, indicando uma atividade contínua. Satanás se ocupa nisso a tempo e fora de tempo. Ele é um mestre das ilusões, quer aceitemos isso ou não; Sempre investe pesado, fazendo de uma simples sugestão mental, uma tremenda produção cinematográfica. Como você imagina a tentação lançada em Jesus Cristo? Ele realmente foi tentado, repare no que diz o doutor e evangelista Lucas:
  • 170. Lucas 4.5 5. E, elevando-o, mostrou-lhe (o diabo mostrou para Jesus), num momento, todos os reinos do mundo. Imagine só, penso que, se juntássemos todos os grandes diretores e produtores de efeitos especiais da indústria cinematográfica da atualidade, se quer, conseguiriam reproduzir o "show" de imagens, mostrados a Jesus, pelo diabo. Amados, devemos ser constantemente constantes na comunhão com o Pai Celestial e na Palavra. Só assim estaremos protegidos dessas pesadas investidas. 6- (Planos) - Enganador II João 7 7. Porque muitos enganadores têm saído pelo mundo fora, os quais não confessam Jesus Cristo vindo em carne; assim é o enganador e o anticristo. Esta palavra grega também refere-se a uma ação contínua. Tal e qual, o título anterior. A tentação é algo genuíno, você não pode ser tentado por aquilo que não é real. Mas, percebo por experiência que a tentação vêm sempre acompanhada do "engano", da mentira, da ilusão. O diabo tem enganado a humanidade inteira até hoje, como também, muitos cristãos, infelizmente. Veja, ele sempre vai usar um oceano de verdades para mascarar, um balde de mentiras; e esse único balde é devastador. Só conseguimos resistir isto, se realmente estivermos fundamentados na "rocha", que é Jesus. Não pense você, que pode sair ileso dessas investidas sem o Poder do Senhor Jesus. Lembre-se, Satanás é Antigo e muito experiente na Arte de Enganar. Ele Ainda Tem Autoridade??? Primeiro que tudo vejamos o que "autoridade" significa. Infelizmente, em nosso meio, percebemos uma corrida para se conseguir o "santo crachá", um título, ou uma credencial de ministro. Como se, nessas coisas, houvesse poder delegado por Deus, ou, como se a Unção estivesse nisso. Essas pessoas não entenderam nada, são neófitos. Mais espalham, que ajuntam. E quero dizer, Deus não honra títulos ou "crachás". Ele honra, pessoas contritas de coração, que andam sempre em amor, que se sujeitam a Ele incondicionalmente, que se humilham diante de Deus e que andam em Santidade de vida, sem a qual ninguém verá a Deus. Esse tipo de pessoa é obedecido por amor, e não, por medo ou jugo. I Pedro 5.6 4. Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que Ele, em tempo oportuno, vos exalte, I Timóteo 5.22, 24 22. A NINGUÉM IMPONHAS PRECIPITADAMENTE AS MÃOS. Não te tornes cúmplice de pecados de outrem. Conserva-te a ti mesmo puro. 24. Os pecados de alguns homens são notórios e levam a juízo, AO PASSO QUE OS DE OUTROS SÓ MAIS TARDE SE MANIFESTAM. * Como já vimos antes, Satanás recebeu essa autoridade de Adão sobre o planeta terra e seus descendentes.
  • 171. A atitude de Adão quis dizer: "Satanás! Eu passo a minha autoridade, delegada por Deus sobre este planeta, para você. Faça bom proveito!" Jesus já o despojou na cruz, no entanto, hoje ele exerce "pseudo-autoridade", em outras palavras, "força" nas pessoas que não sabem que ele já não tem, "voz de mando". Observe: Mateus 28.18 18. Chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-ME DADO TODO O PODER (Algumas traduções dizem: AUTORIDADE) NO CÉU E NA TERRA. Se todo o poder foi dado a Jesus Cristo, então não restou e não resta poder para mais ninguém, concorda? Você mesmo observou, na minha vida pregressa, o que os demônios podem fazer; nós temos presenciado o que os demônios estão fazendo através de fantoches, temos visto casos em que famílias inteiras estão sendo arrasadas por tais espíritos; por mais que esses fatos nos mostrem a grande força satânica, mesmo assim, (preste atenção leitor), eles não têm poder. Existe enorme diferença entre força e poder. Força é imposta, é ação, é dinâmica. Vem de: dunamis (dínamo, no português). Poder é autoridade, domínio, comando. (Exousia) - Autoridade que permite ou impede = direito ou poder de se fazer obedecer. Poder Oficial, delegado por Deus para agir, conforme posição que detém no Reino. Aparece 50 vezes no Antigo Testamento, e 108 vezes no Novo Testamento. Lucas 9.1 1. Reunindo os doze, deu-lhes poder (dunamis) e autoridade (exousia) sobre todos os demônios e para curarem enfermidades. Repare agora que os discípulos não foram bem sucedidos, nessa delegação de poder e autoridade: Lucas 9.40-41 40. E roguei aos teus discípulos que o expulsassem, e não puderam. 41. E Jesus, respondendo disse: Ó geração INCRÉDULA E PERVERSA! (...) Jesus nos mostra no verso 41, que a nossa autoridade deve ser baseada em duas coisas de suma importância: com relação à incredulidade temos a FÉ, com relação a perversidade, devemos andar em SANTIDADE. Nós podemos resistir à força imposta (Tiago 4.7), mas não conseguimos resistir ao poder, à autoridade, ao comando de uma suprema corte. O sistema satânico tem certa força, e com essa força querem obter poder; mas àqueles a quem foi dado o verdadeiro poder espiritual, através do Espírito Santo, eles não podem resistir. Querido leitor, em Cristo, temos esse poder, essa autoridade sobre todo o sistema satânico. * Ele tem um "pseudo-comando" sobre os anjos caídos. Ele é conhecido por Jesus e pelos judeus (Mateus 12.24-28), como: (Belzebu - no hebraico, BaalZebu, também como Baal-Zebube) - o Senhor das Moscas, literalmente. Era o deus filisteu de Ecrom. Acazias consultou-o (II Reis 1.2). Não deixa de ser natural a designação de "Senhor das Moscas", visto como são numerosas as moscas nos climas quentes, sendo certo, também, que os egípcios fizeram do escaravelho, um deus. Podemos fazer também uma analogia disso, com certeza você já foi importunado por moscas, não é? Então, você fica tão irritado, que expulsa aquelas moscas, com a mão, com sapato, com chinelo, com uma cadeira. Ora, depois de algum tempo de tranqüilidade, você começa a ouvir novamente aquele zunido insuportável. E começa toda a sua luta novamente; além, delas (moscas) representarem tudo aquilo que é imundo.
  • 172. Alguns textos rabínicos traduzem como "senhor do esterco"; a palavra "zarbal" significa "defecar", um sinônimo de idolatria. É assim mesmo que o diabo e seus anjos agem. Ora, quando eu era um servo de Satanás, tinha de obedecê-lo para não sofrer danos físicos e mentais. Da mesma sorte, os anjos caídos tem de lhe obedecer, não são tolos para fazer o contrário. Agora imagine, obedecer a um superior que não têm um fragmento sequer de amor ou respeito. No entanto, há um senso de "cooperação mútua" no Império das Trevas. * Ele ainda ostenta certa "dignidade", devido o seu passado na eternidade. Deixe-me tentar explicar isso melhor: Como já foi dito antes, no reino celestial, havia uma hierarquia, onde a mais alta posição tivera sido conferida para um ser espiritual chamado Lúcifer. Que era um Querubim da Guarda Ungido. Quando este ser caiu e tornou-se Satanás, ele não perdeu o seu aspecto de "líder". Mas deixou o seu lugar vago, e penso que Deus achou por bem colocar Miguel nessa posição Apocalipse 12.7 faz uma referência a "Miguel e seus anjos", deixando claro que Miguel está numa posição de líder. Ele (Miguel) é um dos primeiros príncipes do reino celestial (Daniel 10.13), que por sua vez estava debaixo da liderança de Lúcifer, antes da queda. Agora repare, o que diz Judas no versículo 8 e 9: 8. Ora, estes, da mesma sorte, quais sonhadores alucinados, não só contaminam a carne, COMO TAMBÉM REJEITAM GOVERNO E DIFAMAM AUTORIDADES SUPERIORES. 9. CONTUDO, O ARCANJO MIGUEL, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, NÃO SE ATREVEU a proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda! Miguel não se atreveu em falar "coisas" para Satanás, pois, estava de frente ao seu antigo comandante em chefe. Veja lá, se esse assunto de autoridade não é mesmo muito sério. Este príncipe de Deus, reconheceu que não estava em posição de julgar Satanás, mas, ele rapidamente disse: O Senhor te repreenda! Jesus tem essa autoridade!! No entanto, Miguel o grande príncipe, defensor de Israel conforme diz Daniel 12.1, receberá em breve, o poder delegado pelo Senhor Jesus, para expulsar Satanás e seus anjos, veja Apocalipse 12.7-8. O Seu Futuro Uma das ofensivas de Satanás é tentar nos paralisar, fazendo com que tenhamos em grande conta, os nossos fracassos e asneiras que cometemos no passado. Uma vez que começamos a nos sentir culpados demais pelo nosso desempenho no passado, já não constituímos nenhuma ameaça efetiva para o sistema satânico. Mas, deixe-me dizer algo, que sempre funciona, a saber: Quando o diabo te lembrar do teu passado; lembre-o do futuro, quero dizer, do futuro dele próprio e dos seus anjos. Quando você assim faz, o diabo fica mesmo: Endemoninhado! Apocalipse 20.1-3 1. Então, vi descer do céu um anjo; tinha na mão a chave do abismo e uma grande corrente. 2. Ele segurou o dragão, a antiga serpente, que é o diabo, Satanás, e o prendeu por mil anos;
  • 173. 3. Lançou-o no abismo, fechou-o e pôs selo sobre ele, para que não mais enganasse as nações até se completarem os mil anos. Depois disto, é necessário que ele seja solto pouco tempo. E depois desses mil anos, veja lá, o dia em que seremos vingados: Apocalipse 20.10 10. O diabo, o sedutor deles, foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, onde já se encontram não só a besta como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos. Posso ouvir um amém?!? Oohh! Glória!!!! Mas espere! Enquanto isso não acontece, prossigamos em conhecer o nosso inimigo. Você acabou de conhecer a respeito de Satanás, evidente que de maneira limitada, afinal não sou nenhum "Teólogo". Mas, nos próximos capítulos você verá que Satanás não está sozinho; ele tem um vastíssimo exército a sua disposição. Capítulo Dez HIERARQUIA Antes de mais nada, deixe-me dizer que estes não agem sem uma permissão, ou de Deus, ou do próprio ser humano, no que tange a sua própria vida pessoal. Efésios 6.12 12. Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra os PRINCIPADOS, contra as POTESTADES, contra os PODERES deste mundo tenebroso, contra as FORÇAS ESPIRITUAIS DA MALDADE nas regiões celestiais. Satanás jamais trabalha sozinho, diz a Bíblia que ele na sua queda arrastou a terça parte de todos os seres celestiais até então - Apocalipse 12.4 Veja, esta terça parte incluía príncipes da mesma categoria de Miguel, incluía querubins, arcanjos, anjos, etc... Portanto, vamos seguir com o estudo desta hierarquia. No primeiro plano, no topo da corrente de comando estão os Principados / Reis Malignos: Arches = Magistrados, Principados. Trata-se da Nata da colheita de Satanás, estes seres espirituais gozavam de posições proeminentes no Reino Angelical antes da Rebelião. Ouso dizer que eram posições parecidas com as de Miguel e Gabriel. Lúcifer deve ter despendido bastante tempo, para ludibriar o maior contingente de príncipes possível. Para assim formar um grande time de estrategistas. Eles formam o Conselho de Ministros no Sistema Satânico, tendo livre acesso e constantes audiências com Satanás. Tal e qual o seu mestre, esses Príncipes não perderam o "Status Quo", ou seja, as posições que tinham antes da queda. Permita-me fazer uma analogia, imagine um grupo de crentes que se rebelam, saindo de uma determinada igreja, ora, não perdendo tempo, abrem uma outra igreja; nessa nova igreja recheada de "rebeldes", todos aqueles que tinham cargos e crachás, não perderão de maneira nenhuma os seus cargos, por exemplo: quem era "presbítero", continuará a ser presbítero, quem era "líder de louvor", continuará a ser líder de louvor, e assim sucessivamente.
  • 174. São extremamente temidos pelos seres espirituais que lhes estão sujeitos, e raramente se curvam aos Anjos Eleitos do Deus Vivo, não temendo nenhum deles; salvo, quando não guardam o seu próprio principado, ou seja, o território permitido por Deus - ver Judas 6. A Bíblia refere-se a eles como príncipes: Daniel 10.20-21 20. E ele (um anjo eleito) disse: Sabes por que eu vim a ti? Eu tornarei a pelejar contra o PRÍNCIPE DOS PERSAS, e, saindo eu, virá o PRÍNCIPE DA GRÉCIA. 21. Mas eu te declararei o que está escrito na Escritura da verdade; ninguém há que se esforce comigo contra AQUELES, a não ser MIGUEL, VOSSO PRÍNCIPE (de Israel). Nos textos a seguir encontramos a mesma palavra grega para principados, a saber: Romanos 8.38, I Coríntios 15.24, Efésios 3.10, 6.12, Colossenses 1.16, 2.10,15. Logo abaixo estão as Potestades/Autoridades: Exousias = Autoridades que delegam poderes, que permitem ou impedem. I Coríntios 15.24, Efésios 1.21, 3.10, 6.12, Colossenses 1.16, 2.10,15 Esta palavra é sinônimo de Arches (Magistrados e Principados), e refere-se ao poder que governa. São seres investidos de uma pseudo-autoridade, incumbidos de delegarem poder a outros espíritos, segundo o propósito satânico. Poderíamos dizer que estes formam o Conselho de Senadores do reino das trevas. Num nível um pouco menor, poderia se dizer que ostentam uma posição parecida com a dos principados, permanecendo via de regra com Satanás e os demais príncipes. A seguir, estão os Dominadores, Poderes e Senhores deste mundo: Kosmokrátoras = Governadores do Mundo. São estes que recebem as instruções e o poder delegado das Potestades; são literalmente governadores, cuja esfera de ação varia de uma nação, a uma única pessoa que tenha alguma autoridade na terra. Estão num nível muito abaixo dos Principados e Potestades, mas ostentam com orgulho e prepotência, a posição em que se encontram. E por último, estão os Espíritos do Mal, Forças Espirituais da Maldade: Ponire Pnevmáta - Ponire da palavra Poneria = iniqüidade, depravação, malignidade. Pnevmáta da palavra Pnevma = espírito São todos os espíritos e demais seres que caíram com Lúcifer. São súditos de Satanás. Estão todos sujeitos aos Governadores, mas entre eles, também se destaca posições, e ferrenha disputa destas posições; isso não acontece quando estão a trabalho. Cada demônio tem uma esfera de atuação muito notória, sendo portanto, bastante organizados; esta organização não se dá, pelo fato dos demônios cooperarem entre si, de livre e espontânea vontade, mas sim pelo fato de que são as hierarquias superiores que exigem e mantém essa organização. Enquanto que as hierarquias superiores possuem uma aparência quase humanas; com a diferença, de que são grandiosos e bem formados. O restante dos demônios variam em forma, isso por causa da esfera de atuação. Alguns possuem aparência humana, outros meio humana meio animal, outros como animais jamais vistos antes, e outros aparentam formas nojentas, repugnantes e impossíveis de se descrever. Concluindo, poderíamos dizer que: Satanás se reúne com a sua cúpula de Principados, onde arquitetam planos, formulam estratégias, e compartilham sobre todas as informações conseguidas a respeito dos avanços e planos do Reino de Deus na Terra - como por exemplo:
  • 175. "Temos que enviar reforços para o Sul, pois Deus está por mandar um anjo eleito com uma tremenda revelação e não podemos deixá-lo passar. Quem é o governante encarregado daquela região?". A seguir, as Potestades entram em ação, pegando nas ordens e delegando autoridade aos governadores, para que estes, executem os comandos, tendo os demais demônios como lacaios. Note: todos estes seres referidos neste capitulo são anjos caídos, todos foram a princípio criados perfeitos, assim como Lúcifer. Nomes Na Biblia Adrameleque - ídolo dos de Sefarvaim, que Salmaneser II, rei da Assíria, trouxe para colonizar as cidades de Samaria, depois de ter levado para aquele país os habitantes cativos. Este demônio era adorado com rituais semelhantes aos de Moloque, sendo-lhe sacrificados crianças. II Reis 17.31 31. e os aveus fizeram Niba e Tartac; e os sefarvitas queimavam seus filhos no fogo, a Adrameleque, e a Anameleque, deuses de Sefarvaim. Note: Talvez por profunda adoração a esse demônio, o Rei da Assíria, Senaqueribe, deu ao seu filho o nome de Adrameleque; por conseguinte à essa maldição (o Nome), Adrameleque ajudado por seu irmão Sarezer, matou o Pai (Senaqueribe), na casa de um demônio chamado Nisroque, estando ele a adorar. II Reis 19.37 37. e sucedeu que, estando ele (Senaqueribe) prostrado na casa de Nisroque, seu deus, Adrameleque e Sarezer, seus filhos, o feriram à espada (...) Astarote - principal divindade feminina dos fenícios, como Baal era o principal dos deuses. Assim como Baal foi identificado com o Sol, assim Astarote, com a Lua, simbolizada pela vaca. O culto desse demônio veio dos caldeus para os cananeus. Era o demônio do poder produtivo, do amor e da guerra. Entre os filisteus o seu culto era acompanhado de grande libertinagem, em que os bosques representavam uma extensão dos rituais. Seu principal sacrifício é a pomba. Juízes 2.13, 10.6; I Samuel 7.3-4, 12.10, 31.10; I Reis 11.5, 33; II Reis 23.13 Asima - era um demônio adorado pelo povo de Hamate. O respectivo culto foi introduzido na Samaria pelos colonos de Hamate, a quem o rei da Assíria estabeleceu naquela terra. II Reis 17.30 Baal - Este nome na sua origem significava senhor/possuidor, mas também era empregado para mostrar a relação do demônio para com o seu adorador. Nunca foi estritamente um nome próprio. Os rituais eram realizados com muitas pombas e cerimônias, havendo ofertas dos produtos da natureza e incenso, holocaustos e sacrifícios humanos. Oseías 2.8 8. Ela, pois, não reconhece que eu lhe dei o grão, e o mosto, e o óleo, e lhe multiplicarei a prata e o ouro, que eles usaram para Baal. Jeremias 19.5 5. Porque edificaram os altos de Baal, para queimarem seus filhos no fogo, em holocausto a Baal; o que nunca lhes ordenei, nem falei, nem subiu ao meu coração. Os seus sacerdotes, em certas ocasiões, excitavam-se a tal ponto que chegavam a ferir-se com facas. ( I Reis 18.28 ) O culto a Baal tinha-se propagado por uma extensa área, e existia desde os tempos primitivos: Números 22.41 41. E sucedeu que, pela manhã, Balaque tomou a Balaão, e o fez subir aos altos de Baal, e viu ele dali a última parte do povo.
  • 176. Predominava entre os cananeus e moabitas, passando destes para o povo de Israel. Pelo casamento de Acabe e Jezabel tornou-se o culto fenício de Baal a religião do Estado entre os israelitas, até que foi desarraigado no reinado de Jeú. Os profetas do Senhor sempre combateram este culto a Baal, como Elias por exemplo (I Reis 18). Indícios deste culto encontram-se na Babilônia (Bel) e nas colônias fenícias do Mediterrâneo. Dagom - o deus nacional dos filisteus. Havia templos consagrados ao demônio Dagom em Gaza e Asdode. ( Juízes 16.21-30; I Samuel 5.5-6; I Crônicas 10.10). Dagom era o demônio da agricultura; disto procede o fato de serem mandados pelos filisteus ao Deus de Israel cinco ratinhos de ouro, semelhantes aos do campo, como sacrifício expiatório pelo pecado; o rato do campo simbolizava, talvez, aquele Deus que tinha castigado os adoradores de Dagom. Há provavelmente alguma conexão no fato de que a praga era, na sua origem, uma doença de rato. ( I Samuel 5.6,9; 6.4-5 ) Júpiter - em grego era conhecido como Zeus; o demônio supremo da mitologia romana, que o povo de Listra supunha ter descido do céu na pessoa de Barnabé. Na mesma ocasião aquela gente pensou que Paulo era Mercúrio, que em grego é conhecido como Hermes, devido a sua eloquência. Atos 14.12 12. Chamavam Júpiter a Barnabé, e Mercúrio a Paulo, porque este era o que falava. Milcom - demônio dos amonitas; em outros lugares ele também é conhecido como Moloque e/ou Moleque. I Reis 11.5, 7 5. Salomão seguiu a Astarote, deusa dos sidônios, e a Milcom, abominação dos amonitas. 7. Nesse tempo edificou Salomão um alto a Quemós, abominaçào dos moabitas, sobre o monte que está diante de Jerusalém, e a Moloque, abominaçào dos filhos de Amom (Amonitas, digo eu). Moloque/Moleque - também chamado Milcom. É traduzido literalmente como: rei. Sacrifícios humanos e provas de fogo eram alguns meios que se empregavam para tornar propícia aquela divindade. Os israelitas foram severamente avisados contra este culto com ameaças de terríveis castigos. Aquele que oferecesse o seu filho a Moloque devia ser morto por apedrejamento. Levíticos 18.21 - veja também Levíticos 20.2-5 21. Não darás nenhum dos teus filhos para ser sacrificado a Moloque, a fim de não profanares o nome do teu Deus. Eu sou o Senhor. Fazer passar a filha ou filho pelo fogo, em adoração a Moloque ( II Reis 23.10 ), era matar a criança e depois oferecê-la em holocausto à maneira de Mesa (ou seja, na superfície de um altar consagrado no satanismo). O sacrifício de crianças era não somente expiatório, mas também purificatório; por ele se supunha que as vítimas eram assim purificadas da imundícia do corpo, alcançando entào a união com as forças divinas. Está averiguado que a imagem de Moloque era na forma dum bezerro, com as mãos estendidas adiante, como querendo receber qualquer coisa. Em outras regiões, as mãos eram postas na direção do chão de tal maneira que a criança, quando colocada sobre elas, era lançada numa cova de fogo. Os sacerdotes de Moloque tomavam a precedência com respeito aos príncipes de Amom. Nergal - o demônio da guerra, da doença, e da morte na região da Assíria e da Babilônia. Os homens de Cuta, colocados nas cidades da província de Samaria pelo rei da Assíria, adoravam a esse demônio, sob o símbolo de "homem leão": II Reis 17.30 30. Os de Babilônia fizeram Sucote-Benote, os de Cuta fizeram Nergal, e os de Hamate fizeram Asima;
  • 177. Cuta ou Tigaba, especialmente didicada a Nergal é, na tradição arábica, a cidade por excelência de Ninrode; e por essa circunstância tem sido conjeturado que Nergal pode representar o divinizado Ninrode. Senaqueribe edificou um templo a Nergal na cidade de Tarbisa, perto de Nínive. Sucote-Benote - Nome de demônios criados pelos homens da Babilônia (II Reis 17.30). Trata-se duma forma corrompida da divindade babilônica, Bel-Merodaque, ou de sua mulher, ZerBanite. Tamuz - um nome de Adônis, o deus do Sol, sendo Biblos da Fenícia o principal lugar do seu culto. A sua festividade anual, em junho na Babilônia, em agosto na Palestina, festividade que tomava a forma de uma lamentação pela morte desse deus, e de regozijo por ter voltado à vida, era feita por meio de obscenos rituais. Era conhecido pela sua extrema beleza. Ezequiel 8.14 13. Então ele me levou à entrada da porta da casa do Senhor, que está do lado norte, e vi ali mulheres assentadas chorando por Tamuz. Daniel 11.37 37. Não terá respeito aos deuses de seus pais, nem terá respeito pelo desejado das mulheres, nem a qualquer deus, ... O termo "desejado das mulheres" refere-se ao mesmo demônio. O que estes príncipes tem haver com a realidade brasileira? A resposta é: Muito! Deixei para o final dois demônios que muito tem haver com o nosso país; trata-se de Ninrode, Semiramis e Diana (os dois últimos são o mesmo). Diz-se que o início da apostasia começou com Ninrode, que era filho de Cuxe, filho de Cão, o filho de Noé. Ele foi referido na Bíblia como "poderoso caçador diante do Senhor" (Genesis 10.9). Conhecido também como o fundador do Império da Babilônia. Foi deificado, tornando-se parte homem e parte deus. Miquéias também refere-se a ele, no seu livro, capítulo 5, verso 6. Em contrapartida, vemos Semíramis sua esposa, cujo título era: Mãe de Deus! Essa mulher nasceu nos dias de Ninrode, o primeiro Império (Babilônia) e após o seu marido ter sido deificado, ela também foi. Ela se dizia "Mãe de Deus", porque em dado momento, seu marido veio a ela em espírito e a possuiu através de um raio, gerando então um filho que era a "Semente da Mulher", e como não houve intervenção de um homem, ela foi chamada: Mãe de Deus. Tempos mais tarde com a queda da Assíria e da Babilônia, o mesmo demônio Semíramis, começou a atuar através da deusa Diana, nome latino para deusa grega Artémis. Tendo sido construído o famoso templo de Diana em Éfeso (veja Atos 19). O templo era servido por um grupo de sacerdotes e por virgens consagradas a Vesta. Este templo foi considerado uma das 7 maravilhas do mundo, tinha sido construído com mármore brilhante, demorando 220 anos para o seu término. E em 260 d.C. este templo foi destruído pelos godos. Repare: Acreditavam os efésios que a IMAGEM DESSA DEUSA TINHA CAIDO DO CÉU. Semelhante a história da imagem de Maria Aparecida. E também da Cova da Iría, para os portugueses. Cerca de 171 anos mais tarde, o demônio Semíramis, sorrateiramente entrava na Igreja Católica, no 3º Concílio Geral Ecumênico, o 1º de Éfeso (a mesma cidade de Diana), em 431 d.C. Onde se condenou o Nestorianismo e se definiu a unidade pessoal de Cristo e a virgem Maria como Theótokos - portador de Deus - este é apenas um termo/título "maquiado" para não causar "confusão" como diziam. O fato é que Maria, recebera o mesmo título de Semíramis: MATER DEI, Mãe de Deus. Pronto, o demônio estava livre, atuante e recebia toda a veneração dos católicos. Maria foi uma grande mulher de Deus, mãe do homem Jesus, enquanto Ele estava na terra; mas não do Deus Jesus.
  • 178. Nós temos que separar a pessoa desta grande mulher, das imagens e nichos que retratam Semiramis com um bebe ao colo. Essa criança que tanto vemos e conheçemos no colo da mulher, nada mais é do que Ninrode, que era marido e se tornou filho. O título: "Nossa Senhora" em latin, era o mesmo título dado a Semíramis e a Diana dos Efésios. No satanismo, este título também é usado para se dirigir a Kali e Lilith. E tal e qual nos dias da Assíria, da Babilônia e dos efésios, hoje no Brasil encontra-se um templo, ou melhor, uma cidade inteira na Aparecida do Norte, edificada a Semiramis, escondida atrás do nome de Maria. Cujo encargo, é o principado do Brasil. Em 787 d.C., foi realizado nos palácios de Verão de Nicéia, do dia 24 de setembro ao dia 23 de outubro, o 7º Concílio Geral Ecumênico, o 2º em Nicéia. Onde o clero católico regulamentou a Veneração às Imagens, em outras palavras, proclamaram a Legitimidade do Culto das Imagens dos Falsos Deuses. J. Mendham no livro "The Seventh General Council, the Second of Nicea", introdução, págs. III-VI, diz: "Imagens e Quadros foram a princípio introduzidos nas igrejas, não para serem adorados, mas antes em lugar dos livros, a fim de darem instrução àqueles que não sabiam ler, ou excitar devoção no espírito de outros. Até que ponto corresponderam a tal propósito, é duvidoso; mas, concedendo, embora, que este fosse o caso por algum tempo, logo deixou de ser assim, e notou-se que os QUADROS E IMAGENS OBSCURECIAM A MENTE DOS IGNORANTES EM VEZ DE ESCLARECER, DEGRADAVAM A DEVOÇÃO DO ADORADOR EM LUGAR DE A EXALTAR. ASSIM É QUE, POR MAIS QUE TIVESSEM SIDO DESTINADAS A DIRIGIR A MENTE DOS HOMENS A DEUS, ACABARAM POR DESVIÁ-LA DELE PARA O CULTO DAS COISAS CRIADAS." Não se deixe enganar caro leitor, cada pessoa que se prostra diante desta imagem (como de qualquer outra) está adorando a um demônio. Por trás de qualquer imagem de veneração, esconde-se um espírito maligno. Salmo 115.4-9 4. Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos do homem. 5. Têm boca, mas não falam, têm olhos, mas não vêem; 6. Têm ouvidos, mas não ouvem, têm nariz, mas não cheiram; 7. Têm mãos, mas não apalpam, têm pés, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. 8. TORNEM-SE SEMELHANTES A ELES OS QUE OS FAZEM, E TODOS OS QUE NELES CONFIAM. 9. CONFIA, Ó CASA DE ISRAEL, NO SENHOR, ELE É O SEU AUXÍLIO E O SEU ESCUDO. Deuteronômio 27.15 15. Maldito o homem que fizer imagem de escultura, ou de fundição, abominável ao Senhor, obra de artífice, e se puser em lugar oculto. E todo o povo, dirá: Amém! Demônios Demonion = Demônio / Mateus 9.33 - No Novo Testamento, esta palavra traduzida por demônio aparece 60 vezes. Angelos = Anjos / Mateus 25.41 Pnevmáta da palavra Pnevma = espírito / Lucas 10.20 - Aparece 43 vezes no Novo Testamento. Repare, os demônios, assim como os anjos de Deus, falam, sentem, desejam. São seres eternos e invisíveis, mas com capacidade de manifestação visível (Gênesis 3.1, Apocalipse 9.7-10), assim como os anjos (Gênesis 18.2-16, 19.15).
  • 179. Possuem inteligência e forças sobrenaturais, a fonte disso está no fato deles serem superiores na essência, com milênios de experiência no engano e na destruição. Usam isso tudo contra Deus e a Igreja, Seus desígnios e propósitos. Devido o fato deles serem em vasto número, pensa-se que o diabo é onipresente, mas, ele consegue atuar em todos os lugares ao mesmo tempo, usando os demônios. Nomes na Bíblia O Novo Testamento menciona apenas dois nomes: Mamom e Legião. Mateus 6.24 (Revista e Corrigida e King James Version) 24. Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a MAMOM. Mamonan = Mamom Responsável pela compulsão em gastar, domina a sonegação, potencializa a ganância, domina os jogos de azar, loterias. Favorece a agiotagem, os assaltos, as perdas, as dívidas, e a bancarrota. O ápice do seu mandato é fazer com que mais pessoas se suicidem. Lucas 8.30 30. Perguntou-lhe Jesus: Qual é o teu nome? Respondeu ele: Legião, porque tinham entrado nele, muito demônios. Legeon = Legião Fazendo um estudo mais aprimorado da História Romana, verificamos que uma Legião Romana compreendia 4.000 homens de infantaria, sem contar com a cavalaria, o que equivalia 6.000 homens no total. Todos eles debaixo do comando de um Tribuno, e este por sua vez supervisionado pelo Praefectus Castrorum (Supervisor de Acampamento). Muitos amados irmãos teólogos, insistem em dizer que aqueles demônios de Lucas 8, estavam mentindo quando disseram «Legião». Se aquela resposta fosse uma mentira Jesus o teria repreendido, desmascarando-o; mas, ele o consentiu, permitindo a invasão daqueles demônios na grande manada de porcos (cerca de 2.000, segundo Marcos 5.13). Repare outra coisa, muitos irmãos se apegam nesse versículo, para fazerem «Talk-Shows», entrevistas com demônios. Mas não, esse é um terreno perigoso, o diabo é o mestre das ilusões. Esse acontecimento único: de Jesus perguntando o nome do demônio, ocorreu para nos mostrar 3 coisas: 1) a disposição hierárquica do reino das trevas em operação na terra - semelhante ao exército romano, 2) a possibilidade de um grande contingente operando numa única pessoa - uma Legião, 3) e o modo correto de os expulsar - todos de uma única vez. Controlados Por Deus? Isto pode parecer um sofisma, uma heresia, mas não é. Deus muitas vezes usa as atividades demoníacas para um propósito específico e para Sua Glória. Com relação aos crentes - Deus criou-nos com livre-arbítrio, ou seja, podemos desejar e fazer escolhas, ainda que sejam más escolhas, e péssimos desejos. Ele não nos impede, pelo contrário permite. Afinal Deus não criou robôs. O nosso Deus na Sua Soberania e Onisciência, limita e controla os efeitos e consequências da tal escolha que implica em operação de demônios, fazendo com que os Seus Propósitos sejam cumpridos apesar de tudo.
  • 180. Deus permite a Satanás e seus anjos certas áreas, dentro das quais eles podem operar. Não podem ultrapassar esses limites estabelecidos pelos Senhor, e os demônios que estão acorrentados fizeram exatamente isso, ultrapassaram as restrições estabelecidas pelo Senhor. A Bíblia aponta este fato em muitos lugares no livro de Judas. Para Satanás ir além desses limites, ele precisa receber permissão de Deus. No caso de Jó, a permissão foi dada (Jó 1.12), no caso de Pedro a permissão foi recusada (Lucas 22.31). A Cruz do Calvário e o banimento de Satanás e seus anjos - o lago de fogo (Mateus 25.41), mostram a permissão Divina, para as operações e atividades satânicas. Apocalipse 20.10 16. E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta. De dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. Deus através deste versículo demonstrará a última e definitiva derrota do mal. As áreas e esferas de atuação dos demônios são vastas, mas em síntese, direcionam-se em matar, roubar e destruir - João 10.10 Doenças e Distúrbios Demoníacos Primeiro que tudo, devo salientar que, nem todas as doenças físicas são interferência direta dos demônios. Embora uma grande, aliás muito grande parte da liderança cristã afirma, defende e prega, como que generalizando, que: Não há hipótese dos cristãos serem tocados! Amados, não se deve aceitar nada que não esteja na Bíblia, não me refiro aqui a versículos isolados, refiro-me ao contexto de um texto. Se tal ensino, passar por esta "peneira", siga-o sem pestanejar. O irmão Lucas, que era um Evangelista e MÉDICO, fez uma alusão bastante distinta das doenças demoníacas e da doenças causadas por uma quebra das lei naturais, ou por haver órgãos estragados, e por aí afora: Febre: Sem atuação de demônios. Lucas 4.38-39 38. Levantando-se Jesus da sinagoga, entrou em casa de Simão (Depois do Culto, os discípulos foram a casa do Pedro, para tomar um cafezinho). Ora, a sogra de Simão estava enferma com muita febre, e rogaram-lhe por ela (como não era normal os homens irem para cozinha naquela época, rogaram a Jesus, sobre o estado de enfermidade da sogra do Pedro, talvez tivessem dito assim: Senhor, não tem café, a sogra do Pedro está mal, ela está de cama). 39. Inclinando-se para ela, repreendeu a febre (Jesus não ordenou a nenhum demônio), e esta a deixou. Imediatamente ela se levantou e os servia (Após a cura, ela se levantou e pode ter dito assim: Ó Senhor muito obrigada, eu já vou preparar um cafezinho para vocês, é só um minuto!) Veja a distinção dos que vinham para serem curados de doenças físicas "naturais" e dos que vinham para serem curados de doenças demoníacas: Lucas 16.18 18. ... os quai tinham vindo para o (a Jesus) ouvir, e serem curados das suas enfermidades, como também os atormentados dos espíritos imundos ERAM CURADOS. Loucura: Lucas 8.27-29 Lucas 8.27 27. Quando Jesus desceu para terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade, um homem
  • 181. que desde muito tempo estava possesso de demônios, e não andava vestido, nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros. Deformação Física: Lucas 13.11-17 Lucas 13.11 11. Estava ali uma mulher que tinha um ESPÍRITO DE ENFERMIDADE, havia já dezoito anos. Ela andava curvada, e não podia de modo algum endireitar-se. Mudez e Cegueira: Lucas 11.14 e Mateus 12.22 Lucas 11.14 14. Jesus estava expulsando UM DEMÔNIO QUE ERA MUDO. Saindo o demônio, O MUDO FALOU, e maravilhou-se a multidão. Epilepsia: Lucas 9.39, Marcos 9.20 (Este Evangelho é mais explícito ao referir-se a epilepsia como um demônio, mas Epilepsia como patologia demoníaca, só em 90% dos casos.) Mateus 17.15,18,19,21 15. Senhor tem misericórdia de meu filho, QUE É EPILÉPTICO e sofre muito. Ele muitas vezes cai no fogo e na água. 18. Jesus repreendeu o demônio, e este saiu do menino, e desde aquela hora o menino ficou são. 19. Então os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, perguntaram: por que não pudemos nós expulsá-lo? 21. Mas esta casta de demônios não se expele senão por meio de oração e jejum. A Dra. Rebecca Brown (experiente médica e Serva do Senhor) diz: "Os demônios são experts em manipular bactérias e virús e colocá-los nos corpos humanos, mas eles também podem afetar o corpo diretamente. Eles podem prejudicar um corpo ao nível molecular. Podem causar estragos devastadores a vários órgãos sem alterar o aspecto das estruturas celulares, quando vistas por nossos microscópios (...) os médicos só podem saber o que está errado com o paciente e que medidas deverão ser tomadas, apenas pela Revelação do Senhor (...)" Rebecca Brown - MD Durante a minha busca para entender o problema que me oprimia físicamente, ou seja, a compulsão à dependência química - drogas, álcool, e similares químicos; entendi pela óptica da medicina, através de conceituados médicos, que, o problema da compulsão alcoólica, como exemplo mais explícito, acontece simplesmente porque há uma fusão molecular no organismo da vítima em questão. Observe: quando alguém ingere algum tipo de bebida, ou produto químico, estará absorvendo moléculas de Acetaldeído - princípio ativo do álcool, e este, ao se encontrar com a Dopamina encontrada em todos os humanos, produzirá uma fusão que acarretará no nascimento da Dopalina estrutura molecular que produz a compulsão. E isso não acontece com todos aqueles que bebem, quero abrir aqui uma ressalva: se o tal bebedor social, permanecer na sua "prática", mais cedo ou mais tarde, desenvolverá a Dopalina. Via de Regra acontece com os congênitos, ou melhor, hereditários diretos ou indiretos. Amados, na minha visão e experiência, o que acabei de relatar se encaixa perfeitamente na explicação dada pela Dra. Brown, de modo que a aceito totalmente. Este caso: Compulsão, é apenas uma gota no oceano, no que se refere ao assunto de doenças projetadas por demônios.
  • 182. Repare, quando somos atingidos por alguma doença que não tenha como causa uma quebra das leis naturais, pelo contrário, não se tem causa óbvia; com toda a certeza se tratará de ataques satânicos. Watchman Nee, assim compartilha: "A menos que um cristão esteja plenamente convencido de que seu trabalho terminou e que é a Vontade de Deus, levá-lo, ele deverá lutar com todas as suas forças contra a morte. Se os sintomas da morte aparecem em seu corpo antes que sua missão haja terminado, ele, positivamente deverá resisti-los. Admitir, baseados em nossas condição física ou emocional, que o nosso tempo terminou, é um erro de nossa parte. Nós ao contrário, devemos ter convicção clara da parte de Deus no que diz respeito à nossa partida. Se vivemos para Ele, então devemos morrer para Ele. (...) Numerosos são os santos que confundem hoje, passividade com Fé. Alegam que entregaram tudo a Deus. Pensam que se não for a hora da morte, Deus os salvará. Porém, se essa hora chegou, que a vontade de Deus se cumpra. (...) em conformidade com o querer dEle. A não ser que saibamos ser Sua Vontade, não devemos permitir que a morte nos oprima. Ao invés disso, devemos resisti-la. Eis o porque de tal atitude. A Bíblia fala dela como sendo nossa inimiga - I Coríntios 15.26" Capítulo Onze Dividir a Alma do Espírito Penso ser de grande importância, escrever sobre o porque da necessidade da divisão da alma e do espírito. Algo que aconteceu comigo, no Capítulo 2. Baseio esta explicação, na experiência pessoal, na Bíblia e nas explicações dadas pela líder da equipe de libertação. Tais explicações foram por mim provadas, e finalmente aceitas, a saber: Hebreus 4.12 12. Pois a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto DE DIVIDIR A ALMA E ESPÍRITO, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. De acordo com o texto bíblico acima, uma divisão ou separação da alma e do espírito pode ser realizada em nós. Agora, porque tal divisão é necessária? I Tessalonicenses 5.23 23. O mesmo Deus da paz vos santifique completamente. E todo o vosso ESPÍRITO, ALMA E CORPO, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Pois bem, esse texto nos mostra que somos um espírito - através do qual podemos ter comunhão com Deus, esse espírito possui uma forma semelhante ao nosso corpo físico; possuimos uma alma - onde nos apercebemos da dimensão dos sentidos, da mente, do intelecto, do desejo; e habitamos num corpo onde nos comunicamos com o plano físico, temos comunhão com a dimensão física. Paulo afirma que o espírito, a alma e o corpo, devem se manter santos, íntegros e irrepreensíveis para a volta de Jesus. Fala-nos de santidade. Gênesis 2.7 7. Formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida, e o homem tornou-se alma vivente. Adão possuia uma alma (sua vontade, seu livre arbítrio), que controlava sua realidade física e espiritual. Porém, com a queda veio a morte espiritual.
  • 183. Alguns pensam que após a queda o espírito do homem morreu literalmente, ou seja, deixou de existir; mas não concordo com essa afirmação, acredito sim que, o espírito de Adão, Eva e seus descendentes, perderam apenas a qualidade espiritual de se comunicar com o Deus Eterno, de ter comunhão, de ouvir esse maravilhoso Pai, e isso realmente pode ser qualificado como morte. Mas repare, o espírito não deixou de existir, ele ainda estava lá, só que deteriorado, estragado. Quando recebemos a Jesus Cristo como Senhor e Salvador através do Novo Nascimento, o nosso espírito renasce, ou seja, é restaurado a situação anterior da queda de Adão. E através desse nosso espírito humano restaurado e com a ajuda do Espírito Santo de Deus, entramos numa situação de comunhão com Deus, veja: João 4.23-24 23. Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão ao Pai em ESPÍRITO e em verdade, pois o Pai procura a tais que assim o adorem. 24. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. Amado leitor, é através do Espírito Santo de Deus que somos capazes de nos comunicar com Deus e adorá-lo; o escritor de Hebreus 4.12 nos mostra que não é a vontade de Deus que recuperemos conscientemente o controle de nossos espiritos. É por isso que a Espada do Espírito (sempre que você ver a palavra Espírito com "E" maiúsculo, trata-se do próprio Deus) separa o espírito da alma. Após essa divisão, a alma - a vontade, o intelecto, a mente não poderá mais exercer controle sobre o espírito. É por isso que Paulo nos diz, sobre manter o nosso espírito, alma e corpo sob o total controle do Senhor Jesus, em I Tessalonicenses 5.23 Mercado Negro de Almas O Pastor Carlos Gomes no seu livro: O Ocultismo e a Bíblia, diz: "Assim como Jersusalém era nos dias da Bíblia, o centro espiritual e mundial para a Igreja de Deus, e Roma o centro político-militar mundial; a Babilônia era o centro mundial da idolatria e do ocultismo." Apocalipse trata de um assunto que se enquadra neste capítulo - Negociação de Almas. João estava escrevendo sobre a queda da Babilônia, e dizia nos versículos 11 a 14 do capítulo 18, a respeito da não mais existência de mercadoria negociável entre a Babilônia (Sistema Satânico) e os mercadores, veja: Apocalipse 18.13 13. e canela, especiarias, perfume, mirra e incenso; e vinho, azeite, flor de farinha e trigo; e gado, ovelhas, cavalos e carros; e escravos, E ATÉ ALMAS DE HOMENS. Através da minha experiência passada, e também de depoimentos de Ministros mais experientes, chego a conclusão de que há um poder fenomenal no espírito humano, ainda mais quando está sujeito à alma, ou, sob o controle dela. Eu experimentei isso!!! Desde a queda de Adão, Satanás trabalha para controlar os espíritos humanos, a fim de concluir o seu propósito. Ele não se interessa muito pelos corpos físicos, pois estes são fácilmente deterioráveis e fracos, no entanto, o mesmo não se pode dizer dos espíritos quando estes estão sob o controle consciente de suas almas. Um dos objetivos de Satanás é ensinar e treinar as pessoas a recuperar o controle consciente de seus espíritos. Muitos caem nesse engodo, e passam a ter uma percepção extremamente aguçada do mundo espiritual, tal e qual, a têm do mundo físico.
  • 184. Basta lembrar de como eu era, de como eu agia, conversava normalmente com demônios, era um "sensitivo", tinha plena consciência da Quarta Dimensão. E isso acontece hoje, com milhares de pessoas. E vou mais longe, com muitos crentes. Infelizmente, as pessoas reputam tais acontecimentos como poder sobrenatural, e nas igrejas evangélicas (a minoria, falo pela fé), dizem - sem discernimento algum - que se trata dos dons em operação. Veja, eu passei quase que sete anos nas igrejas, operando em alguns "dons", tendo o respaldo da liderança, quando eles eram habilidades satânicas em evidência, pois afinal, eu os "ligava" e "desligava" quando bem quisesse. Saiba que não é a vontade de Deus que Seus filhos aqui na Terra controlem os seus espíritos dessa maneira. Agindo assim, ficamos independentes do Senhorio de Cristo, e também estaríamos constantemente cônscios da Quarta Dimensão. Tudo isso começou quando o primeiro casal, desobedeceu a Deus, e comeu do fruto da Árvore do Conhecimento do bem e do mal, que no original, significa: Conhecimento Experimental, ou ainda Abertura a Quarta Dimensão. O resultado instantâneo foi a morte espiritual. E para o nosso bem comum, Deus reduziu a nossa capacidade mental para no máximo 10%; se não fosse assim, estaríamos assassinando pessoas com o poder da mente. Todos os iniciados no satanismo, são treinados para adquirirem controle consciente dos seus espíritos, através das artes marciais, do tai-chi, da ioga, da meditação transcedental e por aí afora; no entanto uma das armadilhas mais evidentes hoje, é o RPG (Role Paying Game) e os softwares criados por Timothy Leary, que opera através da imaginação, resultando na fusão da alma e do espírito. Onde a pessoa se abre, literalmente à Quarta Dimensão. Em contrapartida, Deus inúmeras vezes usou (Ele usou, e não nenhum homem) a Quarta Dimensão para abençoar Seus servos, veja o caso de Abraão e Sara - Gênesis 15 e 17, o caso de Jacó - Gênesis 30. A grande diferença está no propósito, na atitude, no porque, na maneira como isso é feito; no caso divino, Deus é quem escolhe, em suma, é Ele quem está no controle. No caso satânico, quem está no "controle" é o próprio Eu, o "Self" e esse auto-controle é em "parte", porque, após algum tempo irá se verificar que está completamente escravo de Satanás. E também é um método de fé, só que, fé satânica. Amados, a Quarta Dimensão foi difundida através da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal, do Conhecimento Experimental, que foi rigorosamente proibida. Ela continua sendo proibida, Deus não mudou de idéia: Tiago 1.17 17. Toda a boa dádiva e todo Dom perfeito é lá do alto, descendo do Pai das luzes, EM QUEM NÃO HÁ MUDANÇA NEM SOMBRA DE VARIAÇÃO. Hebreus 13.8.9 8. JESUS CRISTO É O MESMO ONTEM, HOJE, E ETERNAMENTE. 9. NÃO VOS DEIXEIS ENVOLVER POR DOUTRINAS VÁRIAS E ESTRANHAS. Bom é que o coração se fortifique com a graça, e não com alimentos que não trouxeram proveito nenhum aos que com eles se preocuparam. Preste atenção, muitos são os cristãos que sem nenhuma informação tem desobedecido a Deus, e penetrado a Quarta Dimensão, e no caminho para lá chegar estão tendo seus espíritos e almas "colados"/"fundidos" por demônios; onde estão tendo suas vidas com Deus completamente minguadas, sem poder nenhum. Lembre-se, para que eu fosse efetivamente liberto, Deus convidou-me a renunciar os meus "passeios pela Quarta Dimensão". Assim é que é. Provérbios 14.12 12. Há um caminho que ao homem (inclue os crentes) parece direito (parece ser de Deus),
  • 185. mas o fim dele conduz à morte (você não vai esperar para conferir isso no Dia do Senhor, não é? Poderá ser tarde demais). Isaías 5.13 13. PORTANTO O MEU POVO (disse Deus) SERÁ LEVADO CATIVO (preso, oprimido, detonado), POR FALTA DE ENTENDIMENTO; os seus nobres terão fome (estarão cegos para a Palavra da Verdade), e a sua multidão se secará de sede (não terão mais o refrigério que a unção resultante da revelação que a Palavra da Verdade trás). Para isso, existe uma classe de demônios que agem especificamente nessa área, ou seja, promovem a fusão da alma e do espírito; e somente a Espada do Espírito é capaz de separá-la. Como já abordamos anteriormente, o homem tem um poder latente dentro de si, chamado vontade ou livre arbítrio, e isto é a principal característica da alma. Os demônios sugestionarão ao máximo a pessoa em questão, para canalizar a sua vontade própria para os intentos demoníacos. E quando isso ocorre, quando a pessoa cede, esse tremendo poder da alma, se funde com o nosso espírito, daí então, a pessoa passa a Ter aquilo que possibilita os demônios de efetivarem seus intentos contra a própria pessoa, ou ainda contra outras. Na parapsicologia o elemento resultante da fusão alma/espírito é chamado de ectoplasma. No espiritismo é chamado de fluido vital, ou fluido magnético, ou ainda, fluido universal. Já no campo científico eles chamam, de "elétrons livres". Esta fusão é o veículo que possibilita os demônios de se expressarem nesse mundo. A Dra. Rebecca Brown, através da sua experiência pessoal, relata: "Descobrimos que, podemos poupar tempo e esforço no que diz respeito à libertação de quem se envolveu no ocultismo. Devemos dizer à pessoa que o primeiro demônio a ser expelido deve ser o power demon (o demônio que produz essa fusão, digo eu). Se ela não deseja realmente a libertação ou está tentando nos enganar, ela recuará rapidamente ao constatar que perderá por completo a habilidade de usar o corpo espiritual. Esta é uma porta frequentemente deixada aberta, e o resultado é o sofrimento causado por Satanás e seus demônios ao importunar, constantemente a pessoa. Se a mesma quiser alívio, deverá pedir ao Senhor para remover toda e qualquer habilidade para perceber o mundo espiritual, e também que Ele divida a alma do espírito, como está escrito em Hebreus 4.12 Depois ela só pode perceber o mundo espiritual quando o Senhor escolher dar-lhe essa percepção." Nós, os crentes devemos pedir ao Senhor que controle totalmente os nossos espíritos. Inúmeros cristãos caem na armadilha de aprender a controlá-los. Dizem: "—Meditei, até ter uma visão!" Todos aqueles que se valem dessa fusão, para manifestar habilidades espirituais, são considerados, nos círculos espiritualistas, ocultistas e satânicos, como médiuns, ou seja, intermediários, sacerdotes, feiticeiros e paranormais. E para complementar este assunto, gostaria de expor na próxima página, um quadro sinóptico, por assim dizer, dos principais gêneros de mediunidade, segundo eles mesmos. Gêneros De Mediunidade Como o amado leitor já sabe, todas essas capacidades, são realizadas pelos próprios demônios que se apossam do corpo espiritual do médium em questão. 1. Os de Efeitos Físicos - os que têm o poder de provocar os efeitos materiais, ou manifestações ostensivas. 2. Os de Efeitos Intelectuais - são mais especialmente aptos a receber e transmitir as comunicações inteligentes. Dentre estes, existem os:
  • 186. Os Sensitivos - pessoas susceptíveis de sentir a presença dos demônios por uma sensação geral ou local, vaga ou material. Os Inconscientes - os que produzem fenômenos espontaneamente, sem querer, e na maioria das vezes à sua revelia. Os Voluntários - os que tem o poder de provocar os fenômenos por um ato da própria vontade. 1. Variedades especiais para Efeitos Físicos: Os Tiptólogos - que produzem ruídos e pancadas. Variedade muito comum, com ou sem a participação da vontade. Os Motores - os que produzem movimentos dos corpos inertes. Os de Translações e Suspensões - os que produzem à translação de objetos através do espaço ou a sua suspensão, sem qualquer ponto de apoio. Há também os que podem elevar-se a si próprios. Os de Efeitos Musicais - os que provocam à execução de músicas em certos instrumentos, sem contato. Os de Transporte - os que podem servir aos demônios para o transporte de objetos materiais. Uma variedade dos médiuns motores e de translação. Os de Aparições - os que podem provocar as aparições fluídicas ou tangíveis, visíveis para os assistentes. Os Noturnos - os que só obtêm certos efeitos físicos na obscuridade. Os Pneumatógrafos - os que obtêm a escrita direta. Fenômeno muito raro, sobretudo muito fácil de imitar pela charlatanice. Os Curadores - os que têm o poder de curar ou aliviar os males pela magnetização das mãos. Os Excitadores - os que têm a faculdade de desenvolver nos outros, por sua influência, a faculdade de escrever 2. Variedades Especiais para os Efeitos Intelectuais: Os Audientes - os que ouvem os demônios. Os Falantes - os que falam sob influência dos demônios. Os Videntes - os que vêem os demônios em estado de vigília. Os Inspirados - os que recebem os pensamentos sugeridos pelos demônios, seja para as atitudes ordinárias da vida ou para os grandes trabalhos intelectuais. Os de Pressentimentos - os que, em certas circunstâncias, têm uma vaga intuição de ocorrências vulgares do futuro. Os Proféticos - recebem os pressentimentos com maior precisão que o anterior, transmitem o que recebem aos outros para fins "instrutivos". Os Sonâmbulos - os que em transe sonambúlico são assistidos por demônios. Os Extáticos - os que em estado de êxtase, recebem revelações dos demônios. Os Pintores - os que pintam ou desenham sob influência dos demônios Os Musicais - os que executam, compões ou escrevem músicas sob influência dos demônios. 3. Variedade dos Psicógrafos: Os Psicógrafos - os que têm a faculdade de escrever por si mesmos, sob a influência de demônios. Os Escreventes Mecânicos - os que escrevem recebendo impulso involuntário na mão, sem Ter nenhuma consciência do que escrevem. Os Semimecânicos - os que escrevem recebendo um impulso involuntário na mão, têm consciência imediata das palavras e frases que vai escrevendo. Os Intuitivos - os que recebem as comunicações dos demônios mentalmente, mas escrevem por vontade própria. Diferente dos Inspirados porque estes não tem necessidade de escrever, enquanto o Intuitivo registra o pensamento que lhe é sugerido rapidamente sobre determinado assunto que lhe foi proposto. Os Poligrafos - os que mudam de caligrafia segundo o demônio que se comunica. Os Poliglotas - os que têm a faculdade de escrever ou falar em línguas que não conhecem. Os Analfabetos - os que só escrevem como médiuns, não sabendo ler nem escrever no seu estado habitual.
  • 187. Feitiçaria Evangélica ?!? Tiago 4.7 7. Sujeitai-vos pois a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós. Brincar com qualquer forma de oculto é, definitivamente, não resistir ao diabo, mas dar-lhe assistência. O Dr. Hal Lindsey, é enfático ao declarar: "A qualquer tempo que você se submete passivamente, sem reservas à Quarta Dimensão, ao domínio espiritual, desliga a sua mente e cessa de discernir, você está abrindo a sua mente para enganos dos demônios. A ordem é para que nos submetamos a Deus, Contudo, visto como há mais de um espírito que tentará contato conosco no âmbito espiritual, somos advertidos a 'Provar os espíritos', I Jo 4.1" Muitos de nós, os cristãos, já tivemos experiências espirituais - visões, revelações, arrebatamento de sentidos - porém, tais experiências são sempre experimentadas sob o controle de Jesus, e nunca são do controle, ou iniciativas da própria pessoa. NUNCA! Não há base bíblica para tal atitude. Se um crente, seja ele quem for, tiver a capacidade de escolher, como e quando ligar ou desligar um dom espiritual; lamento dizer, mas pela minha própria experiência, tais dons não são de Deus, são de Satanás. Não podem ser, pois tal atitude mostra claramente que quem está no controle é você, e não Deus. Essas habilidades são largamente usadas para manipular outros crentes, para colocá-los em um jugo demasiadamente pesados. Muitas vidas foram despedaçadas, muitos negócios e casamentos arruinados, por "profecias", ou melhor, "profetadas" que nada tinham de Deus. Amado leitor, saiba que há muita "Feitiçaria Cristã" em nosso meio. Isso por não entenderem a realidade da que estou expondo neste capítulo. E penso que o dom mais usado e confundido nessa área, é o da profecia. Não há nenhuma autorização para obter conhecimento secreto de coisas passadas, presentes ou futuras, exceto pela Soberana Vontade e Inspiração de Deus. Deuteronômio 29.29 29. AS COISAS ENCOBERTAS pertencem ao Senhor nosso Deus, PORÉM AS REVELADAS PERTENCEM A NÓS e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei. Por diversas vezes, no início da minha carreira cristã, fui impelido a procurar "vias marginais" mascaradas de cristianismo, através das "profetas". Ia as igrejas onde sabia de antemão que elas estavam lá, ou me dirigia às suas casas, dizendo: "— Oh, aleluia, irmã! Viemos aqui hoje para orarmos juntos, oh glória!" Mentira! O que eu queria era uma consulta rápida, e de preferência que ela previsse, coisas que pudessem inflar o meu ego! A única diferença entre elas e as ciganas e feiticeiras, era a máscara de cristianismo. Puxa, elas eram pessoas sinceras, mas estavam sinceramente erradas; contra a Vontade de Deus, contra a Bíblia. I Coríntios 14.1 1. Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar. Primeiro que tudo, Paulo diz sobre procurar com zelo, muitos cristãos pensam que para agir desta maneira, devem esvaziar suas mentes, tornarem-se passíveis, para que o Espírito Santo possa atuar, e dessa forma fazê-las operar em algum dom.
  • 188. No entanto a Bíblia claramente ensina que devemos cooperar ativamente com o Espírito Santo, basta ver o que Romanos 12.1 diz, sobre a necessidade de apresentarmos os nosso corpos como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o nosso culto racional. Puxa, irmãos, a Bíblia é muito clara, ninguém pode conseguir apresentar um culto racional, tendo as mentes vazias, ou passíveis. Em segundo lugar, nós não escolhemos os dons, quem os reparte é o próprio Espírito Santo de Deus, e sempre para um propósito específico. Quando e Como Ele quiser. I Coríntios 12.7,11 7. A manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil. 11. Mas um só e o mesmo Espírito opera todas essas coisas, distribuindo particularmente a cada um COMO QUER. Agora repare, o dom da Profecia é exclusivamente para edificar, exortar e consolar, conforme I Coríntios 14.3; e Paulo enfatiza que todos nós podemos e até devemos profetizar, I Coríntios 14.5,31,39. Veja que o dom da profecia é diferente da Unção Ministerial do Profeta, segundo Efésios 4.11, onde é o próprio Senhor Jesus quem os chama para exercerem o chamado. No ministério de Profeta, os três dons de revelação devem estar atuando (quando e como o Espírito quiser), ou seja, a Palavra de Conhecimento - acerca do passado e presente, inclui pessoas, objetos, situações; a Palavra de Sabedoria - acerca do futuro, onde Deus permite ao profeta vislumbrar fragmentos daquilo que está por vir, e o Discernimento de espíritos - acerca de espíritos humanos, anjos e demônios. Além é claro do dom da profecia. Reparou, a grande diferença; segundo a Bíblia todos podem profetizar, mas nem todos são e serão chamados, para exercerem o ministério de Profeta. Você deve estar dizendo: "—Puxa vida, não posso confiar em ninguém! Afinal, a Bíblia não diz, para não desprezarmos as profecias, segundo I Tessalonicense 5.20" Não é isso que estou dizendo; há muitos homens e mulheres com o ministério profético sobre a terra hoje, pessoas comprometidas incondicionalmente com o Rei Jesus. Não me interprete mal, muitas pessoas de Deus entregaram-me palavras proféticas poderosas, que se cumpriram, basta lembrar daquela irmã de São José dos Campos. De maneira nenhuma ousarei desprezar profecias. Mas uma coisa eu faço, veja a seguir: A Bíblia nos aconselha a julgar toda e qualquer profecia. I Coríntios 14.29 29. E falem dois ou três profetas, e os outros julguem (a profecia - não vá saindo julgando as pessoas a revelia). I Tessalonicenses 5.21 21. Examinai tudo. Retende o que é bom. I João 4.1 1. AMADOS, NÃO CREIAIS EM TODO ESPÍRITO, MAS PROVAI SE OS ESPÍRITOS VÊM DE DEUS (lembre-se que nós somos um espírito também, além de anjos e demônios), PORQUE JÁ MUITOS FALSOS PROFETAS TÊM SURGIDO NO MUNDO. E como julgar a palavra de um profeta? Bem, via de regra devemos examinar a palavra proferida à luz da Palavra de Deus, se constar no mínimo três textos bíblicos - texto e contexto - que dêem respaldo à palavra proferida ela será digna de aceitação. Isaías 8.19-20 19. Quando vos disserem: CONSULTAI OS MÉDIUNS E OS FEITICEIROS, que
  • 189. chilereiam e murmuram entre dentes, respondei: ACASO NÃO CONSULTARÁ UM POVO A SEU DEUS? Acaso a favor dos vivos se consultarão os mortos? 20. À LEI E AO TESTEMUNHO! SE ELES NÃO FALAREM SEGUNDO ESTA PALAVRA, NUNCA VERÃO A ALVA. Em segundo lugar, a palavra tem que se cumprir. Deuteronômio 18.21-22 21. Se disseres no teu coração: COMO CONHECEREMOS A PALAVRA QUE NÃO PROCEDE DO SENHOR? 22. QUANDO O TAL PROFETA FALAR EM NOME DO SENHOR, E O QUE DISSE NÃO ACONTECER NEM SE REALIZAR, ESSA PALAVRA NÃO PROCEDE DO SENHOR. COM SOBERBA A FALOU O TAL PROFETA. NÃO TENHAS TEMOR DELE. Terceiro, a Palavra tem que ser aprovada no conceito já imposto por Paulo, ela terá que EDIFICAR, EXORTAR E CONSOLAR. Agora, o método mais eficaz, todos os cristãos que foram batizados no Espírito Santo, passam a ser templos desse mesmo Espírito. O Espírito Santo que em nós habita, fala constantemente conosco, e irá compartilhar conosco acerca dos enganos e sofismas pronunciados por falsos mestres, pastores e profetas. O Espírito Santo habita na região do nosso ventre; por vezes, quando estamos prestes a entrar numa "roubada", numa armadilha, sentimos um mal estar nessa região, é um "amarrotar"; isso é o Espírito a nos barrar, a nos dizer: "—Não, não vá por aí! Não, não assine! Não ouça esse homem!" Agora, quando estamos prestes a fazer um grande negócio, quando estamos no limiar de possuir uma grande benção, haveremos de sentir um grande gozo, um grande bem estar, uma paz quase que inconseqüente; isso é o Espírito a dizer: "— Muito bem, assine! É a minha vontade! Ouça o que este homem tem a dizer! Não despreze esta profecia!" Mas não seja tolo, muitas vezes nos empanturramos de comida e sentimos um mal estar tremendo. O Espírito Santo nos fala no nosso interior, no coração. Essas coisas a princípio são muito sutis, mas, a medida em que você meditar na Palavra de Deus, orar em línguas, obedecer sem perguntar aos comandos do Espírito Santo, tais respostas, conversas, estratégias, revelações, serão cada vez mais constantes e fortes. Veja as palavras de Jesus Cristo: João 14.26 26. Mas o Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, VOS ENSINARÁ TODAS AS COISAS e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito. João 16.13 13. Mas, quando vier o Espírito da Verdade, ELE VOS GUIARÁ EM TODA A VERDADE. Não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, E VOS ANUNCIARÁ O QUE HÁ DE VIR. I João 2.20 20. MAS VÓS TENDES A UNÇÃO QUE VEM DO SANTO, E SABEIS TUDO. I João 2.26-27 26. Estas coisas vos escrevo acerca dos que vos QUEREM ENGANAR. 27. E A UNÇÃO, QUE VÓS RECEBESTES DELE, FICA EM VÓS, E NÃO TENDES NECESSIDADE DE QUE ALGUÉM VOS ENSINE. MAS COMO A SUA UNÇÃO VOS
  • 190. ENSINA TODAS AS COISAS, E É VERDADEIRA, E NÃO É MENTIRA, COMO ELA VOS ENSINOU, ASSIM NELE PERMANECEI. E para encerrar esse assunto da profecia, leia com atenção: I Pedro 1.20-21 20. Acima de tudo, lembrai-vos de que NENHUMA PROFECIA DA ESCRITURA (da Bíblia - Pedro não podia dizer o mesmo, das muitas profecias de hoje) é de PARTICULAR INTERPRETAÇÃO. 21. Pois A PROFECIA NUNCA FOI PRODUZIDA POR VONTADE DOS HOMENS, mas os homens santos da parte de Deus FALARAM MOVIDOS PELO ESPÍRITO SANTO. Glória a Deus, amado leitor, a Bíblia é o nosso manual. Não há hipótese de ligarmos os dons espirituais ao nosso bel-prazer, e continuarmos no Centro da Vontade de Deus, pelo que, estaremos num terreno perigoso, satânico e em pecado. Nós devemos sim, esperar em paz, sossegadamente que a doce voz do Espírito Santo seja ouvida em nosso espírito, e só depois, agirmos em concordância com as direções dadas pelo Espírito de Deus. Um desses comandos, uma ordem dada pelo Espírito Santo concernente a nossa alma é: Romanos 12.2 2. ... mas transformai-vos pela RENOVAÇÃO DA VOSSA MENTE (alma, digo eu), para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. E essa renovação é conseguida pela nossa exposição RACIONAL, conforme o versículo anterior, à Palavra de Deus. Agora vejamos uma situação que somente agora está sendo realmente tratada nas nossas igrejas, a questão do ódio. Repare: I João 3.15 15. Todo o que odeia a seu irmão é homicida (assassino). E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanente em si. Observe: Satanás sempre que puder, usará o corpo espiritual de alguém sem o conhecimento consciente da mesma. Diante desse versículo, como pode alguém cometer um assassinato através de um sentimento, uma emoção como o ódio?!? O ódio é um pecado consciente que dá ao diabo a base legal em nossa vida, quando permitimos que esse pecado habite em nosso coração. Se você mantém sentimentos de ódio por alguém, Satanás virá e usará, a força vital do seu espírito convertido em ódio para provocar os frutos dos tais desejos na pessoa em questão, ou seja, na vítima do seu ódio. Via de regra a pessoa que você odeia, nem imagina que Satanás está usando o poder vital do seu ódio, fluindo no seu espírito, como o transporte para destroçar sua própria vida, seja através de acidentes, amarrações, doenças, e por aí afora. Penso ser por isso, que Jesus sempre falava da importância em perdoar, sempre perdoar. Amados temos que ser extremamente cuidadosos nessa área, pois, inconscientes ou não, podemos estar sendo colunas para os propósitos de Satanás. Perdoe sempre, não importa o que te fizeram. Saiba que o perdão nada tem haver com sentimentos; o perdão é uma atitude consciente. Faça hoje mesmo, pare de fazer mal a essas pessoas, pare de cooperar com Satanás. Perdoe, libere tais pessoas do seu coração. E com certeza você experimentará um novo fluir de Deus em sua vida. Você verá respostas a antigas orações. Faça uma oração parecida com esta:
  • 191. "Pai Celestial, em Nome de Jesus quero te obedecer, e libertar as pessoas do meu coração, confesso que tenho odiado ———————— (tais pessoas), tenho mantido ressentimentos, não paro de pensar nelas, no mal que me fizeram, na injustiça que praticaram para mim. Oh, Deus, através do Teu Espírito eu quero perdoar essas pessoas. Mas em primeiro lugar, quero te pedir perdão, por ter mantido essas pessoas cativas, confesso que tenho andado fora da Tua Vontade, segundo I João 1.8. A partir de agora, liberto essas pessoas ————— (fale o nome delas), e lacro a brecha que dei ao diabo, com o Sangue do Senhor Jesus Cristo, de uma vez por todas. Tudo isso faço em o Nome de Jesus Cristo, amém!" Não será necessário sentir nada após essa simples oração, nenhum emocionalismo é exigido para se perdoar alguém, mas repare tem que haver um desejo sincero de perdoar. A decisão é tua. Concluindo: deixe de tentar ser o comandante da sua própria vida, eu e você sabemos pelo nosso passado e pela Bíblia, que não temos nenhuma vocação, ou capacidade de levarmos a nossa salvação até o fim, de recebermos os galardões. Por nós mesmos. Permita que o Deus da Glória, através do Santo Espírito, assuma o total controle; eu sei que esse é um passo difícil, mas não é impossível. Capítulo Doze Portas, Brechas e Bases Legais Você já deve ter se apercebido ao longo da leitura dos capítulos anteriores, diversas portas, brechas e bases legais por mim experimentadas. Procurarei aqui, abordar todas elas. Pelo menos, aquelas que conheço, visto que esse é um livro de experiências e não um Livro Teórico. Primeiro que tudo, temos as obras da carne, que são, como a própria palavra indica: da Carne. Mas que, quando nos habituamos na prática dessas obras, elas se constituirão em portas, brechas e bases legais. Um perfeito "PlayCenter" demoníaco. Gálatas 5.19-21 (J. B. Phillips) 19. São óbvias as principais manifestações daqueles baixos instintos da natureza. A lista inclui a IMORALIDADE SEXUAL, a FALTA DE PUREZA NAS INTENÇÕES, a SENSUALIDADE, 20. O CULTO DOS FALSOS DEUSES, a FEITIÇARIA, o ÓDIO, as RIXAS, a INVEJA, a IRA, a RIVALIDADE, as DESAVENÇAS, o PARTIDARISMO, 21. os CIÚMES, a EMBRIAGUEZ, as ORGIAS e tantos OUTROS VÍCIOS COMO ESTES (...) não herdarão o reino de Deus, os que cometem tais coisas. Sempre que deliberadamente, deixamos de depender do Espírito para resistir à pressão de alguns desses baixos instintos, e então conscientemente, planejamos dar vazão a eles, expomo-nos ao ataque satânico e inclusive ao controle. Veja bem, cristãos verdadeiros, podem ter problemas com algum baixo instinto ainda, mas se o tal voltar-se imediatamente, e fazer cessar essa prática, confessando-a a Deus de acordo com I João 1.8-9. O problema é por assim dizer, resolvido. Observe, isso já foi resolvido por Jesus na Cruz, no entanto, nem todos experimentam ou vivem essa realidade; quando você age imediatamente, ou seja, quando você admite diante de Deus que errou, você não tem em foco, pedir perdão, pois o perdão já foi dado de uma vez por todas, você simplesmente reconhece um perdão que já é um fato. E sentindo-se perdoado ou não, a brecha é lacrada com o Sangue de Jesus Cristo. A Palavra de Deus deixa bem claro, que qualquer envolvimento com o sistema satânico, não importa o tempo e nem a intensidade, se torna uma porta, deixando a pessoa exposta à influência, poder ou infestação demoníaca.
  • 192. Desde o simples consultar o horóscopo ao sacrifício de um bebê no satanismo. Nenhum envolvimento deixa de ser prejudicial. Deuteronômio 18.10-12 10. Não haja no teu meio quem faça passar pelo fogo o filho ou a filha, nem advinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, 11. Nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos. 12. O SENHOR ABOMINA TODO AQUELE QUE FAZ ESSAS COISAS. É por causa dessas abominações que o Senhor teu Deus expulsa essas nações de diante de ti. Vejamos agora algumas das muitas portas: Pela Invocação - É a repetição do nome de um demônio e o convite vocal ao demônio para entrar no corpo humano. Usam palavras geralmente desconhecidas em sua língua, expondo-se aos demônios. Por exemplo: NamMyoho-rengue-kyo; abracadabra; shemhamforash e maldições no idioma aramaico. Pela Meditação - Para nós os crentes, meditação é o processo de encher a mente com a Palavra de Deus, a Bíblia. E isso feito de maneira racional, dinâmica e sóbria. Em contrapartida, a meditação via de regra, é vista como um processo para se chegar em estado mental Alfa e torná-la passiva, a fim de receber informações da Quarta Dimensão ou para que se consiga contato com os demônios. Pela Hereditariedade - Os demônios vivem a procura de corpos para se expressasr através dele. Quando o ser humano morre, eles procuram outro corpo; desta forma os parentes, por possuírem afinidades com o morto, são os primeiros da lista a serem escolhidos. Pelo Contato Direto ou Indireto - Quando alguém visita um lugar contaminado por demônios, corre o risco de sair contaminado também. A menos que vá ao tal lugar preparado e com o propósito único de implantar o Reino de Deus. Observe este exemplo leitor, não me recordo de quem foi que eu ouvi isso, mas se encaixa perfeitamente, no assunto: "Dizia a tal pessoa, que um jovem foi procurá-lo, pedindo ajuda, pois estava muito mal: não conseguia mais ler a Bíblia, não dormia direito, estava vendo vultos, tinha alucinações, e outros sintomas de influência satânica. Ora, o irmão (ou a irmã - não me recordo) começou a fazer algumas perguntas. Até que o jovem compartilhou que era um estudante universitário de Teologia, e que estavam estudando sobre religiões, seitas e heresias. Então, o professor daquela matéria, disse que toda a classe teria uma aula prática. Muito bem, todos se dirigiram para um terreiro de Candomblé, e ali assistiram de maneira passiva todos os rituais, danças e sacrifícios que se realizavam. Os jovens estudantes, estupefatos e assustados, faziam anotações. Até que a tal reunião finalizou. O tal professor teólogo, agradeceu o "pai de chiqueiro" por ter permitido a presença dos jovens pesquisadores. O ministro de Deus, então, explicou que fôra aquele contato com os demônios que tivera sido o causador ou originador de todos aqueles sintomas. Até que o jovem, expressando-se como que tivesse descoberto uma grande novidade disse: 'Puxa, é verdade, foi a partir daquele dia de estudos práticos, que eu comecei a sentir mal'!"
  • 193. O final desta história, é que o jovem foi liberto; mas repare, na seriedade deste exemplo citado. E eu enfatizo, querido leitor, isso não foi um caso isolado. Tome cuidado. Esse mesmo exemplo se enquadra também, às pessoas que visitam sites satânicos, e por conseguinte passam a manter correspondência; saiba que são realizados rituais com todos os e-mails e cartas; seja, pedindo simples informações, ou pedindo para serem iniciados. Por Bruxarias - Todas as pessoas são passíveis de serem atacadas por despachos, trabalhos, vudus, rituais e bruxarias. E todos são efetivos se tal pessoa não têm o revestimento do Espírito Santo. Pelo Contato com Satanistas, Médiuns, Feiticeiros - Existem pessoas tão carregadas, que um simples contato com outras, transmitem as influências satânicas. é comumente chamado como: Mau-olhado, Olho gordo, e por aí afora. Isso também acontece nas transferências de poder, por exemplo: Passes Magnetizadores, Aperto de Mãos, Imposição de Mãos. Tudo isso pode ser o suficiente, para invasão de demônios. Pela Comida e Bebida Sacrificada - Balas e doces de Cosme e Damião, comidas baianas servidas pelas omokurins, "filhas de santo". Esta foi uma das portas que eu abri quando tinha somente 9 anos de idade. O meu irmão nasceu no dia que dizem ser o de Cosme e Damião ( 27 de setembro ), meus tios viviam pegando parte do bolo do aniversário dele, para oferecerem aos dois demônios. Isso acabou glória a Deus, hoje nós comemos o bolo todo, para comemorar "o dia em que a terra foi abençoada, com a presença desse grande jovem de Deus", um "ganhador de almas", aleluia! Pela Rejeição a Jesus Cristo - Todas as pessoas que rejeitam a Jesus Cristo e Sua Palavra, colocam suas vidas à disposição do sistema satânico. Abuso de Drogas e Bebidas - Tanto a droga quanto a bebida, causam entorpecimento dos sentidos, e imediata suspensão do livrearbítrio. Dessa maneira os demônios se apoderam, e fazem com esses fantoches o que bem quiserem. O grande alvo dos demônios é levar o viciado, ao coma, causado pela overdose; e assim fixar "moradia", ou seja, tomar o controle. Repare, quando eu estava vivendo como um cristão debaixo de placebo satânico, os demônios não podiam comigo em estado sóbrio, pois eu exercia o meu direito legal contra eles, no entanto, assim que me anestesiava com alguma química, eu perdia qualquer direito sobre a minha mente. Nesta situação, eu era como um verdadeiro marionete nas mãos dos demônios. Se eu falar em números não serei exato, mas pelo que eu me lembro, tive 2 overdoses causadas por drogas, e 8 comas alcoólicos, sendo um deles, a experiência efetiva com a morte, já citado. Provérbios 23.29-35 (Salmos e Provérbios Vivos) 29. Quem tem o coração cheio de angústias e tristezas? Quem está sempre discutindo e brigando? Quem é o homem de olhos inflamados e com muitas feridas? 30. É aquele que gasta suas horas nos bares (boca de fumo, pontos de venda), provando novas misturas de bebidas (novas drogas). 31. Não se deixe enganar pelo brilho e suave sabor do vinho forte (pela pureza do pó,
  • 194. pela qualidade do fumo). 32. No fim, picará como serpente venenosa, fere como víbora. 33. Você terá alucinações e delírios, chegando a dizer coisas loucas e tontas que, depois de passado o efeito, deixarão você bastante envergonhado! 34. Você vai cambalear como um marinheiro, quando o navio balança em alto mar, procurando agarrar-se a algum mastro. 35. E depois você dirá: "Nem percebi quando me deram uma surra ... vou voltar e beber mais um pouco (dar mais um 'tirinho', tomar mais um 'pico'!)" Sem dúvida, querido leitor, essa é uma porta que deve ser levada em consideração. O abuso sexual infantil - Sempre resulta em infestações demoníacas. Se a criança que foi abusada, não for liberta, no futuro, abusará de outras crianças, ou seja, dos sobrinhos, filhos, e vizinhos. A grande maioria dos pedófilos e homossexuais, foram abusados quando crianças. É um fato. Pelas Relações Sexuais Ilícitas: Adultério, Prostituição, Fornicação e Violência Sexual - Adultério é o sexo fora do casamento - "pular o muro"; Prostituição é pagar para se ter sexo; Fornicação é sexo antes do casamento, e Violência Sexual é o estupro própriamente dito. Em todos esses casos os demônios são passados de uma pessoa para outra, pelo que, no ato sexual, consentido ou não, as pessoas se tornam: uma só carne. I Coríntios 6.16 16. Ou não sabeis que o que se une à meretriz, faz-se um corpo com ela? Pois serão, como se diz, DOIS NUMA SÓ CARNE. Pela Hipnose - Uma pessoa que se sujeite a hipnose, fica sob a vontade daquele que hipnotiza. É possível na hipnose programar o que se quiser na mente da pessoa hipnotizada. É uma propaganda subliminar pessoal. Essa é uma estratégia satânica; existem demônios específicos que entram através desta prática. Pelo BiofeedBack - Nada mais é, que uma yoga pós-moderna, ou meditação satânica. O crescimento desta prática é bastante considerável. É usado principalmente para controlar a dor, a pressão sanguínea e a droga-dependência. Em síntese, o biofeedback é usado para controlar a mente, ou seja, o corpo espiritual; este por sua vez, controla e altera o que acontece no corpo físico, em outras palavras, as funções orgânicas. Deus nunca mandou que fizéssemos isso. Já surgiu a mais nova versão dessa prática: o "NeuroFeedBack!" Pela Adivinhação - Existem muitos métodos de adivinhação, mas todas as formas buscam obter conhecimento secreto do passado, presente e especialmente dos acontecimentos futuros por meios sobrenaturais. Observe, a pessoa que procura esse recurso na maioria das vezes está influenciada por um demônio que já a acompanha. Ao consultar algum médium, ou vidente; o demônio que estava na pessoa passa para o vidente em questão as informações necessárias, para que se ganhe credibilidade, e para que a pessoa que busca informações fique cada vez mais presa.
  • 195. Por assim dizer, há uma negociação demoníaca; a real intenção é matar, roubar e destruir, tanto o vidente quanto aquele que consulta. Abaixo relaciono os termos técnicos para alguns dos muitos métodos de adivinhação: Aeromancia - pelos fenômenos atmosféricos; Amniomancia - através de uma rede; Alectomancia - através de um galo apanhando grãos; Augúrio - através do comportamento dos pássaros; Austromancia - através dos ventos; Axinomancia - através de um machado em equilíbrio; Belomancia - através das flechas; Bibliomancia - através da abertura ao acaso de passagens escritas; Bletonismo - através das correntes de água; Botanomancia - através das ervas; Capnomancia - através da fumaça; Cartomancia - através das cartas; Catoptromancia - através do espelho; Ceromancia - através de cera derretida jogada na água; Clarividência - através de ouvir coisas inaudíveis; Clarividência - através de ver coisas invisíveis; Cledonomancia - através de fatos casuais Coscinomancia - através de uma peneira; Cristolomancia - através de um cristal (bola de); Dactilomancia - através dos dedos; Enomancia - através do aspecto do vinho; Frenolomancia - através da cabeça; Fisionomancia - através da face; Genetialomancia - através das estrelas na hora do nascimento; Hepatocosmancia - através do fígado do animal Hieromancia - através de observar coisas sacrificadas; Horoscopia - através dos planetas; Hidromancia - através da água; Ictiomancia - através dos peixes; Lampadomancia - através das chamas de vela, ou tocha; Leconomancia - através da forma do óleo derramado na água; Litomancia - através das pedras; Moelosomancia - através das verrugas do corpo; Númerologia - através dos números e nomes; Ofiomancia - através do comportamento das serpentes; Oniromancia - através dos sonhos; Onicomancia - através das unhas das mãos; Onomancia - através das letras do nome; Ornitomancia - através do vôo dos pássaros; Pegomancia - através das fontes; Passomancia - através de pedrinhas; Piromancia - através de observar o fogo; Rabdomancia - através de um graveto; Radiestesia - através de uma forquilha; Sideromancia - através dos movimentos dos gravetos sobre ferro em brasa; Sortilégio - através do destino; Trefomancia - através das cinzas do sacrifício; Uromancia - através da urina; Zoomancia - através do comportamento animal. Esta lista não é completa, todavia, são portas abertas para os demônios. Pela Música - Em especial algumas vertentes do Rock'n'Roll, como: Black Metal, Heavy Metal, Punk Rock e por aí afora. Todo esse movimento não aconteceu do nada; antes foi cuidadosamente planejado pelo sistema satânico desde a sua origem. Sem exceção todas as bandas desses segmentos têm como guru: Aleister Crowley e Anton Szandor Lavey. Preste atenção, eu sou jovem, e nem por isso tenho que ouvir todo esse lixo. Saiba que eu fui fã incondicional do Punk Rock, mas quando me converti, passei a prestar atenção nas letras das músicas, e a conclusão que eu cheguei foi que: eu próprio me amaldiçoava, eu próprio invocava demônios e maldições.
  • 196. Da mesma maneira devo ser rude e radical com a música sertaneja e o pagode (Não falo da harmonia musical, e nem do estilo) refiro-me às letras. O leitor já percebeu, que as letras sempre falam de um infeliz que perdeu a mulher para outro, e que por isso é um desgraçadinho, que a vida dele não vale nada; ou, que a mulher fugiu com o padeiro e por isso se tornou um ébrio. A pessoa que continuamente se expõe a informações como essas, começará a ter problemas na autoestima e nos relacionamentos, passando a ter um ciúme e insegurança exacerbados, além de outras coisas. Repare eu tinha como ídolo, o vocalista do "The Doors": Jim Morrison; num dos meus muitos dias de "depressão gótica", ao ouvir uma de suas canções, fui imediatamente hipnotizado, por assim dizer; ele falava o que eu estava passando, ele dizia que não nos restava mais nada, e assim por diante. Resumindo a história, vesti-me com a "farda" gótica: totalmente de preto, e sai para as ruas, declamando loucos pensamentos de Aldous Huxley e cantando as canções de Morrison; o final disso foi ter acordado numa UTI. Eu tinha experimentado minha primeira overdose. Lembre-se de uma coisa, tanto a música, quanto as letras das músicas liberam poder, pois são executadas por seres humanos. E quando cantadas, as informações que estavam registradas num CD, ou vinil, adquirem poder efetivo. O louvor a Deus, produz efeitos: A presença de Deus se manifesta, e quando a presença de Deus se manifesta tudo muda. Curas, Libertações, Milagres acontecem. A música satânicamente inspirada, quando cantada, também produz efeitos: compulsões pelo vício, violência, sexo ilegal, morte, suicído. E o recente caso dos Jovens de Denver, Dylan e Eric, que eram fãs do satanista Marilin Manson. (Veja Capítulo 7) Pelos Games Eletrônicos ou Não - Os RPG (Role Playing Game), são uma grande armadilha. Na essência os RPGs são cursos de satanismo intensivos; infelizmente os participantes só constatam isso quando já é muito tarde. Eis a dinâmica do jogo: via de regra deve existir um líder que planeja o lineamento do jogo, através de vários livros que explicam detalhadamente como é este universo fictício, os perigos, os tesouros que oculta, além de trazer informações sobre a religião e os costumes locais. Primeiro o jogador deve "entrar na pele" de um dos personagens: uma feiticeira celta de corpo escultural, um poderoso druida, um velho mago, um esbelto guerreiro, e assim por diante. A seguir, deve-se para entrar no "clima", visualizar a ação do jogo em suas mentes e dar curso à ação. Por exemplo: a feiticeira celta encontra-se com o druida na gália, o que ela faz? É tipo um você decide. No decorrer da prática, os jovens tornar-se-ão mais avançados no jogo, à medida em que visualizarem melhor a ação e conseguirem antecipar os movimentos dos demônios (isso é literal) e dos outros jogadores. Aquilo que os jovens pensam estar visualizando, na verdade, estão começando a penetrar na Quarta dimensão. Quanto melhor se torna a "visualização" do jogo, mais infiltrados estarão no mundo espiritual. A imaginação é um passo fundamental para penetrar essa outra dimensão. Os livros mais avançados como o: DragonLance - Cronicles; dão detalhes de fórmulas mágicas, encantamentos satânicos e escritos tirados do Liber al Vel Legis, de Crowley, que são usados por todo o satanista que se preze. Todos os que estão no jogo, começam a ter um estranho e fascinante desejo de conhecer mais a cerca do grande "poder" que começa a fluir. A mesma dinâmica serve para os softwares para PCs e Macs, CDs para Nintendo, Nintendo 64, SuperNes, SuperSation e outras plataformas. E também os desenhos animados; quanto satanismo
  • 197. explícito na programação infantil na maioria dos canais de televisão "abertos"; isto sem falar nos canais a cabo. Saiba querido leitor, o sistema satânico sabe que pode influenciar a imaginação das crianças para o mundo espiritual, para, que desta maneira, venham a aprender rapidamente a ver e a se comunicar com os demônios. Pais vigiem seus filhos, vocês podem e devem; sejam sábios, mas também, não parta para ignorância e corte a TV do seu filho, explique antes o porque; se você não têm sabedoria para lidar com isso, peça a Deus que a todos dá liberalmente, e não lança em rosto (Tiago 1.5). Eu não sou pai, mas falo na qualidade de filho. Se eu tivesse sido devidamente disciplinado, não teria feito tantas asneiras. Bem estas foram algumas das principais portas de acesso que os demônios mais comumente procuram, é praticamente impossível citar todas elas, no entanto creio que o leitor já deve ter recebido as informações necessárias. No próximo capítulo estudaremos os principais sintomas, ou sinais de influência e/ou possessão satânica. Capítulo Treze Sinais de Operação Demoníaca Ao fazer uma investigação do meu passado, observei que os mesmos sintomas que eu apresentava, eram citados em muitos outros livros, que abordam essa questão. Não dando-me por satisfeito, pedi ajuda de alguns ministros mais experientes na área de libertação, e ambos foram unânimes ao compartilharem comigo, a existência de uma repetição de alguns sintomas em diferentes pessoas ministradas por eles ao longo dos anos. Não podemos tratar esse assunto de maneira leviana, pois quando começamos a estudar e investigar acerca dos sintomas e sinais de operação demoníaca, temos a TENDÊNCIA DE VER TODO O MUNDO, COMO QUE ENDEMONINHADO. Mas, não é bem por aí. É preciso evitar essa tola tendência, tanto quanto a completa ignorância dos fatos. E para tanto, quero aqui destacar a extrema importância do Espírito Santo de Deus no discernimento de tudo isso. Ele é infalível, nunca erra; portanto, é imprescindível que dependamos cada vez mais do Espírito de Deus, seja para pregar, para testemunhar, ou só para ouvir alguém que precisa desabafar, chorar ou pedir ajuda. O Discernimento de Espíritos (I Coríntios 12.10), é um dom extremamente eficaz no que se refere esse assunto. O Espírito Santo através deste dom nos revela, ou nos ajuda a perceber qual é o problema real de uma pessoa, ou, qual espírito está por trás de alguma manifestação. A seguir, apresento alguns dos principais sintomas e/ou sinais de operação demoníaca: Poderes e Habilidades Sobrenaturais - CLARIVIDÊNCIA (percepção do mundo espiritual: demônios, "anjos", circunstâncias passadas e futuras, etc.), TELEPATIA (transmissão e receptação de pensamentos - ler mentes; comigo acontecia assim: era só olhar para alguém que uma tela se abria, e toda a "ficha" da pessoa era mostrada), CLARIAUDIÊNCIA (ouvir os espíritos de pessoas e de demônios), PROJEÇÃO ASTRAL (sair do corpo -
  • 198. são aquelas pessoas que ao dormirem, deixam o corpo na cama e começam a voar pela casa; isso é só o início, mais tarde com a constante prática, a coisa vai ficando séria e fora de controle.), enfim. A lista é muito grande, mas saiba que todo e qualquer poder mediúnico é um sinal incontestável de operação demoníaca. E por favor, não faça confusão com os dons do Espírito Santo de Deus. Blasfêmia Incontrolada - É uma contínua compulsão para blasfemar o Nome de Jesus, do Espírito Santo e de Deus. Uma reação espontânea de ódio declarado através de obscenidades aos cristãos, pelo simples fato deles representarem o Senhor Jesus Cristo. Não confunda, há pessoas que fazem piadas com os crentes pela simples ignorância; no entanto, há outras que ao ouvirem a respeito do Senhor Jesus ou dos cristãos, manifesta-se nelas um ódio mortal que sobe pelas entranhas, até ser vomitado através de palavras e gestos ameaçadores. Compulsão - É quando alguma pessoa se sente forçada a fazer alguma coisa que não quer fazer, mesmo que ela se esforce sobremaneira para resistir. Cada hábito carnal começa com uma entrega deliberada e sem reservas aos baixos instintos, ou desejos da carne. A contínua tolerância com alguma obra da carne, abrirá a porta para um ou mais demônios. Veja, no início de qualquer prática pecaminosa, quem está no controle é a pessoa em questão; no entanto, com a contínua tolerância, quem assumirá o comando, serão os demônios. Estes, por sua vez, passarão a compelir e forçar a pessoa, para que esta, ultrapasse todo e qualquer limite. Forçarão a pessoa de tal maneira, que ela acabará abrindo outras portas. Uma pessoa vítima da compulsão, dificilmente consegue exercer o seu livre-arbítrio para sair da prisão. Ela precisa de ajuda externa. Uma Observação: no caso dos vícios, saiba que a tolerância, provoca ou cria uma dependência física nas vítimas. Não são todas as drogas que provocam isso no organismo. Mas quero salientar que nesse caso, não se trata de operação demoníaca per se. No caso do álcool por exemplo, a contínua tolerância no hábito de beber, cria um "elemento" chamado Dopalina, este por sua vez, manda informações ao organismo requerendo moléculas de acetaldeído ( encontrado na bebida e derivados ), toda vez que sentir a sua falta. No caso do cigarro, acontece o mesmo, a diferença é que o organismo pede Nicotina; no caso da cocaína, o cérebro pede Cerotonina. Os médicos especialistas, dizem que é possível para o viciado, eliminar do organismo esses elementos, pela simples atitude de parar o hábito. No caso do alcoolismo 3 anos no mínimo, no caso do cigarro 5 anos. No entanto, é muito difícil, fazer isso sem ajuda. Existem hoje, alguns tratamentos aprovados que eliminam radicalmente os "elementos" que causam a compulsão física. Não se trata de acupuntura, auriculoterapia, e nem placebo; trata-se de vacinas específicas para cada dependência. Querido leitor, não seja tendencioso; nós podemos contar com os médicos; Lucas, um dos apóstolos, era médico; por isso não tenha receio de procurar ajuda da medicina, quando necessário. Afinal, são estes homens e mulheres que diariamente comprovam estupefatos, os milagres que o Senhor Jesus Cristo - o "médico dos médicos", ainda hoje faz. Doenças Inexplicáveis - São doenças repentinas, para as quais não há explicação médica. É necessário investigar caso a caso; mas veja, se a doença em questão se manifestou após algum envolvimento no ocultismo, de certeza se trata de uma operação demoníaca. Alguém perguntaria: —Mas, não poderia ser apenas uma doença psicossomática?
  • 199. Eu diria não, pois as doenças psicossomáticas são detectadas, através de alguma investigação. Repare, a mente (psicke) pode produzir várias mudanças no corpo (soma), daí vem o termo psicossomático. As tensões emocionais podem causar consideráveis distúrbios, como por exemplo: a vergonha pode fazer com que os vasos sanguíneos da face e do pescoço se abram para produzir rubor; a ansiedade e o ódio podem aumentar a quantidade de sangue dentro do crânio rígido, o que resulta em dor de cabeça e vômito, e etc. Mas, como isso ocorre? Do Sistema Nervoso Central, saem fibras nervosas que chegam a cada órgão do corpo. Pelo fato dos nervos estarem conexos e intrincados, compreendemos o por que qualquer tumulto no centro emocional pode proporcionar impulsos que irão desde uma simples dor de cabeça a um ataque cardíaco fulminante. Agora esses "tumultos" no centro emocional podem ser causados, ou por demônios ou por circunstâncias da vida, como um péssimo dia de trabalho, uma cobrança mais áspera do chefe, uma reprovação no vestibular, e assim por diante. Paulo chama esses momentos da vida como: "Dia Mau!" (Efésios 6.13). Se for o caso de operação demoníaca, basta que o demônio seja detectado e expulso, que os sintomas e efeitos da doença desaparecerão. Se for o caso de doenças psicossomáticas, basta mudar as atitudes negativas para atitudes positivas, ou seja, ao invés de odiar, vou amar; ao invés de me rebelar, vou me submeter, e por aí afora. Mas, isso só é efetivamente conseguido com a ajuda do Espírito Santo de Deus, através da Sua Palavra, ou seja, através de um relacionamento diário com o Senhor Jesus Cristo, onde conseguiremos, de fato e de verdade, negarmos a nós mesmo e carregarmos a nossa própria cruz. Se for o caso de se ter algum órgão estragado, o que é normal, visto que o nosso corpo se deteriora com o tempo. Devemos recorrer a Cura Divina, direito de todo o filho de Deus. E como já foi citado neste livro, no céu há um "Departamento de Órgãos Sobressalentes" disponível para você. Saiba que tempos atrás, tive que requisitar um novo pulmão neste "Departamento", para que eu continuasse a viver. Eu próprio tinha arrebentado o meu pulmão, com drogas, bebidas e cigarros. Mas Deus é rico em misericórdia, Ele me perdoou e me deu vida; hoje tenho vida, e a tenho com abundância. Tendência ao Suicídio - Primeiro que tudo, desejo enfatizar que muitos cristãos legítimos já pediram ao Pai Celestial que os "levasse" de uma vez, já fizeram orações como: "Oh, leva-me, pois já não suporto mais esse mundo!"; minha mãe, devido a minha situação já orou dessa maneira, eu também, e muitos outros. E tal atitude nada tem a ver com "Tendências Suicidas". Isso ocorre quando estamos enfrentando intensas lutas, e por algum motivo começamos a olhar para nós mesmos, ou seja, tiramos os olhos de Jesus e colocamos nas grandiosas ondas causadas pela tempestade; e devido a isso, percebemos que somos incapazes, em nós mesmos, de darmos um passo se quer, de continuarmos a carreira. Daí ficamos desistentes, abatidos, e começamos a fugir e fugir, até que de uma maneira tola e egoísta, pedimos a morte. Muitos outros sintomas são causados pelas lutas, tais como: desânimo, tristeza, desistência, e assim por diante. Mas esses sintomas, nada tem a ver com a existência de alguma "possessão" demoníaca. Veja o caso do profeta Elias, após ter conquistado uma tremenda vitória, ao matar os 450 profetas de Baal (I Reis 18.18-40), teve medo e fugiu diante das ameaças de uma mulher chamada Jezabel, o seu medo foi tal que pediu a morte para Deus:
  • 200. I Reis 19.4b 4. (...) Chegou, assentou-se debaixo de um zimbro e pediu para si a morte, dizendo: JÁ BASTA, Ó SENHOR. TOMA AGORA A MINHA VIDA, POIS NÃO SOU MELHOR DO QUE MEUS PAIS. Em contrapartida, temos os casos de operação demoníaca, através das Tendências Suicidas; veja o exemplo do apóstolo Judas; depois que Satanás o usou para atingir o seu objetivo, ele usou o poder de culpa para levá-lo ao suicídio (Mateus 27.3-5 e Atos 1.16-19). Este sintoma é facilmente detectado, quando se observa fortes ímpetos para o suicídio; até lembra a compulsão. Veja, todas as vezes que eu passava por lugares altos, era fortemente impelido a me jogar. Isso ficou tão grave que, comecei a evitar todo e qualquer lugar que me oferecesse algum perigo; as vezes quando não me restava escolha, e tinha que percorrer a extensão de alguma ponte ou viaduto, eu corria risco de ser atropelado, pois eu fazia questão de andar lado a lado com os carros, sem olhar de maneira nenhuma para a borda da tal ponte. Isso acontece também sob outras formas, como: um forte desejo de atirar na cabeça, ou um forte ímpeto de beber veneno. Saiba que este sim é um indício de operação demoníaca. Prisões - É a incapacidade de fazer aquilo que se deveria ser capaz de fazer. Certa vez Jesus Cristo expulsou um demônio (Lucas 13.11) que aprisionava, amarrava e impedia uma certa senhora, de andar direito por 18 anos. Assim que o demônio foi detectado e expulso, ela se endireitou, e pôde andar normalmente. Em outras palavras, depois de muitos anos aquela senhora passou a fazer coisas que todos, inclusive ela, são capazes da fazer, ou seja andar de maneira ereta. Jesus Cristo chamou aquela operação demoníaca de: Prisão Lucas 13.16 16. E não convinha soltar DESTA PRISÃO, no dia de Sábado, esta filha de Abraão, a qual HÁ DEZOITO ANOS SATANÁS TINHA PRESA? Muito bem, estes foram alguns dos principais sintomas de operação demoníaca numa pessoa, mas lembre-se, confie no Santo Espírito de Deus. Ele fala conosco 24hs por dia, basta que entremos em sintonia com a Sua doce voz. No próximo capítulo entraremos num assunto, que muitos cristãos ainda têm dúvida: "Pode um cristão ser endemoninhado?". Capítulo Quatorze Pode Um Cristão Ser Possesso? A resposta para esta pergunta em questão é: Não! Primeiro que tudo a Bíblia nunca usa o termo "possessão demoníaca", não há uma distinção entre opressão, possessão, molestação e assim por diante.
  • 201. A palavra grega para designar qualquer pessoa que estivesse experimentando algum tipo de "pressão" demoníaca é daimonizomai, que traduzido é "endemoninhado", conforme a interpretação modernista. Para uma pessoa "apossar-se" de outra, significa que uma pessoa controla a outra por seu consentimento. Segundo o Dicionário Aurélio, o termo "endemoninhar" significa: fazer entrar ou introduzir um demônio no corpo. Sendo assim, verificamos que nenhum demônio pode controlar a vida de alguém sem antes ter sido introduzido pela própria pessoa. Quando o demônio em questão é introduzido, passará a exercer ALGUM controle na esfera em que lhe foi permitido atuar até que consiga, de maneira PROGRESSIVA, a PERMISSÃO para entrar em outras esferas e assim assumir um maior controle; isso acontece porque a personalidade da vítima vai sendo continuamente escravizada. O objetivo dele é literalmente "possuir" a pessoa, ou seja, ganhar o controle, no espírito, na alma e no corpo. Mas note, não há demônios que possam controlar alguém sem uma "base legal" assinada e registrada pela própria pessoa, não há hipótese disso acontecer. Nesses termos sim, podemos dizer que os demônios podem controlar as pessoas. Mas e os crentes? Veja, existem diferenças entre influência e "possessão". Tanto crentes quanto ímpios podem ser influenciados por Satanás. Uma pessoa influenciada está sob o poder sugestivo dos demônios, o que pode resultar em qualquer coisa, desde um tormento mental até um comportamento anormal. O apóstolo Paulo nos diz em I Tessalonicenses 5.23 que nós somos: um espírito, possuímos uma alma (mente, vontade, etc.) e habitamos num corpo. Quando alguém está plenamente "endemoninhado", os demônios assumiram controle sobre seu espírito, alma e corpo. Tal pessoa seria considerada um louco, um demente, um psicopata, e por aí afora. Veja, por exemplo o incidente do endemoninhado geraseno em Marcos 5.1-20; ele estava sob completo controle dos demônios, no espírito, na alma e no corpo; o versículo 3 diz, que ele era um possesso por espírito imundo, e o versículo 15 diz que ele tinha uma legião. Poderíamos então dizer assim: um demônio o possuía, uma legião habitava nele. E no versículo 19 e 20, notamos que o tal homem tornouse um evangelista. Oh, Glória!!! Como vimos neste exemplo, os ímpios podem ser totalmente controlados por demônios, mas os crentes não têm o mesmo grau de subjugação. Um demônio NÃO pode habitar no mesmo lugar que o Espírito Santo. No Antigo Testamento Deus ordenou que se fizesse um santuário (Templo, Tabernáculo), a fim de que pudesse habitar no meio deles (Êxodo 25.8-9); este santuário era constituído por três setores, a saber: Átrio, Lugar Santo e Santo dos Santos, ou, Santíssimo (II Crônicas 3 e 4). O Átrio era o lugar em que tanto judeus quanto estrangeiros poderiam entrar e transitar. O Lugar Santo era um lugar em que somente os sacerdotes poderiam permanecer. E o Santo dos Santos era o lugar onde ficava a Arca da Aliança, onde estava a Presença de Deus, somente uma pessoa podia lá entrar, e tal pessoa era o sumo-sacerdote. Este templo foi feito por mãos humanas. No Novo Testamento, o Templo é feito por Deus, trata-se do nosso Espírito (Santo dos Santos), a nossa Alma (Lugar Santo) e o nosso Corpo (Átrio). Desta forma, o cristão é o Templo do Espírito Santo (I Coríntios 6.19). Da mesma maneira que no templo, a presença de Deus estava no Santo dos Santos, e não no Átrio ou no Lugar Santo, também o Espírito Santo habita somente em nosso espírito e não na nossa mente ou corpo.
  • 202. Romanos 8.16 16. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito (e não alma ou corpo) que somos filhos de Deus. Assim como o Átrio no passado podia ser dado aos estrangeiros, ou seja, eles podiam ter permissão para entrarem e saírem, o nosso corpo pode ser dado aos demônios. Nessa caso o que acontece é que o Espírito Santo habita no espírito, enquanto que demônios podem estar habitando a carne (e como já disse, somente com uma prévia permissão). Sendo assim, se a pergunta título desse capítulo fosse modificada para: Pode um Cristão Ter Demônios? Levando em consideração tudo o que já vimos até aqui, a resposta é: Sim! De maneira nenhuma isso quer dizer que o Espírito Santo compartilha com alguma presença demoníaca. Os demônios não podem se instalar no compartimento principal do homem, ou seja, no espírito; eles se escondem em outros lugares, como na mente, em alguns lugares do corpo e por aí afora. Amados irmãos, aquela porção da Unção de Deus, que nós recebemos em nosso espírito, quando se deu o novo nascimento, é como uma semente, que nunca poderá ser possuída, roubada ou infiltrada; ela não pode ser atacada ou penetrada por nenhuma força maligna externa. No entanto, as forças malignas podem penetrar e atuar no corpo e na alma do crente. Paulo na carta aos cristãos que estavam em Éfeso diz: Efésios 4.27 27. Não deis lugar ao diabo. Para o apóstolo dar essa ordem era porque ele já devia ter observado alguns cristãos (muitos ou poucos) darem lugar a demônios em suas próprias vidas. MESMO SENDO CRISTÃOS. O apóstolo Judas Iscariotes é um perfeito exemplo disso: A Bíblia diz que Satanás entrou nele. João 13.27 27. Assim que Judas tomou o pão, ENTROU NELE SATANÁS. Disse-lhe Jesus: O que estás prestes a fazer, faze-o depressa. Repare, Satanás não entrou em Judas assim de qualquer maneira, ele não poderia invadir a vida de Judas se não tivesse alguma "base legal" que o permitisse. Alguém pode dizer: —"Mas como pode? Afinal Judas não era um dos doze apóstolos? Ele não curava os enfermos? Ele não expulsava demônios? Porque Satanás entrou nele, e não em outro apóstolo?" Por muitos anos eu mantive essas perguntas em meu coração, até que obtive a resposta, ao analisar a minha vida passada com a Bíblia. Obtendo então, a revelação do porque Satanás pegou o apóstolo Judas. Primeiro observe que, realmente Judas estava envolvido na obra do Evangelho: Mateus 10.1-2 1. Chamando a si (Jesus chamou) os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem e para curarem toda a sorte de doenças e enfermidades. 2. Ora, sãos estes os nomes dos doze (...) Judas era por assim dizer, o "tesoureiro" do ministério de Jesus, era ele quem tomava conta da "bolsa". Imagino que ele sempre teve uma "compulsão" para lidar com o dinheiro, afinal, era essa a sua fraqueza e conseqüentemente seria essa a sua desgraça. Essa característica de Judas, a soberba, a ganância, o furto sempre foi do conhecimento de Jesus Cristo (João 6.64,71). O capítulo 12 de João nos revela que essa característica de Judas começou a ficar exposta, ele já não conseguia agir escondido, aquela atitude era um hábito contínuo.
  • 203. João 12.4-6 4. Mas um dos discípulos, Judas Iscariotes, que mais tarde o trairia, objetou: 5. Por que não se vendeu este perfume por trezentos denários, e não se deu aos pobres? 6. ELE DISSE ISSO, NÃO PELO CUIDADO QUE TIVESSE DOS POBRES, MAS PORQUE ERA LADRÃO; TENDO A BOLSA. TIRAVA O QUE NELA SE LANÇAVA. Essa foi a "base legal" que Satanás encontrou para entrar na vida de Judas (João 13.27) e o destruir (Mateus 27.5). Saiba, que tudo isso teve início com uma fraqueza carnal, não aconteceu de uma hora para outra; Judas foi atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Tiago 1.14-15 14. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. 15. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá a luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. Da mesma maneira podemos também ser afligidos e influenciados pelos demônios, para que progressivamente venhamos dar vazão a carne, e se dermos lugar às sugestões deles, com certeza teremos sérios problemas. Repare que certo dia, Pedro também foi influenciado por Satanás: Mateus 16.23 23. Ele (Jesus), porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás! (...) Até que depois de algum tempo, após o incidente com Judas, Satanás começou a cirandar Pedro, esperando alguma outra oportunidade. Mas Jesus Cristo avisou o Pedro que Satanás o estava requerendo, e que tinha intercedido por ele. Agora, o leitor pode imaginar o que seria de Pedro se Jesus Cristo não tivesse rogado por ele? Veja ainda que Pedro era apóstolo, mas não era convertido, pois o Senhor Jesus Cristo, pediu que após a sua conversão, ele fortalecesse os outros. Lucas 22.31-32 31. Simão, Simão, Satanás vos pediu, para vos peneirar como trigo. 32. Mas eu roguei por ti para que a tua fé não desfaleça. E TU, QUANDO TE CONVERTERES, FORTALECE TEUS IRMÃOS. Existem muitas formas dos demônios atacarem, mas observe; eles aproximam-se, e começam a sugestionar na mente da pessoa como se fosse ela mesma quem estivesse a pensar ou imaginar, veja: "Hey, porque não? Todos fazem isso, porque você também não pode? O sexo é tão bom, além do mais, você adora isso. Isso já está em você, não resista. É só uma vez. Ninguém vai saber. Vamos lá, seja feliz. Não deixe para manhã o que pode fazer hoje, amanhã você pode não ter essa oportunidade. Vamos, vamos, ..." A pessoa em questão tem duas opções: ou ela cede e abre uma brecha. Ou ela resisti o pensamento - que não é dela, mas sim uma sugestão demoníaca; fazendo com que a tal sugestão desapareça por completo. Via de regra, essas sugestões, são em áreas que ainda não estamos muito seguros, em áreas da vida que tivemos problemas no passado. Saiba meu querido leitor, Satanás não pode obter o controle de um crente que está andando pela Fé e à disposição do Espírito Santo de Deus. Tiago 4.7 7. SUJEITAI-VOS, pois, a Deus. RESISTI AO DIABO, e ele fugirá de vós. I Pedro 5.8-9 8. SEDE SÓBRIOS, VIGIAI. O vosso adversário, O DIABO, ANDA EM DERREDOR, rugindo como leão, buscando a quem possa tragar.
  • 204. 9. RESISTI-LHE, FIRMES NA FÉ, sabendo que os mesmos sofrimentos estão se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo. Capítulo Quinze Expulsarão Demônios O Senhor Jesus Cristo disse, que o primeiro sinal, que haveria de seguir aqueles que crêem, é: Marcos 16.17 17. Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu Nome expulsarão demônios ... Ele não disse que estes sinais seguiriam aos pastores. Não são só os ministros de Deus que têm essa autoridade, mas, sim, todos os crentes. A libertação é responsabilidade da Igreja. E todos os crentes devem saber que possuem esta autoridade. Mas repare: o crente que tem o "ministério de libertação", não tem a função de sair por aí, expulsando demônios, não mil vezes não. O crente deve exercer esse ministério sobre aqueles que procuram a libertação. Pois os que procuram, demonstram que estão dispostos a submeterem-se ao processo pelo qual as antigas brechas deverão ser fechadas. A pessoa que necessita de libertação, precisará de ajuda e assistência, contínuas, pois se não for assim, poderá cair. É biblicamente notório, que o demônio expulso tentará voltar trazendo consigo mais sete demônios piores. Sendo assim as pessoas que não querem a libertação, estariam assinando a antecipação de sua própria destruição. Jesus Cristo confiou para a Igreja, a tarefa de libertar os cativos, e para tanto, nos deu a autoridade do Seu Nome e todas as demais armas de guerra providenciadas por Deus. Mateus 28.18-19 18. Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. 19. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, (...) Hebreus 2.14-15 14. Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo, 15. E livrasse todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida. Mateus 18.18 18. Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus. Lucas 10.19 19. Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões (demônios) e sobre todo o poder do inimigo, e nada absolutamente vos causará dano. I João 3.8b 8. Para isto se manifestou o filho de Deus: para destruir as obras do diabo.
  • 205. João 14.12 12. Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai. II Coríntios 10.4 4. Porque as armas da nossa milícia não são carnais e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas; Atenção!!! Certa vez, após ter me valido da autoridade que está sobre mim, pelo Nome de Jesus, ao expulsar um demônio de um rapaz; alguém me disse assim: — Ah, se você pôde expulsar aquele demônio, eu também posso! E pelo fato dessa pessoa não ser um crente, tive que rapidamente detê-la e ensiná-la, afinal ela poderia sair extremamente machucada. O ensino que compartilhei com aquela pessoa foi mais ou menos assim: - Para ministrar libertação a alguém, para se expulsar demônios, você deve nascer de novo, você deve tornar-se um filho de Deus. Atos 19.11-16 11. E Deus, pelas mãos de Paulo, fazia milagres extraordinários, 12. (...) e os espíritos malignos se retiravam. 13. E alguns judeus, EXORCISTAS AMBULANTES, TENTARAM INVOCAR O NOME DO SENHOR JESUS SOBRE OS POSSESSOS DE ESPÍRITOS MALIGNOS, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus, a quem Paulo prega. 14. Os que faziam isto eram sete filhos de um judeu chamado CEVA, SUMO SACERDOTE. 15. Mas o espírito maligno lhes respondeu: CONHEÇO A JESUS E SEI QUEM É PAULO; MAS VÓS, QUEM SOIS? 16. E o possesso do ESPÍRITO MALIGNO SALTOU SOBRE ELES, subjugando a todos, e, DE TAL MODO PREVALECEU CONTRA ELES, QUE, DESNUDOS E FERIDOS, FUGIRAM DAQUELA CASA. Aqueles sete filhos do sumo-sacerdote não tinham a cidadania celestial, não tinha o direito legal de se valer do Nome de Jesus, não possuíam a autoridade que somente os que crêem têm. O Nome do Senhor pertence a nós, os crentes, e para usarmos esse Nome, com sucesso, devemos ter certeza se somos ou não filhos do Deus Vivo. Se não for assim, jamais se meta em querer libertar os oprimidos pelos demônios. - Você não deve ter nenhuma base legal aberta, não pode ter no coração nenhum pecado não confessado, nenhuma culpa não perdoada. I João 3.21 21. Amados, se o coração não nos acusar temos confiança diante de Deus. A tática mais eficaz que os demônios utilizam para tentar neutralizar os crentes é fazer com que nos importemos demais com os nossos fracassos do passado. Afinal uma vez que nós nos sintamos culpados com o nosso desempenho, já não constituímos mais nenhuma ameaça para o diabo. I João 1.9 9. Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça.
  • 206. Se nós confessarmos o nosso pecado, estamos perdoados. Miquéias 7.19 19. Tornará a Ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniquidades, E LANÇARÁ TODOS OS NOSSO PECADOS NAS PROFUNDEZAS DO MAR. Com relação a esse versículo, uma grande serva de Deus, Corrie Tem Boom, citando Miquéias disse: "Não vá pescá-los!" Quando o diabo te lembrar e acusar do teu passado, lembre-o do seu futuro no lago de enxofre, que ele se cala. - Você deve conhecer o poder investido no Nome de Jesus. O Nome de Jesus não tem nenhum poder mágico, não há truques em dizer: "em Nome de Jesus". Devemos aprender qual é a nossa autoridade como crentes, e aprender a conhecer a verdade da Palavra, antes de tentar "expulsar algum demônio" de alguém. Jesus Cristo aniquilou o diabo e seus anjos, o nosso Senhor os reduziu a nada! I Coríntios 2. 6 6. Entretanto, expomos sabedoria entre os experimentados; não porém a sabedoria deste século, NEM A DOS PODEROSOS DESTA ÉPOCA, QUE SE REDUZEM A NADA; I Coríntios 2.6 (Nova Bíblia) 6. (...) não uma sabedoria que pertença a esta era passageira, nem a qualquer dos seus PODERES GOVERNANTES, QUE ESTÃO DECLINANDO PARA O SEU FIM. Muitos crentes comentam com grande esmero e espanto, sobre como o diabo está ficando forte; no entanto, a Palavra de Deus, o nosso manual, nos diz, que ele está em decadência! A cada minuto ele decai para o seu fim. Colossenses 2.15 15. (...) E DESPOJANDO OS PRINCIPADOS E AS POTESTADES, PUBLICAMENTE OS EXPÔS AO DESPREZO, TRIUNFANDO DELES NA CRUZ. O único meio pelo qual os demônios podem nos agarrar, é quando deliberadamente, conscientemente e continuamente andamos fora da Palavra de Deus. Se nós entrarmos na área de atividades satânicas, sem conhecermos nossa autoridade Em e Por Cristo, estaremos em sérios apuros. O diabo vai blefar até aonde puder, ele poderá tomar todo o terreno que lhe dermos. Mas, se no firmarmos nas promessas de Deus, no Seu Nome e na nossa autoridade segundo a Palavra, ele fugirá. Devemos nos esconder na vitória que há por detrás do Nome de Jesus Cristo. O Nome de Jesus! O Nome mais excelente de todos, veio por três meios: por herança, por doação e por conquista. - por herança - no dia em que foi ressuscitado. Hebreus 1.1-4 1. Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, 2. Nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, A QUEM CONSTITUIU HERDEIRO de todas as coisas, pelo qual também fez o universo. 3. Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seus Ser, sustentando todas as
  • 207. coisas pela palavra do seu poder, DEPOIS DE TER FEITO A PURIFICAÇÃO DOS PECADOS, assentou-se à direitas da Majestade, nas alturas, 4. Tendo-se tornado tão superior aos anjos quanto HERDOU MAIS EXCELENTE NOME do que eles. - por doação - Havia um nome conhecido no céu e desconhecido em outros lugares, este nome foi guardado para ser dado a quem o merecesse. E Jesus mereceu receber este nome. Filipenses 2.9-11 9. Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo o nome, 10. Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, 11. E toda a língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus Pai. - por conquista - Efésios 1.20-21 20. o qual exerceu ele (Deus) em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o assentar à sua direita nos lugares celestiais, 21. acima de todo o principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo o nome que se possa referir não só no presente século, mas também no vindouro Colossenses 2.15 16. (...) e despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz. Colossenses 1.13 17. Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor, O Sangue de Jesus! O sangue é uma cobertura para os nossos delitos e pecados. Ele traz a purificação que testifica o fim do Senhorio de Satanás sobre as nossas vidas. Suas acusações não têm mais procedência. O sangue de Jesus Cristo nos garante a vitória. Apocalipse 12.11 11. Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; não amaram suas vidas até à morte. Fortalecidos No Senhor ... Efésios 6.10 10. Quanto ao mais, SEDE FORTALECIDOS NO SENHOR e na força do seu poder. Nós jamais poderemos ou conseguiremos viver a vida cristã com a nossa própria força; a força humana é extremamente inútil contra os ataques do diabo e suas astutas ciladas.
  • 208. Hebreus 12.1-3 1. Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança a carreira que nos está proposta, 2. OLHANDO FIRMEMENTE PARA O AUTOR E CONSUMADOR DA FÉ, JESUS, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus. 3. Considerai, pois, atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossas almas. Jesus Cristo ao contrário de muitos líderes atuais, não ficou no seu gabinete esbravejando ordens, dando tarefas, arquitetando esquemas ou projetos. Não, de forma alguma. Jesus desceu do Seu Trono, Ele escolheu deixar por um pouco o uso dos Seus poderes divinos, para viver aqui na terra, como você e eu. Ele mesmo viveu pela fé, mostrou e comprovou que o plano celestial funciona. Filipenses 2.7-8 7. antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, 8. a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. E na Força do Seu Poder O que seria a "força do Poder" de Jesus? R= O Espírito Santo. Jesus precisou ser batizado com o Espírito Santo, precisou ser um homem cheio do Espírito Santo para realizar tudo o que realizou. Enquanto Jesus esteve na terra, a residência do Espírito Santo era exclusivamente Nele. Quando Ele foi para o Pai, Ele enviou de volta o Espírito Santo para encher seus seguidores do mesmo modo que Ele uma vez fora cheio. (Atos 1.4-5, 8; 2.1-4) Ser cheio do Espírito, é estar sendo fortalecido na Força do Poder de Jesus. Esta experiência não é uma ação única na vida do crente; pelo contrário, deve ser contínua e progressiva. Repare: nessa experiência você nunca obterá mais do Espírito, pelo contrário, é o Espírito Santo que obtém mais de você. Efésios 5.18 E NÃO VOS EMBRIAGUEIS COM VINHO, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, O original grego diz: "esteja continuamente sendo cheio". Paulo nos versículo acima faz uma analogia com a experiência da embriagues. Quando alguém esta bêbado e/ou drogado (falo com propriedade), implica que uma outra força (a química) assumiu o controle da mente, da personalidade e do caráter. De livre e espontânea vontade a pessoa entregou sua vida ao poder dos elementos químicos - o vinho, a cerveja, a cocaína, o Lexotan, e por aí afora. Quando o apóstolo nos manda que você e eu devemos nos encher do Espírito, significa que, você e eu devemos de livre e espontânea vontade entregar todo o controle de nós mesmos, mente, personalidade e caráter, ao Espírito Santo de Deus. Uma coisa é o Espírito Santo habitar em nós, em contrapartida, Ele nos encher e nos controlar, já é muito diferente.
  • 209. A porção do Espírito Santo que em nós habita, pode vencer toda e qualquer força negativa, emoção e/ou baixo instinto que não podemos ou conseguimos controlar. Tudo o que Ele quer e precisa de nós, é que nos afastemos e deixemos Ele trabalhar. Quando você e eu, nos intrometemos nos assuntos do Espírito Santo, no que concerne as mudanças de hábitos, personalidade e caráter, Ele imediatamente se afasta, e nos deixa tentar inutilmente resolver a situação. Amados, o Espírito Santo é um "gentleman", Ele jamais vai discutir com você, Ele nunca compete com ninguém, muito menos com você e comigo. Ele não vai te ajudar se você acha que pode se ajudar; Ele só ajuda e/ou socorre aqueles que admitem estar em perigo, em desamparo e por ai afora. Isso vai de encontro com o pensamento da sociedade moderna, com o "acho" do mundo, mas é o plano do nosso Pai, o "acho" do nosso Deus. Nós não podemos viver para Deus em nós mesmos, pelo contrário devemos confiar que o Espírito Santo de Deus viva a vida cristã em nós e por nós. Gálatas 5.16 16. Digo, porém: ANDAI NO ESPÍRITO e jamais satisfareis à con