Pesquisa E-leitor

947 views
902 views

Published on

Conferência W3C BR 2010 - 05 e 06 de outubro em BH (MG)

Published in: Design
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
947
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pesquisa E-leitor

  1. 1. E-leitor: Um estudo sobre as percepções de universitários sobre as Eleições na era das Redes Sociais P RO F. H U G O C R I S TO, M S C . U N I V E R S I DA D E F E D E R A L D O E S P Í R I TO S A N TO D E PA RTA M E N TO D E D E S E N H O I N D U S T R I A L @ H U G O C R I S TO · W W W. N I C V I X . C O M
  2. 2. C O N T E X TO : O B A M A ’ 0 8
  3. 3. C O N T E X TO : O B A M A ’ 0 8 E S E U S D E S D O B R A M E N TO S
  4. 4. C O N T E X TO : O B A M A ’ 0 8 E S E U S D E S D O B R A M E N TO S
  5. 5. D I S C I P L I N A O P TAT I VA : P S I C O L O G I A DA S R E D E S S O C I A I S 2 0 1 0 / 1 ( D D I / C A R - U F E S )
  6. 6. T E M A S : C O M U N I DA D E S , R E D E S , C O L A B O R A ç ã O, I N T E L I G ê N C I A C O L E T I VA , E S PA ç O S D E S O C I A B I L I DA D E
  7. 7. QUESTãO #1 Qual a chance de sucesso de uma estratégia nos mesmos moldes funcionar no Brasil?
  8. 8. QUESTãO #2 Será que o momento sócio-econômico do país justificaria o pensamento de que as Eleições de 2010 serão decididas pela Internet?
  9. 9. QUESTãO #3 Até que ponto um eleitor ou candidato distantes das novas tecnologias de informação e comunicação (TICs) seriam afetados por essa possível revolução?
  10. 10. C O N T E X TO : D E S D O B R A M E N TO S N O B R A S I L
  11. 11. O B J E T I VO G E R A L Realizar um levantamento acerca dos hábitos e expectativas dos alunos da Ufes em relação ao uso da Internet nas Eleições de 2010.
  12. 12. O B J E T I VO E S P E C Í F I C O # 1 Investigar o comportamento do estudante da Ufes quanto ao tempo diário de permanência on-line, locais de acesso e tipo de conexão;
  13. 13. O B J E T I VO E S P E C Í F I C O # 2 Levantar os meios de comunicação utilizados pelos estudantes no pleito de 2008 para se informarem sobre os políticos, seus partidos e respectivas propostas de campanha;
  14. 14. O B J E T I VO E S P E C Í F I C O # 3 Identificar as expectativas de uso dos meios de comunicação no pleito de 2010;
  15. 15. O B J E T I VO E S P E C Í F I C O # 4 Pesquisar a percepção dos estudantes sobre o crescimento da Internet como plataforma de campanha.
  16. 16. O B J E T I VO E S P E C Í F I C O # 4 · P E R C E P ç õ E S Democratização do debate, maior acesso do eleitor, relacionamento político x eleitor, uso das redes sociais e regulamentação do uso da Internet no processo.
  17. 17. M é TO D O Entrevistas com 429 estudantes de 34 cursos em dois campi entre 22/04 e 03/06/2010.
  18. 18. I N S T RU M E N TO Questionário sobre os hábitos de uso da rede, preferência pelo uso das mídias nas Eleições de 2008, e expectativas de uso das mídias nas Eleições de 2010.
  19. 19. I N S T RU M E N TO Escala de Likert com 14 afirmações sobre os usos da Internet no processo eleitoral.
  20. 20. R E S U LTA D O S
  21. 21. P E R F I L D O PA RT I C I PA N T E DA P E S Q U I S A
  22. 22. U S O S DA S M Í D I A S N A S E L E I ç õ E S D E 2 0 0 8 ( C I TA ç õ E S )
  23. 23. E X P E C TAT I VA D E U S O DA S M Í D I A S N A S E L E I ç õ E S D E 2 0 1 0
  24. 24. Baixa correlação negativa entre a faixa etária de 26 a 30 anos e preferência pela Internet. (r = -0,11) P E R F I L X H á B I TO S D O S PA RT I C I PA N T E S
  25. 25. Baixa correlação positiva da preferência pela Internet com o sexo masculino (r = 0,147) e baixa correlação negativa com o sexo feminino (r = -0,146). P E R F I L X H á B I TO S D O S PA RT I C I PA N T E S
  26. 26. Baixa correlação negativa da preferência pela televisão com o sexo masculino (r = -0,155) e baixa correlação positiva com o sexo feminino (r = 0,155). P E R F I L X H á B I TO S D O S PA RT I C I PA N T E S
  27. 27. Baixa correlação positiva da preferência pela Internet com o tempo de conexão diário de mais de 6h (r = 0,19). P E R F I L X H á B I TO S D O S PA RT I C I PA N T E S
  28. 28. Baixa correlação negativa da preferência pela Internet com o tempo de conexão diário de até 2h (r = -0,185). P E R F I L X H á B I TO S D O S PA RT I C I PA N T E S
  29. 29. PERCEPçõES
  30. 30. E S T R AT é G I A D E A N á L I S E Criação de clusters com base nos escores padronizados x preferências pelos meios de comunicação nas eleições de 2010
  31. 31. CLUSTERS Otimistas x Pessimistas Abertos x Fechados Seletivos x Inclusivos Preocupados x Despreocupados
  32. 32. 1. Os candidatos ficariam mais próximos dos eleitores * 2. Os eleitores teriam acesso mais fácil ao passado e propostas do candidato * 4. A propaganda eleitoral seria mais acessível e os eleitores participariam mais do processo * 7 Uma boa campanha virtual poderia substituir uma campanha ruim nas ruas * 10. O candidato poderia ser eleito apenas fazendo campanha via Internet.
  33. 33. 1. Os candidatos ficariam mais próximos dos eleitores * 2. Os eleitores teriam acesso mais fácil ao passado e propostas do candidato * 4. A propaganda eleitoral seria mais acessível e os eleitores participariam mais do processo * 7 Uma boa campanha virtual poderia substituir uma campanha ruim nas ruas * 10. O candidato poderia ser eleito apenas fazendo campanha via Internet.
  34. 34. 1. Os candidatos ficariam mais próximos dos eleitores * 2. Os eleitores teriam acesso mais fácil ao passado e propostas do candidato * 4. A propaganda eleitoral seria mais acessível e os eleitores participariam mais do processo * 7 Uma boa campanha virtual poderia substituir uma campanha ruim nas ruas * 10. O candidato poderia ser eleito apenas fazendo campanha via Internet.
  35. 35. 1. Os candidatos ficariam mais próximos dos eleitores * 2. Os eleitores teriam acesso mais fácil ao passado e propostas do candidato * 4. A propaganda eleitoral seria mais acessível e os eleitores participariam mais do processo * 7 Uma boa campanha virtual poderia substituir uma campanha ruim nas ruas * 10. O candidato poderia ser eleito apenas fazendo campanha via Internet.
  36. 36. 5. A capacidade do candidato em se relacionar com seus eleitores via Internet seria fundamental para ser eleito * 6. Candidatos poderiam usar redes sociais (Blog,Twitter, Orkut, Facebook etc) para conhecer e se aproximar dos seus eleitores * 11. Quem adicionasse um candidato no Orkut ou o seguisse no Twitter seria seu eleitor * 12. Quanto mais contatos e seguidores online, mais votos.
  37. 37. 5. A capacidade do candidato em se relacionar com seus eleitores via Internet seria fundamental para ser eleito * 6. Candidatos poderiam usar redes sociais (Blog,Twitter, Orkut, Facebook etc) para conhecer e se aproximar dos seus eleitores * 11. Quem adicionasse um candidato no Orkut ou o seguisse no Twitter seria seu eleitor * 12. Quanto mais contatos e seguidores online, mais votos.
  38. 38. 5. A capacidade do candidato em se relacionar com seus eleitores via Internet seria fundamental para ser eleito * 6. Candidatos poderiam usar redes sociais (Blog,Twitter, Orkut, Facebook etc) para conhecer e se aproximar dos seus eleitores * 11. Quem adicionasse um candidato no Orkut ou o seguisse no Twitter seria seu eleitor * 12. Quanto mais contatos e seguidores online, mais votos.
  39. 39. 5. A capacidade do candidato em se relacionar com seus eleitores via Internet seria fundamental para ser eleito * 6. Candidatos poderiam usar redes sociais (Blog,Twitter, Orkut, Facebook etc) para conhecer e se aproximar dos seus eleitores * 11. Quem adicionasse um candidato no Orkut ou o seguisse no Twitter seria seu eleitor * 12. Quanto mais contatos e seguidores online, mais votos.
  40. 40. 8. A propaganda política online seria mais atraente para quem tem conhecimentos de informática * 9. A propaganda política online seria mais atraente para os jovens.
  41. 41. 8. A propaganda política online seria mais atraente para quem tem conhecimentos de informática * 9. A propaganda política online seria mais atraente para os jovens.
  42. 42. 8. A propaganda política online seria mais atraente para quem tem conhecimentos de informática * 9. A propaganda política online seria mais atraente para os jovens.
  43. 43. 8. A propaganda política online seria mais atraente para quem tem conhecimentos de informática * 9. A propaganda política online seria mais atraente para os jovens.
  44. 44. 3. Diferentes candidatos e partidos deveriam ter o mesmo espaço na Internet * 13. A propaganda eleitoral via Internet precisaria ter regras assim como os demais meios * 14. Candidatos e partidos poderiam inserir propaganda política em qualquer site da Internet.
  45. 45. 3. Diferentes candidatos e partidos deveriam ter o mesmo espaço na Internet * 13. A propaganda eleitoral via Internet precisaria ter regras assim como os demais meios * 14. Candidatos e partidos poderiam inserir propaganda política em qualquer site da Internet.
  46. 46. 3. Diferentes candidatos e partidos deveriam ter o mesmo espaço na Internet * 13. A propaganda eleitoral via Internet precisaria ter regras assim como os demais meios * 14. Candidatos e partidos poderiam inserir propaganda política em qualquer site da Internet.
  47. 47. 3. Diferentes candidatos e partidos deveriam ter o mesmo espaço na Internet * 13. A propaganda eleitoral via Internet precisaria ter regras assim como os demais meios * 14. Candidatos e partidos poderiam inserir propaganda política em qualquer site da Internet.
  48. 48. DISCUSSãO
  49. 49. I N T E R P R E TA ç ã O G E R A L D O S R E S U LTA D O S O aluno da Ufes relata uma expectativa de uso da rede moderada e cautelosa, justificada pela comodidade e facilidade de acesso às informações sobre os políticos.
  50. 50. QUESTõES EMERGENTES #1 Seguir um político nas redes não significa intenção de voto. Há grande preocupação com o uso regulamentado da rede e discordância em relação à maior acessibilidade e mais oportunidades de participação no processo.
  51. 51. QUESTõES EMERGENTES #2 A rede oferece mais oportunidades de conhecer o passado e propostas do candidato, mas ainda não é suficiente para ser adotada como única estratégia de campanha ou como forma de aproximar eleitores e políticos.
  52. 52. QUESTõES EMERGENTES #3 A propaganda política online é percebida pelo aluno como mais atraente para o jovem e para quem possui conhecimentos de informática.
  53. 53. QUESTõES EMERGENTES #4 A opção por um determinado meio de comunicação como fonte de informação no processo eleitoral resulta de diversos fatores: tempo diário de uso, facilidade de acesso, imparcialidade dos veículos, tom do discurso.
  54. 54. QUESTõES EMERGENTES #5 O perfil dos universitários não representa a realidade da população, uma vez que apenas 27% dos brasileiros estão conectados.
  55. 55. QUESTõES EMERGENTES #6 A fluência tecnológica contribuiria para a manifestação de opiniões mais consistentes sobre questões de privacidade, regulamentação da propaganda política online ou mesmo sobre o alcance efetivo das redes.
  56. 56. L I M I TA ç õ E S D O E S T U D O Os resultados estão restritos ao universo da Ufes. O início oficial da propaganda política pode ter alterado as percepções e expectativas dos alunos quanto ao uso das redes sociais.
  57. 57. WWW.CANDIDATOCONECTADO.COM OBRIGADO! U N I V E R S I DA D E F E D E R A L D O E S P Í R I TO S A N TO D E PA RTA M E N TO D E D E S E N H O I N D U S T R I A L @ H U G O C R I S TO · W W W. N I C V I X . C O M

×