Your SlideShare is downloading. ×
0
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Entendendo as regras do Jogo - Go e Software Livre

8,654

Published on

Comparando o funcionamento das regras do Go com o Software Livre

Comparando o funcionamento das regras do Go com o Software Livre

Published in: Technology
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
8,654
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
148
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Entendendo as regras do Jogo Go e Software Livre Fábio Emilio Costa
  • 2. O que é Go <ul><li>Jogo oriental chamado também de baduk ou weiqi ; </li></ul><ul><li>Jogo mais antigo do mundo ainda em suas regras originais; </li></ul><ul><li>Nenhum computador consegue jogar Go e vencer um pro ; </li></ul><ul><li>Popular na China, Coréia e Japão; </li></ul><ul><li>Jogo de território com várias nuances e detalhes; </li></ul>
  • 3. Uma partida de Go Brancas: Umezawa Yukari Pretas: Mannami Kana Disputa do Título Kisei Feminino 2007 3a. Partida Resultado Brancas ganham
  • 4. Como joga-se Go <ul><li>Pedras pretas e brancas (todas iguais, como nas damas); </li></ul><ul><li>Tabuleiros de 9x9, 13x13 e 19x19; </li></ul><ul><li>Cada pedra é colocada em um cruzamento das linhas do tabuleiro (chamados também de moku , no resultado); </li></ul><ul><li>Uma vez colocada, uma pedra não sai do lugar; </li></ul><ul><li>Objetivo: cercar o maior espaço possível e impedir o outro jogador de o fazer; </li></ul>
  • 5. Liberdades <ul><li>É o número de pontos que estão livres para a pedra; </li></ul><ul><li>Pedras adversárias removem liberdades, pedras suas aumentam-as; </li></ul><ul><li>Uma pedra sem liberdades é capturada e sai de jogo; </li></ul><ul><li>Uma pedra não pode ser colocada onde ela fique sem liberdades (jogadas suicidas): </li></ul><ul><ul><li>Exceção: pode fazer isso se for para remover a última liberdade de uma ou mais pedras inimigas </li></ul></ul>
  • 6. Grupos <ul><li>São formados por uma ou mais pedras que compartilhem liberdades </li></ul><ul><li>Grupos têm que estar conectados </li></ul><ul><li>As liberdades do grupo é determinada pela soma das liberdades das demais </li></ul><ul><li>As pedras de um grupo são capturadas quando todas as liberdades do grupo são removidas; </li></ul>
  • 7. Grupos e Liberdades A e B são grupos brancos C, D, E e F são grupos pretos B indicam as liberdades das pretas W indicam as liberdades brancas S são liberdades de ambas
  • 8. Atari <ul><li>Situação de virtual captura de um grupo </li></ul><ul><ul><li>Quando apenas uma liberdade resta ao grupo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Comparável a um xeque no xadrez; </li></ul></ul><ul><li>O jogador não precisa ser informado </li></ul><ul><li>O adversário não precisa capturar de imediato </li></ul><ul><li>Pedras capturadas contam contra o jogador no final da partida: </li></ul><ul><ul><li>Resultado = Território + Peças Capturadas; </li></ul></ul>
  • 9. Atari <ul><li>Em ambas as imagens: </li></ul><ul><ul><li>A – Situação de Atari </li></ul></ul><ul><ul><li>B – Captura </li></ul></ul><ul><ul><li>C – Estado Final </li></ul></ul>
  • 10. Ko <ul><li>Eternidade </li></ul><ul><ul><li>Movimentos de captura em que uma pedra ao realizar a captura se coloca em situação de captura imediata; </li></ul></ul><ul><li>Pedra colocada não pode ser capturada de imediato: </li></ul><ul><ul><li>Movimento de ameaça de Ko deve ser realizada antes; </li></ul></ul><ul><li>Chamada também de regra da repetição de tabuleiro; </li></ul>
  • 11. Ko <ul><li>No diagrama ao lado, preta lançou a pedra com triângulo e capturou uma branca em cima; </li></ul><ul><li>Brancas não podem responder de imediato: devem jogar em qualquer outro local; </li></ul>
  • 12. Regras do Go (Resumo) <ul><li>Dois jogadores (brancas e pretas); </li></ul><ul><li>Tabuleiro limpo (exceto em handicap) ; </li></ul><ul><li>Pretas primeiro (exceto em jogos de handicap ); </li></ul><ul><li>Brancas recebem komi (exceto em handicap ); </li></ul><ul><ul><li>pontuação adicional para equilíbrio (atualmente 6.5); </li></ul></ul><ul><li>Maior território ganha o jogo; </li></ul><ul><li>Jogo acaba quando ambos os jogadores acharem conveniente; </li></ul><ul><ul><li>Desistência é possível; </li></ul></ul>
  • 13. Regras do Go (Resumo) <ul><li>Uma jogada representa tanto a inclusão de uma pedra como passar a jogada </li></ul><ul><ul><li>Se ambos os jogadores passarem, considera-se tacitamente como fim de jogo; </li></ul></ul><ul><li>Pedras sem liberdade saem do jogo; </li></ul><ul><li>Não pode se jogar onde a pedra fique sem liberdade (jogada suicida); </li></ul><ul><li>Ko – não pode-se jogar de modo a repetir o tabuleiro de uma jogada anterior; </li></ul><ul><li>Handicap – cada nível de diferença entre jogadores representa uma pedra inicial no tabuleiro; </li></ul>
  • 14. Quem joga(jogou) Go? <ul><li>Edward Lasker (enxadrista) </li></ul><ul><li>John Nash Jr. (matemático – Uma Mente Brilhante) </li></ul><ul><li>Bill Gates (dispensa comentários) </li></ul><ul><li>Rod Steward (músico) </li></ul><ul><li>Lulu Camargo (tecladista – Pato Fu) </li></ul><ul><li>Alan Turing (matemático e teórico da computação) </li></ul>
  • 15. O que tudo isso tem a ver com Software Livre?!
  • 16. Comecemos... <ul><li>Software proprietário se percebe em atari </li></ul><ul><ul><li>Linux x Windows, Office x BrOffice.org, IE x Firefox </li></ul></ul><ul><li>Vida do software proprietário pode estar em ko </li></ul><ul><ul><li>Suporte a ODF, “abertura” para OOXML </li></ul></ul><ul><li>A comunidade deve atuar o máximo possível como um grupo sólido </li></ul><ul><ul><li>“ Colocar as garças no ninho” envolve contribuições </li></ul></ul>
  • 17. História do Software Livre <ul><li><1970: computação restrita a grande porte </li></ul><ul><ul><li>Máquinas pessoais eram brinquedos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Trocas de código era “genético”; </li></ul></ul><ul><li>1970-1984: Surge código proprietário </li></ul><ul><ul><li>Trocas de código em atari ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Tesuji (boa jogada) de Richard Stallman fomenta SL: GNU e GPL; </li></ul></ul><ul><li>1984-1990: Corrida de captura </li></ul><ul><ul><li>Mundo proprietário forma uma boa forma; </li></ul></ul>
  • 18. Tesuji <ul><li>Jogada esperta </li></ul><ul><li>Sai da resposta padrão </li></ul><ul><li>Consegue garantir resposta inesperada </li></ul><ul><li>Pode reverter jogo a seu favor </li></ul>
  • 19. Tesuji <ul><li>Os diagramas 1 a 4 representam as jogadas tradicionais (pretas perdem as duas pedras à direita); </li></ul><ul><li>Diagramas 4 e 5 representam o tesuji (pedras brancas são capturadas) </li></ul>
  • 20. Linux Tesuji <ul><li>1991: Tesuji inesperado </li></ul><ul><ul><li>Linux Torvalds lança o Linux; </li></ul></ul><ul><li>Inicialmente apenas um nakade (peça jogada para sacrifício); </li></ul><ul><ul><li>“Apenas por diversão” - lema de Linus; </li></ul></ul><ul><li>1994: Software livre forma dois olhos </li></ul><ul><ul><li>Abertura do Netscape e IPO da Red Hat mostra visibilidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>SL é levado a sério </li></ul></ul>
  • 21. Software Livre e Go <ul><li>Regras simples </li></ul><ul><ul><li>10 para Go, 4 para SL </li></ul></ul><ul><li>Variações interessantes no tema </li></ul><ul><li>Simplicidade inicial “esconde” sutilezas para entender </li></ul><ul><ul><li>Apenas lógica não basta </li></ul></ul>
  • 22. Atari cultural <ul><li>Iniciativas contra-atacam os detentores de PI: </li></ul><ul><ul><li>Creative Commons; </li></ul></ul><ul><ul><li>ODF; </li></ul></ul><ul><li>Normalmente, iniciativas assim derivam de jogadas forçadas: </li></ul><ul><ul><li>DMCA; </li></ul></ul><ul><ul><li>WGA; </li></ul></ul><ul><ul><li>Trusted Computing; </li></ul></ul>
  • 23. Vida e morte na Net <ul><li>Iniciativas procuram tomar as liberdades dadas pelo SL: </li></ul><ul><ul><li>Net Neutrality ; </li></ul></ul><ul><ul><li>DMCA; </li></ul></ul><ul><ul><li>DRM; </li></ul></ul><ul><ul><li>Patentes de Software; </li></ul></ul><ul><li>Comunidade deve estar atenta para não permitir olho falso </li></ul>
  • 24. Vida e morte <ul><li>Um grupo vive se forma dois olhos (dois espaços cercados dentro do grupo); </li></ul><ul><li>Um grupo morre se não puder formar dois olhos </li></ul><ul><li>No diagrama acima, A, B e C são olhos; </li></ul>
  • 25. Grupos vivos e mortos As pretas no canto estão vivas pois A e B são olhos verdadeiros As pretas no meio estão vivas, C e D são olhos verdadeiros As pretas aqui estão mortas: B é um olho falso. Brancas podem jogar em C e depois em B e “furar o olho”
  • 26. Para jogar Go, são necessários dois jogadores. Para alcançar a vitória, deve-se levar em conta o objetivo adversário e saber ceder (Provérbios sobre Go)
  • 27. Dados olhos suficientes, os bugs desaparecem. (Lei de Linus)
  • 28. “Não me interessa o código!” <ul><li>Código permite auditar o sistema; </li></ul><ul><li>Binários específicos são úteis em situações de HPC ( High-Performance Computing ) </li></ul><ul><ul><li>Software proprietário não oferece essa facilidade; </li></ul></ul><ul><li>Código permite estudo: </li></ul><ul><ul><li>Divulgação tecnológica permite o corte dos grupos monopolistas; </li></ul></ul>
  • 29. Comunidade é coisa de comunista <ul><li>Grupos grandes sobrevivem ao atari ; </li></ul><ul><li>Grupos bem estruturados formam dois olhos e vivem; </li></ul><ul><li>Grupos quebrados podem gerar olhos falsos; </li></ul>
  • 30. A comunidade é importante <ul><li>O desenvolvedor é antes de mais nada um usuário; </li></ul><ul><li>“Coçar a própria ferida” </li></ul><ul><li>Uma pedra solta pode socorrer uma em atari </li></ul><ul><li>Uma pedra solta tem potencial para um tesuji </li></ul>
  • 31. “Eu não sei nada!” <ul><li>Você não precisa desenvolver para ajudar: </li></ul><ul><ul><li>Documentação </li></ul></ul><ul><ul><li>Bug Test and Track </li></ul></ul><ul><ul><li>Dicas e Ajuda </li></ul></ul><ul><ul><li>Evangelização </li></ul></ul><ul><ul><li>Artes e Sites </li></ul></ul><ul><ul><li>Moderação de listas </li></ul></ul><ul><li>Sempre há algo para fazer e aprender </li></ul>
  • 32. “Perca o mais rápido possível seus 100 primeiros jogos” <ul><li>Aprenda sempre e constantemente </li></ul><ul><li>Usar, usar, usar </li></ul><ul><li>Sempre você irá aprender: cliques não são mais um limite </li></ul><ul><li>Trate o adversário com respeito, ele sempre tem algo a lhe ensinar </li></ul><ul><li>Cortesia e respeito são a chave para o sucesso </li></ul>
  • 33. Nakade : Ceder para vencer <ul><li>Uma pedra em nakade é uma forma de sacrificando uma pedra matar um grupo; </li></ul><ul><li>Software proprietário utiliza nakade : </li></ul><ul><ul><li>OOXML, etc... </li></ul></ul><ul><li>Nakade com SL – estratégia da Sun: </li></ul><ul><ul><li>OpenSolaris, OpenJDK, OpenOffice.org; </li></ul></ul><ul><li>Nakade do SL: </li></ul><ul><ul><li>ODF, Ruby (IronRuby), etc... </li></ul></ul>
  • 34. Referências <ul><li>Go </li></ul><ul><ul><li>Sensei's Library ( http://senseis.xmp.net ) </li></ul></ul><ul><ul><li>Kiseido Go Server ( http://www.gokgs.com ) </li></ul></ul><ul><ul><li>Aprenda a Jogar Go Interativamente ( http://go.alamino.net/playgoto/ ) </li></ul></ul><ul><ul><li>Go Wiki Brasil ( http://go.theend.com.br/moin.cgi ) </li></ul></ul><ul><ul><li>Kigoshi Goishi ( http://kigoshigoishi.co.jp ) </li></ul></ul>
  • 35. Perguntas?
  • 36. Obrigado Copie! Seja legal! Use Software Livre! Divirta-se! Jogue Go!

×